Page 1

MENSAGEIRO CECLB Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília EQS 405/406 – Área para templo – Brasília-DF - Fone: 61 3443-9265 E-mail: secretaria@ceclb.org.br Site: www.ceclb.org.br

Nº 10 AGOSTO/2018

PALAVRA DO PASTOR Comunidade cristã = “pastos verdejantes e águas de descanso” Eis preciosas figuras para conectar a comunidade cristã com o projeto de seu Senhor, Jesus Cristo: “pastos verdejantes e águas de descanso”. No início do Salmo 23, afirma-se que o Bom Pastor sustenta e concede excelentes condições para restauração do rebanho. Ao confessar que que o Senhor conduz seu rebanho às águas e às boas pastagens, revela para a Igreja a razão de existir no mundo, em fidelidade ao Salvador: ser lugar de descanso, alimentar, “beber da água da vida” para seguir caminhando. A Igreja precisa edificar-se como espaço terapêutico, restaurador, solidário e consolador às pessoas aflitas. Promover e comprometer-se com o convite de Jesus: “vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei.” (Mateus 11.28). Ser abrigo, lugar de refrigério, continua sendo um grande desafio da Igreja de Jesus Cristo. Uma fonte no meio do caminho. As pessoas em nosso mundo estão cansadas da maldade, da violência, da opressão que permeia todas as sociedades. Elas procuram na Comunidade um espaço de cuidado onde reina a bondade e a misericórdia. Onde ela possa acalmar-se e reagir às angústias que lhe perturbam. Tão importante quanto aprender conteúdos doutrinários, a pessoa precisa se sentir protegida, amparada, fortalecida em sua vida. Nesse ambiente, as pessoas poderão contar com uma rede de apoio que acolherá seus dilemas e suas alegrias e lhe proporcionará buscar alternativas a uma vida saudável. Deus quer que sua comunidade reflita o seu amor, amor misericordioso, que parte do seu interior, das suas entranhas. Amor que, como a fonte, jamais cessa de alimentar, de consolar. Igreja é a comunhão de pessoas pecadoras que se apoiam mutuamente enquanto caminham rumo à casa do Pai, motivadas pela boa notícia da salvação. Para cumprir com a missão que lhe foi confiada, a Comunidade deve se equipar com uma rede de apoio dos mais diversos saberes (saúde, psicologia, pedagogia, direito, administração), a serviço da pregação da palavra e da poimênica que favorecem a resolução das crises enfrentadas diariamente pelas pessoas e as mudanças necessárias para viver a liberdade presenteada por Jesus. As tarefas são diversas e requerem o empenho da diversidade de dons distribuídos por Deus, na ação do Espírito Santo, “às pessoas a quem Ele quer bem”. As tarefas não podem ser terceirizadas na Comunidade. Cada membro traz consigo, como dádiva recebida no Batismo, um talento com o qual deve servir ao projeto do Reino de Deus. A Comunidade encontra sentido para a sua existência e torna-se relevante para a sociedade em que está inserida na medida em que envolve cada membro no serviço. Por sua vez, cada membro envolvido no serviço encontra sentido para a sua existência. A Comunidade é convocada a viver comprometida com “o sacerdócio geral de todas as pessoas crentes”, a fim de edificar com vigor o ambiente que testemunhe o projeto do Senhor. Os membros da Comunidade são convocados a ser refúgio para irmãos e irmãs. Eis o resumo de uma vida comprometida com o Senhor: conduzir a pastos verdejantes e às águas de descanso. Oremos para alcançar esse propósito, pessoal e comunitariamente. P. Everton Luiz Knaul


