Issuu on Google+

www.chezfrance.com.br Revista Chez France / Edição 1 / Abril 2013

Chez France REVISTA

o art de vivre da França na sua casa

em

Bordeaux

A mais tradicional região de vinhos franceses.

O que fazer | Onde se hospedar | Quais vinhos tomar

Convidado do mês Recebemos Raí, o ex-craque do São Paulo, que dentre vários assuntos, fala sobre sua paixão por vinhos.

Palavra do Chef Um bate-papo descontraído com Erick Jacquin, o grande chef do restaurante La Brasserie.

Revista Chez France - abril 2013 1


Editorial

Art de Vivre by Chez France

É com muito orgulho que nós da Chez France apresentamos o primeiro número de nossa revista digital “Chez France” a vocês, nossos clientes, parceiros e, principalmente, a todos aqueles que, assim como nós, são apaixonados pela França e por um bom vinho francês.

2 Revista Chez France - abril 2013


A Chez France é uma empresa franco-brasileira que nasceu do desejo dos seus dois fundadores de ampliar o conhecimento dos brasileiros sobre o conceito do “Art de Vivre” francês. Nossa abordagem atual consiste em levar os melhores vinhos franceses com uma excelente relação custo-benefício até o consumidor brasileiro. Nosso principal canal de vendas é a loja virtual de vinhos www.chezfrance.com.br. E é justamente quando completamos um ano de existência que nos sentimos estimulados a ampliar a nossa comunicação por meio de uma revista digital idealizada especialmente para você. A publicação tem como objetivo ampliar a sua bagagem em relação à França no que se refere à Enogastronomia, Turismo, Artes, Eventos, tanto na França como no Brasil. Com circulação mensal, a revista digital trará artigos sobre as regiões vinícolas da França, contemplando desde a história completa de cada local, imagens das vinícolas parceiras e dos seus vinhos, assim como os principais pontos turísticos e destaques da gastronomia francesa. Além disso, traremos receitas e informações dos restaurantes da região e depoimentos de chefs gourmet contendo dicas sobre a culinária francesa. Teremos, também, uma seção específica de conexão com Paris, para apresentar a agenda cultural da capital francesa. Dicas de lazer, moda, eventos, espetáculos e restaurantes serão destacadas nesse espaço da revista. Outra seção é a TV Chez France: o canal do vinhos frances, no qual haverá detalhes sobre os nossos vinhos e seleções. A partir desse canal, você poderá acessar vídeos com uma apresentação diferenciada de nossos produtos, inclusive sobre dicas de harmonização dos vinhos. Além de levar informações atualizadas, criamos um espaço na revista especialmente para que você possa se manifestar. É o Espaço do Leitor. Por meio dele, pretendemos interagir de forma periódica com nossos clientes, permitindo que a Chez France continue a trazer o melhor da França até você. Afinal, queremos uma revista viva! Nessa primeira edição, a região de destaque é Bordeaux, que será apresentada pelo nosso grande parceiro e amigo Frederic Bernard, proprietário do Domaine de La Solitude. Teremos, também, a honra de trazer como colunistas o Raí e o Chef Eric Jacquin, certamente representantes vivos do Art de Vivre francês. Desejamos uma ótima leitura e que a Revista possa contribuir para ampliar o seu conhecimento sobre esse país tão especial que é a França. Um grande abraço, Márcio Horta & Philippe Ormancey

Revista Chez France - abril 2013 3


Índice 08. Acontece Brasil

A Chez France já está se preparando para maio, o mês de Champagne. Por isso, fique por dentro de todos os eventos temáticos em que a Chez France está participando ainda este mês.

10

10. Convidado do mês

Raí Oliveira, o ex-craque do São Paulo, é um apaixonado pela França. Por esse motivo, ele conta à revista tudo aquilo que fez de Paris sua segunda casa.

12. Capa

Bordeaux é mais que uma região vinícola. É um império do vinho. Conheça opções do que fazer, onde se hospedar e de quais vinhos tomar dessa região tão especial da França.

