Issuu on Google+

FERNANDA RIBEIRO DO VALLE MATERIAL PARA ANÁLISE

VENDA PROIBIDA

APRENDER E SABER EDUCAÇÃO INFANTIL

LIVRO

2


PROFESSORA

FERNANDA RIBEIRO DO VALLE

APRENDER E SABER EDUCAÇÃO INFANTIL

LIVRO

2 SÃO PAULO, 1ª- EDIÇÃO, 2013


© Hedra Educação, 2013 © Fernanda Ribeiro do Valle, 2013

RESPONSABILIDADE EDI­TO­RIAL

SUPERVISÃO COMERCIAL

REVISÃO

Ana Mortara Fábio Mantegari Célia Regina do Nascimento Camargo

Carla Melo Moreira PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO Ulhôa Cintra Comunicação Visual e Arquitetura S/C Ltda.

ILUSTRAÇÕES

André Valle

ISBN 978-85-65206-79-2

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) do Valle, Fernanda Ribeiro Aprender e saber educação infantil, livro 2 / Fernanda Ribeiro do Valle. São Paulo: Hedra Educação, 2013. (Coleção Aprender e Saber) Bibliografia. ISBN 978-85-65206-79-2 1. Educação infantil 2. Livros-texto (Educação Infantil) I. Fernanda Ribeiro do Valle II. Título III. Série 12-07350 CDD-372.21 Índice para catálogo sistemático: 1. Ensino Integrado: Livros-texto: Educação Infantil 372.21

Todos os direitos reservados Hedra Educação Ltda. Rua Fradique Coutinho, 1139 Vila Madalena – São Paulo-SP CEP 05416-011 (11) 3031-6879


CRÉDITOS DAS IMAGENS Página 11 © Micha Klootwijk/Dreamstime.com Página 19 © Paul Hakimata/Dreamstime.com Página 21 © Paul Hakimata/Dreamstime.com © Andreykuzmin/Dreamstime.com © Yuri Arcurs/Dreamstime.com © Mihai Mihalache/Dreamstime.com Página 23 © Marlena Zagajewska/Dreamstime.com © Borissos/Dreamstime.com © Monkey Business Images/Dreamstime. com © Alena Ozerova/Dreamstime.com © Hupeng/Dreamstime.com Página 39 © Tom Wang/Dreamstime.com © Monkey Business Images/Dreamstime. com © Spotmatik/Dreamstime.com Página 43 © Olga Sapegina/Dreamstime.com © Crédit Godfer/Dreamstime.com © Fernando Favoretto/Criar Imagem Página 63 © Dannyphoto80/Dreamstime.com © Alexander Mychko/Dreamstime.com © Photoeuphoria/Dreamstime.com © Phartisan/Dreamstime.com © Jose Manuel Gelpi Diaz/Dreamstime.com Página 71 © Grafvision/Dreamstime.com © Tatyana Gladskikh/Dreamstime.com © Jose Manuel Gelpi Diaz/Dreamstime.com © Edith Layland/Dreamstime.com Página 111 © Paul Maguire/Dreamstime.com Página 117

Van Gogh. Quarto de Vincent em Arles. 1889. Óleo sobre tela. 73 3 92 cm. Instituto de Arte de Chicago Página 119 © Fabiofersa/Dreamstime.com © Maxwell de Araújo Rodrigues/ Dreamstime.com Página 121 © Valeria Cantone/Dreamstime.com © Wavebreakmedia Ltd/Dreamstime.com © Olga Sapegina/Dreamstime.com © Nam Fook Voon/Dreamstime.com © Nicholas Burningham/Dreamstime.com © Photographerlondon/Dreamstime.com Página 123 © Chromorange/Dreamstime.com © Ene/Dreamstime.com © Dulsita/Dreamstime.com © Maksim Pavlenko/Dreamstime.com © Viola Joyner/Dreamstime.com Página 125 © Svetlana Yashina/Dreamstime.com © Darkhriss/Dreamstime.com © Nikkytok/Dreamstime.com © Chromorange/Dreamstime.com © Marina Scurupii/Dreamstime.com Página 133 © Nick Cannella/Dreamstime.com © Shirototoro/Dreamstime.com Página 139 © Veronika Trofer/Dreamstime.com © Daria Zuykova/Dreamstime.com © Percent/Dreamstime.com © Aliaksandr Mazurkevich/Dreamstime. com Página 141 © Brandon Seidel/Dreamstime.com © Hanhanpeggy/Dreamstime.com © Eladora/Dreamstime.com © Pleprakaymas/Dreamstime.com

Página 143 © Mashe/Dreamstime.com © Monysasi/Dreamstime.com © Alexandr Blinov/Dreamstime.com © Sofiaworld/Dreamstime.com Página 147 © Greenland/Dreamstime.com © Monkey Business Images/Dreamstime. com © Jose Manuel Gelpi Diaz/Dreamstime.com © Ron Chapple/Dreamstime.com © Warrengoldswain/Dreamstime.com © Arenacreative/Dreamstime.com Página 149 © Py2000/Dreamstime.com Página 151 © Stuart Monk/Dreamstime.com © Gaja/Dreamstime.com © Artur Gabrysiak/Dreamstime.com © Jerryb8/Dreamstime.com © Radekdrewek/Dreamstime.com © Mcpics/Dreamstime.com © Szccstudio/Dreamstime.com Página 161 © Galleria Nazionale d’Arte Moderna, Roma/Alinari/Other Images Página 167 © Arturo Osorno/Dreamstime.com Página 171 © Coleção particular, Brasília Página 173 © Alena Ozerova/Dreamstime.com © Janka3147/Dreamstime.com © Proyprai/Dreamstime.com Página 181 © Joingate/Dreamstime.com © Monkey Business Images/Dreamstime. com

© Dmitriy Shironosov/Dreamstime.com © Hughstoneian/Dreamstime.com © Vitalinko/Dreamstime.com © Anke Van Wyk/Dreamstime.com Página 185 © S1001/Dreamstime.com © Mypix/Dreamstime.com Página 195 © Pandara/Dreamstime.com © Lilu13/Dreamstime.com © Chun-tso Lin/Dreamstime.com Página 197 © Michael Mcdonald/Dreamstime.com Página 199 © Yew Wah Kok/Dreamstime.com © Elenadesigner/Dreamstime.com © Wimstime/Dreamstime.com © Iodrakon/Dreamstime.com © Johnfoto/Dreamstime.com © Kikupaju/Dreamstime.com © Lesik Aleksandr/Dreamstime.com © Kikupaju/Dreamstime.com Página 201 © Kikupaju/Dreamstime.com Página 203 © Felinda/Dreamstime.com © Red2000/Dreamstime.com © Ivonne Wierink/Dreamstime.com © Elnur/Dreamstime.com © Mchudo/Dreamstime.com Página 207 © Konohamaru/Dreamstime.com © 1alias/Dreamstime.com © Felinda/Dreamstime.com © Red2000/Dreamstime.com © Valentyn75/Dreamstime.com © Iakov Kalinin/Dreamstime.com © Antonio Scarpi/Dreamstime.com © Scythe23/Dreamstime.com

Página 211 © Pavla Zakova/Dreamstime.com Página 213 © Pavel Siamionau/Dreamstime.com Página 219 © Poznyakov/Dreamstime.com Página 221 © Fabio Colombini © Fabio Colombini Página 227 © Porojnicu/Dreamstime.com Página 239 © Delfim Martins/Pulsar Imagens Página 253 © Szabolcs Szekeres/Dreamstime.com © Jevgenij Shargov/Dreamstime.com © Oxilixo/Dreamstime.com © Kanoksak Detboon/Dreamstime.com Página 257 © Darren Baker/Dreamstime.com © Stuart Monk/Dreamstime.com © Nataliia Prokofyeva/Dreamstime.com © Glenda Powers/Dreamstime.com © Pavel Losevsky/Dreamstime.com © Kmitu/Dreamstime.com © Mitrofan28/Dreamstime.com © Rysiaty/Dreamstime.com © Graemo/Dreamstime.com © Ivan Kmit/Dreamstime.com © Jarp3/Dreamstime.com © Brian Kushner/Dreamstime.com © Springdt313/Dreamstime.com © Nicola Vernizzi/Dreamstime.com © Andrey Pavlov/Dreamstime.com © Bigemrg/Dreamstime.com


QUERIDA CRIANÇA, OS LIVROS DA COLEÇÃO APRENDER E SABER SERÃO SEUS COMPANHEIROS NESSA JORNADA, EM QUE VOCÊ TERÁ CONTATO COM O MARAVILHOSO MUNDO DO CONHECIMENTO. VOCÊ VAI APRENDER SOBRE A NATUREZA, A CONVIVÊNCIA COM AS PESSOAS, AS FORMAS, OS NÚMEROS, AS ARTES E OS VALORES QUE NOS TORNAM PESSOAS MELHORES E NOS AJUDAM A CONSTRUIR UM MUNDO MELHOR. BRINCANDO, RESPONDENDO ÀS PERGUNTAS, OUVINDO MÚSICAS E POESIAS, ANALISANDO IMAGENS DE OBRAS DE ARTE E CONSTRUINDO MUITAS COISAS BONITAS COM SEUS COLEGAS, VOCÊ FARÁ DESCOBERTAS IMPORTANTES PARA SEU CRESCIMENTO E SUA FORMAÇÃO COMO PESSOA. ESPERO QUE ESSA COLEÇÃO AJUDE VOCÊ E SEUS COLEGAS A TEREM UM GOSTOSO E DIVERTIDO INÍCIO DE VIDA ESCOLAR. COM CARINHO, PROFESSORA FERNANDA


SUMÁRIO UNIDADE 1 ESTOU CRESCENDO......................................................................9 UNIDADE 2 DIFERENTES IDADES, DIFERENTES PESSOAS................................29 UNIDADE 3 MEU CORPO...............................................................................49 UNIDADE 4 CUIDADOS COM A HIGIENE.......................................................73 UNIDADE 5 MINHA FAMÍLIA..........................................................................85 UNIDADE 6 O LUGAR ONDE EU MORO........................................................101 UNIDADE 7 A VIDA NO JARDIM....................................................................131 UNIDADE 8 CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR.................................................. 147 UNIDADE 9 CHUVA E SOL, NOITE E DIA....................................................... 173 UNIDADE 10 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL........................................................ 199 UNIDADE 11 ANIMAIS QUE VOAM................................................................ 215 DATAS COMEMORATIVAS.................................................................................. 229 MATERIAL COMPLEMENTAR............................................................................... 243


ATIVIDADE 1

UNIDADE 1 • ESTOU CRESCENDO

VIVA! VAMOS COMEÇAR UM NOVO ANO ESCOLAR. COMO É SEU NOME? QUE TAL ESCREVÊ-LO NO LIVRO?

Escreva o nome de cada criança em uma folha de papel. Depois, ajude-a a registrar o próprio nome no livro. De acordo com o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 2), “é importante que os adultos se refiram a cada criança pelo nome, bem como assegurem que conheçam os nomes de todos. Para isso, várias atividades podem ser planejadas, com destaque para brincadeiras e cantigas em que se podem inserir os nomes dos elementos do grupo, propiciando que sejam ditos e repetidos num contexto lúdico e afetivo.”

ACOMPANHE A ESCRITA DE SEU NOME QUE A PROFESSORA VAI FAZER.

OBSERVE AS LETRAS QUE SÃO UTILIZADAS. DEPOIS, É SUA VEZ DE ESCREVER.

AGORA, INVENTE UMA MARQUINHA PARA IDENTIFICAR VOCÊ. DESENHE-A NO ESPAÇO ABAIXO. ESSA VAI SER SUA ASSINATURA.

NOME:

9


ATIVIDADE 2 UMA FORMA MUITO CONHECIDA DE IDENTIFICAR UMA PESSOA É POR MEIO DE SUAS IMPRESSÕES DIGITAIS. MARQUE A IMPRESSÃO DIGITAL DE SEU POLEGAR DIREITO NO QUADRO VAZIO. O POLEGAR TAMBÉM É CHAMADO DE MATA-PIOLHO. Recite a parlenda apresentada na página, levantando o dedo correspondente à medida que for lendo. Diga às crianças que essa é uma forma divertida de nomear os dedos das mãos, mas que os nomes verdadeiros são mínimo, anelar, médio, indicador e polegar. Aproveite para ensinar as crianças a cantar “Os dedos”. A letra da canção pode ser encontrada nas Orientações específicas do Manual do Professor. Em seguida, explique a elas que a impressão digital é uma marca deixada em uma superfície ao pressionar a ponta dos dedos sobre ela. Passe um pouco de tinta na ponta do polegar direito de cada criança. Depois, peça que carimbem na página. Conforme o interesse da turma, explique que as impressões digitais são únicas em cada pessoa, ou seja, nem mesmo os gêmeos têm as mesmas impressões digitais. Por isso, a impressão digital é uma forma de identificar os indivíduos.

