Issuu on Google+

o p nto JORNAL

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Distribuição Gratuita Belo Horizonte, agosto de 2010

Região Barreiro

www.jornaloponto.com.br

Barreiro: há 155 anos construindo histórias Arraial de Belô agita 25 mil pessoas no pág. Barreiro 3

Barreiro e região abrem os braços para o novo Hospital pág. Metropolitano 7

A educação que vai além dos livros na pág. escola 7

Razões para doar sangue

pág.

pág.

8

5

ANOS


o p nto JORNAL

MOMENTO DE REFLEXÃO

2

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Belo Horizonte, agosto de 2010

Honestidade

A Verdadeira Conversão Pastor Edmilson Feliciano

Muitos aceitam ao Senhor Jesus, porém, não se entregam a Ele. De nada adianta, pois a conversão é uma atitude pessoal de cada um. Não basta dizer que aceita Jesus como seu Salvador. A pessoa tem de entregar toda a sua vida, pois somente dessa forma acontecerá a verdadeira conversão. A pessoa pode ser a mais pecadora do mundo, mas se ela aceitar e também oferecer a vida dela para Jesus, então há o milagre do novo nascimento. A partir do momento em que a pessoa quer uma nova vida, ela tem de sacrificá-la. Caso contrário, não há vida nova. Esse entendimento é que tem de haver na pessoa. Eu ouvia falar da salvação e aceitava Jesus, como acontece com muitas pessoas que O aceitam, vão na igreja e até são fiéis nos dízimos e ofertas. Contudo, não deram sua vida para Jesus e continuam fazendo as mesmas coisas erradas que faziam antes. Quando casamos, deixamos a vida de solteiro. Quando a pessoa é solteira, cuida de si mesma. Porém, quando é casada, cuida de si mesma e da pessoa com quem se casou. Então há uma obrigação e o casamento somente permanece se houver sacrifício de ambas as partes. O marido tem de sacrificar a vida de solteiro dele e a da esposa também. Os dois tê de sacrificar para que então possam viver felizes e haver uma família, um lar. Por outro lado, se um não quer

sacrificar, quer apenas colocar comida dentro de casa e ter uma vida noturna, sozinha, qual a mulher ou homem que vai se sujeitar a ter uma parte da pessoa? Do mesmo modo ocorre com Deus. Poderá Ele viver em comunhão com uma pessoa que Lhe é fiel apenas quando está na igreja? Não há salvação se não há entrega, ema rendição completa. Quando a pessoa entrega sua vida ao Senhor Jesus, se ela mentia, deixa de mentir; se roubava ou fazia qualquer coisa errada, deixa de fazer por causa da aliança com Deus. Deus abençoe a todos.

Certa vez, um rico perdeu uma bolsa com quatrocentas moedas de ouro. Então, anunciou nos jornais da cidade que daria uma boa gratificação a quem achasse a bolsa. Dias depois, apareceu um pobre, muito honesto, conhecido na cidade, trazendo-lhe a bolsa com as quatrocentas moedas. O rico contou as moedas: quatrocentas certinho; mas, como era muito avarento, procurou um jeito de não dar a gratificação. Então, olhou para aquele homem humilde e bom e lhe disse: - Faltam cem moedas. Tu não mereces gratificação nenhuma. O pobre homem honesto foi expor o fato ao juiz. O juiz chamou o rico e perguntou-lhe:

Igreja Universal do Reino de Deus Av. Sinfrônio Brochado, 425 Barreiro

O Jornal O Ponto é uma publicação da:

denilson@jornaloponto.com.br

Edição / Reportagens: Marcelo Paulo

o p nto JORNAL

Com a palavra O Editor

JORNAL O PONTO.

comercial@jornaloponto.com.br

Sede Administrativa: Av. Visconde de Ibituruna, 221 / Sl. 202, Barreiro - Belo Horizonte - MG Cep: 30.640-080 - Tel.: (31) 3384-8340 Parque Gráfico: Fundação Mariana Rezende de Costa Avenida Francisco Sales, 540 - 2o andar. Bairro Floresta - Belo Horizonte - Minas Gerais

Os textos, fotografias, artigos e demais publicações com assinatura, não traduzem ou não podem traduzir o pensamento e opinião do Jornal O Ponto e da D&C Produções e Publicações, que por estes não se responsabiliza.

JORNAL

Departamento Comercial / Logística: Denilson Azevedo - (31) 8863-8340

o p nto

charles@jornaloponto.com.br

www.ymagine.com.br

- Então essa bolsa não é a tua. Devolve a este homem e vai embora. Quando aparecer o verdadeiro dono, ele a entregará. Devemos ter atitudes de verdadeiros filhos de Deus, proceder com dignidade e ser testemunhas vivas da ação de Deus em nós. Por isso não retenha a si todas as coisas, mas compartilhe com quem precisa principalmente o amor de Jesus.

Anuncie no Jornal O Ponto

No mês de aniversário do Barreiro, nasce o

Diretor de Arte / Marketing: Charles C. Faria - (31) 8733-6789

Edição/Diagramação:

Então o juiz disse ao rico:

Parabéns, Barreiro!

Diretor Geral: Denilson Azevedo - (31) 8863-8340

Tiragem: 20.000

- Quatrocentas - respondeu o rico.

Aqui sua marca aparece.

Editorial

marcelo@jornaloponto.com.br

- E quantas há na bolsa que este homem trouxe?

- Quantas moedas havia na bolsa que perdeste?

(31) 3384-8340 / 8863-8340 comercial@jornaloponto.com.br

Jornalista Responsável /Diretor de Redação: Marcelo Paulo

- Quinhentas - respondeu-lhe o rico.

A data não é por acaso. A intenção do novo veículo de comunicação da região é de buscar, já na sua primeira edição, uma identificação com a comunidade barreirense. A matéria sobre os números que dão a dimensão da região no contexto econômico e cultural de Belo Horizonte e a linha do tempo que conta a história do Barreiro são os destaques do Jornal O Ponto, edição número um. O Jornal O Ponto traz em seu conceito um dos pilares do jornalismo: a prestação de serviços. O veículo assume a sua função social de contribuir com a comunidade por meio da divulgação de material relevante para o coditiano dos barreirenses, como na seção do SINE voltada para o mercado de trabalho, nas informações sobre doação de sangue e ao aderir a campanha para encontrar pessoas desaparecidas.

