Page 1

Jornal

cidade

Curta nossa Fan Page e fique bem informado. facebook.com/jornalcidadeemfocosrv

em foco

SRV

R$2,00

Ano 1 - Edição 16 - Santa Rosa de Viterbo, 10 de maio de 2013

Café de Negócios reúne empresários locais

Câmara - Faculdade pode vir, Artivinco pode ir

página 5

Banda toca no Nosso Teto em comemoração ao aniversário do Bairro páginas 12 e 13

Torneio do Trabalhador de Futebol Society

página 17

A vovó das poesias

páginas 11 página 20

Opinião do Cidadão – Vocês não acham que deveria ser proibido o estacionamento e o retorno na Avenida Presidente Vargas?

página 7


2

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Edição 16 - Ano 1

3


4

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Cãmara

Edição 16 - Ano 1

Faculdade pode vir, Artivinco pode ir polícia

Furto qualificado em uma das farmácias do Nosso Teto

Na Câmara Municipal essa semana a reunião foi rápida. Depois de algumas indicações, algumas aprovações, nenhuma discussão, o Presidente manifestou-se sobre o “Caso Artivinco” “É preocupante com o que nos deparamos, todos os vereadores foram recebidos pelo sr. Sidnei, juntamente com o prefeito e o vice. Falamos sobre a necessidade de cada funcionário cumprir a risca com as suas obrigações, a empresa representa muito para o nosso município. Esta foi a empresa que empregou quando a Sabonete foi embora. Quando o problema é de mercado não temos como

interferir. Percebemos que está caracterizado que o empresário deve reduzir custos e visar lucros”. Dr Gonini explica ainda que na reunião, o proprietário abriu as portas da indústria para que todos os vereadores fossem gradativamente conversar com os funcionários para conscientiza-los da importância da empresa na cidade e de seus próprios empregos. Sobre trazer mais uma Faculdade de ensino à distância para o Município, Dr. Gonini pediu vistas, novamente. “Existe a necessidade de propor emendas ao projeto, já que se trata de um bem imóvel público”.

Expediente

Direção Geral Jaqueline Lasarete de Bem (16) 8169.1340 Jornalista Responsável Alexandre Neri Xavier MTB – 26.599 Impresssão Grafisc São Carlos (16) 3368.3435

Colaboradores João de Bem Alex Cássio Pereira Felipe Palomares André Nader Eduardo Bertocco Rodolfo Ap. da Silva Soma Design e Publicidade Cristina Yazbek

cidadeemfocosrv@gmail.com

Na última quartafeira, subtraíram vários objetos da uma farmácia no Bairro Nosso Teto. A Policia Civil já identificou e indiciou por furto qualificado os dois autores que podem pegar uma pena de 2 a 5 anos de reclusão. Um deles é morador do próprio bairro e outro da Cohab

IV. Dr. Gonini disse que através das filmagens das câmeras chegaram aos autores, mesmo eles estando encapuzados. “Câmera de Vigilância na cidade, em estabelecimentos ou residências facilita muito a identificação dos autores pela Policia Civil”, conclui Gonini.

5

por João de Bem jotabem@bol.com.br

JUSTIÇA - NEM SEMPRE JUSTA Não há justiça justa – parece pleonasmo - mas não é. Pelo o pouco que estudei na escola de direito e a vivencia de mais de sessenta anos nesse mundo, me autorizam a externar que não existe o absolutamente certo ou o errado. Tudo é relativo. Por isso, no Direito, não há como determinar-se culpa ou inocência com absoluto grau de justiça – e as sentenças nem sempre são proporcionais aos crimes cometidos. Casos de grande repercussão na mídia – como o julgamento dos integrantes do esquema denominado Mensalão como crime de corrupção envolvendo políticos e como o julgamento atual dos policiais que participaram do massacre do Carandiru – são exemplos marcantes. Advogados de defesa e acusação interpretam a justiça de ângulos opostos e juízes, em tese, arbitrariam sentenças isentos de pressões sociais ou de sua opinião particular formada sobre o caso, fundamentando-a integralmente em provas materiais ou testemunhais apresentadas e no que determina a lei. O Estado – esse monstrengo armado de uma miríade de leis – não atende religiosamente às necessidades do cidadão e sua função está muito distante da isonômica teórica constitucional “todos os cidadãos são iguais perante a lei” e outras tantas “gerigonças” do tipo “a saúde é dever do estado e direito do cidadão” a mesma “besteira” é escrita também para a educação. Estamos “cordeiramente” assistindo inúmeros discursos pré-eleitorais com promessas de melhoria nessas áreas – educação, saúde e habitação – invariavelmente os ensaboados políticos são bons no discurso. Na prática pouco realizam quando eleitos. O fato é que esse Estado todo “torto” está cada vez mais torto, sugando energias do cidadão. Há um desequilíbrio muito grande entre o que é arrecadado e o retorno em termos de obras e serviços para a população que o sustenta, a maioria com sacrifício, extorquida que é incessantemente por todo tipo de taxas e impostos. Tudo é do Estado e para o Estado - nada é do cidadão ou para o cidadão. Este, para viver, precisa se virar, quando não consegue com trabalho honesto envereda pelo crime – o fato é que todos precisam viver. O Estado irresponsável jamais é punido por seus crimes provocados indiretamente por irresponsáveis políticos no poder contra o cidadão indefeso!


