Page 1

ARTES CÊNICAS

resíduos sólidos

ESPORTE

Projeto teatral questiona papel do ator na sociedade

Falta de licença emperra nova usina de Barbalha

Atletas se preparam rumo ao Desafio no Parque MTB

METROPOLITANA | pág. 7

políticA | pág. 4

APITO | pág. 8

www.jornaldocariri.com.br

O periódico do Cariri independente

De 09 a 15 de abril de 2019 Ano 21 Número 2895 Preço : R$1,50

NA MIRA DA JUSTIÇA

MP e polícia fecham cerco à “máfia dos loteamentos”

A “máfia dos loteamentos”, de Juazeiro do Norte, está na mira da Justiça. Atendendo ao pedido do Ministério Público do Estado (MPCE), a Polícia Civil deu início às oitivas para investigar um caso de invasão de área pública, pelo empresário e suplente de vereador Beto Primo (PPS). Ele teria montado um esquema que consiste em uma série de documentos irregulares, de compra e venda, que têm o

objetivo de burlar a fiscalização do Município. Segundo a denúncia, recebida pela vereadora Rosane Macedo (PPS) e protocolada pela vereadora Auricélia Bezerra (PDT), Beto se apropriou indevidamente de área destinada à construção de uma praça no loteamento Santos Dumont. A investigação está a cargo da promotora Efigênia Coelho Cruz. POLÍTICA | pág. 3

CRATO

Vereador acusado de pagar funcionário com dinheiro público política | pág. 3

JC

Divulgação

PRIMEIRO TRIMESTRE

Aplicativos de transporte impulsionam empregos O setor de transporte foi o único de dez áreas analisadas pelo IBGE a gerar empregos no Brasil, no último trimestre. Para o órgão, as novas vagas criadas no setor foram impulsionadas pelos aplicativos de transporte de passageiro, como Uber e 99. No Cariri, o setor de transporte também foi o único a gerar empregos, superando áreas como indústria e comércio. Por outro lado, motorista consultado pelo Jornal do Cariri revela as incertezas em atuar com o transporte de passageiros por aplicativos na região. METROPOLITANA | pág. 5

violência contra mulher JC

Delegacias registram mais de 500 boletins de ocorrências Após mais um crime de feminicídio no Cariri, o Jornal do Cariri traz dados sobre a violência contra a mulher em Juazeiro do Norte e Crato, cidades que contam com Delegacias de Defesa da Mulher. Em ambas, ameaças, lesões corporais e injúrias são os crimes mais registrados. Somados, os casos no primeiro trimestre de 2019 já ultrapassam 300 registros. Os Boletins de Ocorrência, em Juazeiro, chegaram a quase 300 e, os de Crato, foram 238.

METROPOLITANA | pág. 5

3% MAIS CARA

Crajubar tem aumento no preço do litro da gasolina METROPOLITANA | pág. 5

força das águas

Volume de chuvas é o maior em 11 anos METROPOLITANA | pág. 5


2

Região do cariri, De 09 a 15 de abril de 2019

Opinião

Advogada e Conselheira da OAB Ceará

Agora estamos punindo aquelas condutas que antigamente eram tidas como normais em nossa sociedade machista. - Mariana Pedrosa,

Editorial

REFORMA DA FRAUDE NA PREVIDÊNCIA

Na última semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de uma pesada audiência na Comissão da Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. Arguido pela oposição, ele não contou com o apoio dos deputados da base do Governo e viu-se praticamente sozinho na defesa da reforma da Previdência. A audiência encerrou-se abruptamente, graças à intervenção agressiva e desrespeitosa do deputado Zeca Dirceu, um dos mais irrelevantes e despreparados parlamentares, que deve seu cargo ao dinheiro e à influência de seu pai, José Dirceu.

Antes de ser agredido por Zeca Dirceu, o ministro Paulo Guedes soube constranger os petistas, ao lhes indagar a respeito do uso de dinheiro público para financiar fraudadores como a JBS, a OI e outros “campões nacionais”. A discussão na Câmara dos Deputados põe luzes sobre um grave problema envolvendo a Previdência nos municípios e que, nem de longe, tem sido objeto de atenção no país. Trata-se da quebra e das fraudes generalizadas nos sistemas de Previdência dos Municípios. Em centenas de municípios do Ceará, desde os tempos do Governo Fernando Henrique

Cardoso, criaram-se fundações destinadas à previdência dos servidores públicos. Elas nasceram com a promessa de que garantiriam uma aposentadoria digna aos servidores, que dependiam exclusivamente do INSS. Empresas de consultoria, sem qualquer experiência prévia, foram contratadas para criar os fundos previdenciários municipais. Com péssimo suporte atuarial e sem saber ao certo a complexidade de um fundo de pensão, os municípios rapidamente embarcaram em uma canoa furada. Para além da incompetên-

