Page 1

Maio 2013 n.º 1

CHOeste

NEWSLETTER

Centro Hospitalar do Oeste | Edição n.º 07 | junho e julho de 2017 Reunião de trabalho com o Sr. Ministro da Saúde na

Mensagem da Presidente Nos últimos meses o CHOeste tem vindo a adquirir novos equipamentos que permitem melhorar a diferenciação técnica dos Serviços, bem como a qualidade dos meios complementares de diagnósticos utilizados.

Unidade de Caldas da Rainha do CHOeste… Página 03

O Conselho de Administração congratula-se com a renovação da sala de espera da urgência de Pediatria na Unidade de Torres Vedras, que foi recentemente reestruturada com o apoio de mecenas locais. Exemplos desta natureza são necessários para a revitalização deste Centro Hospitalar. Recordo também, que é um grande orgulho para este Centro Hospitalar estar entre os dez hospitais em Portugal que disponibilizam o Serviço Baby Care aos pais dos bebés internados na Unidade de Neonatologia. Representa uma maior humanização dos cuidados e uma maior responsabilidade profissional. Por fim, gostaria de expressar a minha satisfação pelos investimentos anunciados pelo Sr. Ministro da Saúde aquando da sua vinda a Caldas da Rainha, nomeadamente as obras de remodelação da Urgência da Unidade de Torres Vedras e da reformulação da Farmácia do CHOeste. O Conselho de Administração deseja a todos/as boas férias, e um bom regresso. A Presidente do Conselho de Administração Ana Paula Harfouche

Serviço Baby Care na Neonatologia do CHOeste…Página 02

No CHOeste a Responsabilidade pela Qualidade é de Todos Visite-nos em www.choeste.min-saude.pt

1


ÍNDICE

Serviço Baby Care no CHOeste Decorreu em 11 de ju-

02. Em Destaque

lho, a apresentação do

- Serviço Baby Care no CHOeste

Serviço Baby Care, na Unidade de Neonatolo-

03. Em Destaque

gia do Centro Hospitalar

- Reunião de Trabalho: Ministro da Saúde

do Oeste, localizada em

anuncia obras no CHOeste

Caldas da Rainha. Este serviço, em funciona-

- Renovação da Sala de Espera da Pedia-

mento desde 01 de ju-

tria de Torres Vedras

nho, é apoiado pela Fundação PT, e permite aos pais dos bebés internados

04. Em Notícia

nesta Unidade acompanharem os seus filhos 24 horas por dia, a partir de um computador ligado à Internet.

- Novo Fardamento, um orgulho institucisuperiores de saúde, técnicos de diag-

de cada profissional na estrutura inDesde o início do mês de junho, os A apresentação do Serviço Baby Care contou com a presença da Diretora nóstico e terapêutica, assistentes opeterna da instituição. onal colaboradores do Centro Hospitalar PT, técnicos. Graça Rebocho, racionaisdaeFundação assistentes Este da Presidente do Conselho de AdministraCom a implementação do novo fardado Oeste (CHOeste) dispõem de um novo fardamento, para além de assução do CHOeste, Ana Paula Harfouche, daeDiretora Serviço Neonato05. Em Notícia mento do novodocartão dedeidentificanovo fardamento institucional nas mir um logia papeldode relevo na proteção ção profissional, o Centro Hospitalar do CHOeste, três unidades hospitalares que constide cada profissional, permite de for- Oeste pretende adaptar, melhorar e - tuem CHOeste assinou protocolo com o INEM o CHOeste: Caldas da Rainha, Luísa Preto, da ma clara a identificação dos mesmos dignificar a imagem dos seus profissiopara renovação frota de VMER Peniche e Torresda Vedras. Enfermeira-chefe enquanto elementos integrantes da nais, tornando-os embaixadores de instituição, fomentando a confiança uma imagem de qualidade e de confiando Serviço de Ne-O Reunião dociente Conselho Consultivo CHOeste, de que a imagem e dos doentes na sua atuação. ça perante os doentes, seus familiares e a qualidade percecionadas pelos doonatologia, Alcina a comunidade. 06. Emtêm Notícia entes uma forte relação no conSousa, familiAliado ao novoe de fardamento, foi tamtacto estabelecido com cada profissionovo que modelo de carares um de bebés - nal, Dia criou Mundial damodelos Criança de emvestuário Peniche bém criado vários tão de identificação profissional que, estão a utilizar o que diferem consoante o grupo profis- sional: «Alergia, Asma enfermeiros, e Desporto na Escola» por simples observação, transmite ao médicos, técnicos Baby Care doente Serviço e aos seus familiares a função no Centro Hospi07. CHOeste Acontece

