Issuu on Google+

SISEMA Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos

“Construyendo cultura forestal”


INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS DE MINAS GERAIS- IEF - BRASIL DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO E CONSERVAÇÃO FLORESTAL

Jefferson Amaro Diretor de Desenvolvimento e Conservação Florestal


Minas Gerais- Brasil - Área: 588.384 km 2 - 7% do território nacional

- Biomas: Cerrado (57%), Mata Atlântica (41%), Caatinga (2%) -Desafio colocado: conservação e desenvolvimento econômico

Mata Atlântica e Cerrado: Hotspots mundiais


MINAS GERAIS

1,536 milhão de ha de florestas plantadasEucalyptus e Pinus 2,62% do território mineiro 746 mil empregos gerados 530 mil ha de florestas naturais conservadas Maior produtor de carvão vegetal do país Maior Parque Siderúrgico da América do Sul 23,6% das florestas plantadas no Brasil Presente em cerca de 440 municípios mineiros


POLÍCIA MILITAR

DE MINAS GERAIS

Nossa profissão, sua vida.

INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS Executar a política florestal do Estado e promover a preservação e a conservação da fauna e da flora, o uso sustentável dos recursos naturais renováveis e da pesca, bem como a realização de pesquisas em biomassa e biodiversidade.

50 ANOS


POLÍCIA MILITAR

DE MINAS GERAIS

Nossa profissão, sua vida.

O Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais foi criado em 1962, sedimentado em uma idéia proposta por um relatório elaborado pelo Ministério da Agricultura, apresentado para o então Presidente J.K.. O Relatório defendia o pensamento de que eram necessárias políticas e legislações regionais para gerir as diferentes características naturais de cada estado com uma visão mais racional e sustentável. Nesta época o pensamento desenvolvimentista pregava que os recursos naturais podiam e deviam ser explorados para subsidiar o desenvolvimento econômico a qualquer custo.


POLÍCIA MILITAR

DE MINAS GERAIS

Nossa profissão, sua vida.

Funções estabelecidas no Projeto de Lei da criação do IEF •Realizar inventário florestal do Estado; •Incorporação das florestas públicas, parques e reservas estaduais; •Fiscalização e policiamento da exploração florestal de produção; •Fiscalização e policiamento da proteção de florestas nativas; •Facilitar e proporcionar o reflorestamento natural e artificial; •Promover o reflorestamento com espécies nativas consideradas nobres; •Empreender pesquisas e estudos botânicos; •Desenvolver atividades educativas para formação de consciência coletiva conservacionista e de valorização da natureza.


POLÍCIA MILITAR

DE MINAS GERAIS

Nossa profissão, sua vida.

Gerencia de Reposição Florestal Rinaldo José de Souza

Estrutura Organizacional


NOVO TEMPO/ NOVO PARADIGMA NOVA ESTRUTURA DO IEF - Lei Delegada nº 180/11 - Decreto 45.834/11

IEF

- Fomento Florestal - Gestão de Áreas Protegidas - Pesquisa e Proteção da Biodiversidade


NOVO TEMPO/ NOVO PARADIGMA

FOMENTO FLORESTAL -

Proteção (nascentes e margens de rios/ córregos) Recuperação de áreas degradadas Produção de matéria- prima Manejo Recursos Florestais

FOCO


POLITICA ESTADUAL DE FOMENTO FLORESTAL


NOVO TEMPO/ NOVO PARADIGMA Princípios : • Sustentabilidade

• Controle social • Participação

• Pesquisas (proteção, recuperação ambiental, manejo florestal, extrativismo e crédito); • Atividade florestal como alternativa produtiva e de inclusão social.


EIXOS Política Estadual de Fomento Florestal

Plano de Fomento Florestal com foco na Agricultura Familiar e no Desenvolvimento Local Sustentável.

Plano de Incentivo à aquisição e Produção de Florestas de Produção de Base Sustentável.