Outra boa notícia para os moradores do Barreiro é o início das obras do Hospital Metropolitano, que promete ser referência nacional no tratamento de politraumatismo. O jornal ainda mostra como foi uma das maiores festas junina do Barreiro e traz o calendário de comemorações dos 155 anos do bairro.

Participe do Jornal “O Ponto” sugestões críticas, Envie e com a bor de pautas e cola to” pelo Pon produção de “O e-mail: leitor@jornaloponto.com.br

@ Marcelo Paulo Editor Chefe


3

o p nto JORNAL

Acontece na Cidade

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Belo Horizonte, agosto de 2010

Arraial de Belô agita 25 mil pessoas no Barreiro

O público que compareceu na Avenida Afonso Vaz de Melo, nos dias 24 e 25 de julho, pode apreciar e agitar com ritmos como samba, frevo, baião e é claro o autêntico forró. Com muita poesia e por meio de trajes, coreografias e adereços surpreendentes, foram feitas homenagens ao povo mineiro, ao Rei do Baião, ao trabalho do homem do campo e à cultura nordestina. Trocas de figurino no meio da apresentação, a presença de personagens como Luiz Gonzaga, o uso de peneiras, enxadas, muito confete e fita tornaram a festa ainda mais bonita.

Grupos de dança recebem premiação Foram premiados os grupos Nova Geração, da cidade de Sabará, campeão do Concurso Estadual de Quadrilhas do Arraial de Belô 2010 e Amendoim Torrado, de Vespasiano, que conquistou o segundo lugar. As quadrilhas classificadas até o quarto lugar dos grupos A, B e C do Concurso Municipal

Edição 2010 bate recorde de público no barreiro

de Quadrilhas receberam troféu e prêmio em dinheiro. Avaliados quanto à coreografia, conjunto, marcador, casal de noivos e caracterização, eles foram premiados com cheques de R$3mil a R$8mil, conforme a classificação obtida. O Troféu Pena Branca, entregue a todos os grupos, é uma homenagem ao cantor e compositor José Ramiro Sobrinho, da dupla Pena Branca e Xavantinho.

O primeiro lugar do grupo A foi conquistado pelo Núcleo Mineiro de Cultura Feijão Queimado. A campeã do Concurso Municipal de Quadrilhas recebeu nota máxima em quase todos os quesitos, somando 99,7 pontos. A União Junina Mineira também foi homenageada. Destacando a importância da entidade para a realização e sucesso do Arraial de Belô, o Diretor de Eventos da Belotur, Arthur Viana, entregou

Divulgação

O Barreiro recebeu o maior público registrado em todas as edições do Arraial de Belô ocorridas na região. Segundo dados da Polícia Militar, 25 mil pessoas prestigiaram a apresentação e premiação das 14 quadrilhas campeãs dos concursos municipal e estadual do Arraial de Belô 2010, realizados pela Prefeitura por meio da Belotur, durante todo o mês de julho.

o troféu Pena Branca ao presidente Marcelo Borges. “Este troféu é de vocês”, disse Marcelo aos grupos de quadrilheiros.

Sertanejo para comemorar O sucesso do Arraial de Belô foi comemorado com shows das duplas sertanejas Erick e Elias e Gustavo Henrique e Cristiano.

Curtas Inclusão Digital

Visite a Biblioteca O Barreiro possui duas bibliotecas públicas que, além de todo acervo bibliográfico, promovem diversas atividades gratuitas. Biblioteca Regional Bairro das Indústrias Rua Presidente Costa e Silva, 453 - Bairro das Indústrias - Tel: 3277-9176 Biblioteca Pública do Barreiro de Cima Rua Nalbertino Sales Barbosa, 11, Flávio Marques Tel: 3381-9619

Restaurante Popular do Barreiro O Restaurante Popular do Barreiro estendeu o horário de atendimento. Agora o local passa a funcionar de 11 às 14 horas.

O aumento de 30 minutos do funcionamento atende aos pedidos dos próprios usuários.

Terminal de ônibus BH Shopping Mais de 30 linhas que passam pelo BH Shopping sofrerão mudanças nos pontos de embarque e desembarque. Segundo a BHTrans, foi montado um novo terminal de ônibus interligado ao shopping.

participantes levantam necessidades de melhoria para a região

Lideranças discutem o futuro da cidade

FIT A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, realiza, de 5 a 15 de agosto, a 10ª edição do FIT-BH. O Festival traz a Belo Horizonte diversas atrações internacionais, nacionais e locais. As apresentações acontecem em toda a cidade. As nove regionais da cidade receberão espetáculos. A programação em espaços abertos (ruas, praças, parques) será totalmente gratuita. Já as apresentações em palcos e espaços alternativos terão ingressos vendidos a preços acessíveis à população. Confira a programação no site do evento: www.fitbh.com.br

Lideranças comunitárias, sociais, empresariais e culturais do Barreiro discutiram ações e desafios que a cidade enfrentará nas próximas décadas. O encontro, que ocorreu no dia 12 de junho, faz parte do programa BH Metas e Resultados, uma consulta pública para planejar ações governamentais. Na oportunidade os participantes chamaram a atenção para desafios como a descentralização das atividades de esporte e cultura, a necessidade de investir

mais em obras de pequeno porte, ampliar os cuidados com o meio ambiente, melhoria da acessibilidade nas vias públicas e da mobilidade e o respeito entre cidadãos e servidores públicos. Os comentários passaram também pelo reconhecimento das melhorias em áreas como a saúde e infra-estrutura e dos benefícios da participação popular no Orçamento Participativo. O planejamento estratégico está dispo nível para consulta e sugestões no site: www.pbh.gov.br/bhmetaseresultados.

o p nto Anuncie no jornal de maior Acerte no ponto.

alcance do Barreiro

JORNAL

(31) 3384-8340 / 8863-8340 comercial@jornaloponto.com.br

Divulgação

A parceria entre a Regional do Barreiro e o CNI (Centro de Formação Profissional) completou quatro anos e já possibilitou a inclusão digital de cerca de 400 alunos. No dia 09 de julho, ocorreu a cerimônia de formatura da 6ª turma do Projeto Geração, na qual 57 alunos receberam o certificado pela conclusão do curso de informática básica e internet.


o p nto JORNAL

ESPECIAL

4

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Belo Horizonte, agosto de 2010

Arrudas.