13º COSTELÃO GAÚCHO

Regido pelo espírito comprometido do Evangelho, que nos leva a servir, a CECLB, através de seus membros, realizou a 13ª edição do Costelão no fogo de chão. Não é novidade o quanto estes preparativos são dispendiosos, exigindo horas e esforços para se concretizar. O resultado final é contabilizado por meio da satisfação dos convidados e também dos recursos alcançados no auxílio das necessidades comunitárias. Entretanto, gostaria de apontar em outra direção. A dedicação dos membros. Como pessoas de fé, Deus preserva seus filhos e filhas em comunidade. Com todas as imperfeições que constituem a vida humana, também a comunidade as vivencia; porém, a partir da orientação da Palavra de Deus, o próprio Senhor as transforma em um bom exemplo a ser seguido. É Deus quem age por meio das pessoas que fazem parte da comunidade. Assim, a dedicação de quem se dispõe a passar horas e mais horas trabalhando para proporcionar um agradável dia de comunhão e alegria é expressão de uma fé transformadora. Todo evento busca recursos financeiros, mas o maior ganho comunitário é o reconhecimento de que tudo aquilo que realizamos é fruto da fé no Senhor. Por isto somos, como CECLB, muito abençoados, porque Deus sempre nos tem ajudado a traduzir nossa fé na dedicação de servir. A título de curiosidade compartilho uma versão da história (lenda) da costela no fogo de chão. A história relata que a costela no fogo de chão surgiu nas fazendas, onde os patrões matavam o gado para consumo próprio e pegavam para si as consideradas carnes nobres (picanha, maminha, alcatra, filé mignon…) e entregavam aos peões as costelas, carnes consideradas não nobres e difíceis de assar ou usar no dia-a-dia. Os peões, enquanto cuidavam do gado do patrão, faziam um buraco no chão, cravavam a costela em lanças de pau e a deixavam assando por horas e horas, temperada apenas com sal grosso (muitas vezes utilizado para alimentar o gado). Enquanto trabalhavam, tomavam um mate e proseavam (conversavam). E assim surgiu um dos mais bonitos e gostosos costumes dos povos gaúchos.

CASA DA ESPERANÇA Na tarde do domingo 29 de julho membros das comunidades de Ceilândia e CECLB e demais amigos/as e colaboradores/as da Casa da Esperança dirigiramse a Ceilândia Sul para prestigiar o lançamento do livro de Wilton Vieira da Silva. O título do livro “Casa da Esperança - a visão de um dos filhos” apresenta o outro lado do que significou e ainda representa na vida das crianças que passaram pela Casa da Esperança. A celebração de lançamento iniciou com uma meditação e palavras de acolhida. Também se fizeram presentes pessoas que ao longo dos anos contribuíram para que as atividades da Casa da Esperança nunca cessassem, mesmo em meio a grandes dificuldades. Cabe aqui um agradecimento especial aos membros da CECLB, que desprendidos em nome da fé em Jesus Cristo, foram e continuam solidários às atividades que a Casa da Esperança realiza. O livro traz à tona um trabalho muito bonito, mas que por muitas vezes fica restrito, devido às burocracias. É através da diaconia – o cuidado de amor para com o próximo – que vidas são transformadas. Não existe nada no mundo mais gratificante de ver que aquilo que foi realizado com nossa colaboração salvou a vida de alguém. Em clima de congraçamento todos saborearam de um café especial, com muita comida, alegria e comunhão.


CONGRENAJE Durante as férias escolares, a IECLB realizou um de seus maiores encontros nacionais, o CONGRENAJE – Congresso Nacional da Juventude Evangélica. Cerca de 1630 pessoas reuniram-se em Teutônia/RS, envolvidas com o tema “Vida Digna: nosso compromisso”. O Sínodo Brasil Central motivou e mobilizou 48 pessoas para participar do XXIV CONGRENAJE, dentre as quais 12 participantes da JE da CECLB. Uma caravana diversa, bonita, alegre, cheia de disposição, que viajou de ônibus por cerca de 6000km para participar desse evento. Jovens de quatro Estados da Federação e do Distrito Federal compunham a caravana do SBC ao CONGRENAJE. Integrantes de grupos de JE e jovens envolvidos em diversos grupos dentro das suas Comunidades. A participação no CONGRENAJE significou, para muitas das pessoas jovens participantes, a primeira experiência com grandes encontros na IECLB, visto que o Sínodo Brasil Central possui características peculiares, como pequeno número de membros em comparação com outros Sínodos da IECLB, e grandes distâncias que impossibilitam ou atrapalham a realização de muitos e grandes e eventos. Logo, para essas pessoas jovens a IECLB era uma igreja de poucos membros, dispersos entre si. Deparar-se com um encontro que reuniu mais de mil pessoas da sua igreja num mesmo ambiente significou uma ampliação de horizontes e um encantamento com “o tamanho” e “a força” da sua igreja. Culturalmente, a experiência também foi proveitosa e enriquecedora. O contato com outros sotaques, outros jeitos, outras cores, apresentações da cultura local, organização de cidade diferente, também contribuíram para a percepção da diversidade que compõe a IECLB. Do mesmo modo, cremos que a presença de jovens dos diferentes contextos do Sínodo Brasil Central no CONGRENAJE favoreceu a ampliação da visão de país e de IECLB para muitas outras pessoas jovens. O CONGRENAJE também despertou a juventude para assumir papel protagonista na missão das Comunidades, das Paróquias, dos Sínodos, da Igreja. Convocou para o testemunho do amor de Jesus Cristo às pessoas, no qual todas são acolhidas e pelo qual são restauradas na sua dignidade de filhas amadas. As reflexões convocaram a juventude para não se conformar com práticas injustas, opressoras, excludentes. Vimos o interesse e a integração de muitas pessoas jovens de nossa caravana em grupos de discussão e de ação por práticas de inclusão, de justiça de gênero, de cuidado com a criação. Jovens sentindo o chamado para viver a radicalidade do amor de Jesus Cristo. Cremos que o fortalecimento da identidade e a união das pessoas jovens das comunidades concede coragem e ânimo para propor e enfrentar as forças contrárias ao amor neste mundo.

