Page 1

Iracema personifica a mulher indigena em perfeita integração com a natureza, que foi um elemento essencial da prosa romântica brasileira.


Um dos principais representantes da vertente indianista do movimento romântico é o romance IRACEMA, de José de Alencar.

A narrativa estrutura-se em torno da história do amor de Martim por Iracema. Martim, personagem ba seada em uma figura histórica re al – Martim Soares Moreno, o pri meiro colonizador português do Ceará.


PROSA VARIADA: A ORIGEM E OS VÁRIOS TIPOS DE ROMANCES O romance surgiu como herdeiro dos folhetins, histórias publicadas em capítulos em jornais e revistas no decorrer do século XIX. Antes das novelas de autoria de brasileiros, os folhetins eram traduzidos de originais europeus. A primeira obra da prosa romântica brasileira foi O FILHO DO PESCADOR, de Teixeira e Sousa. A primeira a tornar popular, contudo, foi A MORENINHA, de Joaquim Manuel de Macedo. O sucesso atravessaria o tempo, e no século 20 o romance renderia um filme com Sônia Braga no papel principal, além de duas versões para novelas.


A prosa foi marcada pelos movimentos: • ROMANCE INDIANISTA, representado pelo exemplo de IRACEMA, de José de Alencar, surgiram no período romântico brasileiro o romance urbano e o romance regionalista. • ROMANCE URBANO retratou personagens em situações cotidianas ou ocasiões especiais, como festas e passeios. • ROMANCE REGIONALISTA cobriu áreas específicas do Brasil, retratando aspectos de suas sociedades. Entre os autores estão, mais uma vez, JOSÉ DE ALENCAR, que escreveu sobre a zona rual do Rio de Janeiro e outros estados a exemplo TIL, e FRANKLIN TÁVORA, que abordou temas do Nordeste.


A publicação de folhetins diários fez sucesso no Brasil. Tal estratégia aumentou de forma expressiva a tiragem dos periódicos, com uma nova narrativa, envolvente, de linguagem acessível, sem complicações intelectuais, de acontecimentos rápidos e de emoções fortes.


JOAQUIM MANUEL DE MACEDO , foi o primeiro autor de prosa romântica a al cançar popularidade. Seu estilo colo quial e divertido agradou ao novo pú blico consituído de jovens senhoras e estudantes. Seu primeiro romance, A Moreninha, pertence ao gênero do romance urbano. O escritor, formado em medicina no Rio de Janeiro, ambientou A Moreni nha na corte carioca. As quatro perso nagens principais são estudantes de medicina que vivem em uma republi ca. Filipe aposta que Augusto, namo rador, vai se apaixonar por uma das jovens presentes na ilha onde o gru po passa o fim de semana. Leopol do e Fabrício são testemunhas da aposta. Augusto se apaixona pela inteligente e voluntariosa Carolina conhecida como a Moreninha .


Autor de várias faces: JOSÉ DE ALENCAR explorou todas as possibilidades do romantismo. Os romances urbanos também estão bem representados por José de Alencar (foto), que descreveu a sociedade carioca. Embora mantivesse uma imagem idealizada desse contexto, ele abordou conflitos sobre posição social, dinheiro e amor. Destaca-se o romance SENHORA, que trata do conflito entre o amor e o dinheiro. A protagonista AURÉLIA, é um dos tipos mais marcantes da obra do escritor. Outros romances: • Lucíola • A pata da gazela • Diva


LITERATURA - Prosa Romantica  

Aula data show, sobre prosa romantica

Advertisement