Page 1

&EJÎÍP]"OP*7

(FSBÎÍP:

2VFNTÍPFTTFTKPWFOT ù

%SB7BMÏSJB4BMB[BS GBMBTPCSFPVTPEFCPUPY OBFOYBRVFDBDSÙOJDB ù

-FOEP/PTTPT&TDSJUPSFT 4VHFTUÜFTQBSB$BOHBDFJSØMPHPT

%S'FSOBOEPPSJFOUB $PNPGBMBSùTPCSFTFYP DPNBTDSJBOÎBT

Perto de Casa SET | OUT 2012

1


Perto de Casa SET | OUT 2012

2

$PRVFUFM.PMPUPW

$IJDMFUFDPN#BOBOB

.BJT VNB FEJÎÍP EP QSPWÈWFM FWFOUP NBJT iNPEFSOFUFwFiDPPMwEBDJEBEFTFBQSPYJNB 0 $PRVFUFM EFTUF BOP DPOUB OB TFYUB  DPN BT CBOEBT 5IF 'JSTU $PSJOUIJBOT  (BMBOHB  (BSPUBT 4VFDBT  5IF .BSZ 0OFUUFT  0T 4FSUÜFT  -VDBT 4BOUUBOB 3BJO.BDIJOFF4JCBFOPTÈCBEPDPN BTCBOEBT5BHPSF 3VOEJPNN :FUJ-BOF .BESJ  7JUPS "SBÞKP  5IJBHP 1FUIJU  #MPOE 3FEIFBE F .PSBFT.PSFJSBDBOUB"DBCPV$IPSBSF FEFTFUFNCSPOP5FBUSPEB6'1& %ÞWJEBTFNBJTJOGPSNBÎÜFT XXXDPRVFUFMNPMPUPWDPNCS

"CBOEBCBJBOBUPDBSÈOP$IFWSPMMFU)BMM*OEPPS FTUFBOPKVOUPDPNPTBNCBSPDLEP.POPCMPDP *OHSFTTPT Ë WFOEB OBT MPKBT 3FOOFS PV OB CJMIFUFSJBEPMPDBM $IFWSPMFUU)BMM EFTFUFNCSPI 3 NFJB]3 JOUFJSB QJTUB

0DVQBÎÍP/FMTPO3PESJHVFTHSBUVJUP 6NB 6NBWJBHFNOBWJEBFPCSBEF/FMTPO3PESJHVFT FN IPNFOBHFN BP TFV DFOUFOÈSJP &YQPTJÎÍP NVMUJNÓEJB TPCSF BT WÈWJBT GBDFUBT EFTUF QFSOBNCVDBOP "DFSWP DPNQPTUP QPS KPSOBJT  QÙTUFSFT SFWJTUBT FOUSFWJTUBTTPOPSBT BEJPWJTVBJT FJNQSFTTBT 5PSSF.BMBLPGG#BJSSPEPSFDJGF 5FSÎBBTFYUBGFJSBEBTIËTI 4ÈCBEP EPNJOHPFGFSJBEPTEBTIËTI *OGPSNBÎÜFT   

'-*103500JUBWB'FTUB-JUFSÈSJB*OUFSOBDJPOBM EF1FSOBNCVDP 0FWFOUPJSÈBQSFTFOUBSQBSUFEBNBHJBEPUFBUSP OBDJPOBM F JOUFSOBDJPOBM  USB[FOEP FTQFDJBMJTUBT OPBTTVOUPFOBTTVBTWFSUFOUFT BQBSUJSEPUFNB i"7JEBÏVN&TQFUÈDVMPw 0 USJCVUP B /FMTPO 3PESJHVFT  IPNFOBHFBEP EF   GBSÈ EB 'MJQPSUP VN FODPOUSP BJOEB NBJT JMVTUSF  VNB WF[ RVF P USBCBMIP EP FTDSJUPS  ESBNBUVSHP F KPSOBMJTUB EJBMPHB  UBNCÏN  DPN PVUSBT BSUFT 4PC B DVSBEPSJB EP FTDSJUPS F BEWPHBEP "OUÙOJP $BNQPT  P FWFOUP UFN DPNP PCKFUJWP QSPNPWFS P JOUFSDÉNCJP MJUFSÈSJP  DVMUVSBM BSUÓTUJDP F IVNBOÓTUJDP FOUSF PT DVMUVSBM  QBSUJDJQBOUFTEBJOJDJBUJWB KÈDPOTPMJEBEBDPNPB NBJPSGFTUBMJUFSÈSJBCSBTJMFJSB BEFOPWFNCSPEFFN0MJOEB %ÞWJEBTFNBJTJOGPSNBÎÜFT XXXýJQPSUPOFU 


Final de Expediente Crônica { Taciana Valença }

E

ngarrafamento quilométrico. Cansaço. Trânsito. Fome. Preocupações. Trânsito. Lista de compras. Trânsito. Atrasada para busKIZ W ÅTPW VW QVOTw[ <ZpV[Q\W *]bQVI[ 8I[[I XWZ KQUI  <ZpV[Q\W .IbMZ KWUXZI[ <ZpV[Q\W +MT]TIZ \WKI 5rM KILw ^WKw' +ITUI \€ KPMOIVLW <ZpV[Q\W ;QVIT Y]MJZILW 8]\b [~ W Y]MNIT\I^I+MT]TIZVW^IUMV\M<€M[XMZIVLW XZn RIV\IZ ^IQ LMUWZIZ' <€ QVLW 0WRM VrW vai ter tempo para ginástica. Trânsito. Celular. 5rM XW[[W LWZUQZ VI KI[I LM ^W^~' 8WZ Y]w' >W] KPMOIZ \IZLM u UMTPWZ <n KMZ\W >IQ XZI WVLM'<]U\]U\]U,M[TQOW]¹8ZMKQ[WKWV^MZ[IZ KWU M[[M[ UMVQVW[º <ZpV[Q\W +PMOI IW QVOTw[ *]bQVI 6ILI *]bQVI 6ILI +MT]TIZ"KILw^WKw'6IM[Y]QVIVWItIyXI[[IIY]Q *]bQVI7QUrM7Q,M^QI\MZI^Q[ILWVu'>WKw LMUWZW]M[\I^IKWUNWUM<nKPI\MILI'6rW KIV[ILI,MY]wUrM'<ZIJITPIZ)P ;QTwVKQW +IUQVPW LM KI[I ¹8ZMKQ[W KWV^MZ[IZKWUM[[M[UMVQVW[º+WUWNWQII]TI' *MTMbI - W QVOTw[ \n QVLW JMU' 6WZUIT - W VIUWZWKWUW^IQ')KIJMQUrM8WZY]M'5WZOW]7Y]MuQ[[W'.QKW][MUOZItI[IJM')P

EXPEDIENTE Revista Perto de Casa edição 19, ano 4. www.pertodecasa.rec.br Recife - PE Coordenação e Redação: Taciana Valença Colaboradores: Heron de Barros, Miriam Carrilho, Paula Valença, Elizabeth Galamba, Márcia Vieira, Joaquim Rêgo, Valéria Sala-‐ zar, Fernando Azevedo, Juliana Paraíso, Daniela Vaz, Gabi Fonseca, Andrea Sobral, Maria Luíza Monteiro, Antônio Nunes e Sandro Taguchi. Projeto Gráfico e Diagramação: Chilli Comunicação Capa: Azul de Barros Tiragem: 5000 exemplares Impressão: Brascolor Gráfica | 81 3366.9000 Você também encontra a Perto de Casa em todos os nossos anunciantes, além de laboratórios, consultórios médicos, padarias e diversos outros pontos de Recife. A revista Perto de Casa é distribuída gratuitamente. Os conteúdos dos textos são de responsabilidade exclusiva dos autores, não refletindo necessariamente a opinião da revista.

>IQ[IQZPWRM'>W][QU\MUMV[IQWLIJIVLI,QILM[MUIVI\IUJuU'jUrM[MVrWMV[IQIZVrWOIVPIUW[WKWVK]Z[W9]MKWVK]Z[W' ,MJIVLI[>WKw[M[\rWKWVKWZZMVLWIY]w'=U XZwUQW Iy LM UMTPWZ JIVLI )P ;M] QZUrW ^IQ \IUJuU' +TIZW UrM MTM u W ^WKITQ[\I M[Y]MKM]')P>w[MVrW^WT\I\rW\IZLM*MTMbI ¹8ZMKQ[WKWV^MZ[IZKWUM[[M[UMVQVW[º-Q\I 9]MNWQ'<MVPWZM]VQrWKWUI\]ZUILINIK]TLILM)OWZI';QU+WUW^W]LMQ`nTWKWUM[[M MVOIZZINIUMV\W'>WKwVrW^IQUMLMQ`IZMUT]OIZVMVP]UUrM^IUW[VW[ZM]VQZIY]QITQn[ Rn M[\IUW[ ZM]VQLW[ )Y]Q WVLM' 6W NIKMJWWS UrM7Y]MuQ[[W')Y]QTWY]M^WKw[MUXZMXMZgunta e nunca se interessa em saber o que é de ^MZLILM )P ¹8ZMKQ[W KWV^MZ[IZ 5)1; KWU esses meninos...”.

Caros leitores, esse é o recado desta edição, essa juventude tem muito mais a nos dizer do que imaginamos, basta estarmos dispostos a ouví-los e entendê-los. Posso garantir: eles irão surpreendê-los!

