Issuu on Google+

MELANIE FRONCKOWIAK BELEZA BRASILEIRA

MOVIMENTO CARVEBOARD

NUTRIÇÃO ALIMENTOS FUNCIONAIS

PILATES BOA FORMA E QUALIDADE DE VIDA www.formulaacademia.com.br


carta ao leitor

Vida saudável a cada página. É com grande prazer que escrevo pela primeira vez para a revista da Fórmula Academia. Com base nos princípios de saúde, bem-estar e energia que tanto almejamos para todos os alunos e parceiros, nesta edição preparamos matérias especiais para auxiliar na conquista destes elementos. Nas páginas seguintes você saberá mais sobre a prática da yoga e conhecerá os benefícios de seus diferentes movimentos. Também entenderá melhor como funciona o parapente, equipamento que “dá asas” ao praticante e permite viver sensações inesquecíveis do alto. Além disso, poderá entender como os exercícios físicos auxiliam a reduzir o estresse infantil. Espero que goste e aproveite a leitura! Luiz Urquiza

Endereços da Fórmula Academia Unidade Morumbi - Shopping Market Place Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 - Lj. T 121 - Tel.: (11) 5180-3400 Unidade Jardins - Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - Lj. 2001 - 2º Subsolo - Tel.: (11) 2197-7333 Unidade Campinas - D. Pedro Shopping Av. Guilherme Campos, 500 - Lj. A008 - Tel.: (19) 3756-7800 Unidade BH - Rua Pernambuco, 618 - Savassi Tel.: (31) 3262-1111 Unidade Cerqueira Cesar - Rua da Consolação, 2970 Tel.: (11) 3062-0193 www.formulaacademia.com.br

EQUIPE EDITORIAL Projeto Gráfico: J3P Propaganda _ Direção de Produção: Leandro Pereira _ Direção de Criação: Fábio Pereira _Direção de Arte: Cesar Rodrigues _ Foto Capa: Dede Fedrizzi _Capa: Melanie Fronckowiak _ Coordenação: J3P: Giuliano Pereira e Flávio Carvalho _Arte Final: Osmar Tavares Jr. _ Produção Gráfica: Sandro Biasoli _Revisão: Helder Lange Tiso _ Conselho Editorial: Ivete Gama _ Produção, edição e revisão de conteúdo: GaPconteúdo (Andréia Brasil, Ana Carolina Alves, Janaina Gimael, Solange Veiga) _Jornalista Responsável: Janaina Gimael Comercialização: GaP2B, uma empresa GaPconteúdo, Tel.: (11) 3141-0269 | 8121-0028 _Direção Comercial: Nanna Pretto Executivas de conta: Lucia Leão e Natali Segatelli (comercial@gapconteudo.com.br).


nesta edição

ANO 02

|

NÚMERO 06

|

AGOSTO 09

42 08 AVENTURA ESTRESSADO? VÁ VOAR! CONHEÇA ALGUMAS HISTÓRIAS DE QUEM JÁ VOOU DE PARAPENTE.

14 MOVIMENTO SURFISTA OU SKATISTA? CONHEÇA UM POUCO MAIS DO CARVEBOARD.

18 NUTRIÇÃO UM CARDÁPIO FUNCIONAL JÁ PENSOU EM INCLUIR NA SUA DIETA INGREDIENTES QUE PREVINEM CÂNCER E OUTRAS DOENÇAS?

24 KIDS ESTRESSE TAMBÉM É COISA DE CRIANÇA A TENSÃO DO DIA A DIA TAMBÉM PODE AFETAR OS PEQUENOS.

28

28 PERFIL MISS SAÚDE E SIMPATIA MELANIE FRONCKOWIAK, MODELO GAÚCHA QUE FOI ELEITA A MULHER COM O BUMBUM MAIS BONITO DO MUNDO.

36 BEM-ESTAR BOA FORMA E QUALIDADE DE VIDA PARA UMA VIDA SAUDÁVEL E FELIZ, QUE TAL APOSTAR NO PILATES?

40 GOURMET PARA ESQUENTAR O PALADAR SOPAS, CALDOS QUENTES E LUGARES ACONCHEGANTES SÃO PERFEITOS PARA OS DIAS MAIS FRIOS.

18


50

54

42 TURISMO PARATY: UM PARAÍSO PARA TODOS UM ROTEIRO IMPERDÍVEL NO LITORAL CARIOCA.

50 ESPECIAL VIDA LONGA AO TÊNIS DE LONGA IDADE E MUITA HISTÓRIA, O TÊNIS ESTÁ SEMPRE EM ALTA.

54 CULTURA O ANO DA FRANÇA NO BRASIL DE EVENTOS GASTRONÔMICOS A EXPOSIÇÕES DE ARTE, ESTE ANO DE 2009 ESTÁ CHEIO DE ATRAÇÕES PARA QUEM QUISER CONHECER MAIS DA CULTURA FRANCESA EM TERRITÓRIO BRASILEIRO.

58 FÃ DE DE CARTEIRINHA ALUNOS QUE LEVAM O ESPORTE MUITO ALÉM DA DIVERSÃO.

62 RELAX CAIA NA ÁGUA E RELAXE COM O ACQUA ZEN, VOCÊ PODE ALIVIAR O ESTRESSE E DESCANSAR CORPO E MENTE EM APENAS DEZ MINUTOS.

64 AULAS TREINANDO CORPO, MENTE E ESPÍRITO EQUILÍBRIO, FORÇA, CONCENTRAÇÃO, BONS HÁBITOS E PENSAMENTOS POSITIVOS.

68 COMPORTAMENTO A ARTE DE FALAR BEM EM PÚBLICO DICAS DE STTELLA GULO BASTER PARA SE SAIR BEM DIANTE DAS PLATEIAS.


A VENTURA

08


Vá voar! Estressado?

CONHEÇA ALGUMAS HISTÓRIAS DE QUEM JÁ VOOU DE PARAPENTE E SAIBA POR QUE AS SENSAÇÕES DE VER O MUNDO DO ALTO SÃO ÚNICAS E INESQUECÍVEIS. POR SOLANGE VEIGA

09


A VENTURA

Um parapente voando sobre o oceano (Ilha Reunion/Oceano Índico). O clique foi feito de um outro parapente.

L

10

iberdade. Muito frio na barriga. Voar com os

jeito. O voo da estreia tem a importância do ato de voar

pássaros. Ver as coisas de cima. Essas são

independentemente de se estar vencendo ou não, pois

apenas algumas das sensações para quem

não se está competindo em nada. É o voo pelo frio na

decola de parapente, um esporte de aventura que

barriga mesmo. E sentir esse friozinho olhando a beleza

tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil. O

do Rio de Janeiro tem um gostinho ainda mais especial.

equipamento é como um planador, não tem motor e

Esse meu primeiro voo foi lá em São Conrado, na Pedra

desliza pelo ar utilizando as correntes ascendentes.

Bonita”, conta.

E para quem está nas alturas, viver uma sensação que

Outra decolagem inesquecível é a do piloto Renato

nunca se teve é o ponto chave do esporte. O jornalista

Janssens, instrutor de parapente e asa delta. “Foi um

Tiago Brant descreve o voo que mais marcou para

voo muito legal, em que voei por sete horas. Decolei no

ele: “Me lembro de uma vez em que voei juntinho aos

Ceará, na cidade de Quixandá, e pousei em Castelo, no

pássaros, no meio do bando. Poxa, isso é demais! É como

Piauí. Um total de 277 quilômetros em linha reta. Voar

se sentir um deles. Você ali, com asas, como se pudesse

de parapente é algo inexplicável, só voando para saber,

voar mesmo, esse é o maior barato em decolar. Fora o

uma sensação de liberdade incrível”. Janssens é piloto

frio na barriga que dá. É uma sensação que só se sente

há 14 anos e começou a voar aos 18. “Quando eu era

voando. Isso nunca vou esquecer. Sempre que vejo um

criança, meu pai me levava à praia de São Conrado e

bando de pássaros no céu, penso que por um momento

eu via asas e parapentes voando, sempre tive vontade.

fiz parte de um grupo daquele. Eu senti o que eles

Quando completei a maioridade, nem pensei, comecei o

devem sentir ao pairar no ar”. Mas apesar de Brant ficar

curso e nunca mais parei”, finaliza o instrutor.

impressionado por ser pássaro por um dia, fala ainda da

Foi também em Quixandá que o piloto brasileiro Frank

primeira vez em que decolou de parapente como a mais

Brown, bateu o recorde nacional de distância: 461

marcante. “A primeira é sempre a que marca, não tem

quilômetros voando. Brown é hoje um dos melhores


11


A VENTURA

PILOTO DANILO RODRIGUES

pilotos do mundo e recentemente ficou em 5º lugar no circuito

Santo, Andradas, Belo Horizonte e Governador Valadares, em

brasileiro do mundial de parapente, sendo classificado para a final

Minas Gerais, e a já citada Quixandá, no Ceará.

na Itália, que ocorre em setembro deste ano.

Segundo o diretor da ABP, Arthur Lewis, voar de parapente é considerado também uma espécie de terapia, pois o voo é suave

PARA APRECIAR OU COMPETIR?

e tranquilo, desde que se escolha o local e o momento certo

O esporte vem ganhando adeptos no Brasil, embora ainda careça

para decolar. “É um esporte maravilhoso, pois reúne uma série

de apoio governamental, como a maioria dos esportes por aqui.

de possibilidades. É também um esporte familiar, em que todos

Somente em São Paulo, são formados em torno de 15 pilotos por

podem se divertir mesmo que não voem. Ao subir a montanha

mês e o curso é necessário para quem pretende voar sozinho. O

para voar, você está tendo um contato direto com a natureza,

País, com seu relevo e clima propício, é considerado o “Havaí”

além de sua prática proporcionar viagens constantes a regiões

do parapente mundial. “Aqui se voa o ano todo em variados

novas”. Ele comenta que na ABP há pilotos associados com mais

climas”, diz Arthur Lewis, diretor técnico da Associação Brasileira

de 70 anos e que até pessoas que têm medo de altura praticam

de Parapente (ABP). “Por ser um esporte fácil de aprender, e que

com regularidade. “O esporte em si é simples, mas não podemos

não exige grande preparo físico, são muitos os interessados. Isso

deixar de lembrar que é um esporte de risco e que os limites de

sem falar na questão do lazer e da beleza de se passear pelas

segurança não devem ser ultrapassados”, ressalta o diretor. Então

nuvens”, completa.

a dica é ficar atento às condições meteorológicas e averiguar os

E para aqueles que adoram uma competição, vale lembrar que no

equipamentos antes da decolagem.