SEXTILHA

CHARGE

UMA OBRA NUNCA NASCE PRONTAMENTE TERMINADA AS LETRAS FORMAM O LIVRO OS PASSOS, A CAMINHADA É PRECISO FÉ E CALMA PARA VENCER A JORNADA. WeLLINGTON COSTA

CARTA O título obtido por Wiarlley Spears, primeira travesti graduada pela Urca a se especializar em Educação Infantil na instituição, é um marco. Para o Cariri, para a educação e para toda a comunidade LGBTQI+. Que sua conquista inspire novas pessoas a buscarem aquilo que acreditam e desperte na sociedade o sentimento da empatia e do respeito. Francisco Antônio, Crato

ARENA ROMEIRÃO retratando a rica história do futebol do nosso município e da região, torres de iluminação equipadas com faróis leds, placar eletrônico, ampliação das arquibancadas para mais de 16 mil assentos, modernização das cabines de rádio para transmissão de jogos etc. Vão ter fim os pardieiros chamados de cabines de rádio, destinados ao importantíssimo trabalho da imprensa esportiva, sem o qual o futebol “não dá um chute”. Não sabemos se consta do projeto espaço para a construção de boxes a serem utilizados pelo pequeno comerciante para comercialização de quinquilharias. Dir-se-á que um shopping apaga a luz dos boxes. É bom não olvidar que nos pequenos boxes são comercializadas muitas mercadorias atípicas à venda em shoppings. Os chapéus, as louçainhas, entre outros tão a gosto do torcedor, são encontrados em pequenos comércios que significam trabalho e renda e garantem sobrevivência aos pequenos comerciantes no dia a dia. Dissemos acima que falaríamos acerca das desvantagens da transformação do Estádio Romeirão em “Arena Romeirão”. Desvantagens, caso existam, não se verificarão em face da obra em si, mas pela desestruturação organizacional das equipes de futebol do município e da região. Não desejamos ocupar o espaço com críticas mordazes repetidas a alguns dos que administram o nosso pebol. Mas é consabido e abundante o logicismo que aponta para a necessidade intrínseca de

reaparelhamento evolucional das nossas equipes diante de um empreendimento que custará cerca de R$80 milhões aos cofres estadual e municipal. É grande o nosso temor de que tenhamos um centro comercial com estádio de futebol anexo, ao invés de um estádio de futebol com um moderno centro comercial anexo. Na hodiernidade os nossos clubes passam por vexatório posicionamento no ranking do futebol cearense. Para perscrutar a causa dessa decadência não carece de esforço ingente. A promissora região do Cariri não tem um único representante nas disputas finais do certame cearense da primeira divisão do corrente ano. Os nossos clubes atravessam grave crise ocasionada pela escassez de recursos. Sobrevivem de rendas provindas de bingos, amarelecidos repasses prefeiturais (não obrigatórios) e do “mete a mão no próprio bolso”, de alguns abnegados dirigentes. Por isso, pagam salários irrisórios e não contratam jogadores de melhor nível técnico. A elevação do Estádio Romeirão à categoria de Arena ainda levará algum tempo. Até lá, muita coisa precisará ser feita para que tenhamos clubes melhor estruturados, com receita financeira gerada por eventos na própria arena e não apenas pelos jogos, e por contribuição de sócios torcedores. “O nome do Dr. Mauro Sampaio ficará onde está. Os pássaros filosofam quando voam, os homens quando arrazoam ‘sem voar’”.

Diretor-presidente: Rita de Cássia Pinheiro Arruda Diretora de Redação: Jaqueline Freitas Diretoria Jurídica: Di Angellis Morais Diagramação: Evando F. Matias

Conselho Editorial Geraldo Menezes Barbosa, Francisco Huberto Esmeraldo Cabral, Napoleão Tavares Neves e José Humberto de Mendonça.

JOSÉ JOSIVAL DA SILVA JURISTA-FILÓSOFO-ESCRITOR

Se o município de Alto Santo, com menos de 20 mil habitantes e sem nenhum time disputando qualquer competição nacional, nem mesmo o Campeonato Cearense da 1ª Divisão, se deu ao luxo de exibir ao mundo o seu apego à monumentalidade, construindo uma réplica do Coliseu romano e dando-lhe o pomposo título de “Coliseu do Sertão”, por que Juazeiro do Norte, mundialmente famoso pela projeção que lhe dá o Padre Cícero Romão Batista, não pode ter a “Arena Romeirão”? É de sabença óbvia que se enxergam pontos fora da curva quando se procede a uma elucubração acerca das desvantagens da construção da Arena Romeirão e sobre as quais declinaremos análise no corpo da presente crônica. Mas, um confronto direto entre o que é negativo e positivo, as vantagens ganham de goleada, para usar um linguajar familiar à matéria em comento. A “Arena Romeirão” não será uma praça de esportes qualquer. Do bojo do projeto consta edificação de shopping, estrutura para shows, museu

Fundado em 5 de setembro de 1997 O Jornal do Cariri é uma publicação da Editora e Gráfica Cearacom Ltda CNPJ: 15.915.244/0001-71

cia, houve a fraude. Os rombos são milionários. A apropriação dos recursos pelos municípios é hoje uma triste realidade. Os servidores que contribuem para os fundos correm o risco de ficarem sem nada quando de suas aposentadorias. A situação é desesperadora para todos os envolvidos em uma das maiores fraudes dos últimos 30 anos no Brasil. Há um silêncio em torno desse tema, que precisa acabar logo. Além da reforma da Previdência é preciso discutir sobre a reforma das fraudes previdenciárias. Sem tais medidas, o Brasil não terá futuro.