TACIANA VALENÇA

Coordenadora e Redatora na revista e blog Perto de Casa

Para anunciar: Taciana Valença taciana@pertodecasa.rec.br 81 9689.1994 | 9214.4500 Chilli Comunicação Juliana Paraíso juliana@chillicomunicacao.com.br 81 9722.1627 facebook.com/revistapertodecasa twitter.com/perto_de_casa canal: TacianaPertodeCasa Você encontra a Revista Perto de Casa aqui: Banca News (Shopping Plaza) - F: 81 3442.2483 Banca 17 de Agosto - F: 81 9954.8160 Banca Boa Forma (Rua do Futuro, Box 6) F: 81 3441.0109 Livraria Modelo (Praça do Entroncamento) F: 81 3087.3366 Livraria Jaqueira (Rua Antenor Navarro, 138) F: 81 3265.9455 On Time (Av. Rosa e Silva, 2000) F: 81 3268.6741

SUMÁRIO 04 Artista da Capa

17 Receita

06 Lendo

18 Direito

Nossos Escritores Uma geração de cangaceirólogos

Violação do email corporativo

07 Espaço Literário

19 Moda

Miriam Carrilho

O papel dos acessórios na moda

9 Saúde da Criança

20 Espaço Infantil

Sem medo de sorrir

Compreendendo a deficiência múltipla

19 Fala, tio

21 Trabalho

Fernando! Falando sobre sexo

Novas perspectivas para o mercado de trabalho em PE

11 Esportes

22 Arquitetura

Pernambuco nas Olimpíadas

Ambientes em harmonia

12 Geração Y

23 Saúde

16 Bom saber

25 Agenda

conheça Heron, o Azul de Barros

Conservação de alimentos

Cheesecake de morango

Novo tratamento para enxaqueca crônica Saiba os próximos eventos que acon-‐ tecerão na cidade


ARTISTA DA CAPA

8MZÅT

Muito mais que simples arte

o Azul de Barros

Além de ser uma forma gostosa e lúdica de contar a nossa história em álbuns de fotografia, o scrapbook é uma arte extremamente democrática, que agrada a todas as idades, sexos e profissões. Você não precisa ser um «artista» ou ter talentos especiais para fazer scrap. Basta 7 gostar de fotografia e de trabalhar com papel. Cada um faz do seu jeito e é esta uma das principais características do scrapbook: a personalização. Basta aprender algumas técnicasesetornarum(a) scrapper! «Quem tem talento para a arte pode fazer uma flor de papel, e quem não tem talento ou paciência, compra a flor pronta!»‐ afirma TacianaPontual. Muita gente também procura o scrapbook como terapia. Ele relaxa, desestressa, além de trabalhar o nosso lado psicomotor, ajudando a melhorar a memória e a coordenação motora. Mas é bom lembrar que não é tratamento, mas um exercício, uma ótima atividade para prevenir ou retardar muitos males que vêm comoenvelhecimento. Na opinião de Taciana, «o sucesso do scrapbook se deve à união de seu lado lúdico e terapêutico com o lado emocional, com a história da vida de cada um.» Conheça o scrapbook. Você vai se apaixonar!

Convites

C

PIUWUM 0MZWV LM *IZZW[ ,~ZQI [W] estudante do curso de arquitetura e urbaVQ[UWLI=.8-IZ\Q[\IXTn[\QKWOZIÅ\MQZWMo[ ^MbM[ XZWL]\WZ K]T\]ZIT  6W UMQW IZ\y[\QKW [W] KWVPMKQLW XMTW KWLQVWUM LM )b]T LM *IZZW[ IXMTQLWY]MKWUMKMQI][IZY]IVLWQVQKQMQUQVPI KIZZMQZIVWOZINÅ\QMU 5M][ \ZIJITPW[ KWUW IZ\Q[\I XTn[\QKW [rW JI[\IV\MIJMZ\W[IQVÆ]wVKQI[J][KW[MUXZMQV[pirações na música que escuto e nos livros que TMQWVWOMZIT\]LWIY]QTWY]MM]^W]KWVPMKMVLW M] I\ZIQW XIZI I[ UQVPI[ KZQIt‚M[  6I ZMITQLILMI[UQVPI[XQV\]ZI[[rWMU\WZVWLM]U XMZ[WVIOMUY]M^MVPWLM[MV^WT^MVLWPnITO]U \MUXWKPIUILW*ZM[LWTuLQW7XMZ[WVIOMUu ]UIZMXZM[MV\ItrWP]UIVIY]MXIZIUQUuW ZMÆM`WLM]UQVLQ^QL]WXMZNMQ\W6MTMM]LMXW[Q\WI[QVÆ]wVKQI[LMXM[[WI[Y]MM]ILUQZW\MVtando representar um pouco de cada uma delas VI[]IKWUXW[QtrW1UIOQVWW*ZM[LWTuLQWKWUW ]U¹[MZºY]MXW[[]Q^nZQI[KIZIK\MZy[\QKI[[MVLW cada uma delas inspiradas em outros personagens reais, que variam de músicos pernambucaVW[KWUWW[QT][\ZM[4]TI+€Z\M[M+PQKW;KQMVKM I\uXM[[WI[XZ~`QUI[KWUWWUM]I^€MUQVPI UrM j LQNyKQT LM M`XTQKIZ UI[ Y]IVLW KZQW ]U XMZ[WVIOMUM]W^Q[]ITQbWKWUWITOW\ZQLQUMVsional e animado antes de passar para a parede ou para o papel. )KPW Y]M I\u XW]KW \MUXW LM[KWVPMKQI W [QOVQÅKILWLM¹XZQWZQLILMºXWQ[\QVPIIQT][rWLM Y]M\MZQIY]MZMITQbIZU]Q\I[I\Q^QLILM[L]ZIV\MI UQVPIR]^MV\]LM)W[XW]KW[M]N]QXMZKMJMVLW que eu não poderia ser todas as aquelas coisas Y]MM]Y]MZQIXMTWUMVW[VrWXZWÅ[[QWVITUMV\M,IyM]KWUMKMQILMÅVQZWY]M[MZQIQUXWZtante realmente para o meu futuro e comecei a UMLMLQKIZIWY]MM]ZMITUMV\MUMQLMV\QÅY]MQ Y]MNWQWK]Z[WLMIZY]Q\M\]ZIMWOZINÅ\Q )\]ITUMV\MM]M[\W]MU]UVIUWZWÅZUM KIUQVPIVLWXZI]UVWQ^ILWM\MVPWKMZ\MbILM

a importância do capricho

Y]M MVKWV\ZMQ I KWUXIVPMQZI KMZ\I XIZI UQU )KPW Y]M W KI[IUMV\W u ITOW Y]M LM^MUW[ [MZ K]QLILW[W[XWQ[W[KWUXIVPMQZW[\wUY]M^ITWZQbIZIWUn`QUW]UIWW]\ZWMU\WLW[W[I[XMKtos, caso contrário a união pode até ser proveitosa MI\uM`Q[\QZIUWZMINM\WUI[V]VKI[MZnWQLMIT 6WN]\]ZWM]XZM\MVLW[MZ]U~\QUWIZY]Q\M\W M]U~\QUWIZ\Q[\IXTn[\QKWNIZMQWXW[[y^MTXIZI UM\WZVIZ]UIZMNMZwVKQIVW[LWQ[ZIUW[-[NWZtWUMU]Q\WXIZI\MV\IZ[MZWZQOQVITMI]\wV\QKW em tudo que faço, por isso espero que seja recoVPMKQLW ITO]U LQI 8IZI UQU Q[[W u ZMITQbItrW XM[[WITKWVY]Q[\IZ\]LWY]M^WKw[MUXZMY]Q[ .IUyTQI XIZI UQU u W Y]M LM\MZUQVI JWI parte da formação de uma pessoa. As maiorias LI[ VW[[I[ ZMNMZwVKQI[ ^wU LQZM\I W] QVLQZM\IUMV\MLMVW[[W[XIQ[,M^MUW[VW[JI[MIZVW[ nossos pais, em todos os casos. Se eles são perfei\W[\MV\IZ[MO]QZW[UM[UW[KIUQVPW[W]VrW [MVrW\MV\IZÅT\ZIZI[KWQ[I[JWI[MLM[KIZ\IZI[ coisas ruins. <MVPW XW]KW[ IUQOW[ M I UIQWZQI LMTM[ M] conheci recentemente. Eu não vejo muito mistério em amizades, apenas considero uma amizade quando percebo uma forte reciprocidade de sentimentos. A maioria dos amigos são artistas também e o meu melhor amigo sem dúvida é a minha namorada.

Quando o negócio é dar uma festa, muita gente pensa assim: «Não vou gastar muito no convite, por que as pessoas vão jogar fora mesmo!» Este é um dos primeiros erros que podemos cometer quando planejamos uma festa. A primeira impressão que o convidado terá de sua festa se dará através do convite. Então por que investir menos nesse item do que em qualqueroutrodafesta!? Convidaréumademonstraçãodeatenção e carinho para como convidado, entãonão deixe de caprichar, sem ostentação, mas demonstrando para ele que você está caprichando para recebê‐lo, em todos os detalhes. «Os modelos a serem escolhidos devem estar de acordo com o estilo dos noivos e da festa. Mas precisa ser limpo, bem diagramado, ter um papel de qualidade e um acabamento caprichado», comenta Taciana Pontual, designereproprietáriadaPaperBy. Masnãoseesqueçadoprazo,nãodeixepara últimahoraparafazerseusconvites.Nocasode casamento, os convites precisam ser distribuídos de 1 a 2 meses antes da data do evento, de acordo com o local onde o convidado reside. Então, você deverá encomendar o seu de 4 a 6 meses de antecedência,nomínimo. Omaisimportanteéentregaroseupedidoa uma empresa séria, que tenha qualidade e entregueseusconvitesnoprazoenocapricho!

