Page 1

Especial Terceira Idade Páginas 12 e 13

A história da Igreja Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil e nome da principal rua do Bairro Seminário. Entrevista com o Padre André Biernaski Página 08

CURITIBA | PARANÁ Distribuição Gratuita nos bairros: • Batel • Bigorrilho • Ecoville • Seminário • Centro • Outubro 2018 • Ano 18- R$ 1,00

206

Ultrassonagrafia na prevenção de doenças: Doutor Eliel Marcos Reckziegel Página 06

Benefícios do perfume para a saúde Página 11

Dia do Dentista Entrevista com o doutor Fabiano Nava Página 05

Acupuntura veterinária Página 04

E dicas de cuidados para o seu animal de estimação Página 04


Outubro | 2018

FOLHA DO BATEL

Página 02

A padroeira do Brasil

Editorial 206 Prevenção de doenças para chegar bem na terceira idade O Jornal Folha do Batel tem como cunho principal no seu editorial a qualidade de vida e o bem estar . No mês que se comemora o Dia do Médico ( 18 de outubro) e o Dia do Dentista 25 de outubro ) peguei gancho e trouxe pra você entrevistas e informações sobre a prevenção de doenças . Dentre elas : dicas com o professor e dentista Dr Fabiano Nava que há mais de 10 anos se dedica a profissão . Ultrassonagrafia na preventiva e acompanhamento de diversas doenças inclusive nas causas da obesidade com o especialista na aérea Dr Eliel Marcos Reckziegel No mundo todo, o mês de outubro é dedicado às campanhas de conscientização, prevenção e detecção precoce do câncer de mama, aqui em Curitiba a ACP faz um trabalho consciente sobre a prevenção. O auto exame da mama não é um método diagnóstico de câncer de mama. Portanto, não substitui os exames, como a mamografia, nem o acompanhamento médico regular. Ele é uma ferramenta para que a mulher conheça seu corpo e possa, porventura, detectar alterações nas mamas, dando um alerta para uma investigação mais minuciosa com o seu médico. Deve ser realizado uma vez ao mês, na semana seguinte ao término da menstruação. A mulher deve se posicionar em frente ao espelho, com uma mão atrás da nuca, usando a outra para apalpar a mama, suavemente com os dedos. Enquanto isso, ela deve observar se há alguma alteração visível, como por exemplo, alteração na pele ou no formato da mama. Os pets não ficaram de fora , informações sobre a Acupuntura Veterinária com a medica veterinária Dra Selene Leite especialista em acupuntura para animais, se pra nós humanos já faz bem, eu pelo menos sou adepta da acupuntura sei que faz bem, então imagina para os nossos animais de estimação? Dicas e cuidados com a Dra Tacila Tibério, quando se quer adotar um pet também foram bem vindas. Na série de reportagem : conheça seu vizinhos e no resgate histórico das nossas ruas do bairro trouxe a Av Nossa Senhora Aparecida, obvio para homenagem da nossa padroeira que comemorou no dia 12 de outubro com procissão pelas ruas do bairro Seminario onde temos a nossa Paróquia Nossa Senhora Aparecida com a imagem "fac simile" da Santa que foi trazida do Santuário Nacional, conheça a história da fundação da igreja e entrevista com o Padre Andre Biernaski um pároco prestativo e dedicado a nossa comunidade. Termino aqui com algumas frases que são lemas para viver mais saudável e para se chegar na Terceira Idade ainda melhor ( 1 de outubro dia do Idoso) "ame e respeito os idosos"!! Tenha hábitos alimentares saudáveis; Pratique atividade física regularmente; Não fuja do médico e faça exames preventivos periodicamente; E uma saudação e Parabéns aos médicos! Que Todo dia é dia de salvar vidas e ajudar pessoas. Quando nascemos, recebemos diferentes missões. A sua missão é de salvar vidas! Boa Leitura Celina Ribello

Diálogos da Fé- Com a benção de Nossa Senhora Aparecida, a democracia resiste Por Pai Rodney Ao festejar a padroeira, o Brasil precisa reencontrar o caminho do respeito, da tolerância e do amor, indispensáveis para a manutenção da democracia A fé dos brasileiros encontra em Nossa Senhora Aparecida uma síntese de união, generosidade e compaixão. Até os não católicos, como eu, reconhecem em sua imagem os atributos de uma grande mãe, que extrapola os limites da cristandade e simboliza a própria diversidade do nosso País. O risco de tempos sombrios me faz lembrar que nas águas de um rio caudaloso, na busca do sustento e da esperança, a beleza da fé se revelou. Trouxe a fartura, encheu a rede e refletiu toda luz da devoção e da bondade. Três pescadores, três homens humildes, testemunharam o milagre. Primeiro a corpo, depois a cabeça e em seguida a abundância. Talvez agora tenhamos que rogar à padroeira pela paz, para que a hora de nossa morte não se precipite, para que vidas não sejam ameaçadas pela naturalização da violência e do ódio. Nossa Senhora da Conceição Aparecida, santa mãe padroeira, rogai por nós, brasileiros, desvalidos, desprotegidos, desprovidos de toda sorte. Olhe por essa gente que sofre com o descaso e a maldade daqueles que desumanamente matam e ferem porque não admitem a diferença, porque não respeitam direitos, porque não sabem conviver. Cubra com seu manto de paz nosso povo sofrido e cada vez mais triste. Clamar pelo futuro desse País nunca foi tão necessário. Que santos e orixás se unam pelo bem maior, que essa luz divina possa nos guiar nesses tempos obscuros, que venha o caminho da conciliação, da concórdia. Somos teus filhos, mãe, e esperamos em ti a salvação, a solução para nos livrar das trevas. Olhai por nós. Virgem Santa, padroeira do Brasil, em teu manto azul reluz o ouro das Minas Gerais e em tua cabeça brilham as estrelas do Cruzeiro. Escurecida pelas águas, tua imagem é a iden-

tidade do nosso povo. Compadecida com o sofrimento dos escravos, vieste negra. Apareceste tão parecida com nossa gente, que quando a coroa dourada reluziu em tua fronte, vimos em ti nossa Oxum mais bonita, mãe do povo negro, Nossa Senhora. Tua divina proteção deu-nos a força para suportar o açoite, o peso da chibata. Mas o sangue negro segue a ser derramado. Nossa gente ainda sangra nos pelourinhos. Nessas periferias e confins, a tiros e facadas, os nossos continuam morrendo. Numa guerra de ideologias, na lógica dos velhos privilégios, nossas vidas valem menos. Na força de tua imagem aparecida, tantos milagres, tantas súplicas atendidas. Não abandone teu povo. No nosso imaginário, no nosso inconsciente coletivo, tua figura marcante alimenta o sentimento de pertencimento que nos faz emergir como uma nação que ainda quer acreditar no futuro. Estás em todos os lares, em todos os bares, sem distinção. Sei que acreditas na justiça e na igualdade. Não nos deixe sucumbir nessa onda de intolerância. Ilumina, mãe, as mentes e corações de todos os brasileiros. Permita que o amor seja vitorioso. O rugido de uma onça raivosa ecoa. Livra-nos mais uma vez. Sou eu mesmo testemunha de teus milagres e sei que te ergues com a força dos raios de Iansã quando a vida de teus filhos corre perigo. É o Brasil que clama, Rainha. Metade do teu povo está perdida, cega e desavisada. Ilumina essa gente. Assim como o cavalo ficou preso

no adro de tua capela, não permita que a mula da tirania macule a soberania, viole liberdades ou retire direitos. Que a força do teu amor, como as velas que se acendem milagrosamente em teu humilde altar, seja capaz de comover e conduzir o povo à plenitude de uma pátria solidária, mãe, gentil. Como libertaste dos grilhões da escravidão o negro Zacarias, liberta teu povo das falácias de um falso messias, pois quem não sabe unir no amor de Cristo, esse amor que respeita as diferenças e abre todas as portas do reino dos céus, fecha caminhos para o entendimento e o diálogo, sujeitando as minorias, fazendo curvar-se o mais fraco. Sei que acreditas na liberdade de consciência e de crença. Sei que me respeita e me ama ainda que não professe a fé na tua igreja. És padroeira, és rainha. Tens uma legião, um exército de filhos de Ogum a teus pés. Prontos pra lutar, prontos pra resistir, mas não é o que queremos. Almejamos a paz, a harmonia, o entendimento. O Brasil só quer ser feliz de novo, mais nada. Não deixe a fome nem a miséria assolar nossa gente humilde. Esse povo trabalhador herdou do índio e do negro a beleza e a fé, o apreço pela natureza, a alegria de viver e a inteligência para sobreviver. Não somos indolentes nem malandros, só tivemos na dor uma trajetória recorrente de superação e glória. Nossa Senhora de Aparecida, teus fieis peregrinos pedimos que cuides de nossas vidas, de nossos destinos, de nossos caminhos. Cuida de nós, cuida do Brasil.

