Page 1

Dossier sobre Variadores de Velocidade em Elevadores

Influência da Velocidade nos Ascensores Eng.° Jorge Louro GMV-Portugal

INTRODUÇÃO: Entendemos ser importante analisar a influência da velocidade nos ascensores e as suas implicações a nível: >

Conceção,

>

Estrutural,

>

Desempenho.

Os fatores CED aumentam diretamente com a altura do edifício. Quanto mais alto for o edifício, maior a velocidade do ascen-

Uma curiosidade associada à velocidade: os

Cabina

sor, logo maior serão as suas exigências

73 ascensores instalados em 1932 no edifí-

Órgão do ascensor destinado a receber as

sobre os fatores CED.

cio New Yorks Empire State Building ainda

pessoas e/ou a carga a transportar.

se encontram na nona posição como um

Para situações com velocidades nominais

dos mais rápidos do mundo.

baixas ou médias, a forma da cabina não tem qualquer influência no desempenho

É comum dizer que os ascensores são as

aerodinâmico. Agora para situações de alta

artérias de edifícios, as pessoas, o seu san-

velocidade e ultra/alta velocidade, ou seja,

gue vital, e a velocidade não são mais do que

de 5 m/s ou superior já tem um forte im-

a tensão arterial. Por este motivo conside-

pacto no desempenho aerodinâmico e no

ro de extrema importância a componente

conforto dos passageiros. A insonorização

da velocidade, porque no fundo não é mais

e as medidas de distorção harmónica de

do que projetar uma velocidade correta de

todos os ângulos são fundamentais para

forma a manter a tensão arterial ideal no

reduzirem o ruído de forma a garantir um

edifício para que tenha uma vida saudável.

ambiente confortável ao passageiro. >

IMPLICAÇÕES AO NÍVEL DA CONCEÇÃO

Vibração e Ruído Aerodinâmico com a velocidade - aumentam diretamente com a velocidade do ascensor. Significa que, para ascensores de baixa e média velocidade, o aspeto construtivo da

Figura 1

cabina não tem qualquer importância, porque não afeta de forma significativa

Hoje em dia a velocidade dos ascensores

o desempenho do ascensor.

está associada diretamente ao índice de crescimento de uma região. É conhecido

No caso da alta velocidade e ultra/alta ve-

pelo “Índice de Ascensor”(1), se quisermos

locidade (superiores a 5,0 m/s), estes dois

saber as regiões com maior crescimento

fatores afetam muito o desempenho do as-

económico, devemos ignorar os relatórios

censor em termos aerodinâmicos, a forma

do PIB, estatísticas de emprego e tendên-

da cabina do ascensor tradicional, com as

cias de consumo. Tudo o que necessitamos

suas várias arestas salientes, teto e piso

de fazer é responder a uma pergunta: Onde estão os ascensores mais rápidos?

32

elevare

plano, não é a forma ideal para uma cabina Figura 2

nestas condições.


PUB

Tabela 3

Passageiros

24

Carga Nominal

1600 kg

Velocidade Nominal

Sobe a 1010 m/min desce a 600 m/min

Curso

382,2 m

Unidades

2

E é oficial: foi certificado pelo Guinnes Book of Records na edição de 2006.

alta velocidade de 1200 m/min, o equivalente a 72 km/h para o Guangzhou Centre Finance CTF de 530 metros com 111 pisos, capaz de subir 94 pisos em apenas 43 s. Um arranha-céu de uso misto em construção em Guangzhou, na China, tendo a abertura prevista para 2016. O edifício terá ainda mais 95 ascensores que serão de modelos com um desempenho inferior. CONCLUSÃO Percorremos um longo caminho desde o século XIX em que Elisha Otis colocou o seu sistema de segurança no que é considerado como o primeiro ascensor da era moderna na Broadway n.º 488 em Nova Iorque, em 1853, até ao ascensor a ser instalado em Guangzhou Centre Finance CTF na China, com uma velocidade nominal de 72 km/h, considerado o mais rápido do planeta com data prevista de inauguração para 2016. Analisamos os diversos constrangimentos relacionados com a ultra/alta velocidade nominal de um ascensor. Com a necessidade de ter cada vez mais ascensores mais rápidos para edifícios cada vez mais altos, a tendência é criar motores cada vez mais potentes e resolver o problema dos cabos de suspensão. Neste momento os edifícios estão limitados na sua construção em altura porque a evolução tecnológica dos ascensores não lhes permite irem mais alto. O futuro próximo passa pela aplicação da solução de levitação magnética e aplicação cada vez maior de ascensores de DuploAndar (Double-Deck) com velocidades cada vez maiores. Num futuro mais longínquo passa pela aplicação da tecnologia laser definitivamente mais ecológica… que mais nos espera nesta viagem fantástica na evolução tecnológica? BIBLIOGRAFIA: (1)

www.forbes.com/2007/10/01/elevators-economics-constructionbiz-logistics-cx_rm_tvr_1001elevators.html;

(2) www.toshiba-elevator.co.jp/elv/infoeng/technology/tec01b.jsp; (3) http://magazine.sfpe.org/smoke-management/elevator-shaftpressurization-system-standards-and-codes-smoke-control-tallbuildin; (4) www.mitsubishielectric.in/global_experience.php; (5) http://technology-gagdet.blogspot.pt/2010/04/comparative-elevators.htm; (6) THE GUIDEN LINE – TOSHIBA- NEW ELBRIGHT;.

Influência da velocidade nos ascensores  

Autor: Jorge Louro; Revista: Elevare nº4

Influência da velocidade nos ascensores  

Autor: Jorge Louro; Revista: Elevare nº4

Advertisement