Em centenas de municípios do Ceará, desde os tempos do Governo Fernando Henrique Cardoso, criaram-se fundações destinadas à previdência dos servidores públicos. Elas nasceram com a promessa de que garantiriam uma aposentadoria digna aos servidores, que dependiam exclusivamente do INSS.

Palavra de Fé Pr. Jecer goes

ATITUDES INSENSATAS DE UMA VIDA SEM DEUS “Então lhes disse: Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens”. (Lucas 12.15-21). Neste texto bíblico, Jesus adverte acerca do perigo da ganância. Atitudes de pessoas gananciosas têm causado prejuízos incalculáveis a milhares de famílias brasileiras. Basta fazer uma leitura na sociedade atual, ou no meio político brasileiro, para observarmos a decadência moral, o alto índice de criminalidade, resultado de um desgoverno e falta de gestão séria. O Brasil vive seu pior momento econômico, político e social, infelizmente chegamos ao fundo do poço. E a conclusão é resultado da ganância descontrolada dos homens insensatos que não temem a Deus. Homens tomam suas decisões, legislam visando, tão somente, o que lhe proporciona votos ou benefícios pessoais. Infelizmente vivemos neste mundo dominado por homens maus e violentos. Ainda analisando o texto bíblico, podemos observar como age com insensatez o ganancioso: O GANANCIOSO POSSUI A ILUSÃO DE UMA VIDA LONGA. O texto diz: “Você tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos”. O homem rico mencionado na parábola acima, demonstra uma atitude insensata, pois ele projeta a vida e seu futuro sem prever a morte. Ele se acha acima de tudo. Não demonstra a mínima preocupação com sua vida espiritual. Esse homem retrata aqueles que hoje vivem em semelhante situação. Vivendo como se Deus não existisse. São impressionantes os projetos humanos. Detalham minuciosamente um futuro como se fossem viver uma eternidade neste mundo. E para a concretização de tais projetos, não respeitam a flora, as águas, enfim, a natureza, o próximo, são homens sem escrúpulos, sem ética. Todos os seus projetos visam tão somente seu “eu”. O texto diz: “... para muitos anos...”. Quem pode garantir uma vida por muitos anos? Como fazer projetos para muitos anos, se não sabemos até quando viveremos? Deus diz: “Insensato! Esta mesma noite a sua vida lhe será exigida”. Jamais podemos fazer planos para o futuro sem incluir Deus, pois somente ele é o dono da vida. O GANANCIOSO SUPERVALORIZA O CORPO. Observe só o que o homem diz para si mesmo: “Descanse, coma, beba e alegre-se”. Ele demonstra uma superproteção e cuidados para com o corpo e absolutamente nenhuma atenção ao espírito. Quanta insensatez. Somos constituídos de espírito, alma e corpo. O tal homem ignorou o espírito, a alma. Não é a mesma atitude por parte das pessoas hoje? A supervalorização do corpo? O descanso, como o lazer, passeios, viagens, esportes, ginástica, etc. A comida, pratos caríssimos de qualidade alimentar, a bebida e as festas que proporcionam alegria ao corpo. Não que seja de todo errado, porém, há o desprezo pelo espiritual. A preocupação toda é voltada ao corpo. Existe, atualmente, um verdadeiro culto ao corpo. Nunca se gastou tanto com cremes, óleos e demais produtos para embelezamento corporal feminino e masculino e até com cirurgias plásticas. Alimente e cuide do corpo sem desprezar e sem deixar de alimentar a alma. A esses Jesus diz: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus”, (Mateus 4.4). O GANANCIOSO PRIORIZA AS RIQUEZAS E BENS MATERIAIS. O homem pensou que toda sua riqueza era infindável, que a teria para sempre sob sua posse. Veja o que ele disse: “E direi a mim mesmo: Você tem grande quantidade de bens...”. Homens há que acumulam altas fortunas achando que as terão para todo o sempre. Não imaginam a limitação e fragilidade da vida. A bíblia menciona um moço que procurou Jesus e lhe perguntou acerca da vida eterna e ao receber a resposta do Mestre, retirou-se triste porque era rico e tinha posto todo o seu coração nas suas riquezas, ele supervalorizou suas riquezas e bens em detrimento do que era infinitamente mais importante, que era a sua salvação. Entre suas riquezas e Jesus priorizou as riquezas. “Diante disso ele ficou abatido e afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas. Jesus olhou ao redor e disse aos seus discípulos: “Como é difícil aos ricos entrar no Reino de Deus!”, (Marcos 10.22,23). O possuir bens matérias não constitui necessariamente pecado, mas sim priorizar riquezas e não ser rico para com Deus. Deus abençoe!!!

