Page 1

A CARAVANA, fevereiro 2013

Página 1

A$$

CARAVANA$ Rio$de$Janeiro$+$Brasil$ Nº$526$–$Ano$XLVI$

Fevereiro'2013' INFORMATIVO$DO'

CENTRO$ESPÍRITA NAIR$MONTEZ$DE$CASTRO

SOBRE O CARNAVAL

Nenhum espírito equilibrado em face do bom senso, que deve presidir a existência das criaturas, pode fazer apologia da loucura generalizada que adormece as consciências nas festas carnavalescas. É lamentável que na época atual, quando os conhecimentos novos felicitam a mentalidade humana, fornecendo-lhes a chave maravilhosa dos seus elevados destinos, descerrando-lhes as belezas e os objetivos sagrados da Vida, se verifiquem excessos dessa natureza entre as sociedades que se pavoneiam com os títulos da civilização. Enquanto os trabalhos e as dores abençoadas, geralmente incompreendidos pelos homens, lhes burilam o caráter e os sentimentos prodigalizando-lhes os benefícios inapreciáveis do progresso espiritual, a licenciosidade desses dias prejudiciais opera, nas almas indecisas e necessitadas do amparo moral dos outros espíritos mais esclarecidos, a revivescência de animalidades que só os longos aprendizados fazem desaparecer. Há nesses momentos de indisciplina sentimental o largo acesso das forças da treva nos corações e às vezes toda uma existência não basta para realizar os reparos precisos de uma hora

de insânia e de esquecimento do dever. É estranho que as administrações e elementos de governos colaborem para que se intensifique a longa série de lastimáveis desvios de espíritos fracos, cujo caráter ainda aguarda o toque miraculoso da dor para aprender as grandes verdades da vida. Enquanto há miseráveis que estendem as mãos súplices, cheios de necessidades e de fome, sobram as fartas contribuições para que os salões se enfeitem e se intensifique o olvido de obrigações sagradas por parte das almas cuja evolução depende do cumprimento austero dos deveres sociais e divinos. Ação altamente meritória seria a de empregar todas as verbas consumidas em semelhantes festejos na assistência social aos necessitados de um pão e de um carinho. Ao lado dos mascarados da pseudo alegria, passam os leprosos, os cegos, as crianças abandonadas, as mães aflitas e sofredoras. Por que protelar essa ação necessária das forças conjuntas dos que se preocupam com os problemas nobres da vida, a fim de que se transforme o supérfluo na migalha abençoada de pão e de carinho que será a esperança dos que choram e sofrem? Que os nossos irmãos espíritas

compreendam semelhantes objetivos de nossas despretensiosas opiniões, colaborando conosco, dentro de suas possibilidades, para que possamos reconstituir e reedificar os costumes para o bem de todas as almas. É incontestável que a sociedade pode, com o seu livrearbítrio coletivo, exibir superfluidades e luxos nababescos, mas, enquanto houver um mendigo abandonado junto de seu fastígio e de sua grandeza, ela só poderá fornecer com isso um eloquente atestado de sua miséria moral.

Revista Reformador, 02/1987, Emmanuel, psicografado por Chico Xavier.

RESPOSTA À ORAÇÃO

As bátegas sucediam-se em abençoado, desconhecido socorro, espancando e espalhando as densas nuvens psíquicas de baixo teor vibratório que encobriam a cidade imensa e generosa. Nos intervalos, o ruído atordoante dos instrumentos de percussão incitava ao culto bárbaro do prazer alucinante, misturando-se aos trovões galopantes enquanto os corpos pintados, semidespidos, estorcegavam em desespero e frenesi, acompanhando o cortejo das grandes Escolas de samba, no brilho ilusório dos refletores, que se apagariam pelo amanhecer. Continua na página 2


