Page 66

2.4 e) Missão ‘ad gentes’ Os irmãos capitulares reconheceram que “o fogo de Pentecostes nos impulsiona a avançar para a missão ‘ad gentes’ com toda a Igreja” (36 e 46). Em resposta a este apelo, o Conselho lançou, depois da Conferência geral de 2005, o chamado projeto missão ‘ad gentes’ voltado, sobretudo, para a Ásia. Por trás do projeto está a convicção de que este “é um dos elementos que estão no coração de nossa identidade como Pequenos Irmãos de Marcelino” e de que “este chamado a uma nova missão ‘ad gentes’ na Ásia vem do Espírito”16.

16

Ir. Seán Sammon, Circular “Tornar Jesus Cristo conhecido e amado”, pág. 93 e 106.

Uma carta pessoal do Ir. Superior geral a todos os irmãos do Instituto (2 de janeiro de 2006) explicando o projeto e convidando aqueles que sentissem o apelo interior a se oferecerem como voluntários, significou uma reviravolta para muitos irmãos. Assim expressaram-no os 186 que deram sua resposta pessoal à carta do Ir. Seán. Um bom número observou que a decisão de oferecer-se para o projeto significou um renovado entusiasmo e um volver às fontes da sua vocação religiosa. De modo geral, cremos que o projeto contribuiu para criar uma “nova cultura missionária” entre nós, ajudando-nos a superar as fronteiras de nossas Unidades administrativas ou de nossos países, e a cultivar a disponibilidade de um coração missionário, independentemente do país em que estejamos. O projeto significou um aumento considerável de trabalho para a Administração geral, mas graças à boa organização dos Irmãos Michel Flanigan e Ivan Buenfil, em Roma, assim como o paciente trabalho de acompanhamento e preparação da Equipe formadora de Davao (Irs. Tim Lee, Alfredo Herrera e Roy Dita) tudo se desenvolveu da melhor maneira possível. Destacamos a paciente tarefa do Ir. Michael Flanigan, que abriu caminho às novas presenças missionárias, encontrando os Bispos e pesquisando possibilidades em oito países. A todos, o nosso mais sincera agradecimento! Muito obrigado também aos Irmãos Michel de Waas e Jude Pieterse (respectivamente, Superior e Ecônomo do Setor), os quais, com suas qualidades de

64

• Relatório do Conselho Geral

Profile for Hermanos maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Advertisement