Page 1


CHAPECOENSE x Figueirense

REALIZAÇÃO Associação Chapecoense de Futebol Rua Clevelândia, 656E - Centro Chapecó, SC - CEP 89.801-561 JORNALISTAS RESPONSÁVEIS Alessandra Seidel Daniel Fasolin Rafael Bressan CRIAÇÃO Josué Zonta DIAGRAMAÇÃO Alessandra Seidel Eduardo Guimarães Rafael Bressan Tiragem: 500 exemplares CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO PRESIDENTE: Plinio David De Nes Filho V.P. FINANCEIRO/ADMINISTRATIVO: Paulo Ricardo Magro V.P. PATRIMÔNIO/MARKETING: Luiz Antônio Danielli V.P. JURÍDICO: Cesair Bartolamei V.P. DE FUTEBOL: Cleimar João Spessatto PRESIDENTE DE HONRA: Ivan Tozzo EMBAIXADOR: Jakson Follmann CONSELHO DELIBERATIVO PRESIDENTE: Rudimar Roberto Bortolotto 1º VICE PRESIDENTE: Mauro Cesar Finco 2º VICE PRESIDENTE: Anderson Floss da Silva 3º VICE PRESIDENTE: Altair Guinzelli SECRETÁRIO: Arthur Badalotti Smaniotto CONSELHO CONSULTIVO MEMBROS Airton Benjamin Parisotto Edney Moraes de Carvalho CONSELHO FISCAL MEMBROS Claudio Jorge Kracker Marcelo Covatti Dério Lazzaretti SUPLENTES Pablo Dávi Ivanor Araldi Eloi Bergamaschi DEPARTAMENTO DE FUTEBOL VICE-PRESIDENTE: Cleimar Spessatto DIRETOR EXECUTIVO: Newton Drummond SUPERVISOR: Michel Gazola

chapecoense.com

ÍNDICE 04 05 08 09 12 16 18 19 20 21 22 24 25 26 27 28 30

Nossa História Palavra da diretoria Técnicos e presidentes participaram de coletiva Entre as quatro melhores em Mundial Escolar Elenco da Chape “Gigante pela própria natureza” Figueirense Futebol Clube Elenco do Figueirense Último encontro Histórico de confrontos Último jogo em fotos Arena Condá Classificação / Artilharia Lista de Jogadores / Cartões Tabela de jogos Chape vai em busca de mais uma decisão Chape vence o Inter pelo Sul-Brasileiro sub13

É DIA DE JOGO

03


CHAPECOENSE x Figueirense

NOSSA HISTÓRIA

NOSSA HISTÓRIA Clube tendo uma campanha brilhante e conquistando o acesso à Série A. Com a permanência na Série A em 2014, o Verdão também conquistou vaga para a Sul-Americana de 2015, primeira competição internacional da história da Chape. Em 2016, quando a delegação viajava para Medellín-COL para disputar a final da Copa Sul-Americana, ocorreu um acidente aéreo. Apenas três atletas sobreviveram: Alan Ruschel, Jakson Follmann e Neto. Em sinal de luto e respeito, o Atlético Nacional abriu mão do título, fazendo com que a Chapecoense conquistasse seu primeiro triunfo internacional. A Associação Chapecoense de Futebol, fundada em 10 de maio de 1973, na cidade de Chapecó, é o maior e mais vitorioso time de futebol profissional da região oeste de Santa Catarina. Nasceu do desejo de empresários e desportistas locais em ter uma equipe de futebol profissional que representasse a região que, no início da década de 70, possuía apenas times amadores. Aliás, foi da união dos clubes Atlético Chapecó e Independente que surgiu a Chape. A ideia contou com o apoio imediato da comunidade, principalmente dos empresários, que viram na instituição a possibilidade de divulgar suas marcas. Com apenas quatro anos de existência, em 1977, a Chapecoense conquistou seu primeiro título Estadual. O feito foi repetido depois em 1996, 2007, 2011, 2016 e 2017. Em 2012, a Chape, comandada por Gilmar Dal Pozzo, chegou na semifinal da Série C e conquistou vaga para a Série B do ano seguinte. O ano de 2013 foi mágico, com o

chapecoense.com

Em 2017, além do título catarinense, a equipe foi Vice-Campeã da Recopa e da Copa Suruga. O clube também disputou, pela primeira vez na história, a Libertadores da América. Após garantir a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro por mais um ano, a Chapecoense confirmou vaga na Libertadores de 2018 e, ainda, foi a campeã do segundo turno do Brasileirão 2017. Na última temporada, a Chape foi vice-campeã Catarinense, onde fez a sua melhor campanha da história, mas perdeu a decisão para o Figueirense. Na Libertadores, perdeu o confronto eliminatório para o Nacional-URU na primeira fase. Já nas competições nacionais, chegou às quartas de final da Copa do Brasil, melhor posição do clube na história da competição, e terminou o Brasileirão no 14º lugar. A colocação na Série A colocou a Chape na Sul-Americana deste ano e também garantiu a sexta participação consecutiva na elite do futebol brasileiro.

