Page 1

15:26:50

BUYER EDITION CINCO EDIÇÕES ANO

Ano XXI - Nº8/4/10 74

P O R T U G A L 10 € E U R O PA 15 €

OI10 PREVIEW

MAGAZINE DE MODA ÍNTIMA, MODA BALNEAR E LEGWEAR EM PORTUGAL

ChickIntimate715.indd 1

BUYER EDITION

PREVIEW

FALL WINTER 10 10--11 RETAIL, NOVOS RUMOS


BUYER EDITION

Portugal numa metáfora de classe média. O desígnio de Portugal e o mar, invocado pelo Presidente da República nas comemorações do 25 de Abril. A transição dolorosa dum sector tradicional, onde fomos importantes, para novos sectores que representam ainda um desafio desconhecido. A necessidade de sabermos, como comunidade-país, compartir colectivamente os sacrifícios necessários num momento em que há menos para repartir, quando é necessário economizar no que nos dá prazer em pró do bem comum.

Sumário

- Como foi a festa de aniversário da empresa?

TREND mARCAS O/I 2010-11 CORSETERIE 2 COPAS GRANDES 38 LEGWEAR 76 ÍNTIMO MASCULINO 82

TENDÊNCIAS OUTONO/INVERNO 2010-2011 18

- O que disse ele? - Um pouco teórico, como sempre. Pouco conclusivo. É natural, neste tipo de discursos. Lembrou-nos as origens e apontou que o desígnio está no Mar. Calculo que não nos queira pescadores (riso irónico), o mais certo é que esteja a pensar em alguma nova representação de maquinaria. Sinto saudades das representações das máquinas de costura e tecelagem mas, se a empresa decidiu orientar-se para os painéis solares, que poderei eu fazer? E se o presidente da empresa diz que o futuro está no Mar, quem sou eu para questioná-lo? Mas a realidade é que no dia-a-dia o Director Comercial aperta por mais vendas e as comissões baixaram. Trocar as máquinas de costura pelos painéis solares não é nada fácil. Os discursos são bonitos, mas na realidade ninguém tem paciência. Querem-se resultados já! - Tens toda a razão, querido. Paciência é o que falta aos teus filhos.

VFB LINGERIE EUROPE Miquel Ramis 30

- Sim, claro. A Marisa queixa-se que o computador “não anda” e precisa de um novo. O outro dia choramingava que assim não dava mais para estudar. Que depois não nos queixássemos das notas…

ANITA Brigit Merz & H.G. Groothold 42

- Mas como se o PC dela tem mais memória do que o meu?

KALEIDOSCOPE

- Mas não comprou roupa há duas semanas?

NOVOS RUMOS DO COMÉRCIO 48

- Sim querido, mas começou a namorar, e anda com novos amigos, e é lógico que queira mostrar-se. E ter algum dinheirinho mais para gastar.

SHOPS

- Mas não lhes dissestes que durante um tempo, até que as coisas melhorem, assim que o pai consiga voltar ao nível de comissões de antes, teremos que apertar o cinto? Não se passa de vender máquinas de costura a vender painéis em dois dias! É preciso fazer novos clientes, esperar pelos resultados... E olha que agora pensando bem no discurso de hoje, fico de cabelos em pé só de pensar no que quererá dizer o presidente com o “desígnio do Mar”. É que o Director Comercial ao seu lado fazia um sorrisinho… Ao menos que com mais mudanças não perca os novos clientes que fiz entretanto a vender painéis solares!

MY YOYO 35 MISTY BEETHOVEN 37 LUSCIOUS UNDERWEAR 87 SALÕES 90

P o r t u g a l 10 e E u r o Pa 15 e

BUYER EDITION CINCO EDIÇÕES ANO

Ano XXI - Nº 74

- Foi bem, querida. Estavam lá todos. Como sempre, a comida fria e o discurso do chefe bem inflamado. Talvez seja por tantas mudanças, e parece que mais nos espera.

- Aos nossos filhos queres tu dizer.

ENTREVISTA

PREVIEW FALL WINTER 10-11

MAGAZINE DE MODA ÍNTIMA, MODA BALNEAR E LEGWEAR EM PORTUGAL

PREVIEW BUYER EDITION

Editorial

FALL WINTER 10-11 RETAIL, NOVOS RUMOS

Capa: Selmark

- Ah, e o Carlos quer ir novamente às compras. Umas calças novas, e umas sapatilhas. Quer também que aumentemos a sua mesada, diz que é menos da que recebem os amigos.

- Sim, falei com a Marisa e com o Carlos. Mas sabes como são os miúdos. Dizem que compreendem, mas reclamam e protestam na mesma. E francamente querido, temos andado apertados. Não é justo que pelas decisões da empresa nos encontremos nesta situação. Tu e os teus colegas das vendas têm de fazer alguma coisa. Ponham a empresa contra a parede! - Eu sei que a empresa está a mudar de ramo porque está em baixa. À margem dos discursos ribombantes do presidente, as coisas não iam bem. Não é altura para por ninguém contra a parede. Querida, é o momento de arregaçar as mangas, metermo-nos de cabeça nas mudanças necessárias para passar esta fase. A Marisa e o Carlos terão de compreender que somos uma família, e juntos temos que viver com o que conseguimos ganhar. E que as soluções não virão de fora, mas sim da forma como consigamos entre todos fazer alguns sacrifícios. Se, por enquanto, as comissões estão em baixa, a Marisa terá de se conformar com o velho computador. Nem pensar em usar o cartão de crédito para comprar nem mais umas calças e sapatilhas, senão teremos problemas no final do mês. O Carlos que se conforme com a sua mesada, pois olha que há quem nem a tenha! E se for necessário ainda teremos de cortar em algumas coisas supérfluas que nos dão prazer, de forma a conseguir a harmonia que nos traz a verdadeira felicidade.

Montserrat Camell mcamell@chick-pt.com

Buyer Edition

1

CHICK


TREND MARCAS

Lovable

Belcor Wacoal

PURPLES Dos tons papais, aos ultravioletas dos anos 80, até à gama eléctrica, a paleta de roxos promete tornar-se num dos best-sellers de Outono/Inverno

Aubade

Chantelle

CHICK

2

Buyer Edition

Passionata


TREND MARCAS

Luna

DELUXE Aubade

Todos os efeitos possíveis pela combinação de rendas trabalhadas sob tule em corsets e bodys de inspiração victoriana

Parah Noir

Passionata

Ritratti

CHICK

4

Buyer Edition


mod_3417

B [85-110] C [85-110] D [85-105] E [85-100]

mod_3405

[1-4]

COLECÇÃO OUTONO-INVERNO 10/11

Confecçoes Belex, Lda _ Gandra Macedo _ 4950 - Monção _ T: 251 654 605

Tívoli 34


TREND MARCAS

Damaris

Leilieve

FANTASIA

Designs sexy com cortes atrevidos, modelos que ensaiam pequenas fantasias: a dançarina de can-can, a figura do burlesco, a criada de avental, a heroína de BD…

Lascivious

Selmark


Chantal Thomass

Marlies Dekkers

Bordelle

Bordelle

Buyer Edition

7

CHICK


TREND MARCAS Chantal Thomass

FEmmE mOUVEmENT

Passionata

Estampados tartan, motivos das gravatas, cortes tailleur e inspiração tuxedo... as mulheres desejam ser eles, sem perder a feminilidade

Ivette

Aubade

CHICK

8

Buyer Edition

Lou Paris


*

Ligne

fashion

AGENTE COMERCIAL StĂŠphanie Merceron Tlm : +351 96 636 02 62 *O que as mulheres desejam

WACOAL.FR


TREND MARCAS Eres

Emperatriz

NEW BASICS

Essenciais, os novos básicos negros vão mais além na sua performance inovando com novos materiais e design

Ritratti

CHICK

10

Buyer Edition

Teleno

Wolford


*

Ligne

invisible

AGENTE COMERCIAL StĂŠphanie Merceron Tlm : +351 96 636 02 62 *O que as mulheres desejam

WACOAL.FR


Delicados trabalhados em fundos mates brancos abordando toda a essĂŞncia da lingerie eterna

ETHEREAL

TREND MARCAS

Gemma

Wacoal

CHICK

12

Buyer Edition Belcor

Aubade


TREND MARCAS

*

Beauty Secret Jusqu’à -2 cm

Ligne

body design

AGENTE COMERCIAL Stéphanie Merceron Tlm : +351 96 636 02 62 *O que as mulheres desejam Buyer Edition

13

CHICK


TREND MARCAS

Belcor

Triumph Rosa Faia

Simel


SILHOUETTE

Tempo excitante para o segmento do Shapewear: novas formas, novos fabrics, novas promessas de modelagem

Loba

Little Kiss

Esbelt

Naturana

Wacoal

Buyer Edition

15

CHICK


TREND MARCAS Passionata

LACE DECOR Gemma

Perfeitos encaixes em estruturas leves. Renda e bordados aplicados em tules translĂşcidos num negro tom-sobre-tom decorativo

Chantelle Hanro

CHICK

16

Buyer Edition


TREND MARCAS

Modelo ZIPPER

Buyer Edition

17

CHICK


TENDÊNCIAS

OUTONO INVERNO

2010-2011 Florence Peyrichou

ContaCtamos

quatro dos mais Competentes gabinetes de tendênCias europeus para trazer-lhes os inputs para a próxima estação em termos de Cores, motivos, formas do íntimo feminino e masCulino. florenCe peyriChou, da nelly rodi; gino mosChetti, da mosChetti studio de milão; senay gokCen, da fashion trendsetter; e edith youngblood, da Wgsn.

Gino Moschetti

Senay Gokcen

Gino Moschetti: Após um longo período em que imperou o barroquismo, penso que há uma necessidade de criar um íntimo mais íntimo, que perdure no tempo, orientado para o interior mais do que para o exterior. É um íntimo difícil de desenvolver que conjuga a atenção ao preço exigido pelo mercado e que, ao mesmo tempo, mistura sofisticação e simplicidade, onde dominam materiais de qualidade e altamente técnicos, jogando com detalhes, todos enriquecidos por gamas de cores próximas ao universo do pronto-a-vestir. Edith Youngblood: Apontamos três grandes tendências para a próxima estação: Criativa, Prática e Emotiva. “Criativa” inspira-se na época vitoriana e conjugam-se detalhes de uniformes militares, a nível de estrutura, costuras e técnicas tradicionais de elaboração das peças. “Prática” está influenciada pelo o universo da dança contemporânea, trata-se de um update dos básicos para o dia-a-dia com um aspecto mais trendy e feminino. “Emotiva” é uma tendência hiper-feminina com a utilização de muita renda, sobreposições de vários tecidos delicados e etéreos.


Gino Moschetti: Na corseterie, mais do que necessidade de novas formas, procura-se uma maior tecnicidade com soutiens ainda mais leves (por exemplo as copas embutidas sem aros), mas ao mesmo tempo confortáveis e com grande eficiência no suporte. Pelo contrário, nas peças de baixo há um maior estudo das formas, com inspiração dos anos 50. A cintura torna-se mais alta. Há um retorno do verdadeiro culotte, seguramente mais por tendência de moda do que pela necessidade de tornar os corpos femininos mais esguios. Edith Youngblood: Soutiens balconnet, corsets com costuras em evidência, soutiens em forma de cone, culottes de cinta subida, o soutien pré-moldado continua como base, bem como os modelos sem enchimento.

FORmAS

Eres

A cintura torna-se mais alta. há um retorno do verdadeiro culotte, seguramente mais por tendência de moda do que pela necessidade de tornar os corpos mais esguios, Gino Moschetti

Senay Gokcen: A mistura de técnicas industriais e artesanais será o must-have da estação. Florence Peyrichou: A sensualidade refinada e sofisticada das modelagens de inspiração retro de aspecto intemporal. Na lingerie é de salientar a evolução no universo do loungewear, criando-se guarda roupas para o dia e para a noite. Na corseterie a riqueza estará na criatividade das copas e nos pré-moldados. Féraud

Aubade

Chantal Thomass

Belcor

Na lingerie salienta-se a evolução do universo do loungewear criando um guarda-roupa para o dia e para a noite, Florence Peyrichou

Calvin Klein

Buyer Edition

19

CHICK


Gino Moschetti: Os materiais são rigorosamente naturais, macios e de aspecto bastante trabalhado, sempre muito técnicos. Estruturas masculinas como pied de poule, espigados, quadriculados e efeitos mouliné, são tornadas femininas com bordados sofisticados. Os padrões recordam os anos 50, mas com a técnica e simplicidade que o mercado hoje exige. Edith Youngblood: Renda vintage delicada e extremamente trabalhada, bem como os bordados com aspecto flocado.

mATERIAIS

TENDÊNCIAS O/I 2010-2011 Wacoal

Senay Gokcen: Rendas finas chantilly e bordadas são a base para todos os temas de corseterie. Os desenhos serão elaborados e criados para se obter um intrigante efeito visual: subtis combinações de novas texturas, efeitos entrelaçados, bem como efeitos especiais aplicados no acabamento dos tecidos. Florence Peyrichou: Os materiais inovadores como o seacell (lyocell enriquecido com algas marinhas) e as fibras de origem celulósica. Privilegiam-se os produtos amigos do ambiente sem qualquer substância tóxica, como pesticidas e outras substâncias alérgicas.

