Page 28

2.1 zer com que Jesus seja o centro e a paixão das nossas vidas não constitui algum ideal remoto pelo qual nos cumpre lutar, mas antes, o necessário ponto de partida para realizar o trabalho de transformação.

a) Fortalecer a vocação e a vida consagrada do Irmão Marista Esta tem sido uma prioridade clara para o Conselho geral (47.2). As três Circulares do Irmão Séan focalizaram diretamente os elementos chave da vida dos Pequenos Irmãos de Maria fundados por Marcelino: espiritualidade, comunidade e apostolado. As cartas do Superior geral, dirigidas aos Irmãos conforme as idades, foram escritas para encorajá-los na sua vida religiosa marista, especialmente em face dos desafios característicos das etapas da vida. Para 2009, há o plano de uma última circular, em que se visa articular e afirmar a identidade do Irmão. 3

No corpo deste Relatório, mencionamos apenas as pessoas atuais em serviço na Administração geral. Os nomes de todos os que trabalharam conosco nos oito anos do nosso mandato, como expressão do nosso reconhecimento para com eles, fazemo-los constar no anexo final.

Organizando-nos para o cumprimento dos mandatos recebidos, estabelecemos uma Comissão para a vida religiosa. Em consequência da reorganização das nossas estruturas em 2006, esta Comissão ficou responsável pelas áreas de Espiritualidade, Formação Inicial e Permanente, e Vida Comunitária. Na luz da experiência, essas responsabilidades provaram ser por demais ambiciosas para uma simples comissão. Agradecemos o excelente trabalho e a dedicação do Irmão Teófilo Minga3, seu secretário. Ele proveu a comissão de valiosa assistência, mantendo contato com os responsáveis nas Províncias pelos diversos aspectos da vida religiosa. Em muitas Províncias ele dirigiu encontros e retiros muito proveitosos para a formação espiritual dos Irmãos e Leigos maristas. Ao começar o nosso mandato constituímos uma Comissão das vocações, cujo trabalho foi continuado pelo Secretariado das vocações. O Irmão Ernesto Sánchez demonstrou entusiasmo como diretor deste Secretariado. Graças à sua ajuda e ao trabalho realizado com energia, clareza, convicção pessoal e carisma, pôde auxiliar muitas Províncias a recuperarem a confiança na pastoral das vocações. Embora o próprio título da comissão e secretariado pudesse induzir a certa confusão, o seu mandato era a promoção da vocação de Irmão marista. Evento significativo nesse processo de promoção foi o Ano das vocações: de setembro de 2004 a agosto de 2005. Os frutos daquele Ano continuam até hoje. O dinamismo do dito Ano fomentou reflexão, oração, testemunho e ação, em relação a todas as vocações na Igreja, de modo peculiar

26

• Relatório do Conselho Geral

Profile for Hermanos maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Advertisement