Administração e Redação Rua Pio X, 448 - Bairro Salesianos CEP: 63050-020 - Juazeiro do Norte Ceará - Fone 88 3511.2457

Sucursal Fortaleza: Rua Coronel Alves Teixeira, 1905 - sala 05 - Fone: 85 3462.2600

Sucursal Brasília: Edifício Empire Center Setor Comercial Sul - sala 307 -Brasília - DF.

Fale conosco redacao@jornaldocariri.com.br | Departamento Comercial | contato@jornaldocariri.com.br

Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.


3

Região do cariri, De 09 a 15 de abril de 2019

O vereador Gledson Bezerra e o

radialista e pastor Francisco Fabiano vibram com uma pesquisa que circula entre os políticos juazeirenses. Ambos aparecem muito bem colocados para uma possível candidatura a prefeito no próximo ano.

Política Rebate

Donizete Arruda

PT começa a dar troco nos FGs

O comportamento agressivo de Ciro Gomes com Lula e o PT no Brasil não poderia ficar impune. As reações petistas no Ceará são silenciosas, porque esses dirigentes não querem se confrontar com o governador Camilo Santana, porém precisam dar um jeito de enquadrar os Ferreira Gomes, de olho nas eleições municipais de 2020. Assim, o ungido para levar o primeiro recado do PT foi o sogro do senador Cid Gomes, promotor aposentado Leitão Mourão. Levou uma rasteira e, depois de dez anos, foi posto para fora do comando da Expocrato. Não teve direito nem a choro. Foi afastado sem ganhar nem obrigado, por toda a sua dedicação à feira Expocrato. Leitão apostava que o PT não teria coragem de tomar essa atitude. Se enganou e saiu desmoralizado do episódio.

Dúvida é sobre papel do Abolição

No Cariri, a principal pergunta é: o governador Camilo Santana endossou a ação da guilhotina sob a cabeça de Leitão Moura? Há polêmica nas respostas entre os principais caciques políticos. No entanto, majoritariamente, a posição que prevalece é que Camilo sabia que essa medida seria adotada e silenciou. Agradou a seu partido, a Lula e mandou um recado aos FGs: não abro mão do meu protagonismo como governador do Ceará, até o final de meu governo. Se quiserem me rifar, saberei usar a caneta. Camilo é candidato ao Senado e não admite abrir mão de sua vaga para uma composição que agrade a Ciro, cedendo seu lugar ao senador Tasso Jereissati. Essa hipótese está fora de cogitação. FGs estão comunicados. Não aposte em rompimento.

Posição de Cid pela neutralidade

Cid Gomes não romperá com o governador Camilo pelo golpe que seu sogro levou no comando da Expocrato. Hoje, no Abolição, todos crêem que Cid se manterá distante dessa resolução administrativa do rumo seguido na feira. Oficialmente, o Governador não participou de nenhuma etapa da mudança da direção. Cid adotaria essa solução para evitar uma briga política com Camilo, antes da hora. Compreende que a vice, Isolda Cela, é uma aliada dele, e quando Camilo se desincompatibilizar, em abril de 2022, ficará frágil. Nesse momento, será a oportunidade dele ter um acerto de contas com o Governador. Se, até lá, não tiverem refeito as pontes da amizade. Leitão Moura não deve esperar solidariedade pública ou discurso de rompimento de Cid com o Abolição. No máximo, uma reação sem muito barulho. Essa a expectativa de quem sabe o jeito Cid de se comportar na política.

Zé Ailton e Bebeto defendem Leitão

O clima esquentou na última reunião para decidir a nova direção da Expocrato para este ano. O secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, o petista Di Assis Diniz, foi direto: hierarquicamente, a festa terá o comando dos titulares da secretaria. Ou seja, ele (Di Assis) e o seu secretário executivo, o ex-prefeito de Barbalha, Zé Leite. Comandante da festa por uma década, Leitão Moura, será o terceiro na hierarquia. Leitão permaneceu calado, mas teve a reação do vereador Bebeto Anastácio, seu aliado fiel. Bebeto enalteceu a capacidade de Leitão, qualificando como covardia a posição dos petistas. Foi preciso a turma do “deixa disso” entrar em ação. Outro que defendeu a continuidade de Leitão foi o prefeito do Crato, Zé Ailton Brasil, que reforçou a tese do crescimento da Expocrato sob o comando do sogro do senador Cid.

Decisão na Expocrato tomada

Não adiantou as defesas do prefeito Zé Ailton Brasil e do vereador Bebeto, sobre a capacidade técnica do promotor aposentado Leitão Moura à frente da Expocrato 2019. Após a confusão que quase se transformou em vexame, o secretário Di Assis Diniz reafirmou o novo comando e a formação de um novo Grupo Gestor. Serão convocadas entidades como Sindlojas, CDL, Associação dos Criadores do Cariri, Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos, além da Prefeitura. O grupo formará o Conselho Fiscal que acompanhará toda a prestação de contas da festa. Apesar de não confirmar, Leitão deve mesmo ficar fora, caso seja mesmo excluído da direção geral do evento. Leitão ainda espera por uma manifestação de Cid, antes de anunciar sua saída.