É DIA DE JOGO

04


PALAVRA DA DIRETORIA

CHAPECOENSE x Figueirense

FALA DIRETORIA NEWTON DRUMMOND DIRETOR EXECUTIVO DE FUTEBOL

Chegamos a mais uma semifinal do Campeonato Catarinense. Estamos a um passo de mais uma decisão e com possibilidades reais de conquistar o título estadual. Não esperamos vida fácil, já que todos os nossos adversários têm muito potencial, mas a Chapecoense tem por característica histórica ser um time aguerrido; Ter uma equipe muito determinada em campo e que não se entrega, independente das condições do jogo. É isso que nós estamos montando. É dessa forma que queremos enfrentar as decisões que temos pela frente, porque entendemos que uma equipe com essas características e com qualidade, evidentemente, tem plenas condições de lutar por coisas grandes. Esse é o nosso

chapecoense.com

objetivo. Queremos ir cada vez mais longe. Nós vamos lutar por isso. No momento, este é o nosso grande desafio. Trabalhamos, de maneira incansável, para trazer a semifinal para a nossa casa porque entendemos que jogar na Arena Condá é, sim, um fator determinante. Conseguimos isso e, agora, queremos que o torcedor seja o nosso décimo segundo jogador. Que os gritos da nossa torcida sejam o combustível dos nosso atletas dentro de campo e que, juntos, nós possamos garantir a vaga na grande final. Estamos dando um passo de cada vez, mas firmes na direção do objetivo maior, que é honrar as cores da camisa da Chapecoense e dar muita alegria ao torcedor, à toda a cidade e à região.

É DIA DE JOGO

05


LIGADO NA CHAPE

CHAPECOENSE x Figueirense

FOTO

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

06


YOUTUBE


POR DENTRO DA CHAPE

CHAPECOENSE x Figueirense Marcio Cunha/Chapecoense

Footo: José Somensi

TÉCNICOS E PRESIDENTES SEMIFINALISTAS PARTICIPAM DE COLETIVA DE IMPRENSA Chapecoense, Plinio David De Nes Filho, e os presidentes Francisco José Battistotti, Cláudio Honigman e Jaime Dal Farra atenderam aos jornalistas. Battistotti - que preside o Avaí e, também, da Associação de Clubes, adiantou a possibilidade de um novo regulamento para o Campeonato Catarinense de 2020, sugerindo que a disputa aconteça entre dois grupos de cinco clubes na primeira fase e com a semifinal e a final sendo disputadas em dois jogos.

Durante uma hora, o técnico Ney Franco, da Chapecoense, e os técnicos Geninho, Hemerson Maria e Gilson Kleina - do Avaí, Figueirense e Criciúma, respectivamente - ficaram à disposição dos veículos de imprensa para responder, principalmente, sobre aspectos técnicos das duas partidas. Eles falaram, ainda, sobre a utilização do árbitro de vídeo, que estará disponível nas duas semifinais, e, por fim, conheceram as belíssimas taças que serão entregues ao campeão e ao segundo colocado. Além dos comandantes, o Presidente da

Além de Chapecoense x Figueirense, Avaí e Criciúma entram em campo na tarde deste domingo para definir a equipe finalista.

chapecoense.com

Footo: José Somensi

Na última quinta-feira (11), um grande evento reuniu os presidentes e os treinadores das quatro equipes semifinalistas do Campeonato Catarinense Sicoob 2019. Promovida pela Sicoob e apoiada pela Federação Catarinense de Futebol, pela Associação de Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina (SCCLUBES) e pela OAB/SC, a “Entrevista Coletiva das Semifinais” foi o momento para discutir questões referentes aos jogos que definirão os finalistas do estadual.

É DIA DE JOGO

08


POR DENTRO DA CHAPE

CHAPECOENSE x Figueirense Fotos: CBDE/Divulgação

ENTRE AS QUATRO MELHORES EM TORNEIO MUNDIAL ESCOLAR O Sub 17 feminino da Chapecoense ficou entre os quatro primeiros colocados* no Mundial Escolar organizado pela ISF, a Federação Internacional de Esportes Escolares. A equipe, que representa o Brasil na competição, conquistou esta honra ao sagrar-se bicampeã do Brasileiro Escolar que aconteceu no início do ano em Maceió. O desempenho igualou a melhor campanha do país em uma edição do Mundial Escolar, um quarto lugar conquistado em 2017, na República Tcheca, onde a equipe de Chapecó também representou o país no torneio.

e Laís) na primeira fase; nas quartas, a equipe jogou contra a Finlândia, maior vencedora em títulos da competição e venceu por 2 a 0 (gols de Pati e Rafa), chegando à semifinal onde sofreu revés para a equipe da Alemanha, por 1 a 0.

Até o fechamento desta edição da revista, o Brasil jogou cinco partidas, com quatro vitórias e uma derrota. O grupo ainda marcou 12 gols e sofreu apenas um. Ficou uma partida a ser contabilizada, a disputa pelo terceiro lugar contra a seleção da Áustria, atual campeã da competição.