6

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Edição 16 - Ano 1

7

Opinião do Cidadão Pergunta feita por José Roberto

José Roberto

Essa pagina está vinculada ao Grupo do Facebook - Cidade em Foco – Opinião do Cidadão – Escolhemos alguns comentários, mas o debate na integra está no grupo, na internet. É só solicitar participação, visualizar e dar sua opinião, sugestão, critica ou elogio.

Jose Roberto: Vocês não acham que deveria ser proibido o estacionamento e o retorno na Avenida Presidente Vargas? Comentários : Marta Cristina Souza: Tem muita gente perdendo dinheiro em Santa Rosa, muitos lugares já poderiam ser estacionamentos. Faz falta e no centro da cidade também. Renan Romeiro: Fazer estacionamento pra cobrar numa cidade de menos de 30 mil habitantes não acho viável. E se fizerem, com certeza, não vai resolver o problema da avenida. Acho que proibir o retorno já ajudaria bastante no tráfego, pelo menos amenizaria um pouco a faixa rápida das duas vias. Jose Roberto: Mas a idéia não é cobrar, o ideal é que se usem as ruas perpendiculares e ruas laterais da avenida, isso facilitaria e muito o transito, só ficariam estacionamentos onde há recuo no prédio, como a farmacia e a tropical. Bruna Albertin: Não sei se concordo plenamente, por um lado não seria ruim, mas por outro, a maior parte do comercio esta localizada na avenida, proibir o estacionamento

Adão Ismael

Marta Cristina Souza

Bruna Albertin

Renan Romeiro

não ia ajudar, as pessoas não gostam de parar longe e andar muito pra fazer suas compras, fora as gestantes, idosos e pessoas com crianças. Imagine em dia de chuva ter q parar longe de onde quer ir, e posicionar o retorno apenas onde temos o semáforo não seria uma ideia ruim. Estacionamento pago não é uma boa idéia. Se for observar bem, a Rio Branco o problema é quase tão grande quanto na avenida, em

frente o Bradesco é quase impossível passar, além do banco tem a escola. Jose Roberto: Isso é verdade. Na Rio Branco deveria ser de um lado só Marta Cristina Souza: Assim como na Condessa. Jose Roberto: Mas a Condessa ainda divide o trânsito com a Sete de Setembro.

Bruna Albertin: Eu, por exemplo, trabalho no Foto Carvalho e tem gente que para o carro em frente a loja pra ir ate o Bradesco, porque tanto a Rio Branco quanto a Condessa estão lotadas. Jose Roberto: Eu ainda acho que do quarteirão do Banco do Brasil até a praça deveria ser calçadão. Adão Ismael Alves Pereira: Zona azul seria uma boa opção.

AIDESA Informa Fica prorrogado o Sorteio da AIDESA (Ação entre amigos) para o dia 11/06/2013 pela Loteria Federal .

A Ascensão do Senhor na vida do cristão Depois que o Senhor Jesus apareceu a seus discípulos foi elevado ao céu. Este acontecimento marca a transição entre a glória de Cristo ressuscitado e a de Cristo exaltado à direita do Pai. Marca também a possiPadre Alex Cássio Pereira bilidade de que a humanidade entre no Reino de Deus como tantas vezes Jesus anunciou. Desta forma, a ascensão do Senhor se integra no Mistério da Encarnação, que é seu momento conclusivo. A Ascensão de Cristo é também o ponto de partida para começar a ser testemunhas e anunciadores de Cristo exaltado que voltou ao Pai para sentar-se à sua direita. O Senhor glorificado continua presente no mundo por meio de sua ação nos que crêem em sua Palavra e deixam que o Espírito atue interiormente neles. O mandato de Jesus é claro e vigente: “Ide a todo o mundo e proclamai o Evangelho à toda a criatura”. Por isso, a nova presença do Ressuscitado em sua Igreja faz com que seu seguidores constituam a comunidade de vida e de salvação. A comunidade pós-pascal necessitou de um tempo para reforçar sua fé incipiente no Ressuscitado. A Ascensão é o fim de sua visibilidade terrena e o início de um novo tipo de presença entre nós. São Lucas, depois de escrever seu Evangelho, empreende também com a inspiração divina a tarefa de redigir algo do que ocorreu depois que Jesus ressuscitou e subiu ao céus. É a história do início da Igreja, os tempos fundacionais nos quais a mensagem cristã começa a ser proclamada como uma doutrina nova e surpreendente que deveria transformar o mundo inteiro. Assim nos refere que o Senhor, antes de subir ao trono de sua glória e enviar-lhes a força avassaladora do Espírito, aparece-lhe uma e outra vez durante quarenta dias, para fortalecê-los na fé e encender-lhes na caridades, para animá-los com a mais viva esperança. Com a Ascensão, o mandato de Jesus cobra uma força singular; compreendendo o valor da Paixão e da Morte. A partir dessa nova perspectiva, a Cruz era a força e a sabedoria de Deus. A partir desse momento podia-se falar em perdão e conversão, sem duvidas do amor e do poder divino de Jesus. Foi possível a conversão, exortar os homens para que se reconciliassem com Deus, cheio de misericórdia. Com a Ascensão de Jesus Cristo o caminho está aberto, e os fiéis convidados a percorrê-lo com Ele. Concedei-nos, Deus onipotente, exultar de alegria e dar-vos graças nesta liturgia de louvor, porque a ascensão de Jesus Cristo, vosso Filho, é nossa vitória, e onde nos Ele,que é nossa cabeça, nos precedeu, esperamos chegar também nós como membros de seu corpo. Por Jesus Cristo nosso Senhor, Amém


