Page 1

Maio | Junho 2012 - Distribuição gratuita

edição 18

Perto deEdição Casa MAI18, | JUNano 20124.

1

CERVEJA

do boteco para a sala de jantar

CÂNCER NA FAMÍLIA:

um risco maior?

AVENTURA PERTO DE CASA

trilhas no Sítio Pedra Solta

CONHEÇA O VENCEDOR

do nosso Concurso de Fotograaa


2 3

Perto de Casa MAI | JUN 2012

Perto de Casa MAI | JUN 2012


Perto de Casa MAI | JUN 2012

4

Arroz de Bacalhau

05 Beleza

14 Aventura

Por Taciana Valença

Perto de Casa Trilhas no Sítio Pedra Solta

06 Lendo

15 Amor e

nossos escritores Os livros de Bernadete Bruto

07 Mulher na Rede Fábio Pacheco

sensualidade Dicas da Aromaterapeuta Gorethi Moura

16 A estatura

das crianças Fala, tio Fernando!

08 Grupo Grial

18 Espaço Infantil

09 Capa

20 Arquitetura

15 anos! Parabéns!

Vencedor do primeiro concurso fotográfico

10 Gravidez e

conforto Por Maria Eduarda Carvalho

Apresentamos Tonton

Otimização do espaço em salas pequenas

21 Câncer

Um risco maior?

11 Cerveja

22 Planos de

Do boteco para a sala de jantar

saúde e o Código de Defesa do Consumidor

12 Mulheres que

23 Agenda

Mudaram a História de Pernambuco Homenagem

Saiba os próximos eventos que acontecerão na cidade

BELEZA { Taciana Valença }

P

or certo a beleza envolve todo um contexto. Postura, elegância, educação, cultura, simpatia, inteligência e, especialmente na mulher, a delicadeza e o cuidado com o próprio corpo em seus pormenores. Nem tanto ao mar, nem tanto a terra. A beleza da mulher está no equilíbrio. A mulher moderna e inteligente sabe disso. Se não é tão bela, sabe como realçar o que

tem de mais bonito e aliar às suas outras qualidades uma aparência perfeita, de mulher bem cuidada, segura de sua imagem e de si como um todo. Já dizia o poeta: “as feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”. Tenho certeza que era dessa beleza que falava. Cuidar da pele, dos cabelos, das unhas, da saúde (para segurar sua grande jornada diária) e do corpo. Aí sim, plena enfim para enfrentar o mundo muito bela. Quem quiser que discorde, mas, “a primeira impressão é a que fica”. Caso discorde, basta experimentar procurar um emprego mal vestida, sem maquiagem, com unhas descuidadas e cabelos mal tratados, confiando apenas na inteligência. Pode até conseguir, se já tiver um nome formado, um bom conceito profissional, caso contrário, será difícil. Hoje em dia um bom salão dispõe de uma série de artifícios e profissionais capacitados, prontos para dar aquela mãozinha na aparência. É preciso apenas ter cuidado na hora de escolhê-los, certificando-se sobre a competência dos mesmos e a qualidade dos produtos usados. Com essa certeza, entregue-se aos prazeres da beleza. Depois disso terá plena certeza que Boa Sorte e Boa Aparência andam sempre juntas!

5 Perto de Casa MAI | JUN 2012

SUMÁRIO

13 Gourmet


ESPAÇO LITERÁRIO

PERFIL LITERÁRIO

LENDO NOSSOS ESCRITORES... Livros da Escritora Bernadete Bruto

MULHER NA REDE

Poeta, membro da UBE e da AMUC = Associação dos Amigos do Museu da Cidade do Recife

{ Fábio Pacheco }

7

B

ernadete Bruto é natural de Recife - PE . Analista de Gestão do Metrô do Recife e poeta. Seu estilo de poesia é meio trovadoresco pela forma de expressá-lo em seus recitais, sempre intercalados com músicas-tema, e muitas performances que encontra raiz na sua ancestralidade portuguesa e indiana. Suas poesias versam sobre a vida cotidiana, bem como também contém muitas reflexões existenciais que são apresentadas numa abordagem psicossocial sem perder, contudo, a simplicidade da forma de expressão que tem por finalidade atingir a todas as classes sociais, uma vez que o próposito maior da autora é “falar aos corações” e deixar mensagens de alegria e esperança e fé na vida.

Um Coração que Canta “Um Coração que Canta” traz, através de versos, a trajetória da autora em direção ao seu sonho de ser poeta. A história é dividida em 3 capítulos que tem nome de canções, cada qual aglutinando poesias em ordem cronólogica, com a finalidade de apresentar a variação dos sentimentos pelo qual o indivíduo atravessa no decorrer de um caminho. O livro traz ilustrações que buscam retratar cada poesia, buscando completar o entendimento e visualização desse caminhar.

Pura impressão “Pura impressão” é uma coletânea de poesias de autoria de Bernadete Bruto, que reúne 35 anos de sua história. O livro está dividido em 5 blocos nos quais as poesias são aglutinadas por temas. O livro mostra a história de uma pessoa que inicia com as expectativas e sonhos de uma jovem e vai até a maturidade da mulher que tem uma compreensão maior da vida e um acolhimento por toda sua história de vida.

