Issuu on Google+


EM ANO DE CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA, O CENTRO CULTURAL VILA FLOR É UM ESPAÇO DE ELEIÇÃO PARA A APRESENTAÇÃO DE DIVERSOS ESPETÁCULOS. Inserida no âmbito da programação de Guimarães 2012, “A Morte de Danton”, um texto de Georg Büchner, encenado por Jorge Silva Melo, dos Artistas Unidos, tem estreia absoluta no Centro Cultural Vila Flor, logo no início do mês de março. Na senda de um conjunto de obras que serão estreadas este ano, março será ainda marcado pelo concerto que juntará Wim Mertens à Fundação Orquestra Estúdio, no qual vamos poder ouvir a obra “Europa”, encomenda de Guimarães 2012. Durante este mês, a Fundação Orquestra Estúdio protagonizará ainda um outro concerto que contará com a presença do solista Guy Braunstein, concertino da Orquestra Filarmónica de Berlim. Na primeira parte, será interpretada uma obra em estreia mundial encomendada a Nuno Côrte-Real. A presença no CCVF de Thurston Moore, um dos fundadores da banda de culto Sonic Youth, será, certamente, um dos momentos com maior ressonância cultural. Este concerto será o primeiro de um ciclo que trará a Guimarães artistas icónicos da música universal. Na área da música, o destaque vai ainda para o espetáculo “Rock Metamorfose”, do Drumming GP, onde a percussão será a tónica dominante. Para os amantes das artes performativas, Lia Rodrigues apresenta, no final do mês, a sua mais recente criação “Piracema”, um espetáculo construído a partir da fricção entre os caminhos individuais dos onze bailarinos que o protagonizam. A primeira produção de 2012 do Teatro Oficina estreia também durante o mês de março. Com texto e encenação de Lautaro Vilo, “Cosmos” define-se como uma investigação poética sobre as dificuldades e as impossibilidades de partilhar a dor alheia. O Café Concerto do CCVF continuará a representar o mundo à escala local. É a partir desta síntese que todos os meses elaboramos a programação do Café Concerto, num cruzamento de tendências com larga amplitude devidamente dimensionado à cidade cultural moderna que Guimarães representa. De emergentes a consolidados, o elenco é sempre vibrante e diverso como se comprova pela programação de Março. José Bastos


SERVIÇO EDUCATIVO

SEXTA 02 E SÁBADO 03

SÁBADO 03 E DOMINGO 04 11H00 ÀS 18H30

A MORTE DE DANTON

ENTREDANÇATEATRO

TEATRO • 22H00

FILIPA FRANCISCO

DE GEORG BÜCHNER ARTISTAS UNIDOS

LABORATÓRIO DE DANÇA-TEATRO

GRANDE AUDITÓRIO

QUINTA 08 E SEXTA 09 | 19H00 ÀS 22H00 E SÁBADO 10 | 16H00 ÀS 13H00 E 14H30 ÀS 17H30

SÁBADO 03

DRAMATURGIA VISUAL ESPAÇO CÉNICO E FIGURINOS

:PAPERCUTZ

ANDRÉ GUEDES

MÚSICA • 24H00

OFICINA DE CENOGRAFIA E FIGURINOS

CAFÉ CONCERTO

SEXTA-FEIRA 09 | 10H00 E 15H00 SÁBADO 10 | 16H00

QUARTA-FEIRA 07

WIM MERTENS

A ILHA DESCONHECIDA CIE ALLINÉA

MÚSICA • 22H00

TEATRO DE MARIONETAS

GRANDE AUDITÓRIO

26 A 30 MARÇO E 02 A 05 ABRIL 09H00-18H00

SEX 09 E SÁB 10 E DOM 11*

PROGRAMA À DESCOBERTA

COSMOS

OFICINAS DE ARTES E ATIVIDADES LÚDICAS

TEATRO • 22H00 E 17H00*

26 A 30 MARÇO E 02 A 05 ABRIL 09H00-18H00

DE LAUTARO VILO TEATRO OFICINA

FAZER CIRCULAR

ESPAÇO OFICINA

OFICINAS DE ARTES

SÁBADO 10

RIDE

MÚSICA • 24H00

CAFÉ CONCERTO

Presidente da Direção Francisca Abreu Direção José Bastos Assistente de Direção Anabela Portilha Assistente de Programação Rui Torrinha Serviço Educativo Elisabete Paiva (coordenadora), Lara Soares, Sandra Barros, Direção de Produção Tiago Andrade Produção Executiva Paulo Covas, Ricardo Freitas Assistência de Produção Andreia Abreu, Andreia Novais, Carlos Rego, Hugo Dias, João Covita, Mauro Rodrigues, Pedro Sadio, Pedro Silva, Sérgio Castro, Sofia Leite, Susana Pinheiro Teatro Oficina - Direção Artística Marcos Barbosa Assistente de Direção Artística João Henriques Atores André Teixeira, Diana Sá, Emílio Gomes, José Eduardo Silva, Pedro Almendra, Sara Pereira Direção Técnica José Patacão Direção de Cena Helena Ribeiro Luz/Maquinaria - Luz André Garcia Maquinaria Eliseu Morais, Ricardo Santos Som/Audiovisuais - Coordenação Pedro Lima Audiovisuais Emanuel Valpaços e Sérgio Sá Direção de Instalações Luís Antero Silva Apoio e Manutenção Amélia Pereira, Anabela Novais, Conceição Leite, Conceição Oliveira, Jacinto Cunha, José Gonçalves, Júlia Oliveira Comunicação e Marketing Marta Ferreira, Bruno Barreto (estagiário) Design interno Susana Sousa Direção Administrativa Sérgio Sousa Financeiro, Contabilidade e Aprovisionamento Helena Pereira de Castro (coordenadora), Ana Carneiro, Liliana Pina, Serviço Administrativo Marta Miranda (estagiária), Paula Machado, Rui Salazar, Susana Costa, Área Expositiva Carla Marques (receção), Cláudia Fontes, Sandra Moura Técnica de Património Catarina Pereira Oleira Felicidade Bela Loja Oficina Eduarda Ferreira, Josefa Araújo Informática Bruno Oliveira, Design Atelier Martino&Jaña | Março 2012


