Page 1

DIÁRIO DO AÇO

CIDADES

Sábado, 22 de Março de 2014

Falta de investimentos na pauta de sindicalista DA REDAÇÃO - O presidente da Força Minas, Luiz Carlos Miranda, se reuniu com o diretor-presidente da Nippon Steel no Brasil, Takashi Hirose. No encontro, Luiz Carlos discutiu assuntos importantes com o executivo e o chefe de Escritório, Tatsuya Miyahara. Foram debatidas questões sobre a falta de investimento da empresa na região do Vale do Aço e o atual distanciamento e descaso da Usiminas com os interesses da comunidade. O presidente da Força Minas reiterou aos executivos que a Usiminas passa por um processo de recessão, causado por diversos fatores ao longo dos anos. Mas, com os resultados positivos já aparecendo, o sindicalista questionou como os bons resultados da empresa serão repassados ao Vale do Aço,

Divulgação

Luiz Carlos durante encontro com diretores da Nippon Steel

tão prejudicado nos últimos anos por essa situação. “É fundamental que as grandes empresas, como a Usiminas, expliquem o que planejam para a região que as sediam e sejam cobradas, para que os recursos necessários sejam investidos, no-

vamente, no Vale do Aço”, enfatizou Luiz Carlos. Takashi Hirose declarou que está acompanhando toda a situação com a direção da Usiminas, e que todas as preocupações e colocações do presidente da Força Minas serão conside-

radas e avaliadas. Visando a necessidade de mudanças, o diretor-presidente da Nippon Steel marcou uma reunião com toda a direção da Usiminas, já no próximo mês, para levar a discussão adiante e propor soluções.

7

Governo aceita revogar licença para a MG-760 DA REDAÇÃO - O deputado estadual José Célio Alvarenga, o Celinho do Sinttrocel (PCdoB), designado pela Comissão Regional da MG-760 para negociar junto ao Estado a retomada da obra, garantiu que o governo fará a revogação da licença e deseja um acordo para as demais condicionantes, entre elas a dispensa do Estudo de Impacto Ambiental com Relatório para a estrada que liga o Vale do Aço à Zona da Mata. O parlamentar esclarece que teve uma nova conversa com o governador Antonio Anastasia, na qual explicou a exigência da coordenadoria regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente da Bacia do Rio Doce, em Valadares, para que um novo acordo seja aprovado no Conselho de Política Ambiental (Copam). “O governador reafirmou a prioridade da MG-760 e disse que a retirada da licença não será impedimento para a retomada das obras e ain-

da que o secretário de Meio Ambiente (José Carlos Carvalho) já está autorizado a fazê-la”, conta. O deputado Celinho pondera que o governo atendeu à exigência do Ministério Público e já esclareceu que não há necessidade de EIARima para a MG-760. “Foi esclarecido, pelo DER, que a MG-760 já é uma rodovia implantada e que não haverá mudanças de traçado, portanto não tem necessidade do relatório de impacto ambiental”, enfatiza o deputado. Ele explica ainda que as condicionantes ambientais propostas pelo Ministério Público e pelo DER são suficientes para a continuidade da preservação do Parque Estadual do Rio Doce e também que a unidade de conservação receberá muitas melhorias em contrapartida das obras de pavimentação da MG-760. Celinho esteve também com o diretor-geral do DER, José Élcio Monteze, para solicitar que acelere a realização de uma nova reunião para a conclusão do novo acordo. O executivo adiantou que um novo encontro entre os Ministérios Públicos de Valadares e Belo Horizonte e o DER já está agendado para o próximo dia 27, para rediscussão das condicionantes. O deputado Celinho ponderou ao diretor que promova uma reunião entre técnicos do MP e do DER para adiantar os debates em torno das condicionantes, para que na reunião do dia 27 não tenha mais impasses. Élcio Monteze acenou positivamente e confirmou a determinação da Secretaria de Meio Ambiente para a revogação da licença ad referendum.

Da mg760 tac mp 4  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you