Page 1

Maio 2013 n.º 1

CHOeste

NEWSLETTER

Centro Hospitalar do Oeste | Edição n.º 01 | Outubro de 2016

Editorial Pretende-se com a publicação deste boletim divulgar o que de melhor se faz nas unidades hospitalares que integram a vida do Centro Hospitalar do Oeste. A preocupação constante com a qualidade em cada tarefa e ação é um desígnio de todos, totalmente chancelado pelo Conselho de Administração. O contexto de fortíssimas restrições orçamentais, carências sociais e imprevisibilidade do quotidiano de cada cidadão, tem motivado a procura por cuidados de saúde com impacto nas três urgências do CHOeste. Muitas vezes apenas para procura de companhia num mundo rodeado de solidão social. Uma das preocupações deste Conselho de Administração é conseguir, num momento de elevadíssima adversidade, assumir a responsabilidade de proporcionar um ambiente confortável, e um desempenho profissional em que a qualidade está sempre presente. Em síntese, os três eixos fundamentais na estratégia prosseguida são o Acesso, a Qualidade, mas também a Sustentabilidade dos recursos disponíveis. O Conselho de Administração conta com todos na sua dedicação e empenho.

A responsabilidade pela Qualidade é de todos

96 novos enfermeiros são integrados no CHOeste

Página 7

Página 5

A Presidente do Conselho de Administração Prof.ª Doutora Ana Paula Harfouche

14 novos médicos no CHOeste

Visite-nos em www.choeste.min-saude.pt

Página 6

1


EM NOTÍCIA

Ministro da Saúde presidiu à tomada de posse do Conselho de Administração O Exmo. Sr. Ministro da Saúde, Prof. Doutor Adalber-

Centro Hospitalar, representantes de várias institui-

to Campos Fernandes, presidiu em 4 de março de

ções de saúde e das forças vivas da Região Oeste.

2016, a cerimónia de tomada de posse do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste realizada no Museu do Hospital, em Caldas da Rainha. O novo Conselho de Administração, constituído pela Prof.ª Doutora Ana Paula Harfouche (presidente), pelos vogais executivos Dra. Filomena Cabeça e Dr. Idalécio Lourenço, pelo diretor clínico, Dr. António Curado, e pela enfermeira-diretora, Lurdes Ponciano, tomou formalmente posse na presença de mais de uma centena de convidados, entre eles a Dra. Rosa Valente Matos, presidente da ARSLVT, profissionais do

Centro Hospitalar do Oeste, Um Hospital Sem Papel A propósito do Dia Mundial da Árvore e da Floresta foi plantada uma árvore na Unidade de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste, no momento em que também foi adotada a Receita Sem Papel. Deste modo, o CHOeste associa-se à preservação da vida e à sustentabilidade ambiental. Na plantação estiveram presentes membros do Conselho de Administração, o vereador da Câmara Municipal de Torres Vedras, Hugo Lucas, os escuteiros do Agrupamento 496 – Freiria do Corpo Nacional de Escutas, e profissionais do CHOeste.

2


EM NOTÍCIA

Flash Mob Vocal na Unidade de Torres Vedras No âmbito da Comemoração do Dia Mundial da Voz, realizou-se um flash mob vocal na sala de espera da Consulta Externa da Unidade de Torres Vedras do CHOeste, proporcionado pelo Coro Juvenil da Cidade de Torres Vedras. Esta iniciativa teve como objetivo alertar para a importância da voz e dos cuidados necessários com a mesma, e sensibilizar os doentes que estavam na sala de espera da Consulta Externa para os sinais de alerta a ter em conta e a prevenção de eventuais problemas na voz através do diagnóstico precoce.

Dia Mundial do Controlo de Infeção

O Grupo de Coordenação Local do Programa de Prevenção e Controlo da Infeção e das Resistências aos Antimicrobianos (GCL-PPCIRA) do CHOeste associou-se à comemoração do Dia Mundial do Controlo de Infeção (5 de maio de 2016) nas Unidades de Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras. Foram levadas a cabo ações de sensibilização e demonstração da técnica de higienização das mãos com recurso à máquina de luz negra, direcionada maioritariamente aos profissionais de saúde. Foi ainda realizado um questionário de avaliação de conhecimentos sobre precau-

ções básicas de Controlo de Infeção, e feita a oferta de saquinhos com um cartão da DGS sobre as Precauções Básicas e as Precauções Adicionais do Controlo de Infeção, e uma amostra de solução alcoólica. Também no refeitório foram colocados autocolantes com o logótipo da Campanha das Precauções Básicas de Controlo de Infeção nos sacos dos talheres das refeições dos profissionais. Na Unidade de Caldas da Rainha foi realizado um flash mob organizado pelo grupo de enfermeiras do Bloco Operatório e do Serviço de Obstetrícia.