EM BOA VIAG Rua Des. João Paes, 302 (81) 3032.6077

@PaperBy

Perto de Casa SET | OUT 2012

Perto de Casa SET | OUT 2012

6

Heron de Barros

GRAÇAS

www.paperby.com.br facebook.com/PaperByConvites

Rua do Cupim, 166 (81) 3221.4050

paperby.com.br/blog


8MZÅT

Lendo nossos escritores

Miriam Carrilho

{ Taciana Valença }

A

Perto de Casa SET | OUT 2012

8

4Q^ZIZQI 2IY]MQZI PWUMVIOMW] W +MV\MVnZQWLWVI[KQUMV\WLM4]Qb/WVbIOIXI\ZWcinando uma coletânea com quatro cordéis, inti\]TILI¹4]Qb/WVbIOI7:MQLW*IQrWºMUIQ[ ]UXW]KWLW[MZ\rW)WJZIY]MNITILIPQ[\~ZQI LW^MTPW4]IMWIUWZXMTW[MZ\rWNWQM[KZQ\IXMTI XWM\Q[IXWX]TIZ:Q^IVQ6I[IZQWKWVPMKQLIKWUW +IVOIKMQZILW+WZLMTMM[\nMV\ZMI[LMbUMTPWres, atendendo ao público adulto e infantil. ;MO]VLW:Q^IVQ6I[IZQWIWJZITQ\MZnZQIMU KWZLMTUW[\ZI\WLIPQ[\~ZQILW:MQLW*IQrW []I[XIZKMZQI[KWUBu,IV\I[M0]UJMZ\W<MQ`MQra e com outros temas que tem relação com o cantor como o Sertão, Patativa do Assaré e Lampião.

Sugestões para cangaceirólogos A Representação Social do Cangaço Rosa Bezerra Leitura obrigatória para o público ligado de alguma forma ao fenômeno do Cangaço. Ele se diferencia das demais abordagens porque traz à tona a forma como a mídia tendenciosa pode relatar os fatos, visando o favorecimento de determinados segmentos da sociedade. Coronelismo e Cangaço no Imaginário Social Erivan Felix Vieira O livro busca para a compreensão do imaginário e o cotidiano do Sertão nordestino através das metáforas de cordéis.

<IKQIVI>ITMVtIMII]\WZI:Q^IVQ6I[IZQW

1IZI.ZMQZM0MTQLI,¼n^QTI<IKQIVI>ITMVtIM4MW 8QVPMQZWVWTIVtIUMV\WLW+WZLMT¹4]Qb/WVbIOI 7:MQLW*IQrWMUIQ[]UXW]KWLW;MZ\rWº

A Dona de Lampião Wanessa Campos É totalmente focado para Maria Bonita, que quebrou paradigamas dos anos 30 para seguir Lampião, sua paixão, seu amor numa vida cheia de incertezas. A autora situa essa Maria ousada no seu tempo- o que acontecia em 1911, ano de nascimento de Maria Bonita? Em que ambiente ela viveu? Como se comportavam as mulheres do seu tempo no seu Sertão baiano? O que essa mulher tinha de especial que encantou Virgolino, seguiu seu bando pelos sertões e ficou com ele até o fim da vida? Maria Gomes de Oliveira, Maria Déa, Maria de Déa, Dona Maria, Maria do Capitão, Basé, e finalmente, Maria Bonita como ficou imortalizada até hoje e assim permanece, sendo fonte de inspiração na música, na moda, nas artes, no s filmes, etc. Neste 2012 termina seu centenário de nascimento e essa Maria não morreu. Viva Maria Bonita! O livro pode ainda ser encontrado na Cultura Nordestina Letras & Artes e na Livraria Cultura.

N

I\]ZITLM6I\IT:65QZQIU+IZZQTPWIXWZ\W]VW:MKQNMVW[QLW[LM!!WVLMK]Z[W]2WZVITQ[UWVI=VQ^MZ[QLILM+I\~TQKILM8- Livreira desde 1983, desde sempre gosta de ler e M[KZM^MZ,MLM[MVPIZ\IUJuU;MUNITIZVW[ÅTUM[MVI[XMtI[LM\MI\ZW;QUMI[^QIOMV[P]U /MUQVQIVI\MUY]I\ZWÅTPW[uLWLQIM OW[\ILMVƒUMZW[XIZM[9]I[M]UIQLMQIÅ`I +WUW[M]KWUXIVPMQZWMÅTPI[LIQLILMLW[ VM\W[KWUXIZ\QTPIWJWUMWY]wUIQ[I^QLI TPMWNMZMKM )KZ€VQKI+WUXIZItrWM[\nVW[M]TQ^ZW8IKW\M · .QKt‚M[ ]U [WVPW NMQ\W ZMITQLILM )V\M[ X]JTQKW].WTPI[-[XIZ[I[[~LMXWM[QI[7+IXQJIZQJMI[TM^IVIKWZZMV\MbI 6W[[IY]MZQLI5QZQIU+IZZQTPWXIZKMQZILI Perto de Casa desde sua primeira edição e que ^Q]VI4Q^ZIZQI1LuQI.Q`IKZM[KMZ\WLIM[[IOMZItrWY]MIY]QPWUMVIOMIUW[]UIOMZItrWY]M KWUKMZ\MbI[MTMUJZILM[\MIUn^MT[WZZQ[W 7JZQOILI5QZQIU

ESPAÇO LITERÁRIO BROTOEJA Ela está assim, nesse tempo de ser criança. Um tempo que até parece janela de trem bala. Nem bem se vê, logo passa e chega ligeiro à outra estação. As estações da vida se sucedem e só por um lance de sorte, uma palavra fortuita, um detalhe qualquer, acontece de nos damos conta de que em algumas delas pusemos os pés... Paremos de divagar. Vamos conhecer Marina, a Mári-Mári do papai Flávio, e da mamãe Samantha. Esperta, brincalhona, cheia de prosa e dona de uma personalidade forte, naquele fim de semana tinha ido passear em São Bento. Apaixonada pelo seu boneco Woody Toy Story, não o larga por nada. Brinca que brinca, leva-o ao zoológico, ao Shopping, à praia, ao teatro, conversa com ele, abraça-o e, às vezes até o castiga. Corre pra lá e pra cá entre os móveis e os jarros com flores, faz mil perguntas, desconfia das respostas, está sempre a querer saber mais. Lá pras tantas, um banho uma comidinha gostosa, muita conversa. Chega a hora do soninho. A avó cheia de cuidados leva-a para o berço, despe-a, e deixa-a só de fralda. Explica-lhe: - Mári-Mári você vai ficar só de fraldinha, viu? Passa a mão de leve sobre o corpinho encaroçado: - Você está cheinha de brotoejas! Marina esboça um sorriso, acena um sim e semicerra os olhos. Hum... Aquele nome desconhecido aguçara a sua insone curiosidade. Reabre as janelinhas, faz um giro com o olhar pelas paredes do quarto. Bate a vista no crucifixo. O Cristo seminu - igualzinho a ela - a observa. Eleva o braço e, com o indicador em riste: - Vovó, ele também tá com brotoeja?

9 Perto de Casa SET | OUT 2012

ESPAÇO LITERÁRIO


SAÚDE DA CRIANÇA

Sem medo de sorrir { Elizabeth Galamba e Paula Valença }

11 11 Perto Perto de de Casa Casa JUL SET | AGO OUT 2012

Perto de Casa SET | OUT 2012

10

ELIZABETH GALAMBA E PAULA VALENÇA

7LWV\WXMLQI\ZI[

N

ão tem nada mais gostoso do que um sorriso de criança! E quando esse sorZQ[WuLWVW[[WXZ~XZQWÅTPW\WZVI[MUIQ[ irresistível ainda. Por esse e outros tantos motivos vale a pena começar a cuidar dos dentes dos pequenos desde cedo. O atendimento odontológico a pacientes infantis é uma realidade. Cada vez mais, as mães K]QLILW[I[ TM^IU W[ ÅTPW[ IQVLI JMJw[ para receber as orientações tão importantes que vão garantir a saúde bucal na dentição de “leite” e permanente. Quando começar a limpar a boca? Usar escova ou dedeira? Posso usar pasta com ƃWZ' +WUW NItW XIZI UM] ÅTPW LMQ`IZ de chupar chupeta? Essas são algumas das perguntas mais comuns que chegam ao nosso consultório. Graças aos avanços da Odontologia Preventiva, a visita ao LMV\Q[\I LMQ`W] LM [MZ ]U ¹JQKPW XIXrWº e se tornou algo bastante agradável para a criança. As técnicas para controle do comportamento da criança contribuem e

garantem maior tranquilidade, principalmente na primeira visita. Devemos fazer desse momento, algo prazeroso para a criança, assim ela sempre terá boas recordações da sua visita ao dentista. O medo é o sentimento mais temido pelas mães quando a situação é ir ao dentista. Ao atender a criança no consultório odontológico devemos nos preocupar com os temores inerentes à infância e transmitir segurança ao pequeno paciente, fazenLW KWU Y]M MTM \MVPI I]\WKWVÅIVtI []Åciente para lidar com seus limites e com novas situações. Ou seja, no consultório odontológico devemos respeitar cada criança de forma individualizada, apresentando todos os seus elementos usando IVITWOQI[ M [MUXZM M`XTQKIVLW KILI XZWcedimento a ser realizado. As crianças são sensíveis, receptivas e capazes, cabe ao LMV\Q[\IM`XTWZIZ\WLW[M]XW\MVKQITMNIzer com que o momento da consulta seja o mais agradável possível.