POLEGAR

COMPARE SUA IMPRESSÃO DIGITAL COM A DE UM COLEGA E DESCUBRA ALGUMAS DIFERENÇAS. NOME:

11


ATIVIDADE 3 AGORA, CARIMBE SUAS MÃOS NOS ESPAÇOS ABAIXO, COM AS CORES DE TINTA QUE ACHAR MAIS BONITAS. MINHA MÃO ESQUERDA

MINHA MÃO DIREITA

Realize algumas atividades para trabalhar noções de referência espacial (lateralidade). Sugestões: Peça às crianças que levantem o braço direito, depois o braço esquerdo; deem a mão direita um para o outro; pulem com o pé direito, depois com o esquerdo; toquem a mão direita do colega; em círculo, peça que coloquem a mão direita no colega que está à esquerda; coloquem o pé direito um passo a frente etc. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), a lateralidade é a “predominância para o uso de um lado do corpo. Durante o processo de definição da lateralidade, as crianças podem usar, indiscriminadamente, ambos os lados do corpo. Espontaneamente a criança irá manifestar a preferência pelo uso de uma das mãos, definindo-se como destra ou canhota. Assim, cabe ao professor acolher suas preferências, sem impor-lhes, por exemplo, o uso da mão direita.”

NOME:

13


ATIVIDADE 4 FAÇA UM DESENHO COM OS DEDOS, UTILIZANDO TINTAS DE DIFERENTES CORES. É muito importante que as crianças desenhem livremente, sem a intervenção direta do professor. O desenho é uma forma de expressão que ajuda na construção da noção espacial, na organização do pensamento, na coordenação e em outros aspectos cognitivos, contribuindo para o desenvolvimento da criança. Se for possível, consulte o livro “Desenhando com os dedos”, de Ed Emberley, editora Panda Books. A obra apresenta vários desenhos divertidos e coloridos feitos com os dedos. Valorize as produções das crianças, expondo os trabalhos na sala de aula.

NOME:

15


ATIVIDADE 5 AS CRIANÇAS CRESCEM E FICAM ADULTAS. PROCURE EM REVISTAS FIGURAS DE CRIANÇAS E DE ADULTOS E COLE-AS NO ESPAÇO ABAIXO. Apresente às crianças a canção “Quando eu era...”. A letra da canção pode ser encontrada nas Orientações específicas do Manual do Professor. Convide as crianças a dançar, ensinando-as a fazer mímicas para representar comportamentos que são próprios de cada fase da vida. Esta pode ser uma boa oportunidade para que as crianças falem das pessoas com quem convivem. Pergunte, por exemplo: Quem tem irmão mais novo? E irmão mais velho? Quem tem avô e avó? Cuide para que as crianças não se sintam constrangidas caso não tenham irmãos, avós, pais, mães. O importante é que todas se sintam acolhidas e à vontade para falar da composição familiar. O tema será retomado na unidade 5.

NOME:

17


ATIVIDADE 6 PEÇA DUAS FOTOGRAFIAS AOS SEUS FAMILIARES: UMA DE QUANDO VOCÊ ERA UM BEBÊ E OUTRA BEM RECENTE. COLE AS FOTOS NOS QUADROS ABAIXO E PINTE AS MOLDURAS COM GIZ DE CERA.

Faça perguntas para estimular as crianças a perceber permanências e mudanças no corpo, nos hábitos, nas ações, na alimentação. Sugestões: Como era seu cabelo quando você era bebê? E como ele está agora? Você tinha dentes? Você sabia andar? E falar? E brincar? A cor de seus olhos mudou? Suas mãos, seus pés, seus braços e suas pernas cresceram? Você come hoje os mesmos alimentos de quando era bebê? e assim por diante.

RODA DE CONVER SA

NOME:

19


ATIVIDADE 7 ACOMPANHE O CRESCIMENTO DE UMA PESSOA, DESDE QUANDO ELA ERA BEBÊ. Explore noções temporais, pedindo aos alunos que se imaginem mais adultos e procurem uma figura de revista que possa representá-los nessa fase. Chame a atenção das crianças para que observem as características físicas da figura escolhida, que devem ser parecidas com as próprias características. Dê oportunidade para que todas mostrem a figura aos colegas e justifiquem suas escolhas.

DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 249 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NOS ESPAÇOS ABAIXO, RESPEITANDO A ORDEM DE CRESCIMENTO. figura de mulher figura de bebê

figura de menina

NOME:

21


ATIVIDADE 8

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “o movimento é uma importante dimensão do desenvolvimento e da cultura humana. As crianças se movimentam desde que nascem, adquirindo cada vez maior controle sobre seu próprio corpo e se apropriando cada vez mais das possibilidades de interação com o mundo. Engatinham, caminham, manuseiam objetos, correm, saltam, brincam sozinhas ou em grupo, com objetos ou brinquedos, experimentando sempre novas maneiras de utilizar seu corpo e seu movimento.

POUCO A POUCO, VAMOS APRENDENDO A REALIZAR MUITAS ATIVIDADES SOZINHOS.

ISSO ACONTECE PORQUE DOMINAMOS MAIS MOVIMENTOS CONFORME NOSSO CORPO CRESCE. O QUE CADA UMA DAS CRIANÇAS ESTÁ FAZENDO?

bebendo água

Ao movimentar-se, as crianças expressam sentimentos, emoções e pensamentos, ampliando as possibilidades do uso significativo de gestos e posturas corporais. O movimento humano, portanto, é mais do que simples deslocamento do corpo no espaço: constitui-se em uma linguagem que permite às crianças agirem sobre o meio físico e atuarem sobre o ambiente humano, mobilizando as pessoas por meio de seu teor expressivo.”

comendo

lavando as mãos

lavando os cabelos

brincando

CIRCULE COM GIZ DE CERA AS ATIVIDADES QUE VOCÊ TAMBÉM JÁ CONSEGUE FAZER SOZINHO. NOME:

23


ATIVIDADE 9 FAÇA UM DESENHO REPRESENTANDO UMA ATIVIDADE QUE VOCÊ GOSTA DE FAZER SOZINHO. Contribua para a autoestima das crianças propiciando situações em que elas possam realizar algumas ações de forma independente ou com pouca ajuda, como arrumar a sala após uma atividade, guardar brinquedos, jogar papéis no lixo, devolver materiais emprestados, cuidar da higiene pessoal, alimentar-se.

NOME:

25


ATIVIDADE 10 AGORA, DESENHE UMA ATIVIDADE QUE VOCÊ AINDA NÃO CONSEGUE FAZER SOZINHO. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “é importante informar sempre as crianças acerca de suas competências. Desde pequenas, a valorização de seu esforço e comentários a respeito de como estão construindo e se apropriando desse conhecimento são atitudes que as encorajam e situam com relação à própria aprendizagem. É sempre bom lembrar que seu empenho e suas conquistas devem ser valorizados em função de seus progressos e do próprio esforço, evitando colocá-las em situações de comparação.”

NOME:

27


ATIVIDADE 11

UNIDADE 2 • DIFERENTES IDADES, DIFERENTES PESSOAS

TODOS NÓS FAZEMOS ANIVERSÁRIO! O ANIVERSÁRIO É A DATA EM QUE NASCEMOS. A CADA ANIVERSÁRIO, COMEMORAMOS MAIS UM ANO DE VIDA. Aproveite a cena para aproximar os alunos das noções de quantidade. Pergunte: Há quantos balões? Quantas crianças? Quantos copos de suco sobre a mesa? Quantos brigadeiros? Quantas jarras? Você também pode organizar um quadro de aniversariantes, contendo a data do aniversário e a idade de cada criança. Com um calendário, pode orientar as crianças a acompanhar a passagem do tempo, pedindo que descubram, por exemplo, quantos dias faltam para terminar o mês, quantos dias faltam para o aniversário de cada uma etc.

PINTE O BOLO DE ANIVERSÁRIO DA CENA.

DIGA QUANTAS VELINHAS HÁ NO BOLO. QUANTOS ANOS O MENINO ESTÁ COMEMORANDO? O menino está comemorando 3 anos.

NOME:

29


ATIVIDADE 12 PINTE A MÃO QUE MOSTRA QUANTOS ANOS VOCÊ TEM. PODE HAVER MAIS DE UMA MÃO INDICANDO SUA IDADE.

3

3

Realize a atividade oralmente para depois solicitar o registro no livro. Levante os dedos da maneira como são mostrados nas figuras e peça às crianças que digam a quantidade correspondente. Depois, solicite que, uma por vez, mostre a idade com os dedos de uma das mãos, levantando-os da maneira que quiserem.

5

2

5

0

5

1

4

2

2

NOME:

31

1


ATIVIDADE 13 VOCÊ JÁ SABE COMO MOSTRAR SUA IDADE COM OS DEDOS DE UMA DAS MÃOS. AGORA, REPRESENTE SUA IDADE NO ESPAÇO ABAIXO USANDO BOLINHAS, RISQUINHOS, TRACINHOS, COLAGEM DE PEDAÇOS DE PAPEL OU DE PALITOS DE SORVETE. Disponibilize materiais para que as crianças possam realizar a atividade (tampinhas, pedaços de papel, palitos de sorvete, giz de cera, cola). Socialize as respostas dadas pelas crianças para que elas conheçam diferentes estratégias, experimentem novas formas e possam avançar em seus procedimentos de registro.

NOME:

33


ATIVIDADE 14

Esta atividade explora a correspondência um a um (ou correspondência biunívoca). Essa é uma ideia básica em Matemática, pois é a partir dela que surgem as noções de mais, menos e igual a. Proponha aos alunos que façam duas filas, uma de meninas e outra de meninos. Organize um menino na frente de cada menina. Ao fazer essa correspondência um a um, é possível descobrir, sem contar ou conhecer números, se na turma há mais meninos, mais meninas ou se a quantidade é igual.

AS CRIANÇAS GANHARAM BALÕES COLORIDOS NA FESTA DE ANIVERSÁRIO.

LIGUE OS BALÕES AMARELOS AOS MENINOS E OS BALÕES VERDES ÀS MENINAS.

QUANTOS BALÕES AMARELOS APARECEM NA CENA? E QUANTOS BALÕES VERDES? VOCÊ CONSEGUE DIZER QUANTOS BALÕES TEMOS AO TODO? NOME:

35

Ao todo, são cinco balões.

Dois balões amarelos e três balões verdes.


ATIVIDADE 15

Explore a cena oralmente com as crianças. Pergunte: Quantos balões tem a menina? Quantos balões tem o menino? Para que as crianças fiquem com a mesma quantidade de balões, o que é preciso fazer? Você conhece o número que está escrito na camiseta do menino? Esse número representa a quantidade de balões que as duas crianças têm juntas?

VOCÊ GOSTA DE BRINCAR COM BALÕES? PINTE OS BALÕES DA CENA COM CORES BEM BONITAS. ESCOLHA AS CORES DE QUE VOCÊ GOSTA.

RODA DE CONVER SA

NOME:

37


ATIVIDADE 16

Para explorar noções de tempo (mais novo, mais velho), pergunte às crianças: Quem é o mais velho entre nós? Vocês são mais velhos ou mais novos que a turma da sala ao lado? Quem tem irmão mais velho? Quem tem irmão mais novo? Aproveite para conversar com as crianças sobre as diferenças entre as pessoas mostradas nas fotos. Pergunte: Que foto mostra pessoas de descendência oriental? Que foto mostra afrodescendentes? Há alguma pessoa que se parece um pouco com você? Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, “para que seja incorporada pelas crianças, a atitude de aceitação do outro em suas diferenças e particularidades precisa estar presente nos atos e atitudes dos adultos com quem convivem na instituição. Começando pelas diferenças de temperamento, de habilidades e de conhecimentos, até as diferenças de gênero, de etnia e de credo religioso, o respeito a essa diversidade deve permear as relações cotidianas.”

OBSERVE BEM AS PESSOAS DAS FOTOS E PINTE AS MOLDURAS ASSIM: TODAS AS PESSOAS TÊM POUCA IDADE.

AS PESSOAS JÁ COMEMORARAM MUITOS ANOS DE VIDA. HÁ UMA PESSOA NOVA E UMA PESSOA MAIS VELHA. vermelha

verde

azul

NOME:

39


ATIVIDADE 17 RECORTE DE REVISTAS FOTOS DE PESSOAS DE DIFERENTES IDADES E COLE-AS AQUI. Antes de solicitar a colagem das fotos trazidas pelas crianças, você pode reunir todas as figuras e solicitar que agrupem as pessoas que parecem ter idade aproximada. Também é possível separar crianças, adolescentes, adultos e idosos e comparar as características de cada grupo, percebendo semelhanças e diferenças. Depois, cada criança escolhe uma foto de cada grupo para colar no livro.