- SIMPLEX + Saúde 08. Em Notícia - Novos equipamentos no CHOeste

09. Em Entrevista

talar do Oeste. Na Unidade de Neonatologia do CHOeste, existem atualmente oito câmaras de vídeo instaladas junto às incubadoras e aos berços, ligadas a um servidor de vídeo IP, que permite aos pais acederem à incubadora onde se encontra o bebé, mediante uma senha atribuída pelo hospital. Até ao momento, nove famílias

- Dra. Ana Costa, Membro da Comissão da

usufruíram do Serviço

Qualidade e Segurança do Doente

Baby Care no CHOeste.

10. O CHOeste Aconselha

No âmbito da sua estratégia de responsabilida-

- Dia Mundial do Controlo de Infeção

de social, a Fundação PT,

11. CHOeste Elogios

disponibiliza de forma gratuita todos os equipa-

12. CHOeste Acontece - Um dia no CHOeste…

mentos e infraestruturas necessárias para o funcionamento do Serviço Baby Care. Atualmente este Serviço está disponível em 10 hospitais ao nível nacional, tem um total de 100 câmaras de vídeo instaladas, e já beneficiou 1.500 famílias.

2


EM DESTAQUE

Reunião de Trabalho 13 de julho de 2017

Ministro da Saúde anuncia obras no CHOeste As obras de remodelação da urgência do Hospital de Torres Vedras e da farmácia do Centro Hospitalar do Oeste vão avançar, anunciou o Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes. Após a reunião com a administração do CHOeste e com os Presidentes dos três concelhos onde se localizam as unidades hospitalares do centro [Caldas da Rainha, Torres Vedras e

Peniche], o Ministro afirmou que «é prioritário reformular a farmácia». Ana Paula Harfouche, Presidente do Conselho de Administração do CHOeste, expressou no final satisfação pelos investimentos anunciados pelo Ministro da Saúde, sem especificar valores do investimento que, no caso das urgências de Torres Vedras, incidirá numa remodelação «muito similar à do serviço de Caldas da Rainha».

Renovação da Sala de Espera da Pediatria de Torres Vedras Em 05 de julho decorreu a cerimónia de inauguração da recémremodelada sala de espera da Urgência de Pediatria da Unidade de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste. Esta intervenção surgiu por intermédio do Clube de Ténis de Torres Vedras no âmbito do projeto de responsabilidade social do Torneio Internacional de Ténis «Futures Torres Vedras 2017». A remodelação da sala de espera da Urgência de Pediatria da Unidade de Torres Vedras surgiu com o intuito de proporcionar melhores condições de conforto no acolhimento aos doentes e aos seus familiares. Esta intervenção consistiu na substituição do pavimento, na pintura das paredes com cores mais leves e modernas, na renovação do mobiliário e do televisor, e de elementos decorativos nas paredes.

A Presidente do Conselho de Administração do CHOeste, Ana Paula Harfouche, referiu que «o CHOeste congratula-se por estas iniciativas partirem da sociedade civil e, neste caso específico de uma associação desportiva, num momento de significativa escassez orçamental». Alex Hunt, primeiro jogador de ténis com uma prótese biónica a conseguir um ponto no ranking profissional de ténis presente na cerimónia simbólica da entrega da sala, mostrou-se muito feliz por participar no «Futures Torres Vedras 2017» e referiu que está «satisfeito por perceber que o torneio se associa a boas causas em prol da comunidade». Para a Diretora do Serviço de Pedia-

tria da Unidade de Torres Vedras, Isabel Silva, «estas parcerias são muito importantes, especialmente tendo em conta aquilo que o desporto representa para este grupo etário», acrescentou ainda que «a Pediatria é o futuro do país, e que vale a pena continuar a investir». No ano de 2016, a Urgência de Pediatria da Unidade de Torres Vedras registou um total de 19.040 atendimentos . Funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