Fabiano e Gledson na liderança

Os dois estão atuando no mesmo grupo político, recém formado em Juazeiro do Norte. Contudo, o vereador Gledson Bezerra e o radialista e pastor Francisco Fabiano vibram com uma pesquisa que circula entre os políticos juazeirenses. Ambos aparecem muito bem colocados para uma possível candidatura a prefeito no próximo ano. A avaliação antecipa a sucessão. Gledson tem ampliado seu raio de ação em Juazeiro, enquanto Fabiano partiu em busca de apoio em Fortaleza e Brasília. Na semana passada, esteve com o deputado federal Capitão Wagner para articular sua filiação ao Pros. Nesta semana, tenta um encontro com o presidente Jair Bolsonaro. Outro procurado por Fabiano foi deputado estadual Fernando Santana, vice-presidente da Assembleia Legislativa. Fabiano tem méritos: está sendo ousado.

Gilmar Bender que furar cerco

Isolado politicamente, o empresário Gilmar Bender (PDT) parece ter entendido o que fortalece um candidato. Dias atrás, confessou a amigos que pretende se aproximar do grupão que tem discutido alternativas para Juazeiro do Norte. Bender declarou, inclusive, que se conseguir se integrar, abre mão da sua pré-candidatura para debater nomes, claro, incluindo o seu. Está convencido que se legitimar por um grupo de lideranças fortes é o melhor caminho para ser prefeito de Juazeiro. Mas, antes de articular sua entrada nesse bloco, Bender não descarta uma conversa com o ex-prefeito Raimundão. Se fechar com Raimundão, deve descartar esse caminho. Bender quer oferecer a vaga de vice na sua chapa para mulher de Raimundão, dona Maricoele Macedo. Perde tempo. Raimundão proporá o inverso.

MP acredita que tomará terrenos

A investigação do Ministério Público do Ceará, sobre a máfia dos terrenos em Juazeiro do Norte, é a melhor notícia para quem nunca se conformou com a roubalheira desses bandidos travestidos de empresários, que se apropriaram indevidamente do patrimônio público. Há uma extensa relação de nomes em poder dos promotores, que não será complicado comprovar a fraude cometida por eles. Também não será difícil denunciar os políticos implicados nesse escândalo que vem se perpetuando a mais de 15 anos nas terras juazeirenses. Todos esses terrenos devem ser retomados e devolvidos ao patrimônio da população. Essa é a missão do MP, que a sociedade acompanha com atenção e convencida que ocorrerá. Evidente, que também com a prisão dos marginais da máfia dos terrenos.

Disse me disse A repercussão da pesquisa de Juazeiro foi sentida no aniversário do radialista Francisco Fabiano. Até quem não era esperado compareceu. Nomes como o vice-prefeito de Juazeiro, Giovanni Sampaio, e o chefe de gabinete Nildo Rodrigues foram parabenizar Fabiano. Dentro do Governo do Estado, cresce a lista dos que defendem o rompimento com o prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra. Essa turma reclama que Arnon não permite uma maior legitimidade dos aliados do Governo na administração municipal. Camilo disse não. Diante das mudanças no quadro político, a ex-deputada Ana Paula Cruz foi a campo em busca de fortalecimento. Está começando pela zona rural. Ana Pauloa tem feito muitas reuniões com lideranças de Juazeiro. Prepara uma força tarefa para divulgar seu nome. Zé Ailton tem enfrentado muitas dificuldades. Além das tensões políticas, precisa administrar as suspeitas de excesso de parentes dentro da gestão. O Ministério Público promete investigar nepotismo em seu Governo. Diante da crise, recorre ao governador Camilo Santana para manter sua base aliada, principalmente o PT. Situação da popularidade do presidente Bolsonaro no Nordeste é catastrófica. 68% rejeitam sua administração, segundo instituto Datafolha. Essa realidade, se for mantida, tira Bolsonaro dos palanques nas eleições do Cariri no ano que vem. Ninguém vai querer ficar defendendo o Planalto ou sequer se aliar a seu partido, o PSL. Desculpe a ignorância, o PT deu um chega para lá no sogro do senador Cid Gomes na Expocrato, com aval do Abolição?