RODA DE CONVERSA

NOME:

41


Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “na contagem propriamente dita, ou seja, ao contar objetos as crianças aprendem a distinguir o que já contaram do que ainda não contaram e a não contar duas (ou mais) vezes o mesmo objeto; descobrem que tampouco devem repetir as palavras numéricas já ditas e que, se mudarem sua ordem, obterão resultados finais diferentes daqueles de seus companheiros; percebem que não importa a ordem que estabelecem para contar os objetos, pois obterão sempre o mesmo resultado. Pode-se propor problemas relativos à contagem de diversas formas. É desafiante, por exemplo quando as crianças contam agrupando os números de dois em dois, de cinco em cinco, de dez em dez etc.”

ATIVIDADE 18

MARQUE COM X A FOTO EM QUE HÁ O MAIOR NÚMEROS DE PESSOAS.

X 6 pessoas

2 pessoas

VOCÊ SABE DIZER QUANTAS PESSOAS ESTÃO EM CADA FOTO? 4 pessoas

NOME:

43


ATIVIDADE 19 PROCURE EM REVISTAS FOTOS DE GRUPOS DE PESSOAS. RECORTE-AS E COLE-AS ABAIXO. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “a contagem é realizada de forma diversificada pelas crianças, com um significado que se modifica conforme o contexto e a compreensão que desenvolvem sobre o número. Pela via da transmissão social, as crianças, desde muito pequenas, aprendem a recitar a sequência numérica, muitas vezes sem se referir a objetos externos. Podem fazê-lo, por exemplo, como uma sucessão de palavras, no controle do tempo para iniciar uma brincadeira, por repetição ou com o propósito de observar a regularidade da sucessão. Nessa prática, a criança se engana, para, recomeça, progride. A criança pode, também, realizar a recitação das palavras, numa ordem própria e particular, sem necessariamente fazer corresponder as palavras da sucessão aos objetos de uma coleção (1, 3, 4, 19, por exemplo).”

VOCÊ SABE DIZER QUANTAS PESSOAS APARECEM NAS FOTOS QUE VOCÊ COLOU? NOME:

45


ATIVIDADE 20 AGORA, PROCURE FOTOS DE PESSOAS DE SUA IDADE, DA IDADE DE SEUS PAIS E DA IDADE DE SEUS AVÓS. COLE-AS NO QUADRO. Como lição de casa, solicite às crianças que façam uma pesquisa para saber a idade das pessoas que convivem com elas. Elas devem registrar, com a ajuda dos pais ou responsáveis, o nome e a idade de cada pessoa, lembrando de incluir ela mesma nesse registro. Com o resultado da pesquisa, prepare um gráfico com os alunos. Cada um diz a idade do familiar e você vai registrando em um cartaz. Posteriormente, o gráfico pode ser explorado com perguntas do tipo: Há quantas crianças? Quantos adolescentes? Quantos adultos? Quantos idosos? e assim por diante. Veja abaixo uma sugestão de gráfico que pode ser elaborado. Cada quadradinho representa uma pessoa. GRÁFICO DE IDADES 25 20 15 10 5 Crianças (de 0 a 11 anos)

Adolescentes (de 12 a 18 anos)

Adultos (de 18 a 59 anos)

NOME:

47

Idosos (60 anos ou mais)


ATIVIDADE 21

UNIDADE 3 • MEU CORPO

CADA PARTE DE NOSSO CORPO TEM UMA FUNÇÃO IMPORTANTE. VAMOS IDENTIFICAR ALGUMAS DELAS. Esta é uma boa oportunidade para ensinar as crianças a cantar “Cabeça, ombro, joelho e pé”. A letra da canção pode ser encontrada nas Orientações específicas do Manual do Professor. Enquanto cantam, as crianças colocam as mãos nas partes citadas. Depois, os participantes vão cantando cada vez mais rápido. Quem errar a sequência, sai da brincadeira.

CABEÇA TRONCO BRAÇO MÃO PERNA PÉ

UTILIZANDO GIZ DE CERA, VOCÊ PODE COLORIR AS PARTES DO CORPO. NOME:

49


ATIVIDADE 22 USANDO LÁPIS, CONTORNE UMA DE SUAS MÃOS NESTA PÁGINA. PARA QUE SERVEM AS MÃOS? Peça às crianças que observem as mãos. Pergunte: Quantas mãos nós temos? Quantos dedos em cada mão? O que há nas pontas dos dedos? As mãos estão limpinhas? O que fazemos com as mãos? Se for possível, coloque a música “Aquarela”, de Toquinho, para as crianças ouvirem. Depois, solicite que representem o trecho que diz “Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva”.

NOME:

51


ATIVIDADE 23 EM FRENTE À CASA ESTÁ UMA FAMÍLIA. FAÇA UM DESENHO REPRESENTANDO A MENINA, SE VOCÊ FOR MENINA, OU O MENINO, SE VOCÊ FOR MENINO. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “no que concerne a identidade de gênero, a atitude básica é transmitir, por meio de ações e encaminhamentos, valores de igualdade e respeito entre as pessoas de sexos diferentes e permitir que a criança brinque com as possibilidades relacionadas tanto ao papel do homem como ao da mulher. Isso exige uma atenção constante por parte do professor, para que não sejam reproduzidos, nas relações com as crianças, padrões estereotipados quanto aos papéis do homem e da mulher, como, por exemplo, que à mulher cabe cuidar da casa e dos filhos e que ao homem cabe o sustento da família e a tomada de decisões, ou que homem não chora e que mulher não briga.”

NOME:

53


ATIVIDADE 24 AGORA, FAÇA UM DESENHO REPRESENTANDO VOCÊ E SUA FAMÍLIA. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “o trabalho com a identidade representa mais um importante espaço para a integração entre família e instituição. Desenvolver atitudes de respeito às particularidades de cada grupo familiar favorece, por exemplo, que o professor e os outros profissionais de educação infantil compreendam a dificuldade de uma criança em usar talheres, quando em sua casa o costume é comer com as mãos. Ao lado dessa atitude permanente de respeito e compreensão, podem-se planejar momentos específicos de colaboração entre a instituição e as famílias.”

NOME:

55


ATIVIDADE 25

Sugerimos uma atividade para desenvolver noções de grandeza. Providencie folhas de jornal. Depois, solicite a cada criança que se deite de costas e com as pernas esticadas sobre a folha. Faça o contorno do corpo de cada uma e recorte. Em seguida, nomeie e afixe todas as silhuetas na parede para que as crianças comparem os tamanhos. Pergunte: Quem é o mais alto? Quem é o mais baixo?

FAÇA UM CÍRCULO NA CRIANÇA MAIS BAIXA.

PINTE A CRIANÇA MAIS ALTA.

/////

NOME:

57


ATIVIDADE 26

Proponha brincadeiras envolvendo a interação, a imitação e o reconhecimento do corpo, como “Siga o Mestre” e “Seu Lobo”. Veja as regras nas Orientações específicas do Manual do Professor.

VAMOS MOVIMENTAR NOSSO CORPO. DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 257 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NOS QUADROS ABAIXO. DEPOIS, ESCOLHA UMA DAS CRIANÇAS E REPITA A POSIÇÃO EM QUE ELA SE ENCONTRA.

AGORA RESPONDA: QUANTAS CRIANÇAS ESTÃO COM OS DOIS PÉS NO CHÃO? E QUANTAS ESTÃO COM APENAS UM PÉ NO CHÃO? NOME:

59

Duas crianças estão com os dois pés no chão.

Cinco crianças estão com um pé no chão.


ATIVIDADE 27

Peça às crianças que formem duplas. Uma das crianças toca na palma da mão com o dedo indicador e pergunta para a outra: “Cadê o toucinho que estava aqui?”. A outra responde: “O gato comeu”. Continue lendo o diálogo em voz alta. No final, a criança que fez a pergunta inicial percorre o braço da outra com o dedo médio e o indicador como se fossem pezinhos. Ela vai até embaixo do braço da outra e faz cócegas, enquanto diz: “Está aqui, aqui, aqui... ACHOU!”.

ACOMPANHE A LEITURA DA PARLENDA. DEPOIS, PINTE O GATO, A GALINHA E O BOI.

NOME:

61


ATIVIDADE 28

Valorize as diferenças de cada um, tomando sempre o cuidado de não expor as crianças a constrangimentos e não incentivar nenhum tipo de discriminação. Que tal propor o DIA DO CABELO MALUCO? As crianças podem brincar de cabeleireiro e se divertirem muito com penteados bem diferentes!

COMO É O CABELO DE CADA UMA DAS CRIANÇAS DAS FOTOS? E O SEU CABELO, COMO É? CIRCULE A FOTO DO CABELO MAIS PARECIDO COM O SEU.

NOME:

63


ATIVIDADE 29 TODOS NÓS TEMOS DOIS OLHOS, UM NARIZ E UMA BOCA. DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 249 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NA FIGURA ABAIXO PARA COMPLETAR AS PARTES DO ROSTO. Traga um espelho para a sala de aula. Convide um aluno de cada vez a se observar nele. Faça perguntas do tipo: De que cor são seus olhos? O que você tem acima dos olhos? Você tem pintas no rosto? O que há dentro da boca? Como se chama a parte que fica abaixo da boca? Onde ficam as bochechas? E as orelhas? O que você tem acima da testa? Faça uma careta bem alegre e depois uma careta triste. Seu rosto muda para expressar esses sentimentos? e assim por diante. Depois, solicite às crianças que realizem a atividade proposta.

NOME:

65


ATIVIDADE 30 DESENHE SEU ROSTO INTEIRO: OLHOS, NARIZ, SOBRANCELHAS, BOCA E CABELOS. Antes de solicitar o desenho, é importante que as crianças identifiquem todas as partes do rosto, nomeando cada uma e reconhecendo seu uso e utilidade. Valorize as produções, expondo os trabalhos na sala de aula.

NOME:

67


ATIVIDADE 31

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “as mímicas faciais e gestos possuem um papel importante na expressão de sentimentos e em sua comunicação. É importante que a criança dessa faixa etária conheça suas próprias capacidades expressivas e aprenda progressivamente a identificar as expressões dos outros, ampliando sua comunicação. Brincar de fazer caretas ou de imitar bichos propicia a descoberta das possibilidades expressivas de si próprio e dos outros.”

DESENHE AS EXPRESSÕES NOS ROSTOS EM BRANCO E TENTE DIZER O QUE CADA UMA DELAS REPRESENTA.

alegria

tristeza, dor

tristeza, desânimo

NOME:

69

surpresa


ATIVIDADE 32

Converse com as crianças sobre as diferentes situações do dia a dia em que elas se sentem alegres, tristes, surpresas, chateadas. Essa pode ser uma boa oportunidade para discutir comportamentos que são inadequados em determinadas ocasiões. Pergunte, por exemplo: O que você faz quando a mamãe ou o papai não deixam você brincar por que é hora de dormir? Escute as respostas dos alunos e, se for o caso, conduza a conversa de modo a reverter atitudes que revelam aborrecimento, tristeza, mágoa. A conversa pode ser estendida para que os alunos revelem seus sentimentos quando estão na escola, em casa, em um consultório, na casa de um parente etc.

AGORA, LIGUE UMA CARINHA A CADA CRIANÇA.

DEPOIS, TENTE EXPLICAR A EXPRESSÃO DE CADA UMA DELAS.

choroso

mal-humorada, descontente

surpreso

NOME:

71

feliz, alegre


ATIVIDADE 33

UNIDADE 4 • CUIDADOS COM A HIGIENE Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 2), “a higiene das mãos constitui-se um recurso simples e eficiente entre as atitudes e procedimentos básicos para a manutenção da saúde e prevenção de doenças. É sempre bom lembrar que os adultos servem de modelo para as crianças que observam suas atitudes e por isso é aconselhável que eles também lavem as mãos, sempre que necessário.”

AS CRIANÇAS ESTÃO VOLTANDO PARA CASA DEPOIS DA BRINCADEIRA. QUANDO CHEGAMOS EM CASA, VINDOS DA RUA, DA ESCOLA OU DAS BRINCADEIRAS, DEVEMOS LAVAR AS MÃOS. PINTE OS DESENHOS COM CORES BEM BONITAS.

NOME:

73


ATIVIDADE 34 PINTE AS FIGURAS. ELAS REPRESENTAM OUTRAS SITUAÇÕES EM QUE DEVEMOS LAVAR AS MÃOS. VOCÊ LAVA AS MÃOS NESTAS SITUAÇÕES?

Oriente as crianças a lavar as mãos antes das refeições, antes das aulas de culinária, depois de usar o banheiro, depois de manipular areia, terra, tinta. É fundamental o acesso à água, ao sabonete e à toalha.