AÇÕES Plano de Fomento Florestal com foco no Desenvolvimento Local Sustentável -Documento base e atividades

a)Documento base, finalidade:

(i)nortear as ações de Fomento; (ii)reconhecer erros e acertos; (iii)delinear e estruturar uma abordagem de Extensão Florestal; (iv)enraizar a nova cultura proposta; (v)parametrizar e normatizar;


AÇÕES Plano de Fomento Florestal com foco no Desenvolvimento Local Sustentável. b) Atividades em curso: -Mapeamento da demanda de recuperação, proteção ambiental no estado- cadastro de fomento -Mapeamento de cadeias produtivas e experiências relacionadas ao extrativismo e o manejo florestal com potencial de disseminação


AÇÕES Plano de Fomento Florestal com foco no Desenvolvimento Local Sustentável. b) Atividades em curso: -Restruturação de Viveiros; -Estruturação de um Programa de Formação, Capacitação e Treinamento: Fomento Florestal, Agroecologia & Desenvolvimento Local Sustentável; -Produção de material; -Elaboração de estratégias para empoderamento Temático do corpo técnico


AÇÕES Plano de Fomento Florestal com foco no Desenvolvimento Local Sustentável. b) Atividades em curso: -Desenvolvimento Participativo de Tecnologias: mapeamento de agricultores formadores e experimentadores -Áreas piloto: Vale do Mucuri, Serra do Intendente, Serra do Papagaio, Rio Doce, Serra do Brigadeiro, Norte de Minas


PROJETOS ESTRATÉGICOS - Projeto SOS São Francisco (04 estados- 2814 km) Objetivo: em parceria com o Ministério Público, IBAMA, Emater, UFLA, UFV visa integrar as populações locais a proteção e recuperação de 764 km de matas ciliares.


PROJETOS ESTRATÉGICOS -Fortalecimento do Bosque-Modelo do Pandeiros e implantação na Serra da Mantiqueira.

Objetivo: dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos de Fomento Florestal e Desenvolvimento Comunitário iniciados em 2004 em função de conflitos relacionados a produção ilegal de carvão vegetal em Pandeiros, e potencializar ações de uso sustentável de recursos ambientais e gestão territorial na Mata Atlântica


PROJETOS ESTRATÉGICOS Corredores ecológicos Objetivo: -mapear e identificar áreas para implantação de corredores ecológicos nos diferentes biomas do Estado, mantendo ou restaurando a conectividade dos fragmentos florestais, áreas protegidas e os interstícios entre elas, facilitando o fluxo genético das populações. -Promover nessas áreas atividades de extensão florestal que potencializem a gestão dos recursos florestais e o desenvolvimento regional.


PROJETOS ESTRATÉGICOS -Meta 2014 – (Projeto Estratégico coordenado pela SEMAD) Objetivo: Revitalização do Rio das Velhas- maior afluente do Rio São Francisco- caminho natural para descoberta do ouro em MG- Séc. XVII- 801 km Atividades Realizadas: • cercamento de 400 ha de áreas nos Regionais CentroNorte, Norte, Alto-Jequitinhonha e Centro-Sul (licitação concluída).


Viveiros Florestais - 90 Viveiros Florestais


Capacidade de Produção de Mudas

Regionais A. Jequitinhonha A. M. S. Francisco A. Paranaíba Centro Norte Centro Oeste Centro Sul Rio Doce Nordeste Noroeste Norte Sul Triângulo Zona da Mata

Total

Produção de Nativas Produção de Eucaliptos 10.000 150.000 20.000 0 210.000 1.000.000 190.000 300.000 128.000 200.000 200.000 1.000.000 300.000 50.000 70.000 500.000 166.000 200.000 50.000 0 148.000 300.000 280.000 300.000 587.000 3.000.000

2.359.000

7.000.000


FOMENTO FLORESTAL DEMAIS AÇÕES • Realização de

ações, cursos relacionados a Arborização, Paisagismo junto aos mais diversos públicos com destaque para o sistema penitenciário de MG. • Realização de Curso de Capacitação sobre Pagamento de Serviços Ambientais visando a disseminação do Programa Bolsa Verde. • Coleta e beneficiamento de 800.000 sementes de 10 espécies florestais. • Integração com a Subsecretaria de Agricultura Familiar e Redes de Agroecologia em MG e Brasil.