A COMPETIÇÃO O Mundial Escolar de Futebol é um torneio organizado pela ISF, a Federação Internacional de Esportes Escolares. A competição está em sua 27a edição, que está sendo realizada em Belgrado, na Sérvia. Os maiores vencedores de sua categoria feminina são Finlândia e China, com cinco conquistas cada. A atual campeã da disputa é a seleção da Áustria.

Pelo caminho do Brasil passaram as seleções da Itália (vitória por 3 a 0, gols de Manu, Carol e Joice), República Tcheca (2x0, gols de Rafa e Mariza) e Croácia (5 a 0, gols de Manu, Brendha, Naiane, Dani chapecoense.com

Com o término da competição, a Chape volta ao Brasil para dar sequência na temporada. Oito jogadoras que fazem parte do time adulto reforçam o grupo para seguir competindo no Brasileiro A2 e as demais atletas seguem os calendário de futebol e futsal de Base.

*Até o fechamento desta edição da revista, ainda não havia acontecido a decisão da terceira colocação entre Brasil e Áustria.

É DIA DE JOGO

09


ELENCO 2019

CHAPECOENSE x Figueirense

ELENCO CHAPE 2019

chapecoense.com

89 Vagner Nome: Vagner A. Brandalise Posição: Goleiro Nascimento: 24/08/89 Natural de: Bom Sucesso do Sul - PR

98 TIEPO Nome: Giovanni Silva Tiepo Posição: Goleiro Nascimento: 08/02/98 Natural de: Pato Branco - PR

03 GUM Nome: Wellington Pereira Rodrigues Posição: Zagueiro Nascimento: 04/01/1986 Natural de: São Paulo - SP

23 DOUGLAS Nome: Douglas Silva Bacelar Posição: Zagueiro Nascimento: 04/04/90 Natural de: São Paulo - SP

33 RAFAEL PEREIRA Nome: Rafael P. dos Santos Posição: Zagueiro Nascimento: 18/11/84 Natural de: Rio do Sul - SC

35 HIAGO Nome: Hiago Corrêa S. Cena Posição: Zagueiro Nascimento: 04/11/97 Natural de: São Jerônimo - RS

34 JOÍLSON Nome: Joílson de Jesus Demetrio Cardoso Posição: Zagueiro Nascimento: 25/05/91 Natural de: Osório - SP

31 BRYAN Nome: Bryan B. Mascarenhas Posição: Lateral Direito Nascimento: 03/08/96 Natural de: Salvador - BA

02 EDUARDO Nome: Carlos Eduardo Oliveira Posição: Lateral Direito Nascimento: 20/11/86 Natural de: Maceió - AL

06 BRUNO PACHECO Nome: Bruno de Jesus Pacheco Posição: Lateral Esquerdo Nascimento: 20/11/91 Natural de: Araraquara - SP

32 ROBERTO Nome: Roberto H. S. de Araújo Posição: Lateral Esquerdo Nascimento: 04/12/90 Natural de: Picos - PI

17 VINI FREITAS Nome: Vinicius Freitas Ribeiro Posição: Lateral Esquerdo Nascimento: 07/03/93 Natural de: Rio de Janeiro - RJ

É DIA DE JOGO

12


ELENCO 2019

chapecoense.com

CHAPECOENSE x Figueirense

28 ALAN RUSCHEL Nome: Alan Luciano Ruschel Posição: Lateral Esquerdo Nascimento: 23/08/89 Natural de: Taquara - RS

85 THARLIS Nome: Tharlis Sartori Posição: Volante Nascimento: 07/01/98 Natural de: Maravilha-SC

16 ORZU Nome: Edgardo Daniel Orzusa Caceres Posição: Volante Nascimento: 22/06/90 Natural de: Mbuypet - PAR

05 AMARAL Nome: Willian José de Souza Posição: Volante Nascimento: 07/10/86 Natural de: Goiania - GO

86 ELICARLOS Nome: Elicarlos Souza Santos Posição: Volante Nascimento: 08/06/85 Natural de: Aracaju - S

08 MÁRCIO ARAÚJO Nome: Márcio Rodrigues Araújo Posição: Volante Nascimento: 11/06/84 Natural de: São Luís - MA

20 AUGUSTO Nome: Augusto C. S Moreira Posição: Volante Nascimento: 06/08/92 Natural de: Porto Alegre-RS

30 MARCOS VINÍCIUS Nome: Marcos Vinícius Soares Barbosa Posição: Meia Nascimento: 26/12/1994 Natural de: Ipirá - PA

25 YANN Nome: Yann Del Pino Rolin Posição: Meia Nascimento: 15/03/95 Natural de: Osório - RS

63 - VINICIUS Nome: Vinicius Farias Locatelli Posição: Meia Nascimento: 23/03/98 Natural de: Campo Grande-MS