3


EM NOTÍCIA

Rastreio de Doenças Respiratórias No dia 1 de junho de 2016, o Serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar do Oeste promoveu um Rastreio de Doenças Respiratórias, na Unidade de Torres Vedras, e contou com o apoio do laboratório Pfizer, que disponibilizou dois técnicos de Cardiopneumologia para a realização do rastreio do colesterol, da glicémia e de espirometria. Durante esta ação foram rastreadas cerca de 70 pessoas.

«Sono no primeiro ano de vida»

4

Em 18 de junho durante a manhã,

com a colaboração da equipa mul-

de com estas sessões temáticas

decorreu a sessão subordinada ao

tidisciplinar do Serviço de Pedia-

estimular o desenvolvimento har-

tema «Sono no 1.º ano de vi-

tria, a qual envolve a Consulta de

monioso da criança, e a saudável

da», na Consulta Externa da Uni-

Pediatria e de Psicologia Clíni-

relação

dade de Torres Vedras do Centro

ca

hospitalar.

profissionais de saúde”, através da

Hospitalar do Oeste.

Esta ação

No âmbito da proximidade com os

partilha de experiências, do escla-

insere-se no Ciclo de Sessões Te-

pais e com a comunidade sobre as

recimento de dúvidas e do aumen-

máticas «Nós e os Pais», e conta

temáticas infantis, a equipa preten-

to das competências parentais.

desta

unidade

da

tríade

“pais-filhos-


EM NOTÍCIA

96 enfermeiros integrados no CHOeste

No passado dia 30 de junho, realizou-se a sessão de integração institucional dos 96 novos enfermeiros no CHOeste. A sessão de boas vindas foi conduzida pelo Enfermeiro Júlio Branco, e contou com a presença da Presidente do Conselho de Administração, Prof.ª Doutora Ana Paula Harfouche, pela Enfermeira Diretora, Lurdes Ponciano, e pela Enfermeira Anabela Vala. Do programa fizeram parte vários

painéis, nomeadamente «Direitos e deveres dos funcionários públicos e dos enfermeiros» abordado pela Dra. Ana Freitas, jurista do CHOeste; «Organização dos Serviços de Enfermagem do CHOeste» tratado pela Enfermeira Diretora; e a «Política da Qualidade dos Serviços de Enfermagem do CHOeste» pela Enfermeira Carla Bernardino». Após o almoço, foram abordados os «Sistemas de Informação de En-

fermagem no CHOeste» pela Enfermeira Fernanda Rodrigues. A temática do «Controle de Infeção»este a cargo da Enfermeira Zélia Pisoeiro; por parte da Equipa de Gestão de Altas interveio a Enfermeira Luiza Pires; e em representação da Equipa intra-hospitalar de suporte aos cuidados paliativos a Enfermeira Cristina Timóteo. Bem-vindos, e bom trabalho!

3.ª reunião do Conselho Consultivo dente do Conselho Consultivo, o Sr. José António dos Santos, vogal, o Dr. José Augusto Carvalho, representante do município de Torres Vedras, e representantes de cada grupo profissional do CHOeste.

Decorreu em 11 de julho, a 3.ª reunião do Conselho Consultivo do Centro Hospitalar do Oeste, em Caldas da Rainha. Nesta reunião

estiveram presentes os cinco membros do Conselho de Administração do CHOeste. Marcaram também presença o Dr. Nuno Amado, presi-

O Conselho Consultivo trata-se de um órgão de consulta, cujo principal objetivo é promover e estreitar a articulação da Instituição com as populações, com as organizações da sociedade civil e destas com o CHOeste, contribuindo para uma maior proximidade da Instituição para com os utentes e para um Centro Hospitalar que se assume cada vez mais como uma referência na prestação de cuidados de saúde ao nível regional.

