Page 1

O JORNAL PARA O

AMIGO

CAMINHONEIRO

Distribuição Gratuita www.chicodaboleia.com.br Ano 01 - Edição 12 - Dezembro de 2012

Orgulho de ser caminhoneiro

EDIÇÃO NACIONAL Chico da Boleia e sua equipe realizaram mais uma Parada Educativa

Chico da Boleia e sua equipe realizaram mais uma Para Educativa. Desta vez a ação ocorreu no Posto NR de Itapira-SP e o tema foi a prevenção do HIV (Vírus da Imunodeficiência adquirida). Confira.

Pág. 11

Mensagem de Fim de Ano

A equipe Chico da Boleia deixa uma mensagem especial de Natal e Ano Novo a todos os caminhoneiros, carreteiros e empresários do setor.

Pág. 11 Campeão antecipado, Leandro Totti encerra temporada com vitória em Brasília

Foto: Divulgação

2012 chega ao fim: confira os principais acontecimentos do setor de transporte Pág. 4, 5, 6 e 7

Leandro Totti ratificou os títulos de campeão brasileiro e sul-americano da temporada ao vencer o GP Aurélio Batista Félix de Fórmula Truck, disputado no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília.

Pág. 8


02

EDITORIAL

Companheiros e companheiras do tapete negro, enfim chegamos ao fim de 2012, ano que o nosso setor teve muita movimentação, com muitas novidades, eu, particularmente, não recordo de um ano tão agitado assim. Iniciamos 2012 com o advento do Euro 5, do Diesel S50, que acabou gerando certa insegurança, pois a disponibilidade do S50 não foi como anunciado pela ANP, e os caminhões com a nova tecnologia ficaram meio que encalhados. O FIM da CARTA FRETE também movimentou o setor, uma conquista de grande importância, pois só quem vive de fato o dia a dia do trecho sabe os problemas e a perda de dinheiro que tínhamos com a famigerada Carta Frete, mas os que ganhavam rios de dinheiro com ela, não ficaram calados, tentaram de toda forma, e ainda tentam, confundir a categoria sobre a nova modalidade, que é o PEF Pagamento Eletrônico do Frete. Outro assunto que está movimentando muito nosso setor e ainda vai movimentar 2013 é a LEI 12.619, Lei do Motorista, sem dúvida, um passo importantíssimo para a categoria no seu reconhecimento, mas a Lei carece de ajustes, por isso, semana sim, semana não, existe em algum lugar do Brasil encontros com Empresários debatendo sobre a Lei, nós Transportadores, Autônomos de Carga, bem como os Motoristas em regime CLT, deveríamos ter o mesmo empenho em debater o tema. A Lei 12.619 é também uma conquista, mas se nós não nos organizarmos, os pontos que precisam ser alterados vão

ficar do mesmo jeito, por isso, sua participação é de grande importância, não deixe para outro decidir em seu lugar, faça valer sua voz, sua opinião! Eu tenho certeza que chegou a nossa hora e a nossa vez, nosso trabalho nunca teve tanta exposição, a sociedade conscientizou-se da importância da nossa categoria, a sociedade começa olhar o Caminhoneiro, Carreteiro, de forma positiva. 2013 será o ANO DO CAMINHONEIRO E CARRETEIRO, por isso, companheiro, participe das atividades que envolvem a categoria, informe-se, atualize-se fique atento. Com a chegada do Natal, que para os CRISTÃOS, é uma data de muita alegria, pois comemora-se o nascimento Deus menino, aquele que vem render nossos pecados e nos mostrar o caminho do amor, para outros, uma data meramente comercial. Portanto, faço um convite ao amigo companheiro para pegar a essência do NATAL, que no meu modo de ver, é o AMOR. DEsejo um fim de ano de muita tranquilidade, de muita paz, vamos levar isso junto com o que “transportamos” para todo e qualquer canto de nosso Brasil, sejamos nós mensageiros de boas novas e de paz. Para muitos de nós que estaremos rodando pelo trecho, na noite natalina, longe da família, resta o consolo de saber que o Jesus estará sempre ao nosso lado. Feliz Natal.

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

Links do Chico da Boleia

Para todos, um Feliz Natal.

Um abraço Chico da Boleia.