Brasil há quase uma centena de rampas abertas para o esporte,

Quanto ao grau de dificuldade do parapente, o sócio fundador da

as quais sediam vários campeonatos mundiais de parapente. O

Sol Paragliders, uma das maiores fabricantes nacionais de asas,

circuito das competições gira em torno do Sudeste e do Sul. O

Ary Carlos Pradi, concorda com Lewis e diz que o esporte não exige

Nordeste vem mostrando seu potencial e ao lado dele o Centro-

esforço demasiado. “Qualquer pessoa que pode andar de bicicleta

Oeste. Alguns dos principais pontos ficam em Castelo, no Espírito

pode voar. Temos três casos de paraplégicos que praticam.

12


“E para aqueles que adoram uma competição, vale lembrar que no Brasil há quase uma centena de rampas abertas para o esporte, as quais sediam vários campeonatos mundiais de parapente.”

Alguns equipamentos que são necessários para a prática do parapente:

CAPACETE

No geral, quem joga bola ou vôlei tem todas as habilidades necessárias”. Ele ressalta que 90% dos praticantes voam por hobby e lazer, como atividade de aventura e esporte não competitivo. “É comum os passageiros repetirem a experiência de voar”, reitera. A única ressalva é ter a idade mínima de 18 anos. No caso do voo duplo, modalidade mais praticada no Brasil, na qual a pessoa decola com um instrutor, não há preocupação além daquela de não perder a vista de nenhum lindo cenário. Além das decolagens serem feitas nos topos de montanhas, o visual que se tem ao estar a cerca de 2.000 metros do chão, livre, sentindo o vento no rosto, é indescritível. É o caso da secretária de Turismo e Meio Ambiente de Embuguaçu, Thaynara Malimpensa, que se deu de presente de aniversário um voo duplo. Ela conta que ficou com um pouco de medo, mas que isto foi compensado pela adrenalina. “Você não sente que

GPS DE NAVEGAÇÃO

está caindo. Parece mesmo que esta voando”, explica.

PARA FICAR POR DENTRO No Brasil se pratica todos os tipos de voos, dos mais fáceis à beira-mar até os de recordes mundiais. O voo de térmicas (massa de ar quente) e o voo lift (voo de vento) são os usuais nas decolagens não competitivas. Já para os descolados, que curtem uma competição, os tipos de voo são:

Cross country: Voo em que o piloto tenta percorrer a maior distância possível - da decolagem ao pouso. Atualmente, o Brasil é recordista mundial nesta modalidade.

Competições: Nesta modalidade o propósito é percorrer um circuito pré-definido no

MOCHILA DE HIDRATAÇÃO

menor tempo possível.

Acrobacia: Aqui o piloto se especializa em fazer manobras velozes e agressivas com seu equipamento. Geralmente, os treinos são feitos sobre as águas de um lago ou represa.

PARA NÃO FICAR POR FORA São muitos os famosos que já decolaram nas asas de um parapente, como Karina Bacchi, Paola Oliveira e Iran Malfitano. E os aventureiros Olivier Anquier, Claude Tregrois, Robson Caetano, Rodrigo Rainere e Ranimiro Lotufo são praticantes do esporte.

13


M OVIMENTO

Surfista ou skatista? CONHEÇA UM POUCO MAIS DO CARVEBOARD, ESPORTE QUE CONQUISTOU SURFISTAS, SKATISTAS E CRIOU UMA NOVA TRIBO. POR ANA CAROLINA ALVES

S

14

em muito tempo de ir à praia, mas com muita

skate: carveboard, referindo-se ao termo “carve”,

vontade de pegar umas ondas? Por que então

em português “cavada”, manobra empregada pelos

não surfar na cidade? É isso mesmo. Surf no

surfistas quando fazem curvas fechadas e inclinam

asfalto: é assim que o carveboard é melhor definido.

bastante o corpo. O resultado das tardes de mar

Foi exatamente com a proposta de simular o surf que

calmo, em que deslizar pelas ruas com os amigos

o conceito de carveboard surgiu em 1992. Idealizado

era mais legal, logo virou negócio para os Gerlach.

pelo surfista havaiano Laird Hamilton, o esporte

Em 1997, Brad abriu a Carveboard Sports e passou

nasceu com um primeiro skate construído a partir

a vender seus skates de pneus largos e molas soltas

de peças usadas e pneus de bicicletas. Na época, o

para o mundo inteiro.

protótipo foi deixado um pouco de lado até nascer

O sucesso foi instantâneo, com muitos adeptos,

o mountainboard, que se valia de recursos mais

inclusive no Brasil. Rafael Cintra, praticante desde

modernos de inclinação no shape e eixos sobre molas.

2006, conheceu o esporte através de um amigo

Com esses novos equipamentos, Joe e Brad Gerlach,

que já praticava o carveboard. Ele conta que ambos

pai e filho respectivamente, surfistas da Califórnia,

aprenderam a andar de carve sozinhos. “Nós dois já

resgataram o conceito de Hamilton a fim de aprimorar

tínhamos uma noção, porque já tínhamos andado de

a gravação de um vídeo com dicas de surf.

longboard e de snowboard. Mas mesmo assim, é um

Notando o potencial do que tinha acabado de recriar,

esporte muito fácil de praticar. E como passa de amigo

Brad Gerlach, então, dá um nome a seu mais novo

para amigo, não tem quem fique ensinando”, diz.


09


M OVIMENTO

Rafael, que costuma andar de carve aos finais de

final de semana. É um esporte tranquilo, que você

semana em Alphaville, conta também que a experiência

pode praticar no meio da natureza. Só andando para

de treinar sem instrutor não impediu alguns tombos.

descobrir a sensação”, completa.

“Uma vez a roda travou em um buraco e eu estava

16

sem proteção. Depois dessa, nunca mais andei sem

MOVIMENTO É IMPORTANTE

capacete, joelheira e cotoveleira”.

Apesar da semelhança física, o carveboard funciona

Contudo, a sensação de poder desfrutar das cavadas,

de modo diferente do skate. “É claro que em esportes

rasgadas e batidas, e de aprimorar o movimento a

de prancha, como o skate e seus variantes como o

cada manobra, é quase indescritível. “Em Alphaville,

longboard, além dos pés, você usa também o corpo

há uma ladeira – não muito reta, nem muito

para se movimentar e se equilibrar. Mas no carveboard

inclinada – de aproximadamente 3 quilômetros, sem

a importância do jogo de corpo e do movimento

nenhum carro. É perfeita para andar de carve no

dos quadris é muito maior”, explica Ricardo Ducco,


um dos responsáveis pela marca DropBoards,

dos esportes de prancha mais fáceis de aprender”,

primeira fabricante de carveboard no Brasil. Ele, que

complementa.

conheceu o esporte em 2001 quando morava em

A segurança no tamanho das rodas também ajuda

San Diego (EUA), relata também que o número de

a definir o público do carveboard. A maior parte dos

brasileiros querendo deslizar asfalto abaixo aumenta

adeptos está na faixa dos 30 e 35 anos, porém “é benéfico

a cada ano. “São em média 4.000 mil praticantes”,

para qualquer idade”, diz um dos sócios da DropBoards,

acrescenta. Tamanho sucesso, explica Ricardo,

Ricardo Ducco. Para ele, o carveboard é mais do que

deve-se principalmente ao equipamento pesado –

um esporte. É um estilo de vida. “Não é radical e não há

com rodas largas – que, de certa forma, transmite

agressividade. O carveboard é muito mais um passeio,

segurança a quem quer aprender o esporte. “Um

uma apologia ao surf. Existem competições, mas elas

iniciante, que nunca andou de skate comum, já

não são prioridade. Andar de carve é um ótimo exercício

no 1º dia de treino consegue andar de carve. É um

tanto para as pernas quanto para a alma”, finaliza.

17


N UTRIÇÃO

um cardápio

que vai além da nutrição

18


JÁ PENSOU EM INCLUIR NA SUA DIETA INGREDIENTES QUE PREVINEM CÂNCER, DOENÇAS CARDIOVASCULARES E HIPERTENSÃO? ENTÃO CONHEÇA MAIS SOBRE OS “ALIMENTOS FUNCIONAIS” E O QUE ELES PODEM FAZER POR VOCÊ. POR ANDRÉIA BRASIL

19


N UTRIÇÃO

Folhas aumentam a atividade de enzimas que protegem contra a formação de câncer. Framboesas têm efeito antioxidante, agem sobre a formação de radicais livres e diminuem sintomas da menopausa.

D

esde criança você ouve falar que quanto mais colorido o seu prato, isto é, cheio de verduras, legumes e frutas, mais nutritivo ele

é. E quando o seu menu inclui tomates, brócolis, cítricos e cereais, você imagina que o seu organismo está recebendo uma dose de vitaminas, cálcio, carboidratos,

20

proteínas e fibras, certo? Sim, é verdade, mas a ciência

manutenção e em outras funções normais do organismo

descobriu que, além disso, esses e outros alimentos são

humano. A eficácia e a segurança desses alimentos

capazes de fazer muito mais pela sua saúde.

devem ser asseguradas por estudos científicos”, explica

Se de um lado existem comidas que fazem mal, como

Renata Cristina Gonçalves, nutricionista parceira do

a gordura, do outro, há uma lista de nutrientes que

Ganep – Grupo de Nutrição Humana.

não só mantém o bom funcionamento do corpo, como

A especialista esclarece que a funcionalidade desses

também possuem compostos chamados de “funcionais”

alimentos acontece porque eles possuem compostos

ou “nutracêuticos”.

bioativos que trabalham como moduladores dos

Essa característica indica que eles colaboram para

processos metabólicos, prevenindo, por exemplo,

melhorar o metabolismo e prevenir ou auxiliar no

o surgimento precoce de doenças degenerativas.

tratamento de problemas de saúde. “Segundo a Agência

“Os funcionais são potentes antioxidantes naturais,

Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), esses

isso significa que têm capacidade para combater

alimentos produzem efeitos metabólicos ou fisiológicos

os radicais livres, relacionados a diversas doenças”,

através da atuação no crescimento, desenvolvimento,

afirma Renata.


ALIADOS DA SAÚDE Para a nutricionista, ainda que o consumo de alimentos funcionais seja uma tendência para a redução de

“(...) quanto mais colorido o seu prato, isto é, cheio de verduras, legumes e frutas, mais nutritivo ele é.”

doenças, como as cardiovasculares, é importante lembrar que a alimentação deve ser sempre balanceada, adicionando essas substâncias que, em sua maioria, já estão presentes no cardápio habitual. “Os alimentos

É bom destacar, ainda, que existem diversos alimentos

enriquecidos podem ser úteis, mas não trarão resultado

industrializados que reproduzem, artificialmente, as

se forem o único recurso alimentar”, diz.

funcionalidades dos alimentos. Nestes casos, Renata

Ademais, o correto é manter hábitos alimentares

enfatiza que os produtos que contém a substância

equilibrados: consumir poucos alimentos com gordura

funcional não substituem por completo o alimento de

saturada e ingerir frutas, legumes, verduras e cereais

onde o composto foi retirado, pois eles apresentam

integrais. “Tudo isso, aliado a um estilo de vida

apenas características parciais dos nutrientes. “Um litro

saudável, que envolve a prática de exercícios físicos

de leite enriquecido com ômega 3, por exemplo, oferece

regulares, consumo moderado de álcool, bem como

menos quantidade desse ácido graxo do que uma posta

evitar o tabagismo, é essencial para diminuir o risco de

de salmão. Em termos de proteína, essa substituição

doenças e promover a qualidade de vida”.

também não é indicada”, finaliza.