8

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Edição 16 - Ano 1

9


10

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Edição 16 - Ano 1

11

Jogos do Trabalhador 2013 O Bosque Municipal de Santa Rosa esteve durante o Dia do Trabalho

repleto de jogadores para a disputa dos Jogos do Trabalhador promovido

Bocha

1º Josias Jurandir de Melo e João Vitor Lima Santos Silva 2º Osvaldo Afonso Cantelli (Barão) e Marcos Antônio Aires (Branco) 3º Sérgio Stefanelli e Fábio Panzeri

Truco

1º Adriano César da Silva e Maurício de Oliveira 2º Clarimar Silvério Ribeiro (Tatu) e Cléris Silvério Ribeiro 3º Gléber Junior Clemente (Alemão do Sindicato) e João Batista

Malha

1º Sebastião Donizete Messias (Batidão) e José Sidnei Tobias (Tupã)

Torneio do Trabalhador de Futebol Society

Muita emoção marcou a decisão do 5º Torneio do Trabalhador de futebol society entre Usina Santa Rita e Chiaperini. Após empate no tempo normal pelo placar de 1 a 1 a decisão foi para a cobrança de pênaltis. Após 3 cobranças de cada lado Santa Rita sagrou-se campeã ao vencer por 3 a 2. Os jogos aconteceram no Bosque Municipal nos dias 28 de abril e 1º de maio.

Municipal de Futebol 2013 Dois jogos movimentaram a 2ª rodada do Campeonato Municipal de Futebol. O primeiro jogo entre Neris e Amigos e Divino FC foi marcado pelo equilíbrio terminando pelo placar de 2 a 2. Marcaram pelo Neris e Amigos Laerte e Edvaldo e pelo Divino Vinícius e Richard. O segundo jogo a equipe do Atlético venceu os Meninos da Vila por 1 a 0, gol de Carlos Augusto. A próxima rodada acontece dia 19 de maio. Mais informações no site www.santarosa.sp.gov.br

Caravana da Cidadania (manhã de lazer)

Neste domingo (12/05) a Caravana da Cidadania (manhã de lazer) estará presente na Praça Zuleika de Melo Moura Balbão. As equipes dos Departamentos de Esporte e Lazer, Saúde, Educação, Cultura, Meio Ambiente e Empreendedorismo da Prefeitura Municipal em parceria com a Associação de Bairros LUA/JP organizarão o evento que terá muita brincadeira para criançada, testes de glicemia e de pressão, panfletagem e informações do empreendedorismo, distribuição de mudas, brinquedos infláveis, cama elástica, pipoca, algodão doce entre outras atrações e atividades.

pela Prefeitura Municipal. Confira os resultados das seis modalidades dis-

putadas. As fotos estão no site www.santarosa. sp.gov.br

2º José Carlos da Costa (Guarda) e José Carlos Aguiar (Zé da malha) 3º Luz Felipe Mendes e Marcos Antônio Aires (Branco)

Dominó

1º Sérgio Stefanelli 2º Paulo Sérgio Ferreira Lopes 3º Juvenal Pires dos Santos

Vôlei de Areia

1º Leonardo Teófilo Alves e Paulo Henrique Sabino 2º Kessi Jhones A. dos Reis e Jaisson Franklin 3º Guilherme Oliveira Felipe e Felipe Henri Murari

Futebol Society 1º Santa Rita 2º Chiaperini 3º Ibirá

O evento começa às 9h00, traga sua família e participe desta festa.

Futebol de Areia e Vôlei de Areia

Acontecem neste domingo (12/05) os Festivais de futebol de areia masculino e vôlei de areia masculino e feminino. Os jogos serão realizados a partir das 9h00 na Praça Zuleika de Melo Moura Balbão. As inscrições devem ser feitas meia hora antes do início das competições. As premiações serão em medalhas de ouro e prata personalizadas do evento para os campeões e vice-campeões. Participe.