3


EM NOTÍCIA

Novo fardamento, um orgulho institucional

Desde o início do mês de junho, os colaboradores do Centro Hospitalar do Oeste (CHOeste) dispõem de um novo fardamento institucional nas três unidades hospitalares que constituem o CHOeste: Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras. O CHOeste, ciente de que a imagem e a qualidade percecionadas pelos doentes têm uma forte relação no contacto estabelecido com cada profissional, criou vários modelos de vestuário que diferem consoante o grupo profis-

4

sional: médicos, enfermeiros, técnicos superiores de saúde, técnicos de diagnóstico e terapêutica, assistentes operacionais e assistentes técnicos. Este novo fardamento, para além de assumir um papel de relevo na proteção de cada profissional, permite de forma clara a identificação dos mesmos enquanto elementos integrantes da instituição, fomentando a confiança dos doentes na sua atuação. Aliado ao novo fardamento, foi também criado um novo modelo de car-

tão de identificação profissional que, por simples observação, transmite ao doente e aos seus familiares a função de cada profissional na estrutura interna da instituição. Com a implementação do novo fardamento e do novo cartão de identificação profissional, o Centro Hospitalar do Oeste pretende adaptar, melhorar e dignificar a imagem dos seus profissionais, tornando-os embaixadores de uma imagem de qualidade e de confiança perante os doentes, seus familiares e a comunidade.


EM NOTÍCIA

CHOeste assinou protocolo com o INEM para renovação da frota de VMER

O Centro Hospitalar do Oeste, representado pela Senhora Presidente do Conselho de Administração, assinou

em 6 de junho, um protocolo com o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) tendo em vista a renovação da sua frota de Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER), uma sediada na Unidade de Caldas da Rainha e a outra na Unidade de Torres Vedras. O Despacho n.º 3350/2017, de 20 de abril, veio definir um novo modelo de aquisição e gestão da frota VMER para responder à necessidade de aquisição e substituição célere destes veículos, assegurando assim maior qualidade nos serviços prestados aos utentes, maior segurança dos profissionais e dos utilizadores da via pública e uma melhor gestão do parque VMER do INEM. De acordo com este novo modelo, passam a ser as unidades de saúde a efetuar diretamente a aquisição das viaturas. O INEM subsidia a compra e coordena toda a atividade de gestão e operação conjunta da VMER e os Servi-

ços Partilhados do Ministério da Saúde asseguram a tramitação dos procedimentos de aquisição, centralizando o processo em nome dos hospitais. A propriedade das VMER passa a ser dos hospitais, que devem assegurar a sua manutenção, incluindo a contratação de seguros e o estado de operacionalidade permanente. As VMER são veículos de intervenção pré-hospitalar destinados ao transporte rápido de uma equipa médica ao local onde se encontra o doente. O seu principal objetivo consiste na estabilização pré-hospitalar e no acompanhamento médico durante o transporte de vítimas de acidente ou doença súbita em situações de emergência, assumindo um papel indispensável no apoio às populações. As VMER atuam na dependência direta dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes do INEM e têm base hospitalar.

Reunião do Conselho Consultivo do CHOeste

Em 26 de maio decorreu a reunião do Conselho Consultivo do Centro Hospitalar do Oeste, na Unidade de Torres Vedras. Nesta reunião estiveram presentes os

membros do Conselho de Administração do CHOeste, liderado pela Prof.ª Doutora Ana Paula Harfouche, que apresentaram o Relatório & Contas referente ao ano de 2016. Marcaram também presença o Dr. Nuno Amado, presidente do Conselho Consultivo, e os representantes de cada grupo profissional do CHOeste. O Conselho Consultivo trata-se de um órgão de consulta, cujo principal

objetivo é promover e estreitar a articulação da Instituição com as populações, com as organizações da sociedade civil e destas com o CHOeste, contribuindo para uma maior proximidade da Instituição para com os utentes e para um Centro Hospitalar que se assume cada vez mais como uma referência na prestação de cuidados de saúde a nível regional. Nesta medida, cabe ao Conselho Consultivo apreciar os planos de atividade e financeiros, de natureza anual e plurianual, bem como os relatórios de atividade e as contas; apreciar e acompanhar a atividade do CHOeste; emitir recomendações, tendo em vista o melhor funcionamento dos serviços a prestar às populações, tendo em conta os recursos disponíveis.