12 DIEGO TORRES Nome: Diego Fabian Torres Posição: Meia Nascimento: 06/11/90 Natural de: Villa Maria, ARG

10 G. CAMPANHARO Nome: Gustavo Campanharo Posição: Meia Nascimento: 04/04/1992 Natural de: Caxias do Sul - RS

É DIA DE JOGO

13


ELENCO 2019

chapecoense.com

CHAPECOENSE x Figueirense

13 LOURENCY Nome: Lourency N. Rodrigues Posição: Atacante Nascimento: 02/01/96 Natural de: Imperatriz - MA

18 AYLON Nome: Aylon Darwin Tavella Posição: Atacante Nascimento: 07/04/92 Natural de: Esteio - RS

19 RENATO Nome: José Renato da Silva Júnior Posição: Atacante Nascimento: 19/01/90 Natural de: Maceió - AL

99 PEROTTI Nome: Pedro Henrique Perotti Posição: Atacante Nascimento: 22/11/97 Natural de: Seberi-RS

83 RÉGIS Nome: Régis Tosatti Giacomin Posição: Atacante Nascimento: 16/01/98 Natural de: Xanxerê - SC

11 VICTOR ANDRADE Nome: Victor Andrade Santos Posição: Atacante Nascimento: 30/09/95 Natural de: Aracaju - SE

29 BRUNO SILVA Nome: Bruno da Silva Costa Posição: Atacante Nascimento: 28/03/00 Natural de: Carazinho - RS

77 EVERALDO Nome: Everaldo Stum Posição: Atacante Nascimento: 05/07/1991 Natural de: Garibaldi-RS

07 RILDO Nome: Rildo de Andrade Felicíssimo Posição: Atacante Nascimento: 20/03/1989 Natural de: São Paulo - SP

40 THIAGO SANTOS Nome: Thiago Nascimento dos Santos Posição: Atacante Nascimento: 12/04/1995 Natural de: Mari - PB

É DIA DE JOGO

14


MATÉRIA ESPECIAL

CHAPECOENSE x Figueirense Fotos: Márcio Cunha/Chapecoense

“GIGANTE PELA PRÓPRIA NATUREZA” ZAGUEIRO DA CHAPECOENSE DEFENDERÁ A SELEÇÃO BRASILEIRA SUB-17

No país do futebol, a maior ambição de quem decide escrever a sua história com a bola nos pés, talvez, seja vestir a camisa da Seleção Brasileira. Mesmo que os últimos anos não tenham sido dourados para a equipe canarinha, o seu legado é inquestionável e defender o verde e amarelo com tanto poder de alegrar ou entristecer uma nação - é um desejo de muitos. Para um jovem de Guaraciaba - no extremo-oeste catarinense - este item já pôde ser riscado da lista de sonhos. No dia 27 de março, Diego Pedro Ritter recebeu a notícia de que estava entre os convocados do técnico Dudu Patetuci para integrar a seleção sub-17 na participação no 47º Mondial Football Montaigu, torneio internacional que acontecerá na França entre os dias 16 e 22 de abril. Ele já havia sido chamado pelo treinador, em janeiro, para uma semana de treinos na Granja Comary, mas não imaginava que o período resultaria na convocação para uma disputa oficial. “Eu recebi a notícia do Robertinho. Ele estava com uma cara fechada, eu achei que tinha acontecido chapecoense.com

algo ruim. Quando ele falou que eu fui convocado, fiquei sem palavras. Foi um momento muito incrível. Eu liguei pro meu pai e ele não acreditou também. Logo começou a chorar, falou com a minha família toda, e todos ficaram muito orgulhosos” disse. Com a convocação, Diego entrou para a seleta lista de atletas da base alviverde que conseguiram uma oportunidade como essa. Além dele, apenas o goleiro Igor Campos e o zagueiro Guilherme Puhl havia recebido tamanho reconhecimento. Apesar disso, Diego mantém os pés no chão e a certeza de que isso não o diferencia dos demais. “Eu sempre treino da mesma forma, como se não tivesse acontecido nada. Eu não deixo a convocação subir para a minha cabeça, porque eu sei que tenho que batalhar muito pra chegar aos profissionais”, ressaltou. “A Chapecoense que abriu as portas pra mim. É o único time por onde eu passei e nunca me faltou nada aqui. A base é um projeto muito sério. Eu só tenho agradecer pelo que já fizeram e pelo que eu sei que ainda vão fazer.” É DIA DE JOGO

16


CHAPECOENSE x Avaí

MATÉRIA ESPECIAL

COM

Qual seu maior sonho? “Chegar ao profissional e, depois, jogar no Liverpool, da Inglaterra.”

Gol mais bonito? “Contra o Tubarão, ano passado. Foi de cabeça, mas subi bem e finalizei muito forte, o que é difícil.”

Diego ritter

Pizza ou Hamburguer

Messi ou Ronaldo Maior referência no futebol? “Vin Dijk, zagueiro do Liverpool.”

Qual suas maiores qualidades? “Boa visão de jogo. Boa bola parada e leitura do jogo.”

PAGODE ou Sertanejo

Real Madrid ou Barcelona

eD. fÍSICA ou Matemática Início? Maior referência na vida? “Meu pai. Sempre me apoiou em tudo o que eu fiz.”