DOMINGO 11

SEXTA 23 A DOMINGO 25

THURSTON MOORE

GUIMARAMUS 2012

MÚSICA • 22H00

GRANDE AUDITÓRIO

CONGRESSO MUSICAL DE GUIMARÃES

QUARTA-FEIRA 14

PEQUENO AUDITÓRIO

FUNDAÇÃO ORQUESTRA ESTÚDIO, BRAUNSTEIN, MASSENA

SEGUNDA-FEIRA 26

MÚSICA • 22H00

MASTER.PIECES GRANDE AUDITÓRIO

SÁBADO 17

ROCK METAMORFOSE MÚSICA • 22H00

DRUMMING GP - GRUPO DE PERCUSSÃO GRANDE AUDITÓRIO

SÁBADO 17

SENSIBLE SOCCERS MÚSICA • 24H00

CAFÉ CONCERTO

SEXTA-FEIRA 23

DANIEL HIGGS MÚSICA • 24H00

CAFÉ CONCERTO

CONFERÊNCIA CÉNICA | CANIL 22H00

TEATRO BRUTO CAFÉ CONCERTO

QUARTA-FEIRA 28

QUARTAS DOS ATORES TEATRO • 23H00

TEATRO OFICINA CAFÉ CONCERTO

SÁBADO 31

GALA DROP MÚSICA • 24H00

CAFÉ CONCERTO

10 MARÇO A 19 MAIO

MISSÃO FOTOGRÁFICA: PAISAGEM TRANSGÉNICA EXPOSIÇÃO

SÁBADO 24

PIRACEMA DANÇA • 22H00

LIA RODRIGUES GRANDE AUDITÓRIO

PALÁCIO VILA FLOR


SEXTA-FEIRA 02 E SÁBADO 03

A MORTE DE DANTON DE GEORG BÜCHNER ARTISTAS UNIDOS GRANDE AUDITÓRIO

EM “A MORTE DE DANTON”, O ENIGMÁTICO TEXTO DE GEORG BÜCHNER, A HERANÇA DE SHAKESPEARE É ULTRAPASSADA E O SEU SOPRO HISTÓRICO ABSORVIDO. Peça desequilibrada, insólita, premonitória, desarrumada, desalinhada, em que às cenas de multidão se sucedem as insónias mais íntimas e em que a História é vista como um pesadelo noturno. Peça de um negro pessimismo, é uma peça sangrenta de um rapaz olhando a morte. Jorge Silva Melo, rodeado de alguns dos seus mais regulares criadores, traz a Guimarães esta peça política para tempos conturbados. Inserida no âmbito da programação de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, “A Morte de Danton” tem estreia absoluta no Centro Cultural Vila Flor.

“DANTON’S DEATH,” BY GEORG BÜCHNER, REVEALS ASPECTS OF THEATRE VERY IMPORTANT TO JORGE SILVA MELO WHO BRINGS US A POLITICAL PLAY FOR TROUBLED TIMES. An unbalanced, strange, premonitory and messy play where history is seen as a nightmare. A dark and pessimistic play about a boy facing death. “Danton’s Death” has its première at Centro Cultural Vila Flor included in the programming of Guimarães 2012 European Capital of Culture.

A Morte de Danton de Georg Büchner; Tradução Maria Adélia e Jorge Silva Melo Encenação Jorge Silva Melo; Coprodução Teatro Nacional D. Maria II, Artistas Unidos, Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura; (A ficha técnica e artística completa encontra-se disponível em www.ccvf.pt); Maiores de 12 • Cartão Guimarães 2012

Fotografia de Jorge Gonçalves

TEATRO • 22H00


SÁBADO 03

:PAPERCUTZ MÚSICA • 24H00

Direitos Reservados

CAFÉ CONCERTO

O REGRESSO À FORMAÇÃO ORIGINAL E A EDIÇÃO DE UM NOVO DISCO PARECE INDICIAR UM CAMINHO DE CRESCIMENTO INTERNACIONAL PARA OS :PAPERCUTZ. Regressados de Nova Iorque, os :Papercutz apresentam, no Café Concerto do CCVF, o seu segundo álbum de originais, “The Blur Between Us”, produzido por Chris Coady, produtor associado a bandas como os Beach House, Yeah Yeah Yeah’s, Tv On The Radio, entre outros. Prevista para o meio do ano de 2012 está a edição nos EUA, facto que leva a serem convidados a marcar novamente presença no Festival South by Southwest (SXSW), no Texas.