5


EM NOTÍCIA

Dia Mundial da Criança na Unidade de Peniche A Unidade de Peniche assinalou o Dia Mundial da Criança em 01 de junho, com a atuação dos alunos do Infantário «Traquinas» da Santa Casa da Misericórdia de Peniche. Vestidos a rigor, os pequenotes cantaram e dançaram, encantando os doentes que estavam na sala de espera da Consulta Externa. Como forma de agradecimento às cerca de 20 crianças e às Educadoras, decorreu um lanche saudável de espetadas de fruta idealizado pela dietista da Unidade de Peniche, Dra. Ana Neto, e foram distribuídos balões, livros e de lápis de cor.

«Alergia, Asma e Desporto na Escola» gica, estando deste modo subjacente a importância do tratamento em simultâneo de ambas as patologias.

No âmbito do projeto «+Saúde: Hábitos e Estilos de Vida Saudáveis», a equipa da Unidade de Imunoalergologia do CHOeste, representada pela médica Imunoalergologista Susana Carvalho e pela enfermeira Cristina Morais, conduziu um total de 3 sessões para cerca de 200 alunos do 9.º ano, professores e auxiliares de ação educativa, dedicada ao tema «Asma, Alergia e Desporto na Escola». Nestas sessões foram abordados vários aspetos inerentes ao papel da escola na doença alérgica, nomeadamente nos potenciais riscos que o doente alérgico tem de sofrer uma agudização da sua alergia em meio escolar e na necessidade dos professores, auxiliares e alunos estarem adequadamente informados acerca destas patologias. Particularmente em relação à asma, falou-se da associação frequente com a rinite alérgica (em cerca de 80 % dos casos com asma, também existe rinite alérgica), sendo fundamental entender a anatomia da via respiratória como uma via aérea única e devendo-se falar preferencialmente em doença alérgica respiratória, mais do que isoladamente em asma e ou em rinite alér-

6

No que diz respeito à prática desportiva, foram apresentados dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a qual recomenda para o grupo etário entre os 5 e os 17 anos de idade, pelo menos 60 minutos diários de atividade física moderada a vigorosa. Segundo os dados da OMS, 81 % dos adolescentes não cumprem estas recomendações (dados de 2010). Ainda que a prática de exercício possa provocar ou agravar vários tipos de “alergias”, como a asma, a rinite alérgica, alguns tipos de urticária, o eczema ou mesmo provocar uma anafilaxia, é indiscutível o seu benefício para o controlo da doença alérgica, uma vez que melhora o condicionamento físico, previne a obesidade e promove uma maior tolerância ao esforço. Não havendo desportos que sejam contraindicados para o alérgico, há alguns mais recomendados, como o caso da natação em piscina coberta, do ténis, das modalidades de equipa, da esgrima ou da ginástica rítmica. Já a corrida de atletismo, sobretudo de longa distância e ao ar-livre (seco ou frio), é das que mais se associa a risco de asma induzida pelo exercício. E para minimizar eventuais efeitos negativos decorrentes da prática desportiva, importa também ter alguns

cuidados especiais, como dar preferência a uma respiração nasal (para maior aquecimento e humidificação do ar), fazer um aquecimento prévio adequado a cada desportista e a cada desporto e ter em conta a tolerabilidade do exercício e as preferências da criança/ jovem. No caso particular das atividades ao ar livre, deverão evitar-se os picos de concentração polínica (dias quentes e ventosos e o período da manhã), bem como zonas de tráfego automóvel e tempo frio e seco. Acima de tudo, o doente alérgico deverá ter uma vigilância médica regular, com a sua doença controlada e praticar uma atividade desportiva que lhe dê prazer, podendo inclusivamente praticar desporto de competição. As sessões finalizaram com uma demonstração da correta utilização de inaladores, desmistificando-se os perigos que são atribuídos às “bombas”, uma vez que na verdade são “inaladores” que têm a grande vantagem de fazer chegar a medicação de uma forma quase imediata, em doses muito inferiores às que seriam necessárias num comprimido ou num xarope. A Unidade de Imunoalergologia do CHOeste está em funcionamento desde setembro de 2013, tendo realizado até ao momento um total de 7.523 consultas das quais 1.956 correspondem a primeiras consultas.