Expediente Razão Social: Celina Susy Pires Ribello ME Jornalista Profissional: Celina S. P. Ribello - CRTE /PR | Habilitação: 8221 Diretora Executiva: Celina S. P. Ribello Rua Paulo Gorski, 181 CNPJ: 07478063/0001-05 Fone: 3274- 0104 - Fax: 3402-3721 www.jornalfolhadobatel.com.br | contato@jornalfolhadobatel.com.br. | Diagramação: Tatiana Carla de Souza Distribuição: Dirigida e Gratuita | Periodicidade: Mensal As matérias assinadas não expressam, necessariamente, a opinião do jornal. CNPJ CONTRATADO: 07478063/0001-05


Outubro | 2018

FOLHA DO BATEL

Pรกgina 03


Outubro | 2018

FOLHA DO BATEL

Página 04

Acupuntura V eterinária Ve Agulhas funcionam também no tratamento de doenças em animais A Acupuntura Veterinária, parte da Medicina Tradicional Chinesa, é uma técnica que vem ganhando um espaço relevante no tratamento dos animais de estimação. E apesar de ser uma das técnicas mais empregadas e difundidas, que traz inúmeros e inegáveis benefícios, ainda desperta muitas dúvidas. A idéia é estimular pontos específicos, distribuídos ao longo do corpo do animal, da mesma forma que se dá a acupuntura em humanos, ou seja, estimulando os conjuntos de canais conhecidos como "meridianos". De forma geral, a técnica não causa dor e é segura, porém em alguns casos podem ocorrer sensações transitórias e leves de formigamento, peso ou calor no local da aplicação, de acordo com a sensibilidade específica de cada paciente. O método mais comumente utilizado é a inserção de agulhas, mas a estimulação dos pontos pode ser dada também através decalor (moxaterapia), aparelhos elétricos (eletroacupuntura e laserpuntura), cores (cromopuntura), injeções de medicamentos e vitaminas (farmacopuntura), implantes de ouro, dentre outros. O objetivo do tratamento é, em síntese, o alívio da dor crônica, liberação de endorfinas, estimulação do sistema imunológico, regulação da pressão sanguínea, equilíbrio da produção hormonal e metabolismo, sensação de bem-estar, retardo do processo degenerativo de ossos e articulações, bem como a redução da dose e quantidade de medicações, ajudando assim na preservação da saúde dos pacientes. Recomenda-se a utilização da acupuntura para diversos casos. Dentre eles, podemos

citar os neurológicos (convulsão, paralisia, mielopatia degenerativa); musculares ou esqueléticos (hérnia de disco, displasia, artrite, artrose); hormonais ou endócrinos (hipotireoidismo, hiperadrenocorticismo, diabetes); dermatológicos e respiratórios (inflamações, alergias, asma); gastrointestinais (diarreia, constipação); renais e urinárias (cistite, cálculo urinário, insuficiência renal, incontinência), imunológicas (doenças auto-imunes); reabilitação póstraumática e/ou pós-cirúrgica, e ainda para obesidade, transtornos comportamentais e emocionais. A duração do tratamento varia conforme o caso e a resposta individual de cada paciente. Via de regra são realizadas de uma a três sessões por semana, sendo que em casos mais agudos as respostas são mais rápidas, enquanto nos casos crônicos, mais lentas. Por fim, vale frisar que a acupuntura veterinária pode, sempre que possível, ser utilizada juntamente com medicações e aliada à fisioterapia, o que acelera consideravelmente o processo de recuperação de animais que sofreram cirurgias ou acidentes. É muito importante lembrar, ainda, que a acupuntura trata o indivíduo, e não a doença, e dessa forma acaba por harmonizar o organismo como um todo. Por isso as técnicas e o

número de sessões, bem como a resposta de cada paciente podem variar bastante. Selene Cirio Leite Médica Veterinária, Especialidade: Acupuntura Veterinária CRMV 08794 Médica Veterinária formada pela PUCPR (2008). Curso de Formação em Acupuntura Veterinária pela VetHolos (2011) Curso de Especialização em andamento pela Universidade Tuiuti do Paraná, em Acupuntura Energética Veterinária e Terapias Orientais (2017-2019) Curso de Tui-Ná Veterinário (2017) Curso de Reiki Nível I (2017) Responsável pelo atendimento de Acupuntura Veterinária no Instituto de Reabilitação Animal (IRA).

Cuidados básicos com os animais de estimação Ter um animal de estimação nos faz muito bem , cura até depressão. A posse e adoção de animais de estimação deve ser realmente muito bem pensada, pois um animal de estimação não é um brinquedo que quando a criança enjoa dele joga se fora. Importante se fazer uma adoção responsável. Antes de adotar ou mesmo comprar um animal de estimação, é preciso ter em mente que os cuidados necessários para oferecer uma vida de qualidade aos bichinhos vão muito além do que providenciar água, comida e um teto. Dra Tácila Tibério médica Veterinária da clinica Pangea Zoo nos dá algumas dicas: Oferecer sempre uma ração de boa qualidade, respeitando as características de cada animal e faixa etária (ração de filhote, adulto e idoso). E sempre disponibilizar água limpa e fresca. A castração é sempre aconselhável , evitando superpopulação, abandonos, doenças uterinas, neoplasias (câncer), doenças prostáticas, agressividade e marcação de território.

Animais também precisam de atenção e carinho. Por isso, é necessário passear regularmente com os cães e brincar com brinquedos. Desse modo, estimulamos tanto a parte física quanto a psicológica, ajudando a prevenir doenças causadas por estresse e obesidade. 1)Vacinação A vacinação é anual e só pode ser realizada por um médico veterinário. As vacinas previnem doenças graves que podem levar o animal à morte, bem como doenças que podem ser transmitidas para os humanos (zoonoses). 2) Controle de parasitas Os donos ainda devem ficar atentos com infestações de pulgas e carrapatos, que podem transmitir doenças graves para os animais e humanos. 3) Vermífugos Assim como as vacinas, os vermífugos são muito importantes, pois os parasitas intestinais (vermes) podem comprometer a saúde dos animais, levando

ao emagrecimento, à queda de pelos, anemias e zoonoses. 4) Higiene bucal Cães e gatos também precisam escovar os dentes, mas com produtos veterinários específicos. Doenças periodontais, além de causar o desagradável mau hálito, prejudicam a alimentação, causam dor e as bactérias da boca podem se desprender e causar lesões em outros órgãos. 5) Visitas ao veterinário É de grande importância realizar, pelo menos, uma vez ao ano uma consulta com o veterinário. Muitas doenças podem ser evitadas com a prevenção, num check- up com exames de sangue e urina, radiografia, ultrassonagrafia . Esteja sempre atento a qualquer mudança de comportamento ou hábito do seu animal, pois isso pode sinalizar doenças.