A CARAVANA, fevereiro 2013

Página 2

Continuação da página 1

Como acontecera nos anos anteriores, aquela segunda-feira de Carnaval convidava ao desaguar de todas as loucuras no delta das paixões da avenida em festa. Milhares de pessoas imprevidentes, estimuladas pela música frenética, pretendendo extravasar as ansiedades represadas, cediam ao império dos desejos, nas torrentes da lubricidade que as enlouquecia. A delinquência abraçava o vício, urdindo as agressões, em cujas malhas se enredavam as vítimas espontâneas, que se deixavam espoliar. As mentes, em torpe comércio de interesses subalternos, haviam produzido uma psicosfera pestilenta, na qual se nutriam vibriões psíquicos, formas-pensamento de mistura com Entidades perversas, viciadas e dependentes, em espetáculo pandemônico, deprimente. As duas populações - a física e a espiritual, em perfeita sintonia - misturavam-se, sustentando-se, disputando mais largas concessões em simbiose psíquica... Não obstante, como sempre ocorre em situações dessa natureza, equipes operosas de trabalhadores espirituais em serviços de emergência, revezavam- se, infatigáveis, procurando diminuir o índice de desvarios, de suicídios a breve e a largo prazo pelas conexões que então se estabeleciam, para defender os incautos menos maliciosos, enfim, socorrer a grande mole em desequilíbrio ou pronta para sofrer-lhe o impacto. Desde as vésperas haviam sido instalados diversos postos de socorro, no nosso plano de ação, para serem recolhidos desencarnados que se acumpliciavam na patuscada irresponsável ou aqueles que vieram para auxiliar os seus afetos desatentos ao bem e à vigilância, ao mesmo tempo minimizando a soma de infortúnios que poderiam advir. O abnegado Bezerra de Menezes, à frente de expressiva equipe de médicos e enfermeiros, de técnicos em socorros especiais, tomava providências, distribuía informações e cuidava, pessoalmente, dos casos mais graves, nos quais aplicava os recursos da sua sabedoria. As horas avançavam num recrudescer de atividades, fazendo recordar um campo de guerra, em que os litigantes mais se compraziam em ferir, malsinar, destruir... Frente de batalha, sem dúvida, em que se convertia a cidade, naqueles dias, cujo ônus lhe pesava, cada ano, em forma de maior incidência na agressividade, na violência, nos desajustes socioeconômicos lamentáveis... Outrossim, o nosso centro de comunicações registrava apelos e notícias de vária ordem, donde emanavam as diretrizes para o atendimento dos casos passíveis de ajuda imediata. Os outros ficavam selecionados para ulteriores providências, quando diminuíssem os fatores desagregantes do equilíbrio geral. Pessoas sinceramente afervoradas ao bem enviavam pedidos de ajuda, intercediam por familiares a um passo de tombarem nos aliciamentos extravagantes e fatais. Os seletores de preces facultavam as ligações com os Núcleos Superiores da Vida, ao mesmo tempo intercambiando forças de auxílio aos orantes contritos, enquanto aparelhagens específicas acolhiam pensamentos e forças psíquicas que se transformavam em agentes energéticos que irradiavam correntes diluentes das condensações deletérias. (Do livro Nas Fronteiras da Loucura, Divaldo P. Franco – Espírito Manoel Philomeno de Miranda).

IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA DOUTRINA ESPÍRITA A necessidade de sistematização do estudo do Espiritismo foi antevista por Allan Kardec, conforme registra o Projeto 1868, inserido em Obras Póstumas: “Um curso regular de Espiritismo seria professado com o fim de desenvolver os princípios da Ciência e de difundir o gosto pelos estudos sérios [...] Considero esse curso como de natureza a exercer capital influência sobre o futuro do Espiritismo e sobre suas consequências”. Alguns pensamentos, coletados de diversos autores, podem auxiliar na constatação da importância do estudo: “Conhecimento… É fruto de longa paciência, de ardorosa boa vontade e de profunda meditação.” (DEJEAN, Georges. A Nova Luz). “O conhecimento espírita é orientação para a vida essencial e profunda do ser. Claro que a evolução é lei para todas as criaturas, mas o Espiritismo intervém no plano da consciência, ditando normas de comportamento suscetíveis de traçar caminhos retos à ascensão da alma, sem necessidade de aventuras nos labirintos da ilusão que correspondem a curvas aflitivas de sofrimento.” (XAVIER, Francisco Cândido. Agenda Cristã. Ditado pelo Espírito André Luiz) “O conhecimento real não é construção de alguns dias. É obra do tempo.” (XAVIER, Francisco Cândido. Agenda Cristã. Ditado pelo Espírito André Luiz) “Ao Espírito cumpre progredir em ciência e em moral.” (KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Questão 192) Nas questões 780 e 780.a de O Livro dos Espíritos, os autores informam que o progresso moral decorre do progresso intelectual, pois faz “compreensíveis o bem e o mal. O homem, desde então, pode escolher. O desenvolvimento do livre-arbítrio acompanha o da inteligência e aumenta a responsabilidade dos atos”. http://www.febnet.org.br/blog/geral/estudos/esde/importancia/


A CARAVANA, fevereiro de 2013

PRECES NO CARNAVAL Na segunda-feira (11/02) e terça-feira (12/02) de carnaval serão realizadas preces no CENMC, às 9h. Sábado e domingo de Carnaval as reuniões públicas serão nos seus horários normais.