THE RETURN TO THE ORIGINAL FORMATION AND THE RELEASE OF A NEW RECORD SEEMS TO INDICATE INTERNATIONAL GROWTH FOR :PAPERCUTZ. Returning from New York, :Papercutz present at CCVF’s Café Concerto “The Blur Between Us”, their second studio album produced by Chris Coady, producer of bands like Beach House, Yeah Yeah Yeah’s, Tv On The Radio and others. During 2012 they will also release in the U.S. and play at the Festival South by Southwest (SXSW) in Texas.

Melissa Veras voz, percussão, sintetizadores, Bruno Miguel voz, programação, efeitos, piano, André Oliveira percussão, guitarra, Maiores de 12 • Cartão CCVF e Cartão Quadrilátero Cultural


Fotografia de Usura


QUARTA-FEIRA 07

WIM MERTENS MÚSICA • 22H00

GRANDE AUDITÓRIO

INTEGRADO NUM PROGRAMA DE OBRAS ESTREADAS EM GUIMARÃES, ESTE CONCERTO JUNTARÁ MERTENS À FUNDAÇÃO ORQUESTRA ESTÚDIO. A obra de Wim Mertens é muitas vezes integrada nas correntes do minimalismo musical, mas ao longo de mais de 30 anos de carreira são inúmeras as suas colaborações com outros criadores e com outras linguagens artísticas e cénicas: teatro, dança e cinema, entre outros. O seu trabalho abre-se a um público não iniciado na música contemporânea e aproxima-se regularmente dos universos da pop. Em Guimarães, vamos poder escutar, em primeira audição, a obra “Europa”, encomenda de Guimarães 2012, e viajar pelo repertório do compositor num concerto dirigido pelo Maestro Rui Massena.

THIS CONCERT IS PART OF A GROUP OF MUSICAL WORKS TO BE PREMIERED IN GUIMARÃES. At this concert where the theatricality of music will be explored at its utmost, we will witness a strong connection between Wim Mertens and Fundação Orquestra Estúdio. The work of Wim Mertens is pop, contemporary and filled with other artistic forms such as theatre, dance and cinema. This will also be the opportunity to listen for the first time to “Europe”, a piece created exclusively for the European Capital of Culture and to get to know the composer’s repertoire in a concert directed by Maestro Rui Massena.

Fundação Orquestra Estúdio, Rui Massena maestro Wim Mertens piano, Maiores de 12 • Cartão Guimarães 2012


SEXTA 09 E SÁBADO 10 E DOMINGO 11*

COSMOS TEATRO • 22H00 E *17H00

DE LAUTARO VILO TEATRO OFICINA ESPAÇO OFICINA

UMA FAMÍLIA CUJOS IRMÃOS JÁ SÃO ADULTOS E SE REÚNEM PARA PASSAR AS FESTAS DE FINAL DO ANO. Entre os nervos do reencontro e a conversa posta em dia das suas vidas, estes irmãos (por momentos perfeitos estranhos) dispõem-se a desfrutar do momento de “comunhão”. Porque esse é motivo destas reuniões e porque a alegria, mesmo que imposta, é a melhor maneira para não se relacionarem demasiado. A obra define-se então como uma investigação poética sobre as dificuldades e as impossibilidades de partilhar a dor alheia. Este espetáculo resulta de uma residência artística na cidade de Guimarães, envolvendo os atores do Teatro Oficina. “Cosmos” será apresentado no Espaço Oficina (Av. D. João IV, 1213 Cave).

THIS IS THE STORY OF A FAMILY WHOSE SIBLINGS ARE ADULTS AND COME TOGETHER TO SPEND THE NEW YEAR’S HOLIDAYS. Among the nerves of the reunion and all the talking, these brothers (at times perfect strangers) wish to enjoy this moment of “communion.” Because this is the reason of their gathering, and that somewhat imposed joy often helps them to avoid a lot of intimacy. This work is therefore defined as a poetic investigation on the difficulties and impossibilities of sharing the pain of others. This show is the result of an artistic residency with the actors of Teatro Oficina. “Cosmos” will be presented at the Espaço Oficina (Avenida D. João IV, 1213 Cave).

Texto e encenação Lautaro Vilo, Tradução Jorge Palinhos, Cenografia Ricardo Preto, Desenho de luz Pedro Vieira de Carvalho, Sonoplastia Pedro Lima, Figurinos Susana Abreu, Desenhos Catarina Felgueiras, Elenco Alheli Guerrero, André Teixeira, Diana Sá, Emílio Gomes, Ivo Bastos, José Eduardo Silva, Pedro Almendra, Sara Pinto Pereira, Produção executiva Teatro Oficina, Maiores de 16 • Cartão Guimarães 2012


SÁBADO 10

RIDE MÚSICA • 24H00

Direitos Reservados

CAFÉ CONCERTO

A SOLO, RIDE APRESENTA UM ESPETÁCULO VISUAL E SONORO MUITO IMPACTANTE.

Este pequeno grande produtor entra, em 2012, como detentor do título de campeão do mundo de Scratch/Turntablism IDA 2011 categoria “Show” - juntamente com Stereossauro (os Beatbombers). Ao Café Concerto do CCVF, Ride traz-nos o seu mais recente projeto, “Pixel Thrasher”, um formato “one man show” onde som e imagem se fundem numa peça única. Neste novo projeto, Ride assume o vídeo-scratch como linguagem e expressão criativa, explorando um vasto campo visual, sonoro e lúdico - através do uso de elementos gráficos e referências aos universos da música, cinema e internet - criando jogos com a memória coletiva e abordando pontos de vista sobre a sociedade que nos rodeia.