Outubro | 2018

FOLHA DO BATEL

Página 05

Dia do dentista - 10 anos da Clínica Odhos Odontologia para comemorar Comemora-se o Dia do Dentista em 25 de outubro, porque nesta data, em 1884, foi assinado o decreto 9.311, que criou os primeiros cursos de graduação de odontologia do Brasil, no Rio de Janeiro e na Bahia. Uma portaria do Conselho Federal de Odontologia tornou a data oficial para a comemoração do Dia do Dentista Brasileiro. Como o Dia Nacional da Saúde Bucal foi também oficializado como 25 de outubro pelo Conselho Federal de Odontologia, a data também é vista como um dia para trazer conscientização para a população quanto a importância da adoção de medidas que previnem as doenças orais, isto é, as visitas a um consultório odontológico e também para uma higiene bucal de qualidade. A seguir entrevista com o dentista e empresário Fabiano Nava que esse mês comemora 10 anos na profissão com a clinica Odhos Odontologia . FB - Há quanto tempo na profissão ? E porque escolheu ser dentista? Dr Fabiano- Formei- me em 2007 pela Pontificia Universidade Católica do Paraná PUC-PR , há exatamente 11 anos atrás. Sempre foi uma área que me chamou muito atenção pelo atendimento humanizado. Mas tive certeza quando minha dentista na época de adolescente falava com muita empolgação e se dizia muito realizada, ela e o esposo trabalham juntos até hoje com o maior carinho com as demais pessoas. FB- Qual a sua especialidade na odontologia? Dr Fabiano- Fiz Especialização e Mestrado em Implantodontia e Especialização em Periodontia (área que trata e cuida da saúde gengival). Atualmente sou Professor na Facul-

Doutor Fabiano Nava

dade Ilapeo, na qual hoje é referencia Mundial em Implantodontia, somente este ano de 2018 serão 55 cursos Internacionais, um ponto de referência onde os alunos encontram o que têm de mais moderno na Implantodontia. FB- Quais seriam algumas das principais características dos Dentistas do presente e do futuro? Dr Fabiano- Hoje a Implantodontia vive um constante momento de inovações e tecnologias, sempre em busca de qualidade, rapidez e conforto aos pacientes. A cada ano vemos o desenvolvimento de novos produtos, novos implantes. O Dentista tem que procurar se atualizar a cada dia, isto vai mantê-lo neste mercado competitivo. FB- Quais as mudanças significativas e positivas que a Odontologia já desenvol-

veu em termos de tratamentos , desde seu inicio de carreira até agora e como vê satisfatórias na sua profissão? Dr Fabiano- As mudanças como disse anteriormente são constantes, devido inúmeras pesquisas realizadas no meio acadêmico, trazendo novas tecnologias. Mas hoje que chama muito atenção são cirurgias Guiadas em Implantodontia trazendo mais comodidade aos pacientes, rapidez, previsibilidade nos tratamentos com Implantes dentários. A parte Digital está crescendo a cada dia, eliminando moldagens de pacientes, somente utilizando scanner intraoral, realizando planejamentos que capacita o paciente ter uma visão antes mesmo de iniciar o tratamento. A Odontologia está em constante evolução, o que é moderno hoje, amanhã poderá ser passado. FB- Quais são suas principais orientações para uma saúde bucal perfeita? Dr Fabiano - Os principais cuidados são: passar fio dental e realizar escovação 3 x ao dia, ou após principais refeições. Acompanhamento periódico com seu dentista realizando controle e profilaxia (limpeza) entre 4 meses a 6 meses.

FB- É necessário ir ao dentista uma vez a cada seis meses? Para muitos cirurgiões dentistas, essa seria a frequência ideal - mesmo que nem sempre isso seja feito. Dr Fabiano: Pelo menos a cada 6 meses, mas o paciente pode desenvolver placa dentária e cáries dependendo como é sua escovação dentária e seus hábitos de higienização. Então oriento pelo menos meus pacientes entre 4 a 6 meses fazer acompanhamento. FB -A frequência é tema de debate entre especialistas. Alguns acreditam que essa ideia de que é necessário ir ao dentista duas vezes por ano surgiu no século 17, muito antes de serem desenvolvidas técnicas para comprovar teorias deste tipo. Pessoas com muitos problemas dentários evidentemente precisam visitar o dentista com muita frequência. Mas e os demais? Dr Fabiano - Dependerá de cada caso , tem pacientes com mais propensão a desenvolver doenças gengivais, maior facilidade de cáries, precisando de um controle maior , isso quem definirá será o próprio dentista em conjunto com o paciente. FB- Dentes permanentes são mais vulneráveis a cáries assim que nascem, então é importante levar crianças ao dentista com mais frequência entre as idades de seis e oito anos? Dr Fabiano - Geralmente inicia-se antes mesmo dos primeiros dentinhos nascer, e após cuidar dos dentes decíduos (famosos dentes de leite), pois o não cuidado pode acarretar em danos aos dentes permanentes, então o cuidado vem desde os primeiros meses de vida. FB- Na adolescência, os dentes são menos vulneráveis, até o surgimento dos sisos, por volta dos vinte anos. Então os riscos aos dentes variam ao longo da vida. Dr Fabiano- Os dentes são vulneráveis em qualquer idade, pois necessitam de uma boa higienização e cuidados em todos períodos da vida e com o mesmo cuidado.

Odhos Odontologia Personalizada Endereço: Alameda Dom Pedro II, 790 Batel - Curitiba Telefone: (41) 3039-7400


FOLHA DO BATEL

Página 06

Outubro | 2018

Ultrassom de rotina é indicado no diagnóstico e acompanhamento de diversas doenças Gordura no fígado: o acúmulo de gordura corporal em excesso é o que mais preocupa em diversas outras doenças relacionadas , tais como: pancreatite,cálculos renais,doenças da vesícula biliar,alterações da próstata e dos órgãos do aparelho reprodutor masculino. Nos últimos anos, a obesidade tem preocupado muitas pessoas inclusive os médicos , tanto que passou a ser considerada uma epidemia global pela Organização Mundial da Saúde. No Brasil, estima-se que metade da população tenha diagnóstico de sobrepeso. Mas chama especial atenção o fato de que pelo menos 30% das crianças têm diagnóstico de obesidade. "Os determinantes do excesso de peso estão relacionados com um conjunto de fatores, genéticos, biológicos, alimentares, comportamentais e ambientais que se relacionam entre si. De todos os problemas resultantes dessa combinação de fatores, o acúmulo de gordura corporal em excesso é o que mais preocupa, já que está diretamente relacionado à redução da expectativa de vida", diz Dr Eliel Marcos Reckziegel , médico clinico geral, ultrassonografista, que atua em medicina preventiva e obesidade em to-

das as idades . Dr Eliel Marcos Reckziegel defende a realização da avaliação do fígado na ultrassonografia abdominal de rotina, a fim de promover o diagnóstico precoce de doenças como o excesso de gordura nesse órgão. "O excesso de peso em crianças está associado a um risco aumentado para a 'doença hepática gordurosa não-alcoólica' (DHGNA). Ou seja, o que encontrávamos mais em pacientes adultos com graves alterações no fígado provocadas pelo consumo excessivo de álcool (inflamação, fibrose e cirrose), temos encontrado em pessoas que sofrem de obesidade. Mais grave ainda, temos diagnosticado excesso de gordura no fígado de crianças, elevando os riscos desses pacientes adquirirem doenças do coração, hipertensão, diabetes

e todas as condições relacionadas às taxas elevadas de colesterol e triglicérides", diz Dr.Eliel Marcos Reckziegel. Como acontece com a tecnologia dos computadores, as máquinas de ultrassonografia provavelmente ficarão mais rápidas e terão mais memória para armazenar os dados. E, segundo os especialistas uma das mais importantes vantagens da ultrassonografia é a ausência de radiação ionizante. Ela pode fornecer informações clinicamente úteis sem provocar danos biológicos significativos no paciente. Isso é particularmente importante em obstetrícia e também na população pediátrica. Segundo o médico clínico geral e ultrassonografista Dr Eliel Marcos Reckziegel (CRM 18556-PR) a ultrassonografia, também conhecida por ecogra-

fia e ultrassom é um dos mais modernos exames de diagnóstico que serve para viabilizar em tempo real vários órgãos, estruturas e tecidos do corpo. Diagnosticar a gravidez ou avaliar o desenvolvimento do feto é apenas um dos benefícios da ultrassonografia, " é possível diagnosticar doenças do útero, trompas, ovários, viabilizar as estruturas dos músculos, articulações, tendões , é indicada também para avaliações de hérnias, nódulos e traumas, lesões abdominais,com suspeita de possibilidade de hemorragias internas por ruptura vascular de baço, rins, fígado, pâncreas e outros órgãos internos, lesões de pescoço,intercostais e músculo articular e outras estruturas do corpo humano. Porém deve ser feita num consultório devidamente regularizado e sempre sob indicação médica, para auxiliar no diagnóstico ou tratamento das mais diversas situações", finaliza Dr. Eliel Marcos Reckziegel. Como é feito o exame? A realização é simples, posicionar o paciente numa maca, colocar uma fina camada de gel na pele e posicionar o transdutor do ultrassom (um tipo de scanner) em cima deste gel. O aparelho irá gerar imagens que podem ser vistas num computador.