21


N UTRIÇÃO OS ALIMENTOS FUNCIONAIS Conheça melhor alguns dos alimentos que podem ajudar o seu organismo a combater diversas doenças e até retardar os efeitos do envelhecimento.

SUBSTÂNCIAS

22

FONTES ALIMENTARES

BENEFÍCIOS À SAÚDE

ÔMEGA 3 ÁCIDO GRAXO

Peixes de água fria, como salmão e truta; óleos vegetais (linhaça)

Previne doenças cardiovasculares, autoimunes e inflamatórias

FLAVONOIDE

Uva, amora, framboesa, frutas cítricas, brócolis, repolho, chá verde, soja

Tem efeito antioxidante - age sobre a formação de radicais livres; diminui sintomas da menopausa

LIMONOIDE

Frutas cítricas

Estimula a produção de enzimas que protegem contra o câncer; reduz o colesterol

ISOFLAVONA

Soja, amendoim, alcaçuz, legumes e ervilha

Diminui sintomas da menopausa; reduz o risco de doenças cardiovasculares, osteoporose e câncer de mama e próstata

BETAGLUCANA

Aveia, cevada, legumes

Controla a glicemia e o colesterol sérico

ISOTIOCIANATOS E INDOL

Brócolis, repolho, couve-flor, rabanete e folha de mostarda

Aumenta a atividade de enzimas que protegem contra a formação de câncer

LICOPENO

Tomate, goiaba, melancia

Tem efeito antioxidante; reduz o risco de doenças cardiovasculares e câncer

FIBRAS / PREBIÓTICO

Grãos integrais, frutas e vegetais em geral

Melhora a saúde intestinal; reduz o risco de câncer do cólon do útero; controla o colesterol

PROBIÓTICO

Leites fermentados, iogurtes

Melhora a saúde intestinal e a intolerância à lactose

Fonte: Dra. Jocelem Mastrodi Salgado, presidente e fundadora da Sociedade Brasileira de Alimentos Funcionais (SBAF)


K IDS

Estresse

também é coisa de

criança

24


A AGITAÇÃO E A CORRERIA COTIDIANA, QUE DEIXAM OS ADULTOS ESTRESSADOS, TAMBÉM PODEM AFETAR CRIANÇAS E ADOLESCENTES. SAIBA QUAIS SÃO OS SINTOMAS E COMO A ATIVIDADE FÍSICA PODE AJUDAR OS PEQUENOS A ALIVIAR A TENSÃO. POR ANDRÉIA BRASIL

O

estresse é uma reação natural e importante para o

OS SINTOMAS DO ESTRESSE

organismo humano. Quando uma pessoa enfrenta

Identificar a presença de estresse em crianças e adolescentes

situações difíceis, perigosas ou excitantes, o corpo

não é uma tarefa fácil. Segundo a hebiatra Talita Biason,

trabalha para garantir sua proteção. No entanto, quando esse

isso acontece porque os sinais são sutis, o que leva os pais a

sistema perde a função de preservação, o indivíduo passa a sofrer

confundirem o problema com rebeldia ou traços de personalidade,

de estresse patológico e o resultado são sintomas como ansiedade,

impossibilitando o diagnóstico correto. Por essa razão, mães

depressão, insônia, fadiga e irritação. E as preocupações e a

e pais precisam estar atentos a todos os detalhes da vida e do

rotina frenética têm mexido com o equilíbrio das pessoas cada

comportamento dos filhos.

vez mais cedo. “A sociedade impõe diversos tipos de cobrança

No caso das crianças, Biason afirma ser mais fácil tomar cuidado

no dia a dia; acaba-se exigindo muito de crianças e adolescentes

e supervisionar as alterações. “As crianças são assistidas mais

e essa situação pode levá-las ao estresse”, explica a Dra. Talita

de perto, os pais as ajudam a se vestir, as colocam para dormir,

Poli Biason, hebiatra (especializada em adolescentes) do Hospital

estão mais próximos delas”, diz. Os sintomas para os pequenos

Santa Catarina.

são mudanças extremas no comportamento. Por exemplo, uma

Diferentemente dos adultos, cujas tensões se referem ao trabalho,

criança que é tranquila passa a ficar nervosa e irritada; ou aquela

trânsito, orçamento apertado e falta de tempo, as causas para

criança que nunca gostou de ficar sozinha, de repente, prefere

o estresse infanto-juvenil estão, em geral, ligadas às cobranças

se isolar. Além disso, o estresse provoca distúrbios no sono, ou

e comportamento dos mais velhos. No caso das crianças, por

seja, crianças que querem dormir demais ou que têm pesadelos. É

exemplo, responsabilidades e atividades em excesso, brigas

sempre uma situação que vai de um extremo ao outro.

ou separação dos pais e perdas traumáticas podem ser fontes

Quanto aos jovens, reconhecer os indícios de preocupações

do problema. Entre os adolescentes, decisões sobre o futuro,

e tensões é um trabalho mais complicado, afinal, eles são

exigência e busca por melhorias estéticas, além da confusão

reservados, independentes, dormem e acordam sozinhos e suas

hormonal da puberdade, são alguns agentes de estresse. Além

atitudes são facilmente chamadas de “coisas de adolescente. “Os

disso, os dois grupos possuem um fator estressante em comum:

pais de jovens precisam conversar com os filhos, porque eles

a escola. Tanto a demanda por boas notas, como mudanças de

podem esconder informações. É preciso perguntar como estão,

colégio, professores e colegas têm uma participação importante

se dormiram bem. A conversa ajuda os jovens a enfrentar essa

no desequilíbrio emocional de crianças e adolescentes.

fase com mais facilidade”, afirma Biason. E a hebiatra ensina uma

25


K IDS dica valiosa para auxiliar a distinguir o estresse juvenil: notar as

ALIVIANDO AS TENSÕES

flutuações de humor porque, embora os jovens sejam irritadiços,

Da mesma maneira que os adultos procuram por hobbies e

essa condição costuma mudar em questão de horas. Se, pelo

atividades físicas para amenizar os efeitos do estresse, também

contrário, a irritação permanece por longos períodos, pode ser

as crianças e adolescentes precisam encontrar alternativas para

um sinal de estresse.

diminuir a pressão que sentem. E nesses casos, os exercícios físicos podem ser ótimos aliados. Os pequenos e os jovens devem

O FUTURO DOS ESTRESSADINHOS

escolher a atividade mais prazerosa possível, praticá-la de forma

Noites mal dormidas, nervosismo e mudanças de comportamento.

lúdica, sem competição e com limites. “O ideal é se exercitar no

Assim como os sintomas, o estresse também apresenta diferentes

máximo duas ou três vezes na semana e com aproximadamente

consequências para crianças e adolescentes. De acordo com

uma hora e meia de exercício”, diz a hebiatra Talita Biason, do

Márcia Bignotto, psicóloga clínica do Instituto de Psicologia

Hospital Santa Catarina.

e Controle do Stress de Campinas (São Paulo), os efeitos desse

Para a psicóloga Márcia Bignotto, a prática de atividades físicas

problema podem ser de natureza física, emocional ou social. “No

também é considerada uma das estratégias para o tratamento

primeiro caso, quando o estresse é prolongado, as glândulas supra-

do estresse. “Pesquisas mostram que cerca de 80% das pessoas

renais passam a produzir corticosteróides em uma quantidade

procuram fazer exercícios físicos para aliviar a tensão a que são

muito grande. O aumento na produção dessas substâncias afeta

submetidas diariamente. Os exercícios físicos continuados fazem o

diretamente o sistema imunológico, reduzindo a resistência do

corpo liberar endorfina, substância capaz de, entre outras funções,

organismo e tornando-o vulnerável ao desenvolvimento de

melhorar o humor. Assim, envolver crianças e jovens em atividades

infecções e de doenças contagiosas”, explica.

físicas é uma boa recomendação para o estresse”, finaliza

Os danos psicológicos se revelam ao longo do tempo e deixam crianças e jovens agressivos, desobedientes, apáticos

Para ajudar crianças e adolescentes a aliviar as tensões

e desinteressados. Em decorrência do estresse, podem surgir

e, de quebra, desenvolver capacidades motoras, físicas e

problemas escolares, por conta da dificuldade de concentração e

mentais, a Fórmula Academia oferece a Escola de Esportes,

de explorar o pensamento abstrato. Além disso, medos exagerados,

com diversas atividades especiais para faixas etárias entre

depressão e ansiedade também surgem com frequência.

03 e 14 anos.

Já as consequências sociais se manifestam quando as crianças e os adolescentes crescem vulneráveis ao estresse e não

CONFIRA ALGUMAS OPÇÕES:

recebem o tratamento adequado. “Eles certamente se tornarão

Minifutebol; Habilidades motoras; Jogos; Judô; Dança;

adultos frágeis, sem resistência às dificuldades da vida, que não

Ballet; Natação; Ginástica acrobática; Musculação

conseguem lidar com as mudanças, que têm dificuldade em

adaptada; Minitênis; Patinação; Futebol.

conviver em sociedade”, conclui a médica.

26


P ERFIL

Miss saúde

e simpatia

COM APENAS 21 ANOS, ELA POSSUI UM TÍTULO QUE QUALQUER BRASILEIRA DESEJARIA TER. MELANIE FRONCKOWIAK, MODELO GAÚCHA, FOI ELEITA A MULHER COM O BUMBUM MAIS BONITO DO MUNDO, APÓS VENCER O CONCURSO SHOW ME YOUR SLOGGI (DA MARCA TRIUMPH) EM NOVEMBRO DO ANO PASSADO. GANHOU, ASSIM, 15 MIL EUROS E A CARREIRA INTERNACIONAL. MESMO COM A CORRERIA DA VIDA DE CLIQUES E PASSARELAS, MELANIE NÃO DEIXA DE LADO O SORRISO LARGO, A SIMPATIA E O SONHO DE SER ATRIZ. DISCIPLINADA, A ALUNA DA FÓRMULA ACADEMIA NÃO CEDE À TENTAÇÃO DE DOCES E GULOSEIMAS, MALHA 4 HORAS POR DIA, ADORA ALIMENTOS ORGÂNICOS E AFIRMA: ALIAR SAÚDE AO ESTILO DE VIDA É O SEGREDO DE TODA BELEZA. POR ANA CAROLINA ALVES FOTOGRAFIA DEDE FEDRIZZI

28


P ELFIL

Revista Fórmula: Como você cuida

Revista Fórmula: E da mente? Você

ainda em Pelotas (RS) e recebi um convite

do corpo?

acha que estar bem fisicamente

para vir modelar em São Paulo. Acharam

Melanie Fronckowiak: Alimentação

também requer estar bem no aspecto

que eu tinha um corpo bonito e potencial

saudável aliada a muita academia: esse é

emocional?

para a carreira. Quando entrei para a

o segredo para se ter um corpo bacana.

