Issuu on Google+

chile

Puerto Varas A Patagônia sonha alto Imensos lagos esverdeados cercados por bosques e montanhas nevadas. Parece fantasia, mas o recanto mais charmoso da patagônia chilena é pura realidade

t e x t o I v a n

P O R

fo t o s

f u l a n o

F o t o s 66

e

F á v e r o

D E

d e

t a l

f u l a o

P R Ó X I M A v i a g e m

d e

t a l


o descanso do gigante

O vulcão Osorno adormece desde 1850, época de sua última erupção. Enquanto repousa, a montanha serve como um tranquilo lugar para diversão.

P R Ó X I M A v i a g e m

67


chile

risco de extinção

Muito comum no passado, as casas feitas com a madeira alerce não são construídas desde 1976, quando sua extração foi proibida. Em Puerto Varas a arquitetura alemã se funde com as belas paisagens de lagos e montanhas.

A casa de madeira de Crescente Vargas, um simpático guia turístico de Puerto Varas, parece de brinquedo. Assim como ela, dois terços das residências desta fria, pequena e acolhedora cidade da Patagônia Chilena, a 960 km ao sul de Santiago, dão a impressão de ter saído dos desenhos de Walt Disney. Caracterizada pela influência da cultura alemã, esta pacata urbe de 35 mil habitantes localizada às margens do lago Llanquihue, o segundo maior do Chile, e a 45 quilômetros do onipotente vulcão Osorno, vive um tranquilo cotidiano em meio à natureza, com o perdão do clichê, de pura fantasia. O passado de Puerto Varas, no entanto, era bem diferente, como afirma Ana Maria Lückeheid, esposa de Vargas. Descendente de alemães, Ana conta que antigamente a convivência na cidade entre católicos e luteranos não era das mais amistosas. “Certa madrugada houve um incêndio misterioso na igreja dos alemães. Na semana 68

P R Ó X I M A v i a g e m

seguinte foi vez da igreja católica arder em chamas”. Crenças à parte, os moradores de hoje comungam juntos a renda obtida com o turismo (nos últimos quatro anos foram investidos 120 milhões de dólares em infraestrutura) e recordam dos conflitos com bom humor. Os forasteiros, por sua vez, em sua maioria europeus, norte-americanos, se deslocam até a região dos lagos andinos atrás de um quadro surrealista, composto pela Cordilheira dos Andes e vários vulcões com picos nevados. Os gringos também são atraídos pelo estômago. A excelente gastronomia, que se assemelha à dieta mediterrânea, com pães, vinhos, azeite, pescados e frutas, é, ainda por cima, parcimoniosa quanto ao seu preço. O quilo do salmão, por exemplo, custa em torno de 4 dólares. Muitos viajantes, porém, não conhecem os detalhes de Puerto Varas. Eles apenas passam pela cidade. “A maioria dos turistas que vêm aqui estão interessados


P R Ó X I M A v i a g e m

69


chile

CHILE

PARQUE NACIONAL NAHUEL HUAPI

LAGONAHUELHU API

Puerto Blest 6

Vulcão Puntiagudo LAGO T ODOS LOSSANT OS

Vulcão Osorno

Frutillar

LAGOLLANQUIHUE

2 Petrohué

Vulcão Calbuco

Puerto Varas 1

Vulcão Tronador

PARQUE NACIONAL VICENTE PEREZ ROSALES

RESERVA NACIONAL LLANQUIHUE

Puerto

5 Alegre 4

Peulla 3

7 Puerto Pañuelo

Puerto Frías PARQUE Y RESERVA NACIONAL NAHUEL HUAPI

8

San Carlos de Bariloche

ARGENTINA

Puerto Montt

Um dia de travessia São 8 etapas que separam Chile e Argentina pela rota dos lagos. Saindo de Puerto Varas (1), em direção ao leste, a 45 quilômetros estão os Saltos de Petrohue (2). O lugar nada mais é que uma corredeira com pequenas quedas d’água. A parada no local é quase obrigatória pois muito próximo dali já começa o Lago de Todos Los Santos, onde os visitantes devem pegar uma embarcação rumo a Peulla (3). Em seguida, cruza-se a fronteira através da Cordilheira dos Andes indo de ônibus

Ignorada por muitos viajantes, Puerto Varas serve apenas como ponto de partida ou chegada da travessia andina

70

P R Ó X I M A v i a g e m

até Puerto Frías (4) (na Argentina) - Nesta etapa são necessárias duas horas para completar um percurso de 27 quilômetros. Depois mais 20 minutos de barco sobre as águas do Lago Frias para chegar a Puerto Alegre( 5). Em seguida mais 10 minutos de ônibus até Puerto Blest (6) e mais uma hora de barco pelo Lago Nahuel Huapi, até chegar em Puerto Pañuelo (7). E não acaba por aqui. Para completar a travessia andina são necessários mais 25 quilômetros de estrada para chegar a Bariloche (8).


sombra e água fresca A tranquilidade da região dos lagos tem no grandioso Llanquihue o seu principal expoente.

