Page 1

27 DE JULHO Dia do Médico Pediatra Dr. Silvio Coletty Centro Médico

PEDIATRIA

ATÉ QUANDO ELE É BEBÊ?

TURISMO

O poder da Ação

FESTAS & EVENTOS

Parque de diversões do Lucca

CINEMA

Oito Mulheres e um segredo

CASA DAS FRALDAS

10 anos em Campo Mourão

LEITURA

O poder da Ação

DIREITO

Regras de desistência de compra de imóvel 2

CIDADE EM REVISTA


Certificado de Acreditação do Sistema de Gestão da Qualidade


Somos um Laboratório de Análises Clínicas, Radiologia e Diagnóstico por Imagem. O Laboratório Santa Cecília iniciou suas atividades em 1976 e atualmente conta com uma estrutura de aproximadamente 1.000m² e com equipamentos de alta tecnologia para realização de exames. Investimos na educação continuada e no constante Controle de Qualidade implantado há mais de 20 anos, o qual nos rendeu certificações de excelência pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas nas categorias “Prata”, “Ouro” e “Diamante”. Dirigido pelo Dr. Wilson Isolani, FarmacêuticoBioquímico pela Universidade Federal do Paraná, Especialista em Análises Clínicas pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas e Pós-Graduado em Análises Clínicas pela P.U.C.PR, divide a responsabilidade e administração com a Dra. Aline Isolani de Almeida, Farmacêutica-Bioquímica pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, Especialista em Análises Clínicas pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas e Mestre em Análises Clínicas pela Universidade Estadual de Maringá.

Exames de sangue | Glicose | Exames de DNA | Exames Genéticos Exames Toxicológicos | Exames de Imagem | Exame Preventivo | Pré-Natal

@laboratoriosantacecilia_cm

Av. Manoel Mendes de Camargo, 731 Campo Mourão 44.3523-2063

| 98451-0966


ÍNDICE

EXPEDIENTE

editora A. D. Munhós Coletty - Editora Publicação da Editora Rua. São Josafat, 1418 CEP: 87302-170 Campo Mourão PR

32 - 50 ANOS EM CAMPO MOURÃO OCB e Ocepar prestam homenagem a Gallassini

Telefones 44. 3523-2115 | 9.9978-4242 Email cidadeemrevista@gmail.com ccoletty@gmail.com Jornalista Resonsável Cidinha Coletty - MT/PR 8715 Revisão Cida Freitas Departamento Jurídico Dr. Dirceu Jacob de Souza OAB/PR 55.947

12 - Copa do Mundo 2018

Confira os jogos e os horários de todas as seleções!

30 - BIOSIL, Beleza é ser a melhor versão de si mesma!

Diagramação Agência BENN Colaboradores Arléto Rocha Beth Ecker Cida Freitas Dirce Bortotti Salvadori Marco Aurélio Dias Marcos Noboru Hashimoto Maria Joana Titton Calderari Roberto Recinella Fotos Editoriais Banco de Imagens Cidinha Coletty Circulação Distribuição dirigida

75 - Festas & Eventos Jantar em Homenagem às mães

64 - SAÚDE FÍSICA E MENTAL Caminhada e meditação

90 - Foto de Rua E as flores cansadas .....

Deus é Fiel 4

www.cidadeemrevista.com

41 - TURISMO Cuba, 25 anos depois...

/cidadeemrevista CIDADE EM REVISTA


6

CIDADE EM REVISTA


CIDADE EM REVISTA

7


Recém-nascido, bebê ou criança, saiba a idade certa de cada fase do seu filho Difícil mesmo saber a denominação correta, até porque, para muitas mães, o filho vai sempre ter o apelido de ‘bebê’, mas existe a data certa em que a criança muda de fase, e é preciso respeitar essas novas etapas. Logo que ela nasce, há uma terminologia que determina esse tempo como os minutos de ouro, isso porque muitas das dificuldades pelas quais o bebê pode passar logo após o nascimento devem ser resolvidas ainda nos primeiros minutos de vida. Neste período a nomenclatura correta empregada é de recentemente nascido. Depois disso, você ainda terá 27 dias para chamar seu filho de recém-nascido. Nesta fase, ele poderá mexer braços e pernas em ambos os lados do corpo e poderá focar objetos que estão a 20 ou 40 centímetros de distância.

8

CIDADE EM REVISTA


No 28º dia ele já será um bebê, ou, no termo correto, lactente. A partir de agora você e seu filho passarão a curtir mais um ao outro. Ele já conseguirá erguer um pouco a cabeça quando estiver de bruços em uma superfície plana, poderá focar um rosto e, talvez, reagir a uma campainha ou som mais alto. “A classificação a partir dos 28 dias como lactente ou bebê se dá porque é nessa fase que começa todo o desenvolvimento e comportamento que deve seguir até os 2 anos, período estipulado para a amamentação, daí o nome lactente”, explica o pediatra e neonatologista Jorge Huberman.

Depois dos 2 anos de idade você provavelmente olhará para seu filho pensando que ele ainda é um bebê, mas a partir daí já será uma criança. E é nessa idade que começa o pleno desenvolvimento do seu filho, ele passará a distinguir o certo e o errado por meio de olhares e sinais dos pais, ele se torna mais sociável e quer ter o contado com outras crianças, além de as vontades e desejos virem com mais força e intensidade – você vai tentar fazê-lo vestir uma determinada peça de roupa, mas é provável que ele opte por outra. Continuar tratando uma criança como um bebê, com os mesmos mimos e atenções de antes, não será saudável, os pais precisam respeitar o crescimento e desenvolvimento dos filhos. E quando o tempo passar rápido demais e a saudade bater, ainda vale colocar o filho no colo e fazer um cafuné lembrando daqueles minutos de ouro.

CIDADE EM REVISTA

9


P E D R A S

|

C O N C R E T O

|

A R E I A

CONCRETO USINADO CUSTO BENEFÍCIO Para execução de obras em concreto armado, há uma série de vantagens em solicitar o fornecimento do concreto a uma empresa de serviços de concretagem. O primeiro fato é o corte de gastos com energia elétrica, água, areia, brita e cimento, além de melhorar o aproveitamento do espaço físico. Outra vantagem é que o concreto pode ser entregue no volume estritamente necessário para a obra, sem desperdícios.

10

CIDADE EM REVISTA

p e d r e i ra i t a i p u . c o m . b r


CONSTRUTORA CONSTRUTORA ITAIPU FARÁ A PAVIMENTAÇÃO DO PROLONGAMENTO DA AV. PEDRO VIRIATO.

Já está liberado para o município de Campo Mourão o pagamento da primeira parcela (R$ 148 mil) de uma emenda no valor total de R$ 750 mil do deputado federal Rubens Bueno para pavimentação do prolongamento da Avenida Prefeito Pedro Viriato de Souza Filho, entre a Avenida da Natureza e Rua Galo da Serra (Jardim Tropical). A assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal e a Construtora Itaipu para a ordem de serviço do prolongamento da Avenida foi realizada na tarde desta quinta-feira (07), na prefeitura de Campo Mourão.

ASSINADA A ORDEM DE SERVIÇO

AV. PEDRO VIRIATO

NÃO PERCA NA 27ª FESTA DO CARNEIRO NO BURACO

C O N C U R S O

PEDRA DA SORTE

COMO PARTICIPAR

Estaremos de 04 à 08 de Julho, na Festa Nacional do Caneiro no Buraco, com o nosso estande. La teremos uma pedra para você advinhar o peso e dar o seu palpite para participar.

Acerte o peso da pedra e ganhe a moto.

Confira o regulamento no site: pedreiraitaipu.com.br/quem-pesa-ganha

Shineray 50cc Jet

PREPARE-SE PARA DAR O SEU PALPITE E TER A CHANCE DE GANHAR ESSA MOTO. PEDREIRA 44 3525.1070 44 3529.1200

Rodovia Br 272 | Km 6 Barreiro das Frutas Campo Mourão | PR

CONCRETEIRA 44 3523.3191

Rodovia Br 487 | Km 163 Jardim Araucária, Fundos Campo Mourão | PR CIDADE EM REVISTA 11


GRUPOS SE DE GRUPOS

grupo e

grupo a

SE DE GRUPOS E GRUPOS

GRUPO A

14.jun 12h 14.jun 12h Rússia Rússia 15.jun 9h 15.jun 9h Egito audita Arábia19.jun Saudita 15h 19.jun 15h Rússia 12h 20.jun 12hUruguai 20.jun Egito

GRUPOS SE DEAGRUPOS 11h 25.jun 11hUruguai RUPO25.jun A

Arábia Saudita

Rússia

Uruguai

Egito

xRússiaArábiaxSaudita Moscou (L) Arábia Saudita Moscou (L) x EgitoUruguai Uruguai Iekaterinburgo Iekaterinburgo x

