Page 1

CAMPOS DOS GOYTACAZES, URURAÍ - TERÇA-FEIRA 11 DE SETEMBRO DE 2018


BOCA X RIVER

“PREFIRO NÃO CHORAR POR ARBITRAGEM, PREFIRO INICIAR A SEMANA TRABALHANDO DURO”/ Ruan

COM

***

EMOÇÃO!

Boca encaminhava segunda vitória consecutiva, mas River consegue empate após mudança pra lá de inusitada no esquema tático.

2X2 RIVER PLATE

É Festa No segundo gol, os jogadores foram à loucura, juntamente com a torcida.

BOCA JUNIORS

VISÃO DO JOGO

M

Mais um grande jogo para a galeria do Clássico FC. O placar em igualdade da manhã deste sábado, obteve sabores diferentes para ambos os times. Para o Boca (que chegou abrir 2 x 0 no placar e encurtaria a vantagem do rival na tabela), teve gosto amargo. Já para o River, que achou o empate nos acréscimos, teve sabor de vitória.

tativa o volante Bruno B7 estava lá e abriu o placar para o time do Boca, logo aos 5’ de jogo.

Ampliou o marcador Com poucas oportunidades para ambos os lados na primeira etapa, o Boca não desperdiçou as que teve. Aos 32’ em escanteio cobrado pela direita, o volante Robinho subiu livre para ampliar o placar. Boca 2 x 0

Olha o Boca aí!

Ousadia do professor

Logo de início, o Boca resolveu testar o goleiro adversário. No primeiro chute de fora da área, o goleirão soltou mas não teve ninguém para conferir. Já na segunda ten-

No segundo tempo, o River voltou com 5 atacantes, formação que surpreendeu à todos. Apesar disso, o time não conseguiu ameaçar tanto o adversário.

River voltou com 5 atacantes pro segundo tempo, formação ousada que deu resultado.

Mudou a história Com a mudança na formação, a equipe conseguiu o suficiente para não ser derrotada. A reação começou com o gol do atacante Rodolfo Bolinha. O jogador com seu 1,60 de altura, ficou livre e cabeceou para o fundo das redes. A partir daí a torcida do

River começou à empurrar o time.

Emoção é o que não falta! Quando tudo se encaminhava para mais uma vitória do Boca, já nos acréscimos, Rodolfo Bolinha ganhou no alto, a bola sobrou para Ruan Paraíba acionar o lateral Gustavinho para empatar e dar números finais a partida. Ainda teve tempo do lateral Dougnaldo ser expulso após falta forte em Ruan Paraíba.

Enquanto isso Após o apito final, muita reclamação em ambos os lados em relação a arbitragem, com lances de faltas não marcados.

1


BOCA X RIVER

“JOGO BEM DISPUTADO, MESMO PERDENDO NÃO NOS ENTREGAMOS EM MOMENTO ALGUM!”/ Fernandinho

Dupla deu show em campo

Surtiu efeito “Uma loucura que deu certo”, assim ficou definida a ousadia do técnico ao alterar o esquema tático do time no intervalo. E toda essa mudança teve dedo de ninguém mais ninguém menos que... Fabinho ! O meia e capitão do time suspenso por se envolver em confusão no jogo passado, esteve presente nos bastidores para apoiar o time, e ao findar do primeiro tempo, foi do craque a idéia do time voltar à campo com 5 atacantes na formação, idéia essa comprada pelo técnico. Fabinho declarou: “Estávamos atrás do placar então resolvi dar uma idéia ao técnico de colocar nosso time pra frente por que precisávamos buscar o empate de qualquer maneira, mas nada daria certo se os jogadores não comprassem a idéia e acreditassem até

o final” sobre arbitragem tão questionada, o atleta respondeu “acho que não influenciou no resultado, teve erros sim, mas para os dois lados”. A equipe desembarcou ontem, e no aeroporto a torcida reconhecendo o bom momento que o time vem vivendo, não parava de cantar um minuto, os jogadores retornam às atividades amanhã, e a semana promete ser de muita preparação. O goleiro Erminho foi um dos poucos criticados na equipe por duas falhas no primeiro tempo, críticas essas que serviram de combustível para que o arqueiro se redimisse, no segundo tempo Erminho fez grandes defesas que salvaram a equipe, após o jogo ele disse: “vou me preparar para esses erros não acontecerem denovo”.

FANÁTICO!