COOPAC BRASIL ESTÁ NASCENDO

ACESSE O SITE E CONHEÇA MAIS SOBRE A COOPERATIVA WWW.COOPACBRA.COM.BR

Expediente Sede: Rua Bento da Rocha, 354 - Itapira-SP, CEP 13.970-030 Fone:(19) 3843-6487 (19) 3843-5778 Tiragem: 50.000 exemplares Nacional, 10.000 exemplares Baixa Mogiana e 10.000 exemplares Grande Ribeirao Preto Diretora-Presidente: Wanda Jacheta Diretor Editorial: Chico da Boleia Editor Responsável: Chico da Boleia Revisão Larissa J. Riberti Juliano H. Buzana Diagramação Pamela Souza Suporte Técnico Matheus A. Moraes Assessoria de Marketing Amauri Lamari

Conselho Editorial: Albino Castro (Jornalista) Larissa J. Riberti (Historiadora) José Carlos Rollo (Jornalista) Dra. Virgínia Laira (Advogada e coordenadora do Departamento Jurídico da Fenacat) Roberto Videira (Presidente da APROCAM Brasil) José Araújo “China“ (Presidente da UNICAM Brasil) Luiz Norberto da Fonseca Filho “Betusca“ (radialista e proprietário da Rádio Clube de Itapira)


PAPO DE BOLEIA Diz aí “Pedágio está caro. É certo ter pedágio para se ter uma estrada de boa qualidade, mas não precisa ser tão caro assim. Quando faço uma viagem, muitas vezes, pago mais de pedágio do que do próprio combustível.” Josué Jorge da Silva, 47 anos - MogiMirim - SP 27 anos de estrada

bem para os lados de Monte Sião (MG) graças à concessão. Eles recapearam a estrada de Alfenas para Alteroza/Areado. Mas lá para outros lados do Norte de Minas, as estradas ainda não são boas.” Benedito Correa Barbosa, 57 anos Monte Sião - MG Autônomo, proprietário de barracas de festas, 35 anos viajando pelas estradas

“Quero mandar um abraço pro meu irmão Celso Rubens que esta lá em Limeira, e desejar que ele se de bem com o novo caminhão dele”

“ O pedágio chegou para sair o IPVA. Agora o IPVA voltou, os pedágios continuam e temos que pagar os dois quietos. Todo nosso lucro fica no cofre das praças de pedágio, além de o frete estar muito barato.”

Jose Francisco de Abreu, 43 anos – Mogi Mirim – SP 20 anos de estrada.

Dener Eduardo Rossetti, 41 anos - Pedreira - SP 22 anos de estrada

“Eu acho que as estradas melhoraram

“Nós mandamos um abraço para o pes-

a

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

03

soal da Qualy e todos os caminhoneiros que acompanham o site do Chico da Boleia. Tambémmandamos um ‘alô’ para todos os amigos que estão na estrada.” Edmar Gonçalves Sousa Leme, 24 anos - Lindoia - SP 3 anos de estrada “Eu quero mandar um alô para o pessoal da Transportadora Roma de Ouro Fino.” Carlos Alberto Pádua, 24 anos - Ouro Fino - MG 4 anos de estrada

Chico da Boleia responde Pergunta enviada via e-mail pelo Sr. Carlos Almeida. Carlos Almeida: Chico quando o governo determina em que vias o caminhão pode rodar isso significa que a medida já foi discutida com a categoria? Chico da Boleia: Essa é uma pergunta importante, porque é justamente isso que não ocorre! Os prefeitos caem na ânsia de resolver alguns problemas de trânsito e acabam soltando certas determinações, certas leis de restrição, que dizem onde o caminhão de determinada tonelagem pode ou não transitar, mas tudo isso sem conversar com os agentes do setor. As autoridades não conversam nem com os sindicatos das empresas e nem com os sindicatos dos autônomos. Mas por quê? Porque ele quer prestar contas à população que tem os carros menores, os veículos de passeio. Dessa forma, com relação aos problemas de trânsito, a culpa acaba recaindo sobre os caminhoneiros. Temos exemplos claros tanto em São Paulo como em Campinas: existe uma restrição de determinadas vias da cidade a veículos acima de 4 toneladas. O que acontece é que não há discussão com a categoria, a categoria acaba sendo pega de surpresa e não sabe onde parar ou estacionar seu caminhão para aguardar o horário determinado pela lei para fazer o embarque ou a descarga. Isso levou a categoria