NOME:

75


ATIVIDADE 35

Nas duas cenas iniciais, é possível abordar a questão da economia de água. Observe com os alunos que o chuveiro está desligado enquanto o menino se ensaboa e que a torneira está fechada enquanto a menina escova os dentes. Os cuidados com o meio ambiente devem ser atividades permanentes da rotina escolar. Comente também sobre a importância do descanso para o bom funcionamento do corpo.

VEJA AS CRIANÇAS DAS FIGURAS CUIDANDO DO CORPO E DA SAÚDE. O QUE CADA UMA DELAS ESTÁ FAZENDO?

ensaboando o corpo

escovando os dentes

dormindo

R ODA DE CONVER SA Enfatize a importância de escovar os dentes ao levantar, após as refeições e antes de dormir e do hábito de tomar banho todos os dias.

NOME:

77


ATIVIDADE 36

Se for possível, apresente às crianças a canção “Tchibum da Cabeça ao Bumbum”, do grupo Palavra Cantada. Estimule as crianças a dramatizar movimentos como se estivessem tomando banho. Após a colagem dos adesivos, faça um levantamento de todos os elementos que fazem parte da cena, como menino, toalha, chuveiro, xampu, sabonete.

RECORTE OS ADESIVOS DA PÁGINA 251 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NO ESPAÇO ABAIXO PARA COMPLETAR A CENA DO MENINO TOMANDO BANHO.

NOME:

79


ATIVIDADE 37

Convide as crianças a cantar trocando todas as vogais por A, depois por E, por I e assim por diante: A SAPA NA LAVA A PÁ... Depois, pergunte quem sabe o que é chulé. Ouça as respostas das crianças e explique que é um cheiro ruim que vem dos pés. Diga também que para evitar o chulé não devemos calçar sapatos ou meias com os pés sujos; devemos secar bem entre os dedos depois do banho; não usar meias sujas nem sapatos apertados. Se for possível, acesse o link <http://migre.me/53gJo> (acesso em: 7 ago. 2013). Neste episódio do programa “O Mundo de Beakman”, há uma explicação de onde vem o chulé.

LAVE E SEQUE BEM OS PÉS. ASSIM, VOCÊ NÃO TERÁ CHULÉ.

OUÇA A CANTIGA. DEPOIS, CANTE-A COM SEUS COLEGAS E COM A PROFESSORA. AO FINAL, PINTE O SAPO COM GIZ DE CERA E INVENTE UM NOME PARA ELE.

NOME:

81


ATIVIDADE 38 OUÇA COM ATENÇÃO A HISTÓRIA DA PRINCESA E O SAPO.

Consulte a história nas Orientações específicas do Manual do Professor.

DEPOIS DE OUVIR A HISTÓRIA, PINTE AS DUAS CENAS E CONTE O QUE ACONTECEU.

NOME:

83


ATIVIDADE 39

UNIDADE 5 • MINHA FAMÍLIA

VAMOS CONVERSAR SOBRE NOSSAS FAMÍLIAS. COMO É SUA FAMÍLIA? QUAL É O NOME DAS PESSOAS QUE FAZEM PARTE DELA? TRAGA UMA FOTO DE SUA FAMÍLIA E COLE-A NO ESPAÇO ABAIXO. Sabemos que as composições familiares são cada vez mais variadas. Por isso, no trabalho com o tema “família”, devem ser criadas vivências e experiências que propiciem a construção do sujeito dentro dessa sociedade tão diversificada, levando a criança a compreender que sua família pode ser diferente da família do colega. Trabalhar com as diferentes composições familiares nos contos de fadas pode favorecer a abordagem do tema. Chapeuzinho Vermelho mora somente com a mãe, João e Maria têm madrasta, Peter Pan não tem pais.

RECORTE PAPÉIS COLORIDOS E COLE-OS AO REDOR DA FOTO PARA FAZER UMA LINDA MOLDURA. NOME:

85


ATIVIDADE 40 for possível, apresente às crianças o livro “As famílias do mundinho”, de Ingrid Bisemeyer Bellinghausen, editora OBSERVE AS DIFERENTES FAMÍLIAS. Se DCL. Neste livro, a autora mostra que cada família é de um jeito e que, respeitando as diferenças, é possível ser feliz.

IDENTIFIQUE O QUE AS PESSOAS ESTÃO FAZENDO EM CADA UMA DAS CENAS.

RODA DE CONVE RSA

preparando uma receita

lendo um livro

jogando bola

andando de bicicleta

fazendo um castelo de areia

fazendo um piquenique

NOME:

87


ATIVIDADE 41 ESTE CONJUNTO DE BONECAS RUSSAS, CHAMADAS DE MATRIOSHKAS, É FEITO DE MADEIRA. AS BONECAS SE ENCAIXAM UMAS NAS OUTRAS, POR ISSO CADA UMA TEM UM TAMANHO. CIRCULE A BONECA MAIOR.

Leia a LENDA DAS MATRIOSKAS para as crianças. O texto pode ser encontrado nas Orientações específicas do Manual do Professor.

NOME:

89


ATIVIDADE 42

Para desenvolver noções de grandeza (grande/pequeno, maior/menor/mesmo tamanho), convide as crianças a fazer dramatizações (teatrinho) imitando um gigante, um anão, um elefante, uma formiga etc. Eles também podem andar como se estivessem segurando um objeto grande e um objeto pequeno, caminhar dando passos grandes e pequenos.

RECORTE AS BONECAS DA PÁGINA 245 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-AS ABAIXO.

X

FAÇA UM X NA MENOR BONECA E DÊ UM NOME PARA CADA UMA DELAS. NOME:

91


ATIVIDADE 43 VOCÊ OU SEUS FAMILIARES TÊM UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO?

Se for possível, apresente às crianças a canção “Lá em casa”, do grupo Palavra Cantada.

MUITAS FAMÍLIAS TÊM ANIMAIS COMO GATOS, CACHORROS, PEIXES, PÁSSAROS E TARTARUGAS. SE VOCÊ TIVER UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO, DESENHE-O AQUI. SE NÃO TIVER, DESENHE AQUELE QUE GOSTARIA DE TER. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “o contato com pequenos animais, como formigas e tatus-bola, peixes, tartarugas, patos, passarinhos etc. pode ser proporcionado por meio de atividades que envolvam a observação, a troca de ideias entre as crianças, o cuidado e a criação com ajuda do adulto. O professor pode, por exemplo, promover algumas excursões ao espaço externo da instituição com o objetivo de identificar e observar a diversidade de pequenos animais presentes ali.”

NOME:

93

OS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO PRECISAM DE CUIDADOS COMO ALIMENTAÇÃO, ÁGUA, ABRIGO, VACINAS... CUIDE BEM DE SEU ANIMAL!


ATIVIDADE 44 VEJA QUANTOS CACHORROS DIFERENTES! APONTE ALGUMAS DIFERENÇAS ENTRE ELES.

Se for possível, apresente às crianças alguns filmes em que os protagonistas são cachorros. Sugestões: Hotel bom pra cachorro. Direção de Thor Frendnthal. EUA: Paramount Pictures, 2009. Bolt – Supercão. Direção de Chris Williams e Byron Howard. EUA: Disney/Buena Vista, 2008. 101 Dálmatas. Direção de Stephen Herek. EUA: Disney/Buena Vista, 1996.

DEPOIS, DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 249 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E FORME PARES, COLANDO LADO A LADO OS CACHORROS IGUAIS.

NOME:

95


ATIVIDADE 45

Mostre às crianças algumas pinturas do artista Romero Britto que retratam cães e gatos. Elas podem ser facilmente encontradas na internet ou no site do pintor <www.britto.com>. As pinturas, sempre alegres e coloridas, podem servir de inspiração para as crianças pintarem as figuras desta página. Lembre-se de valorizar o trabalho produzido pela turma, expondo as pinturas na sala de aula.

PINTE O GATO E O CACHORRO. DEPOIS, DÊ UM NOME PARA CADA UM DELES E INVENTE UMA HISTÓRIA SOBRE OS DOIS.

NOME:

97


ATIVIDADE 46 AJUDE O GATO A ENCONTRAR O NOVELO. LIGUE AS DUAS PONTAS.

NOME:

99

Esta é uma boa atividade para desenvolver a coordenação motora e treinar o sentido de direção das crianças. Oriente-as a percorrer o caminho com o dedo para depois traçarem com o giz de cera ou o lápis.


ATIVIDADE 47

UNIDADE 6 • O LUGAR ONDE EU MORO

OUÇA A CANÇÃO E DEPOIS CANTE COM SEUS COLEGAS E COM A PROFESSORA. PINTE O CACHORRÃO. Ensine as crianças a cantar “Pintor de Jundiaí”. A letra pode ser encontrada nas Orientações específicas do Manual do Professor.

NOME:

101


ATIVIDADE 48 VAMOS AJUDAR O PINTOR? PINTE A CASA COM AS MESMAS CORES DAS LATAS DE TINTA. Entregue uma folha de papel quadrada para cada criança. Ensine-as a fazer uma casinha dobrando a folha ao meio e nas partes de cima. Depois, peça que desenhem uma porta e uma janela e pintem a casinha. Numa roda de conversa, cada uma vai contar de que cor é a casinha, quem vai morar nela, que cômodos ela tem, em que lugar ela será construída. Depois da conversa, proponha a realização da atividade da página, orientando para a pintura com as cores indicadas.

NOME:

103


ATIVIDADE 49 DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 253 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NOS QUADROS ABAIXO, DE ACORDO COM A COR DE CADA FIGURA. AMARELO

VERMELHO

Prepare um tabuleiro de cores para as crianças brincarem. Em uma cartolina ou papelão grosso, trace vários quadrados e pinte-os com as cores amarelo, vermelho e azul. Depois, confeccione vários círculos com as mesmas cores do tabuleiro e distribua-os entre as crianças. Uma de cada vez deve colocar os círculos sobre as cores correspondentes no tabuleiro e verbalizar sua ação. Por exemplo: “azul sobre azul”, e assim por diante.

NOME:

105

AZUL


ATIVIDADE 50

Converse com as crianças sobre os diferentes tipos de moradia. Mostre a elas imagens de casas térreas, sobrados, prédios de apartamento, habitações indígenas, castelos, palafitas, tendas etc. Se for possível, organize um passeio pelos arredores da escola para que as crianças observem as moradias, os materiais de que são feitas, como as pessoas cuidam delas. Ao voltar para a sala, podem desenhar ou descrever o que observaram.

RECORTE DE REVISTAS UMA FOTO DE UMA CASA GRANDE E UMA FOTO DE UMA CASA PEQUENA. COLE CADA UMA EM UM DOS ESPAÇOS ABAIXO. DEPOIS, FAÇA UMA MOLDURA VERMELHA PARA A CASA GRANDE E UMA MOLDURA AZUL PARA A CASA PEQUENA.

NOME:

107


ATIVIDADE 51

É importante levar as crianças a entender que a casa tem dependências, mobiliário e utensílios próprios. Aproveite a cena para descrever cada cômodo e identificar todos os elementos que fazem parte dele. Esta também pode ser uma boa oportunidade para conversar sobre as condições saudáveis para a moradia, os cuidados que devemos ter para conservá-la sempre limpa, os materiais usados na limpeza,

NA CASA DA FIGURA HÁ UMA COZINHA, UM BANHEIRO, DOIS QUARTOS, UMA SALA E UMA o arejamento. Diga, por exemplo, que as janelas devem ficar abertas durante uma parte do dia para que o ar circule na casa. Fale da ÁREA DE SERVIÇO. necessidade de varrer o quintal, recolher o lixo, molhar as plantas etc.

banheiro

quarto

quarto

cozinha

sala

X X

X

área de serviço

NOME:

109

IDENTIFIQUE CADA UMA DAS PARTES DA CASA E DIGA ONDE ESTÁ A TELEVISÃO, A GELADEIRA E A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA.


ATIVIDADE 52

Convide as crianças a brincar de EU VI. Organize-as em círculo. Você começa dizendo “Entrei na cozinha e vi...”. Cada criança deve dizer, na sua vez, o nome de um objeto existente na cozinha, sem repetir os nomes que já foram ditos pelos colegas. Nesta brincadeira, não há vencedores nem perdedores. O objetivo é ampliar o repertório de palavras das crianças, desenvolver a expressão oral e prepará-los para a realização da atividade.

IDENTIFIQUE CADA UM DOS OBJETOS E PINTE AQUELES QUE ENCONTRAMOS NA COZINHA.