Ultrassonografia 3D e 4D A ultrassonografia 3D é um tipo de exame que permite uma melhor visiblização da estrutura a ser estudada, conferindo um aspecto mais real. A ultrassonografia em 4D além de permitir uma ótima observação do bebê ainda dentro do útero da mãe, consegue captar seus movimentos e elaborar uma aparência da fisionomia do bebê em tempo real. Há também a ultrassonografia morfológica, um tipo especial de ultrassom que deve ser realizado na gravidez, entre as 20 e 24 semanas de gestação, para verificar se o bebê está se desenvolvendo corretamente ou se ele apresenta alguma malformação, como a Síndrome de Down, mielomeningocele, anencefalia, hidrocefalia ou cardiopatias congênitas. Ultrassonografia pélvica A ultrassonografia pélvica é indicada para visualizar estruturas como útero, ovários, trompas e vasos sanguíneos desta região, podendo ser necessária para diagnosticar endometriose. Ela pode ser realizada colocando o transdutor na parte externa do abdômen ou interna da vagina, e neste último caso ela é chamada de ultrassonografia transvaginal.

Ultrassonagrafia Ortopédica Na área de ortopedia clínica e cirúrgica atua em avaliar, documentar e calcular tamanho,local e grau das doenças ou lesões em articulações,nos músculos, nas bursites, nos tendões (chamadas de tendinite/tendinose), nos nervos(neurites, neuroapraxias e rupturas) e ligamentos. Serviço: Mais informações sobre a ultrassonografia computadorizada: Policlínica Central A clínica atua em atendimento e na avaliação de pacientes com exame físico, complementação do diagnostico solicitando exames complementares necessários e na prescrição de medicamentos e condutas integradas. Exames como: laboratoriais , exames de imagem e outros. Dentre eles a ultrassonografia tem se desenvolvido e sendo utilizada em diversas áreas da medicina como na preventiva , no complemento de diagnósticos e no acompanhamento de tratamentos e doenças. Alameda Cabral , 45 Centro Telefones: 41 3015 7980 41 996369309


Outubro | 2018

FOLHA DO BATEL

Pรกgina 07


FOLHA DO BATEL

Página 08

Paróquia Nossa Senhora Aparecida Uma imagem "fac simile" da Santa foi trazida do Santuário Nacional para o local da igreja no Bairro Seminário. A idéia em homenagear a padroeira do país foi da Capela do Seminário Diocesano, atual Colégio Paranaense, lançada pelo Padre Vitor Coelho de Almeida. Era 1938, ano em que a imagem da Santa passou pela cidade e algumas Santas Missões Populares foram realizadas. Para erguer a homenagem, uma reunião com 250 moradores decidiu o local, em 21 de novembro de 1939, e uma imagem "fac simile" de Nossa Senhora Aparecida foi trazida do Santuário Nacional. Rosa Odia Nadolny era moradora do bairro Seminario e tornou se uma figura importante na implantação desse projeto , dando exemplo de solidariedade e fé quando disponibilizou um dos seus terrenos para a construção da Igreja. A fundação da Paróquia foi no dia 11 de janeiro de 1953 Foi com grande entusiasmo que a comunidade envolveu-se nos preparativos da

grande festa que marcaria a fundação da Paróquia Nossa Senhora Aparecida. As 9:00 horas do dia 11 de janeiro, chegava S. Ex cia o Sr. Arcebispo Dom Manuel da Silveira D'Elboux, acompanhado pelo vigário Padre Afonso Durigon, pelo Superior Delegado Pe Alberto Agostini, Superior dos Missionários de Nossa Senhora Consolata. Entre alas do povo, exultante de alegria, o cortejo moveu em demanda da Igreja. Na continuidade , Pe Afonso Durigon celebrou a Santa Missa, dirigindo aos fiéis paro-

Av. Nossa Senhora Aparecida na década de 50

quianos, breves palavras de saudações. A festa externa continuou durante todo o dia com vários jogos e entretenimentos em benefícios da Paróquia. Esse trecho foi extraído do livro ( Acervo Fotográfico Paróquia Nossa Senhora Aparecida) editado pelo Pe Pedro Renato Carlesso , que foi pároco da igreja Nossa Senhora Aparecida por 20 anos, hoje ele é pároco da Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus da Av. Visconde de Guarapuava no Batel. Pe Pedro conseguiu reunir nesse livro um acervo fotográfico , "Fatos da historia "da comunidade de varias famílias pioneiras do Bairro Seminário : Brenner, Kummer, Tissi, Nadolny, Violani, Carignano e outras, alem da formação comercial no bairro, das primeiras instituições de ensino, casamentos , bodas, clubes , agremiações . Um coletânea de fotos que marcou o cinqüentenário da igreja Nossa Senhora Aparecida , editado no ano de 2006. A paróquia fica na Av. Nossa Senhora Aparecida, 1637, no bairro Seminário.

Outubro | 2018

Padre André pároco da Igreja Nossa Senhora Aparecida. Devoção e fé a disposição da comunidade Entrevista com o Padre André Biernaski, 64 anos, da Paróquia Nossa Senhora de Aparecida - do bairro Seminário , nascido no bairro Campo Comprido ( Vila Sandra) nos conta sobre a vocação, trajetória de vida e dedicação a nossa comunidade. FB - Desde quando e como foi a sua escolha em pertencer a paróquia Nossa Senhora Aparecida ? Pe André- No ano passado , no dia 13/08/2017 fui transferido do Seminário Maior Rainha dos Apóstolos para esta Paróquia Nossa Senhora Aparecida. Anteriormente trabalhei por muitos anos na formação dos futuros padres, aqui mesmo no bairro Seminário. Hoje, estou muito feliz em poder servir a comunidade. FB Como a sua vocação para o sacerdócio foi despertada ? Pe André- Devo muito a minha família e a Paróquia Santo Antônio da Orleans, onde participava desde a minha infância. Foi o amor que os meus pais tinham pela igreja e a alegre participação na comunidade. Aos 7 anos ingressei como corinha e lá conheci o Padre Paulo Warkocz, que com o seu amor a Deus e aos paroquianos me despertou a vocação da fé e servir a comunidade como Padre. FB -Quais são as atividades que a igreja oferece para a comunidade? Pe André- Encontrei a comunidade com boa caminhada de fé e com muita disposição nos serviços comunitários . Oferecemos bons serviços na catequese : escolinha dominical, preparação para Eucaristia, para o Sacramento da confirmação, catequese para adultos, preparação para pais e padrinhos do batismo dos filhos, boa acolhida com equipes para as missas como: comentaristas, leitores, ministros da eucaristia, visita aos enfermos. Tam-

bém as pastorais da terceira idade, oficinas de orações, apostolado, capelinha . Outras atividades comunitárias como: almoços, Pastel, Domingo do kilo. Fazemos arrecadações de mantimentos e cestas básicas para doações a famílias carentes. Há inclusive uma equipe aqui na paróquia que consegue envolver a comunidade para ajudar as crianças carentes , agora nos meses de novembro e dezembro vamos angariar brinquedos novos , roupas e calçados novos para presenteá-las no Natal . São 260 crianças das creches aguardando um kit presente. As Instituições favorecidas são: Creche Santa Luisa na Vila Torres bairro Prado Velho e a Creche São Vicente de Paulo na rua Trindade no bairro Cajuru, na maioria são filhas(os) de catadores de papel de a 0 a 5 anos. As creches já nos passam as fichas individuais com o nome completo e a idade de cada criança e assim conseguimos direcionar cada kit presente a cada uma delas. A entrega dos kits presentes a cada criança das creches será feita nos dias 11 e 12 de dezembro . Quem quiser contribuir para o Natal das crianças carentes pode retirar o cartãozinho de uma criança aqui na paróquia . Os cartõezinhos serão distribuídos no dia 3 de novembro e os kits presentes poderão ser entregues ate dia 02 de dezembro. FB- Nesse curto período aqui conosco, o que mais o

impressionou em nossa comunidade? Pe André- Chegando aqui logo percebi o grande trabalho do Padre Pedro Renato Carlesso que por mais de 20 anos consecutivos foi o pastor dedicado nesta paróquia , os paroquianos são muito gratos pela presença amiga , orientadora e de testemunho do Padre Pedro. Fui muito bem acolhido estou tentando levar adiante todos os serviços e atendimentos com desafio e comprometimento com os fiéis. FB- A audiência publica sobre a nova trincheira da Av N S Aparecida foi feita aqui na paróquia com mais de 400 pessoas reunidas , os moradores e lojistas realmente se mostraram preocupados , qual a sua opinião sobre essa obra da prefeitura? Pe André- Antes de tudo foi uma aula de cidadania , um exercício de participação pelo bem comunitário. Uma oportunidade para que a comunidade tenha espaço para participar, conhecer, opinar, reivindicar, acompanhar e cobrar o andamento e a execução da obra. Evidente que trará transtornos aos moradores e lojistas próximos e dificuldades no transito. Essa audiência foi mais para informações, futuramente será sempre oportuno envolver a comunidade nos projetos para o exercício da cidadania para um fim comum. Quanto a trincheira por mais que traga transtorno é importante para o nosso bairro.