N

Perto de Casa SET | OUT 2012

12

ESPORTES

FALA, TIO FERNANDO!

rW NW[[M W I\W [M`]IT VMU M] M[\I^I M[KZM^MVLW VMU ^WKw[ TMVLW j QV\MZM[[IV\M M[[I KWQ[I LM [M`W VW U]VLW todo. O que é normal em um grupo social é crime em outro. Mutilações de clitóris são feitas ainda em algumas civilizações para que mulheres não sintam prazer, poligamia em uns povos e monogamia em outros e assim segue o mundo. Fala-se sobre o desenvolvimento da criança nas suas várias etapas, da sua nutrição, do seu bem estar, mas quando chega VIPWZIMUY]MMTI[MQV\MZM[[IXWZ[M`WPn OZIVLMLQÅK]TLILM Agora está bom. Duro era no meu tempo. Conversa com os pais, nem pensar. A gente aprendia na rua com todas as desinformações e deturpações possíveis. As crianças de hoje morando em cidade e apartamentos perdem a oportunidade de MV\MVLMZMUWI\W[M`]IT Digo sempre que os professores dos UM][ÅTPW[NWZIUUM][[I]LW[W[XI[\WZM[ alemães. Eles viram a transa, a gravidez, o parto e a amamentação. Fica mais fácil. Vi muita galinha na minha casa quando era pequeno, mas o galo é tão rápido que não dá XIZI MV\MVLMZ <IUJuU \MVPW LQÅK]TLILM XIZII[[QUQTIZ-L]KItrW;M`]ITVI[M[KWTI[ Cada criança e adolescente tem seu momento para ser instruído sobre a ativiLILMMWXZIbMZ[M`]ITMLM^M[MIXZW^MQ\IZ a primeira pergunta para a primeira instrução que deve ser clara e objetiva, sem “sementinhas”, por favor. Estabelecendo[MIKWVÅIVtIMV\ZMXIQ[MÅTPW[WI[[]V\W Æ]Q [MU XZWJTMUI[ MU KILI NI[M LI ^QLI infanto-juvenil. Hoje com a sociedade muito mais aber\I W[ ¹ÅKIZº \rW XZM[MV\M[ I QVQKQItrW [M`]IT \rW XZMKWKM ILWTM[KMV\M[ \MU Y]M ter orientações corretas sobre gravidez e LWMVtI[ [M`]ITUMV\M \ZIV[UQ[[y^MQ[ 6rW percam a oportunidade de educá-los sempre que o tema esteja em aberto, mas não precisa marcar dia e hora para o assunto.

Falando sobre sexo { Dr. Fernando Azevedo }

Pernambuco nas Olimpíadas { Juliana Paraíso Albuquerque }

13 Perto de Casa SET | OUT 2012

SAÚDE

A

DR. FERNANDO AZEVEDO

Pediatra, Cantor, e Cronista

Hoje a literatura infanto-juvenil também tem bons livros, mas é sempre bom ler antes de entregá-los para que não haja discordâncias entre autor e a educação que os pais pensam dar. Também não queira entregar ao Pediatra ou agora ao Hebiatra essa função. A gente está pronto para ajuLIZUI[IZM[XWV[IJQTQLILMMIKWVÅIVtI LM^MUM[\IZVIZMTItrWXIQ[MÅTPW[

s Olimpíadas de Londres aconteceram do dia 27 de julho a 12 de agosto. Pernambuco esteve muito presente, não só com o projeto de turismo Recife te Quer, mas também com 7 atletas, sendo elas: Bárbara (futebol), Dani Lins (vôlei), Jaqueline (vôlei), Joanna Maranhão (natação), Keila Costa (atletismo), Samira Rocha (handebol) e Yane Marques (pentatlo moderno). Joanna Maranhão e Keila Costa não foram muito bem nesses jogos olímpicos e ^WT\IZIU IV\M[ UM[UW LI[ ÅVIQ[ *nZJIZI e Samira começaram bem na competição no futebol e no handebol, respectivamente, UI[NWZIUMTQUQVILI[VI[Y]IZ\I[LMÅVIQ[ <Zw[I\TM\I[\ZW]`MZIUUMLITPI[",IVQ Lins e Jaque, recifenses, a medalha de ouro e Yane Marques, menina de Afogados da Ingazeira, a de bronza. Yane se tornou a única detentora de medalha olímpica no pentatlo moderno do Brasil, da América Latina e do Hemisfério Sul. A Revista Perto de Casa parabeniza todos os atletas brasileiros, em especial as pernamJ]KIVI[Y]MÅbMZIU]UIJWVQ\IPQ[\~ZQIMU Londres. Esperamos que, aqui no Brasil, possamos conquistar mais medalhas.

PARA QUEM É OU AINDA VAI SER MAMÃE.

JULIANA PARAÍSO

Publicitária


CAPA Ao contrário do que se pensa, eles não são revoltados e tem valores éticos muito fortes que XZQWZQbIUWIXZMVLQbILWMI[ZMTIt‚M[P]UIVI[ ;rWQVR][\IUMV\MKPIUILW[LMMOWy[\I[XMTWNI\W LMM[\IZMU[MUXZMMUJ][KILII]\WZZMITQbItrW ITOWY]MI\uPWRMÅKW]IXMVI[MUVW[[W[KWVKMQ\W[-TM[IKPIU[QUY]MWWJRM\Q^WLW\ZIJITPWuIZMITQbItrWXM[[WITMJ][KIUWMY]QTyJZQW MV\ZMI^QLIXM[[WITMXZWÅ[[QWVIT)[WKQMLILM que está se formando com esses jovens será bem diferente da nossa.

{ Taciana Valença }

Perto de Casa SET | OUT 2012

14

E

TM[ VI[KMZIU I XIZ\QZ LM !  KWU um mundo entrando numa relativa estabilidade, cresceram numa década de intensa ^ITWZQbItrW LI QVNpVKQI KWU QV\MZVM\ KWUX]\ILWZM[MML]KItrWUIQ[[WÅ[\QKILIY]MI[OMZIt‚M[IV\MZQWZM[/IVPIZIUUWZITMKWUWLQZQI UQVPI ^~ XIZMKMU ¹KPMQW[ LM LQZMQ\W[º  6rW [M[]RMQ\IUII\Q^QLILM[Y]MVrWNIbMU[MV\QLW IW TWVOW LW \MUXW XWZ Q[[W U]LIU \IV\W LM \ZIJITPW[IJMU\ZIJITPIZMUZMLMMTQLIUKWU autoridades como se eles fossem colegas de classe e isso por que não percebem as relações em \MZUW[ PQMZnZY]QKW[ M [QU LM ZM[XMQ\W Uƒ\]W ¹\QXWºKWUWMTM[LQbMUZM[XMQ\I[MNWZZM[XMQ\ILW7Y]MY]MZMULW[KPMNM[uWXWZ\]VQLILM LM IXZMVLQbILW ZM[XWV[IJQTQLILM M KPIVKM LM UMTPWZIZWY]MNIbMUMQ[[WXZIMTM[uWR][\W  -[\rW o ^WV\ILM KWU W[ UIQ[ ^MTPW[ M U]Q\I[ ^MbM[o^WV\ILMLMUIQ[;rWIXZM[[ILQVPW[QUXIKQMV\M[NIbMUUQTKWQ[I[IWUM[UW\MUXW[~ ÅKIUMV^WT^QLW[VWY]MOW[\IUY]MZMUU]LIZ o mundo e preservar o meio ambiente. Tudo isso numa velocidade de quem cresceu usando as ferramentas mais modernas oferecidas pela \MKVWTWOQI M V]U U]VLW ¹VI\]ZITUMV\Mº OTWJITQbILW-[[M[RW^MV[[rWW[ZMXZM[MV\IV\M[LI

KPIUILI¹/MZItrWAºRnMU[]I[MO]VLI¹^MZ[rWº=V[ZM^WT]KQWVnZQW[LQNMZMV\M[LI[W]\ZI[ gerações, silenciosos e ágeis. -TM[VI[KMZIUMUJMZtWLQOQ\ITMNMZZIUMV\I[ VrW TPM[ NIT\IU XIZI M[[I ZM^WT]trW \WLI" NIKMJWWS[ KMT]TIZM[ MUIQT[ \_Q\\MZ[ Q8PWVM[ Q8WL[Q8IL[MJWWS[M\]LWUIQ[Y]MXIZMKMURn \MZMUVI[KQLWLWUQVIVLW-[\IuIMZILW[QVLQ^yL]W[U]T\Q\IZMNI[ <MUUIQ[XIZIMTM[VILI uQUXW[[y^MT 6rW Pn M[\IZLITPItW[ VMU JIVLMQZI[ I [MZMUTM^IV\ILI[MTM[\MUKMZ\MbIY]MU]Q\IKWQ[I do passado não funciona mais e estão inventanLWVW^I[ZMOZI[[WbQVPW[

A hora do cafezinho você escolhe. O lugar já tem. De segunda a quarta: 15:00 às 22:00h | Quinta e sexta: 15:00h à 00:00h | Sáb. e dom.: 15:00 às 23:00h

Praça de Casa Forte, nº409 - Loja 04 - Casa Forte |

Fone :

3033.3535

15

Eles conseguem estudar, ao mesmo tempo ler notícias na internet, checar o facebook, escutar música e ainda prestar atenção na conversa ao lado. A velocidade deles é outra. -[\IVLW W UMZKILW MU J][KI LM XZWÅ[[QWVIQ[ I]\€VWUW[ KWTIJWZI\Q^W[ ^MZ[n\MQ[ MUpreendedores, criativos, conectados e que saJMUWY]MY]MZMUM[[IOMZItrWM[\nKWU¹NIKI e o queijo na mão”. ,M^QLWIW[XWLMZM[Y]M\MUMoLM\MZUQVItrWY]MNIbXIZ\MLIXMZ[WVITQLILMuQUXWZ\IVte frisar que esses jovens devem ser sempre bem orientados, pois caso toda essa força se reverta para um lado ruim pode ser desastroso para MTM[[]I[NIUyTQI[M[WKQMLILM A Perto de Casa nesta edição resolveu tirar WKPIXu]XIZIM[[IOMZItrWMPWUMVIOMnTIXMTW U]VLW UMTPWZ Y]M M[\rW \MV\IVLW KWV[\Z]QZ 5I[XIZILM[KWJZyTW[UMTPWZNWQXZMKQ[WM[K]\n-los e por isso mesmo, admirá-los mais ainda.