O Barreiro em números

ANOS

Já o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça é um dos locais mais belos do Barreiro. Muito procurado por ciclistas para fazer trilhas, é uma das mais importantes áreas verdes do Estado. No local, o visitante pode apreciar várias cachoeiras. O parque abrange também os municípios de Nova Lima, Ibirité, e Brumadinho na Região Metropolitana.

Se fosse uma cidade, o Barreiro estaria entre as oito maiores do estado. A população atual gira em torno de 265 mil habitantes distribuídos em 80 bairros e vilas. Na área comercial o bairro possui 5 mil estabelecimentos, 4500 prestadores de serviços, 380 indústrias, um shopping e outro shopping popular. Pelos números não são apenas os 155 anos que a população barreirense tem que comemorar. O Barreiro é um dos principais centros comerciais, econômicos e culturais de Belo Horizonte.

Região tem números semelhantes aos das grandes cidades do estado

Na área de educação, o Barreiro também se destaca. A região conta com quatro universidades (PUC Minas Barreiro, Novos Horizontes, Faculdade Pitágoras e Centro Universitário UNA). No ensino fundamental são 27 escolas municipais, duas unidades municipais de Educação Infantil e 25 creches conveniadas à Prefeitura de Belo Horizonte. O Barreiro ainda possui 40 escolas estaduais e os colégios particulares Cenecista Domiciano Vieira; o Colégio Santa Rita, vinculado ao Santo Agostinho; o Colégio São Paulo da Cruz; dos padres passionistas, aliado à tradicional rede do Sistema de Ensino Arquidiocesano (Colégios Santa Maria) e uma unidade da rede SESI, o Centro de Atividades do Trabalhador General Onésimo Becker de Araújo.

to Atendimento e 20 Unidades Básicas de Saúde. A população do Barreiro ainda tem acesso a um Centro de Convivência de Saúde Mental (CAC Barreiro), ao Centro de Referência em Saúde Mental (CERSAM) e ao Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CERSAT).

Projetado para ser referência nacional em atendimento nos casos de politraumatismo, o Hospital Metropolitano do Barreiro, em construção, será a maior obra da saúde na região, que conta ainda com dois hospitais públicos, uma Unidade de Pron-

Divulgação PBH

Parque Roberto Burle Marx (Parque das Águas) está instalado em uma área verde de 178.500 metros quadrados, possui uma pequena mata, com algumas espécies nativas representativas de mata ciliar como Canelas, Copaíbas e Jatobás. O Parque Municipal Vila Pinho abrange uma área de 77 mil metros quadrados. O local tem grande importância ambiental por abrigar nascentes que abastecem o córrego Vila Pinho, afluente do ribeirão

Em relação às belezas naturais, o morador do Barreiro é considerado privilegiado. Encostada na Serra do Curral, a região possui três parques Ecológicos. O

Glenio Campregher

Nathalia Turcheti

Glenio Campregher

Conheça os Centros Culturais do Barreiro

Centro Cultural Vila Santa Rita

Centro Cultural Urucuia

Centro Cultural Lindéia Regina

O Centro Cultural Vila Santa Rita é uma Zona de Especial Interesse Social (ZEIS), da região do Barreiro, sendo construído num grande conjunto habitacional surgido na década de 1990. Como vários outros centros culturais de Belo Horizonte, o Vila Santa Rita foi aprovado no Orçamento Participativo 2005/2006.

Situado próximo a um recente conjunto habitacional, o Centro Cultural Urucuia foi o segundo equipamento público do bairro, implantado pela própria vontade popular, por meio do Orçamento Participativo 2003/2004. O bairro Urucuia teve origem em terrenos das antigas fazendas da família Cardoso e Pongelupe, que originaram os bairros Cardoso, Pongelupe e Solar. Após uma reorganização, a região foi reunida com o nome de Urucuia, sendo preservadas pela população as referências territoriais anteriores.

Aprovado no Orçamento Participativo de 2003/2004, o Centro Cultural Lindéia/ Regina procura ser um espaço de discussão sobre temas relativos à memória social das comunidades locais, já que a população do Lindéia e região, oriunda do movimento operário, sempre se caracterizou por ser altamente politizada.

As áreas de memória e história do movimento social organizado em prol da habitação popular são temas sempre presentes no Centro Cultural. O local também tende a ser a influência da cultura negra, devido à população majoritariamente afro-descendente na região. Essa característica ficou evidente nos encontros de mobilização para a implantação do Centro Cultural, com a presença de grupos musicais ligados às matrizes africanas, como o Hip Hop e a capoeira.

O bairro se localiza no sopé da Serra do Curral, o que lhe confere uma notável ambientação paisagística.

Uma pesquisa recente da PUC-MG comprovou, ainda, a enorme musicalidade dos bairros situados na área de influência do Centro Cultural. A região, povoada originalmente por pessoas vindas do interior de Minas, guarda as tradições da viola caipira e da canção sertaneja legítima, raízes da música popular mineira. Na década de 1970, já eram desenvolvidas grandes atividades culturais, tais como o Festival de Música do Lindéia, Feiras de Cultura Populares, registros de saberes da tradicional medicina popular, além da presença de grupos de quadrilhas, capoeira e congado.

R. Ana Rafael dos Santos, 149, Vila Sta. Rita

R. W3, 500, bairro Urucuia

R. Aristolino Basílio de Oliveira, 445, Regina

Tel.: (31) 3277-1519

Tel.: (31) 3277-1531

Tel.: (31) 3277-1515

No transporte, o Barreiro é referencia em Belo Horizonte. No bairro estão instaladas duas Estações BHBUS, a do Barreiro e do Diamante. Só na Estação Barreiro passam mais de cem mil pessoas por dia.