P R Ó X I M A v i a g e m

71


chile

Acidente nos Andes Em janeiro de 1987 o Vulcão Osorno foi palco de uma tragédia que culminou com a vida de dois policiais, o capitão Luis Malagueño e o tenente Jean Pierre Claude. Os dois foram de helicóptero, tentar resgatar sete jovens que pediam socorro pelo rádio, pois foram surpreendidos por uma forte tormenta enquanto tentavam atingir o cume. Com pouca visibilidade e ventos de todos os lados, o helicóptero ficou descontrolado e acabou colidindo com uma das partes da montanha. Um pequeno memorial foi construído na estrada de acesso ao vulcão em homenagem aos dois.

Os melhores meses para atingir o cume são de novembro a março, época em que o calor derrete um pouco do gelo e as enormes gretas e crateras ficam mais visíveis. em fazer a travessia andina”, comenta Maurício Meyer, gerente do Hotel Cabaña del Lago. A rota é feita entre Bariloche e Puerto Varas, ou vice-versa, percorrida, ora em estradas cercadas por florestas, ora, em barcos que cruzam lagos de águas cor verde esmeralda cercada por grandes paredões rochosos. O trajeto todo dura em torno de um dia, com paradas para almoço e para conhecer os pontos turísticos, como Peulla, um vilarejo com cerca de 150 habitantes, bem na divisa do Chile com a Argentina. A vila foi definida pela guia da Lonely Planet como um bom lugar para não se fazer nada. Além do ócio, a região de Peulla é ideal para trekking e passeios em veículos 4x4 pelas estradas do Parque Nacional Vicente Perez Rosales, abrigo de muitas espécies de aves e mamíferos, além de bosques, rios, cachoeiras e o histórico lago Todos los Santos (ver quadro). 72

P R Ó X I M A v i a g e m

Um dos pontos fortes do parque é o ativo vulcão Osorno. De longe, visto da cidade ou da estrada de acesso (que pode ser feita de carro), a montanha cuspidora de fogo (a última erupção aconteceu 1850) de 2.652 metros de altitude domina a cena. Seu formato de cone, semelhante ao do Monte Fuji, no Japão, desponta na paisagem. A parte mais alta, banhada por neve eterna, contrasta com as escuras rochas basálticas. A subida é permitida até os 1.700 metros, onde existe a segunda base da estação de teleférico. Após esta etapa, que já requer fôlego e cuidados para não escorregar no gelo, o avanço só pode ser feito com guias de escalada e com equipamentos apropriados. Os melhores meses para atingir o cume são de novembro a março, época em que o calor derrete um pouco do gelo e as enormes gretas e crateras ficam mais visíveis.


ledo engano

Parece que falta pouco para o topo quando se chega na última base do teleférico. Mas ainda restam mil metros pelas traiçoeiras trilhas do vulcão Osorno. O esforço vale a pena. Devido a oxidação, as rochas lá em cima ganham um diferente tom avermelhado.

P R Ó X I M A v i a g e m

73


chile

Hora do chá A Lavanda Casa de Té possui ambiente calmo e simples. Piano com um vulcão ao fundo somente na simpática Frutillar. O luxo do restaurante do Hotel Cabaña del Lago vem acompanhado da excelente gastronomia de Puerto Varas.