C

FÁBIO PACHECO Arquiteto e Escritor

ontemplo a beleza daquela mulher numa noite quente, E é evidente as curvas do seu corpo e a sua pele morena, Serena, ela dorme esquecendo do mundo ao seu redor, ... Descuidada, deixa seu corpo exposto naquela rede pequena. A sua pele exala um agradável cheiro de rosas, talvez um odor de jasmim, E eu em pé e absorto, observo a beleza mestiça e simples daquela mulher, Naquele momento, o desejo masculino me provoca, querendo saltar de mim, E eu, num ato de bravura, enfim afasto-me daquele rede da cor de fogo e paixão.

Perto de Casa MAI | JUN 2012

Perto de Casa MAI | JUN 2012

6

BERNADETE BRUTO


CAPA

{Taciana Valença }

Perto de Casa MAI | JUN 2012

8

E

ste ano o Grupo Grial de Dança comemora 15 anos e é com grande satisfação e orgulho que a Perto de Casa participa desta festa. O grupo foi fundado em 1997, pela bailarina e coreógrafa Maria Paula Costa Rêgo a convite do escritor Ariano Suassuna, visando retomar a pesquisa por uma dança armorial. Desde então, o Grupo Grial vem elaborando um pensamento estético que possa representar a Diversidade Cultural típica do nosso Povo na dança. Seus resultados artísticos são frutos da escuta delicada, do respeito às diferenças, da curiosidade sobre o Indivíduo e da determinação de criar uma Arte Autoral. Em 15 anos, o Grupo construiu uma trajetória com resultado artístico ímpar, dedicando-se à elaboração dessa linguagem, onde o cerne da pesquisa e criação é a comunhão entre o conhecimento da tradição popular e o conhecimento erudito da criação contemporânea. Essa estreita relação entre erudito e popular é, desde seu início, o caminho escolhido pelo Grupo Grial para a elaboração de uma linguagem de dança onde as visões de mundo herdadas dos povos indígenas e africanos estejam presentes tal e qual a visão oci-

Bailarinos intérpretes: Aldenes Nascimento, Dayse Marques, Emerson Dias, Fabio Soares, Iara Agra, Iara Campos, Joab Jó. Coreógrafa: Maria Paula Costa Rêgo.

dental da arte clássica, legítima também, pois a herdamos dos europeus. Todos os espetáculos do Grupo Grial possuem vasta trajetória. O Grial é convidado a participar de Festivais e Mostras Nacionais e Internacionais de Dança Contemporânea. Durante 15 anos de pesquisa e criação o Grupo Grial de Dança recebeu Prêmios, Patrocínios e Apoios de Órgãos e Empresas: FUNARTE, Petrobrás, Governo do Estado de Pernambuco, Prefeitura do Recife, EMTU, SESC, SESI, CHESF, EMBRATEL e Caixa Econômica Federal. Parabéns Grupo Grial!

vencedor do primeiro concurso de fotografia perto de casa

“Publicitário por essência e fotógrafo por paixão”. É assim que se define Luís Henrique Costa Leitão, vencedor do Primeiro Concurso de Fotografias da Revista Perto de Casa. Como sempre trabalhou com publicidade e de vez em quando precisava de um fotógrafo para alguns de seus clientes, resolveu então unir o “útil ao agradável”.

Luis Henrique Costa Leitão

Publicitário e fotógrafo lula.open@gmail.com

9

S

egundo ele, sua identificação com a fotografia vem da infância, quando passava férias na casa de uma tia cujo marido era fotógrafo. Ele achava que fotografar era como mágica e hoje Lula Costa Leitão entende exatamente o que ele queria dizer. Apesar da grande vontade de fotografar, Lula só fez seu primeiro curso em 2008, tendo participado de vários outros cursos, seminários e workshops desde então. Identifica-se muito com o cotidiano e lamenta o tempo corrido que seu trabalho exige, pois por ele sairia fotografando em todos os lugares por onde passasse, pois acredita que em todo cenário, por mais simples que possa parecer, pode-se tirar algo de belo e mágico. Nossa capa é a prova do que diz. Hoje faz coberturas em eventos, fotos de produtos, moda e Books. Parabéns Lula Costa Leitão! Que sua sensibilidade continue atenta aos mágicos detalhes que nos rodeiam.

Mais fotos enviadas por Leitão para o concurso

GRUPO GRIAL, 15 ANOS! PARABÉNS!

Perto de Casa MAI | JUN 2012

PERFIL CULTURAL

Hummmmmm... dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez, onze, doze, treze, quatorze, quinze! Foram quinze ingredientes usados pela Cheff Luciana Sultanum para o delicioso sanduíche criado em comemoração aos 15 anos da ON TIME. E para tirar a prova dos 15, a equipe da Perto de Casa foi lá provar a iguaria. Aprovadíssimo! Deu água na boca? Então corra para a ON TIME!