Conto

Projeto do novo hospital metropolitano do Barreiro

Divulgação PBH

Área verde abundante presente por toda a região

http://www.panoramio.com/photo/12723536

Região possui porte de uma cidade desenvolvida do interior

Há 155 anos construindo histórias

Érica Fernandes

A região dos muitos montes, dos parques onde a moça rola completa neste mês 155 anos. E é sempre muito bom falar sobre a maior região de Belo Horizonte, porque é no Barreiro em que os campos se entrelaçam à paisagem urbana, e também é aqui que a tecnologia e o empreendedorismo têm sido bem quistos. Os mais experientes contam que o Barreiro é um dos poucos lugares onde se ouve o som dos seresteiros e as crianças ainda podem brincar nas ruas. Já, os jovens dizem que é a região do futuro. Talvez pensem assim porque receberemos o hospital metropolitano, referência nacional em poli-traumatismo, somos donos do maior restaurante popular da América Latina e temos um dos mais importantes polos comerciais da capital mineira. Os que moram em outros lugares comparam-no as cidades interioranas, mas a verdade é que somos o lugar dos muitos olhares. E se o Barreiro se assemelha aos campos ou aos grandes centros urbanos, isso não é o mais relevante, porque é aqui que a vida tem sido prazerosa. É o lugar do Cristo Redentor, das pracinhas com rodas de violão, das andorinhas nos parques, das fabricas do parque industrial e gostamos um pouco de cada coisa. Embora tenhamos passado por mais primaveras que a própria BH, ainda somos uma menina construindo sua história. Queremos ser lembrados por essa mistura, pois é isso que nos faz uma região forte e promissora. A história do Barreiro não é contada apenas pelos noticiários e livros, mas pelos barreirenses que têm visto durante esses anos, o sonho de um lugar melhor se tornar realidade.


5

o p nto

155 anos de História Barreiro: prazer

JORNAL

em conhecer

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Belo Horizonte, agosto de 2010

Cinema na Praça Filme: Saneamento Básico Dia: 7 de agosto – sábado - 19h Local: Praça José Verano da Silva (Av Olinto Meireles, Miramar)

Linha do Tempo

Festival Internacional de Teatro Espetáculo: Til – A saga de um herói torto Grupo Galpão Dia: 8 de agosto – domingo -19h Local: Av Afonso Vaz de Melo, 1200 (em frente à PUC Barreiro) Exposição fotográfica “Barreiro: prazer em conhecer” Abertura: 10 de agosto – terça-feira - 19h Visitação: 11 a 17 de agosto Local: Rua Flávio Marques Lisboa, 111, Barreiro

ANOS

Sarau Literário e Musical A livre expressão da poesia, da música e do teatro. Dia: 11 de agosto - quarta-feira Horário: 19h Local: Centro Cultural Urucuia

1855 - O Coronel Damazo da Costa Pacheco toma

posse da Fazenda Barreiro. O documento de posse foi assinado pelo Vigário Bernardino José de Aquino em 03 de Agosto. Naquela época as demarcações de propriedades eram feitas por intermédio da Igreja. 1895 - Criação da Colônia Agrícola do Barreiro, onde era a Fazenda do Barreiro. 1907 - Criação da Colônia Agrícola Vargem Grande, onde havia existido o Núcleo Colonial do Barreiro. 1917 - Construção da Estação Férrea do Jatobá, na região da fazenda de mesmo nome. 1919 - Instalação da Estação Ferroviária nas terras da Fazenda do Pião, atual Barreiro de Baixo. Construção da residência de descanso dos Presidentes da

Província, mais tarde denominada “Palácio dos Governadores”, no, hoje, bairro Flávio Marques Lisboa. 1928 - Loteamento e compra de terras de parte da Fazenda do Pião por Domingos Gatti. 1948 - Criação da Cidade Satélite do Barreiro, ligada ao município de Belo Horizonte. 1949 - Início da construção de 50 casas populares na Cidade Satélite do Barreiro, atual Barreiro de Baixo. 1949 - Inauguração do Prédio da Residência, órgão de administração da Prefeitura, no, hoje, Barreiro de Baixo. 1950 - Aprovação de loteamentos da Cidade Satélite do Barreiro, nos atuais bairros Barreiro de Baixo e Vila Santa Margarida.

Estação Ferroviária na Fazendo do Pião

1973 - Aprovação da planta de loteamento

Festival Internacional de Teatro Espetáculo: “PALCO ABERTO – CIRCO” (Coordenação: Diego Gamarra - Argentina/Brasil) Dia: 11 de agosto – quarta-feira - 20h Show com César Maurício - 21h Local: Centro Cultural Lindéia Regina Palestra e Debate Centro Municipal do Idoso – Uma Estratégia para a promoção da pessoa idosa Dia: 12 de agosto – quinta-feira - 9h Local: Centro de Apoio Comunitário Barreiro Workshop de Capoeira Angola Circuito FIT Com o Contramestre Rogério Teber (FICA-Rio de Janeiro) Dia: 12 de agosto – quinta-feira - 19h às 21h Local: Centro Cultural Vila Santa Rita Resgate da cidadania Atendimento social, rua de lazer e atividades culturais Dia: 14 de agosto – sábado - 9 às 14h Local: Praça José Verano da Silva

1919 - Palácio dos Governadores

1953 - Realização de serviços de terraplenagem e pavimentação na Vila Brasil Industrial. Foi o início da ocupação do, hoje, bairro Brasil Industrial. 1954 - Inauguração da usina da Companhia Siderúrgica Mannesmann no atual Barreiro de Baixo. 1957 - Aprovação dos primeiros loteamentos no atual bairro Tirol. 1958 - Realização de primeiras aprovações na área do, hoje em dia, Bairro das Indústrias. 1960 - Inauguração do Hospital Júlia Kubitschek, o mais antigo do Barreiro, no atual bairro Flávio Marques Lisboa. 1967 - Conclusão do Conjunto Vale do Jatobá.