CHOeste ACONTECE

SIMPLEX + Saúde no CHOeste O CHOeste tem vindo a implementar as medidas solicitadas no quadro do Simplex + Saúde que se enquadram na sua atividade assistencial. Paralelamente, e no âmbito do projeto de Modernização Administrativa do CHOeste (Projeto MA@CHO), aprovado

Nascer com médico de família e boletins de saúde eletrónicos Desmaterializar a comunicação de dados administrativos e clínicos entre prestadores de cuidados de saúde e com o cidadão, no âmbito dos cuidados de saúde associados ao nascimento, pediatria e adolescência. Esta medida engloba: – Nascer Utente – atribuição de médico de família na maternidade; – Notícia de Nascimento Digital – desmaterialização da Notícia de Nascimento, promovendo um reforço da articulação entre Hospitais e Cuidados de Saúde Primários e melhorando a qualidade da continuidade dos cuidados prestados à criança e à família; – eBoletim de Saúde Infantil e Juvenil – versão digital do Boletim de Saúde infantil e juvenil, para registo e consulta de pais, cuidadores e profissionais, incluindo os do setor privado, através do Portal do SNS, que permite o envio de notificações;

Atestado Médico Multiuso Digital Uniformizar e desmaterializar o processo de emissão e transmissão de dados de atestados médicos de incapacidade, através de um registo nacional.

Receita sem papel Plus Promover a desmaterialização integral em todo o território nacional da receita de medicamentos através de acessos eletrónicos autenticados para os cidadãos e profissionais de saúde. Desenvolver novos serviços digitais e recursos dedicados à educação para a saúde, literacia e auto-cuidados, a disponibilizar na área do Cidadão do portal (por exemplo, o pagamento de

em 2106 e em fase de execução, este Centro Hospitalar já antecipou algumas medidas do Simplex + Saúde, como Tecnologias@saúde; Reclamações, sugestões e elogios na Saúde; App MySNS; e o Registo de Saúde Eletrónico +.

taxas moderadoras através de referência multibanco) e na vertente de aplicações móveis.

Registo Eletrónico de Certificados de Incapacidade Temporária Uniformizar os modelos de Certificados de Incapacidade Temporária (CIT) e desmaterializar os processos associados à sua emissão (incluindo os novos modelos “Doença Direta” e “Doença Profissional”), promovendo a interoperabilidade entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Segurança Social.

App MySNS Disponibilizar num portal único do Ministério da Saúde canais de comunicação e de informação interativos, com destaque para as áreas da promoção da saúde, transparência e informação acessível ao cidadão.

Reclamações, sugestões e elogios na Saúde Criar permissões de acessos externos seguros a volumes e tipologias de reclamações tratadas pela Entidade Reguladora de Saúde às instituições com competências nesta área.

Registo de Saúde Eletrónico + Disponibilizar o acesso aos dados clínicos dos utentes pelos prestadores de cuidados de saúde dos setores público, privado e social, contribuindo para a criação de uma visão completa dos dados de saúde do cidadão. Será desenvolvido o “repositório de informação clínica anonimizado” (RICA) e o “repositório de informação relativa ao cartão de pessoa com doença rara” (RARO), com os respetivos mecanismos de governança e segurança.

No âmbito do Projeto MA@CHO, o CHOeste tem em curso iniciativas com a Notificação a Doentes por SMS integrada com solução SONHO, que se enquadra no Simplex +Saúde.

Tecnologias@saúde Desenvolver um sistema de informação que possibilite a recolha de dados provenientes de diversas fontes, nomeadamente os registos nacionais de doença e sistemas de informação dos hospitais. Este sistema permitirá avaliar os resultados obtidos pelo medicamento ou dispositivo médico e consequentemente sinalizar, de forma mais eficiente, o financiamento das tecnologias da saúde relativamente aos mesmos medicamentos e dispositivos médicos.