“Eu comecei a jogar futsal lá em Guaraciaba, dos 5 aos 11 anos, quando eu comecei a treinar campo. E aí, com 13 anos, disputei uma partida com a Chape por um regional. A Chape se interessou, pediu pra eu fazerum teste e passei.”

Série ou FILME

Praia ou Campo

Videogame ou Livro Maior momento na vida?

Fora o futebol, no que você é bom? “Videogame.”

Assistência ou gol

“Quando eu fui aprovado no teste aqui na Chape.”

Chuteira nike ou Adidas

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

17


CONHEÇA O ADVERSÁRIO

CHAPECOENSE x Figueirense

FIGUEIRENSE FUTEBOL CLUBE Foto: Divulgação Divulgação

No dia 12 de Junho de 1921, na cidade de Florianópolis, foi fundado o Figueirense Futebol Clube. O nome é em homenagem ao local onde ocorreu a reunião de nascimento do clube, que na época se chamava de região da Figueira. O Figueirense utiliza as cores preto e branco e é o segundo time mais antigo de Santa Catarina em atividade. A equipe manda seus jogos no Orlando Scarpelli, estádio que fica na parte continental da capital catarinense. No Campeonato Catarinense, o Figueirense é o maior campeão com 18 títulos. A equipe venceu o torneio nos seguintes anos: 1932, 1935, 1936,

1937, 1939, 1941, 1972, 1974, 1994, 1999, 2002, 2003, 2004, 2006, 2008, 2014, 2015 e 2018. Contra a Chapecoense, o clube disputou apenas uma final, a de 2018. O time ainda foi vice em sete ocasiões: 1950, 1975, 1979, 1983, 1984, 1993 e 2012. O título de maior expressão do Figueirense é a conquista do Torneio Mercosul em 1995. Outras campanhas de expressão do clube são a 7ª posição na Série A do Campeonato Brasileiro (feito atingido em 2006 e 2011), dois vice-campeonatos na Série B (2001 e 2010) e o vice campeonato na Copa do Brasil de 2007.

*Informaçõe retiradas do site do Figueirense

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

13 18


ELENCO ADVERSÁRIO

CHAPECOENSE x Figueirense

ELENCO FIGUEIRENSE DENIS Goleiro

VIDOTTO Goleiro

VITOR CAETANO Goleiro

RUAN RENATO Zagueiro

ALESSANDRO Zagueiro

WESLEY Zagueiro

BRUNETTI Zagueiro

ALEMÃO Zagueiro

PEREIRA Zagueiro

WEVERTON Lateral

BRENO Lateral

MATHEUS DESTRO Lateral

ALEMÃO TEIXEIRA Lateral

JEAN MARTIM Volante

ELIAS Volante

JÚLIO RUSCH Volante

BETINHO Volante

ZÉ ANTÔNIO Volante

PATRICK Volante

KAUÊ Volante

ECHAPORÃ Meia

GUILHERME Meia

MATHEUZINHO Meia

JUNINHO Meia

WILLIAM POP Atacante

JOÃO DIOGO Atacante

GABRIEL Atacante

GUSTAVO POFFO Atacante

MATHEUS LUCAS Atacante

YURI Atacante

RUBENS Atacante

ALÍPIO Atacante

TEC: HEMERSON MARIA *Informaçõe retiradas do site do Figueirense

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

19


ÚLTIMO ENCONTRO

CHAPECOENSE x Figueirense

ÚLTIMO ENCONTRO 03.04.2019 . ORLANDO SCARPELLI

FIGUEIRENSE

3x3

CHAPECOENSE Foto: Matheus Dias/FFC

Chapecoense e Figueirense se enfrentaram na quarta-feira (03), no Orlando Scarpelli, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Catarinense. Na estreia do técnico Ney Franco, a Chapecoense abriu o placar nos primeiros minutos de partida, viu o Figueira virar, voltou a ficar em vantagem, mas acabou sofrendo o empate nos momentos finais do confronto. A PARTIDA: Mesmo jogando na casa do adversário, bastaram dois minutos para que a Chapecoense abrisse o placar: Em cobrança de falta, Campanharo levantou na área, servindo Rafael Pereira, que empurrou para o fundo do gol. Se a ação da Chapecoense foi rápida, a reação do Figueirense não deixou por menos: aos 11 minutos, Matheus Lucas deixou tudo igual e, aos 35, Betinho virou. chapecoense.com

A Chapecoense não se abateu com a desvantagem e voltou para segundo tempo disposta a mudar a situação, e o fez em grande estilo. Com cinco minutos da etapa final, Márcio Araújo arriscou de fora da área e acertou o ângulo, sem chances para o goleiro Denis. A nova virada ficou por conta de Augusto, que, aos 20, aproveitou a falha do zagueiro e finalizou na saída do arqueiro alvinegro. Aos 41, no entanto, Matheus Lucas marcou mais um, dando números finais ao confronto: 3 a 3. Após a partida, o técnico Ney Franco, estreante da noite, comentou o desempenho da equipe. “Vimos detalhes positivos, principalmente no segundo tempo, e a gente espera, agora, ter a competência pro jogo contra o Avaí, domingo, em casa, pra confirmar a segunda colocação. E depois começar a pensar na Copa do Brasi”. É DIA DE JOGO