16. Acontece França

Exposições, restaurantes, espetáculos e shows imperdíveis que acontecem esse mês em terras francesas. Não perca.

19. Palavra do chef

O sócio proprietário do La Brasserie Erick Jacquin e do Tartar&Co. fala sobre sua trajetória que o transformou no renomado chef francês da capital paulista.

20. Gastronomia

O chef Guy Martin, proprietário do Le Grand Véfour, ensina passo a passo da sua receita especial de Filé de St. Peter.

24. TV Chez France

Conheça melhor a TV Chez France, o canal do vinho francês. Esse mês, nosso consultor de vinhos explica nossas seleções para abril.

19


Chez France REVISTA

Espaço do

leitor

o art de vivre da França na sua casa

produzida por Made 4U. Direção Comercial Paula Dutra Direção de Criação Keko Dutra Direção de Arte Joaquin Rodriguez Executiva de Contas Mayara Soares

Como a proposta da revista é criar mais um lugar para trocar informações, não poderia faltar este espaço vital exclusivo para os leitores. Aqui, publicaremos o que você tem a dizer. Por isso, fique à vontade para nos enviar opiniões, compartilhar experiências, fotos, bem como comentar as suas impressões sobre os vinhos Chez France ou sobre a própria revista. O canal está aberto. Agora, basta você participar.

Diagramação Cláudio Victor Redação/Revisão Arthur Guedes Tradução Luísa Lapertosa Desenvolvimento e Implementação Thiago Ribeiro, Natália Soares e Cristiano Soares Mídias Sociais Bruna Motta Equipe Chez France.

Envie suas sugestões para o e-mail:

revista@chezfrance.com.br Participe, também, por meio do Facebook da Chez France. Curta, comente e compartilhe.

facebook.com/chezfrancebr

Sócio Diretor Philippe Ormancey Sócio Diretor Márcio Horta Financeiro Claudilene Silva Consultor de Vinhos Guillaume Turbat Logística Robson Zavarize

Revista Chez France - abril 2013 5


Espaço do

leitor Diário de bordo MInha viagem a paris

Estar nas redes sociais só faz sentido se houver interação. Por isso, este espaço é seu. Mas, para conhecer melhor a Chez France, curta nossa página no Facebook. Por lá, você tem mais um espaço para conversar conosco. Além disso, estamos no Youtube e no twitter. Assine nosso canal e nos siga. Queremos ouvir o que só você tem para contar.

Luísa Lapertosa Belo Horizonte /MG

“Paris está entre os lugares mais mágicos que alguém pode conhecer. Mesmo com o frio, nada faz com que a vontade de desvendar tudo vá embora. Assim que cheguei, fiz questão de subir na Torre Eiffel para que pudesse ver tudo lá de cima. Realmente a cidade é tudo que se imagina e mais! O importante é saber que Paris não é só os lugares mais famosos que todo mundo já conhece, existem muitas outras coisas para conhecer! Tanta diferença, tantas coisas e pessoas interessantes! Tem uma beleza única e clima diferente, aconchegante!”

E, por fim, não se esqueça de nos mandar fotos e depoimentos sobre vinhos, viagens e tudo o que achar pertinente sobre a arte de viver da França. Participe! Na próxima edição,

pode ser você. Gabriela Dutra compartilhou o momento de passeio a cidade de Bordeaux.

6 Revista Chez France - abril 2013


www.tartarandco.com | (11) 3031 1020

A CASA DO TARTAR

Bistronomia a preços acessíveis em um ambiente extremamente moderno.

tartar@tartarandco.com - Av. Pedroso de Moraes, 1003, Pinheiros - São Paulo/SP

Revista Chez France - abril 2013 7


Brasil Acontece

Champagne Maio é mês de Champagne na Chez France. Mas, para já entrar no clima, convidamos o produtor da Maison Vollereaux, Julien Breuzon, para apresentar seus vinhos franceses. Por isso, não perca a oportunidade de degustar exclusivos rótulos da região de Champagne ainda no mês de abril.