SIGA SNS Facilitar e agilizar o acesso aos cuidados de saúde através do desenvolvimento do sistema integrado de gestão do acesso no SNS (SIGA SNS), com base em quatro iniciativas: a) Desenvolvimento do “Livre Acesso aos Cuidados de Saúde” (LAC); b) Operacionalização do “Voucher de acesso e integração de cuidados de saúde” (VAI); c) Implementação dos “Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT) sem papel (MSP)”; d) Desenvolvimento do “Voucher eletrónico de transporte de doentes não urgentes”.

ADSE Direta + Permitir que o registo do beneficiário ADSE seja automaticamente atualizado com a leitura do Cartão do Cidadão. Possibilitar ainda a desmaterialização do envio para a ADSE dos documentos que comprovam o copagamento das despesas de saúde, bem como do acompanhamento do processo de reembolso.

7


EM NOTÍCIA

Novos equipamentos no Centro Hospitalar Nos últimos meses o CHOeste tem vindo a adquirir novos equipamentos que permitem melhorar a diferenciação técnica dos Serviços, bem como a qualidade dos meios complementares de diagnósticos utilizados. A deteção de lesões de forma precoce e uma rapidez na obtenção do diagnóstico trazem ganhos em saúde para a população servida pelo CHOeste.

Videobroncoscópios na Pneumologia Foram adquiridos dois videobroncoscópios que permitem o diagnóstico de várias doenças respiratórias. Estes equipamentos são essenciais na área da Pneumologia, dado que permitem a captura da imagem da árvore brônquica e a sua transmissão num monitor. Estes equipamentos mais avançados vêm substituir os já existentes.

Eletrocardiógrafo na Urgência de Peniche Este aparelho permite o registo da atividade elétrica do coração e consequentemente a deteção das suas anomalias. Trata-se de um equipamento imprescindível no Serviço de Urgência. Este novo modelo tem ecrã tátil, é portátil e tem tecnologia mais avançada. Veio substituir

o já existente.

122 novos colchões Tendo em vista a substituição dos colchões dos vários Serviços de internamento das três unidades hospitalares que constituem o CHOeste, foram adquiridos 122 novos colchões revestidos com capa bi-elástica, e interior em espuma viscoelástica. São confortáveis e adaptáveis. Este material vem substituir o já existente, tra-

duzindo-se numa maior comodidade para os doentes.

8


EM ENTREVISTA A Comissão da Qualidade e Segurança do Doente foi nomeada pelo Conselho de Administração do CHOeste em 11 de abril de 2016. Enquanto membro desta Comissão e representante dos médicos, qual tem sido o seu contributo? A Comissão da Qualidade e Segurança do Doente tem definidos planos de atividade, com objetivos e atividades propostas. Como exemplo, no âmbito da sistematização e monitorização de boas práticas, foi-me proposto colaborar na elaboração de normas de prevenção do tromboembolismo, em outubro de 2016. Consciente de que seria um projeto que carecia de envolvimento das várias especialidades da instituição, comecei por contactar os diretores dos vários serviços, que nomearam colaboradores. Foi criado um grupo de trabalho e feito um esboço do que se pretende virem a ser as normas de prevenção do tromboembolismo da instituição. Embora o trabalho ainda não esteja concluído, houve sensibilização das várias especialidades para a realização deste trabalho conjunto. Como médica, com contacto diário com o doente, em áreas tão distintas como o Serviço de Urgência, a Consulta Externa e o Serviço de Internamento, tento passar o meu conhecimento desta realidade, visando melhorar a qualidade da prestação de cuidados ao doente, transmitindo também as nossas dificuldades e carências, tentando que deste modo se possa melhorar o grau de satisfação dos profissionais.

Dra. Ana Costa

Membro da Comissão da Qualidade e Segurança do Doente

Tendo em conta o Plano Nacional para a Segurança dos Doentes e a Estratégia Nacional para a Qualidade na Saúde, quais as estratégias delineadas no CHOeste para o ano de 2017? As prioridades estratégicas delineadas para o ano de 2017 estão definidas em cinco áreas: melhoria da qualidade clínica e organizacional, reforço da segurança dos doentes, monitorização da qualidade e segurança, reconhecimento da qualidade e informação transparente ao cidadão.