74

P R Ó X I M A v i a g e m


P R Ó X I M A v i a g e m

75


chile

Na língua dos Mapuches, tribo que habitava o centrosul do Chile e sudoeste da Argentina (87% dos índios que vivem no Chile são Mapuches), o nome do vulcão Osorno, que aparenta dormir tranquilamente, significa Pire Pillán, ou “demônio da neve”. Quando não está em erupção (é um dos vulcões mais ativos do sul do Chile, com 11 erupções registradas entre 1575 e 1850), o Osorno pode ser um grande parque de diversão, onde famílias passam o dia brincando aos seus pés, tirando fotos, esquiando e deslizando em tirolesas. Em frente à montanha de fogo adormecida, uma simpática cidade de 15 mil moradores chamada Frutillar (significa campo de morango) chama a atenção pelo ambiente onírico. A calma do lago que a contorna, a vista do Osorno bem ao fundo, e a brisa que bate em seu píer nos finais de tarde passam a impressão de estar, mais uma vez, com o

perdão do clichê, em um lugar mágico. Para incrementar a viagem, desta vez, psicológica, não existe uma trilha sonora que combine mais com Frutillar do que a música Stramberry Field Forever, dos Beatles. Assim como a melódica canção composta por John Lennon, cuja letra remete a lembraças de sua infância, a pacata vilinha também é um lugar perfeito para se sonhar. Mas não é só o nome desta tímida cidade, assim como Puerto Varas, também de influência alemã, que tem uma ligação com a música. Apresentações e festivais acontecem aqui a todo o momento. Se não bastasse, a vocação musical da cidade ganhou um reforço a altura de seu vizinho vulcão. Um antigo teatro à beira do lago Llanquihue foi reformado e se tornou grandioso. A expectativa do Teatro Del Lago é receber visitantes de diversas partes do mundo para

SANTO LAGO O lago Todos Los Santos é formado pelos rios Peulla e Río Negro e está localizado dentro da área do Parque Nacional Vicente Perez Rosales, a 76 km ao leste de Puerto Varas. Sua área de 178.5 km² é rodeada por fiordes e pelos vulcões Osorno, Puntiagudo e Tronador. Suas águas de cor verde esmeralda já lhe renderam no

76

P R Ó X I M A v i a g e m

passado o nome de Lago Esmeralda. Possui espécies como salmão e trutas, perfeitas para a prática de pesca recreativa. O imenso lago foi descoberto pelos Jesuítas que viviam no arquipélago de Chiloé e buscavam uma rota para os pampas com a intenção de instalar uma missão por lá.


Filé de salmão grelhado na chapa com camarão, rodelas de tomate e queijo na mateiga.

Atum em crosta de pistache acompanhado de homus, salada fria de quinua, abacate e tomate com chutney de abacaxi.

Prepare-se para comer bem à proximidade com os lagos e o oceano Pacífico faz dos pescados o prato preferido de Puerto Varas. A bebida tradicional é o Pisco Sour (pronuncia pisco sauer), um delicioso destilado da uva com limão e clara de ovo. É a caipirinha dos chilenos. O preço também salta ao olhos. Alguns restaurantes cobram (com tudo incluso) entre 30 e 40 dólares. Os pratos principais têm preço em torno 15 dólares. Se fosse no Brasil a conta não sairia por menos de 150 reais.

Ao contrário do vulcão Osorno, a cidade de Frutillar está se despertando, só que para o turismo ocupar os seus 1.200 lugares. Os superlativos não se aplicam apenas ao seu tamanho. O entorno do Teatro Del Lago não cabe em si. Os fundos do salão são todos cobertos por vidros e a luz do luar refletida sobre o lago, juntamente com a silhueta do onipresente vulcão Osorno prometem dividir a atenção dos expectadores de música clássica e jazz. Frutillar tem ainda algo muito em comum com a terra dos Beatles: a tradição de tomar chá. O clima frio favorece esse costume. Que o diga a Lavanda Casa de Te, um lugar simples e aconchegante que serve 40 tipos da bebida, a exemplo de chás da Índia, China, Japão e África do Sul. Dá até para pedir uma dose para acalmar, ativar a memória, abrir o apetite, etc. Ao contrario do vulcão, Frutillar está se despertando, só que para o turismo externo. Há alguns anos somente chilenos costumavam passar as férias na cidade. Hoje

muitos visitantes de outros países já conhecem a pacata vizinha de Puerto Varas. Até o asfalto, que antes não havia, já surgiu em algumas partes dos 30 quilômetros de estrada que separam as duas belas cidades. “O turismo na região dos lagos se consolidou fortemente. É um destino não apenas de verão ou inverno, mas para o ano todo”, afirma Paula Trojerón, gerente da Corporação de Desenvolvimento Turístico e Cultural de Puerto Varas. Paula está promovendo o segundo ano do Festival da Chuva, que acontece de 18 a 28 de junho. Ela quer conquistar um público fiel ao destino Puerto Varas. “Nosso objetivo é mostrar que não é apenas a travessia andina que temos para oferecer”, afirma. A declaração da turismóloga não é vazia. A região dos lagos tem mesmo muito que mostrar para o resto do mundo. A começar por sua vocação de fazer as pessoas sonharem. P R Ó X I M A v i a g e m