MODA

{ Maria Eduarda Marques Carvalho}

Perto de Casa MAI | JUN 2012

10

A

Gravidez tem diferentes repercussões para cada uma de nós mulheres. É um momento tão próprio, tão ímpar e único que seria impossível descrevê-la aqui em poucas palavras. No mundo atual onde a mulher, em sua maioria, desempenha múltiplos papéis e desdobra-se em atividades, ainda há a gravidez, que requer cuidados especiais. Para a mulher moderna não basta uma tripla jornada: trabalhar fora de casa, cuidar dos afazeres domésticos e cuidar da família, ela precisa e quer manter- se ainda conectada ao mundo, seja saindo com as amigas, viajando, ligada às redes sociais, praticando esportes, enfim, buscando o que a vida lhe oferece de melhor e por merecimento. Além de todas essas atividades, trazer uma criança a este mundo tão violento e cruel onde a sociedade com seus avanços e retrocessos enfraquece a noção de respeito, educação e ética, torna-se cada vez mais difícil a decisão de colocar uma criança no mundo. No meu trabalho com as gestantes percebo que para algumas a gravidez é sonhada, desejada, planejada, querida, adorada e muito curtida. Para elas, nem as mudanças no corpo conseguem deixálas tristes, abatidas ou coisas do gênero.

Porém, para outras, mesmo desejando tanto, a gravidez causa transtornos criando situações desconfortáveis tanto físicas como psíquicas fazendo com que elas procurem ajuda profissional. Tentando compartilhar com este período tão especial na vida da mulher a moda gestante surgiu para proporcionar aliada ao bem-estar físico, a beleza estética da futura mamãe. As roupas criadas seguem os mais severos padrões de qualidade somados a uma alta tecnologia têxtil e design moderno buscando fazer com que a mulher sinta- se além de confortável, bela, refletindo assim toda luz que ela traz em seu interior! Daí porque é super importante que as mulheres se conscientizem da necessidade da utilização de roupas feitas exclusivamente para atender a este período visando seu bem- estar . Enfim, se a mulher, além de decidida pela gravidez, ainda estiver bem resolvida quanto ao seu ego e auto-estima, achando-se linda e plena tanto interiormente quanto em seu exterior, com uma boa margem de certeza ela ficará segura e feliz durante toda gestação, o que “provavelmente” tornará sua energia carregada positivamente para a nova e maravilhosa “missão” de sua vida: a maternidade plena MARIA EDUARDA e absoluta, priviCARVALHO légio exclusivaEmpresária mente feminino.

CERVEJA Do boteco para a sala de jantar { Daniela Vaz }

A

cerveja chegou ao Brasil com os holandeses e a Companhia das Índias Ocidentais e passou 150 anos “sumida” quando eles foram expulsos. Reapareceu no Brasil com a Família Real portuguesa. E, em 1830, as famílias imigrantes já fabricavam artesanalmente para consumo próprio. A primeira cervejaria que atingiu produção industrial no país foi a Imperial Fábrica de Cerveja Nacional, que em 1898 passou a se chamar Cervejaria Bohemia. Já na metade década de 60, surgem a Cerpa e a Skol e em 70 é lançada a primeira latinha de cerveja brasileira, a Skol Pilsen. Nossa companheira das rodas de amigos vem se tornando cada dia mais estudada e aprimorada. Enfim o mercado nacional percebeu que a cerveja é um ingrediente característico da sociabilidade e irreverência do brasileiro justamente por ser tão simples e sem elitismos. Graças a isso, hoje encontramos em estabelecimentos do Recife uma boa variedade de cervejas para todos os gostos e bolsos, entre marcas nacionais e internacionais.

Na ordem: Pilsen, Weiss, Ale e Dark Ale.

11 Perto de Casa MAI | JUN 2012

GRAVIDEZ E CONFORTO

BOM SABER

cerveja (cer-ve-ja) s. f. Bebida levemente alcoólica, obtida pela fermentação da cevada e aromatizada com lúpulo.

Podemos e devemos levar a “queridona” para a mesa de casa com algumas dicas de harmonização dentre as cervejas mais fáceis de se encontrar. É só começar a ler com atenção o que diz o rótulo: Pilsen (a amarelinha, mais conhecida) harmoniza bem com peixes, frangos e saladas. A Ale, um pouco mais alaranjada que a Pilsen, combina com pratos de paladar forte como carnes vermelhas, massas, molhos condimentados, queijo parmesão, gouda e emmental. Conhecida como cerveja preta, a Dark Ale é boa para se degustar com sobremesas e chocolate. Já a Weiss é uma cerveja refrescante e pouco amarga, ótima para dias quentes e vai bem com pratos apimentados, batata frita, e petiscos como bolinhos de macaxeira ou bacalhau. E então, vai tomar uma? Dispensa DANIELA VAZ DE OLIVEIRA o logo taxi que hoje Designer a farra é em casa!