Perto de Casa SET | OUT 2012

Geração


Juliana Paraíso Albuquerque, 22 Publicitária e sócia da Chilli Comunicação

Perto de Casa SET | OUT 2012

16

“Com 6 anos, comecei a usar o computador Windows 95 do meu avô. Ficava jogando paciência e tentando jogar pelo portal AOL. Acredito que estamos fazendo as mesmas coisas que a geração passada, mas de uma maneira que não agrida tanto o ambiente e que seja mais rápido e prático.“

Tibério Valença Ribeiro, 21 Estudante de Arquitetura, estagiário num escritório de Arquitetura, tecladista em uma banda de rock, baterista em outra banda de blues, cantor de um coral, toca com um grupo teatral de improviso e fabrica biscoitos sem glúten para vender. “Não gosto muito de pensar no futuro. Faço o meu melhor agora e acredito que o futuro me dará o que mereço. Acho o casamento Legal. Pretendo me casar, mas só quando tiver condições financeiras para tal. Realização pessoal é obter sucesso nas escolhas que fiz na vida.” Daniela Queiroz de Assis Reis, 21 Estudante de Ciências Biológicas

Caio Rafael Lemoine de Luna Morais, 22 Estudante de Publicidade, técnico de som em um teatro, roadie para algumas bandas, guitarrista numa banda de reggae e surfista “Tenho como referências meus pais, a positividade e a perseverança da minha mãe me motivam, além do seu amor incondicional. Já o bom-humor, a criatividade e o carinho que meu pai tem por mim e minha irmã me inspiram. A ternura e a sabedoria da minha namorada me guiam. Minha maior prioridade? Acho que nos últimos meses, o surf! Hahaha. Brincadeira. Estou me preparando para viajar para Alemanha, estudar Audiovisual em uma universidade, se tudo der certo ficarei por volta de 6 meses. Quando voltar pretendo me dedicar as atividades que já desenvolvo por aqui, além de montar um estúdio com meus amigos e abrir uma empresa que misture Som, Publicidade, e Surf também! Porque não?!”

Jéssica de Siqueira Jansen, 20 Estudante de Direito na UFPE, iniciando no ramo de produção cultural e elaboração de projetos “Meus pais tiveram sua juventude marcada pela ditadura militar. Meu pai era militante, tenho muito orgulho disso, mas acabou se afastando da vida política para casar com minha mãe e ter uma vida mais tranquila. Minha mãe era a típica adolescente fã dos Beatles e da Jovem Guarda, ia para bailes, gostava de moda, sempre muito bonita. Viveram numa época que eu acredito ter sido uma das mais importantes de nossa era, uma época de luta juvenil de verdade e não esse ativismo de fachada e status que vemos bombardeando as redes sociais. “

Renato Saeger Magalhães Costa, 21 Estudante de Direito, estagiário em um órgão público e blogueiro do site www.recifedeumadez.com “ Acredito que essa nova geração tem uma tendência imediatista que reflete diretamente na tecnologia. Toda relação pessoal e profissional passa por algum tipo de interação tecnológica. Comunidades online, grupos de interesse estabelecidos dentro de uma rede social... Essa geração se desenvolve e alcança o mundo todo mediada pelos avanços tecnológicos. Os conceitos de vida e relacionamentos são, na maioria das vezes, ditados por percepções, experiências e discussões na rede. O blog Recife De1a10 surgiu dentro desta perspectiva. Poucos desta geração se interessam em saber o que os críticos experientes tem a dizer sobre restaurantes. As pessoas querem sensações. Experiências pessoais... Querem relatos de pessoas que possam dizer o que viram e sentiram no mesmo linguajar e na mesma “vibe” que eles próprios sentiriam. Essa geração é uma geração que conhece poucas fronteiras, pois tudo esta a um touch da tela.“

“Comecei a usar o computador com 10 anos. Minha maior prioridade? As pessoas que amo. Livro dos Espíritos de Allan Kardec é minha maior referência. Planejo construir uma carreira bem sucedida como bióloga e realizar vários sonhos de cunho pessoal.”

Thiago Valença Ribeiro , 26 Arquiteto, sócio na Poligonus Arquitetura e vocalista da Banda Fiddy “Tenho como minha referência, meu avô, que era uma pessoa muito de bem com a vida e com a família sempre muito unida. Não era rico, mas vivia tranquilo e aproveitando bem com os filhos e netos. Algumas famílias são bem problemáticas, a minha é uma das mais normais que conheço! Mas é um conjunto de pessoas que, independente de qualquer coisa, deve sempre se ajudar e dividir as alegrias e as tristezas . Tem pessoas que tem melhor amigo ou amiga, ou 2 melhores amigos. Eu tenho uns 10. Todos são melhores amigos e espero que permaneçam pra sempre. Considero como se fossem meus irmãos e meu irmão eu considero como se fosse eu mesmo.” Renata Paraíso Albuquerque, 25 Arquiteta e sócia na Poligonus Arquitetura “No momento, minha prioridade é trabalhar sempre mais e curtir os momentos livres como nunca. Até então, acho o casamento ótimo, tem seus problemas pelo meio do caminho já que a convivência com uma pessoa com a educação e os costumes diferentes dos seus é sempre muito difícil. Como realização pessoal, desejo criar um nome sólido para meu escritório para que tenhamos uma estabilidade financeira e profissional, além de constituir uma família.” Daniela Vaz de Oliveira, 24 Designer e sócia na Chilli Comunicação “Realização pessoal pra mim é conseguir ser totalmente feliz com o que você se tornou no “hoje”. Minha prioridade é manter foco no meu trabalho, já que a escolha de ser empreendedora aumenta a pressão e a responsabilidade sob meu futuro. Tenho um certo medo do futuro, principalmente na questão financeira. A gente (e nossa família) acaba pondo muitas responsabilidades e expectativas.”

17 Perto de Casa SET | OUT 2012

O que eles andam fazendo?


BOM SABER

RECEITA

Conservação de alimentos

Cheesecake de Morango

{ Andrea Sobral }

{ Daniela Vaz } ANDREA SOBRAL

Podemos lançar mão de alguns mÊtodos simples, que evitam a deterioração dos alimentos duZIV\M]UXMZyWLWZIbWn^MTI]UMV\IVLWW\MUXW de prateleira. :MITQbItrW LM ]UI JWI KWUXZI PQOQMVQbItrW LM ITQUMV\W[ IZUIbMVIOMU KWV[MZ^ItrW XMTW NZQW ZM[NZQIUMV\W M KWVOMTIUMV\W M ]UI JWI PQOQMVM LW IUJQMV\M [rW QUXWZ\IV\M[ XIZI mantermos os alimentos saudåveis, jå que estes são facilmente contaminados.

XM[IZLM\MZVI[KQLWVIIV\QOI/ZuKQIPnU]]]Q\W\MUXWWKPMM[MKISM[~[MXWX]TIZQbW]VW[IVW[ Y]IVLWMZI]UILI[[WJZMUM[I[UIQ[XWX]TIZM[LW[-[\ILW[=VQLW[M^QZW]ITOWUIQ[NnKQTLM [MZ^Q[\WVW*ZI[QTIXMVI[VW[Â&#x192;T\QUW[IVW[ 5QVPIZMKMQ\Iu]UI^IZQItrWLM^nZQI[Y]M^WKwIKPIVIQV\MZVM\7LWKMuKWUXW[\WJI[QKIUMV\M XWZUI[[I[ITOILI]UZMKPMQWKZMUW[WKWUY]MQRWM]UIOMTuQIOW[\W[IMUKQUI)OMTuQILIZMKMQ\I XWLM^IZQIZU]Q\WUI[IY]Q^W]MV[QVIZINIbMZ]UIKWUUWZIVOW[Y]MXWLM[MZKWV[]UQLINWZILW KPMM[MKISMu[~VrWKWTWKIZIOMTI\QVIVMTI7]\ZWXWV\WY]MXWLM^IZQIZuVIY]IV\QLILMLMJQ[KWQ\W[ I[MZMU][ILW[XWQ[VMU\WLINWZUIuLWUM[UW\IUIVPW4QUXMJMUWTQY]QLQĂ&#x2026;KILWZMV\ZMI[NI[M[

E aĂ­? Como faz?

1) A massa de biscoito Passe o pacote de biscoitos quebrados no liquidificador ou processador e depois por uma peneira, fazendo uma â&#x20AC;&#x153;farinha de biscoitoâ&#x20AC;?. Numa vasilha, misture a margarina em temperatura ambiente com essa farinha. Coloque essa massa por todo o fundo da sua forma de fundo removĂ­vel. Eu indico passar pelas laterais da forma tambĂŠm. Talvez vocĂŞ tenha que usar mais biscoitos e margarina pra completar.

Abaixo relaciono 10 dicas simples, mas de muita importância, a serem utilizadas no dia a dia: 1)Arrumação da Geladeira: -Mantê-la na temperatura ideal (abaixo de 7° C); -Evitar abrí-la com frequência; -Verificar periodicamente a borracha de vedação da porta; -Não forrar as prateleiras (dificulta a circulação do frio); -Alimentos prontos para o consumo, laticínios e frios devem estar nas prateleiras superiores; -Alimentos que não foram manipulados (doces, charque, ovos), nas prateleiras do meio, bebidas e verduras, nas prateleiras inferiores. -Não armazenar alimentos descobertos ou desprotegidos.

4) Manter o freezer Ă temperatura abaixo de â&#x20AC;&#x201C; 18° C.

2) Controlar o tempo de exposição do alimento pronto. Este não deve ficar a temperatura ambiente por mais de duas horas. A partir disto, a proliferação de micróbios se acelera, contaminando o alimento. Após esse período, armazenar em geladeira/freezer, reaquecer (T° de fervura) ou ainda, conservar em banho Maria a uma temperatura de ebulição da ågua por 6 horas.