O QUE VEM POR AÍ 21 25 26

Ponto de Encontro: Mulher Estação Jovem

16

Dia de Ação de Graças

16

Culto com participação do Coral, seguido de Almoço Comunitário

Culto da Semana Nacional da OASE

29

Café Colonial

Culto de Ação de Graças Templo de Ceilândia


JUBILEU DA OASE – 50 ANOS Foi em julho 1968 que as senhoras que se reuniam nos primeiros cultos na capital brasileira decidiram constituir a OASE – Ordem Auxiliadora de Senhoras Evangélicas – em Brasília. Portanto, o grupo da OASE é anterior aos registros oficiais da CECLB e isso é motivo de gratidão e louvor a Deus, pois em julho de 2018 a OASE de Brasília comemorou 50 anos de “comunhão, testemunho e serviço”. A Comunidade celebrou com as senhoras Culto de Gratidão a Deus pelos 50 anos do grupo. E em oração colocaram-se diante do Senhor, reconhecendo o agir gracioso de Deus, que por meio dos dons concedidos, a OASE tem sido um exemplo de dedicação no trabalho comunitário. Ainda em clima de celebração, as senhoras se reuniram novamente na quarta-feira, dia 04 de julho, para o café pelos 50 anos da OASE. Nesta ocasião muitas mulheres colaboradoras da OASE foram convidadas para festejar e relembrar juntas o trabalho e a convivência ao longo dos anos. Também houve um momento em que foram feitos relatos pelos pastores que passaram pela CECLB. Estiveram presentes os pastores Renato Kühne e Carlos Möller. Outros pastores se manifestaram por escrito. Todos ressaltaram a dedicação da OASE. Igualmente especial foi acompanhar a projeção de fotos e tentar se reconhecer, bem como identificar amigas/irmãs, muitas que já não estão mais presentes em Brasília. Comemorar Jubileu de Ouro, 50 anos, é uma ocasião repleta de histórias. Para as senhoras da OASE, a história do grupo se confunde com sua própria trajetória, é quase impossível desassociar uma da outra. Louvamos a Deus por estas histórias serem ricas de bênçãos e desejamos que todas as senhoras, que fizeram parte, que continuam fazendo e que farão, sigam o lema da OASE também em suas vidas: “Comunhão – Testemunho – Serviço”.

RELATÓRIO FINANCEIRO – JANEIRO A JULHO/2018 RECEITAS

DESPESAS

Contribuição membros Eventos Coletas locais Outras (Alugueis, Doações)

R$196.518,42 R$ 40.526,62 R$ 3.911,05 R$ 44.759,82

Total de Receitas

R$285.715,91

Pessoal Repasse do Dízimo Administrativas Pastorais Financeiras Total de Despesas

R$ 66.982,78 R$ 27.722,53 R$ 102.315,75 R$ 107.212,71 R$ 694,55 R$304.928,32

RESULTADO DO PERÍODO (negativo) = R$19.212,41 Deseja receber uma

VISITA PASTORAL? O Presbitério da CECLB comunica que o culto vespertino está SUSPENSO até a realização do Planejamento Missionário.

Entre em contato para agendar! Secretaria: 3443-9265 / 3443-9266 P. Everton L. Knaul: 98636-5100 P. Carlos A. Radinz: 98110-1274

Mensageiro CECLB nº 10 - Agosto 2018  

Boletim Informativo da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília

Mensageiro CECLB nº 10 - Agosto 2018  

Boletim Informativo da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília

Advertisement