Page 1

Gest達o de Material

RECOLHIMENTO DE MATERIAL


Gestão de Material

LMOXARIFADO RECOLHIMENTO DEA MATERIAL TIPO DE MATERIAL

QUALQUER ÓRGÃO

INSERVÍVEL

UTILIZÁVEL

NÍVEL DE AUTORIZAÇÃO

TODOS OS ÓRGÃOS

ESTOCAR ÁREA DE ESPERA

F

RECEBIMENTO

ALIENAR

DEVOLUÇÃO SAo

MATERIAL A SER TRANSLADADO

C

D E G M

C

DEPÓSITO DE EXPLORAÇÃO (estoque de exploração)

DEPÓSITO TEMPORÁRIO

ÓRGÃO LIGADO À DIRETORIA SUCATA/ RESÍDUO

DEPÓSITO DE INVESTIMENTO (estoque de investimento)

D F C P

ÁREA DEAA

ALIENAR

Aproveitar peças

TRIAGEM

TODOS OS ÓRGÃOS

Alienar

C

REQUISITANTE GUARDAR

F

ÓRGÃO LIGADO À DIRETORIA

MATERIAL DE OUTROS ÓRGÃOS (permanência definida)

DEPÓSITO P/ DESCARTE RESÍDUO PERIGOSO

ÓRGÃO DA GERÊNCIA REGIONAL DE OPERAÇÃO

RESÍDUOS PERIGOSOS

DESCARTAR

F

DEPÓSITO DE TERCEIROS

ESTOCAR ÓRGÃO REQUISITANTE

MATERIAL DE TERCEIROS

ÓRGÃO REQUISITANTE

C

DISPONIBILIZ. P/ ALIENAÇÃO

F

ELETRONET, MME, etc.


Gestão de Material

PROBLEMAS DO SISTEMA e-mail Wagner •Freqüentes indisponibilidades de sistema, especialmente do SIGA Intranet. •Problemas no credenciamento para elaboração, confirmação, etc. Alguns usuários foram credenciados e algum tempo depois automaticamente descredenciados; Além disso, entendemos que há excesso de credenciais (ex.: Porque há credenciamento para elaborar e outro para complementar?) •Dificuldade na identificação do código. A pesquisa por fabricante, característica, etc não funciona. Ainda é mais fácil utilizar o SIMPESQUISA para visualizar o mapa do material. •Para emissão de GRM de investimento, o sistema exige que se informe também o respectivo centro de custo


Gestão de Material

•Impossibilidade de receber uma quantidade diferente da informada pelo usuário. Especialmente para Sucata, em que só é possível pesar quando o caminhão chega no almoxarifado (único lugar aonde há uma balança rodoviária), isto tem significado que ou o requisitante emite o documento duas vezes (uma para entrar no almoxarifado e outra para corrigir o peso) ou a emissão só é feita após o descarregamento do carro, quando se tem o peso correto da carga. •A seqüência de aprovações não está clara. Apenas ontem se deu solução para a questão da aprovação nas Regionais. Porém no sistema, não está descrito os passos da aprovação, de modo que o requisitante saiba a quem recorrer em caso de demora nas aprovações.


Gestão de Material

•No documento GRM quando impresso, faltam algumas informações, como a unidade do material (Kg, Mt ou Um). Também não fica registrado quem fez as aprovações, de forma semelhante a RM. O motivo do recolhimento deveria ser campo obrigatório.


Gestão de Material

DESTINO

C O R P O R A T I V A

APROVAÇÃO

COMPLEMENTAÇÃO

DEGM

-

Estocar - I

Automática

DFCP

Alienar: sucata/Resíduo

DEGM

-

Alienar Após Triagem - I

Superintendência

DFCP

Alienar Após Triagem - E

DEGM

-

Empréstimo

Superintendência

-

Estocar - E


Gestão de Material

APROVAÇÃO

GRM DE GUARDA =>

TRIAGEM => (aproveitamento de peças)

Superintendência DEGM


Gestão de Material

•Problemas com o usuário (e-mail Wagner) •A maioria não conhece o sistema ou os normativos. Muitos cobram treinamento. Aqui temos feito o possível para orientálos, mas não estamos dando conta. Alguns não reconhecem a emissão de GRM como uma atribuição deles, mas sim do almoxarifado. Muitos chegam a emitir GRM, porém com erro, e se recusam ou demoram a corrigir ou emitir outra. •Os que conseguem fazer a GRM reclamam pelo excesso de burocratização, especialmente porque para muitos materiais, ainda é necessária a emissão de CI, MBP e ODD.


Gestão de Material

•Não está claro a classificação de materiais para alienação, quanto ao que são materiais inservíveis, inservíveis sucata, etc. A explicação do sistema é tecnicamente correta, porém não é de rápida compreensão. Uma explicação mais simplificada seria mais útil. Além disso, é preciso deixar claro que a seqüência de aprovações muda de acordo com esta classificação. •Não há amarração quanto ao tipo de material e à vinculação da GRM. É possível recolher Transformador como exploração e Sucata de ferro como Investimento.


Gestão de Material

OBRIGADA

GRM  

Modelo Apresentação GRM