Gino Moschetti: Não será uma estação importante para os estampados, provavelmente porque foram muito utilizados em estações anteriores, ou talvez porque os tecidos lisos mais ricos e trabalhados como o jacquard dominarão o próximo Outono/Inverno. De qualquer modo, a tendência centra-se nas figuras geométricas de inspiração Déco ou nas micro-geometrias de inspiração masculina como os desenhos das gravatas. Os eternos florais são na próxima estação abstractos, esboçados e aquarelados com efeitos de falsos unicolores.

Os desenhos são elaborados e criados para se obter um intrigante efeito visual, Senay Gokcen

Aubade

ESTAmPADOS & mOTIVOS

Lou Paris

a tendência centra-se nas figuras geométricas de inspiração Déco ou nas micro-geometrias de inspiração masculina como os desenhos das gravatas, Gino Moschetti Eres

Edith Youngblood: Os estampados terão um aspecto frágil e romântico destacando-se os efeitos tradicionais e de aparência desgastada. Senay Gokcen: O trend será os motivos florais com contornos aureolados como se fossem constelações, desenhos geométricos, recortes inspirados nas malhas ou rendas artesanais. Os temas têm um allure poético com efeitos de sombras, os estampados são gráficos e inspirados no universo masculino como o tartan, desenhos de gravata e motivos de caxemira. Florence Peyrichou: As geometrias micro ou macro sob rendas ou tules; as pequenas flores ou mais imponentes nos bordados.

Chantal Thomass

Os estampados são gráficos e inspirados no masculino, como o tartan, desenhos de gravata e motivos de caxemira, Senay Gokcen


Gino Moschetti: Uma gama completa de neutros, desde tons frios de cinzas manchados de vermelhos, às diversas tonalidades de crús para os temas mais essenciais. Tudo intervalado de tons verde esmeralda, lavanda cosmético e, para complementar, também um toque de azul ciano. Edith Youngblood: Nas colecções mais sofisticadas impera uma combinação de tons terra e neutras com tonalidades roxas, laranjas e vermelhas. Nas mais práticas para o dia-a-dia teremos tons de malva, rosas pálidos, cosméticos e também cores mais escuras. Na tendência “Emotive”, as cores aparecem como em sucessivas camadas de papel transparente, e salientam-se as várias matizes de azuis e cinzentos. Senay Gokcen: Nesta estação a tendência serão as cores imponentes e quentes como o chocolate, caramelo, âmbar, vermelho escuro, rosa forte, laranja envelhecido, violeta e ocre. A cor lagoa, nesta estação o azul turquesa, é o hit do Inverno transmitindo um look tropical a todas as colecções. Florence Peyrichou: Voltam em força as cores escuras como o azul marinho, bem como o cinza antracite, os verdes do bosque, o bronze e, nas cores claras, o nude como valor absoluto.

CORES

Parah Noir

Voltam em força as cores escuras como o azul marinho, bem como o cinza antracite, os verdes do bosque, o bronze, e nas cores claras, o nude como valor absoluto, Florence Peyrichou

Intima Cherry

Verde Verónica

Tons verde esmeralda, lavanda cosmético e para complementar também um toque de azul ciano, Gino Moschetti

Wacoal

Selmark

Tons terra e neutras com tonalidades roxas, laranjas e vermelhas, Edith Youngblood Buyer Edition

21

CHICK


TENDÊNCIAS O/I 2010-2011 Gino Moschetti: Como na mulher, também no homem joga-se com os detalhes. Muito importante a parte da cintura evidenciada com elásticos altos coloridos e, sobretudo, personalizados. De facto, retorna a tendência de evidenciar a marca. As marcas de underwear masculino entendiam que esta tendência estava reservada às griffes de moda, mais do que às de íntimo. Hoje, no entanto, é importante que as marcas sejam donas da sua própria imagem e que num momento de grande incerteza se evidencie, de forma elegante, a sua própria identidade. Edith Youngblood: A arquitectura industrial do futuro inspira uma visão moderna do underwear com linhas simples e discretas.

Muito importante a parte da cintura, evidenciada com elásticos altos coloridos e, sobretudo, personalizados, Gino Moschetti Punto Blanco

Formas clássicas e icónicas, com t-shirts básicas, cortes frontais nos slips e boxers, Edith Youngblood

mATERIAIS Gino Moschetti: Também no homem, aliás sobretudo no homem, os tecidos são rigorosamente naturais como, por exemplo, o algodão misturado com fibras nobres como o micromodal. O retorno do canelado, regular ou irregular, ou seja em sequência de micro ou macro canelados e, também, o estilo gessato, pied de poule e espigados. Edith Youngblood: Texturas deslavadas e padrões austeros influenciados pelos uniformes fabris, cortes funcionais e novos materiais são tendência no universo masculino. Senay Gokcen: Cinturas em algodão com elastano para um fitting confortável. Boxers de corte retro com aberturas frontais e canelados discretos elaborados em algodões de grande qualidade e conforto. Florence Peyrichou: Sempre o modal e combinação de fibras.

Calvin Klein


Gino Moschetti: Cores clássicas, como o azul, nas interpretações desportivas. No segmento trendy, o azul noite, verde garrafa, mostarda e ameixa.

CORES

Edith Youngblood: Uma paleta prática com cores frescas, como verde tartaruga e verde menta, e vintage, como os castanhos e cinzentos. Senay Gokcen: São duas as cores mais populares e com inspiração industrial: o cinza e o cimento. As cores secundárias como o beije esverdeado, bronze escuro, azul turquesa, azul marinho e vermelho são também cores de tendência para as linhas mais trendy. Tonalidades de laranja e vermelho foram as mais vistas nos desfiles de Primavera/Verão 2010, usadas como cor pontual, ou como look total. Florence Peyrichou: Azul marinho, preto e cinzento, o clássico inegável.

Hom

Cores frescas, como verde tartaruga e verde menta, e vintage, como os castanhos e cinzentos, Edith Youngblood

Diesel

Impetus

No segmento trendy, o azul noite, verde garrafa, mostarda e ameixa, Gino Moschetti

Calvin Klein

Buyer Edition

23

CHICK


TENDÊNCIAS O/I 2010-2011 Gino Moschetti: No que se refere às formas volta o mini slip, pelo que a altura da cinta tende a descer, mas sempre mantendo uma cintura importante. Como na mulher, as geometrias são abstractas de inspiração deco, riscas multicolores, quadriculados, tartan, madras, tudo sumptuosamente misturado. Edith Youngblood: Formas clássicas e icónicas, com t-shirts básicas, cortes frontais nos slips e boxers. Estampados fotográficos all-over, riscas clássicas, o estilo vintage Abercrombie & Fitch e motivos de caça.

ESTAmPADOS & mOTIVOS

As geometrias são abstractas de inspiração deco, riscas multicolores, quadriculados, tartan, madras, tudo sumptuosamente misturado, Gino Moschetti

Bruno Banani Impetus

Múltiplas riscas em diferentes tamanhos e direcções, motivos gráficos e de banda desenhada, Senay Gokcen

Senay Gokcen: Contrastes extremos, cores vibrantes combinadas com estampados gráficos é o estilo em destaque desta estação. Múltiplas riscas em diferentes tamanhos e direcções, motivos gráficos e de banda desenhada. Texturas inspiradas no underwear masculino focando-se no designer de tatoos Ed Hardy. Florence Peyrichou: Riscas uniformes nas partes de cima e grandes estampados nos slips e boxers.

Hom

Estampados fotográficos all-over; riscas clássicas, Edith Youngblood

Cada vez mais as marcas de moda exploram a Lingerie como extensão das suas colecções. É uma tendência a continuar? Gino Moschetti: Sim, em absoluto, sempre devido a uma exigência comercial das marcas e não à inspiração criativa dos estilistas. Hoje, há uma procura desesperada de novas fronteiras para integrar ao já saturado e explorado sector da moda íntima. Edith Youngblood: Sim, especialmente o underwear terá uma forte influência dos anos 50 com os bullet bras (soutiens em cone), corseterie, bustiers e lingerie vintage. Senay Gokcen: Sem dúvida. Assistimos a um regresso aos valores seguros nas passerelles, a um certo minimalismo com abuso de peças íntimas. A maior parte dos estilistas inspirou-se na corseterie na temporada de Primavera/Verão, entre os quais Dolce&Gabbana, Versace e Just Cavalli. Sobressaíram nas colecções os bodys e cintas modeladoras, tops com estruturas de soutiens e vestidos inspirados na lingerie. Na estação de Outono/Inverno continua esta tendência em Balenciaga e Louis Vuitton que focaram as suas colecções na zona dos seios com bastantes decotes e peças muito femininas. Florence Peyrichou: Sim, penso que é uma tendência a continuar no pronto-a-vestir e que permite uma maior diversificação e criatividade das peças de moda íntima, criando novos nichos para captar novas consumidoras.

CHICK

24

Buyer Edition


TREND MARCAS

MARCH 2008 WGSN FORECAST FEBRUARY 2009 ON THE CATWALK NOVEMBER 2009 STORE BESTSELLER

What is 2010’S SCHIAPERELLI PINK?

Any basic style site can show you what is in the stores. Only WGSN tells you what will be. To become a user go to www.wgsn.com/style or call +44 207 728 5731

STYLE CONFIRMED Buyer Edition

25

CHICK


TREND MARCAS

Andrés Sardá


TREND MARCAS

Parah Noir

Passionata

Gemma

Um total-red, vibrante e brilhante, em looks sofisticados

VERmILION

RĂŞverie

Buyer Edition

27

CHICK


TREND MARCAS Andrés Sardá

Emperatriz

THE BLUES O azul cobalto, o azul royal, o bleu canard, o azurro, seja qual for o idioma em que se expressa, volta o Azul como cor trendy da estação, sempre electrizante e intenso

Chantelle

Implicite

Aubade


Parah Noir

Lascivious

Chantal Thomass

Eres

Bordelle

Buyer Edition

29

CHICK


INTERVIEW VFB LINGERIE EUROPE, A NOVA DESIGNAÇÃO SOCIAL DA VIVES VIDAL,TEM UMA LONGA HISTÓRIA EM PORTUGAL. AS SUAS MARCAS SÃO REFERÊNCIA NO MERCADO PORTUGUÊS E LÍDERES NO SEU SEGMENTO, CARACTERIZANDO-SE DESDE SEMPRE PELO EQUILÍBRIO ENTRE A TÉCNICA E A ELEGÂNCIA SUBTIL. CONVERSAMOS COM MIQUEL RAMIS, DIRECTOR DE VENDAS, DESIGN, MARKETING E RETAIL, PARA CONHECER A ORIENTAÇÃO DAS MARCAS DO GRUPO EM 2010 E AS SUAS OPINIÕES SOBRE CRIATIVIDADE E MERCADO.

VFB LINGERIE EUROPE

mIQUEL RAmIS CHICK: Quais são os principais eixos que orientam as Colecções de Corseterie para 2010? MIQUEL RAMIS: Para 2010 orientamos a proposta Belcor para um produto muito técnico, oferecendo uma grande variedade de tamanhos e copas e um alto nível de vestibilidade. Queremos que as mulheres considerem a marca Belcor a aliada incondicional em quem podem confiar, tudo isto a um bom preço. Na Gemma recuperamos o conceito de Gemma Perfect, com peças concebidas para cada necessidade. Os três eixos principais são a funcionalidade, porque conhecemos muito bem a mulher e o seu corpo. Procuramos realçar a beleza corrigindo as pequenas imperfeições e como especialistas temos este toque mágico que nos permite destacar o melhor de cada mulher. A invisibilidade das peças é outro elemento que distingue as nossas linhas. O protagonismo incondicional é do corpo da mulher, e não das peças. Trabalhamos desde dentro para que se veja desde fora.