8) Trocar a bucha de lavagem de pratos, se possível, semanalmente. Ao final do dia, imergí-la em solução de ågua sanitåria (01 colher de sopa para cada 1 l de ågua) e deixar por 15 minutos.

3) Nunca recongelar alimentos â&#x20AC;&#x201C; separĂĄ-los em porçþes antes que este sofra o congelamento.

10) E, antes de tudo, LAVE BEM SUAS MĂ&#x192;OS antes de manipular alimentos.

5) Respeitar o prazo de validade dos alimentos, mesmo para os congelados. Verificar o prazo na compra tambÊm Ê muito importante. 6) Observar e seguir as orientaçþes de conservação dadas pelo fabricante nas embalagens. 7) Os panos de pratos devem estar rigorosamente limpos e trocados frequentemente; não se deve usar o mesmo para enxugar as mãos.

9) Lavar bem os utensĂ­lios e nĂŁo utilizar o mesmo em alimentos crus e cozidos.

INGREDIENTES: -1 saquinho de gelatina em pĂł sem sabor vermelha; -1 saquinho de gelatina em pĂł sem sabor incolor; -1 copo de requeijĂŁo; -1 caixinha de creme de leite; -1 caixinha de leite condensado; -4 xĂ­caras de açúcar; -2 caixinhas de morango; -ĂĄgua mineral; -1 pacote de biscoito â&#x20AC;&#x153;maizenaâ&#x20AC;?; -100 gramas de margarina.

19 Perto de Casa SET | OUT 2012

Q

A

2) O creme de queijo O requeijão, o creme de leite e o leite condensado vão ao liquidificador. Enquanto isso você dissolve o pacotinho de gelatina em pó sem sabor como diz as instruçþes da embalagem (precisa ir para o fogo). Coloca-se a gelatina no liquidificador para misturar. Joga o creme na forma e jå pode ir para o freezer. Espere 1 hora. 3) A gelÊia feita em casa (mas pode colocar outra gelÊia a gosto) Uma das caixas de morango vai ao liquidificador com uma xícara de ågua mineral e as 4 de açúcar. Se precisar, coloque mais ågua. Essa mistura vai para o fogo e, um pouco depois, coloca-se a outra caixinha de morangos (picados). Espera-se atÊ reduzir o doce e dar um ponto viscoso de gelÊia. Se quiser, pode acrescentar mais açúcar. Desligue o fogo e misture a gelatina sem sabor vermelha depois de dissolvê-la. Quando esfriar um pouco, coloque em cima do cheesecake e volte um tempo à geladeira.

DICA DO LEITOR

DANIELA VAZ DE OLIVEIRA

,M[QOVMZ

â&#x20AC;&#x153;O cafĂŠ com cuscuz da Livraria Jaqueira jĂĄ fazem parte da minha vida.â&#x20AC;? HĂŠlida DĂĄvila

7KMUIZVW[JI[\QLWZM[LI[ LMTyKQI[LITQ^ZIZQI

Perto de Casa SET | OUT 2012

18

]MURnVrW[M[]ZXZMMVLM]KWUWXZMtWĂ&#x2026;VIT LI[KWUXZI[VW[]XMZUMZKILW'8IZMKMY]M \WLWUw[I]UMV\IWY]Mu^MZLILM,M[[INWZUI MKWVWUQbIZuIWZLMULWLQI=UIUMLQLILMMKWVWUQI[MZQIM^Q\IZUW[WLM[XMZLyKQWLW[ITQUMV\W[ 5I[KWUW'

6]\ZQKQWVQ[\ILI årea de Segurança dos Alimentos


DIREITO

MODA

Violação do email corporativo legalidade

O papel dos acessórios { Gabi Fonseca } de moda

{ Maria Luíza Trindade }

Perto de Casa SET | OUT 2012

20

O

[\I\][ LW[ LQNMZMV\M[ XZWL]\W[ LM UWLI W[KQTI I KILI KWTMtrW 7[ IKM[[~ZQW[^wUM`MZKMVLWXIXMTN]VLIUMV\ITVI[XZWL]t‚M[\IV\W Y]M[MXMV[IZUW[VW^MZLILMQZW[MV\QLWLIXITI^ZIIKM[[~ZQWM[\MM[\IZQI PnITO]UI[M[\It‚M[LM[I\]ITQbILW )^MZ[I\QTQLILMLM[\M[Q\MV[LMUWLI^MU[ML]bQVLWWKWV[]UQLWZ0WRMI[ XM[[WI[¹^M[\MUº]UKWTIZ]U[IXI\WW]]UIJWT[IMM[\M[WJRM\W[\wULQ\W U]Q\WUIQ[[WJZM[M][][]nZQW[Y]MIXZ~XZQIZW]XI<IV\WY]MW[KWTIZM[^QZIZIU¹UI`QºW[[IXI\W[^QZIZIU¹WºyKWVMLM[MRWMI[JWT[I[¹Q\JIO[º -UXZM[I[KWUWI,QWZ[WJZM^Q^MUXMTWNI\]ZIUMV\WLM[\M[MO]QUMV\W -MVY]IV\WOZIVLMXIZKMTILW[KWV[]UQLWZM[WX\IXWZKWUXZIZZW]XI[MU TWRI[LMLMXIZ\IUMV\WY]MXZI\QKIUW¹NI[\NI[PQWVºI[TWRI[LMIKM[[~ZQW[ \wU[M\WZVILWKILI^MbUIQ[T]`]W[I[ 

ZM[XWVLwVKQI[6rW[MVLWKWV[QLMZILII^QWTItrWLM KWZZM[XWVLwVKQIXM[[WITWIKM[[WXMTWMUXZMOILWZ ao e-mail corporativo. Assim, o empregado pode ser demitido, por justa causa, caso faça mau uso do seu e-mail KWZXWZI\Q^W ]\QTQbIVLWW KWU ÅU LQ^MZ[W LW Maria Luíza \ZIJITPW KWUW XWZ Trindade H. N. M`MUXTW W MV^QW LM Monteiro Advogada mensagens de teor raKQ[\I LQNIUI\~ZQW P]UWZy[\QKWMXWZVWOZnÅKWWY]MuQVKWUXI\y^MTKWU W][WLMKWZZMQWMTM\Z€VQKWNWZVMKQLWKWUWQV[\Z]UMV\WLM\ZIJITPW Contudo, esta questão é controversa e deve ser IVITQ[ILIKWUJWU[MV[WRnY]MVrWPnY]ITY]MZ lei que a regulamente.

21 Perto de Casa SET | OUT 2012

U

U\MUIJI[\IV\MXWTwUQKWPWRMuIY]M[\rW da possibilidade, ou não, da empresa violar o e-mail corporativo de seus empregados. 7 QUXWZ\IV\M u [IJMZ Y]M W MUXZMOILWZ XW[[]Q W poder diretivo e tem o direito de vigiar as atividades M`MK]\ILI[ XMTW[ [M][ MUXZMOILW[ XZQUMQZW XIZI KWVNMZQZ[MI[I\Q^QLILM[M[\rW[MVLWLM[MUXMVPILI[ correta e legalmente, segundo, porque quem responLMXMTWQTyKQ\WXZI\QKILWXMTWMUXZMOILWVWLM[MUXMVPWLM[]I[N]Vt‚M[uIMUXZM[IW][MRIKI[W]U funcionário use o e-mail corporativo para disseminar UMV[IOMV[ KWU \MWZ QTyKQ\W  KWUW I[ LM KWV\MƒLW ZIKQ[\IW]LQNIUI\~ZQWXWZM`MUXTWIZM[XWV[IJQTQLILMKQ^QTXWLMZn[MZI\ZQJ]yLIoMUXZM[IXWZQ[[W o TST tem considerado legal a violação do e-mail corporativo por parte da empresa. A fundamentação do TST é que o e-mail tamJuUu]UQV[\Z]UMV\WLM\ZIJITPWMIXMVI[WMUIQT pessoal está protegido pela inviolabilidade das cor-

Gabi Fonseca

designer da marca de sapatos Gabi Fonseca ___OIJQNWV[MKIKWUJZ

CONCURSO

BELEZA TEEN Se você tem entre 12 e 16 anos, mora em Recife e sempre quis ser capa de revista, envie uma foto de corpo e uma de rosto para concurso@pertodecasa.rec.br. A vencedora ganhará um ensaio fotográfico por Mônica Paiva, será produzida por Nara Guerra Beauté Coiffeur e receberá um CD com todas a fotos. Além disso, ganhará um conjunto de jóias do designer e joalheiro pernambucano Leo Pinheiro e terá seu perfil em destaque na revista, sendo a modelo de capa da 20ª edição. Entre no nosso blog e saiba mais: www.pertodecasa.rec.br


TRABALHO

ESPAÇO DA CRIANÇA

Dica de Leitura:

Perto de Casa SET | OUT 2012

Volta às Aulas

Quer saber o resto da história? Adquira o livro através do site http://www.fundacaodorina.org.br/ (Fundacao Dorina Nowill) ao custo de 20 reais. Ele é um dos 5 títulos da coleção Diferenças.