Copa Internacional de MTB

José Jurandir esteve na cidade de São João Del Rei -MG disputando a Copa Internacional de MTB, um dos maiores eventos do ciclismo mountain bike do Brasil. Zé bala como é conhecido, mostrou muita força, garra e determinação na prova onde reuniu os melhores atletas do país. Um circuito montado dentro da UFSJR (Universidade Federal) com aproximadamente 6 km os atletas percorreram quatro voltas com muitos obstáculos e apesar do forte calor e que exigiu muito dos competidores José Jurandir terminou na 11ª posição. “Estou muito feliz pelo resultado pois estou competindo com os melhores ciclistas do Brasil, sei que tenho muito potencial para melhorar minha posição, agradeço a Deus e aos meus apoiadores que sempre me ajudam para que eu possa representar Santa Rosa”, declarou Zé. A próxima competição será em Ribeirão Preto pelo campeonato ALIGA de MTB. Seus apoiadores: Departamento de Esporte e Lazer, Dona Elza, Júlio Cézar, Carlos Polazzo, Bolt energético drink, Academia korpus, Paulinho Bikes, Academia de natação H2o e Br Esportes.

Eduardo D. Vilas Bôas Bertocco Advogado e Consultor Jurídico

O empregado doméstico O doméstico, como bem se sabe, não é um empregado como outro qualquer; ele tem não só direitos próprios, mas também uma definição própria, que diferencia esta categoria dos demais tipos de empregados. Nesse sentido, doméstico é o empregado que presta serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativa à pessoa física ou à família, na residência do patrão. Desse modo, além de prestar os seus serviços em âmbito residencial - o que exclui a possibilidade do trabalho doméstico numa empresa -, o doméstico deve prestar serviços contínuos. Esse requisito da continuidade é um importante elemento de distinção com relação ao empregado comum, cujo vínculo empregatício depende somente da não-eventualidade dos seus serviços, requisito interpretado de maneira menos restritiva do que a continuidade, sinônimo de trabalho prestado várias vezes por semana. Para ser um doméstico, portanto, aquele que presta serviços, na casa de pessoa física ou de família, deve fazê-lo várias vezes por semana. O doméstico, por sua vez, representa uma categoria que só conseguiu conquistar os seus direitos aos poucos. Primeiro, em 1972, com a Lei n° 5859/72, que reconheceu a categoria e garantiu direitos como a carteira assinada e férias anuais remuneradas de 20 dias úteis. Aos poucos, no entanto, outros direitos foram sendo garantidos aos domésticos, como o vale-transporte (Lei 7418/85). Essa tendência foi acelerada com a Constituição Federal de 1988, que estendeu diversos dos direitos garantidos aos empregados urbanos e rurais aos empregados domésticos (direito ao salário mínimo, repouso semanal remunerado, férias anuais, irredutibilidade salarial e décimo terceiro salário). Outros direitos assegurados ao doméstico pela Constituição foram a licença-maternidade de 120 dias e a licença-paternidade de 5 dias, o direito ao aviso prévio, de 30 dias e aposentadoria. Esse rol de direitos do doméstico foi aumentado em 2006, com a Lei 11324/06. A origem dessa Lei 11324 é bastante curiosa. O governo Lula, preocupado em estimular a formalização do mercado de trabalho doméstico, editou uma Medida Provisória prevendo a possibilidade de o empregador doméstico deduzir, da sua declaração de imposto de renda, a contribuição paga ao INSS em favor do seu empregado doméstico. Levada a votação no Congresso Nacional, essa MP acabou recebendo tantas emendas dos parlamentares que o governo Lula se deparou com situação inusitada: ter de aprovar ou vetar uma lei que previra uma série de novos direitos ao doméstico. Direitos dos quais o mais polêmico era a transformação do FGTS do doméstico em obrigatório, já que, até então, o empregador doméstico podia escolher se inscrevia ou não o seu empregado no FGTS. A solução encontrada pelo governo, desse modo, foi a de aprovar alguns e vetar outros direitos contidos na lei. Poucos sabiam, mas o empregador doméstico podia, até a aprovação desta lei, descontar do seu empregado os valores despendidos com a sua alimentação e moradia, no caso de ele morar e se alimentar na casa do patrão. A Lei 11324 proibiu esse desconto, mas teve importante função ao resolver a controvérsia relativa às férias do doméstico, garantindo o direito a férias anuais remuneradas de 30 dias corridos. Agora, no último dia 3 de abril de 2013, foi publicada a chamada “PEC das Domésticas”, que iguala os direitos dos trabalhadores domésticos aos dos demais trabalhadores, entre eles a jornada de trabalho de oito horas diárias e 44 horas semanais, o pagamento de horas extras, a garantia de salário nunca inferior ao mínimo e o reconhecimento de convenções coletivas. De todos os direitos garantidos às domésticas, sete itens ainda precisam ser regulamentados pelo governo: seguro-desemprego, indenização em demissões sem justa causa, conta no FGTS, salário-família, adicional noturno, auxílio-creche e seguro contra acidente de trabalho. Se novos direitos foram garantidos ao doméstico, ainda há outros a serem assegurados em futuras reformas da legislação. Esperemos que este futuro não se perca de vista.