8 Revista Chez France - abril 2013


Degustação na fila Dias 6,7, 13,14, 20, 21, 27 e 28/4 local: Tartar&Co – São Paulo/SP

Aperitivo durante almoço Dia 16/04 local: Percussi – São Paulo/SP

Jantar harmonizado Dia17/04 local: A Favorita – Belo Horizonte/MG

Festa noturna Dia 18/04 local: Consulado da França – São Paulo/SP

Degustação Dia19/04 local: ABS - Rio de Janeiro/RJ

Revista Chez France - abril 2013 9


Convidado do mês

Foto: Jairo Goldflus

O Art de Vivre

Francês

Como todos sabem, tive o privilégio de viver cinco anos na França e, principalmente, de vivenciar a cultura e o modo de vida daquele país. Por lá, percebi uma ligação mais próxima entre estética e ética, entre bom gosto e qualidade de vida. E aprendi o verdadeiro sentido da palavra apreciar. Com a responsabilidade de promover e defender valores humanos e humanistas, como fazer isso sem perder a sofisticação, algo que, a princípio, parece contraditório? Como preservar o privilégio de um bom produto e a busca de momentos inesquecíveis em um ambiente onde isso, teoricamente, deve ser dividido com a maioria? A partir daí, deu-se início a uma busca incessante para exaltar o que de nobre já existia e para exigir da França uma procura que buscasse soluções para que qualquer experiência pudesse ser vivenciada de forma prazerosa. Os castelos não foram destruídos, mas muitos reconstruídos. Os grandes jardins não foram menosprezados. Os grandes monumentos não foram ignorados. O povo francês se apropriou do luxo que, no passado, era para poucos. E como sabem desfrutar do que é belo! Souberam transformar os símbolos da ostentação em privilégios públicos. Obviamente, em uma diversidade de produtos, serviços e eventos, existem aqueles que são mais raros, e consequentemente, para poucos 10 Revista Chez France - abril 2013

Por Raí Oliveira

momentos. Mas o Art de Vivre exige que o valor maior, da convivência, do encontro, da arte, deva ser regado por tudo o que há de melhor para serem celebrados como se deve, ou melhor, Il faut . Esta expressão é mais uma que simboliza a arte de viver. Como se deve não se trata de uma obrigação, mas de um cuidado em transformar o cotidiano em algo especial. Enfim, poderia citar várias situações e aprendizados para compartilhar, mas o mais importante não são as vivências e, sim, tudo aquilo que ficará em mim pra sempre. Tive o privilégio de incorporar estes valores em minha vida para que pudesse ver o mundo de uma forma mais rica, mais estética. Viver – e aprender – em um país onde arte e vida estão em completa sintonia foi fundamental para minha vivência. Pude entender os elementos que compõem um perfume, perceber o processo que transforma comportamento em vestimentas e degustar a mistura de natureza, paixão e tradição em forma de vinho. Não poderia terminar este humilde artigo sem falar da minha expressão preferida da língua que, no dia a dia, aprendi a entender: o Faire rever. Este fazer sonhar representa tudo aquilo que está entre o real e o sonho que enobrece, embeleza e transforma o mundo em que vivemos. Vive Chez France et Vive L’art de Vivre.


Ricardo Aprigliano, voluntário. Sua empresa, Godoi e Aprigliano Advogados Associados, é Sócia Titular da Fundação desde maio/2010.

Você muda a vida de uma pessoa e ela também muda a sua. Acesse www.goldeletra.org.br e saiba como colaborar. A Fundação desenvolve programas de Educação Integral para 1300 crianças, adolescentes e jovens, contribuindo para o seu desenvolvimento pessoal, social, cultural e educacional, além de promover a participação das famílias e o fortalecimento das comunidades.