Na área da melhoria da qualidade pretende-se que haja discussão e análises das Normas de Orientação Clínica (NOC`s) da DGS, melhoria da prescrição de tratamentos, medicamentos e meios complementares de diagnóstico (MCDT`s). No reforço da segurança dos doentes pretende-se transparência da informação na transição de cuidados, lista de verificação da segurança cirúrgica, segurança da medicação, identificação correta e inequívoca do doente, prevenção de quedas de doentes e de ocorrência de ulceras de pressão, notificação e prevenção de incidentes, prevenção e controlo de infeções e das resistências aos antimicrobianos. Para monitorização da qualidade e segurança vão ser feitos inquéritos de avaliação da satisfação dos doentes. No reconhecimento da qualidade pretende-se avançar com os projetos de certificação. No âmbito da informação transparente ao cidadão, pretende-se criação de folhetos informativos, ações de divulgação de informação, ações de melhoria no âmbito das principais causas de reclamações. Quais as mais-valias que podem trazer as auditorias clínicas que serão implementadas num futuro próximo? O objetivo das auditorias é garantir elevados padrões de prática clínica. A implementação das auditorias permite a avaliação da nossa atividade. A informação recolhida a analisada deve servir para corrigir falhas. Seria importante

haver formação médica nesta área. O CHOeste tem Serviços que se encontram em processo de certificação, qual o impacto real da certificação dos Serviços para o CHOeste e para os seus doentes? A certificação deve ser uma necessidade sentida pelos próprios Serviços, que existem para servir o cidadão. É nossa obrigação maximizar a qualidade, com os recursos disponíveis. A certificação dá uma garantia de que o processo ou serviço prestado está conforme as exigências específicas ou aplicáveis. «Fazendo bem», os profissionais sentem-se melhor. A instituição ganha em recursos e com a satisfação dos profissionais. O doente beneficia de cuidados que visam a excelência. A certificação de Serviços aumenta a nossa responsabilidade e projeta o CHOeste para a dimensão/ reconhecimento de qualidade que todos gostaríamos de alcançar. Enquanto membro da Comissão da Qualidade e Segurança do Doente, qual a mensagem gostaria de deixar aos profissionais do CHOeste. Acreditem que podemos melhorar a qualidade de prestação de serviços e segurança do doente, conscientes de que para tal é necessário esforço e o envolvimento de todos os profissionais, visando um objetivo que será muito gratificante. O comprometimento e envolvimento das pessoas é fator preponderante para o sucesso das organizações.

9


CHOeste ACONSELHA

Dia Mundial do Controlo de Infeção Todos os anos, no dia 5 de Maio, a OMS comemora o Dia Mundial de Higiene das Mãos, com o objetivo de melhorar as boas práticas nos cuidados de saúde. O Grupo de Coordenação Local do Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e das Resistências aos Antimicrobianos (GCLPPCIRA) do CHOeste, à semelhança do que tem feito em anos anteriores, com o objetivo de continuar a sensibilizar os profissionais do CHOeste para esta prática essencial na prevenção e controlo da infeção e das resistências aos antimicrobianos, elaborou e afixou cartazes, pediu a colocação de um screen saver alusivo ao tema e distribuiu amostras de solução alcoólica aos profissionais de saúde. De acordo com a DGS, este ano, a

10

sistência aos antibióticos fazendo da prevenção de infeções e da higiene das mãos uma prioridade política nacional. Dirigentes e administradores: Dirija um programa de prevenção e controle de infeções durante todo o ano para proteger seus doentes de infeções por organismos resistentes. Campanha SAVE LIVES: Clean Your Hands, define como tema central, em consonância com os objetivos para o milénio, o problema crescente das resistências aos antimicrobianos e a influência das boas práticas em higiene das mãos neste combate: Fight antibiotic resistance - it's in your hands. O apelo dirige-se a: Políticos: Pare a propagação da re-

Profissionais de saúde: Higienize as suas mãos nos momentos certos e interrompa a propagação da resistência aos antibióticos. Líderes e colaboradores PPCIRA: Implemente os principais componentes da OMS para a prevenção de infeções, incluindo a higiene das mãos, para combater a resistência aos antibióticos.


CHOeste ELOGIOS Os Livros de Elogios estão disponíveis nos seguintes locais: Na Unidade de Torres Vedras: - Consulta Externa; - Serviço de Urgência; - Gabinete do Cidadão. Na Unidade de Peniche: - Gabinete do Cidadão. Na Unidade de Caldas da Rainha: - Serviço de Gestão de Doentes; - Serviço de Urgência; - Gabinete do Cidadão.