20


HISTÓRICO DE CONFRONTOS

CHAPECOENSE x Figueirense

HISTÓRICO DOS ÚLTIMOS CONFRONTOS

x 03/04/2019

Orlando Scarpelli Figueirense 3 x 3 Chapecoense

16/02/2019

Arena Condá

Chapecoense 0 x 0 Figueirense

08/04/2018

Arena Condá

Chapecoense 0 x 2 Figueirense

28/03/2018

Arena Condá

Chapecoense 3 x 2 Figueirense

14/02/2018

Orlando Scarpelli Figueirense 0 x 0 Chapecoense

01/04/2017

Orlando Scarpelli Figueirense 0 x 2 Chapecoense

19/02/2017

Arena Condá

Chapecoense 1 x 1 Figueirense

02/04/2016

Orlando Scarpelli

Figueirense 1 x 1 Chapecoense

QUEM VENCEU MAIS PARTIDAS

CHAPECOENSE 2 FIGUEIRENSE 1 EMPATE 5

APROVEITAMENTO CONTRA O ADVERSÁRIO

QUEM MARCOU MAIS GOLS

CHAPECOENSE 10 FIGUEIRENSE 9

50%

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

21


ÚLTIMO JOGO

CHAPECOENSE x Figueirense

ÚLTIMO JOGO EM FOTOS 10.04.2019 . 19:15 . HERIBERTO HÜLSE CRICIÚMA 0 X 2 CHAPECOENSE - COPA DO BRASIL Gols: Victor Andrade e Rildo Fotos: Márcio Cunha/ACF

chapecoense.com

22


Fotos: Mรกrcio Cunha/ACF


NOSSA CASA

CHAPECOENSE x Figueirense

ARENA CONDÁ Rafael Bressan/Chapecoense

INAUGURAÇÃO 1º Fevereiro 2009

CAPACIDADE 20.089

PRIMEIRO GOL

Nenén Chapecoense 4 x 1 Brusque

RECORDE DE PÚBLICO 19.992 pessoas 02 de dezembro de 2018 Chapecoense 1 x 0 São Paulo

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

24


CLASSIFICAÇÃO E ARTILHARIA

CHAPECOENSE x Figueirense

CLASSIFICAÇÃO - CATARINENSE P

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

1

Avaí

39

18

12

3

3

34

7

27

72.2

2

Chapecoense

32

18

9

5

4

25

20

5

59.3

3

Figueirense

32

18

8

8

2

22

13

9

62.7

4

Criciúma

27

18

8

3

7

15

15

0

50

5

Marcílio Dias

27

18

7

6

5

18

14

4

50

6

Brusque

20

18

5

5

8

17

21

37

7

Joinville

20

18

4

8

6

16

20

-4 -4

8

Tubarão

17

18

4

5

9

16

24

-8

31.5

9

Metropolitano

16

18

4

4

10

13

32

-19

29.6

10

Hercílio Luz

13

18

2

7

9

19

29

-10

24.1

Classificados

37

Rebaixamento

ARTILHARIA DO CLUBE - 2019 Atleta

Gols

Atleta

Gols

Everaldo

5

G. Campanharo

1

Lourency

3

Alan Ruschel

1

Rafael Pereira

3

Bryan

1

Wellington Paulista

2

Eduardo

1

Perotti

2

Joílson

1

Aylon

2

Rildo

1

Amaral

2

Elicarlos

1

Augusto

2

Vini Locatelli

1

Victor Andrade

2

Diego Torres

1

Márcio Araújo

1 ARTILHARIA - CAMPEONATO CATARINENSE

Atleta

Clube

Gols

Daniel Amorim

Avaí

8

Nathan Cachorrão

Joinville

7

Hélio Paraiba

Brusque

6

Avaí

6

Metropolitano

6

Getúlio Junior Pirambu chapecoense.com

É DIA DE JOGO

25


LISTA DE JOGADORES

CHAPECOENSE x Figueirense

CAMPEONATO CATARINENSE 14.04.2019 . 16:00 . ARENA CONDÁ NEY FRANCO Tiepo 98 24

Igor Campos Vagner Douglas Rafael Pereira Joílson Gum Hiago Eduardo Bryan Bruno Pacheco Roberto Vini Freitas Alan Ruschel Amaral Orzu Elicarlos Augusto Tharlis Márcio Araújo G. Campanharo Vinícius Marcos Vinícius Diego Torres Yann Renato Victor Andrade Bruno Silva Aylon Lourency Perotti Régis Everaldo Rildo Thiago Santos

89 23 33 34 03 35 02 31 06 32 17 28 05 16 86 20 14 08 10 63 30 12 25 19 11 29 18 13 99 83 77 07 40