do Conjunto Habitacional Átila de Paiva. - Regularização de loteamentos dos bairros Diamante, Santa Helena e Miramar, atual Barreiro de Cima. - Desapropriação de terrenos para a implantação do Distrito Industrial do Jatobá. 1974 - Aprovação da planta de loteamento do Conjunto Habitacional Getúlio Vargas, no atual bairro Urucuia. 1975 - Aprovação de loteamentos nos bairros Flávio Marques Lisboa, Novo das Indústrias e no atual bairro Maldonado. Capelinha em dia de Festa 1977 - Aprovação de loteamentos na área dos atuais bairros Cardoso, Durval de Barros, Lindéia e Regina. Construção do Conjunto Habitacional Túnel de Ibirité. 1978 - Aprovação de loteamentos na região dos atuais bairros Itaipu e Pilar. 1980 - Aprovação do loteamento do bairro Marilândia, a pedido de seus moradores. 1984 - Delimitação da Vila Cemig, declarada área de urbanização específica de interesse social. 1985 - Aprovação da construção do Conjunto Habitacional Bonsucesso. Implantação do Jatobá Distrito Industria Aprovação dos conjuntos habitacionais Jatobá I, II e Foto aérea da Mannesmann S.A. IV, atuais bairros Vila Santa Rita, Vila Pinho e Jatobá IV. 1990 - Aprovação de loteamentos na área 1986 - Aprovação do Conjunto Habitacional Jatobá do atual bairro Solar. III, atual bairro Vila Castanheira. 1991 - Aprovação de loteamentos na região do bairro Mineirão. 1996 - Aprovação de loteamentos no bairro Washington Pires. 1997 - Inauguração da Estação BHBUS Diamante, localizada no bairro Vila Pinho. 2002 - Criação da Estação BHBUS Barreiro, no Barreiro de Baixo. 2004 - Inauguração da PUC Minas – Barreiro. 2010 - Inauguração do Restaurante Popular do Barreiro. 2010 - Início das obras do Hospital Metropolitano Viaduto do Barreiro - Fator determinate do Barreiro para o desenvolvimento da região

Exposição Kleber Com seu traçado forte, Kleber Vinícius nos traz uma presença muitas vezes desconcertante. Nas figuras humanas, nas paisagens, mesmo nos objetos há algo que tem vida, muita vida. De 14 de agosto a 12 de setembro (terça a domingo) - 9 às 17h Local: Centro Cultural Urucuia Oficina de Jogos de Teatro do Oprimido Circuito FIT. Com o Grupo Levante de Teatro do Oprimido. Uma reflexão física sobre si mesmo/a, um monólogo, um diálogo. São exercícios e jogos que trabalham o ser humano como uma unidade, um todo indivisível: idéias, emoções e sensações. Dia: 14 de agosto – sábado - 9h Inscrição: 3277-1519 Local: Centro Cultural Vila Santa Rita Festival Internacional de Teatro Dia: 14 de agosto – sábado 16h - “PALCO ABERTO – CIRCO” (Coordenação: Diego Gamarra - Argentina/Brasil) 17h – Show musical com Quarteto Guandú Local: Centro Cultural Urucuia Viação Cipó Exibição de programa temático sobre o Barreiro Dia: 15 de agosto – sábado 10h – TV Alterosa Festival Internacional de Teatro Dia: 15 de agosto – domingo 10h - Espetáculo: “NA RODA” (Grupo Maria Cutia - Belo Horizonte) Informações e Pesquisa: PBH / Livro: Barreiro: 130 Anos de História. Autor: Antônio Augusto de Souza

Fazenda Barreiro

Programação Cultural

11h – Show musical com o grupo Diapasão Local: Centro Cultural Vila Santa Rita Educação Ambiental Arte de Cuidar: plantando sonhos no Centro Cultural Vamos limpar e arrumar nosso quintal, plantando sonhos em formas de árvores, arbusto e flores. Dias: 18 de agosto – quarta-feira e 19 de agosto quinta-feira - 9h Local: Centro Cultural Vila Santa Rita) SEBRAE em Ação no Barreiro Dia: 19 de agosto – quinta-feira - 19 às 21h Local: Regional Barreiro (Rua Flávio Marques Lisboa, 345, Barreiro) Comemoração de 1 ano do CRAS Vila Cemig Espetáculo infantil, exposição de fotos, depoimentos dos beneficiários e apresentação musical Dia: 20 de agosto - sexta-feira - 13h Local: Sede do Centro de Referência da Assistência Social - Rua Faisão, 1071, Vila Cemig

Teatro de bonecos com a Família Silva Dia: 21 de agosto – sábado - 18h Local: Praça Cristo Redentor (Rua Lalá Fernandes, s/nº, Milionários) Encontro de RAP Pré-lançamento do CD Grupo Reação da Favela O grupo de Rap da região do Barreiro lança seu primeiro cd e convida ao palco os grupos CDR Trincaments, família 31, Rap Homicidas, Nego Lê, Dim Bum MC, Romanos Mcs e TU Beats. Dia 21 de agosto - sábado - 17h Local: Centro Cultural Lindéia Regina Encerramento do Festibar e Feira cultural Dia: 21 e 22 de agosto – sábado e domingo 9h às 22h Local: Estacionamento coberto Via Brasil (Av Afonso Vaz de Melo, 465, Barreiro) Feira de Cultura e Lazer Dança, música, performances Dia: 22 de agosto – domingo - 9h às 14h Local: Complexo Esportivo Vale do Jatobá e Região (Av Senador Levindo Coelho, 2260, Vale do Jatobá) IV Mostra de Literatura Afro Brasileira Dias 24, 25 e 26 de agosto – terça, quarta e quinta feira 9h e 14h - Performances de Dança Afro , Contação de Histórias , Brinquedos e Brincadeiras e Oficinas de Grafite, Musicalização e Rap. 19h - Samba de Gafieira e Dança Afro. Penteados Afro no hall, durante todas as atividades. Local: Centro Cultural Urucuia Cinema Comentado Filme: Besouro (dentro IV Mostra de Literatura Afro Brasileira) Besouro (Ailton Carmo) foi o maior capoeirista de todos os tempos. Passado no Recôncavo dos anos 20, Besouro é um filme de aventura, paixão, misticismo e coragem. Dia 24 de agosto - terça feira - 19h Local: Centro Cultural Urucuia Encontro Marcado com a Capoeira Bate-papo dentro da IV Mostra de Literatura Afro Brasileira Dia 25 de agosto – quarta-feira - 19 h Local: Centro Cultural Urucuia Encontro Marcado com a Dança Afro Performances e bate papo dentro da IV Mostra de Literatura Afro Brasileira Dia 26 de agosto - quinta feira - 19h Local: Centro Cultural Urucuia Encontro Poético Presente de Feliz Idade, Barreiro: trouxemos para você a serigrafia de Carla Germano, poemas regionais e os cordéis embalados pela música e filmes poéticos de Alex Lindolfo. E tudo registrado poeticamente por Pablo e Cristiano. Dia: 27 de agosto – sexta-feira - 18h Local: Centro Cultural Vila Santa Rita Caminhada ecológica até o Parque Estadual Serra do Rola Moça Trajeto de 2km. Lazer e recreação no parque. Dia: 28 de agosto – sábado - 9 às 14 horas Local: Concentração no Centro Cultural Urucuia e Praça José Verano da Silva (Av Olinto Meireles, Miramar) Sarau Literário e Musical 155 anos do Barreiro Intervenções teatrais, literárias e musicais. Dia 28 de agosto - sábado - 17h30 Local: Centro Cultural Lindéia Regina Tarde de música e dança Dia: 28 de agosto - sábado - Inicio: 15h às 19h com apresentação do grupo de dança folclórica Sarandeiros Local: Praça José Verano (Av Olinto Meireles, Miramar) Oficina de teatro: História do Barreiro Jogos teatrais e exercícios de criação para resgatar a História do Barreiro entre personagens e casos que valorizem o patrimônio cultural da Regional. De maneira divertida, a criatividade de cada participante será explorada e junto a ela um novo olhar sobre o Barreiro será construído. Público alvo: Crianças até 12 anos. 25 a 27 de agosto - Centro Cultural Lindéia Regina de 15h às 17h 28 de agosto - Centro Cultural Vila Santa Rita 9h30 às 13h30 31 de agosto a 02 de setembro - Centro Cultural Urucuia 14h às 16h