a se manifestar e gerou eventos como a greve dos tanqueiros, que aconteceu exatamente pelo fato de restringirem o trânsito nas marginais para esse tipo de caminhão. Sendo assim, a categoria mostrou que tem peso, que é organizada e mostrou para os governos federal, estadual e municipal que tem que ter respeito com a categoria dos transportadores de cargas. Quando alguma medida for tomada em relação ao trânsito é essencial consultar a categoria dos caminhoneiros através dos sindicatos ou empresas. Pergunta enviada via e-mail pelo Sr. João Francisco de Oliveira. João Francisco de Oliveira: O que é o cartão frete? Chico da Boleia: Bom João, explicando rapidamente, o cartão frete é o substituto da carta frete: aquele papel que se pegava na transportadora e era descontado num posto que o embarcador indicava ao caminhoneiro, acabou. Agora você tem um cartão magnético, como se fosse um cartão de débito no qual o embarcador vai creditar o valor do frete ou parte dele e ai você vai poder usá-lo em qualquer local da sua escolha. Ou seja, você deixa de ser refém da escolha de quem contrata o frete e você vai escolher onde abastecer, comer, etc. Chico da Boleia Orgulho de ser Caminhoneiro


04

FIQUE POR DENTRO

Retrospectiva 2012 Confira os principais acontecimentos do ano

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA


FIQUE POR DENTRO

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

05


06

FIQUE POR DENTRO

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA


FIQUE POR DENTRO

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

07


08

ESPORTES

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

Campeão antecipado, Leandro Totti encerra temporada com vitória em Brasília

Foto: Almir Francisco - O pódio com os cinco primeiros colocados foi formado ainda por Felipe Giaffone (MAN/Volkswagen), Beto Monteiro (Scuderia Iveco), Adalberto Jardim (Man/Volkswagen), e Leandro Reis (Goiás.com)

Chega ao fim a temporada de Formula Truck 2012, após 10 etapas, e diga se de passagem, não poderia ser da melhor forma para o grande campeão, Leandro Totti. A última etapa de Brasília foi disputada com chuva e sol, sempre alternando as possibilidades de quem venceria a prova ao longo das emocionantes voltas do circuito. Imagine os brutos com mais de três toneladas andando no asfalto molhado numa velocidade próximo aos duzentos quilômetros, por hora, sem dúvida alguma, um shows à parte! Mesmo que o campeonato já havia sido definido na etapa de Curitiba com o grande Campeão Leandro Totti, conhecido como Marvado, na etapa de Brasília, Marvado veio apenas confirmar sua

excelente forma conquistada durante o ano. Só não ficou com a pole position porque o Piloto da Ticket Car jogou água no seu chope. Porém, Marvado faturou o capacete de Ouro, melhor piloto, e a etapa de Brasília em grande estilo e com pontuação, que, ajudou a Mercedes levar o Campeonato de marcas. Sem dúvida, um belo ano para Leandro Totti, a temporada 2012 mostrou como os caminhões são seguros. Embora, o piloto Diumar Bueno tenha sofrido em Guaporé um dos mais graves acidentes registrados na história da Fórmula Truck, senão o mais grave, ainda assim a Fórmuula Truck mostrase confiável e dentro das normas de segurança. Djalma Fogaça já está por aí, graças a Deus, preparando a volta para tempo-

rada de 2013 e desejo muito sucesso ao piloto. Outro fato emocionante ocorrido, em 2012, com o competitivo e arrojado Djalma Fogaça foi o seu retorno à pista, faltando três provas para o encerramento do campeonato. Fogaça voltou a pilotar o caminhão. Não teve muita sorte nas duas primeiras provas, mas na última prova do ano, ele demonstrou ser um menino, saindo do Box, com chuva, chegando em 13º lugar, mostrou a capacidade e competitividade de um grande piloto, que por problemas diversos sua equipe não teve um bom ano, mas sabemos que em 2013 ele voltará com a faca nos dentes e sangue nos olhos. Segundo Neusa Navarro, presidente da categoria, a organização da Fórmula TRuck em 2012 foi um bom ano, com crescimento e público entre 20 e 25 por cento”, e continuou. “Tivemos algumas alegrias, como reencontrar o nosso público em Cascavel, depois de cinco anos. Em 2013, seremos a primeira categoria a correr lá, nessa nova fase do autódromo. Outro grande momento foi a prova na Argentina”, acrescentou, sobre a inédita etapa realizada em Córdoba, em setembro. A F-Truck já havia corrido três vezes na Argentina, sempre em Buenos Aires, em eventos realizados em conjunto com a Top Race V6. Em setembro, a categoria consoli-