///////// papel higiênico

panela

///// jarra

maleta de ferramentas lancheira escova e creme dental

//// garfo

///// colher

///////// frigideira

NOME:

111


ATIVIDADE 53 FAÇA UM DESENHO DE UM QUARTO. TENTE REPRESENTAR OS MÓVEIS, INCLUINDO A CAMA, A POSIÇÃO DA JANELA E DA PORTA. Mostre às crianças a figura de um quarto. Depois, converse com elas sobre esse cômodo da casa. Pergunte: O que as pessoas fazem no quarto? Onde as pessoas podem deitar e dormir? Onde elas podem guardar as roupas? Preocupe-se em generalizar a conversa trabalhando com um quarto qualquer, para evitar situações de constrangimento caso alguma criança não tenha um quarto para dormir.

NOME:

113


ATIVIDADE 54 DIGA ONDE CADA OBJETO COSTUMA ESTAR NA CASA E PINTE-OS COM CORES BEM BONITAS. Repita a brincadeira EU VI, agora trabalhando o quarto, a sala e o banheiro.

quarto

quarto

cozinha

sala

banheiro

sala

NOME:

115


ATIVIDADE 55 DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 255 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E MONTE O QUADRO DO PINTOR HOLANDÊS VINCENT VAN GOGH, DENOMINADO O QUARTO. Vincent Van Gogh é considerado um dos mais importantes pintores da história da arte. Apresente às crianças outras pinturas desse artista e, se possível, disponibilize livros para mostrar a elas. Sugestões: Vincent Van Gogh, de Mike Venezia, Coleção Mestres das Artes, editora Moderna. Vincent ama as cores, de Silvia Sirkis, editora Autêntica. Van Gogh e o passarinho Téo, de Mércia Maria Leitão e Neide Duarte, Editora do Brasil. O DVD “Baby Van Gogh – Mundo das cores” também é uma boa opção para o ensino das cores por meio das pinturas de Van Gogh.

NOME:

117


ATIVIDADE 56

Proponha uma conversa para que as crianças falem da rua onde moram. Pergunte, por exemplo: Como é a rua: asfaltada, de terra, de paralelepípedo? A rua onde você mora é calma ou movimentada? Existem árvores plantadas nas calçadas? Você encontra algum animal? O que é mais bonito na sua rua? E mais feio? O que está faltando nela?

CANTE “SE ESTA RUA FOSSE MINHA” COM A PROFESSORA E OS COLEGAS. DEPOIS, DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 249 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E LADRILHE A CALÇADA.

RODA DE CONVERSA

NOME:

119


ATIVIDADE 57 DESCUBRA QUE OBJETO APARECE EM TODAS AS FOTOS ABAIXO. DEPOIS, FAÇA UM DESENHO COLORIDO DE SUA DESCOBERTA. Antes de realizar a atividade, entregue bolas de diferentes tamanhos e cores para as crianças brincarem livremente. Depois, proponha que classifiquem as bolas por tamanho e por cor. Essa atividade propicia a descoberta da forma que será apresentada na atividade e trabalha a classificação, conceito fundamental em geometria.

NOME:

121


ATIVIDADE 58

Realize uma atividade para que as crianças diferenciem corpos redondos de não redondos. Providencie uma caixa grande e coloque objetos de diferentes formas dentro dela: redondos (em forma de esfera, cilindro e cone) e não redondos (em forma de cubo, paralelepípedo, pirâmide, prisma). Depois, peça a uma criança de cada vez que retire da caixa um objeto redondo. No final da brincadeira, peça que tentem rolar os objetos redondos sobre a carteira ou no chão. Leve-as a perceber que os corpos redondos rolam.

VEJA QUANTOS OBJETOS COM FORMAS ARREDONDADAS OU CIRCULARES. DIGA O NOME DELES.

bola

prato

novelo de lã

globo terrestre

relógio de parede

RECORTE DE REVISTAS MAIS TRÊS OBJETOS COM FORMAS ARREDONDADAS OU CIRCULARES. COLE-OS ABAIXO E PINTE AS MOLDURAS COM TINTA GUACHE.

NOME:

123


ATIVIDADE 59

Utilize a mesma caixa com objetos preparada para a atividade anterior. Depois, peça a uma criança de cada vez que retire da caixa um objeto não redondo. No final da brincadeira, peça que tentem rolar os objetos tirados da caixa sobre a carteira ou no chão. Leve-as a perceber que os corpos não redondos não rolam.

CIRCULE OS OBJETOS QUE NÃO SÃO ARREDONDADOS E NÃO TÊM FORMA CIRCULAR.

NOME:

125


ATIVIDADE 60 RECORTE TRIÂNGULOS, QUADRADOS E O CÍRCULO DA PÁGINA 247 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS PARA FORMAR O BARQUINHO. DEPOIS, PINTE O MAR DE AZUL COM GIZ DE CERA. Desenhe um triângulo, um quadrado e um círculo na lousa. Explore uma forma de cada vez com as crianças. Conte com elas quantos lados e quantas “pontas” tem um triângulo. Peça que formem um triângulo com as mãos, unindo os indicadores e os polegares. Depois, conte os lados e as “pontas” do quadrado e leve-as a observar que todos esses lados são iguais. Por último, pergunte se o círculo tem lados e “pontas”. Desenhe triângulos, quadrados e círculos em folhas de papel sulfite (uma forma em cada folha). Depois, cada criança deve escolher uma folha e fazer um desenho usando a forma geométrica que aparece nela. Valorize as produções, expondo os trabalhos na sala de aula.

NOME:

127


ATIVIDADE 61 EM CADA QUADRADO HÁ UM CÍRCULO. OBSERVE A SEQUÊNCIA DE CORES. DEPOIS, DESENHE E PINTE UM CÍRCULO NO QUADRADO VAZIO.

amarelo

Sequência é uma sucessão de elementos dispostos de acordo com uma regra. O trabalho com sequências na Educação Infantil contribui para o desenvolvimento do raciocínio lógico e prepara a criança para a compreensão da sequência numérica. Usando lápis de cor e giz de cera, proponha que as crianças formem diferentes sequências. Exemplos: um lápis, um giz, um lápis, um giz...; dois lápis, um giz, dois lápis, um giz; três gizes, dois lápis, três gizes, dois lápis; e assim por diante.

OBSERVE A SEQUÊNCIA E PINTE OS VAGÕES DO TREM.

amarelo

NOME:

129

azul

vermelho

amarelo

azul


ATIVIDADE 62

UNIDADE 7 • A VIDA NO JARDIM

EM SUA MORADIA EXISTE UM JARDIM?

Se for possível, traga sementes de flores para montar um pequeno jardim na escola com a ajuda das crianças. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “o contato com animais e plantas, a participação em práticas que envolvam os cuidados necessários à sua criação e cultivo, a possibilidade de observá-los, compará-los e estabelecer relações é fundamental para que as crianças possam ampliar seu conhecimento acerca dos seres vivos.”

PINTE AS FLORES E AS BORBOLETAS COM CORES BEM BONITAS.

NOME:

131


ATIVIDADE 63

Se for possível, plante sementes de girassol na escola e acompanhe o desenvolvimento da planta com as crianças. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “cuidar de plantas e acompanhar seu crescimento podem se constituir em experiências bastante interessantes para as crianças. O professor pode cultivar algumas plantas em pequenos vasos ou floreiras, propiciando às crianças acompanhar suas transformações e participar dos cuidados que exigem, como regar, verificar a presença de pragas etc. Se houver possibilidade, as crianças poderão, com o auxílio do professor, participar de partes do processo de preparação e plantio de uma horta coletiva no espaço externo.”

O GIRASSOL É UMA FLOR MUITO BONITA.

CONVERSE COM SEUS COLEGAS E DESCUBRA POR QUE O GIRASSOL TEM ESSE NOME.

VEJA QUE LINDA PLANTAÇÃO DE GIRASSÓIS! NOME:

133


ATIVIDADE 64

Se for possível, enquanto as crianças realizam a atividade, toque a música “O girassol”, de Vinicius de Moraes. A letra e a música podem ser encontradas facilmente na internet. Sugestão: <http://letras.mus.br/vinicius-de-moraes/87235/>. Acesso em: ago. 2013.

PINTE O GIRASSOL. DEPOIS, PINTE O SOL DA COR DO GIRASSOL.

NOME:

135


ATIVIDADE 65

Proponha situações de contagem relacionadas ao ambiente da sala de aula. Conte com as crianças quantas mesas, quantas cadeiras, quantas lousas, quantos armários, quantas portas, quantas janelas, quantos cestos de lixo, quantas lancheiras, quantas crianças existem ou estão nesse espaço.

FAÇA UM CÍRCULO EM VOLTA DO VASO QUE TEM MAIS GIRASSÓIS. VOCÊ CONSEGUE DIZER QUANTOS GIRASSÓIS HÁ EM CADA VASO?

1

2

3

NOME:

137

4


ATIVIDADE 66 VAMOS CONHECER A ROSA.

Se for possível, leve uma rosa para a sala de aula e coloque-a num vaso sobre sua mesa. Ensine as crianças a fazer a dobradura de uma rosa. Para isso, entregue uma folha de sulfite colorida para cada criança, em tamanho quadrado. Depois, vá mostrando as etapas de dobra e orientando-as nos movimentos, de acordo com as figuras a seguir.

EXISTEM ROSAS DE DIVERSAS CORES, MAS TODAS TÊM O MESMO PERFUME. DOBRADURA DE FLOR

DIGA A COR DE CADA UMA DAS ROSAS ABAIXO.

Para a frente

CIRCULE A ROSA QUE VOCÊ ACHOU MAIS BONITA. modelo 1

modelo 2

branca

vermelha

NOME:

amarela

rosa

139


ATIVIDADE 67 OS CRAVOS SÃO FLORES BONITAS, DE CORES VARIADAS E PERFUME PRÓPRIO. CANTE COM A PROFESSORA E COM OS COLEGAS A CANTIGA DO CRAVO E DA ROSA. Se for possível, leve um cravo para a sala de aula e coloque-o num vaso sobre sua mesa. Esta pode ser uma boa oportunidade para apresentar outras cantigas de roda às crianças. Sugestões de CDs: Minha Cantiga, de vários artistas. Sony/BMG, 2007. Trem maluco e outras cantigas, de Hélio Ziskind, MCD, 2006. Cantigas de roda, de vários artistas. Som Livre, 2005. Cantigas de roda, do grupo Palavra Cantada. MCD, 1998.

NOME:

141


ATIVIDADE 68

Se for possível, leve uma margarida para a sala de aula e coloque-a num vaso sobre sua mesa. As brincadeiras de roda desenvolvem a expressão oral, a audição, o ritmo, o equilíbrio, a coordenação motora das crianças. Ensine-as a cantar e a dançar “Onde está a margarida?”. A letra e a coreografia podem ser encontradas nas Orientações específicas do Manual do Professor.

ESTA É A MARGARIDA. ELA CRESCE NO CAMPO E, POR ISSO, TAMBÉM É CHAMADA DE FLOR-DO-CAMPO. ELA PODE TER VÁRIAS CORES. CONTORNE AS PÉTALAS DA MARGARIDA E ESCOLHA UMA COR PARA PINTÁ-LA.

NOME:

143


ATIVIDADE 69

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “o contato com a natureza é de fundamental importância para as crianças e o professor deve oferecer oportunidades diversas para que elas possam descobrir sua riqueza e beleza. Fazer passeios por parques e locais de área verde, manter contato com pequenos animais, pesquisar em livros e fotografias a diversidade da fauna e da flora, principalmente brasileira, são algumas das formas de se promover o interesse e a valorização da natureza pela criança.”

NOS JARDINS, NOS CAMPOS E NAS PLANTAÇÕES DE FLORES EXISTEM MUITOS INSETOS. ALGUNS VIVEM NA TERRA E OUTROS PASSAM BOA PARTE DO TEMPO NO AR. DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 257 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NOS QUADROS. DEPOIS, DIGA O NOME DOS INSETOS MOSTRADOS NAS FOTOS. SE VOCÊ NÃO CONHECER ALGUM, PERGUNTE AOS COLEGAS OU À PROFESSORA.

joaninha

grilo

libélula

percevejo

louva-a-deus

borboleta

formiga

NOME:

besouro

abelha

As imagens estão fora de escala de tamanho.

145


ATIVIDADE 70

UNIDADE 8 • CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR

AS CRIANÇAS ESTÃO NA ESCOLA. DIGA O QUE ELAS ESTÃO FAZENDO E PINTE A MOLDURA DA ATIVIDADE DE QUE VOCÊ MAIS GOSTA. Relembre oralmente com as crianças todas as atividades que vocês realizam na escola. Estimule-as a falar das atividades de que mais gostam e a justificar suas escolhas. Depois, explore as fotos apresentadas nesta página e oriente-as na realização da atividade. pintando

comendo

escrevendo

ouvindo histórias

brincando

correndo

NOME:

147


ATIVIDADE 71 NA SUA ESCOLA, EM SEU PRÉDIO OU EM ALGUMA PRAÇA DE SUA CIDADE EXISTE UM PARQUINHO? NO PARQUINHO, BRINCAMOS E CONVIVEMOS COM NOSSOS COLEGAS. FAÇA UM DESENHO DE SEU BRINQUEDO PREFERIDO.