MULHER

GOURMET

HOMENAGEM NO DIA DA MULHER

ARROZ DE BACALHAU

{ Juliana Paraíso Albuquerque }

lha só a sugestão da Ana Cláudia Frazão! É de dar água na boca! Um bom bacalhau para a Semana Santa ou até mesmo para surpreendermos no Dia das Mães. Caprichem e bom apetite.

INGREDIENTES

JULIANA PARAÍSO ALBUQUERQUE Publicitária

Taciana Valença, homenageada, recebendo o reconhecimento pelo seu trabalho no dia do lançamento do livro, na FAFIRE.

Glória Corrêa, Taciana Valença, Sônia Amorim , Stella Doris e Simone Valença

Equipe Perto de Casa: Juliana Paraíso, Taciana Valença e Dani Vaz.

Taciana Valença e a Artista Plástica Tita Araújo, também homenageada no livro.

Gemma Milly | mulher em aquarela

Perto de Casa MAI | JUN 2012

12

ia 8 de março, dia internacional da mulher. Para muitos essa data não tem tanto valor, mas para outros é momento de comemorar e mostrar às mulheres que elas fazem a diferença em tudo que realizam. É com este intuito que o livro “Mulheres que Mudaram a História de Pernambuco” trouxe, pela oitava vez, algumas mulheres que se destacaram em suas áreas. E para o orgulho da equipe da Perto de Casa, nossa diretora, coordenadora e redatora Taciana Valença foi homenageada neste ano de 2012 como Incentivadora e divulgadora da cultura pernambucana através do programa Perto de Casa na Tv, da revista e do projeto Navegando em Poesias.. O livro foi iniciado com o jornalista Carlos Cavalcante, que foi homenageado (in memorian) e o projeto teve continuidade graças ao trabalho da sua companheira Silene Floro, que abraçou essa grande ideia de incentivo e reconhecimento pelo trabalho dessas mulheres. O impresso é composto com uma pequena biografia daquelas mulheres que se destacaram em diversas áreas aqui de Pernambuco.

1kg 150g 100g 5g 100ml 250g 50ml 100g 5g 100g

de lombo de bacalbau cebola roxa de pimentão vermelho de alho de azeite de arroz parboilizado de vinho branco seco de azeitonas verdes recheadas de salsa fresca de azeitonas pretas sal a gosto

MODO DE PREPARO 1. Dessalgue o bacalhau e reserve. 2. Corte em cubos a cebola roxa e o pimentão 3. Refogue-os junto com o alho finamente cortado, em uma panela aquecida com metade do azeite. Acrescente o bacalhau. Retire da panela e reserve. 4. Na mesma panela, acrescente a outra parte do azeite e o arroz, junte o vinho e refogue até começar a crepitar. 5. Acrescente água fervente até a altura do arroz e prossiga até que os grãoes estejam al dente, corrija o sal. 6. Junte ao arroz o refogado com o bacalhau, mexa delicadamente e acrescente água fervente o suficiente para terminar a cocção do arroz. 7. Corte as azeitonas recheadas em rodelas finas, junte a salsa finamente cortada ao preparo. 8. Acrescente as azeitonas pretas, tampe a panela por aproximadamente 3min. Sirva quente.

ANA CLÁUDIA FRAZÃO Chef de cozinha

13 Perto de Casa MAI | JUN 2012

O

D


COMPORTAMENTO

AVENTURA

Trilhas no Sítio Pedra Solta em Bezerros - PE {Taciana Valença }

A

Perto de Casa MAI | JUN 2012

14

vantagem desse tipo de turismo é que podemos fazer em um final de semana, um dia ou até em uma tarde. Foi assim que conhecemos seu João Bosco e dona Maria da Paz, donos do Sítio Pedra Solta, em Serra Negra (Bezerros), agreste pernambucano. O sítio fica a dez quilômetros do centro do município e desde 2002 funciona como pousada e área de camping. Chegamos e fomos recebidos pela simpática dona Maria, que descobri ser também uma grande poetisa (mostrando seu livro lançado em 2011, “Meu Tesouro”). Em seguida seu João veio nos receber e logo se prontificou para levar-nos numa caminhada e conhecermos o sítio. Quando avisado anteriormente, há um guia para trilhas no local, mas em nosso caso, fomos apenas conhecer (apesar de termos acabado fazendo uma suave trilha pelo sítio). Um lugar lindo. Os quartos dos hóspedes ficam próximos a casa onde mora o casal, juntos há 40 anos. Lá são feitas as refeições, com o capricho da própria dona da casa. Durante todo o percurso seu João conta histórias, piadas, declama poesias e conta com orgulho sobre os oito filhos ali criados e como conhece cada pedaço dos quatro hectares herdados dos avós.