Revista Chez France - abril 2013 11


capa

Bordeaux Localizada no sudoeste da França, Bordeaux é mais do que uma região vinícola. É um império do vinho. São mais de 280 hectares de vinhedos e cerca de treze mil viticultores, formando a segunda maior área de cultivo em todo o mundo. Com uma produção anual de mais de 700 milhões de garrafas, Bordeaux produz tanto vinhos bons e baratos, quanto opções para ocasiões que exigem rótulos mais requintados.

12 Revista Chez France - abril 2013

O grande diferencial na produção da bebida de lá é o ambiente ideal para o desenvolvimento de vinhedos. Isso porque, além do solo rico em cálcio, os rios Garonne e Dordogne contribuem para a criação de um terroir específico para a cultura vinícola. O clima litorâneo propicia umidade ao ambiente, contribuindo também para a formação específica da região. Mas Bordeaux não é só sobre vinhos. Além de ser repleta de bistrôs, cafés e bares, a região conta com diversas opções para entretenimento.

Foto: Keko Dutra


entretenimento Museu de Arte Contemporânea - CAPC

Ópera de Bordeaux

Instalado no antigo entreposto real das provisões coloniais, o museu propõe, ao longo do ano, uma programação de exposições temporárias e encontros sobre história da arte e música. Sua coleção de mais de 700 obras retrata desde as vanguardas europeias dos anos 60 às peças de arte contemporânea.

Situado na Place de la Comédie, o Grand Théâtre ocupa uma posição central em Bordeaux. Não somente pela sua localização, mas pela sua relevância cultural para a cidade. A Ópera Nacional de Bordeaux atinge todos os públicos por possuir uma programação bastante eclética. Da música barroca às obras contemporâneas, os espetáculos reúnem artistas talentosos de perfis variados para que o repertório dialogue com toda a população.

7 rue Ferrère 33000 Diariamente, das 11h às 18h (exceto segundas e feriados). Quartas até às 20h

www.capc-bordeaux.fr

Place de la Comédie 33000

www.opera-bordeaux.com

Museus das Artes Decorativas Este museu possui um rico acervo das artes decorativas francesas, sobretudo de Bordeaux, dos séculos XVIII e XIX. São coleções permanentes de móveis, cerâmicas e ourivesaria que evocam a história da região. Separadas em vários salões pelos três andares do hotel, as peças dialogam diretamente com a opulência dos interiores burgueses dos séculos passados. Assim, o museu não somente apresenta as obras de arte, mas leva seus visitantes a uma viagem estética pela história bordalesa. 39 rue Bouffard 33000 Exposições permanentes: Diariamente, das 14h às 18h (exceto terças e feriados). Exposições temporárias: Segunda a sexta, das 11h às 18h. Sábados e domingos, das 14h às 18h

Ópera de Bordeaux. Foto: Keko Dutra

Museu do Vinho

Place des Quinconces

Bordeaux possui o maior vinhedo de vinhos finos do mundo. São mais de 120 mil hectares de vinícolas e mais de 400 casas de negócio. Por isso, nada mais natural haver um museu só para essa especialidade bordalesa. Até porque, a produção de vinho teve – e ainda tem – considerável participação no desenvolvimento econômico, cultural e social da região. O museu apresenta uma coleção de objetos históricos por meio de uma cenografia moderna e diferenciada. Além disso, cada visita é marcada por uma sessão de degustação. Afinal, para conhecer o mundo do vinho, é preciso degusta-lo.

Em poucas palavras, é a praça do povo. Lugar de feiras, manifestações e espetáculos, a Esplanade des Quinconces é a maior praça da Europa. Mas o que chama a atenção para esse local é que, apesar de ser uma imensa superfície vazia, ela carrega um dos monumentos mais imponentes da cidade. E mais que isso. Ela reúne toda a diversidade da população em um espaço inteiramente democrático.

41 rue de la Borie 33300 Diariamente, das 10h às 18h. Quintas, até às 22h.