Melanie Fronckowiak: Confesso que falta

agência Ford Models, logo veio também

Não dá para consegui-lo sem juntar essas

um pouco cuidar dessa parte, sabe? O

o convite para participar do concurso da

duas coisas. E nunca escondo de ninguém

que gosto muito de fazer é ouvir música

Sloggi, que no Brasil ganhou bastante

essas “táticas”. Malho pra caramba mesmo

e praticar esportes. Procuro também

destaque por causa dessa coisa

e minha alimentação é super regrada. A

sempre estar de bem com a vida. Quando

do bumbum.

vida de modelo é uma vida sem horário.

estou trabalhando, faço o meu melhor,

Por isso, disciplina é meu maior desafio.

me empenho pra valer. Quando estou

Revista Fórmula: Ter um bumbum

Sempre que é possível, tiro o molho e

estressada, vou para academia e fico duas

bonito é o sonho da maioria das

o queijo das comidas e minha bolsa é

horas direto malhando (risos). Aí já alivia

brasileiras. Você estava 100% satisfeita

cheia de barrinhas de cereais. Eu gosto

bastante.

com o seu antes de ganhar o título? Estava confiante na vitória?

bastante de cozinhar também e isso ajuda a diminuir o sal e o óleo.

Revista Fórmula: Quais são seus

Melanie Fronckowiak: Sim. Tem que

Além disso, consumo produtos orgânicos,

hobbies? O que gosta de fazer quando

estar, porque isso simplesmente reflete

que são ótimos para o corpo, o cabelo e

não está desfilando ou posando para

o pensamento de quem malha. É claro

a pele.

fotos?

que a questão genética ajuda, mas

Melanie Fronckowiak: Adoro viajar,

também o corpo saudável é produto de

Revista Fórmula: De que maneira você

sobretudo para o campo para fugir um

muito esforço e do fato de eu ser uma

se exercita? E qual tipo de exercício

pouquinho da cidade. Gosto de praia

atleta. Sempre pratiquei e gostei muito

você prefere fazer na academia: os mais

também, mas ainda prefiro o campo. Lá

de esportes. No concurso fiz o melhor

agitados ou os mais relaxantes?

relembro minhas raízes andando a cavalo.

que pude. No final, brinco que ganhei 15

Melanie Fronckowiak: Adoro correr,

Estudo teatro também. Ultimamente

mil euros com minha proposta de viver

nadar, fazer musculação, para não ficar

tenho me dedicado bastante a isso.

uma vida saudável. E o resultado foi

magra demais. Faço pilates também,

ótimo: a vitória me abriu muitas portas,

quatro vezes por semana, ou seja, vario

Revista Fórmula: Você mora em São

principalmente as internacionais. Tornei-

bastante as atividades físicas. Acima de

Paulo desde quando?

me garota propaganda da Sloggi, desfilei

tudo, busco sempre o equilíbrio entre

Melanie Fronckowiak: Estou aqui em São

bastante pela Europa, sobretudo Paris

exercícios mais rápidos e mais tranquilos.

Paulo desde agosto de 2007, isto é, desde

(onde foi realizada a final do desfile) e

quando comecei a modelar. Volto para

Munique. O essencial para vencer, acho, foi

Revista Fórmula: Como é a sua dieta?

Pelotas só para visitar a família e mesmo

ter adotado de fato o conceito da marca,

Melanie Fronckowiak: Para começar,

assim é difícil. Nunca dá tempo! (risos)

que é de se preocupar com a beleza e com

não como doces. Claro que, como

Tudo aqui é tão efêmero, estou sempre

a saúde. Hoje há muitas modelos que, em

qualquer pessoa, morro de vontade, mas

na correria.

prol da beleza, acabam se prejudicando,

me controlo. Se eu estou com muita

cometendo exageros para ficarem magras.

vontade de comer chocolate, por exemplo,

Revista Fórmula: Conte um pouco da

O que faço, claro, é me preocupar com a

engano o estômago comendo um gel de

sua trajetória até obter o primeiro lugar

postura de passarela, mas não abandonar

carboidrato com gosto de chocolate. A

no concurso realizado pela Triumph.

os treinos e a alimentação.

força de vontade vem do fato de eu gostar

Você é modelo desde qual idade? Como

de ser saudável, de me cuidar. Daí saber

começou?

que – como modelo – tenho que fazer

Melanie Fronckowiak: Comecei tarde

alguns “sacrifícios”.

para uma modelo, com 19 anos. Morava

32


P ELFIL

“No final, brinco que ganhei 15 mil euros com minha proposta de viver uma vida saudável.”

34

Revista Fórmula: Ter ganhado o

tudo o que fiz e o que faço para me

Concurso “Show Me Your Sloggi”

manter em forma, eu respondo numa boa.

aumentou o assédio masculino? E as

Não tem segredo e não escondo nada de

mulheres? Procuram você para obter

ninguém. Basta gostar de você e se cuidar.

a receita?

Para mim, não existe essa história de

Melanie Fronckowiak: Sempre existe

concorrência entre as mulheres, de uma

assédio. Mas eu levo isso numa boa. Tem

querer ficar mais bonita do que a outra.

que saber lidar, não tem muito jeito. É

Todas são diferentes e a concorrência deve

preciso ouvir o que as pessoas têm a dizer.

ser entre a gente com a gente mesmo.

Em relação aos homens, a repercussão que o título de Miss Bumbum proporcionou

Revista Fórmula: Quais os planos para

foi enorme. E não posso reclamar, já

o futuro?

que foi isso que alçou minha carreira no

Melanie Fronckowiak: Pretendo ser

exterior. Não tenho nenhum problema

atriz. Para isso, faço curso de teatro e o

se me pedem para andar de costas, por

concilio com a vida de modelo. Gosto

exemplo, desde que não seja só isso. Eles

muito de atuar, até mesmo quando estou

também têm que querer ouvir o que eu

em filmes de propaganda. Adoro TV e

tenho a dizer e não somente reparar no

acho, realmente, que tenho potencial para

meu corpo. Tenho que saber lidar com a

ser uma ótima atriz. Vou levando as duas

situação e ter jogo de cintura para colocá-

vidas enquanto dá.

la ao meu favor.

E vou seguindo como modelo até me

No que se refere às mulheres, também não

sentir pronta para encarar, sob outras

há problema algum. Se me questionarem

perspectivas, os sets.


SHOPPING JARDIM SUL: Av. Giovanni Gronchi, 5819 - Piso 1/ Loa 211 - Morumbi - São Paulo/Sp - Tel. 11 3501-0944 SHOPPING ELDORADO: Av. Rebouças, 3970 - Piso 2/ Loja 339-E - Pinheiros - São Paulo/SP - Tel. 11 3032-2922


B E M - E S TA R

36


Boa forma

e qualidade de vida CONDICIONAMENTO FÍSICO E GANHO DE CONSCIÊNCIA CORPORAL SÃO PASSOS IMPORTANTES PARA A CONQUISTA DE UMA VIDA SAUDÁVEL E MAIS FELIZ, E O MÉTODO PILATES PODE AJUDAR. POR SOLANGE VEIGA

37


B E M - E S TA R

M

ente sempre antenada, múltiplas tarefas,

que apresentava desde o nascimento, como a asma,

necessidade de estar bem para lidar com

febre reumática e raquitismo. Por isso, sua busca em

a correria diária. É preciso ter energia para

aprimorar e fortalecer seu corpo sempre foi constante

aguentar tanta carga. Nesse contexto, cuidar da saúde

em sua vida. Ao ser aprisionado durante a Primeira

física vai além de um mero capricho. Além de belo, o

Guerra Mundial, Joseph Pilates passou a se preocupar

corpo em equilíbrio significa rendimento no trabalho, na

também com a saúde das pessoas e a aplicar seus

escola e maior aproveitamento do tempo com a família.

métodos na concentração, quando ficou conhecido

Aqui, a qualidade de vida é o que importa e o método

por suas técnicas que evitavam o adoecimento dos

Pilates pode ser um grande aliado desta conquista.

internos daquele campo, enquanto a gripe matava

Além do aumento do volume muscular, com

milhares na Europa, em 1918. Até então, a meta do

enrijecimento de glúteos, parte interna das coxas e

alemão Pilates era a reabilitação corporal. De volta à

abdome, entre outros locais, o Pilates busca ganho de

Alemanha, ao final da Guerra, Joseph mudou seu foco

consciência corporal aliado à flexibilidade, estabilização

de preocupação, que passou a ser o condicionamento

e aprimoramento postural. Que tal conhecer melhor

físico dos soldados alemães. Então inventou aparelhos

esta alternativa?

e acessórios e formulou uma série de exercícios que aprimoravam a força, flexibilidade e o controle motor.

38

DE ONDE VEM

A partir daí, o método Pilates passou a ser aplicado

O método inicialmente recebeu o nome de “contrologia”

tanto com o intuito de reabilitar como o de condicionar

por seu criador, o alemão Pilates, quando abriu seu

o corpo. A técnica é composta por etapas crescentes de

estúdio em Nova York, em 1926. Ele desenvolveu suas

aplicação. Há os exercícios chamados de pré-solo, que

técnicas de exercício para uso pessoal, já que tinha

utilizam apenas o peso do próprio corpo e a ação da

diversas limitações físicas por causa das doenças

gravidade. Trabalham a musculatura ao redor da coluna


lombar, preparando sua estabilização. Os exercícios vão evoluindo até que chegam aos aparelhos, onde também há uma iniciação, reconhecimento, e só depois o avanço para práticas intermediárias e avançadas. Então, além da prevenção de patologias, o especialista Edelberto Tortato enfatiza que o método “muda o estilo de vida da pessoa”. Ela passa a se preocupar com a obtenção e manutenção do desenvolvimento uniforme do corpo, saúde mental e na capacidade de realizar com facilidade suas atividades de vida diária. O próprio Joseph Pilates já dizia: “se um indivíduo tem 20 anos e está encurtado, é um velho. Porém se tem 60 anos e tem flexibilidade e força é um jovem”. Isso porque ele se baseou no fortalecimento muscular com alongamento para criação de todos os exercícios. E é exatamente esse alongamento que cai como uma luva depois de uma crise aguda de lombalgia – dor nas regiões lombares que pode ser irradiada para o nervo ciático -, quando a mudança nos hábitos cotidianos ao realizar as tarefas é inevitável. Foi assim para Thereza Fernandes, 53, professora universitária, que teve uma crise após uma aula de hidroginástica. Ela precisou fazer alguns tratamentos e tomar muitos remédios, mas foi com o Pilates, após o término do período inflamatório, que alcançou a melhora. “Com o alongamento e fortalecimento da região lombar, consegui evitar que a crise voltasse e me senti bem mais consciente de meus movimentos e limitações. Passei a me conhecer melhor”, diz a professora. QUANDO NÃO SE DEVE PRATICAR Segundo o especialista Alexandre Delgado, sempre haverá uma avaliação postural inicial para direcionar o trabalho. É quando se identifica se a pessoa está apta a realizar os exercícios e em que módulo ela pode começar. No geral, a contraindicação é apenas para o período crítico de uma patologia. Então, espera-se passar a inflamação e os exercícios já podem ser praticados. Outro caso específico é evitar certo tipo de exercício, dependendo da limitação pessoal. “Um cardíaco, por exemplo, não pode realizar exercícios de inversão, ficar de ponta cabeça. Nem quem tem labirintite, glaucoma, pressão alta”, explica o especialista. Fora isso, as indicações são aquelas básicas para realização de qualquer atividade física, como evitar a prática durante os três primeiros meses de gestação ou em casos extremos de situações agudas de dor.