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 2), “brincar é uma das atividades fundamentais para o desenvolvimento da identidade e da autonomia. O fato de a criança, desde muito cedo, poder se comunicar por meio de gestos, sons e mais tarde representar determinado papel na brincadeira faz com que ela desenvolva sua imaginação. Nas brincadeiras as crianças podem desenvolver algumas capacidades importantes, tais como a atenção, a imitação, a memória, a imaginação. Amadurecem também algumas capacidades de socialização, por meio da interação e da utilização e experimentação de regras e papéis sociais.”

NOME:

149


ATIVIDADE 72

Proponha uma conversa com as crianças antes de solicitar a realização da atividade. Pergunte: Quem gosta de brincar de carrinho? Quem gosta de dormir com um ursinho de pelúcia? Quem já fez bolhas de sabão? Quem já brincou em um balanço? Quem já fez castelo de areia na praia? De que sabor de picolé vocês mais gostam? Quem gosta de brincar com jogos?

DIGA O QUE AS CRIANÇAS ESTÃO FAZENDO. DEPOIS, CIRCULE AS FOTOS EM QUE AS CRIANÇAS ESTÃO BRINCANDO.

NOME:

151


ATIVIDADE 73

Explore a cena oralmente com as crianças. Peça que localizem a menina pulando corda, o menino empinando pipa, a menina que brinca de boneca, as crianças que jogam bolinhas de gude, pulam amarelinha e jogam futebol. Valorize as práticas culturais predominantes na região, conversando com as crianças sobre outras brincadeiras que podem ser realizadas ao ar livre no lugar onde vocês vivem.

EXISTEM MUITAS BRINCADEIRAS AO AR LIVRE QUE PODEMOS PRATICAR COM OS COLEGAS E FAZEM BEM À SAÚDE. IDENTIFIQUE AS BRINCADEIRAS DA CENA ABAIXO.

NOME:

153


ATIVIDADE 74

Ensine as crianças a cantar “Marcha soldado” enquanto brincam de roda. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “brincar de roda, ciranda, pular corda, amarelinha etc. são maneiras de estabelecer contato consigo próprio e com o outro, de se sentir único e, ao mesmo tempo, parte de um grupo, e de trabalhar com as estruturas e formas musicais que se apresentam em cada canção e em cada brinquedo.”

VAMOS BRINCAR DE RODA? ESTA É UMA BRINCADEIRA PRATICADA EM TODAS AS PARTES DO MUNDO. CANTE COM OS COLEGAS ENQUANTO A RODA GIRA.

NOME:

155


ATIVIDADE 75

Antes de realizar a dobradura do chapéu, entregue folhas de papel sulfite às crianças para que treinem o movimento de dobrar a folha ao meio, desdobrar, dobrar na diagonal, virar as pontas. Em seguida, convide-as a fazer o chapéu de soldado. Realize uma ação de cada vez, bem devagar, e peça às crianças que a imitem.

VAMOS FAZER UM CHAPÉU DE PAPEL PARA CANTAR ”MARCHA SOLDADO”? É MUITO FÁCIL. ACOMPANHE AS INSTRUÇÕES DA PROFESSORA. DEPOIS DE PRONTO, ENFEITE SEU CHAPÉU COM PEDAÇOS DE PAPÉIS COLORIDOS. 1

2

3 1. PEGUE UMA FOLHA DE JORNAL. 2. DOBRE-A AO MEIO. 3. DOBRE AS PONTAS PARA DENTRO. 4. DOBRE AS BASES. 5. VIRE-AS PARA CIMA. 6. DOBRE OS BICOS.

4

5

6

NOME:

157


ATIVIDADE 76

Entregue um triângulo para cada criança, desenhado em uma folha de papel sulfite. Peça que façam um desenho a partir da figura que aparece na folha. Lembre-se de valorizar as produções, expondo os trabalhos na sala de aula.

O CHAPÉU DE PAPEL QUE VOCÊ FEZ TEM FORMA TRIANGULAR. O TRIÂNGULO TEM TRÊS LADOS. OS LADOS PODEM SER IGUAIS OU NÃO. COLE PEDAÇOS DE BARBANTE SOBRE OS LADOS DE CADA TRIÂNGULO.

R ODA DE CONVERSA

O primeiro.

NOME:

159


ATIVIDADE 77

Se for possível, mostre outros quadros de Piet Mondrian que utilizam traços finos horizontais e verticais. Depois, entregue uma folha de papel sulfite para cada criança. Inspiradas nas obras desse artista, peça que tracem fios “em pé” e “deitados” na folha e pintem com cores bem fortes.

ESTE É UM QUADRO PINTADO POR PIET MONDRIAN HÁ MUITOS ANOS. NO QUADRO, HÁ APENAS TRÊS FORMAS QUADRADAS. TODAS AS OUTRAS FORMAS SÃO RETANGULARES. ENCONTRE AS FORMAS QUADRADAS E FAÇA UMA MARQUINHA NELAS. DEPOIS, DESENHE UM QUADRADO E UM RETÂNGULO NO ESPAÇO VAZIO.

RODA DE CON VER SA

X

X

X

NOME:

161


ATIVIDADE 78 PULAR CORDA É OUTRA BRINCADEIRA MUITO PRATICADA EM TODOS OS LUGARES POR MENINOS E MENINAS. VOCÊ PODE PULAR CORDA SOZINHO OU COM OUTROS COLEGAS. DESENHE VOCÊ E DOIS COLEGAS BRINCANDO DE CORDA.

Antes de solicitar a realização da atividade, é importante que as crianças brinquem de corda. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “a brincadeira de pular corda, tão popular no Brasil, propõe às crianças uma pesquisa corporal intensa, tanto em relação às diferentes qualidades de movimento que sugere (rápidos ou lentos; pesados ou leves) como também em relação à percepção espaço-temporal, já que, para ‘entrar’ na corda, as crianças devem sentir o ritmo de suas batidas no chão para perceber o momento certo. A corda pode também ser utilizada em outras brincadeiras desafiadoras. Ao ser amarrada no galho de uma árvore, possibilita à criança pendurar-se e balançar-se; ao ser esticada em diferentes alturas, permite que as crianças se arrastem, agachem etc.”

NOME:

163


ATIVIDADE 79 VOCÊ JÁ BRINCOU DE AMARELINHA? É MUITO DIVERTIDO! ACOMPANHE AS REGRAS QUE A PROFESSORA VAI LER. • DESENHE NO CHÃO AS CASAS NUMERADAS DE 1 A 10, COM O CÉU NO TOPO. • CADA PARTICIPANTE INICIA JOGANDO UMA PEDRINHA NA CASA 1. EM SEGUIDA, PULA COM UM PÉ NAS CASAS SIMPLES E COM DOIS NAS CASAS DUPLAS, ATÉ CHEGAR AO CÉU. NÃO SE DEVE PISAR NA CASA ONDE ESTÁ A PEDRINHA! • CHEGANDO AO CÉU, O JOGADOR VOLTA PULANDO DA MESMA MANEIRA E RECOLHE A PEDRINHA. • DEPOIS, JOGA A PEDRINHA NA CASA 2 E REPETE OS PULOS. • SE ERRAR, PASSA A VEZ AO PRÓXIMO PARTICIPANTE. QUANDO FOR SUA VEZ DE NOVO, COMEÇA DA CASA ONDE PAROU. NOME:

165

Brincar de amarelinha é uma ótima atividade para desenvolver habilidades no plano motor. Convide as crianças a brincar de amarelinha em um espaço amplo da escola.


ATIVIDADE 80 NA BRINCADEIRA DA AMARELINHA, DESENHAMOS DEZ CASAS. VAMOS CONTAR ATÉ DEZ USANDO OS DEDOS DAS MÃOS? COLOQUE AS DUAS MÃOS NA POSIÇÃO DA FIGURA E, COM A PROFESSORA E OS COLEGAS, CONTE ATÉ DEZ.

4 3

5

6

2 1

NOME:

167

7

Proponha situações que envolvam recitação oral da sucessão dos números, como as cantigas “Um, dois, feijão com arroz” e “Um, dois, três indiozinhos”. As letras podem ser encontradas nas Orientações específicas do Manual do Professor.

8 9 10


ATIVIDADE 81 VAMOS CONTAR ATÉ DEZ CANTANDO “A GALINHA DO VIZINHO”? AO FINAL, TODOS AGACHAM JUNTOS. DEPOIS, PINTE A CENA E DIGA QUANTOS OVOS A GALINHA JÁ BOTOU. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “o folclore brasileiro é fonte riquíssima de cantigas e rimas infantis envolvendo contagem e números, que podem ser utilizadas como forma de aproximação com a sequência numérica oral. São muitas as formas possíveis de se realizar o trabalho com a Matemática nessa faixa etária, mas ele sempre deve acontecer inserido e integrado no cotidiano das crianças.”

NOME:

169


ATIVIDADE 82

Explore a cena oralmente com as crianças. Elabore perguntas com base na descrição da tela registrada no site do artista: “Cena de dez meninos jogando futebol em Brodowski. No primeiro plano, à esquerda, parte de um tronco de árvore cortado. No segundo plano, da esquerda para a direita: quatro meninos de costas, usando camisetas e calças curtas, sendo que o que está mais à direita tem um chapéu de abas largas na cabeça; um tronco de árvore cortado e espécie de duas flores no chão. No terceiro plano, da esquerda para

ESTE É UM QUADRO DO GRANDE PINTOR BRASILEIRO CÂNDIDO PORTINARI. ELE PINTOU CRIANÇAS JOGANDO BOLA NUMA PEQUENA CIDADE DO INTERIOR. DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 259 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS AQUI PARA MONTAR O QUADRO.

a direita: mais quatro meninos, um de perfil para a direita e os outros de frente, vendo-se também, ao centro, o que seria a bola do jogo; mais para a direita, um burrinho de perfil para a esquerda. Ao fundo, à esquerda, cerca de mourões com arame farpado, ligeiramente na diagonal da esquerda para a direita; um menino de frente que parece se encaminhar para o jogo; um cemitério cercado por um muro, com uma enorme cruz a sua frente; ao centro e a direita cerca também de mourões e arame farpado, vendo-se por trás desta, uma plantação, provavelmente um cafezal, e três pequenas casas, lado a lado, ligeiramente na diagonal da frente para trás; à direita, na frente da cerca, mais duas crianças parecendo também se encaminharem para o jogo. Ainda ao fundo, linha do horizonte mostrando ser o terreno muito plano; céu em tons de “degradé” de cinzas, escurecendo na parte superior, com lua à direita.” Disponível em: <www.portinari.org.br>. Acesso em: ago. 2013. NOME:

171


ATIVIDADE 83

UNIDADE 9 • CHUVA E SOL, NOITE E DIA

VEJA AS FOTOS A SEGUIR. ELAS MOSTRAM UM DIA COM CHUVA, UM DIA NUBLADO E UM DIA ENSOLORADO. VOCÊ JÁ REPAROU COMO ESTÁ O DIA DE HOJE? FAÇA UM DESENHO REPRESENTANDO COMO ELE ESTÁ. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “as atividades relacionadas com os fenômenos da natureza, além de tratarem de um tema que desperta bastante interesse nas crianças, permitem que se trabalhe de forma privilegiada a relação que o homem estabelece com a natureza. Podem ser trabalhados por meio da observação direta quando ocorrem na região onde se situa a instituição de educação infantil, como as chuvas, a seca, a presença de um arco-íris etc., ou de forma indireta, por meio de fotografias, filmes de vídeo, ilustrações, jornais e revistas etc. que tragam informações a respeito do assunto. Sair para um passeio na região próxima à instituição após uma pancada de chuva, para observar os efeitos causados na paisagem, por exemplo, pode ser bastante interessante. Ao mesmo tempo que se destaca um fenômeno natural, permitindo que as crianças reflitam sobre como ele ocorre, pode-se também observar a sua interferência na vida humana e as suas consequências, como a situação das ruas, das plantas e das árvores, os odores, o movimento das pessoas, a erosão causada nos locais onde há terra descoberta etc. Da mesma forma, pode-se trazer, para conhecimento das crianças, livros, fotos e ilustrações de diversos fenômenos ocorridos em outras regiões e suas consequências, como, por exemplo, a neve, os furacões, os vulcões etc.”

NOME:

173


ATIVIDADE 84 O SOL É NOSSA PRINCIPAL FONTE DE LUZ E CALOR.