12

Edição 16 - Ano 1

Sinusite

Bom dia queridos leitores, vamos falar essa semana sobre sinusite, doença que também piora com o frio, e vem junto com resfriado, e a rinite. Sinusite é a inflamação das mucosas dos seios da face, região do crânio formada por cavidades ósseas ao redor do nariz, maçãs do por Dr. Rodolfo Ap. da Silva rosto e olhos. Os seios da face dão ressonância à voz, aquecem o ar inspirado e diminuem o peso do crânio, o que facilita sua sustentação. São revestidos por uma mucosa  semelhante à do nariz, rica em glândulas produtoras de muco e coberta por cílios dotados de movimentos vibráteis que conduzem o material estranho retido no muco para a parte posterior do nariz com a finalidade de eliminá-lo. O fluxo da secreção mucosa dos seios da face é permanente e imperceptível. Alterações anatômicas, que impedem a drenagem da secreção, e processos infecciosos ou alérgicos, que provocam inflamação das mucosas e facilitam a instalação de germes oportunistas, são fatores que predispõem à sinusite. Sintomas As sinusites podem ser divididas em agudas e crônicas. a) Sinusite aguda Costuma ocorrer dor de cabeça na área do seio da face mais comprometido (seio frontal, maxilar, etmoidal e esfenoidal). A dor pode ser forte, em pontada, pulsátil ou sensação de pressão ou peso na cabeça. Na grande maioria dos casos, surge obstrução nasal com presença de secreção amarela ou esverdeada, sanguinolenta, que dificulta a respiração. Febre, cansaço, coriza, tosse, dores musculares e perda de apetite costumam estar presentes. b) Sinusite crônica Os sintomas são os mesmos, porém variam muito de intensidade. A dor nos seios da face e a febre podem estar ausentes. A tosse costuma ser o sintoma preponderante. É geralmente noturna e aumenta de intensidade quando a pessoa se deita porque a secreção escorre pela parte posterior das fossas nasais e irrita as vias aéreas disparando o mecanismo de tosse. Recomendações O mais importante é diluir a secreção para que seja eliminada mais facilmente; Na vigência de gripes, resfriados e processos alérgicos que facilitem o aparecimento de sinusite, beba bastante líquido (pelo menos 2 litros de água por dia) e goteje de duas a três gotas de solução salina nas narinas. Inalações com solução salina, soro fisiológico ou vapor de água quente ajudam a eliminar as secreções; Evite o ar condicionado. Além de ressecar as mucosas e dificultar a drenagem de secreção, pode disseminar agentes infecciosos (especialmente fungos) que contaminam os seios da face; Procure um médico se os sintomas persistirem. O tratamento inadequado da sinusite pode torná-la crônica ou ainda originar daí outras doenças como a meningite. Feliz dia das mães à todas as mamães, um bom final de semanas a todos e um grande abraço do Dr.Rodolfo.

Sexta-feira, 10 de maio de 2013

Café de Negócios: ev

No último sábado foi realizada a primeira edição santa-rosense do Café de Negócios. O evento contou com a participação de dezenas de profissionais de diversas áreas e foi marcado pelo bom nível dos assuntos tratados. Realizado numa parceria entre a empresa CRM Eventos e Marketing e o CERP “ Centro Educacional Ribeirão Preto, o evento contou, na abertura, com uma palestra do Diretor Pedagógico do CERP, Milton Marcondes Jr. sobre a importância do recurso humano em toda organização. Com o tema Capital Humano: um re-

curso voraz, Milton discorreu durante pouco mais de uma hora sobre a importância do profissional em cada empresa, dicas de liderança, motivação e as abordagens corretas na hora de contratar e treinar os colaboradores de uma empresa. De maneira dinâmica, a palestra possibilitou a participação de vários empresários que estavam na plateia o que enriqueceu significamente o debate e a troca de informações entre os participantes. Em seguida, Milton apresentou um projeto do IAPE, Instituto de Apoio a Programas de Estágio, que

visa instituir o Programa Aprendiz em nossa cidade. A diretora executiva do projeto, Ana Cláudia Margatho estava presente ao evento e pode explicar detalhadamente como funciona esta ação, que é lei em todo o país e aguarda apenas a aprovação de uma lei municipal para ser instituída em nossa cidade. Depois de falas tão enriquecedoras, os participantes puderam desfrutar de um bom café e alguns quitutes. Nesse momento, muitos deles puderam trocar experiências, informações e até mesmo começarem a firmar parcerias entre suas empresas. Um