Capela Nossa Senhora de Fátima, Mirante Lua Cheia e a famosa Pedra Solta, que deu nome ao sítio. Duas pedras enormes que mal tocam no chão e parecem que vão rolar a qualquer momento. Continua o roteiro com o Mirante de Candeias, que possui buracos para se sentar e sentir o cheiro de mel de uma planta da região. Há também uma área farta de flores maravilha e uma bica onde todos quiseram se molhar um pouquinho, mas dá pra tomar um banho delicioso. Bem, como já tínhamos almoçado, quando retornamos havia um lanche nos aguardando no terraço da casa. Hummm... Bolo, pão, café, leite e bananas fritas com queijo frito, o qual tivemos que dividir com os gulosos saguins, que logo se aproximaram do agradável ambiente para participarem da conversa. Na despedida, um até breve, que a vontade é de voltar logo logo. Fica a dica pra quem gosta de trilhas, natureza e simplicidade.

O

que todos nós queremos? Amar e ser amado. É o que busca homem, mulher, criança, idoso. Queremos o amor, que muitos chamam da verdadeira felicidade. É dito que quando se ama e se é amado (a), alcança-se o êxtase transcendental. Como vivenciar o amor e a sensualidade no casamento? Sentir o céu e a terra? Que tal uma ajuda para sentir, vivenciar, experimentar esse amor? A AROMATERAPIA pode ajudar neste sentido, não como uma muleta, mas como instrumento que permite o mergulho, o olhar para o self, para depois emergir e olhar para o outro que escolheu como parceiro. E somente quando se faz este mergulho, pode-se ser feliz de verdade e naturalmente. Por que escolhi Aromaterapia para integrar amor e sensualidade, entre tantos outros caminhos? Simples, mas não vulgar. Eu cheiro (inalo um óleo essencial) e viajo através de todos os meus sentidos. Digo todos os meus sentidos e não apenas pelo olfato. O nariz é a porta de entrada para o cérebro e à partir dele, empodero-me de tudo o que cheiro, vejo, sinto, ouço e percebo. Então que tal iniciar este trabalho de integração e entrega? Primeiro, faça com você para depois compartilhar. Para começar, inale um óleo essencial voltado à autoconfiança e autoaceitação. ser Gerânio, Rosa, Sândalo e Ylang ylang são algumas sugestões. Além de inalar, que tal usar um destes óleos essenciais em um óleo vegetal

Sobre Gorethi Aromaterapeuta, autora dos livros Caminhos da Aromaterapia e Aromas no Céu não uma viagem em busca do self (este em parceria com o astrólogo Haroldo Barros), estará realizando a palestra Aromaterapia: um caminho para o amor e a sensualidade, durante 14° Salão Noivas Nordeste, Centro de Convenções (PE), de 29 de março a 1° de abril de 2012. gorethimoura@hotmail.com http://www.gorethimoura.blogspot.com facebook.com/GorethiMoura

AMOR E SENSUALIDADE NO CASAMENTO { Gorethi Moura }

Aromaterapia é a arte e ciência que utiliza óleos essenciais 100% naturais e puros, extraídos das plantas, que promovem propriedades terapêuticas para as pessoas e os ambientes

15

GORETHI MOURA Aromaterapeuta

Perto de Casa MAI | JUN 2012

AVENTURA PERTO DE CASA

como semente de uva, amêndoas doces ou maracujá para massagear o corpo? Durante o banho, um bom momento para relaxar e ao mesmo tempo focar o que você deseja para sua vida neste momento. Enquanto estiver se ensaboando (lembra de economizar a água), de preferência, com um sabonete aromaterápico e uma bucha vegetal, imagine o quanto longe você já chegou e como pode ir mais adiante. Se quiser, converse com você, crie diálogos. E se o banho for a dois, aproveite ainda mais. Permita-se ser. Osho dizia que “a questão básica é, se você é, a sua vida se torna um relacionar-se. É uma constante criação, uma constante dança, é um continuum, um fluir com o rio. Medite, encontre o seu próprio centro primeiro. Antes que você possa se relacionar com outra pessoa, relacionar-se consigo mesmo: esse é o requisito básico a ser preenchido. Sem ele nada é possível. Com ele, nada é impossível”.

PROGRAME-SE E FAÇA TURISMO PERTO DE CASA Sítio Pedra Solta: Visitação: R$ 2,00 por pessoa Camping: R$ 12,00 por pessoa, com banheiro Quartos: R$ 120,00 para o casal As refeições saem por R$ 10,00 cada

Loja 1 Estrada do Bongi, 127 Afogados. Fone: 3422 1393 Loja 2 (Shopping do Automóvel) Mascarenhas de Morais, 425 Lj 17 Imbiribeira. Fone: 3202 0017 www.imbiribeiraveiculos.com.br


FALA TIO, FERNANDO!