Outubro | 2018

FOLHA DO BATEL

Construção da trincheira da Mário Tourinho vai alterar trânsito na região do Seminário

Conheça seu vizinho Juarez Gerharat da Peixaria Tatiana, 44 anos de Av.N.S. Aparecida

Dorival Nazario- Seminário Gás e Agua Joaquim Azevedo, Vladimir Ferro e Juliano Chaves- Frutaria da Roça

Andressa Siqueira e João Carlos Moreira Lima, Aviario do João 20 anos na Av. NS Aparecida

Flavio Gorski, Alexandre Iago, Sergio Ribeiro, Cleverson Oliveira, Adalberto Norcio, Açougue Juca a 60 anos na AV. NS. Aparecida

A Avenida Nossa Senhora Aparecida Predomimantemente comercial com 35,23% de estabelecimentos comerciais está localizada no bairro de Seminário. Ela tem inicio na Av. Bispo Dom José no Batel e termina na Rua Eduardo Sprada na ponte do rio Barigui . A Rua Eduardo Sprada já foi chamada Estrada do Mato Grosso, pois antes da construção da BR 277 era a principal ligação com o interior do estado e também com Mato Grosso do Sul. Muitos são os relatos de moradores mais antigos que, quando criança,nadavam e pescavam nas águas do rio Barigui, em vários pontos ao longo de seu percurso em Curitiba. Um deles é o Flavio Gorski: " a gente brincava aqui ainda quando nem existia asfalto, nadávamos no rio barigui, a ponte tinha bordas em concreto e uma fabrica de bolas bem ao lado."

Foto extraída do livro (Acervo fotográfico Paróquia Nossa Senhora Aparecida) autor Padre Pedro Carlesso

Desvios para se fazer nas obras da Trincheira Av Nossa Senhora Aparecida A diretora da Setran, Rosângela Battistella, destacou que os agentes de trânsito e o serviço de engenharia de tráfego darão suporte permanente no trabalho de sinalização de desvios para minimizar os impactos da obra. Centro-Bairro (opção 1): Vindo do centro, para desviar da obra pela Avenida Nossa Senhora Aparecida, segue à direita pela Rua Major Heitor Guimarães, acessa a Rua Mário Tourinho e segue à esquerda na Rua Brandilina R.V. Pereira , à esquerda na Rua José Scuissiato, à direita na Rua Álvaro Alvin até acessar novamente a Avenida Nossa Senhora Aparecida. Bairro-Centro (opção 1): Pela Avenida Nossa Senhora Aparecida acessa à direita a Rua Coronel Feliciano Ribeiro e à esquerda a Rua São Leopoldo para contornar a rotatória e acessar a Rua Professor Argemiro Loyola até Avenida Silva Jardim com destino ao Centro. Bairro-Centro (opção 2): Pela Avenida Nossa Senhora Aparecida acessa à direita a Rua Coronel Feliciano Ribeiro e à esquerda a Rua São Leopoldo para tomar a Avenida Presidente Arthur Bernardes até ao acesso à esquerda na Avenida Presidente Getúlio Vargas rumo ao Centro. Bairro-Centro (opção 3): Pela Avenida Nossa Senhora Aparecida acessa à direita a Rua Coronel Feliciano Ribeiro e à esquerda a Rua São Leopoldo para contornar a rotatória e acessar a Rua Professor Argemiro Loyola até a Avenida Silva Jardim para acessar na esquerda as Rua Teixeira Soares, Nossa Senhora Aparecida e Gonçalves Dias rumo ao Centro. A Prefeitura fará sinalização na região e em todos os pontos de desvio. Antes do início das obras serão divulgados mapas didáticos com os caminhos alternativos.

Começa a primeira etapa da construção da trincheira da Mário Tourinho Os motoristas que passam pelo Seminário já encontram equipes trabalhando nas primeiras etapas da construção da trincheira da Avenida Nossa Senhora da Aparecida com a Rua General Mário Tourinho. Equipes de topografia demarcaram o cruzamento no trecho em que os trabalhos serão feitos, numa extensão de 690 metros, pela Mário Tourinho. Também estão sendo retirados o canteiro do cruzamento das ruas Major Heitor Alencar Guimarães, Vicente Machado e Mário Tourinho e parte da ilha da Vicente Machado no mesmo ponto. A alteração é necessária porque o trecho fará parte de uma das opções de desvio para os veículos que trafegam nessa região. Novo semáforo começou a funcionar no Seminário. A Superintendência de Trânsito (Setran) coloca em operação, nesta quinta-feira (13/9), um novo semáforo no cruzamento da Avenida Sete de Setembro com a Rua Rodrigues Alves, no bairro Seminário. A medida é uma das alterações previstas pela Prefeitura para organizar melhor o trânsito na região, em função do início das obras da trincheira da Rua Mario Tourinho. "Parte do fluxo de veículos será desviado por esse trecho quando começarem os bloqueios para a execução da obra", explica o diretor de operações da Setran, Pedro Darci da Silva Junior. Na esquina das ruas São Leopoldo e Cel Feliciano Ribeiro no bairro Seminário, foi implantada uma rotatória com tartarugas e faixas amarelas dos lados das vias para facilitar o trânsito dos motoristas que fazem a conversão tanto no sentido para a praça dos Anjos como para quem entra a direita na rua Cel Feliciano Ribeiro sentido Av. Nossa Senhora Aparecida, alguns acidentes já tinham ocorrido por falta de sinalização dos motoristas nessa área.

Página 09


Página 10

COLUNA TIOM KIM

FOLHA DO BATEL

O arquiteto, designer e artista visual Evandro Ziemann em cena com a esposa Márcia Curi.Ele apresentou para um grupo de empresárias um talk sobre uma mesa-posta temática de Natal em seu escritório. Criatividade e bom gosto são marcas registradas desse artista contemporâneo.

O campeão de Jiu-Jitsu Jefferson Manoel ganhou medalhas no torneio Curitiba Spring International Open IBJJF 2018, que aconteceu no Ginásio do Tarumã. Um talento que se destaca no cenário internacional. Segundo lugar na faixa azul - super pesado e terceiro lugar no Absoluto.

O engenheiro Fabio Guimarães com o arquiteto Sandro Percicotti, idealizador do projeto Estilo Minha Cara. Terceira edição do almoço beneficente em parceria com o Shopping Mueller dentro do projeto Ecodesign Social. Evento aconteceu na Mehl Garten Eventos e beneficiou o Lar Infantil Sol Amigo.

Abertura da Bienal de Curitiba no MON. Na foto O embaixador do Paraguai,Carlos Jose Rodriguez, Graciela Gonzales (Assunção), Ilana Lerner (MON), Ruben Capdevila, Min. da Cultura do Paraguai e Luiz Ernesto Meyer Pereira, pres. da Bienal.

