Issuu on Google+

Entrevista com o presidente do Sindicer/PE, Otiniel Gerôncio Barbosa

Ano 4

Outubro/2013

Edição 42

www.novacer.com.br

Planta ideal

Projeto deve funcionar para o resultado, eficiência e lucro da empresa

Encontro ceramista é Mais de 25 empresas do realizado em Santa Catarina Pará recebem consultorias

Empresa de São Paulo lança carimbo antiaderente


SUMÁRIO

GESTÃO

16: Planejamento: o começo para uma planta de cerâmica ideal

EDITORIAL

DESENVOLVIMENTO

ENTREVISTA

12: Carta ao Ceramista

22: Encontro Ceramista é realizado em Santa Catarina

32: O setor no Pernambuco

Diretor Geraldo Salvador Junior

direcao@novacer.com.br

revista@novacer.com.br Av. Centenário, 3773, Sala 804, Cep: 88801-000 - Criciúma - SC Centro Executivo Iceberg Fone/Fax: +55 (48) 3045-7865 +55 (48) 3045-7869

Comercial Moara Espindola Salvador

comercial@novacer.com.br

Administrativo Financeiro Wanessa Maciel

Diagramação & Arte Jefferson Salvador Juliana Nunes

arte@novacer.com.br

Redação Juliana Nunes

redacao@novacer.com.br

financeiro@novacer.com.br

Impressão Gráfica Coan

Jornalista Responsável Juliana Nunes - SC04239-JP

Tiragem 3500 exemplares

redacao@novacer.com.br

Jesus Cristo, O Messias

8

NovaCer • Ano 4 • Outubro • Edição 42

TECNOLOGIA 38: Empresa de São Paulo lança carimbo antiaderente

Não nos responsabilizamos pelos artigos assinados


ARTIGO TÉCNICO 42 : Proposta metodológica de seleção de matérias-primas para compor massas: aplicação à cerâmica vermelha

SUMÁRIO

OUTUBRO 2013 TECNOLOGIA 54: Cerâmica de Altamira é a primeira do Pará a adquirir forno Móvel

DESENVOLVIMENTO 24: Mais de 25 empresas do Pará recebem consultorias

DESENVOLVIMENTO 40: Scrubber evita partículas sólidas na bomba de vácuo

Fale com a NovaCer

www.novacer.com.br #revistanovacer Revista NovaCer

Comentários, sugestões de pauta, críticas ou dúvidas podem ser encaminhadas para os e-mails redacao@novacer.com.br ou direcao@novacer.com.br Na internet Todas as edições podem ser visualizadas no site www.novacer.com.br Anuncie na NovaCer Divulgue sua marca. Atendimento pelo e-mail comercial@novacer.com.br Assinaturas: +55 48 3045.7865

NovaCer • Ano 4 • Outubro • Edição 42

9


TECNOLOGIA

Empresa de São Paulo lança carimbo antiaderente O material do carimbo é autolubrificante e, portanto, não adere no barro

38

NovaCer • Ano 4 • Outubro • Edição 42

Um carimbo com material antiaderente foi lançado recentemente pela CS Carimbos, empresa de Leme (SP). De acordo com o gerente comercial da empresa, Ítalo Soriani, o material é autolubrificante e, portanto, não adere material. “O diferencial é o material do Carimbo, pois não adere no barro. Outra vantagem é que ele não precisa ser limpo nunca, você pode trabalhar um ano com ele sem nunca, digo nunca mesmo, precisar limpar. Sua produção não para e a marcação fica sempre muito boa”, relatou Soriani. Entre os benefícios do carimbo, uma das inovações da CS Carimbos para cerâmicas que fabricam tijolos, blocos, canaletas, elementos vazados e outros que necessitam de carimbo na saída da maromba, Soriani destaca a agilidade na produção. “O opera-


que são mais de 40 itens”, relatou. Segundo ele, a empresa conheceu o carimbo em uma feira do setor. “Meu pai costuma sempre buscar inovações em feiras do setor, e foi numa dessas que ele conheceu o carimbo. Como está sempre em busca de inovações para a empresa, ele comprou este carimbo para testar em nossa cerâmica, e deu certo”, contou.

A Candelária é uma das empresas que usa o carimbo. Segundo o propriatário, Jacson Lange, o equipamento tem durabilidade, boa marcação e a argila não gruda

TECNOLOGIA

dor da maromba não precisará se preocupar mais com o carimbo, dispensando toda sua atenção para o bom funcionamento da produção e também não será necessário parar a maromba para limpar o carimbo. E como não segura o barro o resultado será sempre uma ótima marcação no produto final”, explicou. “Estamos atrás de um material assim há muito tempo. A CS Carimbo investe em tecnologia há 20 anos e há cinco anos iniciamos esta busca, testamos todos os tipos de materiais do mercado e, finalmente, conseguimos encontrar um que suprisse todas as necessidades do ceramista. Portanto, foi a CS Carimbos quem desenvolveu o produto”, contou Soriani. Para adquirir um destes, o investimento é de R$ 160 para uma linha com “nome da cerâmica, telefone e medida”, porém “é possível desenvolver projetos específicos para cada necessidade, neste caso o investimento dependerá de consulta”, conforme Soriani. Atualmente, cerca de dez empresas usam este carimbo. Entre estas estão as cerâmicas Candelária (RS), Nossa Senhora Aparecida (GO), Belém (RO), Associação Terra Brasil (SP) e Pasquali (PR). Para o gerente de produção da Belém, Elso Soares Rodrigues, este carimbo é bem melhor do que o que era utilizado antes na cerâmica. “Além de ser mais durável, é de fácil manuseio, pois eu só troco algumas peças com uma chave e uso o carimbo para todas as peças que fabricamos aqui na cerâmica,

Custo-benefício - Não é necessário um funcionário para cuidar do carimbo. - A marcação da marca da cerâmica ficará melhor no produto final. - Não será preciso parar a produção por causa do carimbo. - O investimento é baixo comparado ao mesmo produto em bronze, que se desgasta de tanto limpar com escova de aço. NC

NovaCer • Ano 4 • Outubro • Edição 42

39


2014 22 - 26 Setembro 2014 . Rimini . Itália

O RGANIZAÇÃO RIMINI FI ERA – EM C OL ABORAÇÃO C OM ACI MAC

www.tecnargilla.it

omniadvert.com

24° Salão Internacional de Tecnologia e Equipamentos para a Indústria de Construção e Cerâmica


Novacer outubro 2013