Página 3

LIVRO DO MÊS

!!

REUNIÃO PÚBLICA DE SEXTA–FEIRA DIA 08/02/2013 Informamos que a reunião pública de sextafeira (08/02/2013) começará às 18 horas, em decorrência do carnaval. ESTUDOS SISTEMATIZADOS 2013 O início dos cursos será no dia 15/02 (sexta-feira), com o Introdutório e o Evangelho (os demais serão iniciados em sequência), exceto o estudo de quinta-feira, sob coordenação do CELD, que terá início em 07/02.

DOAÇÕES DE ROUPAS, CALÇADOS E REMÉDIOS Informamos que, excepcionalmente, não estaremos recebendo doações de roupas, calçados e remédios no mês de fevereiro de 2013. A partir de março receberemos normalmente as doações dos queridos companheiros. CONTRIBUIÇÃO PARA A OBRA DO AMBULATÓRIO Irmãos, começaremos mais uma obra na Casa de Pedro e Nair com o intuito de estarmos preparados para atender todos os necessitados do corpo e da alma que aqui aportam. Desta vez, a obra ocorrerá no ambulatório, espaço reservado a atividades como Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita, evangelização de jovens, atendimento médico e reunião de tratamento de enfermidades. A obra faz-se necessária devido a infiltrações que estão, inclusive, inviabilizando a utilização de parte deste espaço tão importante. Portanto, contamos com a colaboração de todos que puderem e quiserem ajudar a Casa de Pedro e Nair a continuar auxiliando. Quem desejar e puder contribuir com qualquer quantia, basta dirigir-se a nossa tesouraria. AJUDE-NOS A AJUDAR, TORNANDO-SE ASSOCIADO DO C E N M C

NAS FRONTEIRAS DA LOCURA Divaldo P. Franco – Manoel Philomeno de Miranda “É muito diáfana a linha divisória entre a sanidade e o desequilíbrio mental”, adverte o Espírito Manoel Philomeno de Miranda. Ao lado do Espírito Bezerra de Menezes, o Autor Espiritual narra suas observações durante um carnaval carioca, abordando várias técnicas obsessivas em casos de abusos e alienações com droga, álcool, sexo, aborto e tentativa de suicídio, demonstrando o trabalho dos Bons Espíritos num Posto de Socorro no Mundo Espiritual.

COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES ASSISTENCIAIS AMBULATÓRIO MÉDICO Quartas-feiras, às 14h. CAMPANHA DO QUILO 2º domingo do mês, às 9h. DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS 1º domingo do mês, às 9h. DISTRIBUIÇÃO DE ENXOVAIS PARA BEBÊS Inscrição: segundas-feiras, às 15h (a partir do 7º mês) Distribuição: última segunda-feira do mês, às 15h. DISTRIBUIÇÃO DE LEITE-CRIANÇAS ATÉ 3 ANOS Segundas-feiras, às 14h. DISTRIBUIÇÃO DE ROUPAS E CALÇADOS Quartas-feiras, às 14h30min. OFICINA DE INFORMÁTICA Crianças da Evangelização: sábados, das 9h15min às 10h30min. Centro de Recreação Mestra Tereza de Jesus: quartas, das 9h às 11h. OFICINA DE PINTURA, PONTO DE CRUZ E CROCHÊ Segundas, às 14h SALA DE COSTURA / BAZAR Segundas-feiras, às 14h. SOPA DAS QUARTAS-FEIRAS Quartas-feiras, às 14 h. SOPA DA POPULAÇÃO EM RUA 3º sábado do mês.