GRUPO EGRUPO E

Brasil

Sérvia

Costa Rica

x RicaSérviax Sérvia Samara Samara Brasil 17.jun 9h 17.jun 9hCosta Rica Costa 17.jun 15h 17.jun 15h Brasil Rostov-do-Don Rostov-do-Don xBrasilSuíça x Suíça Suíça Suíça 22.jun 9h xBrasilCosta xRica Costa RicaSão PetersburgoSão Petersburgo 22.jun 9h Brasil Costa Rica Costa 22.jun 15h 22.jun 15h Sérvia Kaliningrado Kaliningrado xSérviaSuíça x Rica Suíça 27.jun 15h 27.jun 15h Sérvia Moscou (S) xSérviaBrasil x Brasil Moscou (S) Sérvia Sérvia 27.jun 15h 27.jun 15h Suíça x SuíçaCosta xRica Costa RicaNijni Novgorod Nijni Novgorod Sérvia x Costa Rica 9h 17.jun Samara Brasil Sérvia x Costa Rica 17.jun 9h Samara Brasil Suíça BrasilSuíça x 17.jun 15h Brasil 15h 17.jun Rostov-do-Don Rostov-do-Don x Suíça Suíça Costa Rica x Brasil 22.jun 9h 22.jun 9h São Petersburgo São Petersburgo xBrasilCosta Rica xSérviaMéxicox Alemanha Alemanha 17.jun 12h 17.jun (L) México 12h Moscou (L) Alemanha Alemanha Suíça Moscou Kaliningrado Costa Rica Costa Rica Suíça x 22.jun 15h22.jun 15h Sérvia Kaliningrado x 18.jun 9h 18.jun xSuécia Sul Novgorod Nijni Novgorod xxdo SulCoreia Brasil doNijni SérviaCoreia 15h Suécia 27.jun 9h Moscou (S) Brasil Sérvia 15h 27.jun Moscou (S) México x México Sérvia23.jun 12h Sérvia Alemanha Alemanha Sochi x SuíçaSuéciax Suécia 23.jun 12h Sochi Costa Rica x Costa Rica 27.jun 15h27.jun 15h Suíça Nijni Novgorod Nijni Novgorod x Coreia Suécia México 15h 23.jun Coreia Suécia Rostov-do-Don Suécia23.jun México Coreia xxdoRica Sul 15h do Sul Rostov-do-Don México Alemanha Sérviaxx Samara Sérvia Samara Brasil Brasil 17.jun 9h 17.jun 9hCosta Rica Costa do Sul 27.jun 11h Iekaterinburgo xxBrasilSuécia Suécia México Suíça xx Brasil 15h 27.jun Rostov-do-Don Iekaterinburgo Suíça 15h México 17.jun 11h Rostov-do-Don Coreia do SulCoreia17.jun do Sul Suíça Suíça 27.jun 11h 27.jun Coreia SulCoreia xxdo Alemanha SulAlemanha 11h do Costa xxRica Brasil 22.jun 9h 22.jun São PetersburgoKazan Costa RicaKazan São Petersburgo México x 12h Moscou (L) xBrasilMéxico Alemanha Alemanha 17.jun 12h17.jun 9h Moscou (L) Alemanha Alemanha Costa Rica Costa 22.jun Suíça xx 15h 18.jun 15h xSérvia Rica Suíça Coreia doKaliningrado SulNovgorod Kaliningrado Suécia 9h Sérvia Nijni Novgorod Coreia do Sul Suécia 18.jun 9h 22.jun Nijni x México México Brasil Sérvia Alemanha 27.jun (S) Brasil Moscou xSérvia Suécia Moscou 12h 23.jun 15h Sochi (S) Suéciaxx Alemanha 12h27.jun 23.jun 15h Sochi x Sérvia Sérvia18.jun Panamá x 12h 18.jun 12h Bélgica Sochi xxRica Panamá Bélgica Bélgica Bélgica Suíça Novgorod Sochi Costa RicaNijni Suíça 15h Novgorod Suécia27.jun México SulCosta 15h do 23.jun Coreia Rostov-do-Don x Suécia México SulCoreiaxxdo 15h27.jun 23.jun 15h Rostov-do-Don Nijni Inglaterra Tunísia 18.jun 15h xx InglaterraVolgogrado Tunísia 15h 18.jun 9h Volgogrado Costa Rica Costa Sérvia xxx Rica Sérvia Brasil Suécia Samara México 27.jun 11h Iekaterinburgo Brasil 17.jun Panamá Suécia México 11h17.jun 27.jun 9h IekaterinburgoSamara x Panamá Coreia23.jun do Sul 9h 23.jun 9h Bélgica Coreia do Sul Tunísia (S) x Tunísia Moscou Bélgica Moscou (S) Suíçaxxx Brasil 17.jun Rostov-do-Don Suíça 15h Rostov-do-Don Alemanha 11h do 27.jun Coreia Kazan SulCoreiaxBrasil 11h17.jun 27.jun 15h Kazan xdo SulAlemanha Suíça Suíça 24.jun 9h 24.jun 9hInglaterra Inglaterra Tunísia Nijni Novgorod Nijni Novgorod xxBrasilPanamá Tunísia Panamá x Costa Rica Brasil 9h 22.jun São Petersburgo Costa Rica 9h 22.jun São Petersburgo x Méxicox x Alemanha Alemanha 17.jun 12h 17.jun 12h México Moscou (L) Moscou (L) Alemanha Alemanha Bélgica Inglaterra xSérvia Bélgica Kaliningrado 15h 28.jun 15h Kaliningrado Costa Rica Inglaterra Suíçaxxxdo Sul Sérvia Inglaterra 15h22.jun 22.jun 15h x Costa 28.jun Rica Suíça Inglaterra Coreia 9h 18.jun Nijni xSuécia Coreia doKaliningrado Sul NovgorodKaliningrado 18.jun 9h Suécia Nijni Novgorod México Tunísia Panamá 15h 28.jun Saransk México Tunísia Panamá 15h 28.jun Saransk x Brasil Sérvia Alemanha 15h 27.jun (S) Moscou Brasil Sérvia xxxx Suécia Alemanha 23.jun Sochi Suécia xxx 12h 23.jun Sochi Panamá Moscou Bélgica 12h 18.jun 15h Sochi (S) Panamá Bélgica 12h27.jun 18.jun 12h Sochi Bélgica Sérvia Bélgica Sérvia Costa Suíça 15h 27.jun Novgorod Rostov-do-Don Costa RicaNijni 15h Novgorod xxRica Suécia do SulCoreiaTunísia Rostov-do-Don Suécia23.jun México SulMéxico 15h 23.jun xxdo Inglaterra 15h Tunísia 18.junCoreia Volgogrado x Inglaterra 15h27.jun 18.jun 15h Volgogrado Nijni xSuíça Panamá Panamá Suécia 27.jun Suécia México Iekaterinburgo Tunísia Iekaterinburgo Bélgica 9h México Tunísia xx 23.jun 11h Moscou (S) Bélgica 9h 27.jun 23.jun 11h Moscou (S) x x Coreia do SulCoreia19.jun do Sul 9h 19.jun 9hColômbia Colômbia Japão x x Saransk Japão Saransk Polônia Polônia do SulCoreia 27.jun Alemanha 11h Tunísia Panamá 9h 27.jun 24.jun 11h Nijni Novgorod Kazan Tunísia Panamá Kazan Inglaterra 9hInglaterra 24.junCoreia Nijni Novgorod xdo x SulAlemanha xx Senegal Polônia 12h 19.jun Moscou Tunísia (S) xx Senegal Polônia 12h 19.jun Moscou (S) x Panamá Bélgica Inglaterra México Alemanha 12h 17.jun (L) México xx Moscou (L) Alemanha Senegal Bélgica Inglaterra Alemanha 28.jun 15h17.jun Kaliningrado Bélgica Moscou Inglaterra 15h 28.jun 12h Kaliningrado Alemanha x Senegal Inglaterra Inglaterra Senegal Japão 12h 24.jun Iekaterinburgo x Senegal Japão 12h 24.jun Iekaterinburgo x Coreia Suécia 18.jun Nijni NovgorodNijni xx Coreia do Sul Suécia Novgorod x xdo Sul Tunísia 15h18.jun 28.jun 9h Saransk Tunísia Panamá 15h Panamá 28.jun 9h Saransk México México Colômbia Colômbia Colômbia Polônia 24.jun Colômbia Kazan Polônia 15h 24.jun 12h Kazan x Suécia Alemanha 12h23.jun 23.jun 15h Suécia Sochi xxx Panamá x Bélgica Alemanha 12h 18.jun Sochi Panamá Sochi Bélgica 18.jun 12h Sochi Bélgica Bélgica Colômbia Samara 11hSenegal 28.jun Coreia Samara xdo SulColômbia Suécia México do Sul 15h23.jun 23.jun 11h Suécia28.jun México CoreiaSenegal xxx Inglaterra 15h 18.jun Volgogrado Rostov-do-Don InglaterraRostov-do-Don Tunísia 15h Tunísia 18.jun 15h Volgogrado x Japão Japão Panamá Panamá Japão 11h 28.jun Polônia Volgogrado 11h México 28.jun 11h Volgogrado x JapãoPolônia Suécia 11h 27.jun Suécia México Tunísia Bélgica Colômbia 23.jun Tunísia Moscou Bélgica 23.jun Moscou xx Japãoxxxx 9h 27.jun 19.jun Saransk (S) Iekaterinburgo Japão Iekaterinburgo 9h Colômbia 19.jun 9h Saransk(S) Polôniado Sul Coreia Polônia Coreia do Sul 9h Alemanha do Sul 11h 27.jun Alemanha Coreia do 11h xxx Tunísia Tunísia Panamá Inglaterra Inglaterra 9h 24.jun 24.jun Nijni Novgorod Nijni Novgorod Senegal Polônia 12h27.jun 19.jun 9h Moscou (S) Kazan xxx Sul Panamá Senegal Kazan Polônia 12h 19.jun Coreia Moscou (S) Senegal Senegal Bélgica Inglaterra 28.jun Senegal Japão Inglaterra 12h28.jun 24.jun 15h Iekaterinburgo Kaliningrado xx xxJapãoBélgica Senegal Kaliningrado 12h 24.jun 15h Iekaterinburgo Inglaterra Inglaterra Colômbia Colômbia Tunísia Panamá Colômbia Polônia Tunísia 15h28.jun Saransk 24.jun 15h Kazan 28.jun xx xx ColômbiaSaransk Polônia 15hPanamá 24.jun 15h Kazan Panamá xx Bélgica Sochi Panamá x Bélgica 12h Sochi Bélgica Bélgica18.jun Colômbia Senegal 11h18.jun 28.jun 12h Samara Colômbia Senegal 11h 28.jun Samara x Japão Japão 18.jun 15h18.jun 15h Tunísia Inglaterra Volgogrado xx Inglaterra Tunísia x 28.jun 11h28.jun 11h Japão Polônia Volgogrado Volgogrado JapãoPolônia Volgogrado x Panamá Panamá Tunísia Bélgica Colômbia 9h 23.jun 23.jun 9h Moscou (S) Moscou (S) Tunísia Bélgica xx Japão 9hColômbia 19.jun 9h Saransk Japão xx 19.jun Saransk Polônia Polônia Tunísia Panamá Inglaterra 9h 24.jun 24.jun 12h Novgorod Tunísia Panamá Novgorod xx Senegal Nijni Polônia 12h 19.jun 9h Moscou (S) Senegal Polônia Inglaterra 19.jun Moscou (S) Nijni xx Senegal Senegal Bélgica Inglaterra 15h28.jun 28.jun 12h Bélgica Kaliningrado xx Senegal Kaliningrado 12h 24.jun 15h Japão Inglaterra 24.jun Iekaterinburgo Iekaterinburgo xxJapãoSenegal Inglaterra Inglaterra Tunísia Panamá 28.jun 15h 24.jun 15h Tunísia Panamá Saransk xx ColômbiaSaransk Polônia 15h Polônia Kazan Colômbia Colômbia Colômbia 24.jun 15h 28.jun Kazan xx Senegal Polônia Japão Colômbia ColômbiaSamara Senegal Samara Colômbia 28.jun 11h 28.jun 11hSenegal x x Japão Japão Polônia Volgogrado Volgogrado 28.jun 11h 28.jun 11h Japão x x JapãoPolônia Japãox x Saransk Japão Saransk Polônia Polônia19.jun 9h 19.jun 9h Colômbia Colômbia Senegal 19.jun 12h19.jun 12h Polônia x Senegal Moscou (S) Moscou (S) Polônia x Senegal Senegal 24.jun 12h24.jun 12h Japão Senegal IekaterinburgoIekaterinburgo xJapão Senegal x Colômbia Colômbia Colômbia 24.jun 15h24.jun 15h Polônia Colômbia Kazan Polônia Kazan x x Brasil

São PetersburgoSão Petersburgo xRússiaEgito x Egito ArábiaxSaudita Rostov-do-Don Rostov-do-Don x Arábia Saudita Uruguai Rússiax x Rússia Samara Uruguai Samara

GRUPO E

Uruguai GRUPO E Egito x Arábia 25.jun 11h 25.jun Volgogrado x Egito Saudita Arábia Saudita 11hSaudita Volgogrado Arábia x Saudita Rússia 14.jun 12h Moscou (L) Rússia 14.jun 12h Arábia x Rússia Moscou (L) Uruguai IekaterinburgoIekaterinburgo Egito x Uruguai Egito 15.jun 9h15.jun 9h x Arábia Saudita Saudita Egito Rússia 19.jun 15h Rússia São Petersburgo Egitox 19.jun 15h São Petersburgo x Irã x Marrocos 15.jun 12h 20.jun São PetersburgoSão Petersburgo Irã Marrocos 12h 15.jun 12h Portugal Egito Arábia Saudita xx Saudita Arábia Uruguai Uruguai 20.jun 12h Rostov-do-DonRostov-do-Don x Espanha 15.jun 15h 25.jun x Espanha Sochi Portugal 15hPortugal 15.jun 11h Sochi Rússia Samara xx Rússia Uruguai Uruguai 25.jun 11h Samara x Espanha ai Uruguai Marrocos 20.jun 9h 25.jun x MarrocosMoscou (L) 9h Portugal 20.jun 11h Moscou (L) x Egito Arábia Portugal Saudita Volgogrado x Egito Arábia Saudita 25.jun 11h Volgogrado x Espanha Irã 20.jun 15h 20.jun 15h Kazan (L) Marrocos Espanha IrãArábia Kazan (L) xxRússia Moscou Arábia Saudita xxSaudita Moscou Rússia14.jun 12h 14.jun 12h Rússia Espanha Portugal Irã Marrocos Marrocos 15h 15.jun 25.jun 9h Kaliningrado Kaliningrado MarrocosIekaterinburgo Espanha 15hEspanha 25.jun 9h Egito 15.jun xx EgitoUruguai Uruguai Iekaterinburgo GRUPO F xx Irã B udita Arábia25.jun Saudita15h 25.jun 15h Portugal Irã Saransk Portugal São PetersburgoSão IrãEgito x Saransk Rússia Marrocos 19.jun 15h 15.jun xxRússia Egito 15h Marrocos 19.jun 12h Irã São Petersburgo Petersburgo Irã x x São Petersburgo al Portugal15.jun 12h 12h 15.jun Rostov-do-Don Rostov-do-Don x x Arábia Egito 20.jun Arábia Saudita Uruguai 12hUruguai 20.jun 15h Espanha Sochi xSaudita Espanha Portugal Portugal 15.jun 15h Sochi ha Espanha 25.jun Rússia Uruguai 11hUruguai 25.jun 9h Samara x x Rússia MarrocosSamara x Marrocos Portugal Portugal 9h20.jun 20.jun11h Moscou (L) Moscou (L) Uruguai Austrália x França 7h 16.jun 16.jun AustráliaKazan 7h Saudita Kazan A Marrocos GRUPO GRUPO E França Egito Arábia 25.jun GRUPO A 11h E Egito Arábia 11h 25.jun Volgogrado xFrança xx Espanha Volgogrado 15h 20.jun Kazan cos Irã Saudita 15h 20.jun Kazan x Irã Espanha Peru 16.jun 13h Saransk x xPeruDinamarca Dinamarca 13h 16.jun Saransk x Arábia Rússia Moscou (L) Arábia Saudita Rússia 12h Espanha 14.jun 15h Moscou (L) Marrocos Espanha 25.jun Rússia14.jun xx Saudita Marrocos 15h 25.jun 12h Kaliningrado Kaliningrado x Austrália Irã 21.jun 9h 21.jun 9h Austrália Dinamarca Samara x x Egito Austrália Dinamarca Samara x Uruguai Egito 15.jun Uruguai Iekaterinburgo 9h 15.jun 15h Iekaterinburgo Portugal 25.jun Saransk Irã 15h 25.jun 9h Saransk xx x Irã Portugal Saudita Arábia Saudita Peru França 12h 21.jun Iekaterinburgo xFrança Peru Peru 12h 21.jun Iekaterinburgo x Egito Rússia 15h 19.jun São Petersburgo x Egito Rússia 15h 19.jun SãoPetersburgo Petersburgo x Irã x Marrocos 15.jun 12h 15.jun 12h São PetersburgoSão Irã x Marrocos Portugal França Dinamarca 11h 26.jun Moscou (L) xx França 11h 26.jun Moscou (L) x Arábia Uruguai Dinamarca 12h15.jun 20.jun15h Rostov-do-Don Egito15.jun Arábia Saudita 12h 20.jun 15h Rostov-do-Don aC Dinamarca Espanha Portugal Sochi xUruguai Espanha Portugal Sochi GRUPO G xx Saudita Peru Austrália 11h 26.jun Sochi Espanha Peru Austrália 11h 26.jun Sochi xUruguai xx Rússia Uruguai 11h 25.jun Samara(L) x Rússia 11h 25.jun Samara Marrocos Portugal 9h 20.jun Moscou Marrocos Portugal x 9h 20.jun Moscou (L) Austrália x França 7h 16.jun Kazan Austrália x França 7h 16.jun Kazan i França Uruguai Egito 11h 25.jun Volgogrado Kazan xxPeru Egito Kazan Arábia xSaudita 11h Saudita 25.junArábia Volgogrado Irã 20.jun Marrocos Espanha IrãEspanha 15h 20.jun Dinamarca 13h 16.jun Saransk xx Dinamarca Peru 13h 16.jun15h Saransk lia Austrália 25.jun Marrocos Espanha 15hEspanha 25.jun 9h Kaliningrado AustráliaKaliningrado Austrália x x Marrocos Samara DinamarcaDinamarca 9h21.jun 21.jun15h Samara x Irã 16.jun 10h 16.jun 10h Islândia x Argentina Argentina Islândia Moscou (S) x Moscou (S) aGRUPO Argentina B Peru F B 15h12h21.jun F Irã 25.jun Saransk Portugal 15h França 25.jun 12h Perux 21.jun IekaterinburgoSaransk Peru Iekaterinburgo GRUPO GRUPO xFrança x IrãPortugal Nigéria Croácia 16h 16.jun Kaliningrado Kaliningrado xx Nigéria Croácia 16h 16.jun x Irã Marrocos 12h 15.jun Petersburgo Irã x Marrocos 12h 15.jun 11h São Petersburgo al Islândia França DinamarcaDinamarca Dinamarca 26.jun 11h Moscou (L) Moscou França 26.jun (L) França São Peru Portugal x Austrália x arcaDinamarca Croácia Argentina 15h 21.jun 15h 21.jun Nijni Novgorod Nijni Novgorod xx Croácia x Espanha Portugal Argentina 15.jun Espanha Sochi Portugal 15hAustrália 15.jun 11h Sochi Peruxx 11h 26.jun 15h Sochi Peru Austrália 26.jun Sochi x a Croácia Espanha Islândia Nigéria 12h 22.jun Volgogrado Islândia Nigéria 12h 22.jun Volgogrado xx xx Marrocos Portugal 9h 20.jun Moscou (L) Kazan Marrocos Portugal 9h 20.jun Moscou (L) Austrália x França 7h 16.jun Kazan Austrália x França 7h 16.jun França Croácia IslândiaIrã Islândia 15h 26.jun Rostov-do-Don Croácia 15h 26.jun Rostov-do-Don x os Espanha 15h16.jun 20.jun13h Kazan Marrocos EspanhaSaransk Irã 15h 20.jun 13h Kazan D Nigéria GRUPO H Dinamarca Peru 16.jun Dinamarca Saransk x xPeru xxx Austrália Argentina Nigéria 15h 26.jun 26.jun São PetersburgoSão Petersburgo Argentina Nigéria 15h x x Marrocos Espanha Dinamarca 25.jun Kaliningrado MarrocosSamara Espanha 15hArgentina 25.jun 10h Kaliningrado Dinamarca Austrália 9h 21.jun x xx Austrália Islândia 10h 16.jun9h15h Moscou (S) Samara Islândia xx Argentina 16.jun Moscou (S) ina Argentina Irã 21.jun Portugal Irã Croácia 15h 25.jun Saransk PortugalIekaterinburgo 15hFrança 25.jun 16h Saransk xx Irã Peru 21.jun Peru Peru 12h 21.jun Nigéria Croácia 16h 16.jun12h Kaliningrado Iekaterinburgo xFrança Nigéria 16.jun Kaliningrado xx te: 1Islândia ponto Empate: Derrota: 0 3 pontos 1 ponto Derrota: 0 ia França 11h Dinamarca 26.jun 15h Moscou (L) 26.jun Moscou (L) Croácia ArgentinaDinamarca 15h 21.jun11h Nijni Novgorod x x França Croácia Argentina 21.jun Nijni Novgorod x Dinamarca .a Estádio Lujniki Estádio Spartak orário de Brasília. Lujniki (S) Estádio Spartak C(L) Croácia GRUPO GRUPO G C(L)(S)Estádio G aGRUPO Peru Islândia 11h 26.jun 12h Nigéria Austrália 12h 22.jun Austrália Volgogrado Sochi 11h 26.jun x x Peru Islândia Sochi Nigéria 22.jun Volgogrado x Austrália xx França Austrália Kazan x França 7h Islândia 16.jun 15h Kazan França16.jun Croácia 15h 26.jun 7h Rostov-do-DonRostov-do-Don Croácia Islândia 26.jun x a Nigéria Peru 16.jun xx PeruDinamarca DinamarcaSaransk 13h Nigéria 16.jun 15h Saransk x Argentina 15h 26.jun 13h São Petersburgo Argentina Nigéria 26.jun São Petersburgo x ia Austrália Austrália Dinamarca 9h 21.jun Samara x AustráliaMoscou Dinamarca 9h 21.jun Samara (S) x Islândia x Argentina 10h 16.jun Moscou Islândia x Argentina 16.jun 10h (S) a Argentina Peru xx França Croácia 12h 21.jun Iekaterinburgo Iekaterinburgo Peru x Nigéria 12hCroácia 21.jun 016h mpate: 1Peru ponto Derrota: 0 16.jun Nigéria 16h 16.jun Kaliningrado Kaliningrado 3 pontos Empate: 1 ponto Derrota: x França Islândia França Dinamarca Argentina 11h 26.jun Moscou (L) França Nijni Dinamarca 11h 26.jun(S)15h Moscou (L) ília. (L) Estádio Lujniki (S) Estádio Croácia 21.jun Argentina 15h 21.jun Novgorod Nijni Novgorod rário deDinamarca Brasília. (L) Estádio LujnikiSpartak Estádio Spartak x x Croáciaxx arca Peru x Austrália Austrália 26.jun 11h 26.jun 12h Sochi Peru 11hNigéria Sochi Croácia Islândia Nigéria Volgogrado 22.jun 12h 22.jun Volgogrado x x x Islândia Croácia Rostov-do-Don Islândia Rostov-do-Don Croácia 26.jun 15h 26.jun 15hIslândia x x Argentina Nigéria Islândia Croácia D Nigéria26.jun GRUPO GRUPO H GRUPO D 15h 26.jun 15h Nigéria Nigéria H ArgentinaSão PetersburgoSão Petersburgo Argentina x x Islândia x Argentina Argentina 16.jun 10h 16.jun 10h Islândia Moscou (S) Moscou (S) x ina Argentina Nigéria 16.jun x Nigéria Kaliningrado Kaliningrado Croácia 16.jun 0 16h Croácia x 3 pontos Empate: 1 ponto te: Derrota: 0 16hDerrota: a 1 ponto Islândia Croácia Argentina 15hLujniki 21.jun Croácia Nijni Novgorod Nijni Novgorod x 21.jun x rário de Brasília. (L)(S) Estádio (S) 15h Estádio Spartak Argentina (L) Estádio Lujniki Estádio Spartak a Islândia Croácia22.jun 12h 22.jun 12h Nigéria Islândia Volgogrado Volgogrado Nigéria x x Croácia 26.jun 15h 26.jun 15h Islândia 28.jun 11h28.jun 11h Senegal Croácia Rostov-do-Don Rostov-do-Don Islândia x x a Japão Nigéria Japão Argentina 26.jun 15h 26.jun 15h Nigéria 28.jun 11h28.jun 11h Japão Argentina São PetersburgoSão Petersburgo Nigéria x x