39


G OURMET

Para esquentar

o paladar SOPAS, CALDOS QUENTES E LUGARES ACONCHEGANTES SÃO PERFEITOS PARA APRECIAR OS DIAS FRIOS. E A CIDADE TEM OPÇÕES DIVERSAS DE BISTRÔS, RESTAURANTES E CASAS DE SOPA PARA AGRADAR A TODOS OS GOSTOS. CONHEÇA ALGUMAS DELAS. POR JANAINA GIMAEL E ANA CAROLINA ALVES Filé de salmão marinado em sakê e missô.

Natural & Tasty O Natural & Tasty tem como principal conceito a busca pela alimentação saudável, mas sem radicalismos. Neste restaurante natural gourmet, sob o comando do chef Kiko Hwang, há espaço também para o adocicado e o picante, que podem ser saboreados de modo quase imperceptível. Para curtir um friozinho, o chef – que tem especialização na tradicional faculdade de gastronomia francesa, Le Cordon Bleu, e, quem diria, formação em Medicina pela USP - recomenda o Miso Salmon, um tenro e suculento filé de salmão marinado em sakê e missô, grelhado e gratinado, com fina cobertura de caramelo picante thai, acompanhado por legumes e shitake salteados em molho de ameixa e arroz japonês. Outro ótimo pedido para as estações mais frias do ano é o Shrimp Scampi, uma massa especial acompanhada por 5 camarões grandes empanados e regados com delicioso molho cremoso de limão, vinho e alho. Rua Haddock Lobo, 855 – Jardim Paulista – São Paulo – SP/ (11) 2589-3795

40


B&B Burger & Bistrot O lugar é muito aconchegante e perfeito para o frio. Um dos segredos escondidos em meio aos Jardins. Existe desde 2003 e procura misturar a cultura francesa e norte-americana ao oferecer no cardápio desde hambúrgueres até pratos típicos franceses, como confit de pato ao mel e pimenta-rosa. Uma das melhores pedidas é o creme de funghi com batata. O chef Wellington Costa também recomenda, para tempos mais frios, moqueca de camarão com robalo e arroz de coco, além do hambúrguer com molho e lascas de foies gras. No comando do B&B desde sua inauguração, Costa iniciou sua carreira há 12 anos, após ter inaugurado o Di Bistrot, B&B, Belini e Di loung, restaurantes também situados em São Paulo. Com o talento reconhecido, foi convidado a inaugurar, junto ao chef de cozinha Cássio Machado, o Copa Café e o Atlântico, situados em Copacabana, no Rio de Janeiro. E após retornar a São Paulo, o chef inaugurou o Balneário das Pedras, de onde saiu para se tornar proprietário e chef do B&B. O diferencial do bistrô, além do cardápio refinado, está no ambiente moderno, com um extenso balcão de acrílico e, ao mesmo tempo, intimista, com mesinhas próprias para casais jantarem à luz de velas. Rua Bela Cintra, 1693 – Jardins – São Paulo – SP Tel.: (11) 3062-0643 Ambiente do Chalezinho

Philippe Bistrô

Era uma vez um Chalezinho...

Localizado na Rua Normandia, uma das mais bonitas

Em pleno bairro nobre do Morumbi, o Era Uma Vez

de Moema, o restaurante fica em uma casa que, apesar

Um Chalezinho – como o próprio nome diz – é um

de moderna, conta com toques rústicos que dão

verdadeiro conto de fadas em termos de bom gosto e,

mais charme ao local. O chef Luis Philippe, formado

claro, delícias que fazem muito sucesso nas noites de

em Cuisine e Pâtisserie pela Le Cordon Bleu Paris, é

frio. Para dias frios, todas as fondues do cardápio são

quem responde pelo menu diversificado e saboroso. A

bem-vindas.

recomendação fica por conta do atum marinado com cogumelos selvagens e molho tarê especial, principal

Rua Itapimirum, 11 – Morumbi – São Paulo – SP Tel.: (11) 3501-9322

prato da casa e sucesso entre os clientes também em dias mais frios. Há também outras delícias como o peito de frango laqueado ao curry com couscous marroquino e o salmão ao molho de champagne e tagliatele de legumes. Rua Normandia, 103 – Moema – São Paulo – SP Tel.: (11) 5532-0807 ou (11) 3804-6641

41


T URISMO

Para saber mais Vale a pena visitar o site www.paraty.com.br antes ou depois de fazer as malas. Nele você encontra, além de informações sobre a cidade, a agenda mais atual dos

Paraty: eventos que acontecem por lá.

um paraíso para todos A CIDADE, QUE OFERECE CULTURA, NATUREZA E ESPORTES DE AVENTURA PARA SEUS VISITANTES, É UM ROTEIRO IMPERDÍVEL NO LITORAL CARIOCA. POR SOLANGE VEIGA


Foto: Luiz Antonio da Silva


Foto: www.paraty.com.br

T URISMO

C

heia de charme, história para contar, beleza

MARESIA, ECOTURISMO

exuberante e receptividade, localizada entre

E ESPORTES DE AVENTURA

o mar e a serra, ao sul do Rio de Janeiro,

O centro histórico da cidade, onde não é permitida

Paraty é uma cidadezinha pitoresca e encantadora,

a circulação de carros, é referência para quem gosta

fundada no século XVII, que atrai por sua estética e

de passeios tranquilos, acompanhados pela beleza

cultura. Capital da FLIP, a Festa Literária Internacional

arquitetônica do lugar, com museus, construções

de Paraty, que desde 2003 reúne visitantes de diferentes

antigas, artistas e músicos populares, com boa estrutura

nacionalidades, também já foi sede da 4ª etapa do

para alimentação e hospedagem. Há ainda a opção de

Adventure Camp, considerado o maior circuito de

curtir o clima praiano colonial de bicicleta, a cavalo ou

corrida de aventura na América Latina.

mesmo velejando nas águas da Baía de Paraty.

Suas 300 praias e 65 ilhas em meio à Mata Atlântica

Para aqueles que preferem aproveitar a estadia com

são um convite aos passeios de escuna e à prática de

aventura mais radical, as cascatas e cachoeiras, comuns

esportes, e a cidade também chama a atenção pelas

na região por conta dos inúmeros rios e relevo irregular,

características coloniais, representadas pelos casarões,

possibilitam a prática de canoísmo, rappel, tirolesa e

igrejas, casinhas térreas, ruelas estreitas e calçamento

caiaque. Para os adeptos de voos ao ar livre, há duas

de pedras irregulares, conhecido como “pé-de-

potenciais rampas naturais para decolagem de asa

moleque”. Todo esse cenário, misturado à ferveção

delta, uma no Morro da Olaria, com 360 metros de

cultural, faz de Paraty um lugar único, inclusive para

altura, e outra na Pedra da Macela, com 1.800 metros.

esportistas, que também querem apreciar a natureza e

E a corrida de aventura também é uma das alternativas

tomar um banho de conhecimento e história.

que a cidade oferece. Em dezembro passado, cerca de 700 atletas – entre eles crianças e representantes da melhor idade – participaram do circuito promovido pelo Adventure Camp 2008; o qual incluiu além da corrida canoagem, tirolesa, trekking em mata fechada e

44

pedaladas de bicicleta em subida.


Foto: Luiz Antonio da Silva


T URISMO Foto: Luiz Antonio da Silva

CAMINHO DO OURO

46

As trilhas fazem parte das atividades típicas em Paraty

A partida acontece no centro histórico de Paraty e tem

e agradam os simpatizantes da caminhada. A mais

duração de seis horas. Acompanhado por guia turístico,

conhecida delas é uma viagem no tempo: o “Caminho

que vai contando a história da rota do ouro, o visitante

do Ouro” que, em sua origem, era usada pelos índios

pode apreciar a beleza da vegetação de Mata Atlântica

Guaianás, até 1695, para se deslocarem entre as aldeias

da Serra do Facão, com seus palmitos e bromélias, e

do Vale do Paraíba e as praias. Foram eles, inclusive, que

constatar a construção da estrada feita pelos escravos.

batizaram a cidade.

Até o início da trilha, que fica na estrada Cunha - Paraty,

O caminho fica na Serra do Facão e ganhou notorie-

o percurso de 10 quilômetros é realizado de carro e são

dade quando os portugueses resolveram usá-lo para o

feitas algumas paradas até o fim do passeio. A primeira

transporte do ouro até o porto de Paraty, no final do

é na ruína que teria sido a porta de entrada de Paraty

século XVII. Depois, com a abertura de uma nova rota

na época do Brasil-Colônia, ainda no centro. E a última

que ligava Minas Gerais ao Rio de Janeiro, o caminho

é no ponto principal do roteiro, uma outra ruína que,

passou a ser usado apenas para o escoamento da

supostamente, seria parte da “Casa do Registro” ou

produção de café das fazendas do Vale do Paraíba e

“Casa dos Quintos”, criada em 1703, onde era cobrado

transporte dos escravos. Seu fim foi decretado com a

um quinto de todo ouro transportado como imposto.

construção da estrada de ferro em Guaratinguetá, em

Entre uma e outra, vale destacar uma terceira, a

1877, e com a abolição da escravatura, em 1888.

parada no Sítio Histórico e Ecológico do Caminho do

Hoje, é preciso ter fôlego para encarar o passeio, pois

Ouro (SH-eco) onde, na volta, o turista pode provar um

o caminho é íngreme e exige certo esforço físico. Para

almoço feito no fogão à lenha e visitar a cachoeira que

os mais preguiçosos, há cavalos que ajudam na subida.

fica na propriedade.