O PROTAGONISMO INCONDICIONAL É DO CORPO DA MULHER, E NÃO DAS PEÇAS. TRABALHAMOS DESDE DENTRO PARA QUE SE VEJA DESDE FORA

E, por fim, o minimalismo, pois a riqueza está na subtileza dos detalhes e na silhueta. CHICK: Como se interpreta a jovem mulher (Intima Cherry) na actualidade? Fale-nos um pouco também da nova colecção Intima Cherry Mom. MR: Intima Cherry propõe um produto para uma faixa de mulheres entre de 25 a 35 anos que procura um produto actual, sexy, atrevido e divertido. A Intima Cherry é jovem, fresca, espontânea, independente e feminina. A Colecção Intima Cherry Mom responde às necessidades das mulheres que atravessam um momento muito especial da sua vida – a maternidade – e querem produtos com a mesma imagem jovem e sexy que sempre usaram, mas que se adaptem às necessidades do momento. CHICK: Como se completou o reposicionamento das vossas colecções de moda balnear, agora divididas em Intima Cherry Beach


e Belcor Baño? Que importância tem o beachwear na componente criativa das vossas Marcas? MR: O beachwear representa mais um segmento das nossas marcas de corseterie, com o mesmo posicionamento e que se dirige à mesma mulher a que nos dirigimos na moda íntima. A única diferença é que o beachwear possui um carácter mais emocional e visual do que a corseterie. O beachwear exibe-se, mostra-se em público e, pelo contrário, a corseterie é mais racional e privada. A mesma mulher Intima Cherry, Gemma ou Belcor procura produtos para o Verão, para a praia ou piscina, daí nasceram todas as extensões de produtos no segmento de beachwear: Belcor Baño, Cherry Beach e Gemma Summertime.

de crise deve-se continuar a apostar nos produtos moda e mais criativos, porque agora mais do que nunca é necessário ter-se argumentos para conquistar o consumidor. Estes produtos transmitem mensagens positivas e optimistas que, sem dúvida, são necessárias e tão desejadas no momento em que vivemos. Por outro lado, os retalhistas devem também continuar a trabalhar com aqueles produtos mais seguros, que os ajudam a facturar e a ter uma base estável de negócio. Trata-se de encontrar sempre o equilíbrio entre a Moda e a Função. Continuamos a apostar no equilíbrio entre Moda (ilusão) e Função (segurança) porque acreditamos que é um binómio perfeito para a loja e para o consumidor.

CHICK: A crise de consumo que, de algum modo, irrompe desde finais de 2008 na Península Ibérica e na Europa em geral, faz com que muitos retalhistas mostrem o seu lado mais pragmático, optando pelo que consideram seguro em detrimento das linhas estilisticamente mais criativas. Está de acordo com esta ideia de base, ou a vossa experiência é diferente? MR: Pensamos que nestes momentos

CHICK: O que lhe agrada ou, pelo contrário, não lhe agrada do rumo que tomaram as tendências do sector nos últimos anos? MR: O que mais gosto é que o consumidor aprendeu que se pode consumir Moda a um preço razoável, e que Moda não é sinónimo de produto inacessível para uma grande maioria, e sim pode querer dizer produto exclusivo mas, ainda assim, acessível.

NESTES MOMENTOS DE CRISE DEVE-SE CONTINUAR A APOSTAR NOS PRODUTOS DE MODA E MAIS CRIATIVOS, PORQUE AGORA, MAIS DO QUE NUNCA, É NECESSáRIO TER-SE ARGUMENTOS PARA CONQUISTAR O CONSUMIDOR. O que menos me agrada é o sacrifício que, em certas ocasiões, a Moda foi obrigada a fazer na qualidade dos produtos, devido aos tempos cada vez mais estreitos de renovação das gamas nas lojas, que as marcas se viram obrigadas a secundar.

Buyer Edition

31

CHICK


TREND MARCAS

Lou Paris

Wacoal

B&W ACCENTS

Um clássico inegável, seja nos estampados ou nos bordados, o mix das cores black & white chegam-nos nesta estação com novos temas vindos dos estampados clássicos dos fatos masculinos, da tapeçaria moderna, dos românticos florais orientais

Chantelle

Simone Pérèle


Chantelle

Aubade

Selmark

Belcor

Buyer Edition

33

CHICK


TREND MARCAS Chantelle

RAUNCHY

Misturas de tonalidades burlescas (vermelho e preto), um clássico sedutor de temporadas Natalícias e de S. Valentim

Simone Pérèle

Aubade

Implicite

CHICK

34

Buyer Edition

Ritratti


INTERNATIONAL SHOPS My Yo Yo, a marca de luxo de lingerie couture, cosmética sensual, acessórios sofisticados e sex toys, escolheu Milão para abrir a sua primeira Flagship Store, instalando-se no elegante Corso Vercelli, zona por excelência do comércio milanês de gama alta. Um espaço de 180 m2 totalmente inédito e versátil com um ambiente que visa transmitir múltiplas experiências. Logo ao entrar na My Yo Yo, os clientes recebem as boas vindas com champanhe e chocolate, a partir daí são convidados a percorrer o amplo espaço pintado com as tonalidades que identificam a marca, ou seja, rosa, branco e negro. Na exposição as colecções de lingerie da linha Couture My Yo Yo, realizadas artesanalmente na Lombardia, em Itália, são dispostas numa pinacoteca dandolhes um status de obra de arte; os mais luxuosos e hi-tech bedroom toys e toda a linha de cosmética sensual da marca dispõem-se ao longo da loja, até nas amplas salas de prova com uma decoração marcadamente francesa. Há também o espaço My Yo Yo Café, uma zona de lazer com bar, wi-fi, espaços de leitura onde os visitantes, clientes e amigos, podem livremente encontrar-se e conviver em qualquer momento do dia. E como nos melhores hotéis, há ainda uma suite privada destinada a ocasiões especiais, como o chá de lingerie, ou exclusivas, como marcações de estética (massagem e manicure) e personal shopper. Por último, existe o espaço dedicado às aulas de sedução semanais leccionadas pelas mais prestigiadas figuras do espectáculo burlesco.

mY YO YO milão


TREND MARCAS Wacoal

Aubade

FRANCESA

Para os ingleses são as french knickers, para os franceses as culottes, sem dúvida têm o allure da corseterie francesa impressionantemente detalhada Chantal Thomass

Selmark

CHICK

36

Buyer Edition


INTERNATIONAL SHOPS

MISTY BEETHOVEN Misty Beethoven é um dos espaços mais audaciosos de Roma pela vanguardista abordagem de boutique de lingerie: uma mistura de galeria de arte, lingerie, bedroom e bathroom toys. A sensual loja está localizada na Piazza degli Zingari, em Roma, e foi nomeada após o filme de culto porno The Opening of Misty Beethoven (1975). Uma combinação de erotismo e humor que resume os gostos pessoais da proprietária Ornella Cicchetti (uma ex-agente musical) abrangendo tanto o surreal como o fetiche. Na decoração está patente este gosto underground: paredes de látex preto, espelhos Art Nouveau, posters vintage e mobiliário com detalhes anos 30, arte criativa no original lustre central construído inteiramente de canetas de plástico, tudo misturado com um toque bem-humorado. Preferindo comprar por instinto de uma estação para outra, Ornella

Roma

escolhe as linhas que mais têm significado para ela, quer se trate de uma marca de culto que tenha descoberto, peças projectadas por pessoas interessantes que encontrou ao longo do caminho, ou apenas algo que apela ao seu gosto pessoal. Os estilos incluem a lingerie fluorescente de Deborah Marquit, Buttress e Snatch, Elise au Couturier, pronto-a-vestir de Vivienne Westwood, Jean Pierre Braganza, Atsuko Kudo, acessórios como malas surrealistas da Claudine e chapéus desenhados pela figurinista londrina Victoria Grant. Dispostos em todas as arestas da loja há pequenas curiosidades como velas, perfumes, bedroom e bathroom toys, jóias, adereços para a cabeça, velhos e novos livros, bolsas, sapatos e roupas de alta-costura vintage.


TREND MARCAS

Rosa Faia by Anita

Emperatriz

Conturelle

Chantelle Sielei

TERRA

Tons magenta terrosos, chocolate e bordeaux na abordagem de cor; combinações de renda e bordados sob tule nos materiais; excelente suporte e ajuste no design; os soutiens construídos a pensar num perfeito suporte e ajuste cingem-se na sofisticação

Wacoal

CHICK

38

Buyer Edition

Conturelle


TREND MARCAS

Daytona Cup B – H

AnitA Portugal Lda. · tel. 21- 3 95 99 78 · anita.p@anita.net

www.anita.com Buyer Edition

39

CHICK


TREND MARCAS

Andrés Sardá

TRUE ROmANCE

Puro romantismo poetizado em tons rosa cosméticos, um tema com certo aroma déco da estação.

Nina Ricci

Passionata

Wacoal


Kiss Lingerie

Verde Ver贸nica

Luna

Promise Luxury

Buyer Edition

41

CHICK


INTERVIEW

ANITA

BRIGIT mERZ & H.G. GROOTHOLD

ANITA É CONSIDERADA UMA DAS EMPRESAS MAIS QUALIFICADAS NA OFERTA DE MODA ÍNTIMA E FATOS DE BANHO COM COPAS DIFERENCIADAS. ENTREVISTAMOS BRIGIT MERZ, RESPONSÁVEL PARA TODAS A LINHAS DE MODA ÍNTIMA E BEACHWEAR E HANS-GERD GROOTHOLD, DIRECTOR DE VENDAS DA PENÍNSULA IBÉRICA, ENTRE OUTROS PAÍSES.

CHICK: O vosso Grupo é conhecido em Portugal pelas marcas cuja oferta técnica é grande, mas também é conhecida pelas gamas de corseterie com uma ampla oferta de copas e tamanhos. Descreva-nos cada uma destas áreas. ANITA: A gama da Anita divide-se em três grandes partes Pós-Mastectomia, Maternidade (Pos-Natal) e Moda onde, para além da linha Comfort, mais clássica, temos a Rosa Faia com estilos que acompanham as tendências actuais no que se refere a apontamentos de moda e a gama Active com toda uma linha de soutiens de desporto. Anita oferece produtos confortáveis, funcionais com forte apelo estético na moda íntima e beachwear. Além disso, cada vez mais nos consagramos na área de próteses mamárias para pós-mastectomia.

anos, a vossa gama propõe hoje também Moda Balnear que é ainda mais exigente porque está mais próxima do vestuário exterior. Que estilo e características técnicas definem o beachwear das vossas marcas? ANITA: A filosofia do Beachwear segue a orientação da empresa em ser a nº 1 em vestibilidade e conforto. Esforçamo-nos por oferecer uma perfeita funcionalidade combinada com estampados atractivos e detalhes de qualidade. Apresentamos cerca de 180 estilos por estação. As quatro colecções Anita Maternity, Anita Care, Anita Comfort e Rosa Faia oferecem uma vasta gama de produtos aos nossos retalhistas. Propomos uma extensa gama de tamanhos do 36 ao 56 e Copas disponíveis da AA até à I, é necessário uma alta precisão e utilização de materiais especiais como, por exemplo, o X-Life Lycra (proporciona padrões de resistência superiores n.r.). As características das nossas gamas requerem os mais altos padrões de desenvolvimento de produto e fabricação suportados

CHICK: Em termos de gamas de soutiens com copas diferenciadas existe uma oferta cada vez mais diversificada em termos estilísticos e número de marcas.