GRUPO FGRUPO F

GRUPO B

grupo b

EGRUPO GRUPOS SE DEA GRUPOS

RUPO B

grupo F

GRUPO EGRUPO E

GRUPO F

GRUPO C

GRUPO G GRUPO G

GRUPO B

GRUPO FGRUPO F

RUPO C

GRUPO G

GRUPO D

Suíça

grupo c

grupo g

GRUPO H GRUPO H

GRUPO C

GRUPO G GRUPO G

RUPO D

GRUPO H

GRUPO D

GRUPO H GRUPO H

grupo D

1 pontoEmpate: Derrota: 0 a:pate: 3 pontos 1 ponto Derrota: 0

12

CIDADE EM REVISTA

lia. (L) Estádio Lujniki (S) Estádio Spartak Horário de Brasília. (L) Estádio Lujniki (S) Estádio Spartak

grupo h

Colômbia Colômbia Samara Senegal x x Polônia Volgogrado xJapão Polônia x

Samara Volgogrado


Oitavas de final

Oitavas de final Quartas de final

Quartas de final

Semifinal

Semifinal

3o Lugar

CIDADE EM REVISTA

13


14

CIDADE EM REVISTA


YÁZIGI JOVENS E ADULTOS (44) 3525-2948 - 9 9102-2114 Rua São Josafat, 1550 Melhor escola Yázigi do Brasil em 2016 e 2017


On the road: Nova Zelândia em 3 2 1 Formei-me em Fisioterapia, pela Universidade Tuiuti e retornei a Campo Mourão, cidade em que nasci, para exercer minha profissão. Em meados de outubro de 2015, retornei a Curitiba em busca de terapias que aliviassem a dor músculo esquelética, condição esta que acomete muitos dos meus pacientes. Nessa oportunidade, conheci a Terapia por Ondas de Choque, apresentada a mim como meio fantásticos para se obter bons resultados com poucas aplicações. A partir dali, iniciei uma longa caminhada de estudos sobre o método, compra de máquina, inserção dessa modalidade no meu serviço de fisioterapia.

16

CIDADE EM REVISTA

Em dezembro de 2016, surgiu um novo desafio -a elevação de nível através de uma avaliação perante a ISMST – Sociedade Internacional de Terapias por Ondas de Choque. O desafio realizou-se em abril de 2018, em Auckland, capital de negócios da Nova Zelândia. E foi desta forma que a Nova Zelândia nasceu nos meus pensamentos. Um misto de curiosidade, determinação, superação e elevação de nível. Os meses de 2017 foram passando entre pacientes, clínica nova, aulas de inglês, leitura de artigos científicos e programação da viagem. O dia encurtou. Sem direito a domingos, feriados e pouco tempo para a família.


Chegado o dia da viagem, frente a uma jornada de 34 horas até Auckland e uma diferença de 17 horas de fuso horário, para lá me bandeei. Desci em solo oceânico 34 horas após minha partida com uma calça e cinco blusas a menos as quais foram furtadas ainda em solo brasileiro. Com menos roupa, mas com muita determinação, a imigração não me deixou entrar no país sem antes uma boa vistoria nas minhas malas. Ficamos por duas horas respondendo dúvidas. Com direito a interrogatório e detector de drogas. E foi aí que imaginei, “Se tiraram coisas da minha mala, poderiam ter colocado também”. Sem mais nada a declarar fomos liberadas sem maiores problemas. Localizada na ilha norte, Auckland, nosso ponto inicial, concentra a maior população do país, cerca de 1,2 milhões de habitantes e é o principal centro financeiro e econômico da Nova Zelândia também conhecida como Cidade das Velas, com praias perfeitas para o surfe, baías tranquilas, bairros charmosos e a um pulo de excelentes vinícolas. Ali, Pinot Noire é uva a mais cultivada O vinho dessa uva está entre os dez melhores do mundo.

O Congresso do ano, que contemplou o curso do qual nós participamos, tinha como tema “Fromdestructiontoregenerative medicine.” Os maiores produtores de ciência no mundo em Ondas de Choque estavam ali presentes, com toda aquela ciência em primeira mão. Eram 22 países representados, tais como Taiwan, Alemanha, China, Espanha, Canadá, Áustria, sendo estes os mais cientificamente representativos.

CIDADE EM REVISTA

17


Mas Argentina e Colômbia também enriqueceram com textos bastante precisos e confiáveis. Após um longo inverno, veio a nossa avaliação. Eu receosa, Fabiola visceral como uma boa carioca que não nega sua origem e eis que recebo um belo 9,0. Confesso. Com lágrimas nos olhos, lembrei de toda a jornada até ali. Todas as orações dos amigos e familiares, dos meus queridos “velhinhos” que deixei no Brasil. Eu havia conquistado um feito enorme. Além de ter conseguido o certificado de terapeuta por Ondas de Choque pela Sociedade Internacional, devido ao resultado obtido na avaliação, fui aceita como Membro Efetivo. Ao receber os cumprimentos do Dr. José Eid, brasileiro, ortopedista e tesoureiro do ISMSTm,ele bradou: “ Vocês são as duas únicas fisioterapeutas no Brasil a possuir tal título”. Quase tive um treco, bem ali. Finalizada a obrigação, caminhamos à diversão. Conhecer aquele mundão perdido de meu Deus. Nosso primeiro passeio foi para uma região chamada de Anel de Fogo do Pacífico, Rotorua, um dos maiores centros de atividade geotérmica do mundo, com lagos termais, piscinas de lama, vulcões e gêiseres. Além da cultura maori, povo nativo do país.

18

CIDADE EM REVISTA


Na sequência, fomos às cavernas de waitomo sua principal atração, além da natural beleza, é o inquilino que mora em algumas destas cavernas, os chamados “glowworms” ou Arachnocampa luminosa. Uma espécie de inseto bioluminescente, endêmico da Nova Zelândia, que em sua fase larval emite uma luz brilhante para atrair suas presas na escuridão, tornando o teto da caverna um céu estrelado. Não é permitido tirar fotos dentro da caverna, fazer barulho ou tocar nas estalactites e estalagmites. A preservação ambiental na Nova Zelândia é levada muito a sério e eles são bem rígidos com a disciplina de visitantes. Não tem segunda chance. Para finalizar o dia, chegamos a uma fazenda na região de Matamata chamada Hobitton. Alguma semelhança com o filme não é mera coincidência. Caminhamos pelo cenário do filme, acompanhamos e conhecemos a história dos bastidores e é de tirar o folego. Um lugar lindíssimo e ainda com direito a uma caneca de cerveja produzida na própria fazenda. Valeu muito a pena.

De malas prontas, pegamos um voo de Auckland até Christchurch na ilha sul. Além de o clima ser bem mais frio ali, o sotaque era bem mais difícil de entender. Falam muito rápido, inglês britânico; não era minha praia. Uma bela cidade. Entre flores e jardins vários cones, contenções, prédios em ruinas; tudo isso devido a um sismo ocorrido em 22 de fevereiro de 2011 de 6,3 graus de magnitude. Muitos mortos e feridos. A mim, sete anos mais tarde, Christchurch apresentou apenas suas ruínas. As viagens férreas no país kiwi são populares, pois concentram em vagões a possibilidade do turista apreciar a flora da região, seus rios de água cinzenta com picos nevados ao fundo. E foi desta forma que deixamos para trás a costa leste da Ilha Sul seguindo até a costa oeste. Descemos do trem em Greymount e de lá partimos via ônibus até Franz Joseph. Em Franz Joseph reside um dos pontos altos do passeio na ilha Sul. As famosas geleiras Fox e Franz Josef são um espetáculo peculiar. Ao longo de seus 13 quilômetros de extensão, a geleira Fox despenca de 2.600 metros de altura nos Southern Alps. Ela é alimentada por quatro geleiras alpinas que recebem cerca de 30 metros de neve por ano. A neve é compactada no topo da geleira em gelo azul a centenas de metros de profundidade.

CIDADE EM REVISTA

19


A agitação abaixo da geleira no vale profundo causa rachaduras, agitação e barrancos profundos na superfície da geleira, criando uma dramática e perigosa paisagem congelada. O derretimento superficial ocorre nas baixas altitudes, alimentando os rios gélidos que fluem dos barrancos de rochas e para as florestas tropicais em direção ao Mar d e Tasmânia. Infelizmente, o clima é bastante instável naquela região, e, para nossa infelicidade, não conseguimos realizar o passeio. Fica para uma próxima vez. Ao amanhecer do outro dia, um sol de causar inveja ao dia anterior e muita frustração nos viajantes que possuem pouco tempo. Sorte ou azar, destino ou não. Seguimos nosso caminho até Queenstown. A estrada mais linda em que já trafeguei, um labirinto de lagos alpinos, montanhas incríveis e, à direita, o Mar da Tasmânia com todo seu furor refletido em suas águas cinza.

20

CIDADE EM REVISTA


Enfim, Queenstown, a capital mundial dos esportes radicais, onde nasceu, em 1988, o bungeejump. Mas há muito mais em Queenstown do que os esportes radicais. Cercada por montanhas imponentes e vales pontilhados de ovelhas, à beira das águas cristalinas do lago Wakatipu, a cidade oferece uma das paisagens mais deslumbrantes da Nova Zelândia. Todo ano, cerca de 1,7 milhões de visitantes aproveitam sua rede de trilhas, os campos de golfe e os diversos SPAs – isso sem falar na saborosa cozinha. Nosso último passeio antes do retorno foi MilfordSound. Descrita como a “oitava maravilha do mundo”, MilfordSound foi esculpida por geleiras durante as eras glaciais. É de tirar o fôlego em qualquer estação. As falésias do fiorde surgem verticalmente das águas escuras, os picos da montanha arranham os céus e as cachoeiras caem em cascata, algumas tão altas que chegam a 1000 metros.

CIDADE EM REVISTA

21


Quando chove em MilfordSound, o que não é raro, essas cachoeiras se multiplicam em um efeito magnífico. Fizemos o passeio sob uma chuva constante que prometia ser torrencial. Passados 15 dias em solo kiwi, estávamos de malas prontas para iniciar a volta para casa. Minha previsão era de 43 horas em trânsito até minha Campo Mourão. Ao desembarcar no Galeão, aeroporto do Rio de Janeiro, peguei um Uber até o Santos Dumont onde embarcaria até Maringá. Ao entregar meus documentos no guichê da Gol, eis a minha surpresa: Minha passagem havia sido cancelada!!!