A ESTATURA DAS CRIANÇAS { Dr. Fernando Azevedo }

H

Perto de Casa MAI | JUN 2012

16

á uma preocupação permanente por parte dos pais sobre a estatura dos filhos. Se essa preocupação já existir na gestação, vá abandonando logo o cigarro e a bebida, dois fatores importantes para gerar uma criança de baixo peso e estatura. Algumas doenças podem também ser a causa de modificação na curva de crescimento, sobretudo doenças crônicas, doenças metabólicas, síndromes, etc. O fator principal determinante da estatura final é o genético. Famílias altas tendem a ter os filhos maiores. Filhos de baixinhos vão ter filhos baixinhos também e na mistura pode sair uma criança bem maior que a outra. Que importância tem isso? Essa valorização exagerada do corpo não tem o mínimo sentido. O que interessa é a cabeça, a inteligência, o potencial intelectual de cada criança. Colocá-las para praticar esportes para crescerem é decepcionante. Escolhem-se os altos para goleiros, jogadores de voleibol ou basquetebol e os

Histórias de Consultório

Depois de muito sorvete e refrigerante no Parque da Jaqueira, Henrique queria fazer xixi com urgência. E lá vai o pai com ele para o banheiro e abre o zíper. Lá está, camisa por dentro da calça, cueca, e nada do pai achar o caminho pra botar a pitoca do filhote pra fora. É quando Henrique já desesperado grita: -Vai pai! -Me ajude a achar a pitoca Henrique. -”Já passasse por ela três vezes pai”! Aproveitando esta tirada do blog de Dr. Fernando, abrimos aqui um espaço para que os próprios leitores participem com as tiradas de seus pimpolhos. Participe aqui enviando-as para pertodecasa@ hotmail.com

DR. FERNANDO AZEVEDO Pediatra, Cantor, e Cronista

pequenos para jóqueis, automobilismo, ginastas. Cada esporte exige um tipo físico. Corredores de maratona obrigatoriamente são magrinhos e pequenos, os de corrida de explosão e alta velocidade são extremamente musculosos. Não obrigue seu filho a comer dizendo que “se não comer não cresce” . Outro fato que perturba é na puberdade. Uns crescem logo aos doze anos e outros aos quinze. É o retardo puberal constitucional muito comum. Muitas vezes acompanhamos com exames tipo radiografias do punho ou dosagens hormonais que geralmente são normais. Pensar em usar hormônio do crescimento é absurdo, mas infelizmente se vê por aí, o que arrasa o bolso do pai/mãe e não adianta de nada, pois ele só funciona quando realmente há déficit desse hormônio. Prepare então a cabeça da criança e deixe o corpo em segundo plano, até porque a cabeça ele vai precisar durante toda sua vida e o corpo belíssimo de algumas pessoas às vezes não agüenta muito tempo. Fica um caco!

ESCOLA BABY HOME Sem dúvidas, um dos momentos mais difíceis para uma mãe é ter que deixar seu filho para voltar ao trabalho. Normalmente por volta dos quatro meses, quando a licença maternidade termina e a mãe, com o coração apertado, tem que deixar seu bebê sob os cuidados de outros. Nesse momento o que mais pesa na decisão é a confiança, afinal seu bebê, ainda tão dependente de tudo e sem a presença materna, precisa de uma assistência que garanta a tranquilidade dela durante seu expediente de trabalho. Mas confiança adquire-se com o tempo e nesse ponto a ESCOLA BABYHOME tem atendido às expectativas dos pais que buscam um lugar ideal para seus filhos. Recebendo crianças dos quatro meses aos seis anos de idade, o berçário e escola possui ambiente lúdico, ideal para a promoção do desenvolvimento psíquico, físico, social e emocional, respeitando a maturidade e individualidade de cada uma. Diferenciada pela atenção dada a todos os aspectos, dispõe de musicalização e alimentação orgânica elaborada por nutricionista, oferecendo também atividades como, inglês (em parceria com o Yázigi), natação, judô, dança popular e ballet clássico para os maiores. Além disso, psicomotricidade relacional, psicóloga e fonoaudióloga complementam o desenvolvimento psicomotor das crianças. São treze anos de dedicação e é com muito amor e responsabilidade que Hélida Rachel Souza d’Ávila mostra, com brilho nos olhos, a satisfação com que dirige a escola e todos os cuidados que dispensa a cada detalhe, desde a alimentação aos projetos que envolvem e despertam o interesse das crianças pelo aprendizado. ESCOLA BABY HOME: mais que uma escola, mais que um berçário, uma boa escolha.

17 Perto de Casa MAI | JUN 2012

SAÚDE


ESPAÇO INFANTIL

ESPAÇO INFANTIL

Antonio Nunes (Tonton)

Um presente para a infância e juventude pernambucanas: a Perto de Casa e a Regional Pernambuco da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (AEILIJ) firmaram uma parceria para levar, a cada número da revista, o melhor da LIJ local para este público.

DO OUTRO MUNDO { Antonio Nunes}

TONTON

Engenheiro, professor universitário e escritor

O TAMANHO DA IMAGINAÇÃO { Antonio Nunes}

Dia desses comecei a imaginar, o que cabia na imaginação... Cabia o meu cachorro, o carro de meu pai, o meu quarto e até um avião... Cabia a sala de aula, cabia a escola, a casa de meus avós, cabia todo o quarteirão... Nela cabia o Brasil e todos os outros países... Cabia um mundo inteiro, na palma de cada mão... Cabia bem mais, cabiam os planetas, cabia o sistema solar... Quanta coisa cabia e eu nem sabia... Descobri que cabia muito mais coisas, bastava imaginar...