77


chile

agendadeviagem ➔ chile Para ligar, disque antes 56 para o Chile e 65 para Puerto Varas

O spa do Hotel Patagônico é um dos mais completos da região.

está grafada em todos os quartos.

www.cabanasdellago.cl

■ Gran Hotel Colonos Del Sur

Há vários livings bem amplos no

Um dos melhores hotéis de Puerto

Del Salvador 024 - Puerto Varas -

Puerto Varas

hotel, ideais para um descanso ao

Varas. Excelente atendimento e

Chile – % 235 555 -

■ Hotel Patagônico

lado da lareira. Essas áreas são

uma ótima culinária. O restaurante

Reservas: % 233 369

Klener, 349, Puerto Varas – Chile –

repartidas por cortinas em tons crus

do hotel tem uma sensacional vista

www.colonosdelsur.cl/gran.htm

% 201 000

que descem de um alto teto.

para o lago. O difícil é conseguir as

O restaurante do hotel é o mais

www.hotelpatagonico.cl

O hotel é ideal para relaxar em um

mesas mais próximas do mirador.

premiado da cidade. Além dos pratos

O Hotel Patagônico foi inaugurado

spa que possui  piscinas aquecidas,

A partir de US$ 120 (para reservas

de altíssima qualidade, a iluminação

em novembro de 2009. De 1930 até

saunas, jacuzzis, academia e

antecipadas pela internet).

também merece destaque, conferindo

o início da década de 90 foi um hotel

sessões de massagens. Tudo para

do governo, abrigava trabalhadores

não querer sair de lá. Prefira os

■ Hotel Cumbres Patagônicas

Diárias a partir de US$ 173

da companhia ferroviária que

quartos superiores ao invés do

Imperial 0561, Puerto Varas -

Restaurante: US$ 30 por pessoa.

existia na cidade. Sua estrutura é

standard, pois é pouca a diferença

Chile – % 495 000

forte, feita de materiais naturais

de preço e esses últimos não tem

www.cumbrespatagonicas.cl

Peulla

como pedra e madeira.

vista para o Lago Llanquihue.

Não é a toa que possui a palavra

■ Hotel Natura Patagônico

O estilo da decoração é clean, nada

Diárias a partir de US$ 175. Os

“cumes” em seu nome. O hotel

Peulla, Puerto Varas - Chile % 367 094

muito exagerado, mas luxuoso. Nas

quartos superiores custam a partir

possui uma vista panorâmica da

www.hotelnatura.cl

paredes internas não tem quadros

de US$ 205.

cidade muito bonita. O restaurante

A paz do lugar combina com a

oferece como aperitivo o mango

tranquilidade do melhor hotel de

f

i

c

ar

ou pinturas, apenas poemas de

78

ao jantar um clima bastante romântico.

escritores chilenos, entre eles, é

■ Hotel Cabaña Del Lago

sour, uma variação do famoso

Peulla. A salada de camarão é um dos

claro, Pablo Neruda. A frase “Aquí

Luis Wellmann 195, Puerto Varas -

pisco sour.

pratos de entrada mais apreciados.

te amo”, de seu poema homônimo,

Chile - % 232 291

Diárias a partir de US$ 170

Diárias a partir de US$ 184

P R Ó X I M A v i a g e m


chile Guia Prático

COMO CHEGAR A LAN Airlines e a TAM possuem voos diários para Santiago.

A companhia chilena conta com um ótimo atendimento e passagens em torno de R$ 600 por trecho. Outras companhias como a Gol, Pluna e Aerolíneas Argentinas, fazem o trajeto com escalas. De Santiago, o caminho mais fácil para chegar a Puerto Varas é de avião até Puerto Montt. LAN, SKY e PAL Airlines são as companhias que operam a rota. Vans de operadoras de turismo, táxis e ônibus podem ser as opções para percorrer os 32 quilômetros até Puerto Varas. As operadoras locais oferecem os passeios. Alugar um carro também pode ser uma boa escolha para quem quer mais privacidade e flexibilidade. Budget e Hertz cobram cerca de 65 dólares o aluguel na categoria econômica, incluído o seguro. MELHOR ÉPOCA A farta mesa do desjejum do hotel Natura Patagônico, em Peulla, é desfrutada com a bela paisagem ao fundo.