dos objetivos do evento, era unir os empresários e prestadores de serviços, formando uma rede de confiabilidade para formar negócios e parcerias. Com isso, a cidade se desenvolve e poderemos ter opções de serviços mais elaborados e adequados à realidade local. Como última ação do dia, os participantes puderam conferir um debate sobre empregabilidade e mercado de trabalho com alguns profissionais de sucesso em áreas distintas. Participaram da mesa de discussão o empresário Rogério Moscardin, da CRM Eventos que moderou a conversa, o administrador Roberto Caetano, o contador e advogado Alceu Nogueira e o engenheiro Rodrigo de Angeli. Por cerca de uma hora os profissionais puderam contar suas experiências profissionais e discorrer sobre vários assuntos ligados à pauta do debate. Com ampla experiência no mundo dos negócios, Roberto Caetano traçou um perfil muito interessante para um profissional ter sucesso. “É importante que ele esteja com vontade de trabalhar e aprender dia


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

vento foi um sucesso!

Alceu Nogueira e Roberto Caetano

a dia. Cheguei certa vez em um funcionário e disse: você quer trabalhar comigo? Isso basta: o restante eu ensino”, afirmou. Já o engenheiro Rodrigo de Angeli contou de algumas de suas experiências profissionais e destacou que para um profissional ter sucesso é preciso comprometimento com a empresa e com os resultados. “Vemos hoje muitos profissionais que pensam apenas no salário e benefícios que irão receber. É preciso mais que isso. Comprometimento é a palavra que define aquele

que terá sucesso ou não no mercado de trabalho”. Com muita experiência acumulada em mais de trinta anos de trabalho na cidade, o contador e advogado Alceu Nogueira trouxe informações preciosas aos participantes. Segundo ele, é preciso que toda a sociedade se conscientize que precisamos melhorar nossas condições de emprego e trabalho. Um dos pontos citados por todos os participantes é que nossa cidade precisa melhorar como um todo nesta área. “É preciso cobrar das autoridades pú-

13

Edição 16 - Ano 1

blicas leis e mecanismos para que os empresários possam crescer e se desenvolver”, disse Alceu. Para Roberto, todo empresário e profissional deve participar efetivamente do desenvolvimento da cidade, buscando parcerias e lutando para que não só a sua empresa cresça, mas sim toda a economia local. Terminado o evento a sensação foi de dever cumprido. Para Rogério Moscardin, um dos organizadores, o resultado alcançado foi o esperado. “Entendemos que come-

çamos hoje uma ação diferente em nossa cidade. Queremos contribuir com o desenvolvimento econômico de Santa Rosa e essa união de pessoas poderá iniciar essa reformulação de pensamento e ação no empresariado local. Não podemos mais esperar para agir. É hora de colocarmos a mão na massa e lutar para que nossa cidade cresça e se desenvolva”, afirmou. A perceber pelo empenho dos participantes, o empresário tem razão. A semente foi plantada. Agora é cultivar para que os frutos logo cheguem.

Rodrigo de Angeli

Honrar pai e mãe

Honrar seu pai e mãe é demonstrado através de palavras e ações que surgem de uma atitude interior de estima e respeito pela posição que ocupam. A palavra grega para honra significa PR. Felipe Palomares reverenciar, estimar e Min. Palavra e Verdade valorizar. Honrar é dar respeito não apenas pelo mérito, mas pela posição. Por exemplo, algumas pessoas podem não concordar com as decisões de seu presidente, mas ainda devem respeitar sua posição como líder de seu país. Semelhantemente, filhos de todas as idades devem honrar seus pais, quer seus pais mereçam ou não. Deus nos exorta a honrar nosso pai e mãe. Ele tanto valoriza honrar aos pais que incluiu esse princípio nos 10 mandamentos (Êxodo 20:12) e novamente no Novo Testamento: Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa, para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra (Efésios 6:1-3). É bem claro que somos comandados a honrar nossos pais, mas como? Honre-os tanto com suas ações como com suas attitudes (Marcos 7:6). Honre seus desejos, tanto os que eles já expressaram quando os que não expressaram verbalmente. O filho sábio {ouve} a correção do pai, mas o escarnecedor não ouve a repreensão (Provérbios 13:1). Enquanto devemos honrar nossos pais, isso não significa imitar os que não honram a Deus (Exequiel 20:18-19). O que devemos fazer se nossos pais nos pedem a fazer algo errado? Neste caso, devemos obedecer a Deus, e não aos homens (Atos 5:28). O comando de honrar aos pais é o único comando com uma promessa: para que te vá bem (Efésios 6:3). Honra gera honra. Deus não vai honrar aqueles que não obedecem Seu comando de honrar seus pais. Se desejamos agradar a Deus e ser abençoado, devemos honrar nossos pais. Honrar não é fácil, não é sempre divertido, e com certeza não é possível apenas com nossas próprias forças. No entanto, honra é um caminho certo ao nosso propósito de vida: glorificar a Deus. Vós, filhos, obedecei em tudo a {vossos} pais, porque isto é agradável ao Senhor (Colossenses 3:20).