JUAZEIRO DO NORTE

Máfia dos loteamentos na mira do MP e Polícia Civil

JC

O

Ministério Público do Ceará (MPCE) e a Polícia Civil estão fechando o cerco sobre a chamada “máfia dos loteamentos”, que atuam em loteamentos de Juazeiro do Norte. Em cumprimento do Inquérito Civil Público, coordenado pelo Ministério Público, a Polícia Civil iniciou oitivas com envolvidos em um caso de apropriação indevida de área pertencente ao município de Juazeiro. A vereadora Auricélia Bezerra (PDT) foi a primeira a depor sobre o caso e confirmou denúncia contra o empresário e suplente de vereador Herbert de Morais Bezerra, conhecido como Beto Primo (PPS). Segundo a denúncia, Beto Primo se apossou e construiu, em uma área do loteamento Santos Dumont, destinada a construção de uma praça. No local, Beto construiu uma casa de luxo. O esquema montado pelo empresário consiste em uma série de contratos particulares, de compra e venda, com o objetivo de burlar a fiscalização do Município. A investigação descobriu que as escrituras passaram por outras duas pessoas, até chegar em Beto Primo. Apesar da documentação estar sobre suspeita, tudo foi registrado em cartório, o que levanta a suspeita sobre a participação do cartório no esquema. A denúncia, feita por populares e proprietários de terrenos no loteamento, chegou à Câmara pelas mãos da vereadora Rosane Macedo (PPS). Encaminhada à Mesa Diretora da Casa, o caso não saiu da gaveta, o que motivou a vereadora Auricélia levar ao

Vereadores estão sendo ouvidos sobre possível esquema de apropriação indevida de áreas do Município

Ministério Público. Procurada pelo Jornal do Cariri, Auricélia confirmou o depoimento e avaliou o caso como muito sério. “Não podemos nos eximir da responsabilidade de ouvir a população”, disse, ressaltando que só levou o caso ao Ministério Público porque não viu qualquer interesse da Casa em investigar. A denúncia está sob a responsabilidade da promotora Efigênia Coelho Cruz. Recentemente, outra denúncia da vereadora Auricélia Bezerra envolveu o vereador Tarso Magno

(PRP). Segundo informações da vereadora, Tarso é apontado como líder de uma suposta organização especializada em usucapião. O caso também foi arquivado na Câmara.

Câmara não investiga

A denúncia chegou à Câmara em fevereiro deste ano, mas foi arquivada antes mesmo antes de chegar ao conhecimento dos vereadores. O pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi arquivado pela Mesa Diretora, sob alegação de

Leia rápido

DENÚNCIA

Vereador é investigado por improbidade administrativa O Ministério Público do Estado (MPCE) abriu investigação contra o vereador Jales Duarte Veloso (PSB), sob acusação de remunerar um funcionário particular com dinheiro público. Segundo denúncia, o vereador teria conseguido nomear José Geraldo dos Santos, na estrutura da Prefeitura de Crato e da Câmara de Vereadores, para desenvolver atividades em sua residência. A denúncia foi feita pelo próprio José Geraldo, em janeiro de 2015, após ser demitido depois de uma queda que o deixou impossibilitado de realizar funções na casa do vereador. Segundo a denúncia, José Geraldo desempenhava serviços como cuidar de animais, jardinagem e outros. A denúncia, protocola-

falta de provas consistentes. Na época, os vereadores Capitão Vieira Neto (PEN) e Gledson Bezerra (PMN) lamentaram não terem tido acesso à denúncia. Segundo a assessoria jurídica da Casa, os pedidos têm dois ritos prováveis. Um obedece ao trâmite sugerido pela presidência da Casa, que os envia às comissões e depois os submete ao Plenário, se houver consistência na denúncia. Em outro caso, os pedidos necessitariam de sete assinaturas para seguirem direto à apreciação do Plenário.

da na Justiça do Trabalho e no Ministério Público, sustenta que o trabalho era feito de domingo a domingo, sem folga e sem carteira assinada, desde agosto de 2008. Em primeiro julgamento, em junho de 2018, a Justiça do Trabalho não reconheceu o vínculo trabalhista com o vereador, depois de analisar documentação apresentada e ouvir testemunhas. Apesar da decisão no âmbito da Justiça do Trabalho, o juiz Clovis Valença Alves Filho, da 3ª Vara do Trabalho da Região do Cariri, pediu que o Ministério Público investigasse caso de improbidade administrativa reclamada na denúncia. Em caso de condenação na Justiça comum, o vereador pode perder o cargo. No Ministério Público,

José Geraldo voltou a confirmar o esquema liderado pelo vereador. No Ministério Público, foi aberto um Inquérito Civil Público para apurar o caso. Também já foram autorizadas diligências para juntar mais documentos que comprovem a denúncia. Em sua defesa, enviada ao Ministério do Trabalho e ao Ministério Público, o vereador Jales Veloso negou que José Geraldo tenha trabalhado em sua residência. A defesa de Jales sustenta, ainda, que José Geraldo prestava serviço à Prefeitura de Crato, entre os anos de 2009 e 2013, na Secretaria de Infraestrutura, e que apenas em 2014 foi assessor do vereador na Câmara. O caso está na promotoria do Crato, sob responsabilidade do promotor Cleyton Bantim da Cruz.