dou o desafio de organizar um evento solo em outro país. “A etapa de Córdoba teve sucesso absoluto de público, mais de 40 mil torcedores. Foi uma conquista importante. Era um desafio uma categoria brasileira correr sozinha e encher um autódromo na Argentina”, finalizou . Chico da Boleia Orgulho de ser Caminhoeiro

Classificação Final da Fórmula Truck 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º 21º 22º 23º 24º 25º 26º 27º

Leandro Totti- PR...............................216 Felipe Giaffone - SP ..........................140 Beto Monteiro- PE.............................128 Roberval Andrade- SP..........................102 André Marques - SP............................102 Wellington Cirino - PR.........................92 Paulo Salustiano - SP............................85 Régis Boessio - RS..............................72 Adalberto Jardim - SP..........................70 Valmir Benavides- PR..........................66 Leandro Reis- GO.................................50 Geraldo Piquet - DF.............................46 João Maistro - PR................................40 Fred Marinelli- SP...............................39 Renato Martins - SP.............................38 Debora Rodrigues - PR........................36 Luiz Lopes - SP....................................30 Luiz Pucci - SP....................................24 Diumar Bueno - PR..............................21 Pedro Muffato - PR..............................18 Danilo Dirani - GO...............................13 José Maria Reis- SP............................11 Pedro Gomes - SP...............................07 Christian Fittipaldi- SP.........................07 Djalma Fogaça - SP.............................03 João Ometto Neto- SP.........................02 Alberto Cattucci- SP............................00

Veja mais notícias sobre a F-truck www.chicodaboleia.com.br

Foto: Chico da Boleia


DE BOA NA BOLEIA

o o

Causo - A multiplicação dos bichos

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

09

Frases de Para-choques “A cada curva que faço aumenta minha saudade.”

. m

“Mais valem as lagrimas da derrota do que a vergonha de não ter lutado.”

e ,

“Não sou detetive mas só ando na pista.”

Silvio trazia madeira do Paraná e aproveitava a viagem para levar cachaça piracicabana e trocar por galinha caipira, cabritos e vinho paranaense. Luiz, seu filho, lembra dos vizinhos dizendo que sua família, composta por ele, os pais e mais seis irmãos, era “os pobres que mais bem comiam na cidade”, pois quando o pai voltava para casa era frango caipira durante a semana e banquete de cabrito nos finais de semana. Era comum que os vizinhos participassem da comilança. Para preparar o cabrito, por exemplo, Silvio pedia para o açougueiro limpar o bicho. Em troca, dava a ele as miudezas do cabrito, que rendiam uma bela buchada ao açougueiro e seus doze filhos. E, como dizem, quem dá aos necessitados recebe em dobro. E essa história foi quase assim. Durante uma de suas viagens, depois de puxar a madeira para dentro de seu caminhão, Silvio foi atrás dos fazendeiros do Paraná para fazer seus negócios. Trocou a aguardente por meia dúzia de galinhas e três cabritos, carregou a carga viva no

caminhão e colocou o bruto na estrada, a caminho de casa. Lá pelas tantas o pneu furou e ele parou no posto para trocar. Enquanto o borracheiro cuidava do pesado, Silvio aproveitou para se abastecer no restaurante. Depois de tudo resolvido, subiu no caminhão e rumou para casa, já pensando no cabrito que sua mulher ia preparar no final de semana. Chegando em Piracicaba, já foi logo mostrando para a esposa os cabritos, mas quando abriu a carroceria não havia três, mas quatro cabritos! Silvio não entendeu nada, tinha certeza que havia trazido três cabritos. Ele apenas não sabia é que enquanto ele comia no restaurante, um rapaz viu um cabrito solto pelo posto e achou que tinha pulado do caminhão de Piracicaba. Sem pensar duas vezes, o sujeito carregou o cabrito no caminhão, na certeza de que estava devolvendo o bicho ao dono. Mas isso o senhor Silvio só foi descobrir na viagem seguinte, depois que os cabritos já tinham virado assado.