Outubro | 2018

Leonardo Weiss, Luiz Ernesto Meyer Pereira e Josh Berveglieri na abertura da Bienal de Curitiba no MON. Lente Matheus de La Palm

Analzira Carneiro, Maria Ines Borges da Silveira, pres. da ACCUR, Cristiane Lissoni (ZOLI Eventos Exclusivos) e a acadêmica e palestrante Valéria Borges da Silveira no almoço cultural no Clube Curitibano. A palestra abordou a história da cidade da Lapa (PR) A modelo, cantora e compositora Adri Grott esteve na exposição "Paparazzi, Fotógrafos e divas da Dolce Vita até Hoje ", que acontece no Palazzo Leoni Montanari em Vicenza na Italia.

Claudia da Natividade produtora do filme "Estômago", de Marcos Jorge participou em Roma para falar de financiamento no Brasil para cinema, coproduções internacionais e do Estômago 2, que filmará na Itália e no Brasil no próximo ano


Outubro | 2018

Prefeitura alerta curitibanos sobre cuidados para prevenir o câncer de mama

Com o mote Prevenir é um Ato de Coragem. Lute Pelo que te Faz Feliz, a campanha Outubro Rosa 2018 desse ano foi no calçadão da XV de Novembro em frente à Associação Comercial do Paraná (ACP), com a presença do prefeito Rafael Greca e da secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak. O objetivo da campanha é chamar a atenção da população sobre o auto cuidado e exames de rotina para prevenção e deteccão precoce do câncer de mama. "Mande o bom Deus os seus anjos que acendam nas cabeças das mulheres de Curitiba a idéia importante de que prevenir evita adoecer. E quando se enfrenta a doença, é possível a doença e a morte vencer, e permanecer por mais tempo neste mundo tão lindo, para ver muitas primaveras e muitos Outubros Rosa", disse o prefeito. O evento de lançamento do Outubro Rosa é uma realização da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, da ACP e do Conselho da Mulher Empresária. Durante todo o dia, foi realizadas atividades especiais no calçadão da XV, com sorteio de brindes, apresentações teatrais, aurículo terapia, aferição de pressão e teste de glicose, in-

formações sobre reconstituição e pigmentação da mama, demonstrações de maquiagem e tratamentos estéticos que ajudam a melhorar a auto estima. Profissionais da Secretaria Municipal da Saúde também participam do evento dando orientações sobre o auto exame das mamas. A estudante de direito Camila Gabriela Freitas, 28 anos, estava passando pelo local do evento e resolveu dar uma paradinha. Ela costuma fazer o auto exame rotineiramente, mas resolveu saber um pouco mais sobre o assunto com as profissionais de saúde. "Este tipo de ação, em um local como este com grande fluxo de pessoas, é muito importante para informar", disse. Cuidados O câncer de mama é o câncer que mais causa morte entre as mulheres, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O risco cresce, principalmente, após os 50 anos. Por isso, diagnóstico e tratamento precoce são essenciais para a cura. Em Curitiba, a acompanhamento da saúde da mulher pode ser feito nas 111 unidades básicas de saúde. É a unidade que encaminha a mulher para a realização da mamografia em um dos prestadores de serviço da rede.

Página 11

FOLHA DO BATEL

Para mulheres com 50 anos ou mais, a mamografia de rotina é feita a cada dois anos. Quem tem ou teve algum familiar com câncer de mama ou de ovário, deve procurar orientação na unidade de saúde para realização precoce de acompanhamento. Outra recomendação é a realização periódica do autoexame das mamas. Caso alguma alteração seja encontrada, deve-se procurar um profissional de saúde. "Se a mulher perceber qualquer alteração, deve procurar sua unidade de saúde. Curitiba tem excelente oferta para exames de rastreamento", indica a secretária de saúde. Prevenção para as mulheres - Evite o consumo de álcool, cigarro e outras drogas - Controle o peso com uma alimentação saudável - Faça regularmente o autoexame das mamas, logo depois do período menstrual. Caso encontre alguma alteração, procure um profissional de saúde. - Se você tem ou teve algum familiar com câncer de mama ou ovário, procure orientações de um profissional de saúde - Se você tem 50 anos ou mais, o exame de rotina deve ser feito a cada dois anos.

Os Benefícios do Perfume: Uso do perfume eleva a auto-estima e saúde O perfume provou ser um produto valioso em tempos antigos e moderno por isso que indústria do perfume vem faturando bilhões a cada ano. Atualmente muitas pessoas estão buscando tratamentos alternativos de saúde. Muito se fala das propriedades do perfume e como ele pode beneficiar na saúde e auto estima das pessoas. A fragrância tem um poder grande para o olfato e para a alma. Os ingredientes que são usados no perfume auxiliam na melhora da concentração e temperamento. Os perfumes que contêm gengibre, sândalo e rosa estimulam os neurônios. Essa estimulação aumentada causada pelo uso do perfume pode fazer com que as pessoas tenham mais foco, vigor, perda de peso e um sistema imunológico melhorado. Determinados perfumes provocam efeitos calmantes no cérebro. Outros perfumes podem atuar como um tipo de sedativo, ajudando a dormir,

diminuir a ansiedade e tensão, proporcionando uma série de benefícios para a saúde. Essas fragrâncias são a alfazema e a bergamota que são utilizadas com esta finalidade por séculos em países do mundo inteiro. O perfume escolhido tem uma relevância social, dizendo algo sobre a personalidade da pessoa, ajudando a definir sua identidade. A atração por outra pessoa é influenciada também pelas fragrâncias. Acima de tudo, o perfume dá a sensação de frescor, de atração e de confiança. Algumas essências são re-

comendadas para determinados casos, são eles: Lavanda: calmante, útil em casos de insônia. Jasmim: benéfico para aqueles que sofrem de depressão. Bergamota: alivia a ansiedade. Laranja Doce: calmante, limpa a mente. Hortelã: regenera e estimula a mente. Alecrim: reduz a fadiga. Vetiver: alivia o estresse e a depressão. Ylang Ylang: relaxante, mas também afrodisíaco.


Página 12

DIA NA CIONAL DO IDOSO NACIONAL

Envelhecimento requer cuidados redobrados com a saúde Em homenagem ao Dia Nacional e Internacional do Idoso, comemorado em 1º de outubro, a Secretaria de Estado da Saúde alerta a população que envelhecer com qualidade de vida exige cuidados redobrados com a saúde. Segundo as mais recentes projeções do IBGE, em 2018 a população idosa paranaense corresponde a 14,5% da população geral do Estado, com um contingente de 1.645.646 indivíduos. O secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi, diz que a mudança no perfil demográfico da população, com o aumento da expectativa de vida e consequente ampliação da população idosa, é um desafio para os gestores públicos. No entanto, não se deve associar idade avançada com ausência de saúde. Com os cuidados adequados, o idoso pode ter qualidade de vida, com melhor nível de autonomia e independência pelo maior tempo possível. "A Rede de Atenção Integral à Saúde do Idoso do Paraná é uma resposta a este novo momento demográfico", afirma Nardi. Segundo ele, trabalhando em rede, a Secretaria da Saúde cria protocolos para dar retaguarda adequada aos idosos em todos os pontos de atenção à saúde: nas unidades básicas, nos centros de especialidades e na rede hospitalar. AUTONOMIA - Para os que envelhecem, muito mais do que apenas a ausência de doenças, a qualidade de vida significa manutenção da autonomia e independência. A médica da Divisão de Saúde do Idoso da Secretaria da Saúde, Adriane Miró, lembra que a saúde do idoso resulta da interação de múltiplos fatores relacionados a aspectos físicos, mentais, sociais e ambientais. "Não é suficiente agir apenas sobre doenças, precisamos conhecer e avaliar todos os componentes da saúde do idoso e individualizar as intervenções propostas, respeitando os desejos do idoso", disse. O secretário da Saúde ressalta que a estratégia proposta pela Rede do Idoso contempla todos esses aspectos. "É uma proposta inovadora, que busca, com a atuação de uma equipe multidisciplinar, prevenir, identificar precocemente e manejar de forma adequada condições que podem expor o idoso ao declínio de sua saúde", diz ele. Adriane Miró salienta que para isso é necessário extenso programa de capacitação dos profissionais que atuam em todos os níveis de atenção: "Queremos introduzir em todos os serviços os princípios do cuidado geriátrico-gerontológico. Até o final de 2018 teremos realizado capacitações para profissionais de todas as regionais de saúde do Estado e esse é um processo contínuo", afirma. HÁBITOS - Ela ressalta que envelhecer com saúde é possível, mas depende também dos hábitos de cada indivíduo. Visita regular ao serviço de saúde, prática de atividade física, alimentação e hidratação adequadas, evitar o tabagismo e consumo de álcool e drogas ilícitas, hábitos sexuais saudáveis, cultura da paz, entre outros, são cuidados que devem existir desde cedo na vida. "Além disso, se manter ativo no envelhecimento, preservando as relações familiares e sociais, buscando sempre aprender e adquirir novas habilidades são cuidados importantes para a manutenção da saúde mental, em seus aspectos cognitivos e emocionais", acrescenta Adriane.