22

CIDADE EM REVISTA


Como assim? Bem, entenda: Como não usei a minha passagem de Ida ao Rio, o “sistema” entendeu que “Se ela não foi, ela não volta.” Simples assim. 37 horas já haviam se passado. Tive o impulso de correr ao banheiro, sentar no chão e chorar. E a razão me trazendo à realidade: - Vá, besta, vá lá chorar! Aí mesmo que não vai embora! Eu estava muito cansada. Foi o momento mais difícil da viagem. Sentia-me muito longe de casa ainda. Enquanto aguardava na fila da Gol, fui comprando uma passagem pela Azul. Eu tinha 30 minutos até que o avião saísse dali. Comprei entrei na fila e quando fui despachar a mala, minha compra não aparecia no sistema da Azul. Perdi o voo. Corri para a Gol novamente. Não tinha passagem do Rio até São Paulo, apenas de São Paulo até Maringá.

Foi nesse momento que um anjo da Avianca ouviu meu suplício e me disse que tinha uma vaga no avião da companhia até São Paulo, mas não era ali. Era no Galeão. E ainda me disse: - Você tem uma hora em Guarulhos para descer, pegar a mala e embarcar; podemos adiantar o check in. Você quer? Seja o que Deus quiser. Nem dinheiro para o taxi eu tinha. Corri até um caixa eletrônico dentro do aeroporto, peguei o primeiro taxi e falei: - Toca o pau, temos 30 minutos para eu chegar ao Galeão. O radical que não fiz em Queenstown aproveitei no Rio. Trocando em miúdos, deu tudo certo. Viajar é uma das melhores experiências da vida, mas voltar para casa não tem preço. Quando avistei aquela planície, o milho crescendo imparcial... Aquele “amontoadinho de prédios”, minha querida Campo Mourão, tive uma real alegria de me sentir em casa. Protegida. Meu lugar é e sempre será aqui. Disso não tenho dúvida.

R. São Josafat, 1435 4º Andar Sala 404 Edifício Adhara - Campo Mourão - PR 44. 98404.8478


Corpo Clínico:

Dr. Keiti Shirasu Oftalmologia CRM 22464

Dra. Jussara Brito Oftalmologia CRM 27527

Dr. Marcelo Brito Oftalmologia CRM 18871

Dr. Diego Neves Oftalmologia CRM 24523

Referência em Oftalmologia Equipe de especialistas em todas as áreas oftalmológicas

visoclinique.com.br 224

CIDADE CIDADE EM EM REVISTA REVISTA


Arte: Cidade em Revista

Dr. Marcelo Balabuch Ortopedia CRM 28528

Dra. Amanda Helena Fisioterapia Dermato Funcional

CREFITO 8 128929 F

Dr. Michel Carlet de Lima Especialista em ortodontia e clínico geral.

CRO/PR: 20.799

Dra. Ana Paula Cruz Nutrição CRN 8:4165

A Viso Clinique é um dos maiores e mais modernos centros de Oftalmologia nas áreas clínicas e cirúrgicas de Campo Mourão e região. A equipe de médicos especializados, altamente qualificados e atentos aos avanços da medicina, presta atendimento completo desde a primeira consulta até a cirurgia. Com infraestrutura moderna aliada às tecnologias de ponta, realiza consultas, exames e cirurgias, como: Plástica Ocular e Estética, Catarata, Córnea, Retina e Cirurgia Refrativa. O Centro de Oftalmologia e Bem-estar conta ainda com uma equipe de múltiplas especialidades na área da saúde, visando ao bem-estar e qualidade de vida para todos os seus pacientes.

Dra. Edna Maria N. de Rezende Psicologia CRP: 08/20.589

Maristela Falbota Podologia

Agende sua consulta: 44. 3523 2121 Rua Harrison José Borges, 652 Centro - Campo Mourão - PR VisoClinique visoclinique.com.br

CIDADE EM REVISTA

25


E O BRASIL PAROU *Cida Freitas

Maio de 2018. Marquem esta data, ela será histórica. É o mês em que o Brasil parou para dizer BASTA! Basta de corrupção! Basta de fazer o povo de bobo! Basta de explorar o brasileiro que carrega o País nas costas! Basta de ironia de governos incompetentes e corruptos! Basta da arrogância de ministros, deputados, senadores que desdenham da força do povo brasileiro! Basta de presidentes que se julgam donos do Brasil, um com cara de vítima, outra envergonhando a nação com sua ignorância, outro com a arrogância, ele que alçou o poder devido à incompetência de sua antecessora. Os caminhoneiros, cansados de trabalhar para sustentar a desvairada fome dos corruptos, pararam o Brasil e, ao parar, fizeram com que cada brasileiro percebesse a importância

26

CIDADE EM REVISTA


desse profissional sofrido, que enfrenta todo tipo de perigo nas estradas, muitas delas intransitáveis porque o dinheiro que deveria mantê-las foi para o bolso dos esfomeados corruptos. São eles profissionais que não veem seus filhos crescerem porque nunca estão em casa enquanto transportam tudo o que faz girar a economia e a vida de cada brasileiro. Heroínas também são suas esposas que lutam para manter unida a família, que criam seus filhos sem a presença dos pais, que não sabem se o marido retornará para casa vivo tantos são os perigos de acidentes, assaltos, latrocínios porque, se não se tem segurança pelas condições da estrada, menos ainda se tem devido aos bandidos que, copiando os bandidos que roubam de cara limpa nos governos, assaltam, roubam, seqüestram, matam pais de famílias sem qualquer pudor.

Parabéns pela coragem, caminhoneiros! Vocês sim são heróis, não os que ficam ao bel prazer de alguns programas de TV; não os jogadores de futebol que ganham milhões, não os artistas acéfalos que defendem bandidos. Vocês e seus familiares são heróis! Parabéns a vocês! Já começam a faltar combustíveis nos postos, trigo nas padarias, medicamentos nas farmácias, material de construção, alguns alimentos já não ocupam as prateleiras dos supermercados, o vai e vem nas estradas já não é possível porque falta combustível... Isso demonstra que quem faz o País andar não são os governantes em seus estilosos e confortáveis gabinetes, mas o povo que trabalha, que luta sem o reconhecimento dos párias que pouco se importam com o Brasil porque seus filhos podem estudar nas melhores universidades de países desenvolvidos, com o dinheiro nosso, é bom que se diga.

CIDADE EM REVISTA

27


Seus descendentes nunca terão problemas financeiros e não saberão o peso dos juros altos nos constantes empréstimos que o trabalhador precisa fazer durante toda sua vida para poder se manter dado ao baixo salário e à carestia promovida pelos absurdos impostos a que o brasileiro é obrigado, impostos que formam o bolo dos milhões e trilhões roubados pela corja e com os quais os filhos da corja podem nadar no conforto e descompromisso. Parabéns, caminhoneiros! Que seja este movimento o tapa na cara daqueles que querem o povo sob seus pés! Que cada um de nós participe e colabore para que esse grito ecoe de Norte a Sul, de Leste a Oeste e que o Brasil seja para os brasileiros de verdade, aqueles que o constroem a cada dia, pelo trabalho, pelo caráter, pela consciência de que ser brasileiro é muito mais que uma marca no registro civil ou um discurso na TV. Ser brasileiro é ter a coragem de se levantar e gritar bem alto: BASTA! Cida Freitas Professora, empresária

28

CIDADE EM REVISTA


Anuncie Aqui!

Este espaço está a sua espera, aqui você tem o melhor espaço para decolar seu negócio. Faça um orçamento sem compromisso e confie em quem está há anos no mercado fazendo a diferença. 44.3523-2115 99978-4242

cidadeemrevista@gmail.com


Redução das rugas Aumento da firmeza da pele Fortalecimento das unhas e fios de cabelo Redução das dores Rigidez das articulações O biosil é o ácido ortosilícico estabilizado em colina que, por meio da exclusiva tecnologia chOSA, aumenta a produção de colágeno pelo próprio corpo, essencial para o aumento da saúde da pele, cabelo e unhas, além de fortalecer ossos e articulações .

Pele Cabelos Unhas Ossos Articulações


Aplicações : Reduz a profundidade das linhas de expressão. Aumenta a elasticidade da pele. Reduz a fragilidade das unhas. Fortalece os fios de cabelo. Aumenta a formação do colágeno ósseo. Aumenta a densidade mineral óssea. Reduz as dores e a rigidez das articulações. Reduz a fragmentação da cartilagem. A dose usual é de 520mg ao dia.

Fone

44. 3523-1488 44.3525-1898 44. 9.9731-0843 redenovacentromedico@hotmail.com

PORQUE BELEZA É SER A MELHOR VERSÃO DE SI MESMA.

Av. Manoel Mendes de Camargo, 691 Campo Mourão - Paraná

Manipulação de Medicamentos Alopáticos, Fitoterápicos, Dermocosméticos, Nutracêuticos, Shakes e Medicina Esportiva em Geral. Atendimento farmacêutico especializado!

Ana Carolina Giroldo CRF-PR 31175

Máno Telmo Ferri Alessi CRF-PR 3171

Arte: Cidade em Revista

Considerado o melhor produto de beleza dos Estados Unidos


50 ANOS DE CAMPO MOURÃO

OCB e Ocepar prestam homenagem a Gallassini no Fórum de Presidentes O engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini, idealizador e presidente da Coamo, está completando 50 anos da sua chegada em Campo Mourão. Para marcar a data, ele recebeu homenagem surpresa da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e do Sindicato da Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar) no Fórum dos Presidentes das Cooperativas Agropecuárias do Paraná, realizado no dia 19 de abril na Coamo, em Campo Mourão. Prestigiaram o evento 51 presidentes de cooperativas, o ministro da Agricultura Blairo Maggi, a governadora do Paraná Cida Borghetti, cinco deputados federais além de outras autoridades e lideranças cooperativistas.

32

CIDADE EM REVISTA

Atributos - “É muito fácil falar do Dr. Aroldo, ele merece este reconhecimento, é um protagonista e expoente do nosso cooperativismo paranaense e brasileiro. Com idealismo, visão e muito trabalho, ele idealizou e criou a Coamo em 28 de novembro de 1970, que é um grande exemplo para o sistema cooperativista e se tornou a maior cooperativa agrícola da América Latina”, explica José Roberto Ricken, presidente do Sistema Ocepar/Sescoop. Segundo ele, Gallassini é “um idealista, uma pessoa que fala e faz, tem valor e sucesso, é admirado e exemplo a ser seguido dentro e fora da Coamo.”


“O meu sonho de ser um profissional dedicado à agricultura começou muito cedo, quando decidi deixar meus pais em Brusque (SC) e mudar para Curitiba. Lá, me formei agrônomo na UTFPR , com 26 anos. Depois, ingressei na Acarpa, hoje Emater, e pouco tempo fui transferido para Campo Mourão, onde iniciei minhas atividades”.

José Aroldo Gallassini, que em 2017 comemorou 50 anos de formado da Turma de Agronomia de 1967 da Universidade Federal do Paraná, chegou no dia 3 de maio de 1968 em Campo Mourão. “O meu sonho de ser um profissional dedicado à agricultura começou muito cedo, quando decidi deixar meus pais em Brusque (SC) e mudar para Curitiba. Lá, me formei agrônomo na UTFPR , com 26 anos. Depois, ingressei na Acarpa, hoje Emater, e pouco tempo fui transferido para Campo Mourão, onde iniciei minhas atividades”, conta Gallassini. Desafios - Sua vida foi marcada por constantes desafios. E um deles foi a ideia da fundação da Coamo, bem como sua ascensão e crescimento nesses quase 48 anos de existência da Cooperativa – fundada em 28 de novembro de 1970. “Fui desafiado a ser agrônomo e fazer orientação técnica a agricultores em uma região cujas terras na sua grande maioria eram ácidas e fracas. E, sem dúvida, foi um grande teste em minha vida, que só colaborou para acreditar nos conhecimentos que adquiri nos bancos escolares e nos treinamentos com extensionistas.”

Valores - O homenageado acredita nos valores fundamentais, que segundo ele, jamais podem morrer. “É preciso acreditar na família, nas pessoas, na união, na solidariedade e no espírito comunitário. É importante resgatar a confiança nas pessoas, acreditar na palavra empenhada e cultivar, praticar e propagar a honestidade. E que nos tornemos homens e mulheres de fé, acreditando em tempo melhor para esta e para as novas gerações”, afirma Gallassini. Partilha - Para o presidente da Coamo, o sucesso do cooperativismo praticado pela Coamo deve ser partilhado com a diretoria, cooperados e funcionários. “O que a Coamo mais plantou não está na terra, mas no coração do agricultor e do colaborador, que acreditaram na força da união e da cooperação. Plantamos fé e nasceu a esperança, e os frutos deste trabalho são comemorados merecidamente pela família Coamo.” Cidinha Coletty

CIDADE EM REVISTA

33


O Colégio Integrado foi representado pelo time de Handebol (2004/2005), nos Jogos Escolares - Fase Regional que se realizou em Barbosa Ferraz na semana do dia 19 a 23 de maio de 2018. Na parte técnica o Prof Ilson Souza como treinador do time e os atletas George Simão, Igor Zeni, Lucas Theodorovicz Ribas, Alexandre Arantes Correia, José Vitor Ladeia Scaburi, Arthur Athos, Emanuel Cardoso, João Pedro Ramos Gomes,

34

CIDADE EM REVISTA

João Pedro Pedroso, Arnaldo Harassen, Otávio Paulino, Francisco e Nicolas que jogaram contra Campina da Lagoa tendo como placar 14x7 a favor de Campo Mourão, e no segundo jogo contra o time da Casa onde brilhantemente obtiveram resultado de 33x3, essas vitórias mostram que a dedicação, esforço e principalmente disciplina valem a pena. Com essa vitória os atletas já estão classificados para a fase macrorregional.


Arte: Cidade em Revista

TREINAMENTO PERSONALIZADO, INDIVIDUAL E DUPLA, PILATES COM BOLO E SOLO, MUSCULAÇÃO TERAPÊUTICA E FUNCIONAL, CROSS HIIT E CROSS KIDS.