SOLO, RIDE PRESENTS A VERY IMPRESSIVE SHOW. This little great producer holds the World Champion Scratch / Turntablism IDA 2011 title - category “Show” - along with Stereossauro (the Beatbombers). At CCVF’s Café Concerto, Ride brings us his latest project, “Pixel Thrasher,” a “one man show” where sounds and images merge into a single act. In this new project, Ride takes video scratching as language and creative expression, exploring a wide field of visual and sound effects - through the use of graphics and references to the worlds of music, cinema and internet - creating games with the collective memory and addressing views on the society that surrounds us.

Manipulação som/imagem Dj Ride; Realização Gonçalo L. Santos; Ilustração Carlos Quitério; Motion Graphics Helena Veludo, David Ventura e Hélio Oliveira; Desenho Técnico David Ventura; Maiores de 12 • Cartão CCVF e Cartão Quadrilátero Cultural


DOMINGO 11

THURSTON MOORE MÚSICA • 22H00

Direitos Reservados

GRANDE AUDITÓRIO

SEGURAMENTE UM DOS MOMENTOS COM MAIOR RESSONÂNCIA CULTURAL, ASSINADO POR UMA DAS MAIS PROEMINENTES FIGURAS UNIVERSAIS DO ROCK. O génio criativo de Thurston Moore encontra vida para além dos Sonic Youth. Desta vez na forma de quarteto e para apresentar em palco a sua última obra de originais “Demolished thoughts”, o seu 4º álbum se excluirmos “Root”. A nova digressão de Thurston Moore acontece numa altura em que o seu perfil artístico ganha mais importância com o “desaparecimento” inesperado dos Sonic Youth, após o fim da relação conjugal do guitarrista com a baixista Kim Gordon. Este concerto será o primeiro de um ciclo que trará a Guimarães artistas icónicos da música universal.

THE CREATIVE GENIUS OF THURSTON MOORE LIVES BEYOND SONIC YOUTH. This time he comes on stage as a quartet to present his last record “Demolished thoughts,” The new Thurston Moore tour comes when his own name gains more importance with the “disappearance” of Sonic Youth, after the end of his relationship with the bass player Kim Gordon. This concert will be the first bringing iconic music artists to Guimarães, surely one great moment with one of the most prominent figures of universal rock.

Thurston Moore voz e guitarra acústica, John Moloney bateria, Keith Wood guitarra acústica, Samara Lubelski violino, Maiores de 12 • Cartão Guimarães 2012


QUARTA-FEIRA 14

FUNDAÇÃO ORQUESTRA ESTÚDIO, BRAUNSTEIN, MASSENA GRANDE AUDITÓRIO

A SÉRIE MASTER.PIECES TEM COMO OBJETIVO DAR A CONHECER AO PÚBLICO UMA SELEÇÃO DAS MAIS REPRESENTATIVAS OBRAS DA HISTÓRIA DA MÚSICA. Guy Braunstein, concertino da Orquestra Filarmónica de Berlim, é o solista convidado do segundo concerto da série Master.Pieces, em que seremos transportados ao universo mourisco da Sinfonia Espanhola de Edouard Lalo e escutaremos uma das obras mais famosas de Tchaikovsky: a 5ª Sinfonia. Como é hábito nesta série de concertos, o aperitivo é uma obra em estreia mundial, encomendada a Nuno Côrte-Real.

THE MASTER.PIECES SERIES AIM IS TO ACQUAINT THE AUDIENCES WITH A SELECTION OF THE MOST REPRESENTATIVE WORKS OF MUSIC HISTORY. Guy Braunstein, from the Berlin Philharmonic, is the featured soloist of the second concert of the Master.Pieces series, in which we will be transported to the Moorish universe of Eduard Lalo’s “Spanish Symphony”. One of Tchaikovsky’s most famous works, the “5th Symphony” will also be part of the program. As usual in this series of concerts, there will also be a work in world première, this time created by Nuno Corte-Real.

Fundação Orquestra Estúdio; Rui Massena maestro; Guy Braunstein violino; Nuno Côrte-Real compositor convidado; Maiores de 12 • Cartão Guimarães 2012

Direitos Reservados

MÚSICA • 22H00

MASTER.PIECES


SÁBADO 17

ROCK METAMORFOSE MÚSICA • 22H00

DRUMMING GP - GRUPO DE PERCUSSÃO Direitos Reservados

GRANDE AUDITÓRIO

UMA NOITE ONDE A PERCUSSÃO SERÁ A TÓNICA DOMINANTE, MARCANDO UM RITMO FORTE E ENÉRGICO. Para este espetáculo, o Drumming GP lançou o repto a seis compositores portugueses para que, partindo de temas rock que para si constituíssem referência, compusessem temas para ensemble de percussão. A ousadia do projeto materializou-se assim em seis novas criações, num trabalho sobre temas “clássicos” de Beatles, U2, Frank Zappa, Benny Goodman ou Steppen Wolf. Partindo destes temas, o Drumming GP apresenta, assim, um concerto festivo onde as canções são transfiguradas pelas percussões enérgicas deste grupo que já conquistou público em todo o país e na Europa.

A NIGHT WHERE PERCUSSION IS THE KEYNOTE, WITH A STRONG AND ENERGETIC RHYTHM. Drumming GP challenged six Portuguese composers to compose themes for percussion ensemble from rock themes of their liking. This audacious project has materialized in six new creations from “classics” by The Beatles, U2, Frank Zappa, Benny Goodman or Steppen Wolf. GP Drumming brings a festive concert where songs gain a different energy that has already spread throughout Portugal and also Europe.