Revista Chez France - abril 2013 13


Onde se Hospedar Le Regent Grand Hotel

La Maison Bord’Eaux

Situado no coração do Triangle d’Or, Le Regent Grand Hotel oferece um nível de elegância condizente com a cidade de Bordeaux. São 150 quartos que aliam tradição e modernidade em um hotel de alto nível. Além da excelente localização, o lugar é conhecido por servir os melhores brunchs de toda a região.

Tão charmoso que você vai se sentir em casa. Com decoração contemporânea, o hotel fica localizado em um local privilegiado. Além disso, ele oferece serviços exclusivos, como práticas de golfe, visitas privadas às caves e uma visita com guia particular em torno de toda a região.

www.theregentbordeaux.fr

www.lamaisonbordeaux.com

2-5 Place de la Comédie, 33000

113 rue Docteur Albert Barraud 33000

O que

beber? Indicamos a você o vinho do mês de abril da loja Chez France.

Domaine de La Solitude Branco 2009

O vinho é amarelo com reflexos dourados. O nariz é intenso e apresenta aroma de frutas brancas, como pêssego e pêra, e fragrância floral de madressilva e acácia. O nariz cativante antecede uma boca robusta e fresca que evolui em notas de frutas exóticas, como o abacaxi, e um pouco de madeira. Embora apresente toques de frutas cítricas com mel, o Domaine de La Solitude Branco possui grande mineralidade.

14 Revista Chez France - abril 2013

90 WS


do terroir de vinhos, decidiram deixar a gestão do Em 1820, Pierre Bienvenu Noailles, um padre de vinhedo com Olivier Bernard, proprietário e produtor do Bordeaux, fundou a Associação da Santa Família Domaine de Chevalier. Afinal, as terras não estavam no Domaine de La Solitude. Esta instituição sendo aproveitadas como deveriam. A foi inspirada no modelo das partir daí, muitos investimentos foram primeiras comunidades cristãs, feitos para exprimir todo o potencial nas quais homens e mulheres, desse solo sagrado. independentemente de sua condição, se reuniam para criar Inspirado no modelo implantado no uma assembleia de cristãos. Domaine de Chevalier, o processo de Assim, davam ao mundo o elaboração dos produtos de La Solitude testemunho de uma comunidade emprega uma grande precisão na Olivier Bernard - proprietário universal, que respeitava a abordagem e nos gestos, o que permite do Domaine de La Solitude diversidade de suas vocações. produzir vinhos brancos maravilhosos. O enólogo que auxilia no terroir é o As primeiras discípulas do padre famoso Denis Dubourdieu. eram três mulheres que se instalaram nas terras e que dividiam seu tempo entre Este vinho, produzido com 70% de Sauvignon Blanc o trabalho no vinhedo e a direção de um orfanato. Em e 30% de Semillon, é envelhecido em barrica de 9 a 1993, as freiras, conscientes da excepcionalidade 10 meses.

Um grande vinho nasce sempre de uma grande uva.

Frederic Bernard

co-proprietário da Bordeaux Tradition e parceiro Chez France Desde minha primeira reunião com Philippe Ormancey e Marcio Horta, percebi que o projeto Chez France iria mudar as vendas de loja virtual no Brasil. Apresentar a cultura francesa disponibilizando uma diversidade de vinhos de qualidade é a chave para o sucesso neste país onde os consumidores lutam para encontrar bons vinhos da França a preços razoáveis.

Olivier Bernard e Frederic Bernard

Assim, selecionamos uma gama de vinhos com a melhor relação custo-benefício para oferecer à Chez France. Por isso, nada mais natural apresentar o Domaine de La Solitude como o coração desta seleção. Esta propriedade familiar gerida por meu irmão Olivier, proprietário do famoso Domaine de Chevalier, se aprimora ano após ano, assim como os grandes vinhos de Bordeaux. Atualmente, é um dos rótulos franceses mais conhecidos.