Foto: Luiz Antonio da Silva

FESTAS PARATIENSES

Foto: www.paraty.com.br

Na cidade, tipicamente festeira, a FLIP é hoje o maior evento de Paraty. Uma festa literária que reúne autores consagrados e populares de diversas partes do mundo e que encanta com a pluralidade de línguas e sotaques que se ouve nas ruas durante sua realização. Desde sua primeira edição, em 2003, a FLIP é dedicada à memória de um grande escritor, que começou com Vinicius de Morais. Em 2009, o homenageado, durante a primeira semana de julho, foi Manuel Bandeira. Mas não para por aí. A Festa do Divino é outra das principais tradições da cidade. Numa grande festa profano-religiosa, que dura dez dias, os paratienses saem às ruas do centro histórico para expressarem sua cultura, advinda dos colonizadores. Acontece todo ano, 50 dias após a Páscoa. E no terceiro final de semana de agosto, período em que se realiza a festa, a espera é pelo Festival da Pinga. São montados estandes dos alambiques da região na Praça Matriz e tem até concurso da “Rainha do Engenho”. Como a cidade já teve grande destaque econômico, por conta dos engenhos de cana-de-açúcar, esta festa tem grande importância para a população local. Alguns dizem até que foi em Paraty que a pinga nasceu.

47


T URISMO Foto: www.paraty.com.br

DICAS DE VIAGEM COMO CHEGAR Partindo de São Paulo há várias alternativas. Das mais viáveis,

Para ir do Rio de Janeiro até Paraty é só seguir pela Rio-Santos

uma é pegar as rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto até São

ou ir pela via Dutra, pegar a rodovia Barra Mansa-Angra e seguir

José dos Campos, pegar a rodovia dos Tamoios até Caraguatatuba

pela Rio-Santos.

e seguir pela Rio-Santos (BR-101) até Paraty.

A cidade está a 303 km de São Paulo e a 235 km do Rio de Janeiro.

Outra opção é seguir pelas rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto até a saída para Dutra - sentido Rio -, seguindo mais ou

QUANDO IR

menos por seis quilômetros até Taubaté e pegando a rodovia

A temperatura média anual de Paraty é de 27ºC. A cidade se

Oswaldo Cruz e, em seguida, Rio-Santos (BR101) até Paraty. Essa

caracteriza pelo clima quente e úmido. Para quem quer aproveitar

vale a pena pela paisagem, mas para quem não conhece a Serra

as praias, a melhor época do ano é o verão, embora Paraty seja um

de Taubaté, além do lindo cenário, é bom saber que há trechos

lugar interessante para se visitar em qualquer estação. Preferindo

muito íngremes.

animação e movimento, a alta temporada acontece de novembro

O caminho Dutra/Guaratinguetá/Cunha/Paraty, que compensa

a fevereiro. Entre junho e agosto, a cidade vive a calmaria por

pela exuberante paisagem do Parque Nacional da Bocaina e pela

causa das temperaturas amenas do inverno, o que proporciona

economia de uma hora até Paraty, não é aconselhado para o

mais tranquilidade ao viajante. E é claro que, durante as festas

momento, pois a estrada Paraty-Cunha está interditada.

paratienses, independentemente da estação, o agito é garantido.

48


49


E SPECIAL

Vida longa ao tênis DE LONGA IDADE E MUITA HISTÓRIA, O TÊNIS ESTÁ SEMPRE EM ALTA. SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE O ESPORTE QUE NUNCA MORRE E QUE CONQUISTA CADA VEZ MAIS ADEPTOS. POR ANA CAROLINA ALVES

E

dgar Lepri começou a jogar tênis por causa da influência de sua família. “Sempre gostei de esporte e na minha casa todo mundo praticava algum, basquete e tênis

principalmente”. Ele é um dos cerca de um milhão de praticantes da modalidade no País, a qual se acredita que tenha surgido na França no século XII, a partir de um jogo chamado “jeu de paume”, quando os jogadores utilizavam as palmas das mãos para jogar. Foi somente no século XIV que o jogo com as mãos foi substituído por luvas, que evoluíram para as primeiras raquetes, desenvolvidas pelos italianos. Esse tênis, que era jogado com a bola contra o muro, logo passou a ser praticado em um retângulo dividido ao meio por uma corda. Para se ter uma ideia, o esporte ficou tão famoso que o rei francês da época, Luís XII, ordenou a criação de 40 quadras na cidade de Órleans, onde estava localizado seu palácio, além da elaboração das primeiras regras do jogo. A popularização do esporte, que era praticado até aos domingos, atravessou o Canal da Mancha e chegou à Inglaterra. O rei Henrique VIII, inclusive, era um dos tenistas mais talentosos da época. Desse modo, para tornar as regras do jogo oficiais, o major inglês Walter Clopton Wingfield criou uma espécie de “kit” com quatro raquetes, rede e bolas, além de padronizar os tamanhos da quadra e fazer alterações no regulamento.

50


O suíço Roger Federer, 1º colocado do ranking da ATP 2009.

51


E SPECIAL

Gustavo Kuerten, o Guga, três vezes campeão de Roland Garros.

52

Em 1815, em uma reunião em Londres, aconteceu a

junto do imenso controle econômico do século XIX.

aprovação das novas regras criadas por Wingfield,

O primeiro clube de tênis apareceu em 1898. Até

bem como a pontuação fracionada de 15 pontos. Daí

então, o esporte só era praticado como forma de

foi um passo para que o tênis, nessa época conhecido

entretenimento. O primeiro torneio, de fato, só foi

como “tennis-in-lawn” – já que era praticado na grama

surgir em 1904.

– se expandisse ainda mais, atravessasse o Atlântico e

Mas foi um pouco mais para frente, já em meados do

alcançasse, enfim, terras brasileiras.

século XX, que o tênis brasileiro realmente ganhou

No Brasil, o esporte chegou por influências inglesas,

força. Mais do que isso. Ganhou o reconhecimento


“As vitórias de Guga em Roland Garros (1997, 2000 e 2001) e a paixão pelo esporte inspiraram brasileiros, como Tony Chan, a encarar o tênis como profissão.”

Gustavo Kuerten, o Guga. “A partir do momento em que as pessoas assistiam aos jogos do Guga aos domingos – como é comum acompanharem os de futebol – criou-se a popularização do tênis. Não exatamente a prática – já que nem todas elas o praticavam –, mas houve o interesse pelo esporte. Surgiram, assim, mais academias e muito mais adeptos”, diz. As vitórias de Guga em Roland Garros (1997, 2000 e 2001) e a paixão pelo esporte inspiraram brasileiros, como Tony Chan, a encarar o tênis como profissão. Logo depois que terminou a faculdade, ele decidiu tornarse técnico de tênis. “Sempre gostei muito de esportes. Comecei a praticar tênis de brincadeira, com meu tio, e não parei mais. Com o tempo, passei a estudar as técnicas biomecânicas do esporte, com o intuito de jogar melhor. Passei então a utilizar essas técnicas também para dar as aulas, corrigindo e melhorando os movimentos dos alunos”. Tony ressalta ainda que o sucesso do tênis deve-se, sobretudo, ao fato de poder ser praticado por pessoas de todas as idades. “É um esporte para pessoas de qualquer geração. Quanto mais cedo começar a jogar, internacional por causa de um só nome: Maria Esther Bueno. Essa paulista

melhor. O tênis – independentemente da idade com

conquistou nada menos do que 589 títulos mundiais, sendo os mais

que é praticado – treina, fisicamente, pernas, tronco,

importantes o tricampeonato em Wimbledon (1959, 1960, 1964) e o

coordenação dos membros e dos movimentos (pular,

tetracampeonato no US Open (1959, 1960, 1964 e 1966).

saltar, correr). Além disso, proporciona também

Contudo, até então, o tênis do Brasil ainda era visto como um esporte

um amadurecimento pessoal e um maior controle

de elite. Segundo Fernando Rocha, do Departamento de Capacitação de

emocional. Definitivamente, é capaz de regular a vida

Professores da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), a popularização do

fora do esporte”, finaliza. Está aí a receita garantida de

esporte só foi acontecer a partir de 1996, com o sucesso do catarinense

sucesso e imortalidade.

53


C U LT U R A

DE EVENTOS GASTRONÔMICOS A EXPOSIÇÕES DE ARTE, ESTE ANO DE 2009 ESTÁ CHEIO DE ATRAÇÕES PARA QUEM QUISER CONHECER MAIS DA CULTURA FRANCESA EM TERRITÓRIO BRASILEIRO. POR JANAINA GIMAEL / FOTOS DIVULGAÇÃO

OUI, BRÉSIL. ANO DA FRANÇA APRESENTA O QUE O PAÍS TEM DE MELHOR. F

ondue, lingerie, cachepot, boutique... são muitas as palavras de origem francesa que fazem parte do dia a dia dos brasileiros. E a França também está presente

nas artes, na indústria de veículos, na moda e nos perfumes que fazem a festa das moças e rapazes daqui. O ano de 2009 – na verdade, de 21 de abril a 15 de novembro – está sendo chamado de Ano da França no Brasil e tem como objetivo aperfeiçoar e consolidar a presença francesa em território nacional, através de uma programação cultural e de cooperação de qualidade. Na agenda, organizada por representações diplomáticas francesas e brasileiras, além de apoiadores da relação entre os países, estão previstos grandes eventos populares e manifestações itinerantes, alguns dos quais selecionamos agora para que você se programe e não perca esta grande festa. Confira!

54

Grafiteiros, ou pintores de rua, da França e de vários estados brasileiros se encontraram em Brasília para a exposição O Encontro/Art Urbain, no Espaço Cultural Renato Russo.


ARTE X UNIVERSO INDUSTRIAL A exposição Uma aventura moderna, que começou em 16 de maio deste ano, apresenta 96 peças da coleção de arte da Renault, que faz parte de um acervo constituído entre 1967 e 1985. O interessante é que, para fazer valer o objetivo de ligar a arte ao universo industrial, a montadora francesa abriu as portas de sua fábrica a 18 artistas e ofereceu até mesmo materiais, incluindo peças de uso cotidiano na indústria automobilística, para as suas criações. A mostra reúne pinturas, esculturas, desenhos e colagens que, pela primeira vez, saem da França em quantidade tão grande. Entre os artistas, Arman, Jean Dubuffet, Jean Tinguely e Victor Vasarely. Quem for acompanhar a exposição vai encontrar quatro núcleos: O universo industrial, O meio ambiente Dubuffet, Pintura abstrata e Pintura Cinética. O acervo total tem 300 peças. O público paulistano pode conferir a exposição até o dia 15 de dezembro no MAC USP - no Parque do Ibirapuera. Serviço: De 11 de setembro a 15 de dezembro Museu de Arte Contemporânea - USP Parque Ibirapuera - Pavilhão Ciccillo Matarazzo, 3º piso

55


C U LT U R A 01 e 02 Última criação do Ballet Preljocaj, Blanche Neige (Branca de Neve); é um balé romântico e contemporâneo baseado na versão dos Irmãos Grimm. Os paulistanos podem conferir o espetáculo nos dias 6, 7 e 8 de novembro.

