Page 1

Para obras do VLT e do Porto Maravilha, Avenida Rio Branco tem interdições entre as avenidas Presidente Vargas e Beira Mar Desde sábado, 29 de novembro, a via opera apenas no sentido Aterro A Prefeitura do Rio continua fazendo intervenções no trânsito do Centro e da Região Portuária para obras de implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e reurbanização da Praça da Misericórdia e seu entorno. Nesta etapa, iniciada neste sábado, 29 de novembro, a Avenida Rio Branco tem três das cinco faixas interditadas, entre a Avenida Presidente Vargas e Cinelândia. Assim, o sentido Aterro passou a operar com duas faixas e o sentido Candelária está totalmente interditado. O tráfego é desviado para a Avenida Presidente Antônio Carlos e Rua Primeiro de Março. Com a mudança, a Avenida Rio Branco passa a funcionar exclusivamente para ônibus do sistema municipal, com duas faixas em direção ao Aterro. Próximo aos cruzamentos, como por exemplo, nas avenidas Presidente Vargas, Almirante Barroso e Rua Evaristo da Veiga, há disponibilização de mais uma faixa com o intuito de garantir o giro destes veículos para entrada na Avenida Rio Branco. Táxis Nesta 3ª etapa, a circulação de táxis nos horários exclusivos não será permitida na Av. Rio Branco. Os taxistas terão vagas disponíveis na Praça Mahatma Ghandi (entre a Rua Senador Dantas e Praça Floriano Peixoto); na Rua Santa Luzia; na Rua Araújo Porto Alegre e na Avenida Almirante Barroso (ambas entre Avenida Rio Branco e Rua México); na Rua da Assembleia (entre Rua Rodrigo e Silva e Avenida Rio Branco) e dois pontos na Rua Buenos Aires: entre Rua da Quitanda e Avenida Rio Branco e entre Avenida Rio Branco e Rua Miguel Couto. A primeira semana será educativa para que os motoristas de táxis e usuários entendam o novo sistema e não haverá multas. Interdições: 15/11 - 2ª etapa do fechamento da Avenida Rio Branco No dia 15 de novembro (sábado), a Avenida Rio Branco foi parcialmente interditada no trecho entre a Avenida Presidente Vargas e a Rua Visconde de Inhaúma. Nesta área não há pontos de ônibus, finais ou intermediários. O sentido viário da Avenida Rio Branco não será alterado, operando na direção Praça Mauá.

23/11 - Fechamento do Terminal da Misericórdia No dia 23 de novembro (domingo), o Terminal da Misericórdia, na Praça XV, foi fechado. Linhas de ônibus que faziam ponto final no terminal passaram a ter três locais de parada: na Avenida Churchill, na Rua Santa Luzia e na Praça Marechal Âncora.

29/11 - 3ª etapa do fechamento da Avenida Rio Branco No dia 29 de novembro (sábado), a pista da Avenida Rio Branco no trecho entre a Avenida Presidente Vargas e a Avenida Beira-Mar no sentido Candelária foi interditada. No sentido Aterro do Flamengo, uma faixa também foi fechada. Com esta mudança, a Avenida Rio Branco passou a funcionar exclusivamente para ônibus do sistema municipal, com duas faixas em direção ao Aterro.


Reforço na operação

Em função das novas intervenções, a operação de trânsito em toda a região do Centro foi reforçada. Antes 130 operadores atuavam no trânsito da área, entre guardas municipais, controladores da CET-Rio e apoiadores de trânsito contratados pelas concessionárias responsáveis pelas obras. Com a alteração no sábado, dia 29, mais 270 operadores por dia foram destacados para as vias da região. Além disso, 41 painéis de mensagens variáveis, entre fixos e móveis, 14 viaturas, 18 motocicletas e cinco reboques ficarão posicionados em pontos estratégicos para rápida remoção em caso de enguiço de algum veículo.

Mais informações sobre o VLT As obras do VLT Carioca estão em andamento também na Rua General Luiz Mendes de Moraes, no Santo Cristo, e em alguns trechos da Via Binário do Porto, incluindo o Túnel da Saúde (Nina Rabha), que tem passagem exclusiva para o bonde moderno. Outra intervenção em curso é a construção do Centro Integrado de Operação e Manutenção (Ciom), na Gamboa, próximo à estação do Teleférico do Morro da Providência. A unidade de trabalho concentra sistemas técnico-operacionais do VLT, como trens, via permanente, energia, sinalização, controle e comunicação. De acordo com o cronograma, o primeiro veículo chegará ao Rio em junho de 2015. A conclusão das obras civis se dará no segundo semestre de 2015, e o início da operação no primeiro semestre de 2016, tornando-se importante legado para a população carioca. O VLT Carioca conectará outros modais por meio de seis linhas e 42 estações. Somadas, as linhas terão 28 quilômetros de extensão. A partir do VLT, passageiros poderão fazer a conexão com outras modalidades de transporte nas interligações com Rodoviária Novo Rio, Central do Brasil (trens e metrô), Barcas e o Aeroporto Santos Dumont, além dos BRTs, linhas de ônibus convencionais e o Teleférico do Morro da Providência. A implantação disponibilizará uma alternativa de mobilidade urbana inovadora e moderna no Centro e na Região Portuária, áreas com grande vocação turística (cultural e gastronômica), além de criar sistema que cruza o centro financeiro do Rio. O projeto prevê entrega e operação de 32 trens de 3,82 metros de altura, 44 metros de comprimento por 2,65 metros de largura. Os trens serão bidirecionais e compostos, cada um, por sete módulos articulados. Cada carro do VLT Carioca trafegará com velocidade média de 17 km/h e transportará até 420 passageiros. O sistema de pagamento será o Bilhete Único. Assim que todas as linhas estiverem operando, a capacidade poderá alcançar até 285 mil passageiros por dia. Os intervalos entre um carro e outro poderão variar entre três e 15 minutos, de acordo com linha, demanda e horário. O VLT Carioca chega com inovações. Sem uso das catenárias, cabos aéreos para captação da energia elétrica, o fornecimento se dará com a alimentação de energia pelo solo (sistema APS), método adotado em algumas cidades europeias. O sistema de segurança também é diferenciado e prevê três mecanismos de freio: mecânico, motor e de emergência.


Profile for Centro Rio

Boletim Especial Alterações Trânsito Para Obras do VLT  

Fechamento do Terminal da Misericórdia no dia 22 redistribui linhas para três novos pontos de parada.

Boletim Especial Alterações Trânsito Para Obras do VLT  

Fechamento do Terminal da Misericórdia no dia 22 redistribui linhas para três novos pontos de parada.

Advertisement