Studio Corpo 10 Anos Construindo Histórias em Campo Mourão Para realizar grandes conquistas é preciso antes sonhar, planejar e agir. É preciso acreditar no sonho e plantar realidade. A Studio Corpo é uma realidade construída no dia a dia, enfrentando desafios e colhendo vitórias. É tempo de agradecer a Deus, aos profissionais de Educação Física e aos nossos alunos que acreditaram em nosso trabalho e ajudaram a fazer a qualidade da empresa. Studio Corpo = Saúde, qualidade de vida e conquista de amigos. Patrícia Vieira | Jocelito Furlan CREF. 006375-A/PR

CREF. 005746-P/PR

44.3017-5207 | 99135- 7402 R. Pref. Devete de Paula Xavier, 810 CAMPO MOURÃO - PR


NOVAS REGRAS PARA DESISTÊNCIA DA COMPRA DE IMÓVEL Marcos Noboru Hashimoto Dentre as várias formas pelas quais se pode adquirir um imóvel, encontra-se a aquisição deste “na planta” junto à incorporadora imobiliária pelos (as) interessados (as). Celebrado o contrato, comumente se exigirá do adquirente/compromissário-comprador o pagamento de um percentual de entrada – além da comissão de corretagem e taxas de contrato, pagamentos mensais e sucessivos de parcelas pactuadas devidamente corrigidas, e “balões” semestrais ou anuais, durante o prazo de construção e até a conclusão do empreendimento, e consequente entrega da(s) unidade(s) autônoma(s). Este total pago formará uma espécie de “poupança”, cujo valor será deduzi do do preço total do imóvel pactuado por ocasião da entrega da unidade, a ser eventualmente quitado pelo adquirente ou financiado o saldo devedor junto às instituições financeiras (quanto menor o saldo devedor, maior a chance de aprovação), geralmente, sob a forma de alienação fiduciária de bem imóvel. 36

CIDADE EM REVISTA

Em tempos de recessão econômica, infelizmente, haverá situações em que o adquirente/ compromissário comprador não terá êxito na continuidade dos pagamentos das parcelas do contrato frente à incorporadora imobiliária/ promitente vendedora, forçando à necessidade de sua resolução. Nestes casos, deverá o adquirente/desistente pagar a multa contratual prevista (geralmente de 20 a 25% do valor pago), a ser deduzida do valor a lhe ser restituído, o que tem se tornado fonte de diversos litígios judiciais, e decisões judiciais em sentidos conflitantes (prevalecendo as favoráveis ao adquirente). Isto porque alguns julgados dão ênfase ao direito do adquirente/consumidor – a ser protegido contra as cláusulas event ualmente abusivas que possam ocasionar-lhe prejuízo e levar ao locupletamento indevido da outra parte; e, em sentido contrário, outros julgados primam por assegurar a saúde financeira da(s) incorporadora(s) imobiliária(s) e acontinuida-


de da obra a ser entregue aos adquirentes remanescentes. Conforme veiculado na home-page da Câmara de Deputados (www2.camara.leg.br) de 06/06/2018 (21:40 horas), foi aprovado naquela data o Projeto de Lei n. 1.220/15, de autoria do Deputado Celso Russomanno (aprovada na forma de um substitutivo do relator, Deputado José Stédile, a ser enviada para o Senado), que disciplina os valores a receber pelo mutuário da desistência da compra de imóvel. Segundo o projeto, quando o empreendimento tiver seu patrimônio separado do da construtora – o que se denomina de patrimônio de afetação, o comprador que desistir do imóvel terá direito a receber 50% (cinquenta por cento) dos valores pagos, após dedução antecipada da corretagem;e, se o empreendimento não estiver com seu patrimônio assegurado dessa forma, a multa que ficará com a incorporadora será de 25% (vinte e cinco por cento) dos valores pagos se o comprador desistir do imóvel. O projeto original – que restou rejeitado, fixava em 10% (dez por cento) o desconto na restituição das parcelas, em qualquer caso.

Com o patrimônio afetado, as parcelas pagas pelos compradores não se misturam ao patrimônio da incorporadora ou construtora de forma que, se esta última entrar em dificuldades financeiras, não poderá fazer parte da massa falida. Neste mesmo sentido, o Enunciado n. 628 recentemente aprovado na VIII Jornada de Direito Civil do Conselho da Justiça Federal, que assim dispôs: “Os patrimônios de afetação não se submetem aos efeitos de recuperação judicial da sociedade instituidora e prosseguirão com autonomia e incomunicáveis em relação ao seu patrimônio geral, aos demais patrimônios de afetação por ela constituídos e ao plano de

CIDADE EM REVISTA

37


recuperação até que extintos, nos termos da legislação respectiva, quando seu resultado patrimonial, positivo ou negativo, será incorporado ao patrimônio geral da sociedade instituidora.” Da mesma forma, prevê o inciso XII do artigo 833 do Código de Processo Civil a impenhorabilidade dos “créditos oriundos de alienação de unidades imobiliárias, sob regime de incorporação imobiliária, vinculados à execução da obra.”. Destinando-se a assegurar a conclusão do empreendimento, a devolução de 50% (cinquenta por cento) dos valores pagos pelo adquirente se dará apenas depois de 30 (trinta) dias da emissão do “habite-se”, resguardando-se desta forma os compromissários compradores/adquirentes que se mantém no empreendimento, que têm direito a receber a unidade adquirida no prazo contratualmente previsto. Em se tratando de empreendimento sem patrimônio afetado, a devolução dos valores abatida a multa de 25% (vinte e cinco por cento) ocorrerá em 180 (cento e oitenta) dias depois do distrato.

38

CIDADE EM REVISTA

Nas duas hipóteses, quando o adquirente teve a unidade disponível para uso antes mesmo da expedição do “habite-se”, poderá a incorporadora imobiliária proceder ao desconto de valores relativos a impostos incidentes sobre a unidade, cotas de condomínio e contribuições devidas pelos moradores, além dos demais encargos previstos em contrato e um montante a título de fruição do imóvel. Este último será calculado segundo o critério pactuado, ou judicialmente – na ausência de pacto a respeito, em percentual correspondente ao valor de aluguel de imóvel com as mesmas características e localização. Poderá o adquirente desistente apresentar interessado na aquisição do imóvel, ocasião em que, em havendo anuência da incorporadora na operação e procedendo-se à cessão de direitos em favor do novo adquirente – após regular aprovação de seu cadastro, não haverá retenção da multa contratual (25% ou 50%). No caso de revenda do imóvel objeto do distrato antes do prazo para pagamento da restituição, o valor a devolver ao comprador será pago em até 30 (trinta) dias da revenda.


Finalmente, disciplina o projeto aprovado as hipóteses de atraso na entrega do imóvel pela incorporadora, e de desistência da compra realizada entre ausentes. Neste último caso, em se tratando de compra de imóveis realizada em estandes de venda e fora da sede do incorporador do empreendimento, ocasião em que o direito de arrependimento poderá ser exercido no prazo de 07 (sete) dias contados da compra, com a devolução de todos os valores antecipados, incluída a comissão de corretagem; decorrido este prazo, o contrato será irretratável. Quanto ao prazo de entrega do imóvel pela incorporadora imobiliária, passou-se a admitir o prazo de prorrogação sem multa ou caracterização de motivo para rescisão contratual de até 180 (cento e oitenta) dias, desde que assim expressamente previsto no contrato. Vencido o prazo, o adquirente terá duas opções: a) se não desejar romper o contrato, será devida a este na data da entrega da unidade, indenização no correspondente a 1% (um por cento) do valor pago à incorporadora por mês de atraso, corrigidos monetariamente;b) pedir a rescisão contratual, sem prejuízo da devolução de todos os valores pagos e da multa estabelecida no contrato, devidamente corrigidos, em até 60 (sessenta) dias corridos do pedido de distra to. Como se vê, referido projeto – agora aprovado, altera as Leis ns. 4.591, de 16 de dezembro de 1964, e 6.766, de 19 de dezembro de 1.979, para disciplinar a resolução

O que você quer proteger?

SEGUROS DE AUTOMÓVEIS RISCOS DIVERSOS | VIDA TODAS AS MODADALIDADES DE SEGUROS

44.

3525-1810 | 99978-0032

piacentinicor@uol.com.br

Rua Mato Grosso, 1550 Centro Campo Mourão - PR - CXP: 732


do contrato por inadimplemento do adquirente de unidade imobiliária em incorporação imobiliária e em parcelamento de solo urbano. Reflete substancialmente, por consequência, nas numerosas demandas judiciais em trâmite nos juízos e Tribunais, que, como regra, têm reduzido o percentual da multa a ser retida em favor do adquirente/consumidor, em se tratando comumente de contratos de adesão (que não permitem prévia elaboração e discussão por ambas as partes), e diante da prática reiterada das incorporadoras de estabelecerem referida previsão à ordem de 20 a 25% do valor – como anteriormente mencionado, ressalvada posterior e eventual negociação das partes a respeito, por ocasião do distrato. Deverá (e o fará, certamente) referida lei – se aprovada por ambas as Casas do Congresso Nacional sem emendas e a final sancionada sem cortes, em suas disposiç&otild e;es finais, regular como se dará a aplicabilidade de referidas disposições aos contratos e demandas em andamento, regulando-se os conflitos de direito intertemporal, e evitando o ajuizamento e acúmulo de novas demandas, por parte dos interessados. Se as novas regras farão maior justiça aos direitos das partes... Bem, isto só o tempo dirá !

40

CIDADE EM REVISTA

Especialista em Direito Civil e Processual Civil pela Fundação Eurípides Soares da Rocha, de Marília (atual UNIVEM); especialista em Direito dos Contratos pelo IICS/CEU, de São Paulo; Mestre em Direito Negocial pela UEL (Processo Civil); Doutor em Direito pela PUC/SP (Processo Civil). Professor do curso de graduação em Direito da PUC/PR, e dos cursos de pós-graduação lato sensu da PUC/PR Maringá, do IDCC – Instituto de Direito Constitucional e Cidadania de Londrina, e das Faculdades Integrado de Campo Mourão (também MBA). Membro da ABDPro – Associação Brasileira de Direito Processual. Membro Honorário da UIJ – União Ibero-Americana de Juízes. Advogado e Palestrante.


Cuba, 25 anos depois...

CIDADE EM REVISTA

41


Estive em Cuba em março de 1993 em uma missão de solidariedade promovida pelo CILA-Comitê para integração Latino-Americana do Paraná. Em nossa bagagem levamos muitos sabonetes, pasta dental, material escolar, muitos chicletes, balas para as crianças e uma esperança de conhecer um país socialista que resistia e recusava de voltar ao capitalismo anterior à revolução de Fidel, Che. Além das visitas oficiais à Secretaria de Educação, Cultura, escolas, universidades, hospitais, tivemos oportunidade de andar nas ruas, entrar nas casas dos cubanos partilhadas nos prédios deteriorados, sem conservação, conhecer a vida real que muito nos chocou. Viviam em um tempo “especial” com o fim da ajuda na União Soviética, sem comida, sem energia, época de escuridão, ”apagão”. A culpa toda era colocada no “embargo” dos EUA. Não havia lojas, supermercados e nas bodegas do governo as prateleiras estavam vazias, não tinham acesso nem ao básico liberado em suas carteirinhas. Havia filas enormes para receber uma massa açucarada e chá para saciar a fome. (“Quan-

42

CIDADE EM REVISTA

do hai ambre...” respondeu uma cubana quando perguntei se era bom.)A terra que antes produzia muita cana de açúcar estava abandonada, não havia adubo, sementes , nem vontade de trabalhar num sistema onde não havia incentivo a produção e comercialização. O país havia aberto as portas ao turismo como forma de sobrevivência, para que os dólares do turismo financiassem a educação, saúde. Mas isso abriu as portas para um mundo paralelo.


Nos hotéis havia comida, lojas pagas em dólares criando uma divisão social entre os que tinham acesso ao dólar recebido de propinas dos turistas ou dos parentes no exterior (os chamados “gusanos”, traidores) e os cubanos “fidelistas”. O sonho de consumo capitalista, a necessidade de sobrevivência enchia as ruas de vendedores de produtos roubados ou comprados em peso e revendidos em dólares aos turistas: rum, cigarro, PPG (o que aconteceu com esse remédio dito milagroso?), mulheres, travestis... Retorno agora a Cuba, 25 anos depois, sem Fidel e não encontro mais as ruas cheias de cubanos buscando dólares de forma ilícita, mas pessoas trabalhando de todas as formas possíveis para sobreviver com os CUC, moeda turística com valor muito superior ao peso. Desde todas as formas de taxi (oficiais, não oficiais, carros antigos, motos (coco - taxi), bic-taxi), restaurantes “paladares”, hotéis familiares, bares vendendo muitos mojitos e daiquiris aos turistas, lojas de artesanato com muitas imagens do Che, vendas de artigos produzidos por agricultores até lojas de produtos trazidos do exterior, legal ou ilegalmente como nos nossos camelódromos. A prostituição já não é tão ostensiva, nem encontramos crianças nas ruas com a mãozinha estendida: ”Hay chicles?”. Elas estão mais saudáveis, alegres e brincam tranquilas nas ruas com brinquedos vindos da China, outro país de governo socialista que está dominando o mundo com seu capitalismo econômico... Não tive oportunidade de ver o porto de Mariel, construído com nosso suado dinheiro, mas soube pelo taxista (veterinário que ganha mais como motorista como tantos outros) nos informou que é a única porta de entrada para todo comércio do país. Será mais dívida impagável feita com o dinheiro de banco brasileiro (ainda não abriram as contas secretas do BNDES e outros bancos) financiando empreiteiras e partidos corruptos brasileiros para “ajudar” ditadores de Cuba, Venezuela, África... Até onde vai a ideologia insana de governantes que se unem para manter o seu projeto de poder mesmo à custa da fome de seu povo?

CIDADE EM REVISTA

43


O exemplo mais real vem agora da nossa vizinha Venezuela, vivendo uma situação pior da de Cuba que eu vi há 25 anos, com os venezuelanos fugindo a pé para o Brasil (em Cuba fugiam de balsas para os EUA) e o governo de Maduro comprando US$ 440 milhões de petróleo para enviá-lo subsidiado a Cuba. Se há 25 anos a ida a Cuba foi a experiência do desencanto do socialismo, agora foi a confirmação. Uma viagem ao mundo real socialista de Cuba, ou da Venezuela faria muito bem a certos políticos brasileiros. O mundo ainda precisa encontrar o caminho do equilíbrio entre os extremos de um socialismo opressor e um capitalismo selvagem. O embate entre o ditador da Coréia do Norte e os EUA é o exemplo desta realidade! Maria Joana Titton Calderari – membro da Academia Mourãoense de Letras, graduada Letras UFPR, especialização Filosofia-FECILCAM e Ensino Religioso-PUC- majocalderari@yahoo.com.br

44

CIDADE EM REVISTA


Matrículas abertas. Na Unicesumar, educação é sinônimo de qualidade. Aqui, você tem acesso a conteúdos exclusivos e interativos, conta com suporte de tutores e compartilha o conhecimento com professores mestres e doutores – tudo para uma formação superior de excelência. Unicesumar, educação a distância de perto e levada a sério.

