Page 1

Entrevista

"elevadores são dos meios de transporte mais seguros" Por Helena Paulino

Eduardo Silva da Direção de Serviços de

é muito prejudicial aos verdadeiros técnicos

RE: E o que ainda é necessário mudar e como

Energia da Divisão de Energia Elétrica

de elevadores, pessoas com grande forma-

pode e deve ser feito?

do Ministério da Economia caraterizou

ção profissional, assim como a possível eli-

ES: Não é fácil porque estão muitos inte-

a situação atual da fiscalização de

minação das empresas de menor dimensão

resses em jogo, quer por parte das empre-

elevadores, tal como a importância

do setor. Sou um adepto da formação, mas

sas de manutenção como das entidades de

da existência das empresas de

será que estão criadas as condições para

inspeção, mas julgo que deveria existir uma

manutenção e fiscalização para um

dar oportunidade a todos os técnicos sem

entidade “reguladora” que tivesse o bom sen-

bom funcionamento dos elevadores.

formação superior que existem de norte a

so de zelar pela segurança e não tanto pelo

sul no país?

interesse económico. Uma maior formação

Exigência, critérios rigorosos e coerência

das entidades de inspeção de modo a que não

foram os aspetos ressalvados em todo No que diz respeito às inspeções houve uma

existam disparidades, como impôr cláusulas

grande alteração e gerou-se uma “guerra”

não relacionadas com o elevador que foi ins-

entre as entidades inspetoras. A maioria

pecionado (impôr clausulas da EN 81 a um

REVISTA ELEVARE (RE): Atendendo ao seu

das câmaras cobra bem pelo serviço e as

elevador que foi instalado em 1979 ao abri-

passado ligado à fiscalização de elevado-

entidades inspetoras cada vez dão valores

go do Decreto-Lei n.° 513/70 e não sofreu

res, como vê a situação atual do setor?

mais baixos nos concursos, quando diziam

alterações a que tal fosse obrigado). Consi-

Eduardo Silva (ES): Vejo a situação ainda

em 2000 que 35 euros só davam prejuízo

dero que o valor das inspeções deveria ser

em fase de desenvolvimento, isto é ainda

(têm razão porque tudo baixou desde essa

fixo para todo o país, como as inspeções

se aguardam alterações ao Decreto-Lei

altura até ao presente). Quanto às empre-

aos automóveis, pois na situação atual e

n.° 320/2002, alterações que se diz ser de

sas de manutenção continuam iguais, tendo

dada a disparidade do valor praticado pelas

grande interesse. Uma alteração entretan-

como objetivo aumentar a sua carteira de

diversas câmaras é, em muitos casos, na

to já publicada, no Decreto-Lei n.° 65/2013,

elevadores a qualquer custo.

minha opinião bastante elevado para o cida-

o setor.

dão até porque depois do trabalho de inspeção ser elaborado, esta recebe na maioria valores que são quase metade do praticado em 2002. Verificar a pedido dos proprietários se as reparações pedidas pelas empresas de manutenção são necessárias, e após esta inspeção, verificar as respetivas alterações. Em relação ao tempo de contrato de manutenção não podemos estar amarrados uma vida inteira a uma empresa por muito boa que seja. E, portanto, julgo que os contratos devem ser anuais. Uma penalização exemplar para as empresas de manutenção que façam contratos de elevadores não certificados também é importante. E a penalização

50

elevare

"Elevadores são dos meios de transporte mais seguros"  

Autor: Helena Paulino; Revista: Elevare nº3

"Elevadores são dos meios de transporte mais seguros"  

Autor: Helena Paulino; Revista: Elevare nº3

Advertisement