o p nto JORNAL

Empregos

6

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Belo Horizonte, agosto de 2010

SINE/PBH: oportunidades de emprego e qualificação profissional O Ministério do Trabalho e Emprego e a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, através da Secretaria Municipal de Políticas Sociais, mantém desde 2005 um convênio para execução e manutenção de ações de qualificação, geração de emprego e renda e habilitação ao Seguro-desemprego nos Postos de Sistema Nacional de Emprego (SINE - PBH).

SINE oferece várias oportunidades para moradores da região do Barreiro

Divulgação

Neste interesse, são desenvolvidas diversas ações visando, prioritariamente, a inserção do trabalhador no mercado de trabalho. Os Postos municipais possuem um banco de dados próprio, bem como parceria com mais de 1600 empresas que divulgam suas vagas e oportunidades de trabalho. Somente no primeiro semestre de 2010, foram oferecidas mais de 6.550 vagas de emprego. Além das vagas de emprego, os SINEs municipais encaminham o trabalhador para vagas de qualificação social profissional. Todas as ações de qualificação são definidas a partir da avaliação da demanda do Mercado, perfil dos trabalhadores cadastrados no SINE e vocação do Município. Os trabalhadores encaminhados para

Faxineiro Salário: R$510,00 – 2 vagas Ens. Fundamental incompleto – Exp. 6 meses

Ajudante de cozinha Salário: R$510,00 – 4 vagas Ens. Fundamental completo

Garcom Salário: R$120,00 – 6 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 3 meses

Ajudante de obras Salário: R$510,00 – 5 vagas Ens. Fundamental completo

Gerente de loja e supermercado Salário: R$1.017,80 – 2 vagas Ens. Médio completo – Exp. 6 meses

Ajudante de padeiro Salário: R$560,00 – 3 vagas Ens. Fundamental incompleto

Ajudante de obras Salário: R$539,00 - 33 vagas Escolaridade não exigida - Exp. 6 meses

Mecanico de manutencao de maquinas industriais Salário: R$1.490,63 – 1 vagas Ens. Médio completo – Exp. 6 meses

Atendente de balcão Salário: R$510,00 – 6 vagas Ens. Médio completo

Ajudante de padeiro Salário: R$700,00 – 4 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Mecanico montador Salário: R$700,00 – 10 vagas Ens. Fundamental incompleto – Exp. 6 meses

Ajudante de serralheiro Salário: R$600,00 – 6 vagas Escolaridade não exigida – Exp. 6 meses

Motorista carreteiro Salário: R$1.075,00 – 1 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Auxiliar de cozinha Salário: R$620,00 – 4 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Operador de caixa Salário: R$552,00 – 9 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Auxiliar de credito Salário: R$579,60 – 7 vagas Ens. Médio completo – Exp. 6 meses

Operador de telemarketing ativo Salário: R$425,00 – 31 vagas Ens. Médio completo – Exp. 6 meses

Auxiliar de linha de produção Salário: R$510,00 – 43 vagas Escolaridade não exigida – Exp. 3 meses

Pedreiro Salário: R$530,52 – 42 vagas Escolaridade não exigida – Exp. 3 meses

Auxiliar de servicos gerais Salário: R$430,00 – 6 vagas Escolaridade não exigida – Exp. 6 meses

Salgadeira Salário: R$580,00 – 2 vagas Ens. Fundamental incompleto – Exp. 6 meses

Balconista de lanchonete Salário: R$525,00 – 3 vagas Escolaridade não exigida – Exp. 5 meses

Serralheiro Salário: R$700,00 – 17 vagas Ens. Fundamental incompleto – Exp. 6 meses

Balconista de padaria Salário: R$550,00 – 6 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Servente de pedreiro Salário: R$539,00 – 9 vagas Ens. Fundamental incompleto – Exp. 3 meses

Oper. de telemarketing ativo e receptivo Salário: R$510,00 – 80 vagas Ens. Médio incompleto

Bombeiro hidráulico Salário: R$836,00 – 20 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Soldador Salário: R$700,00 – 12 vagas Ens. Fundamental incompleto – Exp. 6 meses

Promotor de vendas Salário: R$510,00 – 19 vagas Ens. Fundamental completo

Cadista (desenhista tecnico de arquitetura) Salário: R$1.200,00 – 1 vagas Ens. Médio completo – Exp. 6 meses

Torneiro CNC Salário: R$900,00 – 2 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Repositor de mercadorias Salário: R$510,00 – 4 vagas Ens. Médio completo

Carpinteiro Salário: R$836,00 – 12 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 6 meses

Vendedor de comercio varejista Salário: R$510,00 – 7 vagas Ens. Médio completo – Exp. 6 meses

Servente de obras Salário: R$547,80 – 16 vagas Escolaridade não exigida

Conferente de mercadoria Salário: R$599,20 – 2 vagas Ens. Médio completo – Exp. 3 meses

Vendedor interno Salário: R$1.000,00 – 1 vagas Ens. Fundamental completo – Exp. 4 meses

Cozinheiro de restaurante Salário: R$600,00 – 12 vagas Ens. Fundamental incompleto – Exp. 6 meses