O que realmente deve ser tido em conta por parte dos retalhistas que quiserem trabalhar a fundo e com profissionalismo neste tipo de gamas? ANITA: A nossa recomendação aos retalhistas que trabalham connosco é que componham uma proposta equilibrada para os seus clientes, entre os produtos básicos e os estilos mais sofisticados com aplicações de renda, bordados e cores, sempre colocando à disposição uma oferta inesgotável de tamanhos e copas. Quero referir que na Anita proporcionamos aconselhamento aos retalhistas na escolha dos estilos mais adequados à sua loja. A cooperação e troca de informações com os nossos clientes e a franqueza para com a entrada de novos parceiros nos mercados distinguem-nos, colocando o melhor do nosso background para fornecer a melhor variedade de produtos para cada ponto de venda. CHICK: Considerando já não unicamente a corseterie, onde a exigência de renovação dos inputs de Moda é uma realidade faz alguns


por características especiais (aros absolutamente invisíveis, revestimentos especiais). Obviamente que não apenas as características técnicas são importantes no beachwear da Anita, com os nossos variados estilos procuramos que se sintam bonitas todas as mulheres. CHICK: A taxa de pessoas com problemas de obesidade nos Estados Unidos está a aumentar, enquanto o mercado de copas diferenciadas está a crescer. A relação causa-efeito é directa? Estatísticas apontam que há dez anos, nos EUA, o tamanho médio do soutien era um 36 C, agora é um 36DD. E na Europa, existem dados de qual é o tamanho médio? ANITA: Podemos dizer que a Anita oferece copas da AA até à I. As copas de venda mais corrente na nossas gamas são a C e D, mas de facto assistimos actualmente a um aumento da procura de copas E e H. Não é uma questão de obesidade, já que sabemos que são cada vez mais as mulheres que vestem um tamanho pequeno, mas que demandam uma copa grande. Dentro da filosofia da Anita qualquer mulher deverá encontrar várias opções para vestir um soutien adaptado ao seu tamanho e com uma copa sempre confortável e atraente.

A COOPERAÇÃO E TROCA DE INFORMAÇÕES COM OS NOSSOS CLIENTES E A FRANQUEZA PARA COM A ENTRADA DE NOVOS PARCEIROS NOS MERCADOS DISTINGUEM-NOS, COLOCANDO O MELHOR DO NOSSO BACKGROUND PARA FORNECER A MELHOR VARIEDADE DE PRODUTOS PARA CADA PONTO DE VENDA

CHICK: Anita tem um website muito completo a nível de informação para a consumidora, e observamos que existem diferentes métodos para calcular o tamanho de soutien, gostaríamos de saber a diferença entre a medição de um peito natural e um seio com prótese? ANITA: Não há qualquer diferença entre medições. As próteses mamárias quando usadas juntamente com os soutiens da Anita Care são absolutamente impossíveis de detectar (em termos estéticos n.r.). A forma e a sensação é quase idêntica à do seio natural. É nossa missão atender as mulheres nesta tão especial e delicada situação. A base para encontrar o tamanho adequado de soutien é sempre uma copa B. Por exemplo, uma mulher com uma medida 80 B está a usar o tamanho 80, se tem uma copa C aplicamos que o tamanho é o 85 e por aí adiante. É simples, mas uma forma eficaz que ajuda os nossos clientes a atender adequadamente as mulheres. Anita é a única empresa que desenha, desenvolve e produz moda íntima, beachwear e próteses mamárias dentro de portas.

Buyer Edition

43

CHICK


TREND MARCAS

SEARA Lou Paris

Novas interpretações de tons seara suavizados com tonalidades mais douradas como o Taupe, o Sépia e o ocre para uma sensualidade sempre clássica

Belcor


Chantelle Nina Ricci

Chantelle

Margueritta Mazzei

Wacoal

Buyer Edition

45

CHICK


TREND MARCAS

tecnologia feminina que seduz Portugal Linhas depuradas e elegantes para o dia-a-dia, uma funcionalidade avançada com soluções técnicas de vanguarda e um enfoque muito feminino no estilo e na comunicação sintetizam o universo Plié, a marca que está a conquistar as mulheres portuguesas. A Plié possui uma gama de produtos diversificada, mas o destaque internacional é a completíssima linha de modelos técnicos que tem como base a tecnologia seamless (sem costuras) e como matéria a super-microfibra Amni © (fios ultra-finos texturizados a ar) elastizada com Lycra, com o qual se obtém uma malha macia, transpirável e de excepcionais capacidades hidrófilas. combinação ideal para as peças interiores. Os modelos da Plié distinguem-se pela alta funcionalidade, nas versões BASIC, prática, cómoda e fácil de usar; e na versão CONTROL, que apresenta diversos graus de compressão para uma perfeita estilização da figura. Mais de 4 mil pontos de venda em 13 países, avalizam um conceito avançado de conforto e elegância, uma forma moderna de viver a moda íntima. Portugal, mercado estratégico para a Plié em Europa, conta com uma equipa comercial dedicada e altamente profissional, que dá cobertura a todo o território nacional. Contacte-nos…

CHICK

2 46

Buyer Edition

PLIÉ PORTUGAL & ESPANHA Rua Professor Dias Valente, 271 1º Esq. 2765-578 Estoril Tel. 214 668 641 - Fax 214 685 998 Tlm. 910 470 262 E-mail: info@plie.pt www.plie.pt


seamless lingerie funcional brasileira

TREND MARCAS

Buyer Edition

3 47

CHICK


KALEIDOSCOPE qual

rumo para o ComérCio de

moda íntima? a

todos os que formam parte deste miCroCosmo, marCas, agentes, retalhistas, e

nós Como imprensa dediCada ao seCtor, esta questão interessa e, em muitos Casos, Causa inquietação. vários, não apenas um.

a

na realidade os rumos são

abertura total às importações tiveram um efeito demolidor pois abriram Caminho para a expansão das

Cadeias que gerem o negóCio de forma vertiCal que, em pouCos anos, tornaram-se dominadoras duma enorme fatia do merCado de grande Consumo, enColhendo um negóCio antes disputado por Centenas de retalhistas e dezenas de marCas.

a evolução inexorável

dos aConteCimentos tornou mais débil a globalidade do seCtor, mas Como sempre aConteCe nestes Casos aguçou o engenho, exigiu a proCura de soluções e a inCessante melhoria para quem reCusou baixar os braços e quis ou pôde manter-se vivo.

é

mais que

nunCa importante enContrar um espaço próprio para desenvolver projeCtos de qualidade, Com originalidade e paixão.

abrimos ChiCk para depoimentos de quem está a desenvolver novos ConCeitos mesmo quando, sejamos ConsCientes, em alguns Casos são o embrião de ideias que poderão vingar, ou não. o que o merCado neCessita são aCções e ideias prátiCas para o melhorar. mas não estamos atentos só a quem traz algo novo: mereCe idêntiCa atenção quem, a partir de formatos mais tradiCionais, tem Como CaraCterístiCa não Comum (infelizmente) a qualidade de Como exploram um segmento ConCreto, o extremo profissionalismo que é o faCtor transversal que deve ser mais valorizado. Como dizia alguém “rumos existem muitos” e aqui estão alguns. nas próximas edições ConheCeremos outros, pois todos aqueles que tenham ideias e paixão têm algo importante a trazer para esta Comunidade.

NOVOS RUMOS DO COMÉRCIO Négligée

NÉGLIGÉE, atendimento hiperpersonalizado, aposta na privacidade, mix de novos criadores e marcas consagradas. Um espaço sem montras, uma loja sem portas para a rua e que abre só às tardes «... achamos que ninguém compra Lingerie de manhã...», a não ser que seja por marcação, o mesmo acontece no sábado. Em 2009, Ana Isabel Cardoso, queria abrir um negócio de Moda Íntima e propôs a Luísa Beirão (modelo portuguesa com uma das mais bem sucedidas carreiras em Portugal) associarse. Desde o início queriam fazer algo diferente do que é comum no mercado «...nunca pensamos numa loja de rua. Decidimos desenvolver a ideia de um apartamento onde as pessoas se sentissem como em casa de amigos; conhecessem e experimentassem coisas, enquanto

tomam um chá...». Em termos de localização, a procura do local concentrou-se nas zonas mais nobres da cidade. «Encontramos um espaço com 200 m2 com uma vista maravilhosa, composto por duas salas onde expomos a oferta, quarto para provadores, e uma sala de estar que funciona como recepção, para além das outras divisões normais num apartamento». Outro dos salões vai ser ocupado pelo atelier de Mário Oliveira, criador de vestidos de noiva. Négligée, assim baptizaram o espaço, oferece aos clientes um lugar reservado e familiar onde podem escolher e realizar as suas compras. Parte-se da filosofia que a Lingerie é algo muito íntimo, mesmo na privacidade que exige no acto da compra. Acreditam que as clientes sentem-se mais à vontade se não houverem outros compradores ao

lado, no momento em que estão a fazer as suas escolhas. A divisão por salões dá a possibilidade de isolar as clientes ou os clientes, pois metade dos compradores são homens à procura de prendas para oferecer. Naturalmente, o peso dos homens como clientes pesa na escolha das colecções em alguns casos sofisticadas, noutros mais sexy, e menos focadas na tecnicidade. Isto não significa que as linhas mais românticas e inclusive com um espírito mais jovem como as de Katty Xiomara, não marquem presença. A proposta de marcas distancia-se da que normalmente é encontrada nas lojas multimarcas ou no El Corte Inglés, pois compõe-se na maior parte de linhas de criadores não conhecidos em Portugal, e apostas muito pessoais da Négligée. Cada uma das salas acolhe um


dos mood’s: um é mais romântico, com colecções mais originais. Por exemplo, a Kriss Sonik, uma griffe de uma designer emergente Estónia radicada em Londres que faz Lingerie com o conceito Dessous Dessus (Interior/Exterior). Ayton Gasson, com sedas trabalhadas à mão; Fifi Chachnil, um conceito pin-up; Ell & Cee, uma linha super romântica com cortes bondage, laços, franjinhas num estilo can-can; e a já mencionada Katty Xiomara muito menininha. Às apostas juntase a Chantal Thomass, a criadora de Lingerie mais famosa do mundo e com décadas de savoir a faire. A outra sala exibe um estilo boudoir com marcas que apresentam soutiens mais estruturados como a Myla; a Lascivious (é uma marca inglesa), «...é aqui onde se encontram os artigos mais sexy’s e é aqui que os homens mais gostam de vir...», conclui com uma bem-humorada malícia Ana Isabel.

Portugal: a conjugação de serviços de estética com a Lingerie. Na estética são propostos serviços variados, desde a manicure e pedicure às unhas de gel, massagens de relaxamento e massagens anticelulite, pedras quentes, cavitação e radiofrequência. A proposta de Lingerie é composta por marcas conhecidas e outras, cuja presença em Portugal limita-se praticamente à Pimenta Rosa. «Lojas de moda íntima existem muitas, mas espaços femininos que abordem tudo de forma completa não!». Stephanie tem razão. A loja situa-se em Rio Tinto (grande Porto) numa zona nova. O conceito foi difícil de transmitir num primeiro momento, devido à loja ter um design arrojado e o próprio espaço e serviços serem sofisticados. Stephanie pensa que se a localização do espaço tivesse estado situada na cidade do Porto, provavelmente a reacção teria sido diferente.

Pimenta Rosa

PIMENTA ROSA, a conjugação de Moda Íntima e Wellness, e a criação de uma experiência grata de compra como filosofia do negócio. «É muito mais fácil vender Lingerie depois da cliente ter tido uma massagem. A sensação de relaxamento e de autoconfiança é maior, e a mulher sente-se mais predisposta a comprar». Esta é a intuição de Stephanie Gonçalves, ex-psicóloga nascida em Paris, que começa a dar os primeiros passos no mundo da Moda Íntima há apenas um ano, com a coragem de implementar um conceito inédito em

para começarem bem a manhã, não pagam nada por isso, porque queremos que sintam que aquele é o seu espaço, uma segunda casa. É uma experiência grata de compra que tem fidelizado imenso as clientes. Esta diversidade de conceitos não existia em Portugal, mas em Paris e noutros países tem sido uma grande aposta...», explica Stephanie. A proposta está composta exclusivamente de marcas internacionais, em alguns casos não conhecidas em Portugal como a Konrad, Axami (polacas) e a Leg Avenue. E conhecidas, como a Passionata, Dim, Cotton Club, o beachwear da Cia.Maritima, Custo Barcelona e acessórios da Lollipops para coordenar com a moda balnear. Stephanie já sonha com a expansão do conceito, provavelmente, através do franchising. A ideia é formar uma cadeia. E no futuro fica no ar «quem sabe uma “Pimenta Azul”...».

