Page 81

Serviço de animação e governo: “Lavem os pés uns aos outros”

nalização. Devemos no entanto permanecer atentos quanto à diversidade das situações globais do Instituto e entre uma região e outra. Necessidades e recursos variam muito. Nós, como Conselho, visamos estabelecer efetiva coordenação primordialmente na nossa própria Casa. E isso não significa uma reflexão negativa sobre os Irmãos e Leigos (as) maristas que aqui atuam. Os Irmãos da Comunidade da Casa geral trabalharam com dedicação para estabelecer comunhão, algo difícil de lograr em uma comunidade internacional. Os visitantes, com frequência, fazem notar o real senso de acolhida e fraternidade que experimentam e o espírito de oração reinante na Casa. Para tanto, como Conselho, estamos em dívida com os Irmãos da comunidade e com o Irmão Onorino Rota, que a lidera com bom humor, atenção pastoral, animação espiritual e criatividade. Esta Administração geral tem visto o crescimento do número de secretariados, comissões e serviços. A habilidade de bem planejar com antecipação um calendário de quatro anos auxiliou os executivos dos diferentes departamentos e setores a desenvolver os seus próprios planos e calendários. Este calendário estava muito bem sintonizado com cada sessão plenária, com a participação de cada membro do Conselho geral, que consultavam os diferentes executivos dos secretariados e departamentos junto aos quais atuavam como elos de ligação com a Administração geral. Para prover adequada resposta às crescentes demandas dos serviços de secretaria, procedemos a uma avaliação de sua organização. Em conseqüência, o Secretário geral ficou encarregado da coordenação desses serviços; foi editado o “Manual do pessoal” para o uso da Administração geral. Ao mesmo tempo, o Vigário geral foi solicitado a apoiar e a acompanhar o Departamento do Secretário geral. Este modelo de coordenação dos serviços de secretaria funcionou com bastante eficiência. Durante o nosso mandato, contamos com a sorte de ter a assistência de muitas pessoas, como secretários de língua e tradutores. Todos eles foram generosos ao oferecer seu tempo e habilidades. Valemo-nos desta oportunidade para agradecer a cada um deles seu inestimável serviço. Sem eles, um Instituto internacional como o nosso - que opera em diversas línguas e requer tanto tradução oral como escrita - não poderia funcionar.

Janeiro de 2009

79

Profile for Hermanos maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Advertisement