Page 1

Protagonistas

Dossier

[32]

Erro Humano e a Manutenção em Segurança Carlos Medrano Victor, EMEF S.A.

[35]

Segurança em Trabalhos de Manutenção Martins da Silva, Celbi

[38]

A Segurança na Manutenção Paula Sofia Lima, Portucel/Soporcel

[42]

Barreiras Fotoeléctricas de Segurança Nuno Guedes, Pilz Industrieelektronik, S.L.

[46]

A Manipulação, um Assunto Habitualmente Controverso em Relação à Regurança das Máquinas Nuno Cruz, Schmersal S.L.

[49]

Segurança de Nova Geração - Interfaces e Redes Tiago Carvalho, F.Fonseca

Segurança na Manutenção Raúl Dória

A revista “Manutenção” faz, neste número, uma chamada de atenção sobre um tema muito importante - “A Segurança na Manutenção”. Como sabemos, a função principal da manutenção é garantir a disponibilidade dos equipamentos e das instalações de forma a corresponder às solicitações do fluxo produtivo (qualidade e cadência) de cada bem, para que a empresa possa ser competitiva num mercado cada vez mais global e exigente. Para que isso seja possível, deverá dispor de: a) meios humanos bem formados e treinados; b) equipamentos e ferramentas adequadas aos bens que deverão ser mantidos / disponibilizados; c) sistemas de informação expeditos para tomadas de decisão num curto espaço de tempo. Com a apresentação deste dossier, pretendemos chamar a atenção de todos para a importância que a manutenção tem na área da Segurança e Saúde (SST) dos recursos humanos de uma empresa / entidade, para além de propiciar um ambiente de trabalho mais seguro, através de uma boa manutenção de fábricas, de máquinas, de edifícios e de postos de trabalho. A manutenção executa e enfrenta trabalhos onde estão presentes os diversos tipos de riscos e perigos, que devem ser executados em perfeita segurança, tais como os químicos, os biológicos, os físicos e mesmo os psicossociais, que actuam (com maior ou menor intensidade) nos seus corpos, dando origem às doenças profissionais.

A Segurança de Pessoas e Bens é um dos aspectos mais importantes que o responsável da manutenção deve ter em mente, principalmente agora, numa altura em que nas empresas e entidades a ordem é para não gastar dinheiro, a não ser que seja imprescindível; verificamos a eliminação de verbas duma maneira “cega”, o que vem acrescentar mais problemas aos que já existem. A Manutenção não é excepção; a opção de corte adiciona mais um item à longa lista de assuntos que têm de ser resolvidos pelo seu responsável da manutenção, tornando mais difícil e complicada a gestão do seu dia-a-dia. No caso presente, a Segurança na Manutenção deve estar no topo das prioridades do seu responsável, tornando maior é o de reduzir o número de pessoas atingidas por lesões ou problemas de saúde. Dada a importância do tema, a Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho e os 27 Estados-membros da União Europeia organizaram, no mês de Outubro de 2010, uma “Semana Europeia da Segurança e Saúde no Trabalho”. A campanha tinha por tema “Locais de Trabalho Seguros e Saudáveis 2010-2011”. Só por este dado poderemos ter a noção de quanto é importante termos um local e um ambiente de trabalho seguros. A manutenção deve ser vista e pensada como um processo que deve ter uma gestão sistemática e ponderada, e que deve focar sobre tudo os Recursos Humanos. Deve existir uma preparação, uma planificação e uma vistoria no final de cada intervenção. Uma palavra final para aconselhar uma visita ao website da Occupational Safety & Health Administration (OSHA) - http://www.osha.gov/.

MANUTENÇÃO · 31

Segurança na Manutenção  

Autor: Raúl Dória; Revista: Manutenção nº108

Segurança na Manutenção  

Autor: Raúl Dória; Revista: Manutenção nº108

Advertisement