Bikinis & Cia

Procura-se na Pimenta Rosa criar um ambiente personalizado, onde as clientes possam tomar um café ou um chá e conversar, além de cuidar a sua beleza e escolher Lingerie. Devolver intimidade à Moda Íntima, poderia dizer-se. «Logo na primeira visita é preenchida uma ficha de cliente (opcional); para passar-se à área de estética; mesmo ao cliente que compre apenas uma peça de Lingerie faço questão em oferecer uma sessão de maquilhagem. Tenho clientes que vão à loja de manhã apenas com o intuito de maquilharem-se

BIKINIS & CIA e LOJA DOS BIKINIS, na Costa Verde e Algarve espaços concebidos para fazer o seu negócio em 5 a 6 meses de actividade, vendendo só beachwear e complementos. Fazer-se o Agosto, um longo Agosto que começa na época da Páscoa e termina em Setembro, quando fecham-se as portas até à Pascoa seguinte, é o negócio das temporary shops dedicadas a beachwear, after-beach e complementos. Situadas em localidades de praia, são normalmente pequenas e Buyer Edition

49

CHICK


KALEIDOSCOPE

Loja dos Bikinis

A Bikinis & Companhia tem-se desenvolvido nos últimos sete anos na Póvoa de Varzim encontrando o seu caminho (aprendendo no recorrido) numa região onde a demonizada concorrência dos chineses é cada vez mais presente. A avaliação que fizeram os proprietários incentivou-os a abrir mais dois espaços com a mesma lógica de negócio na primeira linha da praia em Vila de Conde e Ofir. Na outra ponta do país, no Algarve, zona de praia e veraneio por definição, Maria Teresa Vaz abriu em Vilamoura a Loja dos Bikinis, que como Bikinis e Cia é uma temporary shop exclusivamente dedicada à Moda Balnear. A loja, mais espaçosa que a média, permite expor uma maior quantidade de marcas, cerca de uma vintena, de gama média-alta. Maria Tereza formou a sua selecção de marcas conjugando o estilo brasileiro de marcas criativas como água de Coco, água Doce, Salinas, Poko Pano e Cia-Marítima, com um corte de bikini tendencialmente mais sensual, com marcas que, como a Little Kiss, conseguem aliar fantasia e uma boa estruturação dos modelos (o que é fundamental para muitas mulheres jovens e mais adultas), ou marcas com um estilo fortemente marcado como Princesse Tam-Tam ou Agatha Ruiz de la Prada.

singelas lojas repletas de coloridos bikinis, vestidinhos e muitos complementos para o momento em que troca-se a areia e o mar pela animada conversa na esplanada, ou algo mais sofisticado para frequentar os locais da moda à beira mar. Cada vez mais variadas e coloridas, as bermudas e shorts para o banho masculinos, coordenadas com alegres pólos e t-shirts. Pedro Filipe Gonçalves lançou em 2002 a Bikinis & Cia na Póvoa de Varzim, um espaço localizado em frente ao mar. «Tudo começou com uma ida ao Brasil em que encontrei Moda Praia que não existia aqui. Atraiu-me o conceito do banho brasileiro, os bikinis pintados à mão, e intuí o sucesso que poderiam ter por cá...». No início a aposta recaiu essencialmente em marcas brasileiras, dum segmento de CULOTTE, Uma visão mais abrangente preço económico, mas os chineses, da intimidade que integra Moda Intima muito presentes na zona (existe e artigos para o prazer e bem-estar da um grande parque de armazéns grossistas na vizinha Mindelo), têm numerosos espaços abertos facto que condicionou o posicionamento original. Hoje, a oferta é muito mais consistente e o posicionamento mais alto – parte-se dos e20 dum bikini da Bora Bora (marca espanhola), chegando-se aos e150 dos modelos mais sofisticados da Cia Marítima. Ainda no apartado feminino, água Doce, Poko Pano, Mangue Beach, Calor do Brasil, Marés Vivas, Morena, Samba do Mar e Miss Sixty. Lighting Bolt e Impetus tanto no segmento feminino como no masculino, onde ainda encontramos a marca brasileira Abside. As sandálias da Melissa Culotte também podem ser encontradas.

mulher. Sílvia Cabral e Fátima Ribeiro abriram em 1997 o seu primeiro espaço no rés-do-chão de um elegante casarão em Almada. Baptizaram a sua loja de Culotte, uma das peças mais simbólicas do estilo boudoir da corseterie de luxo, e talvez uma declaração de intenções em vista que, sobretudo no princípio, privilegiaram a corrente corseteira francesa, que conjuga a tradição do métier e a criatividade exuberante e sensual. No início as montras e elegância da loja assustaram as clientes, mas Sílvia e Fátima realizaram as devidas adaptações e de forma tenaz foram aprendendo e conquistando um lugar na Moda Íntima da margem sul. O enfoque que desde o princípio foi guiado pelo profissionalismo, ganhou consistência com a experiência e uma nova dimensão com a abertura de um segundo espaço em Lisboa. «Uma loja vive do mix de oferta que consegue criar. Não exclusivamente de soutiens, como também de collants, soluções de controlo, pijamas, etc. Uma loja de Lingerie deve ter capacidade de apresentar uma solução integrada de moda intima, quanto maior, melhor! Trabalhamos e testamos as melhores soluções na parte técnica, enquanto na Moda procuramos originalidade, criatividade com a melhor vestibilidade. Procuramos ainda desenvolver sinergias com lojas de pronto-a-vestir e cerimónia;


assim como outro tipo de sinergias que envolvem o pré-natal, ginásios, etc», explica Sílvia Cabral. A abertura do segundo espaço em Lisboa, maior em tamanho, permitiu que fosse canalizada para essa loja a área dedicada às noivas e a de sedução que acaba por ser mais visível (e que não deixa de estar presente na Almada). Para além das linhas de marcas como Lise Charmel e Aubade que representam o mood boudoir que caracteriza uma parte importante da proposta da Culotte, a oferta foi alargada a artigos que são cada vez mais comuns nas lojas de Lingerie das principais capitais europeias, mas não em Portugal: complementos de sedução, sendo que se começou com artigos mais soft como óleos e plumas para gradualmente introduzir bedroom toys. Culotte aposta por um atendimento cada vez mais personalizado: «Recentemente, organizamos um convívio em Lisboa para a apresentação de propostas para o dia dos namorados, onde esta temática foi abordada de forma mais directa e correu muito bem. As mulheres gostam de falar de sexualidade e sobre as suas dúvidas, de uma forma natural e saudável. Nunca tivemos uma reacção adversa. Há efectivamente uma procura interessada e necessidade de esclarecimento. E nós temo-nos direccionado nesse sentido, investigando e procurando informação, pois também não éramos esclarecidas. Temos promovido muito estes artigos junto das nossas clientes, sobretudo em épocas específicas. Elas compram e falam com as amigas. A compra pessoal para si mesmas normalmente é feita individualmente, já para oferta as clientes vêm em grupo. Existe regularidade e repetição na compra. E muita demanda de novidades». «A conjuntura actual não é favorável, contudo as lojas de Moda Intima têm evoluído, ou melhor, tiveram que evoluir e isso foi importante». Para a Culotte a via passa por uma proposta cada vez mais integral, em que tendo a Lingerie como ponto central cria-se um espaço da intimidade mais abrangente. O atendimento

personalizado nesta óptica é crucial, como o é o envolvimento das proprietárias na permanente evolução do negócio. INTIMA HOMME, o exemplo emblemático de um espaço dedicado exclusivamente para o Homem bem sucedido. Localizada numa das zonas mais movimentadas de Lisboa, na Praça do Chile, Intima Homme é um espaço que se dedica exclusivamente ao íntimo masculino. Mas nem sempre foi assim. Hugo Conde, conta-nos que, durante oito anos, a Intima foi uma loja dedicada aos dois sexos. «Face à própria evolução do mercado da Moda, ao surgimento de novos conceitos de atendimento e o nível de sofisticação dos novos consumidores, houve a necessidade de separar as gamas de mulher e homem e dedicar-lhes lojas independentes. Surgiu assim a Intima Homme», relembra Hugo Conde. Um novo espaço que transmite um conceito de design original entre o austero e o neo-romântico marcado por tons e materiais que se associam imediatamente ao universo masculino: mobiliário de linhas clássicas construído em materiais modernos como o metal e inox; espelhos rococós; vidros foscos, separadores entre os painéis rotativos de exposição, cadeirões retro em veludo castanho. «Aqui cada marca tem o seu espaço de exposição próprio. Não se tratam de parafusos, em que se pedem logo muitos, por isso nada é deixado em caixas». Mas se na exposição a palavra que a define é a modernidade, no atendimento Intima Homme opta pelo serviço clássico: «É o designado atendimento à italiana, pretendemos quebrar as habituais barreiras na relação entre o cliente e o funcionário». Intima Homme goza assim de uma posição ímpar no comércio, impondo-se hoje como único espaço unicamente dedicado ao íntimo masculino em que as compras são realizadas tanto por homens (40%) como por mulheres (50%). Uma proporção bastante significativa

Intima Homme

para um sector onde, sejamos realistas, as compras continuam a ser maioritariamente realizadas por mulheres. Mas qual a razão do sucesso, enquanto outras lojas de underwear masculina rapidamente sucumbiram? Hugo Conde responde: «Penso que outras lojas não funcionaram porque não tinham uma âncora que as fizesse beneficiar da mesma carteira de clientes. E também porque não apresentavam todos os segmentos do underwear masculino, direccionavam-se apenas a nichos concretos». O mesmo não acontece na Intima que procura ter uma oferta nutrida de produtos orientada não apenas para gamas altas como, por exemplo, da Armani e Tommy Hilfiger, como também gamas mais acessíveis em termos de preços, como Punto Blanco e Sloggi, citando apenas alguns. Buyer Edition

51

CHICK


KALEIDOSCOPE «Notamos que os clientes são bastante sensíveis aos materiais e inserimos cada vez mais produtos técnicos de marcas como a Impetus e Falke. Estamos a deixar um pouco aquilo a que nos propusemos no início, isto é, apostar em produtos moda essencialmente. Com o tempo descobrimos que não basta estar na vanguarda, mas sim cobrir todo o tipo de necessidades».

necessidades. «Adoro dar sugestões e um aconselhamento adequado. Comecei a notar que havia um tipo de cliente (mulheres mastectomizadas n.r.) que somente compravam a parte de baixo e nunca o soutien. Sugeri uma forma de adaptação dos soutiens, por exemplo da Aubade, para próteses mamárias. Agora aplico nos soutiens das marcas com as quais trabalho uma pequena bolsa para as mulheres mastectomizadas poderem DREAM, para além da moda íntima meter as próteses mamárias». E estes este espaço propõe serviços únicos de pequenos trabalhos não se esgotam costura e de reconstrução das peças. aqui. Os serviços são tão diversos Reservada e discreta Dream funciona quanto os problemas apresentados no há sete anos em Vila Nova de Gaia, balcão: Se uma mulher precisa de um de portas abertas para um pátio cai-cai com o mesmo tecido de um rodeado de prédios residenciais, vestido que vai levar num casamento, localizado numa transversal da Elvira forra o cai-cai com esse tecido; Avenida de República, a principal se necessita um número maior faz-se artéria da cidade. Dream é exemplo uma adaptação ao tamanho; se gosta de como se pode conviver bem ao de um vestido de praia vendido lado de colossos como o El Corte na loja, mas é demasiado Inglés quando se tem uma visão transparente para o gosto da cliente, de mercado diferenciada, e um o vestido é forrado, e os exemplos serviço altamente qualificado. E é são muitos. «A minha função é precisamente este serviço qualificado elevar a auto-estima da mulher, que distingue Dream das demais. arranjando sempre soluções às Elvira Silva, faz-nos lembrar a suas preocupações, quer na parte figura das antigas corseteiras que da mastectomia, quer noutras elaboravam trabalhos de costura, necessidades, estando sempre atenta adaptando os soutiens a diferentes à beleza da mulher», termina com a

Dream

atitude carinhosa que a caracteriza. BERINGELA e ELLA LINGERIE, no norte e no sul, espaços que têm como força motriz a experiência e know-how dos seus fundadores Renato Pereira e Helena Sardinha. Situada em plena Rua Santa Catarina, zona por excelência do comércio do Porto, Beringela é fruto de uma carreira comercial iniciada de modo precoce quando Renato Pereira, o proprietário, com apenas 10 anos de idade se tornou funcionário da casa Faria & Faria. Os seus 42 anos de experiência no sector de Moda Íntima, trouxeram-lhe uma posição invejável no centro do Porto, onde cada vez mais se torna difícil fidelizar os clientes, explica, devido à vasta oferta tanto de lojas especializadas multimarcas como da proliferação de lojas pertencentes a cadeias internacionais. Renato Pereira reconhece que a instalação das cadeias monomarca dedicadas à moda íntima na Baixa acabou por ser um factor decisivo para que se promovesse uma especialização mais consciente no seu negócio estabelecendo assim um antes e um depois: passou-se de uma oferta marcada pela diversificação e pela segmentação em faixas etárias, para uma proposta mais dirigida e especializada naquelas gamas de produtos onde as opções mais