VAGAS SEM EXPERIÊNCIA

Ofertas de trabalho VAGAS DISPONÍVEIS NO SINE BARREIRO VAGAS COM EXPERIÊNCIA Ajudante de carga e desc. de mercadoria Salário: R$510,00 - 6 vagas Ens. Fundamental completo - Exp. 4 meses

Eletricista Salário: R$821,10 – 3 vagas Ens. Médio incompleto – Exp. 3 meses

Ajudante de carga e descarga de mercadoria Salário: R$534,00 – 16 vagas Ens. Fundamental incompleto

Auxiliar de limpeza Salário: R$525,00 – 3 vagas Ens. Fundamental incompleto

vagas de emprego ou de qualificação social e profissional participam de treinamentos e processos de pré-seleções que o auxiliam tanto na escolha de sua formação, quanto na conduta adequada para pleitear uma oportunidade de inserção no mercado. Todos os serviços prestados nos SINEs são gratuitos. Para se cadastrar, os trabalhadores devem ter acima de 16 anos, apresentar documentação pessoal (carteira de identidade, CPF e carteira de trabalho) e comprovante de endereço. Os empregadores que se interessarem em divulgar suas vagas nos SINEs deverão entrar em contato através dos telefones: 3277-1402 / 3277-4234 ou através do e-mail: centraldevagas@pbh.gov.br

SINE BARREIRO R. Barão de Coromandel, 982 – Barreiro

SINE CENTRO / NIAT R. Espírito Santo, 505/ 1º andar – Centro

SINE VENDA NOVA Av. Pe. Pedro Pinto, 1055 – Venda Nova

Cursos Gratuítos Cursos gratuitos de qualificação profissional no SINE Barreiro para Setembro: •

Montagem e computadores

manutenção

Informática Básica

Manicura / Pedicura

de

Padeiro Industrial Básico

Auxiliar de linha de producão Salário: R$520,00 – 23 vagas Ens. Fundamental incompleto

Promotor de Vendas

Auxiliar de Departamento Pessoal

Auxiliar de servicos gerais Salário: R$545,60 – 12 vagas Ens. Fundamental incompleto

Cabeleireiro Básico – Química

Cobrador de transportes coletivos Salário: R$630,00 – 7 vagas Ens. Fundamental incompleto

Faça sua matrícula durante o mês de agosto no SINE Barreiro: Rua Barão de Coromandel, nº 982 – Barreiro.

Garcom Salário: R$620,00 – 10 vagas Ens. Médio completo Motoboy Salário: R$510,00 – 7 vagas Ens. Fundamental incompleto Operador de caixa Salário: R$540,00 – 74 vagas Ens. Fundamental completo

Interessados comparecer no SINE Barreiro: Rua Barão de Coromandel, nº 982 – Barreiro, portando carteira de trabalho, identidade, CPF. Cadastro a partir de 16 anos

de idade.

Apresente sua empresa para o Barreiro. Anuncie no Jornal O Ponto (31) 3384-8340 / 8863-8340 comercial@jornaloponto.com.br

o p nto JORNAL


7

o p nto JORNAL

SAÚDE

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Belo Horizonte, agosto de 2010

Hospital terá 13 andares, 10 elevadores e heliporto

Hospital do Barreiro será referência nacional em politraumatismo O Hospital Metropolitano do Barreiro será referência nacional em casos de politraumatismo. No local serão atendidos casos de urgência e emergência, além de internações em clínica médica e cirúrgica. O centro hospitalar está sendo construído em uma região estratégica, no Bairro Milinários, próximo à Via do Minério. A localizaçao visa garantir agilidade no atendimento aos acidentados na Fernão Dias e no Anel Rodoviário.

“Hoje, as pessoas que sofrem acidentes com politraumatismo na saída para o Rio de Janeiro, no Anel Rodoviário, e na Fernão Dias, na saída para São Paulo, têm que atravessar a cidade para serem atendidos no Odilon Behrens ou no João XXIII. Este hospital, na Via do Minério, a um quilômetro do Anel Rodoviário, será a porta de entrada dos atendimentos de urgência, diminuindo o tempo de deslocamento”, explicou o secretário de Saúde da Capital, Marcelo Teixeira.

Hospital terá capacidade para 400 a 500 pacientes por dia do Ministério da Saúde e do Governo do Estado. O hospital terá um conjunto de 10 elevadores e heliporto. O projeto leva em conta a redução do impacto ecológico, com reaproveitamento de água, energia e ventilação, bem como a possibilidade de ampliações futuras. Divulgação

Cerca de R$ 130 milhões devem ser investidos na construção do Hospital, que contará com 320 leitos, dos quais 40 são da Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) e 40 de observação no Pronto Socorro. A capacidade de atendimento será de 400 a 500 pacientes por dia e de 1.050 internações mensais. Além dos recursos da prefeitura, a obra também conta com o apoio

EDUCAÇÃO

Crianças do bairro Cardoso se divertem na escola durante as férias

Materiais inusitados são utilizados para ensinar crianças no UMEI Sol Nascente

Divulgação

Brincar nas férias já faz parte da rotina de toda criança. Agora, voltar à escola, nas férias, para se divertir com os colegas é ainda melhor. Foi dessa forma que alunos da Escola Municipal Antônio Mourão Guimarães passaram o último período de férias.

Educadores ensinam crianças através de jardinagem, música e culinária Retalhos, ovos, leite, regador e sementes, são com materiais, aparentemente inusitados, que a Unidades Municipal de Ensino Infantil Sol Nascente tem promovido educação de qualidade para quase 300 crianças. A inspiração para tanta criatividade surgiu dos cursos de formação para professores de escola infantil promovidos desde 2008 pela Prefeitura. O trabalho nomeado como Educação Infantil na Contemporaneidade nasceu com a intenção de aperfeiçoar a educação de escolas da rede municipal de ensino. “O curso que estamos fazendo nos trouxe muito crescimento profissional. A visão agora é muito mais focada na criança”, diz a coordenadora do turno da tarde, Silvânia Martins. Com o tema “África do Sul”, a UMEI criou sete oficinas para trazer diversidade cultural às crianças de 0 a 5 anos. Há três meses, as atividades são realizadas uma vez por semana. Envoltos por faixas, alunos da oficina Jogos e Brincadeiras, corriam pelo pátio da UMEI imitando múmias. Além das