Elogio recebido em 14 de junho de 2017 Agradecimento ao Serviço de Ortopedia 2, Pneumologia, Serviço Social da Unidade de Torres Vedras «Venho agradecer penhoradamente estes Serviços pela forma como cuidaram dos meus pais - Maria Eulália Ribeiro Germano e Rui Cardoso Antunes, ambos de 83 anos. Queria salientar o facto de me terem facilitado as horas de visita a ambos, uma vez que resido em Lisboa, a extrema amabilidade das equipas de enfermagem que me prestaram informações, a equipa médica de Ortopedia que operou a minha mãe a um domingo, o serviço de transporte entre o Hospital de Caldas da Rainha e o Hospital de Torres Vedras e a pró-atividade e profissionalismo da Dra. Lídia Candeias, assistente social, que em conjunto com a Enfª Dulce e o médico assistente propuseram o ingresso na plataforma RNCCI para a minha mãe. Nestas alturas de necessidade de cuidados, estas ajudas são preciosas e para mim foram. Um muito obrigada a todos.» Maria João Germano Antunes Elogio recebido em 10 de junho de 2017

Agradecimento aos Profissionais do Serviço de Urgência da Unidade de Peniche «No dia 10 de junho dirigi-me com o meu sobrinho Filipe Alexandre Delgado Ferreira ao Serviço de Urgência. A Dra. Sofia Ribeiro atendeu-nos de forma exemplar, com simpatia, dedicação e profissionalismo. As enfermeiras Isa e Lúcia trataram o meu sobrinho de uma forma cuidada e dedicada. O atendimento foi célere e eficaz. Bem haja a todos!» Alexandra Delgado

Elogio recebido em 25 de maio de 2017 Agradecimento aos Profissionais do Serviço de Urgência Pediátrica da Unidade de Caldas da Rainha «Porque por vezes só nos lembramos de reclamar e nunca de agradecer, quero dar um grande OBRIGADA à equipa que estava de serviço no dia 23 de maio de 2017, às 19h15 aproximadamente. Cheguei ao hospital sozinha com uma criança de 3 anos e um bebé de 7 meses, que tinha caído e batido com a cabeça no chão. Se por momentos hesitei na escolha entre o hospital público e o privado, em nada me arrependo hoje de vos ter procurado. Não me recordo dos vossos nomes, mas vocês sabem quem são. Obrigada doutoras, enfermeiras e auxiliares pelo apoio a esta mãe que chegou sozinha com duas crianças e sem saber (felizmente) como “funcionam” as coisas num hospital, obrigada pela dedicação, pela rapidez com que trataram e encaminharam o Bernardo, e obrigada por se terem, até, preocupado se esta mãe tinha alguma coisa para se alimentar e fraldas para a criança. Foi de valor! OBRIGADA! Bem hajam. P.s. - O meu tesouro mais pequeno está bem, foi fratura sem hemorragia e já está em casa.» Patrícia Nobre

FICHA TÉCNICA Edição: n.º 07, junho e julho de 2017 | Propriedade do Editor: Centro Hospitalar do Oeste, Rua Diário de Notícias 2500-176 Caldas da Rainha, secretariado.ca@choeste.min-saude.pt, 262 830 300 | Direção: Conselho de Administração do CHOeste | Coordenação, Redação, Conceção gráfica e Fotografia: Gabinete de Comunicação do CHOeste, gab.comunicacao@choeste.min-saude.pt, 261 319 243

11


CHOeste ACONTECE

Um dia no CHOeste... Consultas médicas

550

Consultas não-médicas

151

Atendimentos na Urgência

516

Sessões em Hospital de Dia

34

Cirurgias programadas

18

Cirurgias urgentes

06

Doentes internados

302

Número de refeições

681

Kg de roupa lavada

Eletricidade Água

1.511

1.685€ 989€

Unidade de Caldas da Rainha

Unidade de Peniche

Unidade de Torres Vedras

12

Newsletter do CHOeste | junho e julho de 2017  

Boletim Informativo do Centro Hospitalar do Oeste.

Advertisement