Ella Lingerie

competitivas encontram-se nas marcas distribuídas no retalho multimarcas. «O futuro passa pela aposta em copas diferenciadas (porque as linhas jovens desestruturadas estão em todo o lado), bem como em produtos técnicos com performance modeladora da silhueta feminina». E a proposta da Beringela orienta-se para a tecnicidade e a qualidade, dispondo de uma oferta marcada pela consistência de Marcas como Belcor, Gemma, Anita, Chantelle, Felina e Esbelt, entre outras, explorando-se a diversidade de copas e tamanhos de que dispõe cada colecção para compor uma vasta gama para a mulher. A mesma orientação é seguida no segmento masculino «Aposto nas camisolas interiores de qualidade como, por exemplo, as térmicas da Impetus; nas meias ergonómicas da Falke; e na linha desportiva da Punto Blanco. São clássicos seguros, sem no entanto esquecer os produtos Moda, mas sempre com excelente performance». O génio e paixão do fundador da Beringela fica patente nesta sua frase final: «Não tenho mentalidade de estar parado e há seis anos, quando vi que a loja estava envelhecida, decidi remodelá-la. Penso sempre em inovar quer nos produtos, quer no serviço e

Beringela

conceito do negócio. Proximamente, vou lançar um site que terá toda a informação da nossa loja e das especificidades dos produtos que vendemos». No Sul, outra grande senhora do comércio de moda íntima: Helena Sardinha que iniciou o seu percurso há 31 anos, praticamente uma década antes do período de maior expansão da Moda Íntima em Portugal. As lojas ELLA Lingerie nascem em 1978, com a inauguração do primeiro espaço no centro comercial Arco-Íris, em Lisboa. Desde logo, a ideia consistiu em iniciar uma experiência inovadora na apresentação de moda íntima. A abertura de novas lojas, desde então, concretiza a vontade de expansão e o afirmar do conceito, que começou a se difundir, contando, actualmente, com 10 lojas, distribuídas pela Grande Lisboa. Helena Sardinha teve a percepção de quais eram os pontos débeis do mercado que pretendia ver como pontos fortes da sua organização: primeiramente, a qualidade e o profissionalismo do atendimento apostando sempre na formação do seu staff, preparando-o eficazmente para o aconselhamento, o principal factor de diferenciação. «É prioritário a formação dos funcionários porque temos a obrigação de saber

aconselhar a cliente. Não é por acaso que sou a única (multimarcas n.r.) que continuo a ter as lojas em centros comerciais». Em segundo, a capacidade de proporcionar à mulher uma diversidade de produtos sempre na vanguarda. «Vou às feiras internacionais de Moda Íntima precisamente com o intuito de encontrar soluções técnicas para as necessidades das mulheres. Estou sempre na vanguarda no que se trata aos artigos técnicos». Mas Ella Lingerie não se centra apenas em produtos técnicos, «procuro sempre conciliar o lado técnico com o glamour, pois o caminho é por aí. Aposto, essencialmente, no bemestar físico e mental da mulher. Esta filosofia é aplicada em todos os segmentos com os quais trabalho: no segmento de noivas procuro, para além do glamour, produtos que visam o seu bem-estar como meias frescas, funcionais e técnicas; nos soutiens, soluções para todos os casos». Helena Sardinha é uma mulher ciente do seu peso no mercado lisboeta (e uma exigente negociadora com as Marcas com as quais trabalha), e o seu dinamismo e espírito afirmativo é reconhecido por todos que a conhecem. Este carácter valeu-lhe uma presença periódica nos media frequentando programas de televisão em secções de aconselhamento, ou mesmo nas Buyer Edition

53

CHICK


KALEIDOSCOPE

Delicata

páginas da CHICK sempre que o seu apoio é solicitado, convertendo-a numa das especialistas mais prestigiadas. DELICATA E BLUE MOOD, concentração de marcas europeias de elite em espaços refinados e de conceito Lingerie Couture. Amélia Barbosa abriu a Delicata em pleno centro de Ermesinde em 2001. Os inícios foram difíceis, confessa-nos, pois teve que começar do “zero” numa zona sem tradição comercial neste segmento. Porém, as montras atraentes que foi criando, aproveitando e valorizando

Blue Mood

CHICK

54

Buyer Edition

a amplitude da loja, e exibindo colecções cada vez mais sofisticadas e um ambiente cativante, fizeram com que a outrora zona pouco transitada ganhasse outra dimensão. A filosofia do ponto de venda, no que se refere à exposição dos produtos, baseia-se em tornar acessíveis às clientes a maior parte da oferta destacando sempre os ‘best-sellers’ de cada marca. «A consumidora actual compra mais por impulso do que por necessidade, e nós procuramos facilitar-lhe a escolha» refere Amélia. A oferta da Delicata, essencialmente formada a partir de marcas de

elite com alto impacto de Moda, conseguiu atrair uma consumidora sempre atenta às últimas tendências. «O segredo está em apostar em peças fora de vulgar, produtos Moda, no fundo um produto diferente que a mulher só poderá encontrar nas lojas de moda intima. Por isso, apresentamos marcas essencialmente de gama alta com grande conteúdo de moda como a Guess, Parah, Offlimits, La Perla». Estas linhas são complementadas com linhas mais acessíveis e técnicas da Intima Cherry, Belcor, Gemma e Simone Pérèle. Blue Mood abriu no Foco, na Boavista, prometendo um novo allure ao espaço onde funcionava uma reconhecida loja de moda íntima. A nova loja pertence a Fátima Monteiro e Ana Sofia Relvas que quiseram manter todo o conceito de posicionamento de gama alta do espaço que sucedeu, renovando a arquitectura onde coabita, actualmente, simplicidade e elegância intemporal. Na formação da sua oferta, Blue Mood segue um enquadramento elitista representando uma das mais interessantes propostas de Lingerie haute gamme do Porto. No momento da escolha das novas colecções são considerados os valores estéticos de cada uma das suas clientes. «São mulheres com um apurado gosto pelas marcas de qualidade e que oferecem na sua abordagem estilística uma elegância intemporal, e com um gosto pela sensualidade clássica», explica Fátima Monteiro. Para elas, Blue Mood traz marcas de corseterie onde é omnipresente a criatividade, desde a exuberância dos grandes bordados e o savoir-a-faire da corseterie francesa protagonizada por Lise Charmel, o toque de alta moda de Andrés Sarda, bem como a originalidade e design italiano de marcas como La Perla e Verde Verónica; o estilo sensual da Parah; a atitude romântica e leveza de marcas como Occhiverdi, Offlimits, Princesse Tam.Tam, Verdissima, entre outras.


TREND MARCAS

NOVITÁ, LDA. - REPRESENTANTE EXCLUSIVO LUPO PARA O RETALHO EM PORTUGAL AV. ANTERO DE QUENTAL, 22 - 4710-353 SÃO VICTOR - BRAGA Buyer Edition TEL./FAX 253 686 087 - E-MAIL: novita.lupo@sapo.pt

55

CHICK


PUBLIREPORTAGEM

Complexo Industrial da LUPO em Araraquara

GIGANTE BRASILEIRO © Agile Comunicação

SEMPRE A CRESCER LUPO, o maior fabricante brasileiro de meias, collants, e underwear sem costuras, chega finalmente a Portugal, através de Carlos Campos, responsável Lupo para a Península Ibérica, sendo representada em exclusivo para o comércio retalhista pela Novitá, Lda., empresa sediada em Braga sob a direcção de Henrique Teixeira e Maria das Neves.

LUPO é um colosso estabelecido em Araraquara, interior de São Paulo, e foi fundada em 1922 pelo imigrante italiano Henrique Lupo. A LUPO apresenta uma ampla oferta de produtos que vão desde as linhas de controle/shapewear da marca LOBA, às colecções de Liliana Aufiero, Valquirio Ferreira Cabral Jr., underwear seamless femininas, masculinas e infantis, Diretora Presidente da LUPO S.A. Director Comercial da Lupo até as colecções de meias, collants e peúgas, bem como LUPO, dirigida e presidida toda uma gama de vestuário desportivo como t-shirts A ideia é “continuar buscando nichos de por Liliana Aufiero, é líder seamless, leggings e tops de fitness.

do mercado brasileiro de underwear seamless, meias e collants, destacando-se também no segmento do bodywear desportivo vanguardista. Ao todo são 10 mil itens que atendem todos os segmentos e estilos.

A partir de 1993 iniciou uma agressiva estratégia de diversificação das suas linhas através de acordos de licenças com marcas fortes como Reebok e Speedo, por exemplo, no segmento de meias para desporto, ou como a Zoomp, Fórum, Everlast e Cavalera, para fabricação de artigos de gama alta, licenças para o underwear masculino e, também, as orientadas para o segmento infantil com personagens da Disney e da Warner Bros, entre outras. Tudo isto trouxe à LUPO uma imagem moderna, no visual, e que prima pela extrema qualidade das suas peças.

mercado. O nosso objectivo é identificar e antecipar as necessidades do nosso público”, diz Valquirio Cabral Junior, director comercial da marca, traçando novas metas para a empresa.


LOBA MODELADORES LUPO aposta na sua linha de modeladores LOBA Compressão, ideal para usar com roupas de qualquer estação. Composta por vários modelos macios, leves e confortáveis (vestido tubular, corpete, soutien, top control e slip slim, etc.), esta linha caracteriza-se pela leve, mas eficaz compressão do corpo reduzindo a zona das nádegas, cintura e ventre. Confeccionada num tecido high-tech, à base de microfibra e elastano, as peças modeladoras da LUPO não incomodam e são imperceptíveis sob a roupa, garantindo uma total liberdade de movimentos e uma extrema elegância. Além disso, estas peças são de fácil cuidado: lavagem simples, secagem rápida e não necessitam serem passadas.

NOVITÁ, LDA. RepResentante exclusivo paRa o Retalho em poRtugal Av. Antero de QuentAl, 22 - 4710-353 São victor - BrAgA • tel./FAx 253 686 087 e-mAil: novita.lupo@sapo.pt


TREND MARCAS

WILD THING Emilio Cavallini

Volta e meia os estampados safari invadem as colecções, esta estação não é excepção. Chega com o Inverno o tempo de caça e as mais exóticas espécies saem da toca

Intima Cherry

CHICK

58

Buyer Edition


Emperatriz

Parah Zero Gradi Wolford

Little Kiss

Buyer Edition

59

CHICK


TREND MARCAS

SASSY Armani

Calvin Klein

O segmento jovem reclama um underwear sexy, próximo das colecções mais sofisticadas, mas com um mood trendy com decotes push-up. A pensar nas jovens urbanas, as propostas são sexy com tules transparentes e discretos apontamentos de renda

Intima Cherry

Promise Luxury

CHICK

60

Buyer Edition


TREND MARCAS

Buyer Edition

61

CHICK


TREND MARCAS Armani

Intima Cherry

Promise

Passionata


POP ÍNDIGO

O azul jovem é o índigo, proposto numa abordagem mais Pop no underwear e loungewear.