O CARNAVAL NA GRAVURA FRANCESA MODERNA Uma exposição itinerante de gravuras sobre a história do Carnaval europeu passa, desde junho, pelas cidades de Vitória (ES),

03 e 04 Grafiteiros, ou pintores de rua, da França e de vários estados brasileiros se encontraram em Brasília para a exposição O Encontro/Art Urbain, no Espaço Cultural Renato Russo.

Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Recife (PE). Trata-se de uma oportunidade para conhecer cerca de cinquenta obras do Museu de Gravelines, o único na França

05 A 5ª edição do Festival Mundial de Circo de Belo Horizonte é dedicada ao Ano da França no Brasil para comemorar as relações entre os dois países

especializado em obras do tipo. As obras de Breughel, Ensor, Dusart e Goya, entre outros artistas, constroem uma ligação entre a França e o Brasil, já que unem a técnica ao tema do Carnaval, grande festa daqui. Serviço: Desde junho de 2009 Museu Histórico Nacional - Praça Marechal Âncora Rio de Janeiro (RJ)

ÓPERA PARA O PÚBLICO INFANTIL Quem quiser aproveitar as festividades do

01

Ano da França no Brasil e levar as crianças

02

para curtir a programação deve ficar atento à agenda de eventos para os pequenos. Em outubro, por exemplo, a Aliança Francesa de Campinas (SP) apresentará a ópera La Belle Lisse Poire Du Prince de Motordu, que contará com a participação de 350 alunos – entre 5 e 14 anos – de escolas públicas da região. Os ensaios vêm ocorrendo desde abril em uma sala da Escola de Música da 04 05

03

Secretaria Municipal de Educação (SME). Há 15 anos, a Aliança Francesa de Campinas é parceira das escolas no projeto Projet Ecole-Ópera para Crianças, que introduz o ensino opcional de francês no ensino fundamental em 21 escolas, e tenta inserir as crianças no mundo da música e encenação através da língua francesa. A ópera La Belle Lisse Poire Du Prince de Motordu é baseada no livro La Belle Histoire Du Prince de Motordu, que conta a história de um príncipe que troca as palavras e conhece uma princesa que vai ajudá-lo a corrigir seus erros. Serviço: Centro de Convivência de Campinas Apresentações nos dias 9, 10 e 11 de outubro de 2009

56


MÚSICA POPULAR REÚNE OS DOIS POVOS De setembro a novembro de 2009, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e São Luis serão presenteadas por turnês de música popular com artistas franceses e brasileiros. Os shows devem reunir artistas como Artur H e Tom Zé, além de diversos DJs. A intenção é realizar um documentário que tratará do convívio entre franceses e brasileiros durante as turnês. Para conhecer as datas das apresentações é preciso ficar de olho no site oficial do Ano da França no Brasil. GASTRONOMIA PARA QUEM QUISER PROVAR

O universo criativo do estilista Yves Saint-Laurent reúne 50 criações originais, inspiradas na África, Ásia, Espanha, Marrocos, Rússia e Índia.

Quem gosta de provar pratos típicos de cada país fará a festa este ano. Até 15 de novembro devem ocorrer mais de 100 jantares franceses em hotéis 5 estrelas de São Paulo e Rio de Janeiro, os quais contarão com a presença e talento de 30 chefs franceses. E em Curitiba, de 13 a 17 de outubro, durante a “Semaine du Gout”, ou “Semana

Trocar o Rio de Janeiro por Paris e vice-versa e registrar visualmente a experiência. Foi o que fizeram os fotógrafos Thiago Barros, brasileiro, e Sophie Elbaz, francesa, e o resultado transformou-se na exposição “Diversidades”, que fez parte do FotoRio.

do Gosto”, haverá cardápio francês nos restaurantes universitários da Universidade Federal do Paraná, além de palestras com pesquisadores que estudam a história e cultura da alimentação. PARA SABER MAIS: O Ministério da Cultura disponibiliza toda a programação dos eventos que fazem parte do Ano da França no Brasil no site www.anodafrancanobrasil.cultura.gov.br. Como há constantes alterações e inclusões de informações, quem estiver interessado em aproveitar a movimentada agenda cultural do projeto deve ficar de olho! O universo criativo do artista brasileiro Iberê Camargo serviu de inspiração para o cineasta francês Pierre Coulibeuf para dirigir em Porto Alegre Dédale, que foi exposto em um filme-instalação entre os dias 4 de junho e 30 de agosto na Fundação Iberê Camargo.

57


D E FÃ D E C A RT E I R I N H A

ALUNOS

QUELEVAM

OESPORTE MUITOALÉM DADIVERSÃO

Sergio F. Murta Nobre – 51 anos Aluno há 5 anos Objetivo – melhorar tempo nas competições de corrida de rua


Elionete Gama – 52 anos Aluna há 10 anos Objetivo – envelhecer com qualidade de vida


Gilberto Giovannetti – 37 anos Aluno há 1 ano Objetivo – Melhorar performance nas provas de Triathlon e treinos de Muay Thai


Patricia Lage – 32 anos Aluna há 1 ano Objetivo – Melhorar rendimento nos Campeonatos Internacionais de Jiu Jitsu


R ELAX

62


Caia na água e

relaxe

COM O ACQUA ZEN VOCÊ PODE ALIVIAR O ESTRESSE E DESCANSAR CORPO E MENTE EM APENAS DEZ MINUTOS. CONFIRA E APROVEITE! POR ANDRÉIA BRASIL

Uma técnica de relaxamento na água, inspirada em um processo terapêutico chamado watsu. Esse é o Acqua Zen, uma modalidade que funciona a partir da aplicação do Zen Shiatsu na água. A aula é realizada individualmente, com atenção exclusiva do professor durante cerca de dez minutos, o que possibilita um fluxo maior de pessoas nas sessões. Em cada aula, o aluno entra em uma piscina aquecida, fica em pé, de olhos fechados, recebendo a massagem do professor. Depois ele é carregado no colo e induzido a fazer vários movimentos com os braços e as pernas. Com a ajuda de “espaguetes”, a pessoa flutua, sente a respiração se acalmar e relaxa todos os membros do corpo. Segundo o professor Alexandre Saliba, coordenador de atividades aquáticas da Fórmula Academia, o Acqua Zen é recomendado para todas as pessoas acima dos 15 anos, sabendo ou não nadar. “No caso das crianças, que são mais ativas, não é indicado, já que é mais difícil para elas se concentrar e relaxar”. As sessões podem ser feitas pela manhã ou à noite, de acordo com a conveniência do aluno. “Quem pratica o Acqua Zen logo cedo sai com um gás novo para enfrentar o dia. O aluno que faz o relaxamento à noite sai descansado e pronto para dormir”, diz Saliba. O único conselho do professor é não fazer a aula antes de outra atividade física, para não correr o risco de ver seu rendimento cair, já que o corpo fica bastante relaxado. E se você acha que dez minutinhos não são capazes de fazer a diferença, Saliba afirma que esse tempo é suficiente para se desligar do mundo e descansar. “Após esses dez minutos, o aluno pode continuar na água. Além disso, quando é que se tem esse tempo dedicado apenas a você, com alguém te fazendo massagens, te carregando, literalmente, no colo?”. Fora isso, o Acqua Zen ainda oferece outros benefícios, como proteção aos músculos, diminuindo as tensões, alívio de dores de cabeça, aumento da circulação periférica e melhora na disposição. Depois disso tudo, só falta mesmo cair na água e relaxar.

63


A ULAS

Treinando corpo, mente e espĂ­rito 64


A

história do yoga é controversa por falta de registros sobre as origens da prática. O consenso de suas raízes é a Índia e estima-

se que tenha surgido entre 5.000 e 3.000 a.C.. Dizem que tal disciplina já existia há séculos quando foi sistematizada no livro “Yoga Sutra”, cuja autoria é atribuída ao sábio indiano Patañjali, que o teria escrito entre 400 e 200 a.C.. Mas, afinal, do que se trata o torce, retorce e respira do yoga? Funciona mesmo? E para quê? O yoga pode ter diversos significados, entre eles a união – o sentido mais comum é religar o ser humano à sua essência. Além disso, pode ser trabalho, harmonia, força, poder, atividade, ensinamento, conexão. Quanto aos benefícios da prática de seus exercícios, o professor da Academia Fórmula, Luiz Ribeiro, afirma que o yoga ajuda tanto no bem-estar físico quanto psíquico, relaxando e melhorando muito a concentração e o equilíbrio. “Os frutos da boa prática de yoga não se limitam apenas ao corpo, à mente, ao emocional e ao espírito do indivíduo, mas se projetam de maneira muito acentuada nas realizações profissionais e pessoais dos praticantes”, completa. Para usufruir desses resultados, o professor indica ao menos duas vezes por semana a prática. E o melhor: qualquer pessoa pode experimentar essas sensações. “Não há restrição, desde que respeitando os limites de cada um. Durante uma prática de yoga, cada um

EQUILÍBRIO, FORÇA, CONCENTRAÇÃO, BONS HÁBITOS E PENSAMENTOS POSITIVOS. ATRAVÉS DE SUAS POSTURAS E EXERCÍCIOS, A PRÁTICA MILENAR DO YOGA VAI ALÉM DA VAIDADE E MELHORA A QUALIDADE DE VIDA DOS SEUS PRATICANTES. POR ANDRÉIA BRASIL FOTOGRAFIA PAULO BRENTA

faz os exercícios de acordo com sua condição física. Mas, em casos de idosos e portadores de alguma patologia, esses alunos devem ser acompanhados por um professor de yoga competente”. Ribeiro conta, ainda, que diversos alunos ficam muito felizes quando conseguem completar as posturas. “O feito pode levar algum tempo ou acontecer logo na primeira tentativa e você vê o olhar de satisfação do aluno. Sempre incentivo o aluno que não consegue fazer o ásana a não desistir, dizendo que aos poucos ele vai conseguir, é muito importante a motivação”.

65


A ULAS

Acima, imagens das aulas de yoga na Fórmula Academia com o professor Márcio Pedrassani.

YOGA NA FÓRMULA O yoga se subdivide em diversas linhas, que seguem

notórias as contribuições referentes à melhor

caminhos diferentes para alcançar os mesmos

distribuição do fluxo de energia no corpo, bem como

objetivos. Abaixo, o professor Luiz Ribeiro explica um

superação de limitações físicas. O método possibilita

pouco sobre as linhas praticadas na Fórmula.

que o praticante utilize-se do seu corpo como um

Power yoga - O Power yoga é uma técnica vigorosa

meio para levar a atenção ao interior, gerando um

e agradável, uma combinação única de movimentos

estado de calma e bem-estar.

fortes e fluídos, ligados a uma respiração dinâmica.

