Page 13

Sociologia das organizações

sobre o que é cultura (título do livro de um grande colega da Unicamp, José Luiz dos Santos)2 e seus impactos sobre o mundo econômico, particularmente na esfera das organizações empresariais. Foi assim, em muito breves palavras e vista pelo prisma da minha trajetória, que começou a aventura antropológica nas empresas em São Paulo (e, posteriormente, no Brasil), públicas ou privadas, bancos ou metalúrgicas, nacionais ou multinacionais. O propósito dessa aventura era dialogar com a seguinte pergunta: Qual o estilo do Capitalismo brasileiro? Essa pergunta ainda não tem resposta, e, acho, jamais terá uma definitiva. Mas foi ela que deu início a um programa de investigações que, sem pesquisadores como Fred e Pedro, além de tantos outros meus ex-alunos, não teria tido o sucesso que teve. No decorrer do percurso, esse programa foi ampliado e denominado Etnografias do capitalismo contemporâneo. Além dos estudos sobre empresas e empresários, passou a enfocar outros aspectos socioculturais do sistema capitalista. Essa história cerca o livro que ora prefacio, e não tenho como fazer neste breve espaço mais grandes elucubrações. Vou apenas concluir esta primeira parte destacando o contexto polêmico das relações entre as Ciências Sociais e a Administração nos anos em que Projeto Temático de referência foi realizado. Em síntese, de certa maneira pode-se dizer que, embora a Administração de Empresas seja classificada como uma Ciência Social aplicada, havia naquele momento, de parte a parte, uma espécie de ignorância mútua. Ou seja, nós, cientistas sociais, não sabíamos quem eram os “administradores” e, do lado dos administradores, até sabiam mais sobre “nós”, tendo se apropriado (com toda a legitimidade da troca de conhecimento que funda o saber científico e acadêmico) da Antropologia e da Sociologia para seus estudos. Nós, cientistas sociais, éramos os “bichos grilos”, os pouco objetivos e sem concretude nas contribuições para a área. Representou, então, algo de fato pioneiro juntar dois professores-pesquisadores de Antropologia (Lívia Barbosa e eu) e um de Administração (José Roberto Ferro) em torno de uma mesa na qual se desenhou um projeto de pesquisa que contou com um apoio financeiro generoso de uma das mais importantes agências científicas brasileiras. Posso afirmar com segurança que as pesquisas que fomos realizando e os desdobramentos que tiveram nas nossas instituições, por meio da colaboração de pesquisadores de outras universidades espalhadas pelo Brasil, representaram um marco importante para as 2

SANTOS, José Luiz dos. O que é cultura? São Paulo: Brasiliense 2006. Coleção primeiros passos, 110.

xii

SO_completo.indb 12

08/12/2017 11:16:01

Sociologia das organizações - Conceitos, relatos e casos  

Autores: Pedro Jaime e Fred Lucio ISBN-10: 85-221-2772-7 ISBN-13: 978-85-221-2772-6 E-BOOK: 978-85-221-2773-3 © 2018 | 280 páginas

Sociologia das organizações - Conceitos, relatos e casos  

Autores: Pedro Jaime e Fred Lucio ISBN-10: 85-221-2772-7 ISBN-13: 978-85-221-2772-6 E-BOOK: 978-85-221-2773-3 © 2018 | 280 páginas

Advertisement