Page 79

Serviço de animação e governo: “Lavem os pés uns aos outros”

víncias. Na Província Ásia do Sul ficaria incluído o Setor da Índia. Este, anteriormente, estava sob a responsabilidade canônica da Província de Melbourne. Como em outras partes, o desafio de criar a unidade e a identidade destas Províncias comporta que se administrem bem as tensões internacionais, étnicas e religiosas e a própria violência da região. Além disso, com a perda de vidas humanas e do sentido de comunidade, de confiança e bem comum das nações envolvidas, ditas tensões internacionais facilmente extravasam em questões práticas, como viagens, vistos e permissão de trabalho, tornando o deslocamento dos Irmãos especialmente desafiador. O processo de reestruturação no Pacífico levou a um firme comprometimento de criar as estruturas necessárias, em vista da vitalidade e viabilidade da vida marista e missão. A liderança na região encara o desenvolvimento de estruturas regionais como próximo passo nesse processo. Esses avanços podem levar a uma reconfiguração geográfica como evidente e natural evolução. No caso das duas Províncias do México, o processo de reestruturação conduzido pelo Conselho geral anterior desembocou na decisão de maior cooperação interprovincial. No começo do nosso mandato, pedimos que as duas Províncias refletissem sobre o anteprojeto de 2001, solicitando que o processo de reflexão sobre a reestruturação prosseguisse. De momento, o processo está ocorrendo. O Conselho geral, havendo consultado os Irmãos de ambas as Províncias, estima que em sua maioria eles estão abertos a uma reconfiguração geográfica no âmbito da Região Arco Norte. Simultaneamente, a Província do México Ocidental tornou-se internacional com a incorporação nela das comunidades e obras apostólicas do Haiti. A Província da América Central tornou-se ainda mais internacional ao incorporar as comunidades de Cuba. No nosso acompanhamento do processo de reestruturação, empenhamonos em respeitar a direção do Capítulo geral, no sentido de haver flexibilidade na nossa abordagem, além do respeito pela diversidade do Instituto e pelos contextos locais variáveis; assim, estamos em boa posição para oferecer algumas reflexões gerais: ■ O processo de reestruturação e as reconfigurações geográficas ocorridas foram positivas. Nas novas Províncias que surgiram, a vasta maioria dos Irmãos não almeja retornar ao estado anterior; ao mesmo tempo, membros da Província, tanto Irmãos como leigos, apresentam críticas àquilo que falta realizar na nova Província. ■ O Conselho Geral muito aprecia o trabalho significativo e evidente boa vontade demonstrada pelos Provinciais e seus Conselhos em dar direção, valores e identidade às novas Províncias.

Janeiro de 2009

77

Profile for Hermanos maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Advertisement