Programa Swing, Sing, Swing, 2002 - João Pedro Oliveira; Say Beautiful, 2002 - Fernando C. Lapa; Drumming the Hard Way, 2002 - Carlos Azevedo; Este Pássaro não é Preto, 2002 - Mário Laginha; Deep Water Music, 2002 - António Chagas Rosa; Step by Step: Wolfs, 2002 - António Pinho Vargas; Músicos André Dias, João Tiago Dias, Luis Oliveira, Miquel Bernat, Pedro Góis, Pedro Oliveira, Rui Rodrigues Som Suse Ribeiro Luz Emanuel Pereira; O DRUMMING GP é uma entidade apoiada pela Direção Geral das Artes e Conselho de Ministros/ Secretaria de Estado da Cultura; Maiores de 12 • Cartão Guimarães 2012


SÁBADO 17

SENSIBLE SOCCERS MÚSICA • 24H00

Direitos Reservados

CAFÉ CONCERTO

NO DOMÍNIO DA CRIAÇÃO MUSICAL, PORTUGAL JÁ NADA DEVE AO MUNDO.

Os Sensible Soccers não esperam pelos novos paradigmas para os seguir, antes estabelecem desafios estéticos que tanto retratam a realidade local, como rapidamente abrem os braços ao universo enquanto casa que habitam. Desde outubro do ano passado, altura em que lançaram um EP homónimo, até agora, a banda surgiu destacada em diversas publicações nacionais e internacionais e apresentou o EP, ao vivo, em Portugal e Espanha, onde a sua música foi recebida com intensidade. Com a edição de dois novos temas, “Fornelo Tapes Vol.1”, no passado mês de janeiro, os Sensible Soccers regressam à estrada para concertos pelo país fora, bem como um regresso à Galiza.

THE PSYCHEDELIC SOUNDS OF SENSIBLE SOCCERS ARE BROUGHT TO STAGE WITH EXTRA INTENSITY, WITH THEIR CONCERTS BEING A SORT OF PSYCHOTROPIC TRIP. In musical creation, Portugal owes nothing to the world. Sensible Soccers set aesthetic challenges that portray both the local reality and the universe as their own house. Since last October, when they released an EP with their own name, they were mentioned in national and international magazines and played live in Portugal and Spain. With two new songs, “Fornelo Tapes Vol.1” edited last January, the Sensible Soccers return to concerts across the country, as well as in Galicia.

Filipe Azevedo guitarra, baixo, teclas, Hugo Alfredo Gomes teclas, baixo, vozes, Né dos Santos teclas, vozes, Emanuel Botelho baixo, guitarra, teclas, Composição, Arranjos e Produção Sensible Soccers, Maiores de 12 • Cartão CCVF e Cartão Quadrilátero Cultural


SEXTA-FEIRA 23

DANIEL HIGGS MÚSICA • 24H00

Direitos Reservados

CAFÉ CONCERTO

FIGURA DE CULTO NORTE-AMERICANA ELEVADA JÁ A UM ESTATUTO MITOLÓGICO, DANIEL HIGGS É UM CRIADOR MÍSTICO QUE CRUZA A POESIA COM TEXTURAS SONORAS DE FORMA ELABORADA. Conhecido por ter sido frontman dos Lungfish, banda de culto ligada à Dischord Records (casa de bandas como Fugazi ou Minor Threat) e consequentemente a toda a cena de Washington da década de 80, Daniel Higgs continua, como sempre o fez, a deixar uma marca - o mais pessoal possível - e os trabalhos editados pela Thrill Jockey ou Holy Mountain, assim como quase três décadas de discos editados, livros de poesia e coleções de desenhos, assim o provam. Muitas vezes ouvimos que o trabalho de um artista tem de falar por si próprio e com Higgs esta máxima soa a mais verdade do que nunca. Três décadas de arte cósmica, da qual temos apenas de agradecer que esteja confinada à nossa atmosfera e ao nosso tempo.

CULT FIGURE OF NORTH AMERICAN MUSIC DANIEL HIGGS MIXES POETRY WITH SONIC TEXTURES. Known for being frontman of Lungfish, a cult band from Washington in the 80s, Daniel Higgs continues to show his personal touch in his music, making it a mirror of his life. Three decades of cosmic art, in our atmosphere and our time.

Daniel Higgs voz e banjo Maiores de 12 • Cartão CCVF e Cartão Quadrilátero Cultural


Fotografia de Sammi Landweer


SÁBADO 24

PIRACEMA DANÇA • 22H00

LIA RODRIGUES GRANDE AUDITÓRIO

CONTRA A CORRENTE, ELES AVANÇAM. ALGO OS MOTIVA, A TODOS E A CADA UM DELES. VIAJANDO SEMPRE PERTO, SEMPRE SOZINHOS. O MOMENTO CHEGOU. PIRACEMA. E o ciclo recomeça. O espetáculo explora vários meios de coabitação. Construída a partir da fricção entre os caminhos individuais dos onze bailarinos que a protagonizam, das singularidades que coexistem no mesmo tempo e espaço, sem nunca tentarem estabelecer relações diretas entre elas. Na língua Tupi, a palavra “piracema” representa a viagem árdua contra a corrente que os peixes fazem para desovar. É essencial atingir um equilíbrio delicado entre as forças da natureza para que aconteça Piracema. O meio ambiente força o corpo a mudar, força o corpo a agir.