ANTÔNIO NUNES

Engenheiro, professor universitário e escritor

Foto de criança lendo MU*ZIQTM<QZILIVW lançamento do livro, VIƒT\QUI*QMVITLW Livro em São Paulo. 1UIOMU")KMZ^W ,WZQVI6WZ_QTT

Novas Perspectivas para o Mercado de Trabalho em Pernambuco { Sandro Taguchi }

P

ernambuco tem tradição em áreas como o KWUuZKQW VI ZMITQbItrW LM NMQZI[ M KWV^MVções, no turismo, nas atividades culturais, etc. Porém, em função do grande investimento em indus\ZQITQbItrW ZMITQbILW VW M[\ILW VW[ ƒT\QUW[ IVW[ fomos levados a uma situação constrangedora. *I[\I^Q[Q\IZUW[ZMOQ‚M[KWUWWKWUXTM`WLM ;]IXM XIZI KWV[\I\IZUW[ I LQÅK]TLILM LW[ XMZVIUJ]KIVW[JMUKWUWLMVW[[W[^QbQVPW[XIZIQJIVW[MITIOWIVW[MUWJ\MZMUXZMOWLMUMTPWZ Y]ITQÅKItrWVI[LQ^MZ[I[QVLƒ[\ZQI[QUXTIV\ILI[VI ZMOQrWKWV[QLMZILIXWZU]Q\W[KWUWIVW^I¹-TLWZILWºLWVWZLM[\M)[N]Vt‚M[LMVy^MTUIQ[MTM^ILW[rWWK]XILI[M[XMKQITUMV\MXWZXZWÅ[[QWVIQ[ do sudeste brasileiro e, eventualmente, por estranOMQZW[6rWPnVILILMMZZILWVQ[[W)ÅVITM[[I[ XM[[WI[^wULMTWKIQ[Y]MPnU]Q\WXW[[]MU]UI indústria bem desenvolvida sendo então normal Y]M\MVPIUM`XMZ\Q[MVInZMIQVL][\ZQIT <WLI^QI XIZI V~[ XMZVIUJ]KIVW[  u NZ][\ZIV\M WJ[MZ^IZ W ÆWZM[KMZ LM ]UI ZM^WT]trW QVdustrial que está ocorrendo em solo pernambucano sem que nordestinos possam aproveitar bem I[WXWZ\]VQLILM[XZWÅ[[QWVIQ[Y]M[]ZOMUVM[\M KWV\M`\W7Y]MXZMKQ[IUW[NIbMZMKWU]ZOwVcia, é apresentar aos nossos jovens as perspectivas

23 XZWÅ[[QWVIQ[ M MKWV€Sandro Taguchi 5M[\ZMM-VOMVPMQmicas que estão nasro Mecânico, diretor cendo junto com a vinLI<)/=+01· da das indústrias para Treinamento e forUItrWXZWÅ[[QWVIT Pernambuco. Além de oferecer ferramentas LM \ZMQVIUMV\W \uKVQKW LM Y]ITQLILM ITQVPILW KWUI[\MKVWTWOQI[UIQ[I^IVtILI[M`Q[\MV\M[XIZI Y]M\MVPIUW[KWUWQV[MZQZVW[[WXW^WVM[\MKITdeirão de oportunidades. )^QVLILINnJZQKILI.1)<XIZI/WQIVIu]U JWUM`MUXTW)ÅVIT]UIUWV\ILWZILMI]\WU~^MQ[ZMƒVM]UIKILMQILI[UIQ[KWUXTM`I[MU\MZUW[LMTWOy[\QKIMLM\MKVWTWOQI\IQ[KWUWMUXZMsas fornecedoras dos mais diversos segmentos da indústria, como plásticos, componentes elétricos, M\K7LM[IJZWKPIZLMY]ITY]MZI\Q^QLILMXZWUQ[sora é cercada de caçadores de oportunidade de VMO~KQWNIbMVLW[]ZOQZ^nZQW[K]Z[W[XZWÅ[[QWVITQbIV\M[\uKVQKW[MLMMVOMVPIZQI.QKIIVW[[I[]gestão para os interessados em investir em formatrWXIZII[nZMI[\uKVQKI["^MZQÅKIZKWUK]QLILW INWZUItrWLW[XZWNM[[WZM[IM`XMZQwVKQIXZn\QKI Y]M\wUVInZMIQVL][\ZQITM[MIOZILMLMLQ[KQXTQnas do curso contempla as reais necessidades para ]UIJWINWZUItrWXZWÅ[[QWVIT

Perto de Casa SET | OUT 2012

6I^WT\Io[I]TI[BMbQVPWXI[[II ser um novo integrante na turma. Todos WTPIZM[K]ZQW[W[[M^WT\IUXZIMTMIÅVITMZI IXZQUMQZI^MbY]M\QVPIUMV\ZMMTM[ITO]uU Compreendendo a em uma cadeira de rodas tão diferente. A turLMÅKQwVKQIUƒT\QXTI UQVPIÅKW]K]ZQW[IXIZIMVtender por que o novo colega de { Tonton } KTI[[MVrWNITW][WJZM[]I[NuZQI[' 8MLZQVPW \QVPI U]Q\I[ Lƒ^QLI[ I ZM[XMQ\WLI[Q\]ItrWLWVW^WKWTMO]QVPI-V\rWIXZW^MQ\IVLW 22 a inquietação dele, que deveria ser comum a outras crianças da KTI[[MIWZMQVyKQWLII]TIIXZWNM[[WZITPM[NITW]"  *MU IKZMLQ\W Y]M ^WKw[ \wU U]Q\W[ Y]M[\QWVIUMV\W[ I NIbMZIKMZKILI[TQUQ\It‚M[LWBMbQVPWMLI[XM[[WI[KWULMÅKQwVKQIMUOMZIT·I[KIJMtI[JITIVtIZIULQbMVLW[QU

Loja 1 Estrada do Bongi, 127 Afogados. Fone: 3422 1393 Loja 2 (Shopping do Automóvel) Mascarenhas de Morais, 425 Lj 17 Imbiribeira. Fone: 3202 0017 www.imbiribeiraveiculos.com.br


ARQUITETURA

SAÚDE

Novo tratamento para enxaqueca crônica

Ambientes em Harmonia { Márcia Vieira e Joaquim Rêgo }

{ Valéria Salazar }

Perto de Casa SET | OUT 2012

Q

ue tal uma ajuda para sentir bem estar VW[IUJQMV\M[[MRIUMTM[LM\ZIJITPWLM TIbMZW]LM[KIVtW' j LMV\ZW LM[[M N]VLIUMV\W Y]M W[ IZY]Q\M\W[5nZKQI>QMQZIM2WIY]QU:wOWXZWK]ZIU ILW\IZ MU [M][ XZWRM\W[ ITO]V[ LW[ XZQVKyXQW[ LWNMVO[P]Q .MVO [P]Q u W XZWKM[[W LM MY]QTyJZQW LI energia do ambiente onde vive uma pessoa, [M]XZQVKyXQWJn[QKWu^Q^MZMUPIZUWVQIKWU o ambiente, de modo que a energia a sua volta \ZIJITPMI[M]NI^WZVrWKWV\ZI^WKw;MO]VLW W[IZY]Q\M\W[XIZIWNMVO[P]QKWZM[[rW[MUXZMJMU^QVLI[-TI[VrWXZMKQ[IULWUQVIZW[ IUJQMV\M[UI[XWLMUM[\IZVW[LM\ITPM[MVW[ objetos de decoração. )QVLI LMV\ZW LM[[M[ XZQVKyXQW[ W[ IZY]Qtetos esclarecem que dependendo do objetivo, deve-se adotar determinadas cores e tons nos IUJQMV\M[" XIZI MVMZOQbIZ  M  IY]MKMZ ]\QTQbIZ W IUIZMTW M ^MZUMTPW# XIZI []I^QbIZ M ZMTI`IZ

LM^M[MNIbMZ][WLW[^MZLM[Ib]Q[M\WV[XI[\uQ[#XIZILM[XMZ\IZIM[XQZQ\]ITQLILMWZQMV\I[M IIXTQKItrWLW[\WV[LM^QWTM\IMZW`W#XIZIZMITçar o erotismo e apimentar as relações indica-se W^MZUMTPWMWXQVSW][WLWJZIVKWMUI\QbM[ \MZZW[W[VM]\ZITQbIUW[IUJQMV\M[ )TuULQ[[WWNMVO[P]Q\IUJuUXMZ[WVITQbI IKWZ"W^MZUMTPWXWZM`MUXTWKIZIK\MZQbI[M KWUWNWV\MLMMVMZOQIM\ZIbNIUIMNMTQKQLILM# WIUIZMTWKWZLWW]ZWKIVITQbIXWLMZM\WTMZpVKQI#WTIZIVRIIT\IXZW[XMZQLILM#WJZIVKW X]ZMbI# W ^MZLM \ZIVY]QTQLILM NZM[KWZ M M[XMZIVtIITuULMQV[XQZIZXIbMPIZUWVQI#WZW[I [QUJWTQbI W IUWZ M W ZWUIVKM# W UIZZWU I [WTQLMbMIM[\IJQTQLILMMWXZM\WXZWUW^MXZWfundidade e contemplação. +WUZMTItrWoT]bVI\]ZITMIZ\QÅKQITWNMVO [P]QLMNMVLMY]MII][wVKQILMT]bXWLMKI][IZ depressões e distúrbios emocionais, enquanto a T]bJMU][ILI\ZIbMY]QTyJZQWMITMOZQILM^Q^MZ

Valéria Salazar

Dicas de Feng Shui no quarto Por ser o local mais íntimo da casa, o quarto deve ser um local com atmosfera de segurança e acolhimento. Não é local de se guardar livros nem material de trabalho afim de que sua noite seja restauradora e seu subconciente não fique atrelado ao trabalho. Evite usar sua cama com os pés voltados para a porta e o ideal é que a cabeceira esteja encostada à parede. Não deve haver vigas no quarto e seu formato deverá ser o mais regular possível . Deve ser evitado o uso de prateleiras ou armários sobre a cabeceira. A utilização de cores contrastantes e listras podem propiciar um clima de discussões. Quanto ao teto, é melhor que sua pintura seja em cor mais clara que a utilizada nas paredes. Deve-se também evitar usar neste ambiente fotos de filhos, prefira fotos do seu casamento ou fotos sua com seu parceiro em momentos alegres. Para se obter uma atmosfera de suavidade e calor deve-se preferir cortinas a persianas. Utilize criados mudos iguais, pois significa que ambos possuem a mesma força. É preferível que ambos os lados tenham espaço livre, jamais colocando uma lateral junto a uma parede. A cautela no uso dos espelhos é recomendada.