POLÊMICO

No sábado, entrou em campo o goleiro Erminho, mas o goleiro Levir marcou presença no estádio! O atleta mesmo sem ter entrado em campo foi muito aplaudido pela torcida. Um vídeo feito por um torcedor e que rapidamente já se espalhou pelas redes, mostrou um Levir apreensivo, e a todo momento gritando com o time. Enrolado numa bandeira, o arqueiro explodiu de alegria no gol e chegou à invadir o campo para comemorar. Um torcedor twittou “Ele tem o DNA do River! Espero que seja nosso

O jogo foi marcado por diversos lances duvidosos sendo ignorados pela arbitragem, no lado do Boca, os jogadores reclamaram de um possível impedimento no gol de Bolinha, já no lado do River, as reclamações foram por conta de um pênalti não marcado no atacante Phael Coréia ainda no primeiro tempo. O árbitro Gerson Tim foi duramente criticado, e precisou sair de campo escoltado. Os jogadores e comissões técnicas se irritavam ainda mais ao verem que durante o jogo Tim se recusava à consultar o árbitro de vídeo nos lances mais polêmicos. Será que as noitadas do árbitro tem o prejudicado nos jogos ?

Foi de felicidade e superação, com a bola nos braços foi um modo que encontrei de incentivar minha equipe a buscar o empate, e graças a Deus pude estar no lugar certo , com um bom posicionamento para fazer o gol! E como disse o goleiro Rival “Deus é justo” BOLINHA sobre gol e comemoração.

Uma felicidade imensa por ter acertado aquele chute que não foi com a perna “boa”, mas o mais importante foi que conseguimos o empate e continuamos líderes como de costume. GUSTAVINHO sobre gol. 2


BOCA X RIVER

CONHECIDO POR SUA GARRA E ENTREGA À CADA JOGO, VOLANTE TEM SE DESTACADO NA EQUIPE. ENTREVISTA EXCLUSIVA

O Pitbull do River!

Xodó da torcida, volante tem sido exemplo para os companheiros de equipe.

Espécie de Cuellar Brasileiro. Assim é também reconhecido Jean Pierre pela torcida do River Plate. Tendo já defendido os 2 clubes, o Pitbull do Monumental de Nuñez rapidamente caiu nas graças da torcida pela sua entrega em campo , liderança, garra e motivação. No último jogo as coisas não foram diferentes, e Jean mais uma vez pôde contribuir para que sua equipe chegasse ao empate nos acréscimos, e é claro com sabor de vitória. O jogador recebeu nossa equipe em sua casa e respondeu algumas perguntas relacionadas ao Clássico. Confira:

BATE-BOLA Jean, o River vem passando por um grande momento com uma vantagem considerável sobre o adversário! Como explicar?

Você é conhecido por sua raça e entrega dentro de campo, há alguma motivação antes dos jogos?

Isso é fruto de muito trabalho, todos ali sabem do seu valor e exploramos isso para cada um dar o máximo de si, mas sem dúvidas nossa maior característica é nossa união, nós somos uma família.

Eu tenho meu ritual na sexta-feira, fico meditando sobre os jogos, estudando o adversário, mas o que realmente me faz ter toda essa garra e determinação são meus companheiros, eles são a fonte da minha motivação.

Você vem sendo considerado pelos seus companheiros como um exemplo dentro e fora de campo, como lidar com isso? É muito gratificante como Cristão, me sinto muito honrado e abençoado por isso, meu maior objetivo é ajudar meu clube e meus companheiros.

Na temporada passada você jogou pelo Boca, como tem sido jogar pelo River? Você sente que a equipe tem mais a sua cara?

Sem dúvidas o que me encanta no River é a união e o espírito que essa equipe tem de nunca se entregar, de querer sempre vencer com jogo limpo, de sempre se levantar A torcida carinhosamente o apeapós as quedas, por esse motilidou de Pitbull. É algo que te vo me indentifiquei mais aqui. motiva mais? Quem você se espelha no elenco? Eu só tenho a agradecer à essa torcida maravilhosa! Quem Eu sou muito observador e não fica motivado ouvindo a tento sempre tirar de cada galera gritar “Pitbull”? Esse é um o seu melhor, então cada o meu combustível, eu gosto um me inspira de uma forma, do apelido. pois todos tem muito talento. 3


BOCA X RIVER

“FALTOU MATARMOS O JOGO NO SEGUNDO TEMPO, O BOCA TEM QUE MELHORAR NESSAS COISAS”/ Lucas

De quem foi Fez falta a culpa? no time? Jogadores culpam a arbitragem pelo resultado, mas time ainda tem que melhorar em alguns aspectos. O Boca esteve na frente no placar vencendo por 2x0 no primeiro tempo, mas aparentemente foi vítima novamente daquilo que tem sido seu maior vilão: o cansaço! Como já lemos em edições anteriores, o Boca começava à frente no placar, mas no segundo tempo vacilava, chegando à tomar o empate ou até mesmo a virada. No jogo de sábado, a história se repetiu, vimos em campo um time bem diferente daquele que vimos na semana passada que venceu por 4x0, para Rian, o time deveria ter matado o jogo: “O nosso time faltou matar o jogo, desperdiçamos as chances que tivemos, o nosso time se comportou bem, mas infelizmente fomos prejudicados pela arbitragem com dois gols irregulares” muito foi falado sobre a arbitragem, os jogadores reclamaram de impedimento de Bolinha no primeiro gol e falta do mesmo no segundo.