Suspenso por 3o cartão amarelo Suspenso por cartão vermelho

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

26


TABELA DE JOGOS

CHAPECOENSE x Figueirense

TABELA DE JOGOS - CATARINENSE ÚLTIMA RODADA (18ª) CHAPECOENSE 1 x 2 Avaí Metropolitano 2 x 1 Brusque

Dom 07.04.19 16:00 Dom 07.04.19 16:00

Arena Condá Sesi

Joinville 0 x 1 Tubarão

Dom 07.04.19

16:00

Arena Joinville

Hercílio Luz 0 x 1 Criciúma

Dom 07.04.19

16:00

Aníbal Costa

Figueirense 0 x 1 Marcílio Dias

Dom 07.04.19

16:00

Orlando Scarpelli

PRÓXIMA RODADA (SEMIFINAL) Avaí x Criciúma

Dom 14.04.19

16:00

Ressacada

Chapecoense x Fiigueirense

Dom 14.04.19

16:00

Arena Condá

PRÓXIMOS JOGOS DA CHAPE 17.04.19 (Quarta) Copa do Brasil CHAPECOENSE x Corinthians Arena Condá

24.05.19 (Quarta) Campeonato Brasileiro Corinthians X CHAPECOENSE Arena Corinthians

27.04.19 (Sábado) 19:00 Campeonato Brasileiro CHAPECOENSE X Internacional Arena Condá

01.05.19 (Quarta) 16:00 Campeonato Brasileiro Corinthians X CHAPECOENSE Arena Corinthians

05.05.19 (Domingo) 11:00 Campeonato Brasileiro CHAPECOENSE X Athletico-PR Arena Condá

12.05.19 (Domingo) 11:00 Campeonato Brasileiro Flamengo X CHAPECOENSE Maracanã

TÉCNICO NEY FRANCO Nome: Ney Franco da Silveira Júnior Nascimento: 22/07/1966 Natural de: Vargem Alegre - MG

chapecoense.com

É DIA DE JOGO

27


POR DENTRO DA CHAPE

CHAPECOENSE x Figueirense Marcio Cunha/Chapecoense

RETROSPECTO POSITIVO: CHAPE VAI EM BUSCA DE MAIS UMA DECISÃO Seguindo à risca o retrospecto dos últimos anos, a Chapecoense entra em campo na tarde deste domingo (14), para mais uma semifinal do Campeonato Catarinense. O objetivo, evidentemente, é avançar à decisão e ambicionar a conquista do campeonato. Nas últimas seis temporadas, foram quatro disputas de finais, dois títulos e dois vice-campeonatos. Entre as equipes catarinenses, a Chapecoense é, de forma isolada, a que mais disputou decisões do estadual de 2013 pra cá. A competência do time alviverde quando se trata do Campeonato Estadual é inquestionável. Mesmo com curtos períodos de pré-temporada e com o calendário cheio - mesmo que no início do ano - a equipe sempre teve o comprometimento como um fator determinante e diferencial. Não à toa, as campanhas nas últimas edições do estadual foram admiráveis e merecem destaque. Em 2019, a série invicta até o momento dá indícios de que o clube tem metas bem definidas para alcançar, mais uma vez, a decisão, e confirmar a permanência de um bom trabalho, mesmo com o passar dos anos. chapecoense.com

Nas edições em que a Chapecoense chegou à decisão, as campanhas comprovam a meritocracia. Em 2013, o regulamento determinava que as os times jogassem todos contra todos, em turno e returno, invertendo os mandos de campo. Os dois primeiros colocados de cada fase eram, automaticamente, classificados às semifinais, que contavam com jogos de ida e volta. A campanha da Chape foi praticamente impecável, tendo somado 22 pontos em nove jogos do turno - sendo sete vitórias, um empate e apenas uma derrota. O desempenho fez o time disparar na ponta da tabela e se credenciar à semifinal. No mata a mata, empatou com o Figueirense fora de casa - com gol marcado por Fabinho Alves - e venceu na Arena Condá pelo placar de 2 a 1, com gols de Rodrigo Gral e Fabiano. Na final contra o Criciúma - campeão do returno com 18 pontos conquistados - a Chape sofreu a derrota no jogo de ida, na casa do adversário, e venceu por apenas 1 a 0 não Arena Condá, placar insuficiente para ficar com o título.