Resultados Alcançados no Fomento Ambiental 2007/08 a 2010/11 Regionais A. Jequitinhonha

2007/08 2008/09 2009/10 2010/211 Benefici Benefici Beneficiad Área (ha) Área (ha) Área (ha) Área (ha) Beneficiados ados ados os 1.181,95 0 0 724,3 124 1472 371 95 22,9

47

185,3

100

471,6

52

462,75

193

A. Paranaíba

223,2

217

1424,6

835

1556,7

696

1.203,62

194

Centro Norte

196,86

138

906,8

372

640,9

247

548,35

560

Centro Oeste

68,76

18

544,8

132

760

176

802,82

466

Centro Sul

246,72

143

1153,6

161

1263,5

1931

158,31

584

Zona da Mata

321,09

142

925,6

197

1404,3

253

1.720,31

789

Nordeste

17,07

32

590,5

196

1110,2

18

1.035,98

81

Noroeste

417,67

124

993,3

153

1451,3

259

3.274,04

660

20,52

6

1567,2

50

2976,2

156

1.839,11

88

2960,57

152

2236,3

284

3145,4

391

1.482,26

403

Sul

783,05

418

1396,2

728

2375,5

733

2.139,99

1264

Triângulo

539,68

156

1352,8

215

1946,4

343

1.025,95

355

1593 14001,3

3547

20574

5626

16875,4

5732

AMS Francisco

Norte Rio Doce

Total

5818,09


Programa Bolsa Verde Pagamento por Serviรงos Ambientais


PROGRAMA BOLSA VERDE Instituído em 13 de agosto de 2008 com a promulgação da Lei Estadual nº 17.727 e regulamentado em 05 de junho de 2009 com o Decreto 45.113, visa a remuneração de proprietários e posseiros rurais em todo o Estado de Minas pela manutenção e/ou recuperação da cobertura vegetal nativa.


EDITAL 2010 Total de Processos No de Solicitações

2.587

Favorável

1.052

Desfavorável

1.535

Área (ha)

Total Pago (U$)

36.010,18

R$ 3.547.000,00


EDITAL 2011 Total de Processos No de Solicitações

2769

Favorável

1909

Área (ha)

Total a Pagar (U$)

62.279,1636

6.278.000,00


Totais

2010

2011

Totais

Propostas

1.052

1.909

2.961

Ă rea (ha)

36.010

62.279

98.289

3.547.000,00

6.278.000,00

U$

9.825.000,00


Nova Modalidade 2013- 2014 Pagamento por Serviços Ambientais Sistemas de produção de alimentos de base agroecológica, extrativitas ou de manejo florestal.


IMAGENS


Viveiros

Viveiro Uberaba

Viveiro de Paracatu

Viveiro S達o Jo達o Nepomuceno

Viveiro Pq. Rio Doce


“Resgate das Técnicas de Produção de Sementes e Mudas”

Antônio de Vette – Viveirista T. Otoni

José Cardoso da Silva – Viveiro Florestal de Brasília de Minas


Viveiro Comunitรกrios

-

Viveiro Comunitรกrio em Itamarandiba Fotos: Evandro Rodney e Danilo Rocha


Materiais de cercamento


Regeneração natural com isolamento e enriquecimento

Regeneração natural com isolamento e recuperação total


Regeneração natural sem isolamento

Regeneração natural com isolamento


Recuperação mata Ciliar

Cercamento de nascentes


Pomar de produção sementes de Jatobá


Pomar de produção sementes de Angico


Colheita de Sementes


Mudas de Candeia


Obrigado !!! Diretoria de Desenvolvimento e Conservação Florestal- DDCF SEMAD/ IEF

www.ief.mg.gov.br Jefferson.amaro@meioambiente.gov.br (31) 3915-1379 Missão IEF: Assegurar o desenvolvimento sustentável, através da execução das políticas florestal e de proteção da biodiversidade.


Sisema_Brasil JAmaro