14

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Edição 16 - Ano 1

15


16

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

17

Edição 16 - Ano 1

Banda Sinfônica toca no aniversário do Bairro Liliana Urtiaga Andreazza A Banda Sinfônica de Santa Rosa de Viterbo sob a regência do maestro Maurílio de Oliveira Júnior toca neste sábado, dia 11 de maio, às 18:30 horas na Praça Zuleika de Melo Moura Balbão, dando início as festividades do 31º Aniversário do Bairro Liliana Urtiaga Andreazza. Com o concerto a Banda Sinfônica abre a temporada de apresentações do ano 2013, prometendo um repertório variado, que alterna canções consagradas da música pop internacional com as tradicionais marchas militares do compositor norte-americano John Philip Souza.

Há vagas para aprender música Há vagas na Escola Municipal de Música “Plácido Bertocco”, para o aprendizado de diversos instrumentos musicais como piano, teclado, vio-

E a pinta?

lão, clarinete, trompete, trompa, trombone, bombardino, tuba e percussão. Os interessados devem comparecer na Estação da Cultura, situada na Praça da Bandeira, nº 850, centro, em horário comercial. As aulas são gratuitas e a seleção é realizada pelos primeiros inscritos. Os cursos proporcionam aulas de instrumento, teoria musical, percepção e prática

de conjunto. Os horários das aulas e ensaios são agendados de acordo com a disponibilidade dos alunos e dos professores. Outras informações com Letícia, pelo fone 3954-1918. Após a Banda Sinfônica, shows de música sertaneja. Após o concerto da banda a festa continua com apresentações de cantores sertanejos de destaque re-

gional, entre eles a revelação santa-rosense Gustavo Araújo, os cantores Luiz Gustavo e Fabiano, e a dupla Diego e Ramon. A Festa de Aniversário do Bairro é uma realização da Fundação Cultural, Prefeitura Municipal e Associação de Moradores Bairros LUA e Jardim Petrópolis, com o apoio da Câmara Municipal de Santa Rosa de Viterbo.

SEBRAE promove palestra para quem quer abrir empresa O SEBRAE realiza mais uma palestra visando instruir quem deseja abrir uma nova empresa. A abertura de uma empresa envolve especial atenção a vários aspectos, dentre eles, legais, gerenciais, trabalhistas, financeiros, tributários, etc. A palestra “PLANEJANDO A ABERTURA DE SUA EMPRESA” auxiliará o candidato a empresário preparar-se ao tomar a decisão de abrir ou não um negócio. Se esta for a sua situação, inscreva-se e garanta já a sua participação para este evento, que acontecerá no dia 23 de maio de 2013, das 19h às 21h, no Centro do Empreendedorismo, localizado a Avenida São Paulo, Nº100 (Próximo à Sabesp) - Vila Barros. Reservas pelo telefone 3954-1832.

Tanto se fala em preconceito e homofobia e sempre que falamos conscientemente ou até mesmo inconscientemente mente o que vem em nossas cabeças é o preconceito que gay e lésbicas sofrem vindo de heterossexuais. Não Por André Nader é? Porém, vocês sabiam que no meio também tem muito preconceito? Pois é, a famosa “pinta” não exclui nenhum gay ou lésbica do preconceito sofrido entre héteros e homossexuais. Existe um falso entendimento que ser gay másculo ou lésbica feminina vai livrar alguém do preconceito, desviar a atenção ou até mesmo trazer segurança nos casos extremos de agressão física ou moral. E o preconceito no próprio meio é tão grande ao ponto de alguns, mesmo aqueles que já encontraram a porta do armário não quererem estar perto daquele que ri alto, que bate cabelo, que anda desfilando ou que usa tantos brilhos durante o dia que chega brilhar mais que o sol. Tudo isso faz o que os “discretos” se sintam superiores aqueles que dão “pinta”. Mas, pra falar a verdade já vi muita pintosa ser mais homem que muito machão que anda por aí. Podem até não ser sinônimo de masculinidade, mas quando digo ser mais homem me refiro em suas atitudes e dignidade. Cada um tem seu estilo e usar mais brilho, gesticular mais, rir mais alto não o fará mais gay ou menos gay que aquele que é casado mais dá suas escapadinhas na madrugada, convenhamos e têm muitos deles por aí. A questão é que seu tipo não o difere de ninguém, considerando que a voz fina e os trejeitos não são adquiridos ao longo do tempo, não existe um treinamento ou curso pra isso. Faz parte da personalidade da pessoa, acreditem ela não pediu pra dar pinta, com certeza já nasceu com a estrelinha brilhando e aí, não dá pra mudar. Isso inclui as meninas, não dá pra desfazer da amiga só por que ela não se depila, usa cabelo curtinho e é marrenta tipo o “João do Caminhão”, ela não pediu pra ser assim é parte de sua personalidade. Enfim, o ponto que quero abordar é que independente do estilo de vida de cada um o preconceito entre nós é inadmissível. Se temos uma luta travada entre nós pela igualdade, qual o fundamento do preconceito nascer entre nós? Fica a questão, responda! Mas, isso apenas se tiver uma resposta plausível e convincente para tal, do contrário... Beijos, até a semana que vem!