Campo Mourão - PR (44) 3529-2117

O (44) 9 9878-0209

Av. Capitão Índio Bandeira, 580 - Centro

*Maior IGC entre as IES vinculadas aos 10 maiores grupos educacionais do Brasil (Análise Setorial Hoper - 2017), considerando a média do IGC contínuo das mesmas IES como critério de desempate. Consulta Avançada disponível no e-MEC/2018. Consulte condições no site unicesumar.edu.br/ead/regulamentos.

CIDADE EM REVISTA

45


O que a vida fez com você?

Com frequência, costumo dizer que, a nossa vida não está em nossas mãos. Sei que dizer isso hoje, em nossa sociedade que prega a meritocracia, o sucesso, a perfeição é nadar contra a maré. (Pouco me importo). Mas, veja bem, essa ideia pode ser usada por todos como bem entender. Alguns dirão, “então não sou responsável por nada” (talvez as histéricas), outros acharão isso um absurdo e dirão “cada um é responsável pela sua vida sim!” (talvez os obsessivos). Pois bem, o que quero dizer com isso?

46

CIDADE EM REVISTA

A vida nos impõe coisas que não escolhemos como nossos pais, nosso corpo, nosso desejo, nossos medos, o amor, a morte, a doença... Essa é uma condição sine qua non do viver. Ninguém nunca nos perguntou “qual a vida que você deseja escolher?”,simplesmente lhe deram algumas coisas e disseram:”Viva com isso.” Em alguns momentos da vida, todos nós nos Perguntamos. Por que é que não nasci rico? bonito? saudável? Forte?”. Ou também Porque isso só acontece comigo? O que fiz para isso acontecer?. Enfim, aqui você já percebeu que a vida não está em nossas mãos,pelo contrário, nós estamos nas mãos da vida.


Porém, entretanto, todavia, a sabedoria popular, no auge da sua magnitude, nos diz “Se a vida lhe deu um limão, faça uma limonada”. A sabedoria popular sempre tem razão! Mas o que ela quer nos dizer? É provável que ela queira nos dizer que é possível fazer algo mesmo estando nas mãos da vida. Como Freud nos diz que o Ego é passivo no primeiro momento e ativo no segundo momento, ou seja, somos ativos com relação à resposta dada, a forma com que reagimos ao que nos acontece. Essa é uma questão existencial, e como todas as questões existenciais, é essencial para uma vida plena. Disse o filósofo Jean Paul Sartre: “O que importa não é o que fizeram com você, mas o que você faz com o que fizeram de você”. O que você está fazendo com o que fizeram de você?

Marco Aurélio Dias Psicólogo Clínico - CRP 08/21538 *Especialista em Psicoterapia Psicanalítica *Especializando da Clínica Freud -Lacaniana CIDADE EM REVISTA

47


O BRASIL NÃO CRESCE PORQUE NÃO TEM SUPER-HERÓIS

48

CIDADE EM REVISTA


Com exceção do famoso Chapolin colorado que tem orgulho de ser mexicano, a maioria dos super-heróis é americana. Capitão América, Homem Aranha, Homem de Ferro, Hulk, Batman, Cyborg, Flash, Arqueiro verde, Professor Xavier, Falcão Negro, Gavião arqueiro, Quarteto Fantástico e etc. O domínio e o sucesso dos super-heróis norte-americanos estão diretamente ligados à bem sucedida campanha de expansão americana como exportador cultural de filmes, música, redes fast-food , tênis enfim o “American way of life” (estilo americano de vida) impregnando–se na cultura de outros países dificultando assim o nascimento de grandes heróis fora dos USA , observe que até mesmo aqueles que vieram de outros planetas como Superman, Thor,Caçador de marte, Mulher Maravilha dentre outros adotaram os USA como lar. Por isso o Brasil tem poucos heróis reconhecidos, alguns até se destacaram, mas não durou neste universo como o Capitão 7, Mancha solar, Raio Negro, Velta, logo sendo esquecidos.

Toda a sociedade aspira ser como os super-heróis! Mas e aquelas que não possuem heróis com quem se identificar? Neste momento você deve estar se perguntando: E dai? Boa parte dos super-heróis surgiu na chamada era de ouro dos quadrinhos entre décadas de 20 e 50 no auge da recessão americana, lei seca, quebra da bolsa em 29, 2ª guerra mundial e guerra fria com objetivo de cultivar o patriotismo americano e educar toda uma geração de jovens com valores éticos. Enfim, os super-heróis se tornaram exemplos de defesa dos direitos humanos, ética e moral, ou seja, auxiliaram para formar o caráter de uma nação. Após a década de 50 na chamada era de prata os super-heróis, começaram a cair em desgraça coincidentemente depois da publicação do livro “A Sedução dos Inocentes” (Seduction of the Innocent) do psiquiatra Frédéric Wertham que defendia que os gibis incentivavam a delinquência juvenil, o homos-

CIDADE EM REVISTA

49


sexualismo e o desrespeito à hierarquia do estado e família. Assim foi criado pelas editoras o selo CCA (Comics Code Authority) que garantia aos pais que seus filhos não seriam corrompidos pelas publicações, mas a maior contribuição da CCA foi o acordo de que: Super–heróis não matam. Observe por exemplo o Batman que em seus quase 80 anos, apesar de varias oportunidades, nunca matou nenhum dos seus inimigos valendo-se de um código moral rígido: Que matar significaria se igualar aos assassinos de seus pais. Do mesmo modo os habitantes nos Alpes na Alemanha, Norte da França, República Tcheca, partes da Áustria e Eslovênia acreditam no Krampus, uma espécie de demônio, que acompanha o Papai Noel, enquanto um distribui presentes às crianças boas o outro avisa e pune as crianças más que acompanha. Krampus faz o papel do anti-herói que promove valores de bondade nas crianças passadas de pai para filho.

50

CIDADE EM REVISTA


Vou lhe contar uma pequena história para ilustraro artigo. Como sempre aconteceu no decorrer da história, chega um momento em que uma geração substitui a anterior com valores e comportamentos diferentes. Então imagine que os heróis que conhecemos hoje se aposentassem e os seus sucessores aos poucos os substituíssem. Como sempre essa transição não é fácil e envolve diversos momentos de tensão. E o principal deles surge quando durante uma batalha, um desses novos heróis mata um vilão e a população o apoia acreditando que isso foi o melhor para o mundo, ou seja, o acordo de Super–heróis de não matar é quebrado. Animados por ter a chance de superar os seus antecessoresos, os novos heróis começam a abusar de seus poderes não medindo as consequências de seus atos em nome de uma suposta busca da justiça e paz. Diante do novo cenário e com a aceitação da população, cada vez mais os antigos heróis se afastam de suas funções deixando assim que estes novos heróis ajam à sua maneira na defesa da Terra. Mas logo os problemas surgem quando o grupo de heróis com diferentes personalidades e motivações se desentende cada um achando que está certo e assim causando estragos ao planeta Terra em sua luta contra o mal. Superman observando isso a distância da fortaleza da solidão decide intervir criando uma “escola” para educar a nova geração de heróis que se revolta com a intervenção e uma luta entre as gerações se inicia quando os antigos heróis colocam os seus antigos valores de não matar em discussão. Este é basicamente o enredo do mundo em “O Reino do Amanhã” a HQ escrita por Mark Waid e Alex Ross.

CIDADE EM REVISTA

51


Um dilema moral é colocado em pauta: Em nome da paz um super-herói pode fazer qualquer coisa? Podemos fazer o bem através do mal? Isto nos leva a uma questão que ultrapassa o fato de o Brasil não crescer porque não tem super-heróis? Isso é uma cortina de fumaça. Onde estão os nossos bons exemplos de conduta? O Brasil não cresce, pois estamos, há gerações, envoltos em uma crise de valores que desvia o caráter daqueles que deveriam ser heróis. Enquanto acreditarmos que jogadores de futebol, participantes de reality shows,

52

CIDADE EM REVISTA

artistas de playback, youtuberse e demais criações da mídia são heróis, estaremos fadados a continuar patinando em nosso crescimento. Ainda somos assolados pela lei de Gerson: “O importante é levar vantagem em tudo certo?”Eternizada na propaganda na década de 70 falando sobre o preço do cigarro Vila Rica. Até quando iremos permitir que esta máxima nós defina? Já passou da hora de substituirmos valores podres por valores “impulsivadores” de crescimento do Brasil. Onde estão se escondendo os nossos verdadeiros heróis? Roberto Recinella, escritor rrecinella@terra.com.br


LIVROS PARA A BIBLIOTECA MUNICIPAL A Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios de Campo Mourão e Região (Cmeg), em parceria com a Academia Mourãoense de Letras (AML), realizou, em 17 de maio, a entrega de aproximadamente 200 livros à Biblioteca Municipal “Professor Egydio Martelo”. Da cerimônia, realizada na Estação da Luz “Dom Eliseu Simões Mendes”, participaram autoridades locais, integrantes das duas entidades que viabilizaram o repasse do acervo bibliográfico, servidores municipais e representantes das unidades locais do SESC e do SENAC, além de um grupo de crianças atendidas pela Rede Municipal de Ensino.

Os livros entregues foram conseguidos pela Cmeg e a AML junto ao Sistema Fecomércio Paraná SESC/SENAC. Obras literárias e livros de pesquisa, científicos, infantis e de outros gêneros compõem o acervo doado. Coube à presidente da Cmeg e da AML, Ester de Abreu Piacentini, fazer a entrega ao prefeito Municipal. A cerimônia foi aberta com uma apresentação do projeto Contação de Histórias para crianças atendidas pela escola Municipal Domingos José de Souza (do jardim Tropical I). Cidinha Coletty Jornalista, empresária, fotógrafa e colunista

CIDADE EM REVISTA

53


Arney e Beth Ecker Daí passaram a tarifar as entradas dos visitantes e criaram novos espaços de visitação e serviços para tornar o turismo mais interessante. Além dos túneis de exploração é possível conhecer a oficina de lapidação, a loja de exposição e vendas de pedras, objetos de decoração e jóias; o parque temático sobre mitos guarani; o museu pré-colombiano e encerrar com excelente almoço no restaurante local. Em cada etapa do passeio encontramos algo que nos encanta. Ver os sulcos abertos na rocha e deles florescer pedras de diversas cores, valores, tipos, nos faz reconhecer as maravilhas da criação. Como não admirar que num mesmo canal aberto na rocha podem ser encontradas ametistas, quartzo rosas, brancos, etc. Tudo encanta. Aprendemos através do guia, a difícil tarefa de extrair da rocha a pedra sem machucá-la, ou danificá-la. É possível um minerador passar meses com seu martelo, para extrair uma pedra de grande valor sem comprometer o material.

54

CIDADE EM REVISTA


Do lado de fora da mina também é possível ver pedras que brilham e estão expostas aguardando a exploração. Não é permitido entrar na oficina de lapidação. Apenas olhar pelo lado externo. Mas é possível compreender o trabalho do profissional ao visitar a loja e exposição adjacente. Além da diversidade de pedras preciosas expostas, as peças de decoração são maravilhosas. As joías também encantam. Difícil escolher a mais bela. Após tantos momentos de admiração podemos visitar o parque temático onde, através de trilhas, encontramos figuras da mitologia Guarani. No local há excelente sistema de informação digital ao lado de cada figura. Basta acessar escolhendo o idioma de preferência, espanhol ou inglês, para ouvir o relato sobre a figura escolhida. Não detalharemos isto para não estragar a surpresa de uma possível visita. Na sequência, o museu. A sala de entrada apresenta um vídeo da teoria do surgimento do universo. Teoria esta, defendida pelos materialistas mas que, é interessante conhecer.

CIDADE EM REVISTA

55


Posteriormente, adentramos à sala de exposição onde são mostradas infinidade de tipos de pedras, incluindo a pedra lascada, fósseis do período pré-colombiano, de seres vertebrados e invertebrados do período citado. Após passeio tão surpreendente e belo, é possível saborear um almoço no restaurante local. Que também foi construído visando melhorar a rentabilidade da empresa. Atende 500 pessoas sentadas e pode ser usado para festas e eventos. Igualmente, visa atender os trabalhadores locais. Observando isto, gostaria de mostrar que, mesmo diante da adversidade, é possível encontrar meios de subsistir. O Brasil também passa por um momento difícil. Não podemos desanimar com nossos empreendimentos. Sempre é possível melhorar. Nossos vizinhos deram um exemplo de criatividade e estão lá para oferecer o que é bom e garantir o espaço e sustento de seus trabalhadores. Beth Ecker.

56

CIDADE EM REVISTA


LIVROS PARA A BIBLIOTECA MUNICIPAL A Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios de Campo Mourão e Região (Cmeg), em parceria com a Academia Mourãoense de Letras (AML), realizou, em 17 de maio, a entrega de aproximadamente 200 livros à Biblioteca Municipal “Professor Egydio Martelo”. Da cerimônia, realizada na Estação da Luz “Dom Eliseu Simões Mendes”, participaram autoridades locais, integrantes das duas entidades que viabilizaram o repasse do acervo bibliográfico, servidores municipais e representantes das unidades locais do SESC e do SENAC, além de um grupo de crianças atendidas pela Rede Municipal de Ensino.