CAMPANHAS EM ANDAMENTO Leite em pó integral, óleo vegetal, sal, espaguete, farinha de mesa e fubá; cobertores de adultos; conjuntinhos de camisinhas de pagão de malha, fraldas de tecido e toalhas de banho para recém-nascidos (cores neutras, para ambos os sexos), mamadeiras, sabonetes infantis e alfinetes para fraldas; latas vazias (400g) de leite em pó ou achocolatado. Agradecemos pela grande colaboração!


A CARAVANA, fevereiro de 2013

REUNIÕES(PÚBLICAS( PROGRAMAÇÃO(DE(FEVEREIRO(DE(2013( DOMINGOS,(ÀS(9H( DIA(

03! 10! 17! 24! DIA(

04! 11! 18! 25! DIA(

07! 14! 21! 28! DIA(

TEMA(

FÉ! CARNAVAL! CASAMENTO!E!DIVÓRCIO! FORÇA!DE!VONTADE! SEGUNDAS@FEIRAS,(ÀS(20H( TEMA(

ALCOOLISMO!E!OBSESSÃO! PRECE!ÀS!9!HORAS! CASAMENTO!E!DIVÓRCIO! FORÇA!DE!VONTADE! QUINTAS@FEIRAS,(ÀS(14H30MIN( TEMA(

FORÇA!DE!VONTADE! CARNAVAL!! CASAMENTO!E!DIVÓRCIO! ALCOOLISMO!E!OBSESSÃO! SEXTAS@FEIRAS,(ÀS(20H( TEMA(

01! ALCOOLISMO!E!OBSESSÃO! 08! CARNAVAL!(REUNIÃO!PÚBLICA! INICIARÁ!ÀS!18H)! 15! CASAMENTO!E!DIVÓRCIO! 22! FORÇA!DE!VONTADE! SÁBADOS,(ÀS(15H( DIA(

02! 09! 16! 23!

TEMA(

ALCOOLISMO!E!OBSESSÃO! CARNAVAL! CASAMENTO!E!DIVÓRCIO! FORÇA!DE!VONTADE!

CENTRO ESPÍRITA NAIR MONTEZ DE CASTRO Presidente: Teresinha C. Maranhão Vice-Presidente: Terezinha Vianna Rua Vilela Tavares 173 – Méier Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20.725-220 CNPJ: 73.956.559/0001-63 - Telefone: 2595-5462

Página 4

COORDENAÇÃO DE ASSUNTOS DOUTRINÁRIOS ATENDIMENTO FRATERNO Segundas, das 19h30min às 20h30min. Quintas, das 14h30min às 15h30min. Sextas, das 18h às 19h30min. Sábados, das 15h às 16h. CENTRO DE RECREAÇÃO TERESA DE JESUS Segundas, quartas e sextas, das 8h às 11h. ESDE - Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (Introdutório) ! Sextas, das 20h às 21h30min. ! Sábados, das 16h45min às 18h15min. ESDE - Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita “O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO”: ! Domingos, das 8h às 9h30min. ! Sextas, das 20h às 21h30min. ! Sábados, das 16h45min às 18h15min. “O LIVRO DOS ESPÍRITOS”: Segundas, das 19h40min às 21h10min “DEPOIS DA MORTE”: Quintas, das 16h30min às 18h - coordenação do C. E. Léon Denis. ESTUDO DO EVANGELHO (Trabalhadores do CENMC) Segundas-feiras, às 16h. ESTUDO DO LIVRO DOS MÉDIUNS Sábados, das 16h45min às 18h15min. CURSO DE ESPERANTO IV (Quarto módulo) Quartas-feiras, das 16h às 17h30min. EVANGELIZAÇÃO Sábados, das 9h15min às 10h30min e 15h às 16h. JUVENTUDE I E II Sábados, das 15h às 16h. REUNIÃO DE DISCIPLINA MEDIÚNICA Terças, às 20h; quartas, às 16h15min e às 20h; sábados, às 14h30min. REUNIÕES PÚBLICAS Segundas e sextas, às 20h; quintas, às 14h30min; sábados, às 15h; domingos, às 9h. REUNIÕES DE TRATAMENTO Terças, às 18h; quintas, às 19h30min; sextas, às 18h (para depressivos).

A Caravana - Fevereiro 2013  

Informativo mensal do Centro Espírita Nair Montez de Castro

A Caravana - Fevereiro 2013  

Informativo mensal do Centro Espírita Nair Montez de Castro

Advertisement