O vereador Valdir Domingos cobrou um fim para a ociosidade em prédios de Juazeiro do Norte. Ele citou o espaço onde funcionou o Ministério do Trabalho e Emprego, na Avenida Castelo Branco. O parlamentar relembrou que o prédio está fechado desde que o órgão passou a atender no Vapt Vupt, e cobrou a instalação de outro serviço para tirar o local da ‘ociosidade’. Ocorre que o vereador trocou o termo por duas vezes e disse que o prédio estava ‘ansioso’. A coleta de lixo é novo alvo de embates entre vereadores de Barbalha. De um lado, parlamentares da oposição criticam a deficiência do serviço no Município. Reiteram, inclusive, que o valor pago para empresa realizar a coleta deve ser compensando com a execução eficiente do serviço. Por outro, vereadores da situação amenizam ao reiterar que houve mudança na secretaria cujo setor de limpeza urbana faz parte. A 2ª Promotoria de Justiça, em Barbalha, apura suposto favorecimento do prefeito Argemiro Sampaio (PSDB) a um parente. Conforme denúncia recebida pelo órgão, o gestor barbalhense estaria favorecendo um parente, por meio de vaga exclusiva e gratuita para carga e descarga em frente a uma revenda de água. O espaço, conforme a denúncia, deveria ser cobrado por meio de tarifas do Zona Azul. O promotor de Justiça Nivaldo Magalhães vai ouvir o proprietário do estabelecimento. O advogado e professor de Direito, Reno Feitosa Gondim, lança o livro “Epistemologia Jurídico-Penal PósModerna” na próxima sexta-feira (12), às 20h, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Crato.


4

Região do cariri, De 09 a 15 de abril de 2019

Política

construção de usina de resíduos sólidos é interrompida por falta de licença ambiental

FALTA DE LICENÇA

Chapada Madson Vagner

Cartas marcadas

As licitações com cartas marcadas estão proporcionando o fortalecimento de uma prática desprezível nos processos licitatórios do Cariri. Uma verdadeira enxurrada dos chamados “picaretas”, que pulam de município em município, em busca de licitações das mais variadas modalidades e serviços. As empresas de fachada são usadas para extorquir empresas sérias, que se dispõem a concorrer por capacidade técnica ou por apadrinhamento com os prefeitos. Os chamados “toqueiros” cobram quantias em dinheiro para desistirem da disputa, deixando o caminho livre para os concorrentes marcados para ganhar ou com chances reais. Sem ninguém para coibir a prática, o número de toqueiros é cada vez maior e os prefeitos continuam como se nada estivesse acontecendo. É hora do Ministério Público e as polícias Civil e Federal entrarem em campo. Tem muito a ser explicado sobre o surgimento dessa prática, que pode comprometer os prefeitos.

Quadrilha organizada

No dia 29 de março, uma licitação de R$ 27 mil, em Milagres, reuniu cerca de 70 empresas interessadas em fazer o espetáculo da Paixão de Cristo. Ninguém imaginava que existiam tantas companhias de teatro no Cariri. Sem acordo diante de tantos concorrentes, a licitação acabou em bate boca, chegando quase às vias de fato. A confusão só diminuiu quando a polícia chegou para acalmar os ânimos. Com a presença dos policiais, a maioria dos “concorrentes” abandonou a licitação. Uma rápida investigação revelou que uma caravana, de melo menos 40 concorrentes, chegou de topique fretada apenas para a licitação. Eles vinham de Brejo Santo, onde já haviam tumultuado outro pregão. Os “toqueiros” resolveram pregar o terror nas licitações como verdadeiras quadrilhas organizadas, para arrancar dinheiro de empresas. Até quando?

Por mais investimentos

Outro tema que tem preocupado os prefeitos é a possibilidade de fusão ou extinção do Bando do Nordeste. E a preocupação tem um motivo simples: o banco movimenta grande parte do comércio das cidades da região. Sem os projetos do banco, a tendência é que as cidades, por meios das pequenas empresas, recebam ainda menos recursos e seus comércios cheguem à falência. Pensando nisso e pressionados por gestores municipais, a Assembleia Legislativa criou uma frente parlamentar para discutir o assunto. À frente dos debates e um dos autores da proposta, o deputado estadual Daniel Oliveira (MDB), de Lavras da Mangabeira, quer mobilizar outros parlamentares do Nordeste para o enfrentamento à proposta do Governo Federal. O resultado das discussões será levado ao ministro Paulo Guedes, autor da proposição da extinção do banco na esfera federal.

Esperança nas águas

A população de Jati começa a questionar seus líderes políticos. Governados por uma prefeita interina, após afastamento da titular, está em curso uma pressão na Câmara de Vereadores e nos deputados estaduais e federais votados na cidade. Ainda avaliada como caso isolado, as reclamações da falta de representatividade é crescente e promete se organizar. A chegada das águas da Transposição do Rio São Francisco, deve motivar as cobranças por mais empresas e projetos de irrigação para beneficiar a população. Há um sonho de alavancar o desenvolvimento do Município. Há uma reclamação sobre a priorização de municípios como Brejo Santo, em detrimento de Jati. Um dos primeiros deputados a entrarem na pressão é Guilherme Landim, mais votado no município na última eleição. É bom ter uma boa saída para se justificar. O povo está cansado de promessas.