Braga Câmara | ilustração

19 Perto de Casa MAI | JUN 2012

Perto de Casa MAI | JUN 2012

18

ntonio Nunes BARBOSA FILHO (Tonton) é feliz, casado, apaixonado pela vida e por suas coisas simples, pai orgulhoso de uma linda menininha (que o inspira todos os dias), se diz “paraibucano” (também com orgulho). Nascido em João Pessoa (Paraíba), vive no Recife (há 20 anos) e é tão comum e tão diferente como qualquer um de nós. Traz a sensibilidade de quem se nega a apreciar o mundo com o olhar definido pelos outros, embora o faça de maneira singular através de olhares outros além do seu. Engenheiro por formação, professor universitário por vocação e escritor (e leitor desde sempre) por paixão. Ademais de alguns livros técnicos, publicou ainda livros de contos e de literatura infantil, tendo participado de coletâneas no Brasil e no exterior com poesias, contos e microcontos. Premiado como contista e pela Academia Pernambucana de Letras (APL), nas categorias literatura infantil (2008, 2009 e 2011) e ficção (2009). É coordenador Regional da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (AEILIJ) em Pernambuco e Curador de Literatura Infantil e Juvenil da Fliporto (desde 2011). Foi recentemente eleito para a Academia de Artes, Letras e Ciências de Olinda (AALCO). Sua escrita ágil e envolvente o destaca como um dos contistas mais promissores da nova e premiada geração de escritores. Contato: prof_nunes@hotmail.com

Perfil

A

*Este texto integra o livro “Contação – uma historinha para cada dedo da mão”, premiado pela Academia Pernambucana de Letras (2011).

Dia desses descobri uma coisa super legal, Verdadeiramente do outro mundo, Capaz de nos levar ao espaço sideral, Aos rincões do sistema solar, A conhecer o mar mais profundo, Cada um dos continentes, todos os oceanos, A explorar uma floresta tropical, E a compreender das palavras a magia, Enfim, nos leva para qualquer lugar, Basta só a gente querer ir, fazer planos, Pois nos ensina bem certinho, Sobre tudo, sem erros ou enganos, Até não restar dúvidas em nosso caminho, Ah, o combustível é muito especial, De valor insuperável, extraordinário, Do tipo renovável, que não falta jamais, Que nos enche de conhecimentos e de alegria, Esse veículo, meu amigo, é um dicionário... Embarque nessa viagem você também, siga em paz!

Braga Câmara | ilustração


ARQUITETURA

SAÚDE

OTIMIZAÇÃO DO ESPAÇO EM SALAS PEQUENAS

CÂNCER NA FAMÍLIA: um risco maior?

{ Juliana Santos }

Cores

•Claras •Tetos brancos •A cor do sofá deverá ser atemporal •Cores vivas nas almofadas, tapetes e em outros acessórios de decoração •Cortinas de cor neutra

Iluminação

•Pontual, dirigida •Pendente na zona de refeição

Evitar

•Peças muito grandes •Cores escuras, que podem dar a sensação de fechar ainda mais o espaço. •Estantes muito volumosas: optar pelas suspensas.

É claro que existem truques como, por exemplo, o uso de espelhos, que provocam a sensação de amplitude, mesas de vidro que tornam o ambiente mais leve, papel de parede com padrões de riscas horizontais, que criam uma sensação de extensão ou sofás de linhas estreitas e pés altos, só para citar alguns entre tantos recursos. Outro cuidado importante é o correto dimensionamento das peças. No caso da televisão, por exemplo, a distância ideal deverá ser duas vezes e meia a diagonal do aparelho. Quanto à saturação estética, é bom ficar atento para não fazer uso de mais de uma peça de cor forte em ambientes de tamanhos reduzidos. Dica

Usar um espelho grande na parede de fundo do ambiente faz seus convidados terem uma sensação de que a sala de jantar é maior do que é na verdade. Este artifício torna o ambiente mais agradável, dando a impressão de maior amplitude. Use sempre as paredes como base complementar para sua decoração. Desse modo você consegue aproveitar melhor o espaço.

{ Dra. Leila Coutinho Taguchi }

21

Q

uem possui uma pessoa na família que já sofreu ou sofre com o câncer, pelo menos uma vez já se perguntou: eu tenho um risco maior de ter essa doença? O câncer é uma doença genética e as mutações, que são danos ao DNA, são o primeiro passo para o seu surgimento. Para que uma pessoa possa passar essa mutação para seus descendentes, é necessário que esta mutação se encontre em suas células germinativas (óvulos e espermatozóides), o que não é comum. A maioria dos cânceres surge devido a mutações somáticas, ou seja, que ocorrem nas células do corpo que não são as germinativas (células da pele, do estômago, do pulmão, etc.). Essas mutações são provocadas por diversos fatores: fumo, radiação, álcool, etc. Por isso, o fato de ter um parente que teve câncer não indica geralmente que o indivíduo tenha um risco maior de desenvolver a doença. Porém, algumas famílias possuem essas mutações na linhagem germinativa e sofrem com as síndromes hereditárias do câncer (síndrome hereditária de câncer de mama e ovário, síndrome de

