Page 1


Da superficie à profundidade

Nesta serie tento explorar a visão de vários edifícios, que tendo caracteristicas diferentes são inseridos, e sobretudo vistos num meio natural, de formas particulares. A estrutura metálica de certos edifícios, acompanha ou integra-se de forma pacífica na paisagem natural, que por vezes olhamos mas não vemos de que forma estes elementos complementam o espaço. Por outro lado, este olhar focado nos edifícios ao cair da tarde perde protagonismo, no geral, estas partes integrantes diluem-se na envolvente acabando por se tornar parte fundamental do todo, sobretudo os edifícios que ainda não foram remodelados. As cores que ganham quando o sol se esta a pôr, dá outra beleza a forma do edifício. Mesmo os edifícios com cores relevantes insinuam-se no contexto de maneira contrastante, mas não mais importantes que o resto que os rodeia. A qualidade volumétrica da forma dos edifícios dá ao espaço envolvente outra dimensão e outro carácter, transmitindo espaços acolhedores e tranquilos para se estar. É relevante ainda, mencionar como estando no meio da cidade, onde tudo é caos e ruído, encontramos este sítio que ajuda a desanuviar e relaxar, devido as características que possui.

Jesica Jaramillo Comunicação, Fotografia e Multimedia 2010 / 2011 FAUP


Trabalho individual_Jesica  

Da superficie à profundidade

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you