representações, histórias e projeções de pirâmides foram feitas para elucidar ainda mais características do país tema. Próximo ao pátio, silenciosamente, as crianças faziam Milk tort (torta de leite). A receita africana foi retirada da internet. Os mestres cucas infantis fazem parte da Oficina Digital. Com papelão e tinta no rosto, estudantes da oficina Ateliê encarregaram de construir uma casa tipicamente africana. Já na oficina Horta e Jardinagem, as crianças aprendem a preservar o meio ambiente e descobrem o valor da natureza através do plantio de mudas de flores e hortaliças. “Plantei alface, tomate e margarida. Adoro regar porque acho que um dia a “plantinha” será uma grande árvore!”, diz entusiasmado o aluno Jonas França, 4 anos. A vice-diretora, Celeste Costa conta que ganharam mais de 300 mudas de plantas, como pitangas, ipê tabaco e roxo. Celeste informa que as mudas serão compartilhadas com a comunidade durante as atividades realizadas pela UMEI.

Nos dias 19 e 23 de julho, a escola recebeu as crianças com muitas brincadeiras e uma alimentação especial. No projeto, as crianças chegam às 9 horas e a brincadeira só acaba às 16 horas. Durante o dia são servidos dois lanches e o almoço. O cardápio é balanceado. “As crianças são acostumadas a comer de tudo. Ontem fizemos 15 quilos de beterraba e não sobrou nada”, conta uma das cantineiras. Além de saudável, o cardápio também inclui pratos muito saborosos como feijoada e strogonof. E não foram só os alunos da escola que participaram das brincadeiras. Mais de 300 crianças do bairro Cardoso, região do

Barreiro, também puderam brincar com colegas de bairros mais distantes, levadas por ônibus escolares da Prefeitura, e até mesmo com quem mora em outra cidade e veio passar as férias na casa de parentes.

Brincadeiras, games e algodão doce Enquanto as trancinhas das meninas voam nas camas elásticas e no balão pula-pula, os meninos se divertem jogando tênis com a bola invisível de um vídeo game. Esculturas de balão são feitas na hora ao “gosto do freguês”. Flores, cachorrinhos, macacos e atiradores de raio lazer são alguns dos formatos preferidos. O sucesso é garantido. A equipe dedicada a encher os balões contabilizou mais de 200 esculturas somente durante uma manhã. Outra atração que chama atenção é a o algodão, servido a vontade. Muitas oficinas de brinquedos artesanais, dança e teatro também foram oferecidas durante toda a semana.

Escrever corretamente não é mais problema No início do ano de 2009, fomos surpreendidos com uma nova “sopa de letrinhas”. Acentos e assistentes gráficos foram demitidos, palavras companheiras se casaram e outras por anos juntinhas e fiéis se divorciaram. Revolução na escrita em um país onde muitos ainda soletram o próprio nome, a escrita muitas vezes garatuja e se diverte com a veiculação sarcástica de tantas “pérolas negras” resultado do Exame Nacional do Ensino Médio. Atentos a divulgação das mudanças, cartilhas, manuais, dicionários e livros se anteciparam e lançaram a campanha do escreva corretamente, em contrapartida,

Patrícia Sabina - PEDAGOGA

crianças e jovens sem acesso a educação, são vítimas da pobreza e da indiferença social de um país que não se incomoda com texto muito menos com o contexto. As novas normas da ortografia de tantos ajustes foi contestada pelo seu pátrio país. Portugal incerta de seu português interpelou e protelou a assinatura do acordo, assim nesse desacordo estamos há mais de um ano sem a certeza de redigir corretamente e no direito de errar, de forma prática decretou-se o falecimento temporário da Língua Portuguesa.


o p nto JORNAL

SOLIDARIEDADE

8

1ª EDIÇÃO - Ano 1 - Belo Horizonte, agosto de 2010

Razões para doar sangue urgência, de transplantes etc.

Sangue é um “remédio” diferente dos outros: não se fabrica em laboratórios, não se compra em farmácia - somente pode ser obtido por meio de doação de um ser humano a outro. E para ter sangue em estoque é preciso tocar a sensibilidade e a solidariedade humana.

Além disso, alguns pacientes como os portadores de anemias falciformes, hemofilia e outras doenças crônicas precisam, constantemente, receber transfusão de sangue e hemocomponentes.

A todo instante, pessoas sofrem acidentes, necessitam de cirurgias de

Onde Doar e, 2505

e Telefones para contato o açã do de to agendamen

nto

Contatos

Hospital Júlia Kubitschek R. Doutor Cristiano Rezend Bairro Araguaia

Horário de funcioname

07h30 Segunda a sexta-feira, das às 18 h h Sábado, das 07h30 às 12

014

(31) 3390-8013 / 3390-8

Telefone: (31) 3390-8000 Fax: (31) 3390-8000

Agendamento

às 12 h Seg. a Sexta, das 07h30 12 h às h Sábado, das 07h30

Ônibus: 3054 8 / 341 Est. Barreiro: 332 / 31 317 / 6 31 : nte Est. Diama http://www.anvisa.gov.br/imagens/sangue_infografia_pq.gif

Como chegar

Fonte: HEMOMINAS

eM 1 ano, 804 pessoas desaparecidas foraM localizadas: 487 adultos e idosos, 317 crianças e adolescentes.* o número é grande, mas quando se trata de vidas, cada volta é única. Ela u. volto

Ana Carolina G. Madeira, 11 anos. 45 dias desaparecida.

Ele u. volto

Jeverton Souza Alves, 11 anos. Uma semana desaparecido.

Anuncie no melhor jornal da região Barreiro!

Ele u. volto

Izael Viana Costa, 8 anos. 25 dias desaparecido.

Ele u. volto

(31) 3384-8340 / 8863-8340 comercial@jornaloponto.com.br

Welliton dos Santos, 30 anos. 30 anos desaparecido.

Minas continua unida e solidária nesta campanha para ajudar a encontrar pessoas desaparecidas. Se você tem informações sobre pessoas desaparecidas, ligue para a Polícia Civil APOIO:

0800-2828-197 A ligação é gratuita e você não precisa se identificar.

(*) dados: JUNHo/2007

www.desaparecidos.mg.gov.br

o p nto JORNAL


Jornal O Ponto 1