Revista Chez France - abril 2013 15


Acontece

França Exposições 07/03 a 07/06

O México chega ao Louvre Museu do Louvre - www.louvre.fr

Trata-se de uma exposição inédita de obras primas mexicanas dos séculos VXII e XVIII. A exposição conta com uma dúzia de obras marcadas pelo Zurbaranismo monumental de José Juarez, pela impetuosidade barroca de Cristóbal Villalpando e pela leveza de Rodríguez Juárez.

05/03 a 09/06

O Anjo do Bizarro, o Romantismo Negro de Goya a Max Ernst Museu d’Orsay - www.musee-orsay.fr

A exposição carrega mais de 200 obras do romantismo negro, de Delacroix a Goya, que carregam imagens de figuras pertubadoras, das barbáries às surperstições de um período no qual a razão predominava.

Onde comer? LaPérouse

Doca do Grands Augustins, 6º andar Tel: 01 43 26 68 04

www.laperouse.com 16 Revista Chez France - abril 2013


Ópera/Música/Dança 06 a 27/04 > BIANCA LI – ELEKTRO KIT LA CIGALE 08/04 > MURRAY PERAHIA SALLE PLEYEL 15/04 > YUNDI LI SALLE PLEYEL 24/04 > PIOTR ANDERSZEWSKI THEATRE DES CHAMPS ELYSEES 25/04 a 05/05 > DON GIOVANI THEATRE DES CHAMPS ELYSEES 21/05 a 16/06 > LE CREPUSCULE DES DIEUX OPERA DE PARIS

SHOWS imperdíveis 11 e 12/04 > MELODY GARDOT- OLYMPIA 11 e 12/04 > PINK MARTINI -GRAND REX 15/04 > CASSANDRA WILSON & RANDY WESTON -OLYMPIA 15 e 17/04 > STEPHEN EICHER -TRIANON 16/04 > VINCENT DELERM- OLYMPIA

27 e 28 abril

A nova-iorquina Elizabeth Woolridge Grant, mais conhecida como

Lana Del Rey se apresenta no Olympia.

www.lanadelrey.com

Revista Chez France - abril 2013 17


www.brasserie.com.br

O melhor restaurante francês na capital paulista. Ou, em outras palavras, o caminho mais curto entre

São Paulo e Paris. (11)38265409 | (11)23692752 (11)3167 2822, ramal 1007 brasserie@brasserie.com.br R. Pedroso Alvarenga, 1088, Itaim Bibi – São Paulo/SP

18 Revista Chez France - abril 2013


Um pouco da vida de

Erick Jacquin Sócio proprietário de dois restaurantes franceses na capital paulista, ele conta à Revista Chez France detalhes que marcaram a sua trajetória. Ser Chef Chef não é uma profissão. É algo que merecemos após anos de trabalho. O que sempre me inspirou a seguir essa carreira foi o cheiro da comida da minha mãe. Ela cozinhava muito bem. Mas até aí, era só inspiração. O conhecimento prático veio com o tempo. Estudei e trabalhei ao lado de gênios e loucos. Todos com uma coisa em comum: a paixão pelo ofício. Comecei como cozinheiro, mas a posição de chef era o caminho natural das coisas.

Os sabores Principalmente, os de produtos frescos. A excitação de esperar um produto é algo que me faz muita falta. Acabo sentindo muita saudade dos produtos sazonais que não existem aqui no Brasil. Eu gosto muito do sabor e do cheiro das pimentas e das frutas do Brasil. A gastronomia aqui é cosmopolita e diversificada por causa dos imigrantes. Eu gosto da cozinha do Nordeste e, fora do Brasil, adoro a comida asiática, a mediterrânea e os temperos do Oriente Médio.