Os livros entregues foram conseguidos pela Cmeg e a AML junto ao Sistema Fecomércio Paraná SESC/SENAC. Obras literárias e livros de pesquisa, científicos, infantis e de outros gêneros compõem o acervo doado. Coube à presidente da Cmeg e da AML, Ester de Abreu Piacentini, fazer a entrega ao prefeito Municipal. A cerimônia foi aberta com uma apresentação do projeto Contação de Histórias para crianças atendidas pela escola Municipal Domingos José de Souza (do jardim Tropical I). Cidinha Coletty Jornalista, empresária, fotógrafa e colunista

CIDADE EM REVISTA

57


Casa das Fraldas há 10 anos Foi no dia 6 de maio de 2008, em uma sala cedida pela Associação Comercial e Industrial (Acicam), que acadêmicos de Direito da Faculdade Integrado se reuniram pela primeira vez para confeccionar fraldas para repassar a entidades filantrópicas de Campo Mourão. A meta era produzir 5 mil fraldas, mas a ação inicialmente projetada para ser temporária tornou-se permanente com a instalação da Casa das Fraldas. A produção nesses 10 anos já chega a 1 milhão e 400 mil fraldas e o projeto de responsabilidade foi transformado em 2017 em Fundação Casa das Fraldas São José. Mas o êxito da ação inovadora não ficou restrito a Campo Mourão. Nos últimos anos, o projeto idealizado pela advogada, professora e diretora executiva da Acicma, Marta Kaiser Leitner, foi adotado e implantado em quase duas dezenas de cidades paranaenses. Também foi implantado na Bahia e brevemente poderá ser colocado em prática também em Rondônia. Parte da produção é destinadas gratuitamente a entidades filantrópicas de Campo Mourão. Entre elas, o Lar dos Velhinhos Frederico Ozanam, o Hospital Santa Casa, a APAE e Lar Dona Jacira, entre outras. São instituições onde a fralda é um produto indispensável, e é consumido em larga escala que consumia par58

CIDADE EM REVISTA

te expressiva dos parcos recursos disponíveis. Ao atender essa demanda, a Casa das Fraldas acaba ajudando também a viabilizar a reforma de instalações, ampliações, aquisição de equipamentos, ampliação da clientela atendida, implementação de novas ações e outras ações dessas entidades. Porém, não são beneficiadas apenas entidades filantrópicas. Todos os meses, a Casa das Fraldas fornece o produto a cerca de 450 pessoas de Campo Mourão comprovadamente carentes, em situação de miserabilidade, devidamente cadastradas. A inclusão dos beneficiados é precedida de uma visita “in loco” para constatar a necessidade e a real situação de carência. A partir daí, a distribuição e o monitoramento tem o apoio da Pastoral da Saúde. Não é demais ressaltar que para o idoso ou uma pessoa acamada, por exemplo, a fralda descartável não é um simples produto de higiene. Para aquelas pessoas carentes, atendidas pela ação, a fralda é ingrediente importantíssimo também para o resgate e manutenção da autoestima. Isso porque dificilmente teriam condições de comprar o produto. Ao longo desses 10 anos, a Casa das Fraldas enviou ainda doações para atender desabrigados de enchentes e outros fenômenos


climáticos ocorridos em Santa Catarina e na região serrana do Rio de Janeiro. Fez ainda doações e inúmeras entidades filantrópicas da região. A Origem Tudo começou durante uma aula do curso de Direito da Faculdade Integrado. Como o currículo do curso exigia o desenvolvimento de uma atividade acadêmica de responsabilidade social, a professora Marta Kaiser Leitner propôs um desafio aos acadêmicos: confeccionar fraldas para destinar a entidades locais. De pronto, os futuros advogados, juízes, promotores aceitaram o desafio. A ação teve o apoio da Associação Comercial e Industrial (Acicam), então presidida por Nestor Bisi, bem como da direção da Faculdade Integrado. O projeto contou com a ajuda financeira de empresários e professores. Com a colaboração de R$ 10,00 de cada aluno foram adquiridos os kits de matéria prima para a produção das fraldas. Os acadêmicos cumpriram a meta em pouco tempo, com um trabalho rápido e eficaz. Foram produzidas não cinco mil fraldas, mas 20.830 fraldas, entregues para o Lar dos Velhinhos, Lar da Jacira e Hospital Santa Casa de Campo Mourão. O extraordinário resultado alcançado pela ação na comunidade e a repercussão obtida pela ação levaram a mantenedora da Faculdade Integrado, professora Conceição Montans Baer, e o então presidente da Acicam, Nestor Bisi, a propor à idealizadora do projeto Marta Kaiser Leitner, a continuidade da produção de fraldas, com o desenvolvimento de um trabalho de caráter permanente.

CIDADE EM REVISTA

59


O desafio foi prontamente aceito e, no dia 13 de novembro de 2008, foi inaugurada a Casa das Fraldas São José, localizada na Rua. Edmundo Mercer, nº 900. Na coordenação do projeto de responsabilidade social permaneceu a idealizadora da ação, Marta Kaiser Leitner. A Associação Comercial Industrial de Campo Mourão e a Faculdade Integrado também permaneceram à frente da ação, que conta com a parceria de instituições, Justiça Estadual, Justiça Federal, clubes de serviço e empresas. O trabalho voluntário é outra característica marcante da Casa das Fraldas. São os alunos da Faculdade Integrado, membros de clubes de serviços, grupos de amigos, apenados e a comunidade de Campo Mourão que produz – de forma voluntária - as fraldas.. O projeto ganhou destaque estadual quando recebeu, em 2010, o Prêmio FACIAP – Responsabilidade Social e Desenvolvimento Sustentável. Em 2013, a Casa das Fraldas conquistou o Prêmio Bom Exemplo Paraná, outorgado pela RPC TV e a Fundação Dom Cabral. No dia 12 de julho de 2017 aconteceu a assembleia de constituição da Fundação Casa das Fraldas São José. A transformação do projeto de ação de responsabilidade social em fundação visou facilitar a captação de recursos financeiros, não apenas junto ao poder público, mas através de doações para abatimento em tributos. Com mais recursos, o objetivo é aumentar em 20 por cento a produção para atender toda a demanda de Campo Mourão e parte da demanda regional. 60

CIDADE EM REVISTA

A construção de sede própria é outra meta da Fundação Casa das Fraldas. As instalações atuais são pequenas e para a construção da sede própria – que viabilizará a ampliação da produção – já existe o compromisso de doação de terreno por parte da prefeitura. Diretoria A diretoria da Fundação Casa das Fraldas São José está assim constituída: presidente – Marta Paulina Kaiser Leitner; Vice-presidente – Juscelino Fernandes da Costa; secretária – Salete Doneda; Maria da Conceição Montans Baer e Paulo Cesar Gomes (conselheiros). A diretoria executiva é composta por Marta Kaiser Leitner (presidente), Salete Doneda (secretária), Bem Hur Roberval Teixeira Berbet (tesoureiro), Nestor Ocimar Bisi, Nobutochi Kimura e Luiz Carlos Feitoza (membros efetivos do Conselho Fiscal), Eloi Ricardo Cobbe Bonkoski, Itamar Zeni e Antônio Luiz de Matos (suplentes do Conselho Fiscal). A instituição tem quatro sócios beneméritos: Associação Comercial e Industrial (Acicam), CIEs – Centro Educacional Integrado, Unimed/Regional de Campo Mourão e a Coamo Agroindustrial Cooperativa. Cidade em Revista acompanha desde o início divulgando o trabalho feito com amor, interessante que ela nasceu no aniversário desta colunista(13.11). Cidinha Coletty jornalista, empresária, fotógrafa e colunista cidadeemrevista.com | cidinhacoletty.com.br


ASR - TROFÉU COORDENADORIA E O TROFÉU MENÇÃO DE HONRA Alessandra Zago, Presidente da ASR Gestão 2017/2018, termina sua gestão agraciada com o Troféu Coordenadoria e o Troféu Menção de Honra. Foram muitos trabalhos relevantes com as 34 companheiras. O reconhecimento entre tantas Associações do Distrito 4630 vem dos inúmeros projetos voltados à filantropia. No Projeto Delas pra Elas, atuou com o Banco de Perucas e Empréstimos de Perucas às pacientes em tratamento contra o Câncer.

CIDADE EM REVISTA

61


No Projeto “Solidárias aos Recicladores” Além de servir Lanches mensalmente. Na Cooperativa de Resíduos Solidários, além de presentes em datas comemorativas, também foram entregues materiais escolares para os filhos dos cooperados. Por estar mensalmente no local, tem-se a possibilidade de atender para encaminhamentos a exames oftalmológico, odontológicos e obstetras. Projeto “Compartilhar o que Sabemos”: As talentosas companheiras ensinam a fazer sabão, culinária e artesanato. Projeto “Divertidas formas de Ensinar”: Doação de duas estantes onde se tem o palco para contação de histórias e teatro de fantoches, somando 22 estantes já doadas e o que beneficia 4.650 alunos. A proposta é ensinar de forma divertida através dos fantoches.

62

CIDADE EM REVISTA


Comunicação: Oral, Escrita, Voz, Disfagia, Audição, Motricidade Oral, Ronco/Apnéia

Cidinha Coletty Jornalista, empresária, fotógrafa, colunista

44.3523-1149 LUCIAVIELFONO@HOTMAIL.COM

R. SÃO JOSAFAT, 1418 SALA 37 - 3º ANDAR CENTRO MÉDICO CAMPO MOURÃO

Arte: Cidade em Revista

Estão sendo Finalizados projetos para obtenção de recursos com vistas à sustentabilidade dos demais. Dentre os projetos estão o projeto “Mão na Massa Forno e Fogão” para a confecção de Bolos Natalinos e o projeto Bazar. O Bazar em prol do Banco de Perucas será realizado no Salão da Paróquia Santa Rita no dia 09/06/2018 quando será apresentada a próxima Presidente Senhora Eleni Martins para a Gestão 2018/2019.

“Nada é mais deficiente que o preconceito, e nada mais eficiente que o amor!”


CAMINHADA DE MEDITAÇÃO Saúde Física e Mental pelos Caminhos de Peabiru. -Vai, vai caminhar um pouco para você se acalmar, espairecer! Por vezes quando estamos nervosos ou sob intenso stress ouvimos este conselho. Um conselho muito válido, pois primeiro, ao agirmos por impulso ou na raiva sempre cometemos erros dos quais nos arrependeremos depois. Também, conforme cientificamente confirmado, produzimos substâncias quando caminhamos que nos fazem ficar de bom humor, mais tranquilos.

64

CIDADE EM REVISTA


Nesta ideia é que pelos Caminhos de Peabiru realiza-se, principalmente no inverno, a Caminhada de Meditação pelos Caminhos de Peabiru. Percurso de 10km, passando por estradas rurais, minas de água, rios, floresta exuberante e montanhas. Sobre as montanhas, com visão geral do Vale do Rio do Campo. Após caminhada leve, chegase ao topo: todos se sentam na grama verde e têm visão privilegiada da paisagem deslumbrante. Todos sãoconvidados a fecharem os olhos, controlarem a respiração, sentir o bater do coração, o vento no rosto, limpar a mente e conectar-se com a essência primeira a natureza, a religação com Deus, com a natureza e consigo mesmo. Em seguida, abrem os olhos e ficam minutos em silêncio, meditando e refletindo. Recarregados, seguem uma breve caminhada sobre o topo da montanha, sempre com visão do todo. Após travessia pela mata, chega-se a um lugar deslumbrante: água de mina cristalina, jorrando do paredão de pedra , inunda uma área, formando uma paisagem paradisíaca, um lago calmo e sereno.

CIDADE EM REVISTA

65


A água, cuja composição química é diferente, energiza aqueles que nela entram, todos meditam sobre as belezas da vida. Igualmente faziam os antigos indígenas quando saíam pelos Caminhos de Peabiru em busca do Iwy Maraey, a Terra Sem Mal. Diante de algum problema na aldeia, caminhavam em busca da iluminação, esperando as respostas, as soluções e estas viriam com a purificação dos desejos, da mente, da alma em algum ponto da caminhada. Ao fim da Caminhadade Meditação, todos estão prontos e recarregados para a semana e prontas para serem pessoas cada vez melhores, religadas consigo e com o mundo a sua volta. ARLÉTO ROCHA Coordenador do Projeto Caminhos de Peabiru Membro da Academia Mourãoense de Letras. FOTOS: Paula Daisa 66

CIDADE EM REVISTA


as ASAS Movendo os braços em sentido circular, na lateral do corpo, eu voava! Horas de treinamento eram necessárias para que o movimento de cada braço tivesse a potência de uma hélice. Até chegar ao equilíbrio aéreo dos dois braços funcionando sincronicamente, levei muitos tombos, feri os joelhos, machuquei as mãos e esfolei a sola dos pés. Mas depois de algum tempo, conseguido o equilíbrio e dado o primeiro salto no ar, eu planava a poucos centímetros do chão. Aos poucos ia me elevando e ganhando altura sobre as construções da rua, depois do bairro, a seguir da cidade. A dor inicial do esforço dos braços em hélices ia desaparecendo e um ruído característico indicava o surgimento de asas potentes, que agora me sustentavam no ar. Mais que vê-las, eu podia senti-las fortemente enraizadas no meu corpo.

De início eu estava só e não vislumbrava viva-alma no espaço aberto que se descortinava aos meus olhos. Aos poucos, porém, manchas claras no céu me indicavam a presença de outros seres iguais. Por diversas vezes observei-os à distância temendo suas presenças. De corpos magros e de longos cabelos, suas vestes diáfanas, que mal se delineavam no azul acinzentado do espaço, tornavam-nos surreais. Mas a sensação de tranquilidade e segurança, aos poucos, tomava conta de mim e eu soube que podia confiar neles. Eram seres como eu, desgarrados do mundo, que nas madrugadas cumpriam o destino de livrar-se de si mesmos e seguir o anseio interior de libertação.

CIDADE EM REVISTA

67


Nos primeiros dias éramos dois ou três seres iguais, no entanto, com o passar das semanas e o aprendizado da elevação a níveis mais altos do espaço, pude constatar que éramos muitos. Semelhantes em aparência, com o tempo nos aproximamos. Ficávamos horas a dialogar, planando tranquilamente, como se boiássemos numa agradável e imensa piscina, numa franca afronta às leis da realidade física do mundo material. Uma observação que pude fazer é que éramos, na totalidade do grupo, seres femininos, notívagos e, de certa forma, sonâmbulos, já que muitos dentre nós só se davam conta de onde estavam ao sentir no rosto a brisa fria da elevação no espaço. Isso só era possível porque o ritual de elevação já era tão inerente à nossa cognição que muitas vezes passava despercebido do corpo físico.

68

CIDADE EM REVISTA


Foram tempos de descoberta. Minha consciência ganhava amplitude, se expandia. Os limites da realidade se ampliavam e eu já podia perceber o que normalmente era imperceptível. Eu sentia que tudo era possível desde que me mantivesse liberta das cadeias impostas pelos limites da realidade material, concreta e palpável. Se havia alguma verdade ela estava ali, no esforço do aprendizado da transformação e da elevação, no imperceptível que está no cotidiano, no além da razão que flerta com a racionalidade, mas sem manifestar-se, discreto em sua totalidade divergente e transgressora. Assim como chegou, o tempo de voar se foi, inexplicavelmente. Por vezes, ainda me lembro das demais companheiras de jornada e fico a imaginar se lhes ocorreu o mesmo que a mim e uma pergunta insiste em incomodar meus dias: O que, afinal, foi feito de minhas asas?

*Dirce Bortotti Salvadori, escritora

CIDADE EM REVISTA

69


PARQUE DE DIVERSÕES DO PRÍNCIPE LUCCA Lindo de viver Lucca Girotto de Almeida Cardoso ganhou festa no 1º Aniversário realizada pelos pais, casal de médicos Ademir Cardoso JR. e Amanda Girotto Cardoso. Presença dos avós, Sérgio Eduardo Girotto e Neusa Girotto; Ozania Cardoso; as tias Marina Girotto e Alexandra Cardoso, bisavós Conceição de Carvalho e Augusto Flores de Carvalho. Na Associação dos Funcionários Ipê com alegria contagiante da turminha miúda.