AGAINST THE FLOW, THEY MOVE FORWARD. SOMETHING MOTIVATES THEM ALL AND EACH ONE OF THEM. ALWAYS NEAR, ALWAYS ALONE. THE TIME HAS COME. PIRACEMA. And the cycle begins all over again. The show explores various means of cohabitation, bringing us the friction between the individual paths of eleven dancers, of the differences living together in time and space, without trying direct connections between them. In Tupi language, the word “piracema” is the difficult journey upstream to spawn. It is essential to achieve a delicate balance between the forces of nature for Piracema to happen. The environment forces the body to change, forces the body to act.

Direção artística e coreografia Lia Rodrigues; Criação em colaboração com Amália Lima, Ana Paula Kamozaki, Lidia Larangeira, Calixto Neto, Thais Galliac, Jamil Cardoso, Leonardo Nunes, Gabriele Nascimento, Paula de Paula, Bruna Thimotheo, Francisco Cavalcanti; Dramaturgia Silvia Soter; Colaboração artística Guillaume Bernardi; Música excerto da obra “Wave”, de Tom Jobim, interpretada por Nara Leão; (A ficha técnica e artística completa encontra-se disponível em www.ccvf.pt), Maiores de 12 • Cartão Guimarães 2012


SEXTA 23 A DOMINGO 25

GUIMARAMUS 2012 CONGRESSO MUSICAL DE GUIMARÃES

PEQUENO AUDITÓRIO

O CONGRESSO MUSICAL DE GUIMARÃES VISA A INVESTIGAÇÃO EM MUSICOLOGIA E EDUCAÇÃO, BEM COMO O APOIO À FORMAÇÃO. Com uma história de quase uma década como Simpósio Música e Músicos em Guimarães, este acontecimento, já parte da tradição vimaranense, assume-se como um Congresso Musical de referência na região e no país, convidando musicólogos e investigadores nacionais e internacionais para debaterem e refletirem temas ligados aos estudos musicológicos e etnomusicológicos, políticas educativas e pedagogia musical, som e música digital, entre outros. Ao longo de três dias, musicólogos, professores, alunos e músicos profissionais de diversas disciplinas e tradições reúnem-se para sessões de intensa partilha de conhecimento e discussão.

THE MAIN OBJECTIVE OF THE MUSICAL CONGRESS OF GUIMARÃES IS RESEARCH AND EDUCATION IN MUSICOLOGY AS WELL AS SUPPORT FOR TRAINING. With a history of almost a decade as “Symposium Music and Musicians in Guimarães”, this event brings to Guimarães musicologists and national and international experts to discuss musicological and ethnomusicological studies, educational policies and pedagogy, digital sound and music, among others. Over three days, musicologists, teachers, students and professional musicians from different areas and traditions come together for sessions of intense knowledge sharing and discussion.

Organização Sociedade Musical de Guimarães, Universidade do Minho e Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura


SEGUNDA-FEIRA 26

CONFERÊNCIA CÉNICA | CANIL 22H00

TEATRO BRUTO CAFÉ CONCERTO

A CONFERÊNCIA CÉNICA DE “CANIL” É O MOMENTO FINAL DO LABORATÓRIO DE DRAMATURGIA E CRIAÇÃO CÉNICA REALIZADO NUMA RESIDÊNCIA ARTÍSTICA DO TEATRO BRUTO. Esta Conferência Cénica - que antecede o início dos ensaios do espetáculo - envolve um grupo de participantes da cidade de Guimarães, numa primeira abordagem ao texto original do escritor valter hugo mãe. Encenada por Ana Luena, e apresentada no Café Concerto do CCVF, cruza diferentes quadros cénicos, que reúnem momentos performativos, leitura do texto, música ao vivo, projeção de imagens e vídeo, improvisação, intervenção do autor, criadores e público.

THE SCENIC CONFERENCE IS THE CULMINATION OF THE ARTISTIC RESIDENCY OF “CANIL”, A RESEARCH RESIDENCE FOR PLAYWRITING AND BY TEATRO BRUTO, HAPPENING JUST BEFORE THE STARTING OF THE REHEARSALS FOR THIS SHOW. It involves people from Guimarães in a first approach to the original text by valter hugo m ãe. Directed by Ana Luena and presented at CCVF’s Café Concerto, it contains different acts such as acting, text reading, live music, image and video projections, improvisation and the participation of the author, the artists and the audience.

Criação, coordenação e direção artística Teatro Bruto, Autor valter hugo mãe Encenadora Ana Luena, Atores Pedro Mendonça, Rute Pimenta, Músicos Rui Lima e Sérgio Martins, Desenhador de luz Rui Monteiro, Fotógrafo Paulo Martins, Produtora Executiva Ana Fernandes, Coprodução Teatro Bruto e Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura • Todas as idades


QUARTA-FEIRA 28

QUARTAS DOS ATORES TEATRO • 23H00

TEATRO OFICINA CAFÉ CONCERTO

O QUE ACONTECE QUANDO OS ATORES SAEM DAS QUATRO PAREDES DA SALA DE ENSAIO? O Café Concerto do CCVF, enquanto espaço, desenvolveu a característica de ponto de encontro para várias manifestações espontâneas e artísticas. A improvisação tomará, assim, conta do palco do Café Concerto em mais uma noite das Quartas dos Atores, onde a representação serve de suporte para incorporar outro tipo de disciplinas artísticas como a música ou a literatura. Aberto à participação da plateia.