5


EM NOTÍCIA

Protocolo de afiliação nas especialidades de Psiquiatria e da Telerradiologia

No passado dia 22 de junho, realizou-se a sessão de assinatura do acordo de afiliação nas especialidades de Psiquiatria e de Telerradiologia, entre o Centro Hospitalar do Oeste e o Centro Hospitalar Lisboa Norte, em Lisboa. O protocolo procura, através da parceria inter-hospitalar, solucionar as carências existentes na área de abrangência do Centro Hospitalar do Oeste, no âmbito da Psiquiatria, e estabelecer relações de apoio e complementaridade entre as

instituições, assim como garantir o aces-

lho de administração, Dr. Carlos Neves

so aos cuidados de saúde de proximida-

Martins. Para além deste acordo, foram

de

Oeste.

assinados 25 protocolos de afiliação,

Na área da Telerradiologia pretende-se

entre as administrações regionais de

ainda, uma colaboração na elaboração de

saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo

relatórios

TAC

e Algarve e as 15 instituições hospitala-

Computorizada).

res do Serviço Nacional de Saúde, que

Este acordo de afiliação tem na qualidade

visam melhorar o serviço prestado aos

de signatários, por parte do Centro Hos-

utentes e contribuir para a otimização

pitalar do Oeste, a presidente do conse-

dos recursos humanos e materiais. A

lho de administração, Prof.ª Doutora Ana

cerimónia contou com a presença do

Paula Harfouche, e pelo Centro Hospita-

Ministro da Saúde, Prof.º Doutor Adal-

lar Lisboa Norte, o presidente do conse-

berto Campos Fernandes.

aos

doentes

(Tomografia

da

região

relativamente Axial

à

14 novos médicos no CHOeste O Centro Hospitalar do Oeste tem 14 novos médicos nas especialidades de Cardiologia, Medicina Interna, Neurologia, Ortopedia, Patologia Clínica, Pediatria, Psiquiatria, Urologia e Ginecologia/ Obstétricia. A cerimónia de assinatura dos contratos de trabalho dos novos clínicos decorreu em 8 de setembro, no Museu do Hospital, em Caldas da Rainha. Estiveram também presentes membros do Conselho de Administração e Diretores de Serviço do CHOeste. Bem-vindos, e bom trabalho!

6


EM NOTÍCIA

No CHOeste a responsabilidade pela Qualidade pertence a todos Cada um é responsável pela Qualidade do seu Serviço. Esta é a filosofia iniciada pelo Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Centro Hospitalar do Oeste, a replicar por todos os Serviços. O Serviço de Ortopedia e Traumatologia do CHOeste organizou uma ação de sensibilização no âmbito da Qualidade dos Cuidados, no dia 4 de agosto na Unidade de Torres Vedras. A abertura da sessão esteve a cargo do Diretor do Serviço, Dr. Rui Amaral, e da Enfermeira Chefe, Graça Carichas. Contou também com a intervenção de membros da Comissão da Qualidade e da Segurança do Doente, nomeadamente da coordenadora, Dra. Andreia Silva, e da Enfermeira Carla Bernardino. Du-

rante a ação, os profissionais presentes foram sensibilizados para a importância da Qualidade e Segurança dos cuidados, nomeadamente através da promoção do trabalho e envolvimento da equipa, e da responsabilização de todos os profissionais. Foi lançada a questão pela Enfermeira Graça Carichas «Quem é o responsável pela Qualidade do Serviço de Ortopedia e Traumatologia?». E como esta pergunta não poderia ficar sem resposta, fomos até ao corredor conhecer o responsável…

Abrimos a porta e vimos refletido no espelho a nossa imagem. Cada um é responsável pela Qualidade do seu Serviço. Nesta ação estiveram cerca de trinta pessoas, entre eles membros do Conselho de Administração do CHOeste, médicos, enfermeiros, fisioterapeuta, gestora da área, e assistentes operacionais do Serviço de Ortopedia e Traumatologia. Assim, como o designer do projeto, Miguel Chagas Martins, a quem muito agradecemos.

Celebração do 37.º aniversário do SNS

Junto à obra A Mulher Grávida e a Enfermeira da autora Manuela Bacelar exposta na Maternidade, na Unidade de Caldas da Rainha.

O Centro Hospitalar do Oeste associou-se às comemorações do 37.º aniversário do Serviço Nacional de Saúde (SNS), expondo da obra A Mulher Grávida e a Enfermeira (1985) da autora Manuela Bacelar, na Maternidade da Unidade de Caldas da Rainha. Considerado um dos pilares fundamentais da sociedade e da Constituição da República Portuguesa, o SNS desempenha um papel importante na qualidade de vida e na saúde dos cidadãos, bem como na coesão social.