Seus restaurantes Atualmente, sou sócio proprietário e chef de cozinha de dois estabelecimentos: o La Basserie Erick Jacquin e o Tartar&Co. O primeiro é um verdadeiro restaurante francês gastronômico. Adoro dizer que os clientes economizam uma passagem de avião para Paris. O segundo é temático e valoriza o tartar, seja de carne ou de peixe. O espaço, que oferece uma parte de bistronomia com preço acessível, possui um ambiente divertido com música, terrasse, lounge e uma carta de vinhos inteligente classificada por preços.

O futuro Eu não gosto de falar sobre o futuro. Hoje, eu pretendo ser feliz cozinhando no Brasil. O mais importante é hoje e amanhã vamos ver.

Revista Chez France - abril 2013 19


Gas tro no mia

Com o chef

Guy Martin Proprietário do Le Grand Véfour desde 2011, o estrelado chefe Guy Martin alimenta sua inspiração em fontes diversificadas. Lembranças de viagens, cores, aromas, sensações e emoções fazem parte de suas receitas clássicas e inventivas. Sua culinária descontraída e generosa leva seus clientes numa jornada pelos caminhos do prazer gastronômico.

20 Revista Chez France - abril 2013


Situado na galeria de Beaujolais, o Le Grand Véfour é capaz de levá-lo a uma viagem na história. Por meio da gastronomia parisiense e da arquitetura grandiosa, o restaurante convida seus clientes a uma visita de até duzentos anos atrás. Sua entrada, ornada com guirlandas de estilo Luís XVI, dá acesso a duas salas. Nas paredes, espelhos se alternam com famosas obras de arte. Inspirados nos afrescos de Pompéia, os temas da decoração – animais de caça, peixes, flores e mulheres com cestas floridas – despertam a voracidade dos comensais. No teto, rosáceas e guirlandas em estuque enquadram alegorias de mulheres pintadas sobre a tela à maneira dos tetos italianos do século XVIII. No mezanino, uma vasta sala ornada de madeiras trabalhadas pode acolher inúmeros clientes. Um charmoso salão privado, recentemente restaurado no 1° andar, e decorado com obras originais de Foujita, Cocteau ou Chagall pode acolher de 8 a 20 pessoas.

Le Grand Véfour Tel: +33(0)142 965627 Fax: +33(0)142 868071 7, rue de Beaujolais, 75001 Paris, France

www.grand-vefour.com Revista Chez France - abril 2013 21


/ Gastronomia

Receita

Filé De St. Peter

INGREDIENTES • 4 pedaços de St Peter de 130g; • Azeite de oliva; • Grãos de aipo em um moedor de pimenta; • Sal e pimenta-do-reino moída na hora.

Condimento de cenoura:

• 110g de cenoura descascada; • 5g de açúcar de sêmola; • 20g de vinagre de cidra; • 35g de molho de soja; • 15g de mel toute-fleurs; • 10g de sumo de limão verde; • Sal e pimenta-do-reino moída na hora.

Picles de cebolas novas:

• 4 cebolas novas; • 100g de água; • 100g de vinagre de álcool branco;

22 Revista Chez France - abril 2013

• 100g de açúcar de sêmola; • 35g de xarope de romã.

Cenouras confits:

• 8 cenouras com folhas (cerca de 13 cm, 35-40g/peça); • 15g de manteiga sem sal; • 10g de açúcar de sêmola; • 20g de molho de soja.

Purê de cenoura:

• 150g de cenoura descascada; • 100g de creme líquido; • 10g de vinagre de arroz; • 2g de óleo de Argan; • Sal e pimenta-do-reino moída na hora.


Modo de Preparo Condimento de cenoura:

• Cortar as cenouras em pedaços e cozinhá-las em água fervendo com sal. • Escorrer as cenouras e colocá-las no processador para virar purê. Acrescentar o restante dos ingredientes no processador, acertar o tempero, colocar numa tigela, deixar esfriar e reservar o condimento num copo graduado.