E

6M]ZWTWOQ[\I vsalazar@terra.com.br

Márcia Vieira e Joaquim Rêgo

Arquitetos

V`IY]MKI[ KI][IU OZIVLM[ [WNZQUMV\W[ M UIVQNM[\IU[M através de dores pulsáteis do lado da cabeça. Pode ser acompanhada por náuseas, vômitos, intolerância à luz, barulho e odoZM[=UI\WZ\]ZI ,]ZILMY]I\ZWPWZI[I\Zw[LQI[INM\IUIQ[I[ mulheres que os homens. )MV`IY]MKIu]UILWMVtIKZ€VQKIMXWLMM^WT]QZXIZIKMNITMQI KZ€VQKILQnZQI-V\ZMI[KI][I[LM[\IM^WT]trWM[\nWKWV[]UWM`cessivo de analgésicos. 7KuZMJZWZML]bIXZWL]trWLMMVLWZÅVI[IVITOu[QKW[VI\]ZIQ[ do organismo. Basta a ingestão de um comprimido mais que duas ^MbM[XWZ[MUIVIXWZ\Zw[UM[M[XIZI\ZIV[NWZUIZILWZLMKIJMtI eventual em dor crônica diária. -`Q[\MUZMUuLQW[KIXIbM[LMM^Q\IZIMV`IY]MKIW\ZI\IUMV\W XZWÅTn\QKWY]M]\QTQbIUMLQKIt‚M[UWL]TILWZI[LI[^QI[LWTWZWsas. Várias categorias de remédios como antidepressivos, anticonvulsivantes e vasodilatadores podem ser utilizadas. O uso do BOTOX® foi aprovado pela ANVISA como medicação XZWÅTn\QKIJI[MILWVWNI\WLMY]MVIKZQ[MVrWuWKuZMJZWY]ML~Q a dor é transmitida ao cérebro por uma rede de nervos que se estende no couro cabeludo, face e região do pescoço. Estas terminações VMZ^W[I[XWLMU[MZJTWY]MILI[XMTIItrWLI\W`QVIJW\]TyVQKI 7XZWÅ[[QWVITPIJQTQ\ILWXIZILQIOVW[\QKIZM\ZI\IZMV`IY]MKI é o neurologista, capacitado para a aplicação técnica das injeções, QVNWZUIVLW [WJZM I[ M`XMK\I\Q^I[ LW \ZI\IUMV\W KWV\ZIQVLQKIções e efeitos adversos.

Perto de Casa SET | OUT 2012

25

24


Vai Casar?

C C C C

Toma um chĂĄ de lingerie!

C C

CASAMENTO

Perto de Casa SET | OUT 2012

26

Ă vista? Um momento de escolhas... Ă&#x2030; a hora do famoso checklist: igreja, padre, decoração, mĂşsicas, buffet, banda, comes e bebes e lingerie. Opa?! Um novo item?! Pois ĂŠ, sabe aquela histĂłria de reunir as amigas numa tarde e ganhar panelas, escorredor, vafinofetiche@hotmail.com silhas plĂĄsticas, espremedor de batata, avental, 81 8778.6690 / 8793.0888 entre outros utensĂ­lios para a cozinha? Atualmente as noivas estĂŁo substituindo o tradicional chĂĄ de cozinha pelo ChĂĄ de Lingerie. Inovador, moderno e muito divertido, o tal do â&#x20AC;&#x153;chĂĄ de lingerieâ&#x20AC;? tornou-se destaque nas empresas de eventos. O local da festa pode ser a casa da noiva ou de uma amiga, o ambiente deve deixar as convidadas e principalmente a noiva Ă  vontade para curtir as brincadeiras. Hoje a sensualidade estĂĄ muito presente no imaginĂĄrio feminino, as mulheres estĂŁo mais emancipadas, livres para viverem suas intimidades e realizarem seus fetiches. A lingerie, por sua vez, tornou-se uma forte aliada, nĂŁo sĂł na lua de mel, mas em outros momentos do casamento e da vida delas. Sendo assim, o ChĂĄ de Lingerie nĂŁo se restringe apenas Ă s noivas, outras datas tambĂŠm podem ter um clima mais moderno e divertido em suas comemoraçþes: aniversĂĄrios, bodas, amigo oculto ou o que vocĂŞ imaginar. Venha descobrir novas sensaçþes e eternizar suas emoçþes! A Fino Fetiche produz todo o evento, decoração, buffet, bolos e doces personalizados, DJ, fotĂłgrafos, ensaio sensual, lembrancinhas, as tradicionais brincadeiras e o melhor... Presentes! Lindas lingeries sob medida para aquecer tanto o seu dia-a-dia como a sua lua de mel. Se vocĂŞ gostou da ideia, confira os pacotes e organize seu chĂĄ de lingerie! Venha passar momentos agradĂĄveis ao lado de suas amigas.

$PRVFUFM.PMPUPW

$IJDMFUFDPN#BOBOB

.BJT VNB FEJĂ&#x17D;Ă?P EP QSPWĂ&#x2C6;WFM FWFOUP NBJT iNPEFSOFUFwFiDPPMwEBDJEBEFTFBQSPYJNB 0 $PRVFUFM EFTUF BOP DPOUB OB TFYUB  DPN BT CBOEBT 5IF 'JSTU $PSJOUIJBOT  (BMBOHB  (BSPUBT 4VFDBT  5IF .BSZ 0OFUUFT  0T 4FSUĂ&#x153;FT  -VDBT 4BOUUBOB 3BJO.BDIJOFF4JCBFOPTĂ&#x2C6;CBEPDPN BTCBOEBT5BHPSF 3VOEJPNN :FUJ-BOF .BESJ  7JUPS "SBĂ&#x17E;KP  5IJBHP 1FUIJU  #MPOE 3FEIFBE F .PSBFT.PSFJSBDBOUB"DBCPV$IPSBSF FEFTFUFNCSPOP5FBUSPEB6'1& %Ă&#x17E;WJEBTFNBJTJOGPSNBĂ&#x17D;Ă&#x153;FT XXXDPRVFUFMNPMPUPWDPNCS

"CBOEBCBJBOBUPDBSĂ&#x2C6;OP$IFWSPMMFU)BMM*OEPPS FTUFBOPKVOUPDPNPTBNCBSPDLEP.POPCMPDP *OHSFTTPT Ă&#x2039; WFOEB OBT MPKBT 3FOOFS PV OB CJMIFUFSJBEPMPDBM $IFWSPMFUU)BMM EFTFUFNCSPI 3 NFJB]3 JOUFJSB QJTUB

0DVQBĂ&#x17D;Ă?P/FMTPO3PESJHVFTHSBUVJUP 6NB 6NBWJBHFNOBWJEBFPCSBEF/FMTPO3PESJHVFT FN IPNFOBHFN BP TFV DFOUFOĂ&#x2C6;SJP &YQPTJĂ&#x17D;Ă?P NVMUJNĂ&#x201C;EJB TPCSF BT WĂ&#x2C6;WJBT GBDFUBT EFTUF QFSOBNCVDBOP "DFSWP DPNQPTUP QPS KPSOBJT  QĂ&#x2122;TUFSFT SFWJTUBT FOUSFWJTUBTTPOPSBT BEJPWJTVBJT FJNQSFTTBT 5PSSF.BMBLPGG#BJSSPEPSFDJGF 5FSĂ&#x17D;BBTFYUBGFJSBEBTIĂ&#x2039;TI 4Ă&#x2C6;CBEP EPNJOHPFGFSJBEPTEBTIĂ&#x2039;TI *OGPSNBĂ&#x17D;Ă&#x153;FT   

'-*103500JUBWB'FTUB-JUFSĂ&#x2C6;SJB*OUFSOBDJPOBM EF1FSOBNCVDP 0FWFOUPJSĂ&#x2C6;BQSFTFOUBSQBSUFEBNBHJBEPUFBUSP OBDJPOBM F JOUFSOBDJPOBM  USB[FOEP FTQFDJBMJTUBT OPBTTVOUPFOBTTVBTWFSUFOUFT BQBSUJSEPUFNB i"7JEBĂ?VN&TQFUĂ&#x2C6;DVMPw 0 USJCVUP B /FMTPO 3PESJHVFT  IPNFOBHFBEP EF   GBSĂ&#x2C6; EB 'MJQPSUP VN FODPOUSP BJOEB NBJT JMVTUSF  VNB WF[ RVF P USBCBMIP EP FTDSJUPS  ESBNBUVSHP F KPSOBMJTUB EJBMPHB  UBNCĂ?N  DPN PVUSBT BSUFT 4PC B DVSBEPSJB EP FTDSJUPS F BEWPHBEP "OUĂ&#x2122;OJP $BNQPT  P FWFOUP UFN DPNP PCKFUJWP QSPNPWFS P JOUFSDĂ&#x2030;NCJP MJUFSĂ&#x2C6;SJP  DVMUVSBM BSUĂ&#x201C;TUJDP F IVNBOĂ&#x201C;TUJDP FOUSF PT DVMUVSBM  QBSUJDJQBOUFTEBJOJDJBUJWB KĂ&#x2C6;DPOTPMJEBEBDPNPB NBJPSGFTUBMJUFSĂ&#x2C6;SJBCSBTJMFJSB BEFOPWFNCSPEFFN0MJOEB %Ă&#x17E;WJEBTFNBJTJOGPSNBĂ&#x17D;Ă&#x153;FT XXXĂ˝JQPSUPOFU 


Revista Perto de Casa ed.19  

Edição de setembro, outubro e novembro de 2012

Advertisement