“70 me passar, passe 100 atrapalhar.” “Preguiça é o habito de descansar antes de estar cansado” “Quem ama a rosa suporta os espinhos.” “Um falso amigo é um inimigo secreto.” “A velocidade que emociona é a mesma que mata.“ “Os últimos serão os primeirose os do meio serão sempre os do meio.” “Se ferradura desse sorte……burro não puxava carroça.” “Feliz foi Adão que não teve sogra nem caminhão.” “Nois capota mai não bréca.” “Quem tem olho gordo, usa colírio diet.”

Fonte: Revista Chapa

TRANSPORTE AEROMÉDICO (UTI AÉREA) FRETAMENTO EXECUTIVO DE AERONAVES CONVÊNIO COM PLANOS DE SAÚDE E SECRETARIAS DE SAÚDE

PLANTÃO 24H (62) 3207-5001 / 3207-5566 (62) 9971-5370 / 9980-1419

WWW.BRASIL.COM.BR - FRETAMENTO@BRASILVIDA.COM.BR


ENTRETENIMENTO

10

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Cruzadinha www.coquetel.com.br

O número inferior da potência (Mat.) Que ocorre no momento certo

Local de despachos Gesto do de trabaindivíduo lhos de insolente umbanda

Direito violado pelos "paparazzi"

© Revistas COQUETEL 2012 "(?) Internacional", filme de Hitchcock

Referente à conduta profissional correta (?) Magritte, pintor

"Endereço" de um micro em uma rede

Bom-bocado e cocada (Cul.) A morada de São Jorge (Folcl.) A vogal marcada no jogo da velha

Tempero marinho Professora (inf.)

A vitamina chamada calciferol

Produto usado em frituras, pode ser reciclado como combustível

Osman Lins, escritor Cede

Claro, em inglês Filho, em inglês Inseto devorador de madeiras

Entidade estudantil Transporte pago

O voo sem escalas Ofende

Moça formosa (fig.) Sufixo de "dulçor"

O que é “Onde está o CHICO DA BOLEIA”?

A punição que "dói no bolso" (pl.)

É um Hot Site Promocional Cultural desenvolvido para demonstrar a importância e a facilidade de usar o RASTREADOR com a tecnologia Sascar, onde o participante visualiza através do mapa montado em parceria com a Sascar onde o personagem “Chico da Boleia” está no momento do seu acesso, o importante é que o Chico da Boleia roda pelo Brasil todo e a Sascar mostra isso em tempo real. A partir daí o participante se cadastra gratuitamente e participa das promoções informando onde está o Chico da Boleia no exato momento do acesso ao site promocional. Repita esse procedimento 4 vezes durante o mês e concorra!

Pedra circular do amolador de facas

Abate; diminui Ave apreciada em ceias natalinas Recipiente para chá

Lixeiro (bras.)

Forma de venda de Cadeira chocolates para o "Rotação", descanso em rpm

Promoção Cultural

Jet (?), ator de filmes de ação Barack Obama, presidente dos EUA

"Três", em "trilhão"

Roraima (sigla) A letra maçônica

Acesse o site e participe!

Interjeição típica do gaúcho

www.chicodaboleia.com.br 3/son. 4/rené. 5/choca — clear — ético — frete — ninfa. 7/intriga. 10/preguiçosa.

83

Solução

Equipe do Auto Posto NR Rua Emilio Polentini, 180 - Bairro dos Prados

AB

www.coquetel.com.br

O L E O D E C O Z I N H A

Nas bancas e livrarias.

R I S A N T E E T I C L R O C I DA D G S A L O U N N F A R M R E D U T L T E T R B A I Ç O S

24H

D E S P L E N E R C O P R I V A C U P I M Z D D I R E T L N I C H O C A G A R I D A P T A B L E UL R P R E G U

BANCO


FIQUE POR DENTRO Ação educativa Caminhoneiros aprovam paradas educativas do Chico da Boleia

em um período de 10 anos, 2000 a 2010, a taxa de incidência caiu no Sudeste de 24,5 para 17,6 casos por 100 mil habitantes. Nas outras regiões, cresceu: 27,1 para 28,8 no Sul; 7,0 para 20,6 no Norte; 13,9 para 15,7 no Centro-Oeste; e 7,1 para 12,6 no Nordeste. Vale lembrar que o maior número de casos acumulados está concentrado na região Sudeste (56%).