7


EM DESTAQUE

Melhorias no CHOeste A pensar nas melhores condições de acolhimento, conforto e de atendimento dos doentes e nas melhores condições de trabalho dos profissionais do CHOeste, foram efetuadas melhorias ao nível das instalações e da reorganização dos espaços nas unidades hospitalares que constituem o Centro Hospitalar do Oeste.

Na Unidade de Caldas da Rainha

A central telefónica mudou do balcão situado no 1.º piso junto à sala de espera, para um gabinete no piso 0 junto à Pediatria. Atualmente, as telefonistas estão mais recatadas para receber os telefonemas e esclarecer eventuais dúvidas dos utentes.

O secretariado do Serviço de Cirurgia passou a estar num gabinete que antecede o Serviço, de modo a não interferir com o funcionamento das enfermarias.

Criação de uma sala de espera no Serviço de Cirurgia, onde os familiares dos doentes internados podem aguardar por informações dos seus entes queridos de uma forma mais reservada.

ANTES

Colocação e substituição de cadeiras em melhor estado de conservação em algumas salas de espera da instituição.

DEPOIS

Limpeza de grafitis na zona envolvente do Museu do Hospital, e colocação de um portão.

Na Unidade de Peniche

Desde maio de 2016 para além de ser possível fazer o registo do nascimento «Nascer Cidadão» no Serviço de Obstétricia do CHOeste, também passou a ser possível fazer a inscrição do recém-nascido no Serviço Nacional de Saúde: projeto «Nascer Utente».

8

Criação de uma sala para receber os familiares dos doentes internados, situado no Serviço de Medicina, no piso 2.


EM DESTAQUE

Melhorias no CHOeste A pensar nas melhores condições de acolhimento, conforto e de atendimento dos doentes e nas melhores condições de trabalho dos profissionais do CHOeste, foram efetuadas melhorias ao nível das instalações e da reorganização dos espaços nas unidades hospitalares que constituem o Centro Hospitalar do Oeste.

Na Unidade de Torres Vedras

DEPOIS

ANTES

A entrada principal está mais acolhedora e com um aspeto mais cuidado: foi retirada a sinalética em excesso, e foi colocada uma secretária com computador para que os rececionistas possam prestar informações de proximidade aos utentes e familiares.

ANTES

DEPOIS

Também na entrada principal foi retirado o multibanco e as máquinas de vending, e foram colocados objetos históricos provenientes do antigo Hospital do Barro: uma prensa, uma guilhotina e duas cadeiras de barbeiro.

ANTES

A sala de espera da Urgência passou a ter disponível um multibanco para comodidade dos doentes e profissionais.

Plantação de uma árvore num espaço vazio como símbolo do espírito e da cultura de inovação e de esperança que se pretende para o CHOeste.

DEPOIS

Definição de novos espaços exteriores para fumadores, promovendo as condições adequadas.

Passou a existir um gabinete destinado à Codificação, que se situa junto à Gestão de Doentes.

9


EM DESTAQUE

Sabia que já temos Livro de Elogios no CHOeste? Foram recentemente adquiridos Livros de Elogios para

utilização nas Unidades do CHOeste. Consulte os locais onde estão disponíveis. Na Unidade de Caldas da Rainha: - Serviço de Gestão de Doentes; - Serviço de Urgência; - Gabinete do Cidadão. Na Unidade de Torres Vedras: - Consulta Externa; - Serviço de Urgência; - Gabinete do Cidadão. Na Unidade de Peniche: - Gabinete do Cidadão.