Para alguns, a culpa foi única e exclusivamente da arbitragem, mas será que não faltou alguma coisa no time? Para Allan Marques o time pecou nas bolas aéreas: “Faltou atenção nas bolas aéreas, o árbitro deu dois gols irregulares para o River, mas foram duas desatenções nossas pelo alto” no desembarque do time ontem, um grupo de

torcedores apoiavam o time, enquanto outros vaiavam, o maior alvo das vaias era o atacante Higor Capelli, que desperdiçou boa chance de gol, e já não balança as redes há alguns meses. Por outro lado, o atacante Biju foi um dos mais aplaudidos pelo bom momento que tem passado, mas sábado o craque esteve apagado em campo.

Craque do Boca, o volante Robinho foi autor de um belo gol de cabeça, na comemoração o craque fez o gesto “embalando bebê” estilo Bebeto na copa de 94, o que deixou muitos torcedores felizes, pois até então nenhuma notícia havia sido dada que o jogador iria ser pai, mas segundo ele tudo não passou de uma brincadeira: “Foi só pra descontrair, minha esposa deu entrada no hospital e achei que poderia ser alguma coisa,

raças à Deus não foi nada.” Robinho foi substituído no segundo tempo, no momento da substituição, era possível ouvir um coro de torcedores gritando BURRO para o técnico, pois o volante é considerado peça chave do time, sua alteração pareceu mexer com os ânimos da equipe que mais uma vez sofreu com sua ausência. Essa é a grande questão a ser levantada, será que a equipe do Boca depende tanto de um só jogador ?

Arbitragem polêmica

“Perdi a cabeça”

O jogo foi marcado por diversos lances duvidosos sendo ignorados pela arbitragem. No lado do Boca, os jogadores reclamaram de um possível impedimento no gol de Bolinha, já no lado do River, as reclamações foram por conta de um pênalti não marcado no atacante Phael Coréia ainda no primeiro tempo. Há quem diga que a atuação do árbitro Gerson Tim tenha influenciado no resultado final. Fato é que o mesmo foi duramente criticado, e

O lateral Dougnaldo, um dos queridinhos da torcida e um dos que mais vem se preparando no elenco, recebeu vaias de sua torcida pela primeira vez desde que retornou à equipe, o atleta cometeu falta forte em Ruan Paraíba, causando uma confusão generalizada em campo, recebendo assim vermelho direto, uma falta que poderia ter sido evitada, visto que já estava nos acréscimos para encerrar a partida,

precisou sair de campo escoltado. Por conta disso, nossa equipe não conseguiu contato.

De olho nele... Não é de hoje que as reclamações sobre o árbitro acontecem. Na coletiva de imprensa, quando perguntado sobre o caso, um membro da comissão técnica do River alegou que as recentes má atuações do mesmo, se devem ao fato das noitadas que

tem frequentado às sextas-feiras. Por diversas vezes Gerson tem publicado em seus stories vídeos onde aparece em casas noturnas, e isso tem chamado a atenção da AFA (Associação de Futebol Argentino). Alguns sites afirmaram que o árbitro recebeu uma dura do presidente Claudio Fabián Tapia há uns meses atrás, mas parece que não surtiram efeito. A questão é: Será que Tim está exagerando ?

decisão do árbitro não foi contestada dessa vez, pois a falta foi clara, o jogador não quis falar com a imprensa no momento, mas no desembarque do time ontem, ele aceitou dar uma palavrinha, se mostrando arrependido: “Sofri uma entrada forte já no final do jogo onde o árbitro interpretou como falta só para amarelo e acabei perdendo a cabeça e cometendo aquele erro logo após. Mas conversei com Ruan, é um irmão pra mim e já está tudo certo, vou cumprir minha suspensão.

4


SELEÇÃO DA RODADA Jogadores eleitos destaques da última rodada,

5

Clássico FC - Edição 08/09/18 - Fique por dentro do que rolou !  
Clássico FC - Edição 08/09/18 - Fique por dentro do que rolou !  
Advertisement