Diesel

Pepita

Buyer Edition

63

CHICK


TREND MARCAS

Intima Cherry Calvin Klein

Ivette

Kiss Lingerie

ÀS RISCAS

ESTAMPADOS DE RISCAS COLORIDAS SEMPRE TENDÊNCIA NO UNDERWEAR TEEN

Pepita

CHICK

64

Buyer Edition


2

FASHION L IN GE R I E SPRING SUMMER MODE LINGERIE PRINTEMPS ÉTÉ MODA LENCERIA PRIMAVERA VERANO

0 1

by

SK. SELNOVA TEXTIL, S.L.U._P.T.L. de Valladares_Calle C, Nave A9-A10_36315 Vigo (Pontevedra)_SPAIN_Tel: (34) 986 493 387_Fax: (34) 986 494 249_info@skselnova.es _www.skselnova.es

TREND MARCAS

SKFASHION 0

Buyer Edition

65

CHICK


Ivette

Punto Blanco

SK

Intima Cherry

CHICK

66

Buyer Edition


TREND MARCAS Diesel

CIRCUS

Diversos coloridos de fuchsias eléctricos, desde o tom da beringela à framboesa para um total-look circense muito pop Calvin Klein

Dusen

Wolford

Buyer Edition

67

CHICK


TREND MARCAS Parah Zero Gradi

FREEWEAR

Loungewear, o novo segmento que irrompe nas colecções de moda íntima: um total look próprio para desfrutar os tempos livres com fatos de treino coordenados com peças de inspiração cocooning em malhas laminadas, cardadas e aveludadas, onde os tons lilases são tendência

Promise

CHICK

68

Buyer Edition

Impetus


TREND MARCAS

Buyer Edition

69

CHICK


TREND MARCAS Promise Luxury

Punto Blanco

DITSY FLORAL

Pequenas flores românticas em cores intensas ou desgastadas contagiam a estação invernal, o padrão ditsy ou liberty veio para ficar nas colecções femininas Impetus

Parah Online

Non Solo Notte


Promise Calvin Klein

Stella Due Gi

Buyer Edition

71

CHICK


TREND MARCAS

TWO-DImENSIONAL Estampados bidimensionais black&white, desde as flores liberty, aos motivos de caxemira e grรกficos quadriculados

SK

Promise

Impetus


Armani

Punto Blanco

Promise Luxury

Buyer Edition

73

CHICK


TREND MARCAS

Christian Cane You Verdissima

Christian Cane

Parah Easy

Ritratti

Promise Luxury

SPA

Loungewear que busca a harmonia dos tons spa elegantes e formas leves relaxadas para uma total liberdade de movimentos e conforto

CHICK

74

Buyer Edition


TREND MARCAS

Buyer Edition

75

CHICK


TREND MARCAS Emilio Cavallini

LEG EFFECTS

Falke

CHICK

76

Buyer Edition

Omsa

“Um belo par de pernas vale mais do que um peito bonito”, disse Armani no último desfile. Nesta estação viva a todos efeitos trompe l’oiel do legwear como tatuagem sobre a pele

Falke

Gerbe


Platino

Wolford

Wolford

Dusen

Buyer Edition

77

CHICK


TREND MARCAS

Oroblu

GEOmETRIC

Burlington

Burlington

Falke

Aubade

Designs lineares, tartans, xadrez, todas as geometrias possĂ­veis para o mundo dos collants opacos

Ivette

Platino


Chantal Thomass

Platino

Emilio Cavallini

Buyer Edition

79

CHICK


TREND MARCAS

Emilio Cav allini

Burlington

60’S BRIGHTS

Os anos 60 voltaram com os seus tons pop, e com eles os collants coloridos e opacos: o azul elĂŠctrico, o verde garrafa, o vermelho brilhante, o beringela, o laranja

Wolford

CHICK

80

Buyer Edition

Emilio Cavallini


“Nessa”, o collant Dorian Gray indesmalhável é fabricado com fios de tecnologia vanguardista que lhe conferem suavidade, subtileza e tacto sedoso. Uma vestibilidade elegante, perfeita para qualquer situação, com um toque sedutor que te vai apaixonar.

collant indesmalhável

collant normal


TREND MARCAS Punto Blanco

Calvin Klein

Fila

IDENTITY

Total protagonismo para a identidade das marcas com logos dimensionados no elรกstico da cintura Devota & Lomba

Diesel

Impetus


Hanro

Hanro

ROOmTImE

Hom

Tempo de elegância intemporal no loungewear e underwear, cores negras, microfibras e cetins de impecåvel caimento

Christian Cane

Buyer Edition

83

CHICK


TREND MARCAS Impetus

Punto Blanco

Hanro

WEEKEND

Look sporty no loungewear masculino, um absoluto para os tempos livres

Hom

CHICK

84

Buyer Edition


Christian Cane

Promise Calvin Klein

Falke

Buyer Edition

85

CHICK


TREND MARCAS Bruno Banani

Punto Blanco

Calvin Klein

GRAPHIC STORIES

Padrões para o homem urbano, logos, micro-florais, fotográficos, dólares num trompe l’oiel gráfico

Diesel

Diesel

CHICK

86

Buyer Edition

Hom


INTERNATIONAL SHOPS

LUSCIOUS

Tóquio

Luscious Underwear é uma loja inteiramente dedicada ao underwear masculino situada em pleno distrito de Shibuya, conhecido popularmente como Harajuku, em Tóquio. Com o slogan, “muda o teu underwear, como mudas de dia” Luscious expõem de forma muito alternativa mais de 200 marcas underwear, entre marcas japonesas e europeias, tornando-se no ponto de referência para os jovens urbanos.“Não existiam lojas especializada em underwear masculino antes da Luscious abrir. “Quisemos oferecer a todos os homens

opções confortáveis e trendy em diferentes modelos”, disse Rika Araki, o proprietário. Marcas japonesas como Gender e GMW que combinam estampados originais e divertidos com cinturas de cinta descida; bem como Rasia, a marca própria da loja; Peg e L’Homme Invisible de França, oferecendo moda e silhuetas clássicas fazem parte da oferta. No design interior exibe-se um look alternativo estilo “garage” pop onde as peças são penduradas de forma desorganizada, ou então pousadas em caixotes.


TREND MARCAS

Calvin Klein

COLORAmA

Muita cor vibrante, também no underwear masculino voltam os electrizantes tons sixties: azul noite, o fucsia, o lilás, o verde vivo Hom

Diesel

Impetus Hot

CHICK

88

Buyer Edition

Impetus Hot


ORGANIZA

2-4

Set. 2010 MADRID - ESPANHA

SALÃO INTERNACIONAL DA MODA DE MADRID

O SEU E NCONTRO

novas datas

COLECÇÃO

PRIMAVERA

VERÃO 2011

LINHA IFEMA

COLABORAM:

www.simm.ifema.es só profissionais

CHAMADAS INTERNACIONAIS (34) 91 722 30 00 simm@ifema.es

Escritório da IFEMA no Portugal Tel.: (351) 213 86 85 17/18 Fax: (351) 213 86 85 19 info@nfa.pt


CALENDÁRIO

SALÕES Interfiliére

MAIO 2010 18-21 TEXFAIR DO BRASIL Parque Vila Germánica, BLUMENAU SC (BRASIL) www.texfair.com.br Feira Internacional da Indústria Têxtil JUNHO 2010 6-8 mODA ÍNTImA CEARÁ * Centro de Convenções Edson Queiroz, FORTALEZA CE (BRASIL) www.modaintimaceara.com.br 8-10

17

21-23

LICENSING Manadaly Bay Convention Center, LAS VEGAS (E.U.A.) www.licensingexpo.com INTERFILIÈRE EVOLUTION DAYS Palais des Congrès – Porte Maillot, PARIS (FRANÇA) www.interfiliere.com SALÃO mODA BRASIL Expo Center Norte, SÃO PAULO SP (BRASIL) www.salaomodabrasil.com.br

JULHO 2010 7-9 BREAD & BUTTER BERLIN Airport Berlin-Tempelhof, BERLIN (ALEMANHA) www.breadandbutter.com

LONDON SWImW EAR EVENT * Ballroom of the London Marriott Hotel, LONDON (UK)

25-27

CPD Exhibition Centre, DÜSSELDORF (ALEMANHA) www.igedo.com

27-29

COLOmBIAmODA Plaza Mayor, MEDELLÍN (COLOMBIA) www.colombiamoda.com

AGOSTO 2010 1-3 CURVE NY * The Javits Convention Center, NEW YORK (E.U.A.) www.curvexpo.com 1-3

8-10

16-18

PURE LONDON Olympia, LONDON (U.K.) www.purelondon.com Feira dedicada ao mundo da Mulher, sapatos e acessórios mODA LINGERIE & SWImWEAR NEC, BIRMINGHAM(U.K.) www.moda-uk.co.uk CURVE NV * The Venetian Hotel Resort Hotel Casino, LAS VEGAS (E.U.A.) www.curvexpo.com

8-10

INTERTEXTILE PAVILION Shenzhen Convention & Exhibition Center, SHENZHEN (CHINA) www.messefrankfurt.com.hk

SETEMBRO 2009 1-2 TISSU PREmIER Lille Grand Palais, LILLE (FRANÇA) www.tissu-premier.com

14-15

PREmIÈRE VISION PREVIEW NEWYORK Metropolitan Pavilion & Altman Building, NEW YORK (E.U.A.) www.premierevision-newyork.com

2-4

mARE D’AmARE * Fortezza da Basso, FIRENZE (ITáLIA) www.maredamare.eu Feira Beachwear

4-6

17-19

17-20

CHICK

25-27

90

mIAmI SWImSHOW * Miami Beach Convention Center, MIAMI (E.U.A.) www.swimshow.com

Buyer Edition

2010

6-9

SImm Parque Ferial Juan Carlos I, MADRID (ESPANHA) www.simm.ifema.es mODE CITY * - INTERFILIÈRE VIParis, Porte de Versailles, PARIS (FRANÇA) www.mode-city.com www.interfiliere.com CPm COLLECTION PREmIÈRE mOSCOW Expocentre Fairgrounds , MOSCU (RUSIA) www.igedo.com

8-10

mILANO ÚNICA: IDEABIELLA, IDEACOmO, mODA IN, SHIRT AVENUE Portello, Fiera Milano City, MILÃO (ITáLIA) www.milanounica.it Salão Italiano do Têxtil

14-16

PREmIÈRE VISION Parc d’Expositions de Paris Nord Villepinte, PARIS (FRANÇA) www.premierevision.fr

20-21

mODTISSImO Edificio Alfandega, PORTO (PORTUGAL) www.modtissimo.com

OUTUBRO 2010 14-16 BALTIC TEXTILE + LEATHER Lithuanian Exhibition Centre LITEXPO, VILNIUS (LITUÂNIA) www.baltictextile.eu 19-20

SHANGHAI mODE LINGERIE Shanghai Exhibition Center, SHANGHAI (CHINA) www.shanghai-mode-lingerie.com

19-22

INTERTEXTILE SHANGHAI APPAREL FABRICS Shanghai New International Expo Centre, SHANGHAI (CHINA) www.messefrankfurt.com.hk

NOVEMBRO 2010 3-5 INTERSÉLECTION Paris Expo Porte de Versailles, PARIS (FRANÇA) www.interselection.net Salão Internacional de Colecções de Pronto a Vestir para a Grande Distribuição S/Data

INTERFILIÈRE EVOLUTION DAYS Palais des Congrès – Porte Maillot, PARIS (FRANÇA) www.interfiliere.com

JANEIRO 2011 22-24 SIL * - INTERFILIÈRE Paris Expo, Porte de Versailles, PARIS (FRANÇA) www.lingerie-paris.com www.interfiliere.com * Feiras de Moda Íntima e Balnear


SALÕES

SImm, NOVAS DATAS

SIMM, o Salão Internacional da Moda de Madrid atrasa as suas datas para os dias 2, 3 e 4 de Setembro. Deste modo, a feira recupera as suas datas habituais, após dois anos de realização no mês de Julho, atendendo o pedido realizado neste sentido tanto pelo Comité Organizador, como pelos expositores e visitantes. Com esta mudança de datas, o SIMM abrirá o calendário de feiras da IFEMA depois do Verão e, ao mesmo tempo, dará início ao ciclo de feiras relacionadas com o mundo da moda que se sucederão na Feria de Madrid ao longo do mês de Setembro. A próxima edição, na qual vão ser apresentadas as colecções da Primavera/Verão 2011, terá lugar na nova localização estreada em Fevereiro passado - os pavilhões 12 e 14 da Feria de Madrid. Nesta 64ª edição são previstas mais de 400 empresas nacionais e internacionais e cerca de 600 marcas de moda Feminina, Masculina e Acessórios.

CURVE, LAS VEGAS

Um novo fôlego para o Curvexpo, único salão dedicado à moda íntima e beachwear dos Estados Unidos da América, que retomou os seus valores de afluência em comparação ao ano passado, com cerca de 2 mil visitantes profissionais (um aumento de 10%) na edição de Las Vegas. “O salão centrou-se na inovação”, disse Laurence Teinturier, a vice-presidente executiva da CurveExpo Inc., organizador do evento. “Cada marca tem de trazer novos produtos e os retalhistas estão à procura de novos players”, continuou. Entre os expositores destacaram-se Snoa Lingerie, marca especializada em sleepwear com peças elaboradas em tecidos orgânicos amigos do ambiente (lã orgânica e biodegradável) e Candace Kelly, com uma linha activewear. De referir os dois grandes segmentos estrela do salão: o shapewear, um segmento em ascensão; e o segmento das copas estruturadas e diferenciadas com a Wacoal (que pela primeira vez apresentou soutiens até à copa H), Chantelle (até à copa HH), e Felina a liderarem as marcas que propõem na sua oferta copas grandes e diferenciadas. As próximas edições dos dois salão acontecerão de 1 a 3 de Agosto, em Nova Iorque, e de 16 a 18 de Agosto, em Las Vegas, com apresentação das colecções de moda íntima e beachwear para Primavera/Verão 2011.


