Page 1

Reportagem

O presente e o futuro nas Quartas Jornadas Técnicas de Elevadores por Susana Valente

A Certificação Energética e as novas diretrizes legislativas estiveram em destaque na 4. a edição das Jornadas Técnicas de Elevadores que se realizaram a 5 de julho de 2016, no Auditório Magno do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP). As Jornadas Técnicas, que são uma referência no setor dos elevadores, reunindo os mais diversos profissionais da área num fórum de discussão e de partilha de conhecimentos, foram, mais uma vez, organizadas pelo ISEP, pela Ordem dos Engenheiros da Região Norte e pela revista “ELEVARE”. Pelo Auditório Magno do ISEP passaram os principais intervenientes da área, desde

tas Jornadas Técnicas, nomeadamente no

falando dos requisitos que ela estipula e dos

empresas fabricantes a construtores civis

painel conduzido por José Pirralha da Asso-

seus impactos para a indústria.

e proprietários, passando por Câmaras

ciação Nacional dos Industriais de Elevado-

Municipais, autoridades do setor da inspe-

res e Escadas Rolantes (ANIEER), que abor-

Também a intervenção de Filipe Pinto,

ção, professores e estudantes do Ensino

dou a nova diretiva Ascensores 2014/33/UE,

da Direção Geral de Energia e Geologia

Superior, e ainda empresas de administra-

(DGEG), teve por tópico uma questão nor-

ção de condomínios e gabinetes de proje-

mativa, designadamente a alteração à Cir-

tos e fiscalização.

cular N.° 1 da DGEG que tem efeitos em termos da instalação e da inspeção periódica

PARTICIPAÇÃO EUROPEIA COM FOCO

dos elevadores.

NAS NOVAS NORMAS Como sinal da crescente importância do

Estas temáticas da normalização e da le-

evento, inclusive a nível internacional, des-

gislação são fundamentais para os pro-

taca-se a presença de Esfandiar Gharibaan,

fissionais do setor, sendo “imprescindível

o Presidente do CEN/TC10, comité técnico

adquirir o máximo de informação, para atin-

europeu que define as regras para a cons-

gir todos os aspetos de segurança” exigidos

trução e instalação de elevadores na União

por lei, conforme repara o engenheiro

Europeia (UE). A sua intervenção centrou-se

mecânico André Carneiro que tem experi-

nas novas Normas EN 81-20 e EN 81-50 que

ência na área de inspeção de ascensores

entram em vigor em 2017, com o objetivo

e que participou no evento. “A atualização

de melhorar a segurança de elevadores,

das Normas exige um padrão de segurança

escadas e tapetes rolantes na UE.

maior, em relação às Normas mais antigas, e deveres mais exigentes para a montagem,

As questões de legislação do setor estive-

manutenção, modernização e inspeção,

ram no centro de outras intervenções, nes-

sempre com foco no bem-estar dos utiliza-

50

elevare


Reportagem dores e bens”, reforça ainda André Carneiro à conversa com a “ELEVARE”. “DESPERTAR” PARA A CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA Outro tema abordado nestas Jornadas Técnicas foi a Certificação Energética de Ascensores, uma intervenção a cargo de Manuel Casquiço e de Luís Bandarra, engenheiros da Agência para a Energia (ADENE). Este é um assunto onde existe, ainda, “algum desconhecimento” em Portugal, particularmente no setor dos elevadores, conforme reconhece André Carneiro. “Aos poucos, o mercado nacional tem despertado algum interesse, sobretudo ao nível de soluções técnicas e arquitetura”, sublinha o engenheiro mecânico, notando que “é necessário criar instrumentos eficazes para a melhoria das caraterísticas e consumos energéticos”. “A Etiqueta Energética que se verifica, por exemplo, num frigorífico, poderá ser um dos instrumentos cruciais, quando colocada no elevador, para que os proprietários comecem a reagir com interesse ao consumo de energia e, assim, modernizar o equipamento”, repara ainda André Carneiro. O FUTURO PELOS OLHOS DE UM PROFISSIONAL A “ELEVARE” quis seguir aquele que é o mais importante evento do setor dos elevadores em Portugal, pelos olhos de um profissional da área, nomeadamente apontando para o futuro desta indústria. E é assim que André Carneiro partilha a sua visão de que “é urgente estabelecer um pa-

projetarem edifícios cada vez mais altos

pamentos e a participação de mais de 20

drão homogéneo”, em termos “das medidas

que, com as novas tecnologias disponíveis,

empresas, nomeadamente Schmitt+Sohn,

entre fabricantes, do número máximo de

possibilitam explorar as melhores configu-

Pinto & Cruz, Liftech, Schindler, Efalift, Am-

elevadores que cada técnico de manutenção

rações para ocupar o território aéreo, utili-

phitech, Zeben e Shloklabs, entre outras.

poderá ter na sua rota, dos valores a cobrar

zando o elevador, tanto em deslocamento

por inspeção periódica, em todo o território

vertical como horizontal, excluindo os de-

“A realização destes fóruns é de grande

nacional e ilhas”.

nominados cabos de suspensão”, afiança

importância, uma vez que todos os profis-

André Carneiro.

sionais da área dos elevadores, particular-

O engenheiro mecânico entende que “urge

mente os projetistas e responsáveis pela

ainda fazer atualizações em termos de le-

Este profissional releva porém, que “o foco

montagem, manutenção e fiscalização de

gislação” e criar uma “base de dados”, indo

dos responsáveis, neste setor, será sempre

elevadores podem, de uma forma favorá-

ao encontro da “necessidade das empresas

a segurança e o tempo de espera, para que

vel ou não, participar livremente em todas

serem mais organizadas e comunicativas

os utilizadores tenham o maior conforto

as questões e estratégias com vista a tornar

entre si”.

possível”.

mais inclusiva e universal a segurança de

“Com o aumento da densidade populacional

Estas questões relacionadas com o futuro

como a acessibilidade destes relativamente

nas maiores cidades do mundo, os edifícios

dos ascensores estiveram também no cen-

aos cidadãos”, atesta André Carneiro quan-

necessitam de se tornar cada vez mais ver-

tro das Jornadas Técnicas que contaram

do estão já na forja as Jornadas Técnicas

ticais e eficientes, permitindo aos arquitetos

com uma exposição de materiais e equi-

de 2017.

todos os equipamentos de elevação, assim

elevare 51

O presente e o futuro nas Quartas Jornadas Técnicas de Elevadores  

Autor: Susana Valente; Revista: elevare nº8

O presente e o futuro nas Quartas Jornadas Técnicas de Elevadores  

Autor: Susana Valente; Revista: elevare nº8

Advertisement