Chico da Boleia explica a importância das ações educativas

Chico da Boleia realizou na semana passada, 13/12, no posto NR de Itapira/ SP, uma ação educativa sobre a prevenção do HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). Foram distribuídos preservativos para os caminhoneiros e panfletos falando como a transmissão do vírus HIV pode ocorrer. Para a gerente administrativa do Posto NR, Malu Fuini, “apoiamos a ação do Chico da Boleia porque é de extrema importância que o tema HIV seja constantemente lembrado no setor”. Segundo o ministério da saúde, desde o início da epidemia, em 1980, até junho de 2011, O Brasil tem 608.230 casos registrados de aids (condição em que a doença já se manifestou), de acordo com o último Boletim Epidemiológico. Em 2010, foram notificados 34.218 casos da doença e a taxa de incidência de aids no Brasil foi de 17,9 casos por 100 mil habitantes. Observando-se a epidemia por região

Chico da Boleia entregando preservativo e panfleto para caminhoneiro

Atualmente, ainda há mais casos da doença entre os homens do que entre as mulheres, mas essa diferença vem diminuindo ao longo dos anos. Esse aumento proporcional do número de casos de aids entre mulheres pode ser observado pela razão de sexos (número de casos em homens dividido pelo número de casos em mulheres). Em 1989, a razão de sexos era de cerca de 6 casos de aids no sexo masculino para cada 1 caso no sexo feminino. Em 2010, chegou a 1,7 caso em homens para cada 1 em mulheres. As ações educativas do Chico da Boleia são realizadas periodicamente nos postos parceiros e são abordados temas relevantes para comunidade. Acesse o site www.chicodaboelia.com.br e saiba mais.

O JORNAL DO AMIGO CAMINHONEIRO

CHICO DA BOLEIA

11

Mensagem de natal

Que neste Natal não sejam trocados apenas presentes, mas também sorrisos, agradecimentos e palavras de conforto. Que neste Natal não sejam levantadas apenas as taças, mas também os braços para agradecer os momentos de felicidade e também de superação. Que neste Natal não sejam brindadas somente as taças, mas também as boas ações, o respeito, o carinho e a fraternidade. Que neste Natal não seja decorada apenas uma árvore, mas também a vida, para receber novos desafios, novos obstáculos a serem superados, novos amores. Que este Natal não seja apenas um motivo para a comilança, mas também para proferir palavras de reconciliação e paz. Que neste Natal os abraços não sejam banalizados e que em cada um deles

haja um pouco de solidariedade e afeto. Que neste Natal não sejam acesas somente velas, mas também a esperança de dias melhores. Que neste Natal não estejam cheios somente os copos e pratos, mas também os corações. Que este Natal não seja apenas a data para vestir roupas novas, mas também para iniciar um novo compromisso com sua saúde. Que a meia noite deste Natal não seja somente motivo para soltar fogos de artifício, mas para abrir sua mente às novas reflexões e autocríticas. Que neste Natal você encha sua casa e seu espírito da presença daqueles que realmente você ama, inclusive seu cachorro, seu gato, seu passarinho... Que este Natal seja a porta de entrada para a realização de todos os seus sonhos. Amor, paz, esperança e tudo de mais bonito que o mundo oferecer. É o que desejamos a você, nosso (a) companheiro (a). FELIZ NATAL!

Chico da Boleia e sua equipe. Orgulho de Ser Caminhoneiro.

Em 2012, nós seguimos a direção certa, levando muito mais conforto e segurança para você. Mais um ano se passou e nossa preocupação com seu bem-estar só aumentou. Afinal, nós nos encontramos todos os dias em tantas estradas e por isso, queremos que nossa relação seja cada vez melhor. E em 2013, vamos trabalhar ainda mais para que você siga pelas melhores direções e possa continuar o seu caminho sempre tranquilo.


Nossa equipe deseja a você e seu familiares um Natal repleto de Saúde e Paz. Um Ano Novo iluminado por novas esperanças. Agradecemos pela alegria de estarmos juntos neste ano que se nda, seu companheirismo, sua amizade e conança são os pilares que nos fortalece. Elevamos nosso carinho a todos e o nosso melhor Muito Obrigado! Equipe Central do Transporte

www.centraldotransporte.com.br


12ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia  

Retrospectiva do ano

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you