FOLHA DO BATEL

Outubro | 2018

FAS trabalha para "tirar de casa" os maiores de 60 anos de idade Dia 1º de outubro, é celebrado o Dia Internacional do Idoso. A Prefeitura, por meio da Fundação de Ação Social de Curitiba (FAS), atende mais de 4 mil pessoas idosas em programas sócio assistenciais. São ações que beneficiam quem tem onde morar, mas precisa de apoio para cultivar o convívio social ou os vínculos familiares, como também para aqueles que não têm família ou vivem longe delas, nas chamadas instituições de longa permanência, e os idosos que precisam de ajuda para sair de situações de violência. "A meta da gestão é abrir espaço para esse segmento crescente e com necessidades cada vez mais variadas", disse a presidente da FAS, Elenice Malzoni. Os idosos somavam 30,2 milhões de brasileiros no ano passado - 18% a mais que em 2012 e devem chegar a 38 milhões até o final de 2018, quando o país terá 207 milhões de pessoas. A maior parte desses idosos é acompanhada pelos 45 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), unidades que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social. Nesses espaços eles participam de atividades lúdicas e culturais. São 2.326 homens e mulheres a partir de 60 anos, como o pintor automotivo "quase aposentado" Severiano Braz. Muitas atividades acontecem também em parques e museus. O pintor frequenta o Cras Vila São Pedro, na Regional Boqueirão, e não perde os passeios que a unidade oferece para locais como o Museu Oscar Niemeyer e o Parque Barigui. "É tanta coisa bonita para ver e mostrar para os outros que não tem como ficar em casa, parado", disse Braz, que registra tudo o que pode na câmera do smartphone e não perde nenhum evento do grupo formado pelo Cras exclusivamente para homens. ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO - Quem não tem a mesma sorte de Braz e não pode sair de casa por doença ou dificuldades de locomoção, não fica isolado. Educadores e assistentes sociais visitam esses idosos nas casas deles para avaliar suas necessidades e encaminhar seu atendimento com a ajuda de outros órgãos e entidades. Em toda a cidade são 56 pessoas nessa condição. Outros 788 idosos frequentam os cinco Centros de Atividades para Idosos (Cati). No da Praça Ouvidor Pardinho, por exemplo, podem participar do coral ou estudar línguas estrangeiras e pintura, entre outras atividades. É o caso da professora aposentada e poetisa Ione Zago. Há sete anos ela entrou no coral, que faz apresentações voluntárias para pessoas em condição de vulnerabilidade e também faz palestras de motivação. Seu objetivo é "fazer outras pessoas felizes", conta. CAPACITAÇÃO - Pessoas com o perfil de Ione também buscam novas habilidades e podem ter o desejo atendido nos cursos oferecidos pelos Liceus de Ofícios. Neste ano 140 pessoas com 60 anos ou mais concluíram cursos variados e outros 40 estão em fase de conclusão. Para quem quer começar a se familiarizar com a informática, a área de Qualificação Profissional da FAS está oferecendo 75 vagas para práticas de inclusão digital exclusivas para esse público. Nas quatro instituições de longa permanência, destinadas aos idosos em situação de risco social e sem vínculos familiares, moram 252 pessoas. É o caso do ex-metalúrgico João Savulski, resgatado das ruas onde vivia pela FAS, no início de 2017, depois de um ano de acompanhamento pelo órgão. Acolhido pela Casa do Vovô, no Pinheirinho, ele se diz satisfeito. "Quero ficar nessa casa até morrer porque estou num bom lugar. Minha família é essa", afirmou. Também podem ser transferidos para as unidades de acolhimento quem é vítima de violência doméstica, que em mais de 40% casos é praticada pelos filhos das vítimas. De janeiro a abril foram notificadas 83 ocorrências, atendidas pela Rede de Proteção da qual a FAS participa.


Outubro | 2018

Página 13

FOLHA DO BATEL

Crimes contra idosos - a quem compete a efetividade das leis?

Idosa de 98 anos muda-se para lar de idosos para cuidar do seu filho de 80 anos Ada Keating é uma idosa de 98 anos que se mudou para um lar de idosos em Liverpool para fazer companhia ao seu filho Tom, de 80 anos. Sendo o mais velho de quatro filhos, Tom dedicou a sua vida à pintura e decoração, mas aos 80 anos mudou-se para um asilo onde poderia receber todos os cuidados que a idade avançada exige, no entanto, ao saber que o seu filho se havia mudado para o lar, Ada resolveu mudar-se também de forma a poder cuidar do mesmo e dar-lhe todo o seu carinho. Completamente inseparáveis, Ada e Tom adoram passar os dias a assistir programas de televisão juntos e ainda hoje Ada vai todos os dias ao quatro de Tom dar um beijo de bom dia e de boa noite. A felicidade de ambos de morarem no mesmo local e poderem verse todos os dias não podia ser maior e mesmo o próprio gerente do lar confirma que o relacionamento de ambos é absolutamente fantástico, dizendo: "É muito raro ver as mães e os seus filhos juntos na mesma casa de cuidados e certamente queremos tornar a vida dos dois o mais especial possível". Tal como Ada diz: "Tu nunca deixas de ser mãe!"

O Estatuto do Idoso (Lei Federal n.º 10.741/2003) traz uma relação de crimes que, se praticados, serão apurados por ação penal movida independentemente da vontade da parte, de titularidade do Ministério Público, a chamada ação penal pública incondicionada. Dentre eles, citemos três, a título meramente exemplificativo, para pura e simples reflexão: discriminar a pessoa idosa, impedindo ou dificultando seu acesso às transações bancárias; abandonar o idoso em hospitais, casas de saúde, entidades de longa permanência, ou congêneres, ou não prover suas necessidades básicas, quando obrigado por lei ou mandado, e praticar maustratos, ao deixar de proteger a vida ou a saúde, tanto física quanto psíquica do idoso. A Lei traz para cada um destes crimes a pena a ser imposta ao seu agente, mas a indagação sobre a quem compete a efetividade da legislação vigente se faz medida urgente, senão vejamos. Vivemos em uma economia capitalista, onde inegavelmente o dinheiro tem um forte poder, sob todos os aspectos. Que afirme o contrário quem nunca se viu privado de algo porque não dispunha de certo numerário em dado momento da vida. Ao longo dos anos, principalmente com o elevado custo de vida de um idoso que precisa de implementos em saúde, por exemplo, inúmeras são as necessidades que surgem, muitas envolvendo dinheiro, o qual nem sempre está à disposição e que precisa ser buscado junto a terceiros. Neste momento, inúmeros são os disparates que surgem: de um lado a dificuldade burocrática de normas bancárias que enrijecem, a todo custo, qualquer viabilidade de obtenção de crédito por idosos junto a bancos idôneos, na medida em que estes mesmos bancos impõem, dizendo-se baseados em normas editadas por instâncias superiores, medidas que inviabilizam o auxílio econômico do idoso

que bate às suas portas e que precisa de amparo. Por esta razão, de outro lado, surgem então incontáveis agências de financiamento creditício sem qualquer certificação idônea, que oferecem, sem regulamentação ou qualquer fiscalização, crédito consignado para todo aquele que se apresenta como idoso, passando a descontar de seus benefícios mensais recebidos a título de pensão ou de aposentadoria, valores que muitas vezes os privam de uma sobrevivência minimamente digna, tão perseguida quando buscados os valores econômicos por aqueles que deles necessitam. O abandono do idoso e a inércia em prover seus subsídios mínimos por aquele que tem a obrigação legal de fazê-los é tema que aventa incontáveis discussões. Incontáveis são os casos de desamparo afetivo e de ausência de assistência psicológica àqueles que no fim da vida não têm com quem dividir a dor de doenças incuráveis, as intempéries da instabilidade em saúde na velhice e as dúvidas na prática de atividades diárias, como compras e transações financeiras. Muitas vezes o desamparo não é financeiro, mas é principalmente emocional, e simplesmente não se tem a quem delegar a conta. A Lei diz que compete ao Ministério Público a fiscalização dos interesses dos idosos e que são de sua titularidade as ações penais que envolvam os interesses dos maiores de 60 (sessenta) anos, na apuração de crimes como os aventados, dentre outros.