Hatha yoga - Também conhecido como a ciência

A prática é tridimensional, pois trabalha o corpo, a

da purificação. O corpo necessita ser limpo para

respiração e a consciência.

que as energias bloqueadas possam se liberar. Seus

Asthanga yoga - A prática baseia-se na sincronização

componentes são: ásanas (posturas psicofísicas),

do movimento com a respiração (vinyása), que é o coração

Pranayamas (controle da energia vital através da

da prática, pois existe uma respiração para entrar e sair

respiração), Kriyas (técnicas de purificação), Nidras

de cada postura (ásana). Através da prática correta da

(técnicas

respiração, posturas e drishti (fixação ocular) se ganha

muscular), Mudras (gestos reflexológicos) e Dhyana

controle dos sentidos e profundo conhecimento de si

(meditação). Todos esses componentes criam um corpo

mesmo. Aliando o movimento à respiração, praticando

forte e saudável, aumenta a vitalidade física e mental,

bhandas (contrações internas), cria-se um grande calor

desenvolve a concentração, equilibra as polaridades

interno que purifica os músculos e os órgãos, eliminando

energéticas e purifica a mente.

toxinas através da transpiração. O resultado é um corpo

Vinyasa yoga – Essa é uma abordagem do hatha yoga

forte e uma mente tranquila.

que tem como foco a interligação do movimento com

Iyengar yoga - Durante as aulas são, ocasionalmente,

a respiração na execução de sequências de postura

relaxamento),

Bandhas

(controle

que

(ásanas) dinâmicas. A prática regular desenvolve

possibilitam uma maior consciência do praticante

consciência corporal, alinhamento, força, flexibilidade

nas ações internas e alinhamento corporal, tornando

e paz interior.

utilizados

66

de

recursos

chamados

de

props,


C O M P O R TA M E N T O

O poder da oratória FALAR BEM EM PÚBLICO É DESEJO DE BOA PARTE DAS PESSOAS, MAS TAMBÉM UM DOS GRANDES MEDOS UNIVERSAIS. QUEM SE EXPRESSA BEM GANHA VÁRIOS PONTOS, TANTO NA VIDA PESSOAL QUANTO NO MERCADO DE TRABALHO. E PARA TRAZER DICAS ÚTEIS AOS LEITORES, A REVISTA FÓRMULA PROCUROU STTELLA GULO BASTER, ATRIZ, LOCUTORA, APRESENTADORA DO PROGRAMA CAFÉ FILOSÓFICO, NA TV CULTURA, E CONSULTORA DA TALKSTICK²², EMPRESA FOCADA EM TRABALHOS QUE POTENCIALIZAM A CREDIBILIDADE E EFICÁCIA DO COMUNICADOR. A SEGUIR, ELA ANALISA O MEDO DE FALAR EM PÚBLICO E DÁ DICAS PRECIOSAS. CONFIRA! POR ANA CAROLINA ALVES Revista Fórmula: Por que as pessoas têm tanto

poligamia é fundamental. Fala, gestos e tom de voz são

medo de falar em público?

cúmplices e, portanto, favorecem-se mutuamente. Para

Sttella: Porque elas lidam mal com as falhas e, ao se

que a fala confira credibilidade é preciso materializar o

exporem, serão alvo de olhares. Muitas vezes julgamos

que é dito e para alcançar esta etapa, o gesto é decisivo.

erroneamente as expressões apresentadas pelo público.

Quando crio gestos coerentes ao que informo, sem me

Somos tendenciosos e, em vez de percebemos as várias

preocupar com a infernal polidez, a comunicação fica

possibilidades que um semblante sério pode apresentar,

rica e o tom da voz vai vestir a camisa do contexto.

preferimos reduzi-las e dar asas ao pessimismo. RF: O falar bem envolve também muita segurança por

68

RF: Em quais situações as pessoas ficam mais

parte da pessoa que fala. Como a Talkstick²² trabalha

constrangidas?

esse lado da confiança no que está sendo falado?

Sttella: Esta pergunta está diretamente ligada à

Sttella: Os consultores da Talkstick²² detectam, por

anterior. O constrangimento tem vários braços. Um

meio do Diagnóstico de Apresentação ou do Diagnóstico

deles é acionado antes mesmo da pessoa se expor.

Comportamental, os aspectos favoráveis, bem como os

Ela prevê suas possíveis falhas e, com isso, já entra

que enfraquecem nosso cliente, e apresentam soluções

em cena constrangida. Dispensando tanta atenção às

práticas e viáveis. A partir deste momento é criada uma

suposições negativas, muito provavelmente os aspectos

aliança e somente com a entrega de todas as partes

positivos, que poderiam ser utilizados na apresentação,

envolvidas é que festejaremos no final. A Talkstick²²

serão abafados. Outro braço do constrangimento é o

entende que a imagem, a linguagem, a utilização de

medo de que algum interlocutor faça alguma pergunta

equipamentos (geralmente utilizados nas exposições),

capciosa. Aí vem, mais uma vez, o medo de ser falível. O

a organização das ideias, a autopercepção, o contato

fato é que as pessoas querem agradar, querem que suas

com as emoções, o trabalho de voz e mais uma série de

ideias e forma de expor sejam aceitas, e este desejo

aspectos devem ser olhados de frente e com leveza pelo

nem sempre acerta o alvo. E isto é ótimo, pois nossa

comunicador. Não só no momento da apresentação,

evolução vem do desejo e necessidade da superação.

mas no dia a dia.

RF: O ato de falar bem em público não envolve

R F: Gostar do assunto ajuda na hora de falar bem?

somente o falar, mas também gestos e entonação.

De que modo?

É isso mesmo? Qual a importância dessa sintonia

Sttella: Sim, é muito bom falar do que se gosta. Sem

fala-gesto-tom de voz?

dúvida facilita. O comprometimento com o tema

Sttella: Se, na nossa cultura, o casamento deve

fluirá com mais tranquilidade e enxergar e fazer o

ser apenas entre duas pessoas, na comunicação a

interlocutor imaginar o que está sendo dito não será


RF: Quais as principais aflições que você considera que atrapalham na hora de falar? Sttella: Transpirar em excesso, ficar vermelho, tremer, esquecer informações ou perguntas que não saiba responder, medo de não agradar, de não conferir credibilidade e de demonstrar ser tímido. Aliás, insisto em dizer que timidez nada mais é do que a autocrítica vestida de boa moça! RF: Decorar ajuda ou atrapalha? Por quê? Sttella: É claro que, dentro de um conteúdo, informações pontuais devem ser decoradas. Mas, como sabem, uma explanação é composta por etapas que devem ser compreendidas e utilizadas de forma leve e livre. A informação e forma de expor devem, sim, ser adequadas ao interlocutor. Investigar quais são as características predominantes do seu público é fundamental e gera conforto para ambas as partes. tão desgastante. Mas devo lembrar que não basta gostar do

A partir deste momento, lançar mão de recursos para organizar as

assunto para se tornar um bom comunicador. As técnicas, a

ideias, de forma enxuta, pode ser uma grande saída.

autopercepção e a visualização dos sinais oferecidos pelo público são fundamentais para ajustar o andamento da apresentação. A

RF: Qual o exemplo mais marcante de superação que vocês

realidade, porém, não é somente feita de flores. Já perdi a conta

da TalkStick²² presenciaram?

de quantos clientes nos procuraram com dificuldade de se expor,

Sttella: Há inúmeros casos de pessoas que me procuraram, outras

já que a empresa está apostando neles e os temas solicitados

que foram forçadas a participar de nossos treinamentos pelas

nem sempre são os que conhecem bem e gostam. Aí é que está

empresas e que acabaram, por meio de um acordo de confiança,

o desafio: fazer com que algo desconfortante se torne incrível!

amizade, profissionalismo e leveza, superando suas dificuldades e aspectos desfavoráveis no âmbito da comunicação. No nosso site

RF: Ter uma boa memória ajuda ou é indiferente quando

você pode verificar os depoimentos. Amo muito meus clientes,

encaramos um público?

porque eles acreditaram na TalkStick²² e se tornaram ainda mais

Sttella: Este assunto é sério, mas engraçado. Sério, pois perder a

vivos e comprometidos com a arte de comunicar.

memória pode se tornar uma patologia que não tenho competência para tratar. Por outro lado, memória fraca - experimentar o famoso

RF: Quais as principais dicas para falar bem?

“branco” - é algo que pode ser utilizado a favor do comunicador

Sttella: Fico inquieta com esta questão, na medida em que a ideia

e quando lançamos mão desse recurso, e avaliamos o resultado

não é padronizar a comunicação. É claro que as dicas básicas

positivo, achamos graça. Devo confessar que faço parte do time

como fazer gestos na altura da cintura; no caso do destro deixar

dos esquecidos e, volta e meia, peço ajuda ao público de forma

a mão direita livre para gesticular de forma mais eficaz; para o

estratégica, o que gera uma aproximação entre mim e a plateia.

canhoto a mão esquerda; realizar gestos coerentes com o que se

Volto a reforçar: uma das delícias de se expor é a de lidar bem com

fala; conhecer suas expressões faciais e corporais e saber o que

os aspectos que aparentemente podem nos derrubar.

elas geram no interlocutor são valiosas. A lista é imensa, mas, mais do que isso, é antes de tudo fazer com que essas dicas sejam

RF: É muito comum, por exemplo, um ator ou cantor não ter

absorvidas de forma natural. O ensaio e a falta de personalidade

medo de encarar um público grande, mas quando dá uma

são pouco atrativos. Estamos cansados do “estudadinho”. A ideia

entrevista fica tímido. Por que você acha que isso acontece?

da TalkStick²² é estimular nosso cliente a criar seu dicionário

Sttella: Penso que o improviso pode realmente desestruturar

pessoal de gestos, expressões e comportamentos e adequá-lo às

aqueles que, em suas atividades profissionais, têm o hábito de

circunstâncias. E mais do que isso, tornar nosso cliente seguro e

ensaiar, ler e reler o que irão apresentar. Isso, no entanto, pode ser

consciente de que o ato de se comunicar vai além do falar e ouvir.

trabalhado e superado.

Seja generoso com você e com quem o escuta, avalie-se! Serviço: TALKSTICK²² tel.: 11 3895 8477 | www. talkstick22.com.br

69


1-PARCELAMENTO SUJEITO AOS CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO E ELEGIBILIDADE DO BANCO EMISSOR DO CARTÃO. INDISPONÍVEL PARA CARTÕES CORPORATIVOS. PARCELA MÍNIMA DE R$ 150,00. PARA USUFRUIR DESSA OFERTA A COMPRA DEVE SER FEITA COM CARTÃO AMERICAN EXPRESS. OFERTA VÁLIDA ATÉ 31/12/2009.


AOS CARTÕES AMERICAN EXPRESS®.

QUE SÃO PAULO É UMA DAS MAIORES CIDADES DO MUNDO VOCÊ JÁ SABE, MAS QUE ELA TEM PRAIA E CAMPO É NOVIDADE.

AV. BRASIL, 1.823

T.: 11 3894.7000

ESTACIONAMENTO NO LOCAL

j3p

PARCELAMENTO1 EXCLUSIVO EM ATÉ

3 VEZES SEM JUROS PARA ASSOCIADOS



Revista Formula Academia