É DIA DE JOGO

28


POR DENTRO DA CHAPE

Na inesquecível edição de 2016 - quando a fórmula de disputa era a de pontos corridos e as equipes campeãs de turno e returno fariam a grande final - o Verdão conquistou inacreditáveis 23 pontos no turno e, novamente, se isolou na ponta da tabela. Em nove jogos, o time cravou uma série invicta e, em nove jogos disputados, conquistou sete vitórias e dois empates. Além de levar à Chapecoense à final daquele ano, a boa campanha também permitiu que o Verdão fizesse, diante da sua torcida, o jogo de volta. Após vencer por 1 a 0 fora de casa, com gol de Ananias, a equipe se sagrou campeã com um empate, na raça, na Arena Condá: Bruno Rangel marcou o gol que confirmou o título e levou ao delírio os mais de 15 mil torcedores que, sob muita chuva, empurraram a Chape. Em 2017, quando o regulamento foi o mesmo que o aplicado em 2016, os números da Chapecoense foram, mais uma vez, de encher os olhos. No turno, a equipe conquistou 17 pontos, com cinco vitórias, dois empates e duas derrotas em nove jogos, assegurando o segundo lugar. No returno, por sua vez, o Verdão, novamente, atingiu pontuação de destaque: foram 22 pontos somados após sete vitórias, um empate e uma derrota em nove jogos. O desempenho fez com que a equipe erguesse a Taça Sandro Pallaoro e conquistasse a segunda vaga para a final. Na decisão, a Chape venceu fora de casa, com gol de Luiz Antonio, e foi superada na Arena Condá. Os placares iguais garantiram o título à Chapecoense, que comemorou, pela primeira vez, o bicampeonato estadual.

CHAPECOENSE x Figueirense

Nesta temporada, o clube trabalhou com a estratégia de alternar as equipes, de modo a dar conta do recado tanto no Campeonato Catarinense quanto nas competições paralelas, como a Copa do Brasil. O resultado foi efetivo: o time encerrou a fase classificatória do estadual com nove vitórias, cinco empates e quatro derrotas, somando 32 pontos e chegando à segunda colocação. A campanha rendeu à Chape a possibilidade de disputar a semifinal contra o Figueirense na Arena Condá. Comandante da equipe, Ney Franco falou sobre a vantagem de jogar o clássico diante do torcedor. “Mais um jogo difícil. Um clássico. Além do clássico, um único jogo que define uma classificação. Então, é um jogo cercado de detalhes. Além da gente ter a competência de preparar o time e definir uma boa equipe para ganhar o jogo. O pensamento é esse: jogar dentro da nossa casa, fazer valer o mando de campo, valer a classificação. (...) A gente está esperançoso” garantiu.

No último ano, a competição sofreu nova mudança no regulamento. Na primeira fase, as dez equipes participantes jogaram no esquema de pontos corridos, em turno e returno, com inversão nos mandos de campo. Para a segunda fase - a grande final - passaram, apenas, os dois melhores colocados, que decidiram, em final única, o título estadual. A Chapecoense, novamente, garantiu a melhor campanha da edição: Em 19 jogos (incluindo a decisão), o time somou 41 pontos e sofreu apenas duas derrotas. Uma delas, no entanto, foi no jogo contra o Figueirense, situação que deu o título ao time da capital. chapecoense.com

É DIA DE JOGO

29


CATEGORIAS DE BASE

CHAPECOENSE x Figueirense

Foto: Rafael Bressan/Chapecoense

CHAPE VENCE O INTER PELO SUL-BRASILEIRO SUB-13 A Chapecoense estreou com o pé direito no Sul-Brasileiro Sub-13. O Verdão recebeu o Internacional na manhã desta quinta-feira, no CT, e venceu por 3 a 2, de virada. Os gols da Chape foram marcados por Guilherme (2) e Gabriel. O jogo marcou a estreia das duas equipes na competição O jogo foi eletrizante e com contornos dramáticos. A Chape começou levando perigo. Logo aos três minutos de jogo Gabriel saiu na cara do gol e finalizou para grande defesa do goleiro adversário. Mesmo com a Chape jogando melhor, quem saiu na frente foram os visitantes, aos 24 minutos da primeira etapa. Mas três minutos depois, Felipe fez boa jogada pela direita e cruzou para Gabriel empatar a partida. Na segunda o Internacional voltou a ficar em vantagem. Porém, o Verdão mostrou força e persistência e Guilherme empatou aos 30 minutos. Quando o jogo caminhava para o empate, Guilherme, já nos acréscimos, acertou

chapecoense.com

um lindo chute de fora da área e virou o placar para a Chapecoense. O técnico Yan Razera fez sua estreia no comando da equipe e gostou do que viu. “Foi extremamente importante, não só pelo resultado em si, que foi excelente, mas pelo desempenho dos atletas. Por acreditarem até o fim e de forma organizada, situação pela qual nós trabalhamos todos os dias. A confiança de que podemos ser competitivos aumenta com a vitória e deixa a equipe mais forte para a sequência do ano”, comentou. SUB-12 SOFRE REVÉS Além do sub-13, o sub-12 também entrou em campo, contra o Internacional. Sob o comando da técnica Nivia, a Chape fez boa partida, mas pecou na saída de bola e acabou sofrendo um gol logo no início, o que complicou o jogo. Os visitantes abriram 3 a 0 na segunda etapa. O Verdão descontou o lateral Iago, mas não conseguiu evitar o revés na estreia.

É DIA DE JOGO

30


Profile for Chapecoense

Revista É Dia de Jogo!  

Revista É Dia de Jogo! Edição 23 Chapecoense x Figueirense 14.04.2019 | 16h | Arena Condá

Revista É Dia de Jogo!  

Revista É Dia de Jogo! Edição 23 Chapecoense x Figueirense 14.04.2019 | 16h | Arena Condá

Advertisement