Perto de Casa MAI | JUN 2012

JULIANA SANTOS Arquiteta julianasantos.arqui tetura@gmail.com

DRA. LEILA COUTINHO TAGUCHI leila@taguchinet. com.br

© Tim Pannell/Corbis

Perto de Casa MAI | JUN 2012

20

sala de estar, como o próprio nome diz, é um espaço no qual é fundamental que nele se goste de estar. Receber os amigos, ler um bom livro, assistir à televisão... Esse ambiente da casa aceita inúmeras atividades, mesmo quando têm medidas compactas. Para tanto, conforto e praticidade são palavras-chave ao montar a sua sala. Na hora de fazer a composição para salas de tamanho reduzido, devemos levar em consideração que cada peça tem um valor fundamental e o ideal é que a escolha das peças do mobiliário desempenhe uma função ou mais de uma.

Foto no Trinus Office

A

Lynch, dentre outras). Atualmente, existem testes genéticos que identificam os portadores de algumas destas mutações. Se a pessoa tem dúvidas se sua família possui um risco maior de sofrer com uma síndrome hereditária de câncer, é importante que se aconselhe com seu médico, para avaliar a necessidade de testes complementares.


JURÍDICO

Planos de saúde e alegação de doenças preexistentes: Prática abusiva vedada pelo Código de Defesa do Consumidor { Manuela Beatriz Pontes Maciel }

UBE

Perto de Casa MAI | JUN 2012

22

MANUELA MACIEL Advogada, pós graduada em Direito Civil e Empresarial

requisitos: 1) a doença, de fato, preexiste à contratação; 2) ciência deste fato pelo consumidor e a sua intenção de ocultar. A jurisprudência vem entendendo que cabe aos planos de saúde exigir exame médico para a constatação da existência de tais doenças, exame este precedente à contratação. Se optar em não realizar tais exames – usando como base, apenas, as declarações do consumidor, admitindo-as como verdadeira - não podem se utilizar, posteriormente, deste tipo de justificativa, para fazer jus à negativa de realização de procedimentos médicos e cirúrgicos, em limitar os direitos do consumidor. Assim, entende, em sua maioria, o nosso Poder Judiciário que é vedada a exclusão de cobertura às doenças e lesões preexistentes à data de contratação dos planos, cabendo à respectiva operadora o ônus da prova e da demonstração do conhecimento prévio do consumidor. Nestes casos, a boa-fé do consumidor será presumida. Desta forma, caberá à operadora comprovar o conhecimento prévio do consumidor quanto à doença preexistente, sua intenção de fraudar, não podendo suportar o consumidor o ônus desta prova. Caberá à seguradora a exigência dos cuidados mínimos essenciais para excluir a sua responsabilidade civil, não podendo utilizar a sua omissão a seu favor, penalizando os consumidores, tendo em vista que é dela o obrigação de comprovar a suposta má-fé do consumidor, sendo ilegal e ilícita a sua negativa.

Participantes da elaboração da Primeira Antologia de Contos Fantásticos da UBE. Coordenação: Salete Rêgo Barros. saleterb@globo.com O NEC – Núcleo de Estudos do Cangaço, promove encontros mensais para os “cangaceirólogos” sob a coordenação de Rosa Bezerra. O Grupo é aberto para pesquisadores e admiradores do Cangaço. rosa.appdort@gmail.com

23 Perto de Casa MAI | JUN 2012

A

relação jurídica existente entre os planos de saúde e os seus usuários é regida pelos ditames do Código de Defesa do Consumidor, por se tratar de uma relação de consumo. Inegável é que os referidos contratos são de adesão – não podendo o consumidor discutir as suas cláusulas, sendo as mesmas estipuladas de maneira unilateral pela seguradora – restando o consumidor numa posição de hipossuficiência, estando sujeito a práticas abusivas adotadas pelas seguradoras. Assim, o Código de Defesa do Consumidor busca resgatar o equilíbrio das referidas relações jurídicas quando determina que as referidas cláusulas contratuais serão interpretadas de maneira mais favorável ao consumidor, coibindo os abusos contidos. Nos dias atuais, tendo em vista diversas práticas abusivas utilizadas pelas seguradoras de plano de saúde – com intuito de negar a realização de procedimentos - cada vez é maior a procura do Judiciário, pelos usuários, para ter os seus direitos garantidos, buscando, principalmente, o amparo ao direito à vida. Em muitos casos, visando a não prestação de serviços, se utilizam da justificativa da ocorrência de uma “doença preexistente”, para respaldar negativa para realização de tratamentos e atendimentos médico e hospitalares. Nestes casos, as operadoras de plano de saúde utilizam prazos diferenciados de carência – a chamada cobertura parcial temporária – onde os prazos para cobertura de alguns tipos de procedimentos ficam suspensos, contudo, para a sua utilização, a operadora terá que demonstrar 02


Perto de Casa MAI | JUN 2012

24

Revista Perto de Casa ed 18  

Revista Perto de Casa ed18. Zona Norte de Recife.

Advertisement