No inverno as temperaturas mais baixas não comprometem a diversão. O turismo da região dos lagos combina

Frutillar Bajo – 9269 1648

um cabo de aço por entre as árvores

www.lavandacasadete.cl

da floresta, passando inclusive pela

tanto no verão quanto no inverno,

Puerto Varas

A casa do chá – Local indispensável

cachoeira Véu de Noiva. US$ 40

chove muito. A precipitação anual em

Os melhores restaurantes da cidade

para uma visita. Não deixe de

Fazer cavalgada nos andes é uma

estão instalados nos hotéis. Não

experimentar sabores exóticos

ótima experiência. É a melhor

é preciso estar hospedado para

como o Masala Chai, uma mistura

forma de conhecer a fauna e flora

um estraga prazer, a chuva por aqui é

poder saboreá-los.

de especiarias e ervas aromáticas

do local. US$ 44

também para ser apreciada. Não são

indianas. Ou a receita de Roiboos

Para os amantes do lago pode ser

■ La Rada

Rojos, chá de arbustos vermelhos

feito um passeio de Kayak. US$ 56

Santa Rosa 040 - Puerto Varas –

originários da África do Sul. A partir

E com mais velocidade por meio do

Chile % 718 316 - www.larada.cl

de US$ 10.

Jet Boat: US$ 80

sa

b

o

r

e

ar

possui um atrativo para os clientes ■ Turis Tour

além da comida: um passeio de barco pelo Llanquihue após as

P A

S

S

E

A

Del Salvador,72 - Puerto Varas

R

% 437 127 - www.turistour.cl

refeições. Almoço: US$ 15

Em Peulla podem ser feitos vários

A Turis Tour é a principal agência

Passeio de barco: US$ 30 /US$ 12

passeios:

de turismo da região dos lagos.

crianças

Trilha com veículo 4x4 por entre as

Qualquer passeio pode ser feito

estradas do parque Vicente Perez

através de seus guias. Oferece

Frutillar

Rosales. US$ 38

traslados do aeroporto até as

■ Lavanda Casa de Té

O Canopy é uma mistura de tirolesa

cidades, visitas aos vulcões da

km 1,5 Camino Quebrada Honda.

com arborismo. Desliza-se através de

região, travessia andina etc.

com um clima mais “gelado”. Porém,

Puerto Varas é na casa dos 1.350 mm, enquanto que na capital Santiago é de 350mm. Mas diferentemente de ser

temporais que impedem de sair de casa, mas uma pequena garoa que cai delicadamente pela cidade. Pacotes Vulcão Osorno: Passagem aérea em classe economica; Duração: 6 dias/ 5 noites; Seguro Viagem; Todos os traslados de chegada e saída; 2 noites de hospedagem em Santiago; 3 noites de hospedagem em Puerto Varas. Excursão de meio dia (City Tour Puerto Montt e 2 Excursões de dia completo com almoço incluído (Vulcão OsornoPetrohué e Frutillar-Puerto Octay). Preço: A partir de US$ 1.434. Soft Travel, www.softtravel.com.br, (11) 3017 9999 Lagos Andinos: Passagem aérea; Duração: 6 dias /5noites; Seguro Viagem; Todos os traslados de chegada e saída; 2 noites de hospedagem em

CO

M

O

VI

A

J A

M

O

Santiago; 2 noites de hospedagem em

S

Puerto Varas; 1 noite de hospedagem

Eu viajei com o apoio da Turismo Chile, organização que visa promover o país como destino.

em Peulla; Excursão pela região dos

O Chile possui dois tipos muito característicos de turismo. Um é o gastronômico e da contemplação.

lagos (Petrohue - Peulla); Passeios em

Bons restaurantes, bons vinhos e belas paisagens para apreciar em um clima muito aconchegante. O outro é o turismo outdoor, que necessitará de fôlego para escalar montanhas, ânimo para enfrentar a neve e muita disposição para conhecer o máximo que puder do que o país oferece. Uma dica é equilibrar os dois. Boa viagem! Ivan Fávero

80

P R Ó X I M A v i a g e m

Santiago e Puerto Varas Preço a partir de: US$ 1.326. New Age Tour Operator, www.newage.tur.br, (11) 3138-4888


Brasil 2010