No entanto, a pergunta sobre a quem compete a efetividade da legislação é questão que, refletida, implicará na diminuição absoluta das ações que envolvem os idosos e na certeza de que, após anos de tramitação, aquela ação já não tinha mais razão de existir porque aquele idoso, muitas das vezes, já não se encontra vivo ou vivo não estava quando ela se iniciou. A legislação é vigente e deve ser cumprida, devendo sim ser acionado o Ministério Público sempre que alguma infração se concretizar e algum crime contra o idoso se ver praticado, o que se faz por intermédio de um advogado, na maioria das vezes, que tem papel fundamental na busca pela justiça que se objetiva satisfazer. A todos compete a efetividade das leis que certificam como crimes certas condutas praticadas contra idosos, sejam crianças que precisam crescer conscientes de que velhos somos todos, jovens que precisam entender que não têm apenas o céu como limite ou os próprios idosos, que nunca serão velhos para aprender que têm ao seu lado um grande sistema legal, que para ser efetivo precisa ser conhecido. A efetividade anda de mãos dadas com a prevenção, e está sempre refletida em direitos respeitados previamente, sem que as penalidades deles decorrentes sejam medidas tão palpáveis quanto feridas que ficam, sempre que violadas as normas norteadoras de uma sobrevivência humanamente digna em coletividade. Natalia Carolina Verdi Advogada, bacharel em direito .Especialização em Direito Médico, Odontológico e Hospitalar pela Escola Paulista de Direito, Especialização em Direito da Medicina na Universidade de Coimbra, Mestrado em Gerontologia Social pela PUC-SP.


Página 14

Outubro | 2018

FOLHA DO BATEL

Campanha incentiva curitibanos a adotar práticas saudáveis de alimentação Desembale menos, descasque mais. Menos temperos prontos, mais alho e cebola. Mais tomate e feijão in natura, menos molhos e caldos enlatados. Para promover a boa alimentação, o prefeito Rafael Greca lançou, nesta quinta-feira (18/10), a campanha "Comida de Verdade", que irá incentivar os curitibanos a adotar práticas saudáveis de consumo de alimentos. Greca lembrou que é missão da Prefeitura orientar a população sobre a qualidade nutricional dos alimentos. "Existe a fome da carência de alimentos, que estamos combatendo com nossos programas voltados às pessoas em situação de risco, mas também há a fome pela falta de informação e é essa que vamos suprir com a campanha e outras iniciativas do município", reforçou o prefeito. A partir da próxima terça-feira (23/ 10), a campanha Comida de Verdade se espalhará por toda a cidade, do mobiliário urbano às redes sociais do município. "O objetivo é empoderar o cidadão a fazer escolhas de forma autônoma e, sobretudo, encorajar a adoção de um padrão alimentar mais saudável", explicou o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), Luiz Gusi. Caminhando pelas ruas da capital, a população irá se deparar com criativos cartazes instalados no mobiliário urbano (pontos de ônibus e relógios), estimulando as pessoas a adotar bons hábitos alimentares. "Stories" nas redes sociais da Prefeitura, vinhetas na TV Ônibus e chamadas nas rádios também irão convidar as pessoas a priorizar hortifrútis e evitar os alimentícios industrializados. Além disso, cartilhas de receitas vão ensinar a população a preparar molhos, bolos e temperos só com ingredientes naturais. Os materiais impressos serão distribuídos nas Ruas da Cidadania, Armazéns da Família, sacolões, mercados, feiras, postos de saúde, escolas e outros estabelecimentos da Prefeitura.

De acordo com Gusi, a campanha propõe caminhos para que os curitibanos voltem a comer comida de verdade, que vença a luta contra a obesidade e todas as consequências ruins de uma alimentação de baixa qualidade. "Priorizar frutas e hortaliças é uma das melhores alternativas para a população reduzir os industrializados. Alimentos embutidos, enlatados, sucos em pó, refrigerantes e biscoitos de maneira geral devem ser substituídos por alimentos in natura ou minimamente processados, além de refeições caseiras", disse Gusi. Para incentivar também que, desde pequenos, os moradores da capital tenham consciência da importância da alimentação saudável, nove escolas municipais começam a receber sistemas de compostagem - denominados minhocários - que vão transformar resíduos orgânicos produzidos nas cozinhas das unidades em adubo para hortas dos locais. Desenvolvidas por estudantes da Universidade Federal Tecnológica do Paraná (UTFPR), as caixas começam a chegar às escolas da Prefeitura na próxima semana. "A ideia é mostrar aos estudantes que depois de consumir uma fruta ou verdura, os resíduos orgânicos delas podem virar adubo, ajudar no cultivo das hortas e voltar para a cozinha da própria escola como um novo alimen-

to", explicou Tamara Van Kaick, professora da UTFPR. Uma composteira foi entregue, durante o lançamento da campanha Comida de Verdade, ao prefeito e a secretária municipal de Educação, Maria Sílvia Bacila. "Essa nova composteira é mais uma contribuição, junto com os Jardins de Mel, que trazem a natureza para mais perto de nossos estudantes", disse Maria Sílvia.

O chef Reinhard Pfeiffer, professor de Gastronomia Responsável do Centro Europeu, preparou um café da tarde “ecogastronômico”, que incluía salada de frutas orgânicas, bolo de cascas de limão e suco de orapro-nóbis, uma planta alimentícia não convencional (panc), muitas vezes descartada como mato.

Salada rica de feijões, abóbora e frutas da estação Gabriela Vilar de Carvalho Quintana Gastronomia Ingredientes: - 200 gramas de feijões variados, preferencialmente orgânicos e de sua proximidade (usar até 5 variedades de feijão roxinho, rosinha, andu, amarelo, olho de cabra, fradinho, mulatinho, preto, branco, vermelho, entre outros...) - Água para demolhar e cozinhar os feijões - 2 xícaras de ervas frescas de ao menos três variedades (salsinha, cebolinha, hortelã, tomilho, alecrim, coentro, manjericão, manjerona, etc). Dica: quanto mais variações, mais perfumada estará sua salada! Apenas atenção para não exagerar. - 200 gramas de abóbora cabotiá ou pescoço - 200 gramas de frutas e legumes da estação (caqui, maçã, entre outros) - 50 gramas de semente de girassol tostada ou amendoim tostado - 200 ml azeite de oliva - 80 ml de vinagre de maçã (ou outro, ou suco de limão) - Sal e Pimenta moída na hora, a gosto Preparo: Cozinhe os feijões já demolhados até estarem "al dente", ou até estarem cozidos, mas firmes, sem se desmanchar. Reserve em uma tigela e tempere com o azeite, vinagre, sal e pimenta. Depois, corte a abóbora em cubos e grelheas na chapa de ferro ou frigideira. Quando os feijões e abóbora estiverem frios, misture-os e acrescente as frutas e ervas picadas, e ajuste o tempero se necessário. Dicas: Deixe os grãos sempre de molho, entre 8 e 24 horas, inibindo assim os efeitos do ácido fítico e ajudando a "quebrar" parcialmente proteínas de difícil digestão.


Outubro | 2018

Piadas - Memes dos presidenciรกveis na internet

FOLHA DO BATEL

Pรกgina 15


Pรกgina 16

FOLHA DO BATEL

Outubro | 2018

Folha do Batel Outubro 206  

Odhos Odontologia, Av N.S.Aparecida, Terceira Idade, Acupuntura Veterinária, Ultrassonagrafia, Prefeitura de Curitiba, Resound Gv, Casa de r...

Folha do Batel Outubro 206  

Odhos Odontologia, Av N.S.Aparecida, Terceira Idade, Acupuntura Veterinária, Ultrassonagrafia, Prefeitura de Curitiba, Resound Gv, Casa de r...

Advertisement