__MAIN_TEXT__

Page 53

GEO

Literatura sem Fronteiras

A boca é um ótimo ambiente para a cultura dos desejos e é por isso que estão muito presentes na saliva, na mucosa e sobre as superfícies dentárias. Quando os desejos crescem abundantes, formam sobre a superfície uma placa aderente ao redor do borde da alma. Os desejos desprendem uma toxina, que irrita e provoca lesões, inflamando todos os tecidos.

La bocca é un ottimo ambiente per la crescita dei desideri ed è per questo che ne sono presenti molti nella saliva, sulla mucosa e sulle superfici dentarie. Quando i desideri crescono in abbondanza sulla superficie formano una placca aderente intorno al bordo dell'anima. I desideri rilasciano una tossina, che irrita e procura lesioni, infiammando tutti i tessuti.

La mia bocca ti annega come l'inverno i colori rami nudi al posto dei denti e quando apro gli occhi solo una luce dietro la carta oleata del nostro lenzuolo.

Io vivo con due bocche e parlo con tre lingue. Forse per questo le parole si spezzano come denti in frammenti: in polvere si posano sull'ortografia e la nascondono. E non c'è corona che tenga i tessuti orali.

Minha boca te afunda como o inverno as cores galhos nus no lugar dos dentes e quando abro os olhos somente uma luz atrás do papel oleado do nosso lençol.

Eu vivo com duas bocas e falo com três línguas. Talvez por isso as palavras se quebram como dentes em fragmentos: em pó pousam sobre a ortografia e a escondem. E não há coroa que mantenha os tecidos orais.

Celuzlose 08 • Dezembro 2011 53

Profile for Victor Del Franco / Poeta e Editor

Celuzlose 08  

Revista Literária

Celuzlose 08  

Revista Literária

Profile for celuzlose
Advertisement