Se for possível, organize uma visita a observatórios ou planetários para enriquecer o trabalho com este tema.

NUNCA OLHE DIRETAMENTE PARA ELE PARA NÃO PREJUDICAR SEUS OLHOS. PINTE O SOL COM GIZ DE CERA.

NOME:

175


ATIVIDADE 85 CANTE A MÚSICA “JANELINHA” COM A PROFESSORA E OS COLEGAS. DEPOIS, PINTE A CASA E DIGA QUANTAS JANELAS ELA TEM. 11 janelas Ensine as crianças a cantar “Janelinha”. A música pode ser encontrada na internet. Há uma versão, interpretada pela cantora Eliana, disponível em <http://letras.mus.br/eliana/1164520/>. (Acesso em: ago. 2013).

NOME:

177


ATIVIDADE 86 COLE PEDACINHOS DE ALGODÃO NAS NUVENS. DEPOIS, DESENHE RISQUINHOS REPRESENTANDO A CHUVA, MAS NÃO DEIXE QUE ELA MOLHE AS CRIANÇAS.

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “a seca, as chuvas e as tempestades, as estrelas e os planetas, os vulcões, os furacões etc. são assuntos que despertam um grande interesse nas crianças. Alguns são fenômenos presenciados e vividos pelas crianças, outros são conhecidos por serem comumente veiculados pelos meios de comunicação e outros por estarem presentes no imaginário das pessoas e nos mitos, nas lendas e nos contos. Algumas perguntas, como ‘Por que as sombras dos objetos mudam de lugar ao longo do dia?’, ‘As estrelas

são fixas no céu ou será que elas se movimentam?’, ‘Como fica a cidade depois de uma pancada forte de chuva?’, ou ‘O que acontece quando fica muito tempo sem chover?’, podem desencadear um trabalho intencional, favorecendo a percepção sobre a complexidade e diversidade dos fenômenos da natureza e o desenvolvimento de capacidades importantes relacionadas à curiosidade, à dúvida diante do evidente, à elaboração de perguntas, ao respeito ao ambiente etc.”

NOME:

179


ATIVIDADE 87

Explore oralmente as noções de tempo (manhã, tarde e noite) antes de solicitar a realização da atividade. Pergunte, por exemplo: Qual é a diferença entre o dia e a noite? De que período do dia vocês gostam mais: da manhã, da tarde ou da noite? Por quê? Nossas aulas são de manhã ou à tarde? Após a conversa, descreva o que está acontecendo em cada uma das fotos. Finalize a aula pedindo às crianças que circulem as atividades que realizam pela manhã.

DURANTE UM DIA COMPLETO, TEMOS OS PERÍODOS DA MANHÃ, DA TARDE E DA NOITE. CIRCULE AS ATIVIDADES ABAIXO QUE VOCÊ REALIZA DE MANHÃ.

NOME:

181


ATIVIDADE 88 FAÇA UM DESENHO BEM BONITO DE ALGUMA ATIVIDADE QUE VOCÊ FAZ DE MANHÃ. DEPOIS, RECORTE DE REVISTAS PESSOAS OU CRIANÇAS FAZENDO ESSA MESMA ATIVIDADE E COLE O RECORTE NO OUTRO QUADRO. Relembre oralmente com as crianças todas as atividades que costumamos realizar pela manhã, assim que acordamos: espreguiçar, tomar banho, secar o corpo, vestir roupas limpas, colocar um calçado, pentear os cabelos, escovar os dentes, tomar café da manhã etc.

NOME:

183


ATIVIDADE 89

Em um dia claro, leve as crianças ao ar livre para que observem o céu. Oriente-as a não olhar diretamente para o Sol. Pergunte: De que cor está o céu? Existem nuvens no céu? Que forma e cor elas têm? Por que o dia está claro? Depois, como lição de casa, peça às crianças que observem o céu à noite. No dia seguinte, peça que contem o que viram.

AS FOTOS MOSTRAM UMA CIDADE À NOITE E OUTRA DURANTE O DIA. QUE DIFERENÇA VOCÊ PERCEBE NA COR DO CÉU? O QUE ESTÁ BRILHANDO NO CÉU NA CIDADE FOTOGRAFADA À NOITE? O QUE MAIS PODEMOS VER NO CÉU À NOITE?

NOME:

185


ATIVIDADE 90 DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 253 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NOS ESPAÇOS DO DIA OU DA NOITE. Se for possível, providencie um livro sobre o dia e a noite para ler às crianças. Sugestões: Meu dia – manhã, tarde, noite, de Lisa Bullard, editora Hedra. A noite e o dia, de Eunice Braido, editora FTD. Dia e noite, de Mary França, editora Ática.

NOME:

187


ATIVIDADE 91

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “a compreensão de que há uma relação entre os fenômenos naturais e a vida humana é um importante aprendizado para a criança. A partir de questionamentos sobre tais fenômenos, as crianças poderão refletir sobre o funcionamento da natureza, seus ciclos e ritmos de tempo e sobre a relação que o homem estabelece com ela, o que lhes possibilitará, entre outras coisas, ampliar seus conhecimentos, rever e reformular as explicações que possuem sobre eles.”

COMO ESTÁ O TEMPO HOJE? ESTÁ FRIO OU ESTÁ QUENTE?

FAÇA UM CÍRCULO NAS ROUPAS QUE VOCÊ PODE USAR NUM DIA QUENTE.

RODA DE CON VERSA

NOME:

189


ATIVIDADE 92

Traga uma boneca para a sala de aula e algumas vestimentas. Peça às crianças que percebam a temperatura e coloquem na boneca as roupas adequadas. Quando o tempo mudar, as crianças devem trocar a roupa da boneca. Essa atividade por ser repetida durante o período em que estiver trabalhando com as condições do tempo.

DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 261 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NOS QUADROS ABAIXO, PARA REPRESENTAR UM DIA DE FRIO E UM DIA DE CALOR. DIA DE FRIO

DIA DE CALOR

NOME:

191


ATIVIDADE 93

Se for possível, prepare uma limonada para as crianças em um dia de muito calor. Ensine-as a cantar “Meu limão, meu limoeiro”. A letra pode ser encontrada nas Orientações específicas do Manual do Professor.

NOS DIAS DE MUITO CALOR, É UMA DELÍCIA TOMAR UM SUCO, NÃO É MESMO? TAMBÉM É MUITO IMPORTANTE BEBERMOS BASTANTE ÁGUA. VAMOS APRENDER A FAZER UMA LIMONADA? ACOMPANHE A LEITURA DA PROFESSORA. DEPOIS, PINTE A JARRA, OS LIMÕES E A LIMONADA. RECEITA DE LIMONADA

PINTE A JARRA, OS LIMÕES E A LIMONADA.

INGREDIENTES: • 2 XÍCARAS DE AÇÚCAR • 10 XÍCARAS DE ÁGUA • 2 XÍCARAS DE SUCO DE LIMÃO FRESCO • GELO A GOSTO MODO DE PREPARO: EM UMA JARRA, MISTURE OS INGREDIENTES E MEXA BASTANTE.

R ODA DE CONVER SA

NOME:

193


ATIVIDADE 94 VEJA COMO CRESCEM A LARANJA, O ABACAXI E O MORANGO. PINTE AS FRUTAS COM GIZ DE CERA.

NOME:

195

Essa é uma boa oportunidade para apresentar às crianças a música “Pomar”, do grupo Palavra Cantada, que nomeia diferentes árvores frutíferas. Depois, pergunte: Quem já viu alguma árvore que produz frutos? Que árvore é essa? Como é o nome do fruto que ela produz?


ATIVIDADE 95 OS SUCOS SÃO BEBIDAS FRIAS. MAS TAMBÉM TOMAMOS BEBIDAS QUENTES, COMO UMA XÍCARA DE CAFÉ COM LEITE OU DE CHOCOLATE, QUE TAMBÉM É FEITO COM LEITE. O LEITE QUE BEBEMOS É RETIRADO DA VACA. PINTE A VACA E INVENTE UM NOME PARA ELA. Converse com as crianças sobre a vaca. Pergunte: Quem já viu uma vaca? Como ela era? Onde ela estava? O que ela fazia? Qual era o nome dela? Depois, confeccione um rabo de papel e convide as crianças a brincar de VACA AMARELA: Vaca amarela / pulou a janela / quebrou a tigela / Quem falar primeiro / vai ficar com o rabo dela.

VACA

A imagem está fora de escala de tamanho.

NOME:

197


ATIVIDADE 96

UNIDADE 10 • ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Para iniciar o trabalho com o tema alimentos, apresente às crianças a música “Sopa”, do grupo Palavra Cantada. A música pode ser encontrada na internet. Sugestão: <http://letras.mus.br/palavra-cantada/283414/>. (Acesso em: ago. 2013).

UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É MUITO IMPORTANTE PARA CRESCERMOS COM SAÚDE. PARA ISSO, PRECISAMOS COMER FRUTAS, CARNES, LEITE, PÃES, MASSAS E LEGUMES. DIGA O NOME DOS ALIMENTOS MOSTRADOS NAS FOTOS. QUAIS DELES VOCÊ COSTUMA COMER?

ovos

pães

verduras e legumes

macarrão

carne

peixe

leite

frutas

RODA DE CONVERSA NOME:

199


ATIVIDADE 97 TAMBÉM DEVEMOS COMER MUITAS FRUTAS. FAÇA UM DESENHO DAS FRUTAS DE QUE VOCÊ MAIS GOSTA. Converse com as crianças sobre o valor nutritivo das frutas. Depois, diga algumas adivinhas bem fáceis para que elas descubram o nome da fruta. Sugestões: Fruta amarela que começa com BA (banana); fruta que tem uma coroa mas não é rei (abacaxi); pode ser verde ou roxa e começa com U (uva); é vermelha e começa como mamãe (maçã), e assim por diante. Se possível, traga diferentes frutas da época para as crianças saborearem. Depois, prepare com elas uma deliciosa salada de frutas.

NOME:

201


ATIVIDADE 98

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “ao contar objetos as crianças aprendem a distinguir o que já contaram do que ainda não contaram e a não contar duas (ou mais) vezes o mesmo objeto; descobrem que tampouco devem repetir as palavras numéricas já ditas e que, se mudarem sua ordem, obterão resultados finais diferentes daqueles de seus companheiros; percebem que não importa a ordem que estabelecem para contar os objetos, pois obterão sempre o mesmo resultado.”

DIGA O NOME DOS ALIMENTOS QUE ESTÃO NA CESTA. DEPOIS, CIRCULE OS ALIMENTOS QUE ESTÃO FORA DELA. PINTE UMA BOLINHA PARA CADA ALIMENTO DO QUADRO.

acelga alho-poró pimenta pimentão tomate cenoura berinjela erva-doce couve-flor

///

///

///

///

///

///

///

NOME:

///

///

///

As imagens estão fora de escala de tamanho.

203


ATIVIDADE 99

Leve para a sala de aula um tomate, uma cenoura e uma berinjela. Descreva oralmente cada um desses alimentos com a ajuda das crianças. Conversem sobre a cor, a forma, o tamanho, se é consumido cru ou cozido. Seria interessante que as crianças saboreassem cada um deles antes de realizar a atividade proposta na página.

COMPLETE O TRACEJADO PARA DESCOBRIR TRÊS ALIMENTOS SAUDÁVEIS. DEPOIS, IDENTIFIQUE CADA UM DELES E PINTE AQUELE DE QUE VOCÊ MAIS GOSTA.

tomate

cenoura berinjela

NOME:

205


ATIVIDADE 100 CIRCULE SOMENTE AS FRUTAS MOSTRADAS NAS FOTOS. DIGA O NOME DE CADA UMA.

Se for possível, leve pera, maçã, mamão e banana para as crianças saborearem antes de realizar a atividade proposta. Pergunte o nome dos alimentos que elas não circularam (pão, batata, queijo e alface).

mamão

pera

maçã

banana

NOME:

As imagens estão fora de escala de tamanho.

207


ATIVIDADE 101

Antes de realizar a atividade, seria interessante levar as frutas mostradas na página (laranja, maçã, abacaxi, abacate e pera) e cortá-las ao meio para que as crianças observem as metades. Aproveite para estabelecer uma comparação entre os diferentes tipos de semente: grandes, pequenas, duras, macias, redondas, alongadas, chatas, enrugadas etc. Aproveite as frutas para fazer sucos e vitaminas.

AGORA, DIGA O NOME DAS FRUTAS A SEGUIR E LIGUE CADA UMA DELAS À SUA METADE.