Picles de cebolas novas:

• Cortar o topo de cada cebola em cerca de 2 a 3 cm acima da cebola. Descascá-las e cortá-las em dois no sentido do comprimento. Colocar as metades das cebolas numa caixa de plástico. • Numa panela, ferver a água, o vinagre, o açúcar e o xarope. Derramar imediatamente sobre as cebolas, fechar hermeticamente a caixa e deixar marinar por, pelo menos, 24 horas. • Colocar na geladeira.

Cenouras confits:

• Cortar o topo das cebolas a 2 cm do alto da cenoura. Reservar as folhas e descascar as cenouras. • Colocar em sacos a vácuo, 5 cenouras com 15g de

manteiga, 5g de açúcar e 10g de molho de soja. Fechar os sacos e cozinhar no vapor a 90°C durante 2 horas. • Abrir os sacos e colocar as cenouras numa barqueta. • Deixar esfriar e fechar a barqueta.

Purê de cenoura:

• Cortar as cenouras em pedaços e cozinhá-las em água fervente com sal. • Passar no processador para virar purê. Colocar numa tigela, acrescentar o vinagre, o creme e o óleo de Argan. • Misturar, acertar o tempero. • No momento de servir, cozinhar o St. Peter meunière, escorrer bem sobre um papel absorvente e polvilhar com flor de sal. Girar uma vez o moedor de pimenta-do-reino e uma vez com grãos de aipo. • Esquentar no vapor uma cenoura confit durante 5 minutos. • Esquentar o purê de cenoura e arrumá-lo num círculo de 6 cm de diâmetro. À direita, colocar 2 cenouras confits com 4 quartos de picles de cebola apoiados entre si e 3 folhas de cenoura temperadas. À esquerda, fazer 5 rastros de condimento de cenoura do comprimento do St. Peter, colocar sobre o peixe e fazer 2 rastros de condimento sobre o peixe.

HARMONIZE COM

A escolha do vinho, por Romain Alzy, Sommelier do Grand Véfour:

+

Château Villerambert Julien branco Languedoc Roussillon É um vinho bastante ensolarado e muito rico. Uma excelente opção para acompanhar essa iguaria.

Revista Chez France - abril 2013 23


É o canal do vinho francês. Seu objetivo é ser mais um espaço de comunicação com nossos consumidores. Todos os meses, produziremos vídeos que explicam nossas seleções de vinhos de forma muito simples. Acompanhe nosso canal e fique por dentro de conteúdos, novidades e dicas sobre a arte de viver francesa.

Seleção do Mês A diversidade na produção de vinhos em Bordeaux se dá graças ao local em que o vinhedo está situado. A região possui uma enorme variedade de climas, topografias e solos capazes de originar rótulos completamente diferentes entre si. Por isso, a Seleção do Mês tem o objetivo de mostrar esta distinção por meio de 6 vinhos com características ímpares.

Assita agora

o vídeo do mês com nosso Sommelier

24 Revista Chez France - abril 2013


O mês de

Bordeaux 1

2

Château Le Ménaudat 2006, Blaye Côtes de Bordeaux

Château Tour Saint André 2009, Lalande de Pomerol

3

4

Domaine de la Solitude tinto 2008, Pessac Léognan

Château Croix de Reverdi 2009, Médoc

5

6

BEBA COM MODERAÇÃO

Château Prieuré Marquet 2008, Bordeaux Supérieur

Château Franc 2007, Saint Emilion Grand Cru

Seleção 1

Seleção 2

Seleção 3

Caixa com os vinhos 1

Caixa com os vinhos 1,

Caixa com vinhos do Mês

e 2 por apenas:

R$158

R$139 +

2, 3 e 4

por apenas:

R$345

de Bordeaux por apenas: R$512

frente grátis

R$299 +

frente grátis

R$439 +

economize R$44

economize R$71

economize R$98

frente grátis


Chez France REVISTA

o art de vivre da França na sua casa

Próxima edição:

A região de

Champagne

w w w. c h e z f r a n c e . c o m . b r


Revista Chez France