Elogio recebido em 18 de agosto de 2016 Agradecimento ao Serviço de Obstetrícia e de Pediatria da Unidade de Caldas da Rainha «Chamo-me Maria Elisabete Sousa, e tive a minha bebé no dia 9 de agosto, às 21h18. Ao contrário do que muita gente faz, deixo este email para agradecer a todos os que me assistiram, a mim e à minha bebé e apesar de ter sido um parto um bocadinho confuso, foram todos super-humanos e trataram-me com um carinho difícil de descrever. E posteriormente no internamento, mais uma vez, foram todos 1000 estrelas! Espero que este agradecimento chegue a todos os profissionais e que seja motivador para que assim continuem, pois só provam que nem sempre o equipamento de ponta faz a diferença, o carinho e dedicação humana não se substituem! A todos o meu maior respeito, gratidão e carinho, bem hajam!». Maria Elisabete Sousa Elogio recebido em 24 de fevereiro de 2016 Agradecimento ao Serviço de Urgência da Unidade de Peniche «Venho por este meio elogiar o trabalho da Dra. Jesennia Chinchilla Mata, assim como da senhora dona Ilda Gabriel, que se encontrava na portaria da Urgência, pela assistência prestada à minha mãe, Celeste Maria Sequeira Santos, de 83 anos, no dia 14 de fevereiro. Fiquei encantada com a doçura e tratamento para com uma utente e principalmente, já idosa. Para além do profissionalismo, cuidado, atenção, ética, orientação e preocupação demonstrada pela Dra., devo também agradecer a ajuda, simpatia e disponibilidade da senhora dona Ilda. Gostaria que fosse transmitida a ambas o conteúdo da carta, já que nestas situações, não temos “disponibilidade”, temos é muita preocupação com quem levamos à Urgência para que fique tudo bem. Ficou simplesmente só um obrigada, que devido a todo o atendimento, achei que não chegou, porque me faltaram as palavras certas na hora certa. Agradeço todo o trabalho, dedicação, carinho e profissionalismo!». Carla Santos

Elogio recebido em 12 de setembro de 2016 Agradecimento ao Serviço de Medicina B da Unidade de Torres Vedras «Querida equipa da Medicina B, venho por este meio demonstrar o meu profundo agradecimento pelas equipas médica, de enfermagem, assistencial e administrativa pelo excelente acompanhamento da minha mãe, Maria Isabel da Silva, durante o período que esteve internada. Mesmo com o trágico desfecho que ocorreu, foi uma altura para nos lembrarmos que somos humanos e que temos de deixar a Natureza seguir o seu próprio caminho. Não obstante, permitiram que a minha mãe pudesse desfrutar de um ambiente o mais parecido com o de uma casa, mesmo estando num hospital, doente. E isso notou-se pelo conforto que se refletia na expressão da minha mãe. Além disso, e sabendo que em Saúde se trabalha por equipas, recuso-me a louvar apenas um ou outro funcionário, e antes agradecer pelo facto de que apenas um bom trabalho de equipa permitiria um acompanhamento tão humano e profissional. Um enorme bem hajam e que continuem com o bom trabalho.». Luísa Alves

10


O CHOeste ACONSELHA

Vamos Lanchar?

5 - Algumas ideias para abrir o apetite! A seguir, apresentamos algumas sugestões de lanches equilibrados: - 1 pacotinho de leite meio-gordo simples (200ml) + ½ pão de centeio + 1 fatia de queijo magro + 1 maçã pequena; - 1 iogurte líquido + ½ pão de centeio + 1 fatia de fiambre + 1 pêssego; - 1 iogurte líquido + ½ pão integral + 1 fatia de queijo fresco + 1 pera pequena;

As refeições intercalares (lanches), embora não devam ter um valor calórico substancial, são indispensáveis para complementar a ingestão de nutrientes e manter estáveis os níveis de açúcar no sangue. Com o regresso às aulas surge novamente a dúvida: o que colocar na lancheira das crianças? 1 - Diga não à «comida de pacote»! Preferencialmente, os lanches devem ser preparados em casa, pois os alimentos dirigidos às crianças que a indústria disponibiliza são, de uma forma geral, muito ricos em açúcar, gorduras saturadas e aditivos. 2 - Chame as crianças! Envolver as crianças na escolha do seu lanche é importante para que se sintam envolvidas na tomada de decisão (e não tragam o lanche de volta na mochila).

- 1 pacotinho de leite meio-gordo simples (200 ml) + 3 bolachas maria + 1 laranja; - 1 pacotinho de leite meio-gordo simples (200 ml) + ½ pão de mistura + 1 clementina; - 1 iogurte sólido + ½ pão de mistura + 1 fatia de fiambre de aves + 1 banana pequena; - 1 sumo “100%” fruta + ½ pão de cereais + 1 fatia de queijo magro; - 1 pacotinho de leite meio-gordo simples (200 ml) + 3 bolachas torradas + 1 fatia de queijo magro + 100 g de ananás fresco;

3 - Queremos um lanche diferente! Os lanches não devem ser monó-

- 1pacotinho de leite meio-gordo simples (200 ml) + ½ pão de centeio + 3 folhas de alface + 5 morangos;

tonos, mas sim variados e criativos. Existem inúmeras possibilidades e nem sequer demoram muito tempo a preparar.

- 1 iogurte líquido + 1 fatia de pão de forma integral + 1 fatia de fiambre de aves + 1 maçã pequena;

4 - Um lanche saudável deve conter:

- 1 monodose de fruta líquida + ½ pão de cereais + 1 fatia de queijo magro.

