Page 11

Ficção ou realidade O título do romance O QUINZE refere-se a seca de 1915, uma das mais terríveis sofridas pela população do Nordeste. O historiador Marco Antonio Villa comenta, citando notícias da época:

[...] De alagoas chegava mais uma noticia de saque: “A situação é ainda agravada pela emigração de bandos de famintos em busca das margens do São Francisco, os quais têm assaltado vários armazéns e fazendas”. No Piauí, “uma família de sertanejos [...] durante a penosa viagem de travessia para o litoral, a fim de não morrer de fome, foi obrigada a vender um filho por quatro rapaduras”, enquanto outra família de emigrantes abandonara um filho de cinco anos amarrando-lhe às costas um outro ainda de peito, com o fim de expô-los à caridade dos transeuntes, para que não morressem de fome”.

VILLA, Marcos Antonio, vida e morte no sertão: história das secas no Nordeste nos séculos XIX e XX. São Paulo: Ática, 2001. p. 110. (Fragmentos).

O modernismo no brasil 2º fase  

Literatura, modernismo segunda fase

Advertisement