18

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

19

Edição 16 - Ano 1

Colher de Pau

https://www.facebook.com/pages/Colher-de-Pau http://cristinayazbek.blogspot.com.br

Dia das mães é sempre uma festa, por isso a receita da semana é totalmente dedicada a essas mulheres tão especiais!

Desânimo não

Por Cristina Yazbek

Frango Assado ao Limão e Ervas Ingredientes:

Modo de Preparo:

1 frango inteiro 1 maçã verde 1 limão Sal a gosto Pimenta do reino a gosto Azeite 2 colheres de Tomilho em pó 2 colheres de Alecrim em pó 2 colheres de louro em pó

Coloque o frango em um refratário com o peito para baixo. Pressione toda a coluna, até que sinta estralar. Tempere o frango com sal, pimenta, azeite, as raspas do limão, o suco do limão e esfregue o limão espremido na pele do frango. Corte a maçã em 4 pedaços, coloque dentro do frango com o “bagaço”do limão. Junte as ervas em pó e espalhe no frango todo. Leve ao forno a 130 °C com o peito para baixo por 40 minutos. Vire o frango e aumente a temperatura para 200 °C e deixe por mais 40 minutos ou até dourar.

Quando você se observar, à beira do desânimo, acelere o passo para frente, proibindose parar. Ore, pedindo a Deus mais luz para vencer as sombras. Faça algo de bom, além do cansaço em que se veja. Leia uma página edificante, que lhe auxilie o raciocínio na mudança construtiva de ideias. Tente contato de pessoas, cuja conversação lhe melhore o clima espiritual. Procure um ambiente, no qual lhe seja possível ouvir palavras e instruções que lhe enobreçam os pensamentos. Preste um favor, especialmente aquele favor que você esteja adiando. Visite um enfermo, buscando reconforto naqueles que atravessam dificuldades maiores que as suas. Atenda às tarefas imediatas que esperam por você e que lhe impeçam qualquer demora nas nuvens do desalento. Guarde a convicção de que todos estamos caminhando para adiante, através de problemas e lutas, na aquisição de experiência, e de que a vida concorda com as pausas de refazimento das nossas forças, mas não se acomoda com a inércia em momento algum.


20

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013

Sociais

Foto do ano passado, mas com muitas mães, filhas, tias, sobrinhas...Parabéns mulheres Giovana Lapa e o vovó Geni

Mamãe Minha mãe tudo que tenho devo a ti, Por isso não te esqueci. O teu dia tão lindo comemoramos aqui. O teu dia se comemora, como o dia de Nossa Senhora, aquela criatura que a gente tanto venera e adora. Ser mãe ....é ser uma criatura, pedaço do coração de Maria, que viu seu filho nascer numa pobre estrebaria....De tanto passar trabalho, você envelheceu. Conte comigo mamãe. Sou um pedacinho seu..Mamãe tu estas velhinha. Seu rosto todo enrugado.. Mas..tú és para mim o anjo mais adorado. (poesia escrita por Geni Palhares da Silva - 83 anos de idade, em homenagem as mães)

Rafaela e Mariana na Pasta e CIA

Renata Costa com os filhos Mariana e Eduardo

Heire, Heigi e Lúcia no Heigi Concept


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Edição 16 - Ano 1

21


22

Edição 16 - Ano 1 “O que diz a Bíblia sobre ser uma mãe cristã?” Ser mãe é um papel muito importante que o Senhor escolhe para dar a muitas mulheres. Às mães é dito que amem seus filhos em Tito 2:4-5, que diz: “Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada.” A Bíblia nunca ordena que todas as mulheres devam ser mães. Contudo, diz que aquelas que o Senhor abençoa e se tornam mães devem tomar seriamente tal responsabilidade. As mães têm um papel único e crucialmente importante nas vidas de seus filhos. A maternidade não é um trabalho ou tarefa desagradável. Da mesma forma com que uma mãe gera seu filho durante a gravidez, e da mesma forma com que a mãe alimenta e cuida de seu filho durante a infância, as mães têm também um papel constante na vida de seus filhos, adolescentes, jovens adultos e até filhos completamente adultos. Enquanto o papel da maternidade deve se transformar e se desenvolver, o amor, cuidado, educação e encorajamento que uma mãe dá nunca devem terminar. Feliz dia a todas as mães. Pastor Miguel

Sexta-feira, 10 de maio de 2013


Sexta-feira, 16 de maio de 2013

Edição 16 - Ano 1

23


24

Edição 16 - Ano 1

Sexta-feira, 10 de maio de 2013

Cidade em Foco SRV - Ed. 16  

Cidade em Foco SRV - Ed. 16

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you