WHAT HAPPENS WHEN ACTORS LEAVE THE FOUR WALLS OF THE REHEARSAL STUDIO? Café Concerto developed the feature of meeting point for multiple spontaneous artistic manifestations. Improvisation will be on stage at Café Concerto in another night of Actors’ Wednesdays where acting is just a way of presenting other art forms such as music or literature. Open to participation from the audience.

Coordenação João Henriques, Actores Diana Sá, Sara Pereira, André Teixeira, Pedro Almendra, José Eduardo Silva, Emílio Gomes • Todas as idades


SÁBADO 31

GALA DROP MÚSICA • 24H00

Fotografia de Marta Pina

CAFÉ CONCERTO

PELA ACLAMAÇÃO INTERNACIONAL PERCEBE-SE QUE, EM BREVE, PORTUGAL SERÁ PEQUENO PARA O TALENTO DOS GALA DROP. 2011 foi um ano em cheio para a banda. No final do ano, visitaram a vizinha Espanha, França e Itália, atuando nos principais festivais desses países, ao lado de nomes como Bonnie ‘Prince’ Billy ou Silver Apples. Em setembro do ano passado, os Gala Drop gravaram ainda, em colaboração com Ben Chasny (Six Organs Of Admittance), um EP para esta primeira metade de 2012, que dará mais tarde origem ao novo disco de originais. Esperase, por isso, que o novo trabalho dos Gala Drop os atire para um alto nível de reconhecimento.

THANKS TO THEIR INTERNATIONAL ACCLAIM WE REALISE THAT SOON PORTUGAL WILL BE SMALL FOR THE TALENT OF GALA DROP. 2011 was a full year for the band. They visited Spain, France and Italy, performing in the major festivals. In September Gala Drop recorded an EP which later will give rise to their newest album of originals. It is therefore expected that this new work will take Gala Drop to a different level.

Afonso Simões bateria; Guilherme Gonçalves guitarra elétrica e sintetizadores; Jerrald James percussão; Nelson Gomes sintetizadores; Rui Dâmaso baixo elétrico; Maiores de 12 • Cartão CCVF e Cartão Quadrilátero Cultural


MISSÃO FOTOGRÁFICA: PAISAGEM TRANSGÉNICA EXPOSIÇÃO

PALÁCIO VILA FLOR

Inauguração 10 de março | 18h00 Horário da Exposição segunda-feira e sábado 09h00 às 13h00 | 14h30 às 19h00 terça-feira a sexta-feira 09h00 às 20h00

“MISSÃO FOTOGRÁFICA: PAISAGEM TRANSGÉNICA” É UMA PROPOSTA DE REFLEXÃO SOBRE O TERRITÓRIO DO CONCELHO DE GUIMARÃES ENQUANTO CONSTRUÇÃO CULTURAL. O projeto, comissariado por Paulo Catrica e Pedro Bandeira, desa-

Visitas orientadas

fia quatro artistas diferentes, Katalin Deér, Filip Dujardin, J. H.

segunda a sábado, Preço 2 eur/

Engström e Guido Guidi - que utilizam a fotografia como reflexão

pessoa | Grupos escolares/em formação 10 eur/grupo

estética e crítica - a olhar um território que se esforça por resistir às

Lotação 1 turma / 25 pessoas

mais recentes conturbações económicas que implicaram, de modo

As visitas guiadas estão sujeitas a

expressivo nesta região de há alguns anos a esta parte, uma des-

marcação prévia, com uma semana de

locação global da indústria têxtil. A intenção desta missão é pro-

antecedência, que poderá ser efetuada

piciar uma construção fotográfica “ficcional” que poderá refletir

pelo telf. 253 424 700 ou através do

sobre as propriedades indexais do medium e da sua capacidade do-

e-mail servicoeducativo@aoficina.pt

cumental, ao mesmo tempo considerando e fazendo uso dos novos paradigmas que as fotografias parecem implicar nos dias de hoje. Algures entre a realidade analógica e a veracidade digital.

“PHOTOGRAPHIC MISSION: TRANSGENIC LANDSCAPE” PROPOSES TO REFLECT ON THE ARCHITECTURE AND LANDSCAPE OF GUIMARÃES AS A CULTURAL CONSTRUCTION. Commissioned by Paulo Catrica and Pedro Bandeira, the project challenges four different artists, Katalin Deér, Filip Dujardin, JH Engstrom and Guido Guidi, all of whom use photography for aesthetical and critical reflection, to look upon a territory that strives to resist the economic crisis that lasts for a few years now, moreover since the global markets dislocated the textile industry.

Todas as idades

Fotografia de Filip Dujardin

10 MARÇO A 19 MAIO


MARÇO

SERVIÇO EDUCATIVO VÁRIAS ATIVIDADES

CENTRO CULTURAL VILA FLOR

Sábado 03 e Domingo 04 11h00 às 18h30

Sexta-feira 09 | 10h00 e 15h00 Sábado 10 | 16h00

ENTREDANÇATEATRO

A ILHA DESCONHECIDA

Filipa Francisco

Cie Allinéa

No laboratório “Entredançateatro”, uma imensa lista de perguntas serve de base a várias propostas de improvisação. É o momento de ir para fora do estúdio e retirar impressões do local (pessoas, espaços, sons). É a oportunidade de construir trocando, baralhando, misturando o lugar do coreógrafo, intérprete, dramaturgo. Durante o processo, somos também público (querido público). Durante o encontro, veremos exemplos de processos criativos inspiradores

Na história “O conto da ilha desconhecida”, de José Saramago, que neste espetáculo viajou do papel para o palco, há uma voz que guarda em si outras vozes. Há um homem esculpido em madeira e uma mulher em tecido bordado, marionetas como nós humanas. Há estalidos de barco e sopros do mar. Há o desabrigo de quem se arrisca mar dentro e o abraço amigo de quem parte connosco… Haverá Ilha Desconhecida?

e desvendaremos segredos de peças como “Nu Meio”, “Leitura de Listas”, “Íman” e “Viagem”.