CLIP Wacoal

Wacoal

WACOAL CHEGA AO mERCADO NACIONAL

WACOAL, uma das grandes marcas da corseterie internacional, vai finalmente ser comercializada em Portugal, através da sua filial francesa que é agenciada no nosso País por Stéphanie Merceron. A Wacoal sub-divide a sua gama em três grandes famílias: Fashion, com propostas de moda marcadas pelo uso de rendas, bordados e tules ligeiros, e que reflecte bem o espírito francês dado a este segmento da marca. Invisibles, os básicos em matérias leves e com cortes impecáveis, onde é possível comprovar a experiência em proporcionar a melhor vestibilidade e o carácter inovador da marca. Por exemplo, no próximo Outono será lançada uma linha em Micro Modal Air™ (uma fibra natural derivada da madeira da faia); e o segmento Body Design, peças altamente técnicas, um bodyshape contemporâneo onde se destaca o sucesso da linha Beauty Secret, com peças invisíveis de corte alto que apoia os seios sem os comprimir e peças que permitem reduzir cerca de dois centímetros à volta da cintura para uma silhueta remodelada e sexy.

Omero

OmERO Em PORTUGAL COm A AmPLICONCEITO

Omero, marca italiana de gama alta de legwear e underwear, passa a ser comercializada em Portugal pela Ampliconceito, a sua nova representante exclusiva em Portugal. Fundada em 1988 em Itália, Omero propõe uma gama de meias e collants de alta qualidade num amplo sortido de modelos, tamanhos e cores. Autodefinindo-se como “cúmplice da elegância, sempre”, a marca quer primar pelos detalhes desde a fase de escolha dos fios de alta qualidade até aos acabamentos impecáveis e o elegante packaging elaborado artesanalmente. A Ampliconceito, que foi criada em 2006 por Cidália Afonso, aumenta assim o portfólio de marcas propostas aos seus clientes que conta com marcas como ORY, em corseterie e beachwear; J&J BROTHERS, nightwear e PLAYBRA SENSATIONS, nos complementos (soutiens sem alças e costas; copas, alças e aros de soutiens), assim como produtos para o conforto e higiene dos pés (palmilhas, biqueiras anti-deslizantes, entre outros). CHICK

92

Buyer Edition

J&J Brothers


NETWORK NEWS

Vanesa Strach apresentou a nova colecção de soutiens redutores com uma ampla oferta de tamanhos (até ao 52) cores e estampados personalizados com desenhos florais combinados com arabescos, peças de comodidade absoluta, excelente sustentação e com reforços nas zonas de maior exigência. Da redacção da Punto & Seguido. Foto: 1

e a originalidade da Alicia Fuhr atingem a maturidade: desenvolvendo novos conceitos em cada desenho, dando a cada peça um caracter próprio e encontrando o perfeito equilíbrio da relação qualidade/preço, juntamente com uma visão uniforme e clara entre a ideia e a marca. Da redacção da Punto & Seguido. Foto: 3

Palmers Lejaby Group retoma a licença de produção e distribuição das colecções de corseterie e beachwear da Maison Nina Ricci, com uma primeira colecção de beachwear iniciada nesta estação P/V. Para Outono/ Inverno foi criada uma colecção de corseterie em conformidade com os códigos de requinte e sobriedade da marca. Sophie Cardon, responsável da marca, trabalha em estreita colaboração com Delphine de Crèvecoeur, directora das licenças na Maison. Destaca-se também a recente nomeação de Peter Copping para o cargo de Director de Criação, que contou com o apoio de Manuel Puig, presidente da Nina Ricci. Da redacção da Intima. Foto: 2

Gemma estreia uma nova linha de beachwear com a testimonial da marca Gemma Mengual, campeã olímpica de natação sincronizada. Para o Verão 2010, Gemma Baño tem uma inspiração retro e modelagem haute couture, onde se destaca a colaboração da marca com a Invista, que garante uma qualidade de excelência, adaptabilidade e resistência ao cloro através da utilização da inovadora fibra Xtra Life Lycra. Da redacção da Cyl. Foto: 7

Alicia Fuhr Lingerie apresenta a colecção Nuit d’Etiquette, que se inspirou nas mudanças sociais e económicas actuais, onde o conceito subjacente na colecção é a sobriedade após a crise, exibindo um tom tão realista como positivo e optimista. Após quinze anos de um contínuo exercício criativo e de design, a carreira

1

2

3

Rendas e tecidos preciosos como a seda para produtos artesanais, criados por especialistas que privilegiam produtos italianos: o “Made in Italy” confirma-se o leitmotiv da Hanyè. A marca apresenta uma linha continuativa de corseterie e lingerie em cetim de seda stretch, nas cores marfim e preto, com um ar ligeiramente retro e uma mistura de charme, conforto e ajuste. A linha de lingerie tem um look essencial com peças de seda lisa ou mais sofisticadas, como kimonos debruados a renda. Da redacção da Linea Intima. Foto: 4

4

5


TREND MARCAS

A showgirl e ex-miss Venezuela, Aida Yespica é a nova testimonial de SièLei. Após participar no concurso Miss Venezuela em 2002 e ter iniciado uma carreira de modelo em ascensão, Aida Yespica retorna às origens, como manequim de lingerie, apresentando as colecções de corseterie e beachwear da SièLei, marca do Grupo Intimamoda. Da redacção da Linea Intima. Foto: 5 Depois de uma campanha anónima na internet, Aubade desvenda o seu novo site que dá vida ao seu universo e destinado a seduzir, mais do que nunca, os consumidores estrangeiros da marca francesa. As lições da Aubade atingiram um estatuto de grande clássico no meio publicitário do seu país de origem, pelo que a marca procura agora as fronteiras do Hexágono. «O humor e a tónica das lições nem sempre eram “exportáveis” para o estrangeiro. É por isso que decidimos lançar um novo sítio», explica Aurélie Couvret, responsável de comunicação na Aubade. O novo sítio www.frenchartofloving.com propõe jogos, testes e colecções plenas de sensualidade. Da redacção da Intima. Foto: 6 Veneziana, uma marca polaca com mais de 20 anos de experiência tem conquistado um lugar de liderança no segmento de meias e collants. Qualidade, desenho,

concepção inovadora, uma diversa paleta de cores e produtos de alto valor acrescentado, sempre em sintonia com as tendências actuais do mundo da moda, são as propostas da Veneziana. Da redacção da Mody. Foto: 8 Lou aumenta a sua gama com a apresentação do novo segmento Loungewear para P/V 2010. As três linhas estão compostas por tops, calças, baydolls e também kimonos, blusas e túnicas, elaboradas em tecidos leves e cetins, em tonalidades suaves e femininas. Da redacção da Intima. Foto: 9 Bruno Banani reedita a sua primeira linha de underwear lançada em 1993 com a colecção “Your retro Underwear”. Esta linha nostálgica volta a estar disponível com propostas de bodys, ceroulas, shorts, slips, boxers e t-shirts. Da redacção da Sous. Foto: 10 Dolores Cortés lança a nova série “Controle” dedicada às mulheres que procuram fatos de banho e bikinis com funções modeladoras. A linha controle, disponível para Verão 2010 apresenta fatos de banho de excelente qualidade, com um corte tecnicamente estudado e tecidos especiais para oferecer uma silhueta mais slim. Da redacção da Cyl. Foto: 11

6

7

8

9

10

11

Buyer Edition

95

CHICK


ONDE COMPRAR ANITA – ROSA FAIA À venda em lojas especializadas ANITA PORTUGAL Tel. 213 959 978 E-mail: anita.p@anita.net CALVIN KLEIN À venda em lojas especializadas DRESS ME, LDA. Tel. 214 643 600 E-mail: dressme@dressme.com.pt

BUYER EDITION

LITTLE KISS À venda em lojas especializadas L.M.S. Tel. 243 579 475 LUPO - LOBA NOVITá.LDA. Tel. 253 686 087 PLATINO À venda em lojas especializadas Tel. +34 902 372 222

DORIAN GRAY À venda em lojas especializadas MEDIAS FILIGRANA Tel. +34 982 393 111 www.doriangray.es

PLIÉ À venda em lojas especializadas Tel. 214 668 641 Tlm. 910 470 262 www.plie.pt

GEMMA À venda em lojas especializadas e no El Corte Inglés Tel. 214 707 810

SELMARK À venda em lojas especializadas Tel. 251 654 605

INTIMA CHERRY À venda em lojas especializadas e no El Corte Inglés Tel. 214 707 810

SK À venda em lojas especializadas SELNOVA TEXTIL Tel. +34 986 493 387 E-mail: info@skselnova.es

IVETTE C.J. PARERA Tel. +34 902 222 121 Tel. +34 932 745 402

WACOAL À venda em lojas especializadas STÉPHANIE MERCERON Tlm. 966 360 262

Nº 74 – ANO XXI Directora Montserrat Camell – mcamell@chick-pt.com Redacção e Moda Helena Soares – helena@chick-pt.com Relações Externas Gabriella Fumanal – gabriella@chick-pt.com Assinaturas – chick@chick-pt.com Fotografia Ivo Tavares Periodicidade 5 Edições ao Ano (2 Buyer + 3 Consumer) Tiragem Edição Buyer 3.000 exemplares Edição Consumer 15.000 exemplares Proprietário e Editor: Global Chick, Publicações, Lda. NC 507 403 827 Sede da Administração, Redacção e Publicidade Rua dos Cafés, 24, Sobreloja 4490-595 Póvoa de Varzim - Portugal Tel./Fax +351 252 637 570 E-mail: chick@chick-pt.com Impressão: Multitema Nº. Registo ERC 124598

Membro da

IVETTE, MARCA DE PRIMEIRA LINHA DE MODA ÍNTIMA NA ESPANHA INICIA O SEU PROCESSO DE EXPANSÃO EM PORTUGAL Empresa espanhola fundada em 1940, fabricante de produtos de Corseterie, Lingerie, Íntimo Masculino, Malhas Interiores e Moda Balnear, apresenta uma oferta completa para o comércio especializado e dispõe de uma organização e stock capaz de oferecer um serviço 72 horas em todo Portugal.

PROCURA

AGENTES COMERCIAIS/VENDEDORES Profissionais conhecedores do Sector, com experiência nas vendas e carteira de clientes para as Zonas Norte e Centro de Portugal. Comissões com mínimos garantidos. Os interessados deverão contactar Alejandro Viladomiu, Director Comercial, através do e-mail: aviladomiu@cjparera.com

CHICK

96

Buyer Edition

ISSN 1646-7337 Depósito Legal: 178752/02 © É proibida a reprodução, mesmo parcial, de textos, fotografias e ilustrações, sob quaisquer meios, e para quaisquer fins, inclusive comerciais, sem autorização expressa do Editor. Os preços de venda a público indicados nas várias secções da revista são meramente orientativos.

Colaboração Internacional

www.networkdessous.com Itália - LINEA INTIMA ITÁLIA Tel. +39 02 89159373 - Fax +39 02 89159349 França - INTIMA FRANCE Tel. +33 04 26687011 - Fax +33 04 26687099 Espanha - CYL MODA INTIMA Tel. +34 93 3036890 - Fax +34 93 3036892 Grã-Bretanha - UNDERLINES Tel. +44 171 7293664 - Fax +44 171 7293701 Alemanha - SOUS Tel. +49 89 41969424 - Fax +49 89 4705364 Polónia - MODY Tel./Fax +48 22 3315615 Argentina - PUNTO & SEGUIDO Tel. +54 1 5544344 - Fax +54 1 5544344 Ásia - INTIMA ASIA Tel. +39 2 89159373 - Fax +39 2 89159349 Brasil - CHICK INTIMATE CULT Tel-/Fax +351 252 637 570


15:26:50

BUYER EDITION CINCO EDIÇÕES ANO

Ano XXI - Nº8/4/10 74

P O R T U G A L 10 € E U R O PA 15 €

OI10 PREVIEW

MAGAZINE DE MODA ÍNTIMA, MODA BALNEAR E LEGWEAR EM PORTUGAL

ChickIntimate715.indd 1

BUYER EDITION

PREVIEW

FALL WINTER 10 10--11 RETAIL, NOVOS RUMOS

CHICK INTIMATE CULT BUYER Nº 74  

Revista Profissional Especializada no Sector da Lingerie, Beachwear, Íntimo Masculino e Collants em Portugal. Esta edição apresenta o Previe...