70

CIDADE EM REVISTA


YÁZIGI CAMPING O Yázigi Kids realizou mais uma edição do evento mais esperado do ano, o Yázigi Camping. Este ano, sem sombra de dúvidas, foi o acampamento em que os alunos mais se divertiram. Atividades dinâmicas que trabalham com o senso de equipe, companheirismo e raciocínio rápido conquistaram os alunos que tiveram energia para brincar a noite inteira.

YÁZIGI KIDS CAMPO MOURÃO Inglês a partir de 3 anos (44) 3810-3614 (44) 9 9102-2249 Rua São Josafat, 1550 CIDADE EM REVISTA

71


UM SHOW O BAILE DE ANIVERSÁRIO DA MAÇONARIA LUZ DO ORIENTE

Bola branquíssima para o tradicional baile de aniversário comemorativo aos 64 anos da Loja Maçônica Luz do Oriente 1ª nº 11, realizado em 27 de abril, no Celebra Eventos de Campo Mourão. Em destaque o venerável Mestre da Loja Maçônica, Marlon de Lima Canteri e Juliana Zuan Esteves em companhia de amigos! Noite maravilhosa com convidados VIPs, descontração, um luxo. Evento maiúsculo com belíssima decoração, excelente música e ótimo buffet Paradise de Maringá. Parabéns aos organizadores, festa Top.

72

CIDADE EM REVISTA


CIDADE EM REVISTA

73


FESTIVA ÀS MÃES Noite agradável na Casa da Amizade, com a realização da festiva em homenagem as Mães do Rotary Club De Campo Mourão Gralha Azul. Linda apresentação de vídeo dos filhos para as mães, finalizando com jantar delicioso do Buffet Bassani. Emoção do presidente Fabio Battistella, companheiros e esposas. No destaque, Dra. Valéria Mazzo Tavares e seu filho.

74

CIDADE EM REVISTA


JANTAR EM HOMENAGEM ÀS MÃES Parabéns para todas as mães, noite agradável e alegre no jantar realizado em 11 de maio. Merecem destaque as organizadoras pela iniciativa de proporcionar bons momentos: Jaqueline Manzano Ferreira (UCP); Elaine Andrade Souza (UPJ); Thamires Lopes Oliveira (UPA) da Primeira Igreja Presbiteriana de Campo Mourão.

CIDADE EM REVISTA

75


ANIVERSARIO LÉA DE PAOLIS Festa linda marcou a noite do dia 14 de abril com a aniversariante Léa De Paolis comemorando em grande estilo os 80 Anos bem vividos. Ao longo da vida fez muitos amigos em Campo Mourão e por onde passou, a família de Minas Gerais se fez presente com surpresas agradáveis. Presença marcante de amigos, desejamos muitas e muitas felicidades sempre, Deus abençoe você com saúde, amor e prosperidade!

76

CIDADE EM REVISTA


CIDADE EM REVISTA

77


JANTAR ITALIANO DO ROTARY CLUB RAIO DE LUZ Foi um sucesso o 1°Jantar Italiano do Rotary Club de Campo Mourão Raio de Luz realizado em 5 de maio na Casa da Amizade. Noite agradável com cardápio do Buffet Bassani, boa música e decoração linda. Parabéns à presidente Tatiany Fontoura França e a todas as companheiras pela iniciativa. Renda em prol da UTI - Santa Casa.

78

CIDADE EM REVISTA


LINDA FESTA DOS 80 ANOS DE ARNEY ECKER Que festa de comemoração dos 80 Anos do amigo, Arney Ecker, em 02 de junho realizada na Associação dos Funcionários Ipê! Ao lado da esposa Beth Ecker, filhos Eduardo Ecker e Cris Cristina Ecker, nora Alessandra, eles receberam para almoço os seletos amigos em um dia de muita alegria. Tudo com bom gosto descontração, ao som da Banda Santo Matrimônio.

CIDADE EM REVISTA

79


DICAS DE LEITURA O Alquimista Esta história, brilhante em sua simplicidade e com uma sabedoria que nos estimula, é sobre um jovem pastor da Andaluzia chamado Santiago que viaja de sua cidade natal na Espanha para o deserto do Egito em busca de um tesouro escondido perto das Pirâmides. Ao longo do caminho, ele encontra uma cigana, um homem que se diz rei e um alquimista, que lhe indicam a direção para a sua busca. Ninguém sabe que tesouro é esse, ou se Santiago será capaz de ultrapassar os obstáculos de seu trajeto. Mas o que começa como uma jornada para encontrar bens mundanos se transforma na descoberta do tesouro que se encontra dentro dele mesmo. Emocionante e profundamente humano, este clássico contemporâneo é um testamento eterno do poder transformador dos nossos sonhos e da importância de ouvirmos nossos corações.

Autor: Coelho,Paulo Nº de Páginas: 232 Assunto: Romance Ano: 1988

80

CIDADE EM REVISTA


A Sutil Arte de Ligar o F*da-Se

M

ark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão. Livre-se agora da felicidade maquiada e superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora.

Autor: Manson, Mark Nº de Páginas: 224 Assunto: Desenvolvimento Pessoal Ano: 2017

Como Eu Era Antes de Você

A

os 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico, Will Traynor. Ele desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.Como eu era antes de você é uma história de amor e uma história de família, mas acima de tudo é uma história sobre a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.

Autor: Moyes, Jojo Nº de Páginas: 320 Assunto: Romance Ano: 2013

CIDADE EM REVISTA

81


Homo Deus

S

empre com um olhar no passado e nas nossas origens, Harari investiga o futuro da humanidade em busca de uma resposta tão difícil quanto essencial: depois de séculos de guerras, fome e pobreza, qual será nosso destino na Terra? A partir de uma visão absolutamente original de nossa história, ele combina pesquisas de ponta e os mais recentes avanços científicos à sua conhecida capacidade de observar o passado de uma maneira inteiramente nova. Assim, descobrir os próximos passos da evolução humana será também redescobrir quem fomos e quais caminhos tomamos para chegar até aqui.

Autor: Harari, Yuval Noah Nº de Páginas: 448 Assunto: Contos e Crônicas Ano: 2016

O Milagre da Manhã

C

onheça o método simples e eficaz que vai proporcionar a vida dos sonhos — antes das 8 horas da manhã! Hal Elrod explica os benefícios de acordar cedo e desenvolver todo o nosso potencial e as nossas habilidades. O milagre da manhã permite que o leitor alcance níveis de sucesso jamais imaginados, tanto na vida pessoal quanto profissional. A mudança de hábitos e a nova rotina matinal proposta por Hal vão proporcionar melhorias significativas na saúde, na felicidade, nos relacionamentos, nas finanças, na espiritualidade ou quaisquer outras áreas que necessitem ser aprimoradas.

Autor: Elrod, Hal Nº de Páginas: 196 Assunto: Desenvolvimento Pessoal Ano: 2016

82

CIDADE EM REVISTA


Outros Jeitos de Usar A Boca

O

utros jeitos de usar a boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles.

Autor: Kaur, Rupi Nº de Páginas: 208 Assunto: Poema e Poesia Ano: 2017

Torne-Se Quem Você É

O

sho traduz para o leitor de hoje a sabedoria de Nietzsche e os ensinamentos de Zaratustra, formando com eles um trio da mais pura dinamite filosófica. O leitor é incentivado a passar por uma profunda metamorfose, alcançar todo o seu potencial e se transformar em tudo de melhor que pode vir a ser. De forma leve e coloquial, mas em tom incisivo e inspirador, Osho passa a mensagem que devemos aprender a celebrar, de que cada um de nós tem um imenso potencial para transformar a própria vida através da alegria, do canto, da dança, do riso e da gratidão pela existência.

Autor: Osho Nº de Páginas: 272 Assunto: Filosofia Ano: 2017

CIDADE EM REVISTA

83


Deuses Americanos

S

hadow Moon, um ex-presidiário que acabou de ser libertado e cujo único objetivo é voltar para casa e para a esposa, Laura. Mas seus planos se transformam em poeira quando ele descobre que Laura morreu em um acidente de carro. Sem lar, sem emprego e sem rumo, ele conhece Wednesday e embarca em uma viagem tumultuada e reveladora por cidades inusitadas dos Estados Unidos. É nessa aventura que o protagonista se depara com os deuses antigos (que chegaram ao Novo Mundo junto dos imigrantes) e os modernos (o dinheiro, a televisão, a tecnologia, as drogas), que estão se preparando para uma guerra que ninguém viu, mas que já começou.

Autor: Gaiman, Neil Nº de Páginas: 576 Assunto: Mitologia Ano: 2016

Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares

A

história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas.

Autor: Riggs, Ransom Nº de Páginas: 336 Assunto: Ficção Ano: 2015

84

CIDADE EM REVISTA


lançamentos do

junho 2018 | julho 2018

Jurassic World: Reino Ameaçado

Q

uatro anos após o fechamento do Jurassic Park, um vulcão prestes a entrar em erupção põe em risco a vida na ilha Nublar. No local não há mais qualquer presença humana, com os dinossauros vivendo livremente. Diante da situação, é preciso tomar uma decisão: deve-se retornar à ilha para salvar os animais ou abandoná-los para uma nova extinção? Decidida a resgatá-los, Claire (Bryce Dallas Howard) convoca Owen (Chris Pratt) a retornar à ilha com ela.

Lançamento 21/06/2018 Direção: J.A. Bayona Duração: Indisponível Gênero: Ação | Aventura CIDADE EM REVISTA

85


todo dia

B

aseado no aclamado best-seller do The New York Times de David Levithan, “Todo Dia” conta a história de Rhiannon, uma garota de 16 anos que se apaixona por uma alma misteriosa chamada “A” que habita um corpo diferente todos os dias. Sentindo uma conexão incomparável, Rhiannon e A trabalham todos os dias para encontrar um ao outro, sem saber o que ou quem o próximo dia irá reservar. Quanto mais os dois se apaixonam, mais as realidades de amar alguém que é uma pessoa diferente a cada 24 horas afeta eles, levando o casal a enfrentar a decisão mais difícil que eles já tiveram que tomar.

lançamento 14/06/2018 Direção: Michael Sucsy Duração: 1h 40m Gênero: Romance

Os Incríveis 2

Q

uando Helena Pêra é chamada para voltar a lutar contra o crime como a super-heroína Mulher-Elástica, cabe ao seu marido, Roberto, a tarefa de cuidar das crianças, especialmente o bebê Zezé. O que ele não esperava era que o caçula da família também tivesse superpoderes, que surgem sem qualquer controle.

Lançamento 28/06/2018 Direção: Brad Bird Duração: Indisponível Gênero: Animação

86

CIDADE EM REVISTA


Além do Homem

A

lberto Luppo é um escritor brasileiro que mora em Paris há anos e desde então renega suas raízes tropicais. Quando um famoso antropólogo francês desaparece na cidade de Milho Verde, Minas Gerais, ele volta para sua terra natal e inicia uma investigação para descobrir o paradeiro do velho amigo. No entanto, durante a viagem, ele se encanta pela cultura brasileira, assim como suas terras e sua gente, algo até então impossível para ele.

Lançamento 28/06/2018 Direção: Willy Biondani Duração: Indisponível Gênero: Drama

SIcÁrio: Dia do Soldado

D

epois de Scicario - Terra de Ninguém, acompanhe o misterioso Alejandro Gillick (Benicio Del Toro) e o oficial da CIA, Matt Graver (Josh Brolin), trabalhando juntos em uma audaciosa ação secreta. Na missão que envolve a filha de um chefão das drogas, Isabelle (Isabella Moner), Alejandro acaba se vendo em uma encruzilhada moral e suas escolhas podem acabar desencadeando uma sangrenta guerra de cartéis.

Lançamento 28/06/2018 Direção: Stefano Sollima Duração: 2h02min Gênero: Suspense | Ação | Policial

CIDADE EM REVISTA

87


Homem-Formiga e a Vespa

S

cott Lang lida com as consequências de suas escolhas tanto como superherói quanto como pai. Enquanto tenta reequilibrar sua vida com suas responsabilidades como o Homem-Formiga, ele é confrontado por Hope van Dyne e Dr. Hank Pym com uma nova missão urgente. Scott deve mais uma vez vestir o uniforme e aprender a lutar ao lado da Vespa, trabalhando em conjunto para descobrir segredos do passado.

Lançamento 05/07/2018 Direção: Peyton Reed Duração: Indisponível Gênero: Fantasia | Ficção científica

Arranha Céu: Coragem sem Limite

W

ill Ford, um veterano de guerra e ex-líder da operação de resgate do FBI, que agora avalia segurança de arranha-céus. Em missão na China, ele encontra o mais seguro e mais alto edifício do mundo em chamas, e é culpado por isso. Will deve encontrar os responsáveis pelo incêndio, limpar seu nome e de alguma forma resgatar sua família que está presa no interior do edifício acima da linha de fogo.

Lançamento 12/07/2018 Direção: Rawson Marshall Thurber Duração: Indisponível Gênero: Ação | Aventura

88

CIDADE EM REVISTA


Hotel Transylvânia 3

A

gora que Dennis, o neto de Drácula, é um completo vampiro, as coisas não poderiam estar melhores no Hotel transilvânia. Quando um milionário ganancioso ameaça destruir a propriedade para construir um resort, a família de Dráculo e os monstros precisam se unir para certificar que ele nunca complete os seus planos.

Lançamento 12/07/2018 Direção: Genndy Tartakovsky Duração: Indisponível Gênero: Animação | Comédia

Missão Impossível: Efeito Fallout

A

s melhores intenções muitas vezes voltam para assombrá-lo. Em MISSÃO IMPOSSÍVEL: EFEITO FALLOUT, Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe do IMF (Alec Baldwin, Simon Pegg, Ving Rhames), na companhia de aliados conhecidos (Rebecca Ferguson, Michelle Monaghan), estão em uma corrida contra o tempo depois que uma missão dá errado. Henry Cavill, Angela Basset e Vanessa Kirby são as novidades do elenco, com Christopher McQuarrie de volta à direção.

Lançamento 26/07/2018 Direção: Christopher McQuarrie Duração: Indisponível Gênero: Ação

CIDADE EM REVISTA

89


90

CIDADE EM REVISTA


E as ores, cansadas de não serem vistas nos galhos, resolveram se deitar na passagem.

Mensagem: Cida Freitas Foto: Cidinha Coletty

CIDADE EM REVISTA

91


HISTÓRICO DE CONFIANÇA São 25 anos de história entre a Marcovic e Campo Mourão. Mais de 8 mil negócios fechados e famílias realizando sonhos.

44 3523 2323

Cidade em Revista - Edição 50  
Cidade em Revista - Edição 50  
Advertisement