In the story “The Tale of the Unknown Island” by José Saramago, there is a voice with other voices within. There is a man carved in wood and a woman

At the “Entredançateatro” lab a long

in embroidered fabric, puppets like

list of questions is the basis for several

us, human. There are boats creaking

proposals for improvisation. It’s time

and murmurs of the sea. There is the

to go outside the studio and to capture

homelessness of those who risk going

the essence of the place (people, places,

into the deep seas and the warm hug of

sounds). It is an opportunity to build,

those who come with us... Is there an

trading the roles of choreographer,

Unknown Island?

performer and playwright. Teatro de Marionetas Laboratório de Dança-Teatro

Maiores de 9 anos | Local Pequeno

Dos 14 aos 18 anos, Local Pequeno Audi-

Auditório | Duração 60 min.

tório (palco), Lotação 15 participantes, Data limite de inscrição 24 fevereiro, As inscrições podem ser efetuadas no site www.ccvf.pt


GRANDE AUDITÓRIO

SEX 02 E SÁB 03 | A MORTE DE DANTON QUA 07 | WIM MERTENS DOM 11 | THURSTON MOORE QUA 14 | FUNDAÇÃO ORQUESTRA ESTÚDIO, BRAUNSTEIN, MASSENA SÁB 17 | ROCK METAMORFOSE SÁB 24 | PIRACEMA

€ 10,00 / € 7,50

C/DESCONTO

€ 10,00 / € 7,50

C/DESCONTO

€ 10,00 / € 7,50

C/DESCONTO

€ 10,00 / € 7,50

C/DESCONTO

€ 10,00 / € 7,50

C/DESCONTO

€ 10,00 / € 7,50

C/DESCONTO

PEQUENO AUDITÓRIO

SÁB 03 E DOM 04 | ENTREDANÇATEATRO SEX 09 E SÁB 10 | A ILHA DESCONHECIDA

€ 5,00 € 2,00

CAFÉ CONCERTO

SÁB 03 | :PAPERCUTZ SÁB 10 | RIDE SÁB 17 | SENSIBLE SOCCERS SEX 23 | DANIEL HIGGS SEG 26 | CONFERÊNCIA CÉNICA | CANIL QUA 28 | QUARTAS DOS ATORES SÁB 31 | GALA DROP

€ 4,00 € 4,00 € 3,00 € 3,00 ENTRADA LIVRE ENTRADA LIVRE

€ 4,00

ESPAÇO OFICINA

SEX 09 A DOM 11 | COSMOS

€ 5,00 / € 3,00

PALÁCIO VILA FLOR

10 MAR A 19 MAI | MISSÃO FOTOGRÁFICA: PAISAGEM TRANSGÉNICA PREÇOS COM DESCONTO (C/D) Cartão Municipal de Idoso, Reformados e Maiores de 65 anos, Cartão Jovem Municipal Cartão Jovem, Menores de 30 anos e Estudantes; Deficientes e Acompanhante, Cartão Municipal de Pessoas com Deficiência, Cartão CCVF_desconto 50% Cartão Guimarães 2012_desconto 50%

VENDA DE BILHETES Bilheteira do CCVF, www.ccvf.pt e em todas as lojas Fnac

HORÁRIO DE BILHETEIRA segunda-feira e sábado 09h00 às 13h00 | 14h30 às 19h00 terça-feira a sexta-feira 09h00 às 20h00 Local Palácio Vila Flor Em dias de espetáculos domingos e feriados 14h00 às 19h00 Local Palácio Vila Flor 20h00 até 30 minutos após o início dos espetáculos Local Bilheteira Central

€ 2,00

C/DESCONTO


VISITAS GUIADAS AO CCVF TERÇAS A SEXTAS-FEIRAS, DAS 10H00 ÀS 19H00 VISITAS SUJEITAS A MARCAÇÃO ATÉ UMA SEMANA DE ANTECEDÊNCIA, PARA GRUPOS DE PELO MENOS 10 PESSOAS. RESERVAS ANTECIPADAS ATRAVÉS DO Nº 253 424 700 OU PELO E-MAIL GERAL@CCVF.PT MAIS INFORMAÇÕES EM WWW.CCVF.PT

SERVIÇO DE BABY-SITTING_1 EUR IDADES DOS 3 AOS 9 ANOS CAPACIDADE MÁXIMA_20 CRIANÇAS FUNCIONAMENTO EM DIAS DE ESPETÁCULO E DURANTE O PERÍODO DE APRESENTAÇÃO ESTACIONAMENTO 150 LUGARES EM PARQUE DE ESTACIONAMENTO PÚBLICO. AVENÇAS MENSAIS.

distribuição gratuita | capa • A Morte de Danton


Mensal CCVF Março 2012