Pão ou equivalente: o pão deve ser a solução preferencial (sempre que possível de mistura ou de farinhas escuras). Como alternativa, podem-se utilizar bolachas ou cereais pobres em açúcar e gordura. Recheio do pão: queijo (curado ou fresco) com baixo teor de gordura (1 fatia fina) ou fiambre de aves (1 fatia fina) ou margarina (1 colher de chá) ou compota (1 colher de chá). Pode colorir adicionando hortícolas: alface, cenoura, tomate, rúcula, milho, pepino, beterraba, couve roxa, couvebranca, etc. Deve evitar recheios ricos em chocolate ou fumados, como chourição ou mortadela. Lacticínios: são também importantes complementos num lanche saudável, como o leite ou os iogurtes (líquidos ou sólidos). O leite deve ser simples, meio gordo “branco” e os iogurtes naturais ou de aromas (líquidos ou sólidos). Fruta: de preferência fruta da época. Variar a fruta ao longo dos dias (maçã, pera, banana, laranja, tangerina, ameixa, kiwi, uvas, morangos, ananás, melão, meloa, etc.) Para variar, pode-se substituir a fruta ao natural por 1 dose individual de sumo de fruta “100%” (os néctares são desaconselhados) ou monodoses de fruta líquida (sem adição de açúcares, corantes, conservantes ou outros aditivos artificiais).

6 - Recomendações importantes: - Lavar bem a fruta e, para facilitar o seu consumo, cortá-la em pequenos pedaços e colocá-la numa caixa de transporte; - Embalar os alimentos separadamente; - Colocar as bolachas numa caixa hermética para se manterem crocantes; - Preferir lancheiras ou marmitas térmicas para que a temperatura dos alimentos refrigerados se mantenha por mais tempo (especialmente os iogurtes); - Colocar junto com o lanche: guardanapos, colher para o iogurte e garfo para a fruta, quando aplicável; - Juntar sempre uma garrafa de água.

Contributo da Dra. Ana Neto, Dietista na Unidade de Peniche Adaptado da Associação Portuguesa de Nutricionistas

11


EM AGENDA

A equipa do Serviço de Psicologia Clínica da Unidade de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste, está a organizar o IV Encontro de Psicólogos do CHOeste-Unidade de Torres Vedras subordinado ao tema «Perdas e Lutos», no dia 12 de outubro de 2016, no auditório da Escola Internacional de Torres Vedras.

PROGRAMA 9:00 | Abertura do Encontro

14:30 | Painel «Reformulação do Luto»

Moderadora: Doutora Alexandra Seabra

Moderadora: Drª Catarina Severiano

Professor Doutor Telmo Baptista, OPP

Drª Iolanda Gil, CHDPC e SCML

Dr. António Curado, CHOeste

Drª Inês Carvalhão, , CHDPC e SCML

Drª Ana Umbelino, CMTV

Drª Filomena Sousa, CNS

Dr. Hugo Oliveira, CMCR 16:00 | Pausa para café 9:45 | Painel «Comunicação e Perda» Moderadora: Drª Solange Fernandes Drª Rute Pires, CHLC

16:30 | Painel «Perdas e Luto no Cuidador Formal e Informal»

Drª Joana Faria, INEM

Moderadora: Drª Maria Manuel Carvalho Enfª Joana Bragança, UCCP-HL* Drª Marta Pavoeiro, UCCP-HL*

11:00 | Pausa para café

*Equipa Coordenada pela Professora Doutora Isabel Galriça Neto

11:30 | Painel «O Luto» Moderadora: Drª Teresa Neto

17:30 | Encerramento

Drª Maria de Jesus Moura, IPO Maria Gomes, Testemunho GPLO

13:30 | Almoço

FICHA TÉCNICA Edição: n.º 01, Outubro de 2016 | Propriedade do Editor: Centro Hospitalar do Oeste, Rua Diário de Notícias 2500176 Caldas da Rainha, secretariado.ca@choeste.min-saude.pt, 262 830 300 | Direção: Conselho de Administração do CHOeste | Coordenação, Redação, Conceção gráfica e Fotografia: Gabinete de Comunicação do CHOeste, gab.comunicacao@choeste.min-saude.pt, 261 319 243

12

Newsletter do CHOeste | Outubro de 2016  

Boletim Informativo do Centro Hospitalar do Oeste.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you