NOME:

209


ATIVIDADE 102

Leve algumas maçãs para a sala de aula e convide as crianças a brincar de CORRIDA DA MAÇÃ. Forme duas equipes. Os integrantes de cada equipe devem ficar em fila. Delimite o ponto de partida e de chegada. Um de cada vez deve ir até o ponto de chegada e voltar para o ponto de partida com uma maçã apoiada na palma da mão, sem derrubá-la. Se a maçã cair, a criança deve voltar para o ponto de partida e começar de novo. Em seguida, entrega a maçã para o próximo da fila. Vence a equipe que fizer o percurso mais rapidamente.

A FOTO MOSTRA UMA PLANTAÇÃO DE MAÇÃS. A ÁRVORE QUE NOS DÁ A MAÇÃ É CHAMADA MACIEIRA. DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 253 DO MATERIAL COMPLEMENTAR E COLE-OS NA MACIEIRA. DEPOIS, DIGA QUANTAS MAÇÃS VOCÊ COLOU.

MACIEIRA

NOME:

211


ATIVIDADE 103

Esta é uma boa oportunidade para preparar uma salada de alface, tomate e pepino na sala de aula. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 2), “é recomendável que os professores ofereçam uma variedade de alimentos e cuidem para que a criança experimente de tudo. O respeito às suas preferências e às suas necessidades indica que nunca devem ser forçadas a comer, embora possam ser ajudadas por meio da oferta de alimentos atraentes, bem preparados, oferecidos em ambientes afetivos, tranquilos

AS SALADAS COM VERDURAS E LEGUMES SÃO MUITO IMPORTANTES PARA NOSSA SAÚDE. PINTE OS INGREDIENTES DA SALADA E IDENTIFIQUE CADA UM DELES. DEPOIS, CIRCULE AQUELE DE QUE MAIS GOSTA.

e agradáveis. Recomenda-se organizar os lanches e/ ou demais refeições de forma que as crianças possam vivenciá-las de acordo com as diversas práticas sociais em torno da alimentação, sempre permeadas pelo prazer e pela afetividade, permitindo que conversem entre si.”

///

///

///

///

///

SALADA DE ALFACE, TOMATE E PEPINO

///

NOME:

213


ATIVIDADE 104

UNIDADE 11 • ANIMAIS QUE VOAM

DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 261 DO MATERIAL COMPLEMENTAR. DEPOIS, PRESTE ATENÇÃO NA HISTÓRIA “A FESTA NO CÉU” QUE A PROFESSORA VAI CONTAR. COLE CADA CENA NOS ESPAÇOS ABAIXO, DE ACORDO COM A SEQUÊNCIA DA HISTÓRIA. DESCUBRA O QUE O SAPO FEZ DE ERRADO. O SAPO ESTAVA NO BREJO E OUVIU UM PASSARINHO AVISAR TODAS AS AVES QUE HAVERIA UMA FESTA NO CÉU, MAS ERA UMA FESTA SÓ PARA AVES.

O SAPO, ACHANDO QUE ERA MUITO ESPERTO, AVISOU O URUBU E DISSE QUE ELE DEVERIA IR E LEVAR SEU VIOLÃO PARA CANTAR.

SEM QUE O URUBU PERCEBESSE, O SAPO SE ESCONDEU EM SEU VIOLÃO.

NO DIA CERTO, O URUBU VOOU PARA O CÉU COM SEU VIOLÃO E O SAPO ESCONDIDO LÁ DENTRO.

1

CHEGANDO LÁ EM CIMA, TODOS OS PÁSSAROS FICARAM SURPRESOS, POIS O SAPO NÃO É AVE.

2

O URUBU PEGOU O SAPO, ENFIOU DENTRO DO VIOLÃO, VOOU BEM ALTO E JOGOU O SAPO LÁ DE CIMA.

3

NOME:

215

4

5

6


ATIVIDADE 105

Mostre às crianças figuras de diferentes aves, especialmente as aves típicas de sua região. Identifique cada ave com as crianças e leve-as a perceber as características desses animais: têm asas, penas, bico, botam ovos, a maioria pode voar. Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (v. 3), “a criação de alguns animais na instituição, como tartarugas, passarinhos ou peixes, também pode ser realizada com a participação das crianças nas atividades de alimentação, limpeza etc. Por meio desse contato, as crianças poderão aprender algumas noções básicas necessárias ao trato com os animais, como a necessidade de lavar as mãos antes e depois do contato com eles, a possibilidade ou não de segurar cada animal e as formas mais adequadas para fazê-lo, a identificação dos perigos que cada um oferece, como mordidas, bicadas etc.”

PINTE OS ANIMAIS QUE APARECEM NO CONTO “A FESTA NO CÉU”.

///

///

NOME:

217


ATIVIDADE 106

Conte às crianças algumas curiosidades sobre as araras. “Você sabia que quando uma arara escolhe seu ‘marido’ ou ‘esposa’ na natureza, vive com ele até o final da vida? É isso mesmo. A arara é um bicho muito fiel ao companheiro que elege para viver ao lado e se ele morrer, ela pode ficar doente e até falecer também. Mas essa vida de companheirismo nem sempre termina em ‘felizes para sempre’, como nos contos de fada. As araras são animais muito procurados por traficantes de animais, que as tiram do hábitat natural para vender para as pessoas que querem ter um bicho de estimação diferente em casa e, com isso, acabam cometendo um crime contra a natureza.” Disponível em: <http://criancas.uol.com.br/novidades/2011/06/30/lindas-ecoloridas-araras-sofrem-com-o-trafico-de-animais.jhtm>. Acesso em: ago. 2013.

AS ARARAS TAMBÉM FORAM À FESTA NO CÉU.

PINTE COM GIZ DE CERA ESSAS LINDAS AVES BRASILEIRAS.

ARARAS NOME:

219


ATIVIDADE 107

Se for possível, leve as crianças à sala de informática e acesse o site Portal Passarinho <www.portalpassarinho.com/cantos.php> para ouvir os cantos de vários pássaros. Depois, brinque com as crianças de imitar o canto de algumas aves.

O SABIÁ-LARANJEIRA É CONSIDERADO POR MUITOS A AVE SÍMBOLO DO BRASIL. VOCÊ JÁ VIU O SABIÁ OU O OUVIU CANTAR? QUANTOS OVOS HÁ NO NINHO DO SABIÁ?

R ODA DE CON VER SA

NOME:

221


ATIVIDADE 108 DESTAQUE OS ADESIVOS DA PÁGINA 263 DO MATERIAL COMPLEMENTAR, MONTE O QUEBRA-CABEÇA E DESCUBRA O BICHINHO DE JARDIM QUE AS CRIANÇAS ESTÃO OBSERVANDO. Entregue uma folha de papel sulfite para cada criança. Peça a elas que desenhem o animal descoberto. Valorize as produções, expondo os desenhos na sala de aula.

NOME:

223


ATIVIDADE 109 Se for possível, apresente às crianças o filme “Vida de inseto”, dirigido por John Lasseter, Andrew Stanton. EUA: Disney/ Buena Vista, 2000. Sinopse: No mundo dos insetos, as formigas são manipuladas pelos gafanhotos, que todos os anos exigem uma quantia de comida. Se as formigas não cumprirem essa exigência, os gafanhotos ameaçam atacar o formigueiro. Mas, em um certo ano, houve um problema com a “oferenda”. É quando Flik, uma formiga cansada de ser oprimida, sai em busca de outros insetos dispostos a ajudar o formigueiro a combater os gafanhotos. Disponível em: <http:// www.cineplayers.com/ filme.php?id=488>. Acesso em: ago. 2013.

OBSERVE A CENA NO JARDIM. DIGA O NOME DOS ANIMAIS QUE VOCÊ VÊ.

QUANTAS FLORES HÁ NO JARDIM? QUANTAS FRUTAS HÁ NA ÁRVORE? NOME:

225


ATIVIDADE 110

Essa é uma boa oportunidade para apresentar às crianças a canção “As abelhas”, de Vinicius de Moraes. A música pode ser encontrada na internet. Sugestão: <http://letras.mus.br/vinicius-de-moraes/87207/>. Acesso em: ago. 2013.

VOCÊ JÁ PROVOU MEL? É BEM DOCINHO, NÃO É MESMO? ELE É PRODUZIDO PELAS ABELHAS, QUE VIVEM NAS COLMEIAS. PARA FAZER O MEL, A ABELHA RETIRA O NÉCTAR DAS FLORES E O LEVA PARA DENTRO DA COLMEIA. DESENHE ABELHAS PERTO DA COLMEIA.

ABELHA EM FLOR

A imagem está fora de escala de tamanho.

NOME:

227


DATAS COMEMORATIVAS


SUMÁRIO 22 de março – Dia Mundial da Água..................... 233 2 de abril – Dia Internacional do Livro Infantil......... 235 Junho – Festas Juninas............................................ 237 22 de agosto – Dia do Folclore................................ 239 12 de outubro – Dia da Criança................................241


22 DE MARÇO

DIA MUNDIAL DA ÁGUA RECORTE DE REVISTAS CENAS E SITUAÇÕES EM QUE A ÁGUA ESTEJA PRESENTE E COLE-AS AQUI. DEPOIS, COMPARE AS SITUAÇÕES QUE VOCÊ ESCOLHEU COM AS DE SEUS COLEGAS.

R ODA DE CONVER SA

233


2 DE ABRIL

DIA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL O DIA 2 DE ABRIL É A DATA DE NASCIMENTO DO ESCRITOR DINAMARQUÊS HANS CHRISTIAN ANDERSEN, QUE ESCREVEU DIVERSAS HISTÓRIAS INFANTIS. UMA DAS MAIS CONHECIDAS É A DO PATINHO FEIO. DEPOIS DE OUVIR A PROFESSORA CONTAR A HISTÓRIA, PINTE AS PERSONAGENS.

235


MÊS DE JUNHO

FESTAS JUNINAS JUNHO É O MÊS DAS FESTAS JUNINAS. NESSAS FESTAS, COMEMOS COMIDAS TÍPICAS, COMO PAMONHA, CANJICA, PIPOCA, PÉ DE MOLEQUE E BOLO DE MILHO. TAMBÉM DANÇAMOS QUADRILHA, QUE É UMA DANÇA TÍPICA DAS FESTAS CAIPIRAS. CANTE COM A PROFESSORA E DEPOIS PINTE AS BANDEIRINHAS E OS BALÕES.

CAI, CAI, BALÃO CAI, CAI, BALÃO NA RUA DO SABÃO. NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO CAI AQUI NA MINHA MÃO.

237


22 DE AGOSTO

DIA DO FOLCLORE FOLCLORE É O CONJUNTO DE COSTUMES E TRADIÇÕES POPULARES DE UM PAÍS, COMO AS CANTIGAS, AS DANÇAS, AS FESTAS E AS COMEMORAÇÕES QUE SÃO PASSADAS DE UMA GERAÇÃO PARA OUTRA. O BUMBA MEU BOI É UMA FESTA FOLCLÓRICA MUITO COMUM NO NORTE E NO NORDESTE DO BRASIL. PINTE O BOI COM CORES BEM ALEGRES.

RODA DE CONVERSA

FESTA DO BUMBA MEU BOI

239


12 DE OUTUBRO

DIA DA CRIANÇA HOJE É SEU DIA! APROVEITE! ESCOLHA UM BRINQUEDO PARA CADA CRIANÇA E LIGUE O BRINQUEDO A ELA.

RODA DE CONVERSA

241


MATERIAL COMPLEMENTAR


FIGURAS PARA COLAR NA ATIVIDADE 42

NOME:

245


FIGURAS PARA COLAR NA ATIVIDADE 60

NOME:

247


COLAR NA PÁGINA 95

COLAR NA PÁGINA 119

COLAR NA PÁGINA 65

COLAR NA PÁGINA 21

FIGURAS PARA COLAR NAS ATIVIDADES 7, 29, 44 E 56

NOME:

249


FIGURAS PARA COLAR NA ATIVIDADE 36

NOME:

251


COLAR NA PÁGINA 211

COLAR NA PÁGINA 187

COLAR NA PÁGINA 105

FIGURAS PARA COLAR NAS ATIVIDADES 49, 90 E 102

NOME:

253


FIGURAS PARA COLAR NA ATIVIDADE 55

NOME:

255


COLAR NA PÁGINA 145

COLAR NA PÁGINA 59

FIGURAS PARA COLAR NAS ATIVIDADES 26 E 69

As imagens estão fora de escala de tamanho.

NOME:

257


FIGURAS PARA COLAR NA ATIVIDADE 82

NOME:

259


FIGURAS PARA COLAR NAS ATIVIDADES 92 E 104

2

3

4

5

NOME:

261

6

COLAR NA PÁGINA 215

COLAR NA PÁGINA 191

1


COLAR ONDE QUISER

FIGURAS PARA COLAR NA ATIVIDADE 108

NOME:

263



Aprender e Saber - Educação Infantil - Vol. 2