Issuu on Google+

info INFORMATIVO MENSAL DO CETEG CONSULTORIA EMPRESARIAL - SETEMBRO/2013 - Ed XVII

CCL CAMINHA PARA A PADRONIZAÇÃO Empresa atendida pelo Consultor Juliano Keller

Com quase 30 anos de atuação em terraplanagem e pavimentação asfáltica, a CCL Construtora Ltda. está buscando aumentar sua eficiência interna a partir da Padronização de Processos. Com a elaboração de procedimentos, formulários e manuais, a empresa quer assegurar repetição das tarefas de maneira uniforme, o que gerará consistência ainda maior às obras executadas e às atividades de controle e gestão. O Gerente Administrativo/Financeiro da CCL, Raphael Ribeiro, conta que a empresa está iniciando este processo para aumentar a previsibilidade de custos das obras, reduzir desperdícios e manter as informações internas confiáveis e acessíveis. Conta ainda que a empresa destinou um colaborador específico para liderar e articular as atividades de padronização ao longo do tempo: uma certeza da continuidade deste trabalho. O CETEG apoia a CCL na capacitação de líderes, na mediação de reuniões gerenciais de análise de resultado e no novo projeto de padronização.

SISTEMA DESENVOLVIDO POR EMPRESA INCUBADA NO MIDI LAGES RECEBE CONSULTORIA TÉCNICA DO CETEG

q

qualihelp GESTÃO DE SISTEMAS DA QUALIDADE

A ITF SISTEMAS, empresa instalada na Incubadora MidiLages, desenvolveu um sistema que facilita e dá mais produtividade aos profissionais que estão à frente das áreas de qualidade das empresas. A solução foi desenvolvida para oferecer custo X benefício extremamente atrativo por ser um software completo sem venda de módulos separados. De operação simples e intuitiva o QualiHelp oferece a possibilidade de criação e edição de documentos pertinentes aos mais variados sistemas de garantia da qualidade. Toda a estrutura do plano de negócio e plano de comunicação foi acompanhada pela equipe técnica do CETEG, que também acompanhou o desenvolvimento e implantação do sistema em clientes da empresa. Conheça mais em: http://www.itfsistemas.com.br/qualihelp

1


INFORMATIVO MENSAL DO CETEG CONSULTORIA EMPRESARIAL - SETEMBRO/2013 - Ed XVII

VEÍCULO NOVO. INVESTIMENTO? O leitor não deve ter gostado do título do artigo, porque isso imediatamente “afronta” a vontade que todos temos de adquirir ou trocar de veículo. Mas, essa é a verdade, infelizmente. Então, dentro da sua lista de aspectos a serem planejados para o próximo ano, pense e talvez, repense quais passos serão dados pela sua empresa (ou por você mesmo) em relação a este tema. Em matéria recente de revistas especializadas, uma tabela mostra que alguns veículos no primeiro ano desvalorizam (depreciam) nada menos do que 25%. É isso, você comprou um veículo de 100 mil reais e um ano depois você vendeu, teve 25 mil reais a menos, ou ainda, um veículo de 60 mil reais, foi “queimado” 15 mil reais. Bem, então o que fazer? Talvez tirar a ideia de trocar todo ano de carro já resolva em parte o problema, mas certamente o prejuízo ainda será significativo. Outro aspecto é fugir dos veículos com maior desvalorização, que são os mais luxuosos incluindo os SUV´s de grande porte, que chegam a apresentar mais de 25% de desvalorização.

Olhando sob o enfoque econômico e financeiro, um fato pontual e inequívoco é que veículo não é investimento, com exceção do atendimento dos próprios prazeres. Portanto, leitor, o que justifica uma venda tão grande de veículos no nosso país? São vários os fatores, mas enfocamos em dois: o desejo e o parcelamento, ambos perigosos para um bom brasileiro. A conexão desse tema é grande na realidade de muitas empresas e empresários, por isso decidimos abordá-lo. Em épocas de planejamento financeiro para o próximo ano, é um bom momento de refletir sobre que aquisições serão feitas em 2014, principalmente levando em conta esses prejuízos. Mas, com certeza alguns “investidores” em veículos não tem preocupação com essa perda, haja vista, os recursos excedentes que possuem. Levando em conta alguns dados, fizemos recentemente em uma empresa, um levantamento dos valores perdidos em veículos, e fácil foi chegar a um número de 150 mil reais, ou seja mais de 12 mil reais por mês. Recomendamos ao leitor, que não deixe de realizar seus sonhos. No entanto, reflita e seja consciente do quanto quer pagar por isso. Existem alguns veículos cuja desvalorização é de no máximo 15%, então, talvez possa ser menos desastroso para o bolso da empresa ou do empresário em momentos tão delicados de nossa economia brasileira.

Para saber mais sobre o tema escreva para nosso Consultor Márcio Oliveira da Silva marcio@ceteg.net.br

2


INFORMATIVO MENSAL DO CETEG CONSULTORIA EMPRESARIAL - SETEMBRO/2013 - Ed XVII

AVALIADORES VOLUNTÁRIOS DOS PRÊMIOS MPE E MULHER DE NEGÓCIOS SÃO CAPACITADOS Durante o período de julho a setembro, a consultora Cláudia Anjos Coelho ministrou cursos pela Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), sendo um em São Paulo para a formação dos instrutores nacionais do Prêmio MPE Brasil e do Prêmio Mulher de Negócios, ambos promovidos pelo SEBRAE. Além de formar os instrutores nacionais, também ocorreu a formação de avaliadores voluntários dos prêmios, nas turmas de Curitiba (Prêmio MPE Paranaense, promovido pelo IBQP e MBC), F l o r i a n ó p o l i s e Tu b a r ã o . M u i t o s avaliadores voluntários dos prêmios já participam há vários ciclos e comentam como a experiência tem sido rica para o seu aprendizado, além de contribuírem para o crescimento das empresas em seu estado. O avaliador Zeno Ribeiro destaca:

“Minhas atividades como voluntário do prêmio MPE têm me proporcionado vários benefícios de ordem pessoal e profissional. No âmbito profissional, ampliei sobremaneira meus conhecimentos sobre gestão, além de incrementar em muito a minha rede de contatos. No campo pessoal, sinto-me exercitando plenamente a cidadania, ao contribuir para a melhoria da gestão das micro e pequenas empresas, colaborando assim para o desenvolvimento do país.” finalizou Zeno.

Turma Avaliadores Voluntários do MPE em Curitiba no IBQP

CONSULTOR DO CETEG PARTICIPA DA TEMPORADA 2013 DO EU EMPRESÁRIO Pelo segundo ano consecutivo o Consultor Daniel Keller participa como consultor de uma das três empresas selecionados pela RBS TV e SEBRAE/SC para o programa Eu Empresário

Foto: Spry Video

Os programas vão ao ar no mês de outubro e mostrarão histórias de 3 empresas catarinenses que passaram pelo processo de consultoria. Como consultor credenciado pelo SEBRAE/SC, Daniel acompanhou uma empresa na cidade de Joinville que buscava consolidar seu processo de expansão. O programa objetiva auxiliar as três empresas selecionadas e servir como inspiração para tantos empresários que possuem demandas similares.

3


Infoceteg setembro 2013