Medo da água

E por falar em água, as gestões municipais do Cariri estão torcendo para que o inverno passe o mais rápido possível. Uma das motivações para o desejo é o grande número de ruas esburacadas, bairros alagados e muita críticas por falta de infraestrutura, como drenagens e esgotamento sanitário. Em municípios como Aurora, Lavras da Mangabeira, Santana do Cariri e Altaneira, a população sofre com a queda de pontes na zona rural e inundações na cidade. Há bem pouco tempo, estas mesmas cidades estavam sobre decretos de emergência, em consequência da seca. Agora, temem o excesso das chuvas. Os prefeitos reclamam da falta de recursos e garantem que a solução é mais um decreto de emergência. Ou seja, é emergência na seca e na chuva e os desgastes tomam conta das administrações. A questão é: quando o problema será resolvido?

Prefeito Voador

Apesar dos grandes problemas que atingem o município de Santana do Cariri, parece que o prefeito Pedro Henrique (MDB) não está preocupado com a situação. Diante da verdadeira calamidade, o prefeito voou para a cidade de Parnaíba, no Piauí, onde curtiu o fim de semana com sua noiva, na praia de Lagoinha. Nas redes sociais, as críticas foram imediatas. Circulam fotos do muro da escola do distrito Brejo Grande, que está no chão, estradas esburacadas, além dos canos da adutora que abastece a cidade, que foi arrastado pelas águas. As constantes viagens do prefeito ao Piauí, onde tem negócios e residência, tem rendido a Pedro Henrique um apelido: “prefeito voador”. Brincadeiras à parte, a população se preocupa com a ausência que denota falta de interesse. Na Câmara, o debate não avança além das críticas e o prefeito continua viajando.

Enquanto isso... ... Outro que tem muito a explicar sobre viagens e diárias é o prefeito de Assaré, Evanderto Almeida. Um breve levantamento feito no Portal da Transparência, pelo blog do Ferreira Júnior, revelou que o gestor gastou mais de R$ 70 mil apenas em 2018. Entre as cidades visitadas, está Gramado, no Rio Grande do Sul, para participar de evento sobre turismo. ... Com a repercussão negativa, o comunicador Ferreira Júnior garante que foi ameaçado de morte por familiares do prefeito. Apesar da tensão política causada pela informação e a possibilidade de ser denunciado por ameaça, o prefeito não se manifestou. As diárias são maiores que as praticadas por prefeitos de cidades como Barbalha, Campos Sales e Crato. ... E a farra das diárias e viagens parece não ter fim. Em Tarrafas, o mesmo blog denuncia que o prefeito Taiano está fazendo da Prefeitura uma verdadeira agência de viagens. Somente com o prefeito, a esposa e a cunhada, a Prefeitura gastou mais de R$ 17 mil em viagem para Brasília. E pior, recai sobre o gestor a dúvida se realmente a viagem aconteceu. ... E mais, o trio de viajantes de Tarrafas gastou, entre janeiro e fevereiro deste ano, mais de R$ 23 mil. Vale ressaltar que o período é considerado como férias, o que aumenta a especulação sobre a veracidade dos destinos descritos na prestação de contas. O prefeito enfrenta, ainda, denúncias de improbidade administrativa, formação de quadrilha e nepotismo.

Construção de usina é paralisada em Barbalha

Divulgação

Luciano Cesário

A

falta de uma licença ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) motivou a interrupção da construção da usina de resíduos sólidos, em Barbalha. A obra havia sido iniciada em janeiro, após o lançamento da pedra fundamental e apresentação do projeto, ocasião em que o prefeito Argemiro Sampaio prometeu o pleno funcionamento da usina até o final desse ano. O secretário de Infraestrutura, Everardo Sampaio, admite que, sem a autorização do ICMBio, a obra não deveria ter sido iniciada. “O lançamento da pedra fundamental foi um ato simbólico e não uma autorização para a abertura dos trabalhos. Mesmo assim, a empresa começou as obras e nós tivemos que intervir, solicitando a imediata interrupção, até a autorização ser liberada”, afirma, acrescentando que a celeridade para liberação da licença dependerá do esforço do consórcio responsável pela obra. “O que a gestão municipal tinha de fazer, já foi feito, licitou a obra e assinou o contrato. A questão das licenças é por conta das empresas, mas creio que em breve essa autorização seja liberada”, conta. Segundo a Prefeitura, a implantação da usina de resíduos sólidos visa acabar definitivamente com o lixão, que há vários anos provoca danos ambientais a um trecho da Chapada Nacional do Araripe. A proposta é transformar o lixo em combustíveis como diesel e gasolina, através do

Apesar da interrupção, secretário de Infraestrutura acredita que o início das operações aconteça ainda este ano

processo de separação dos resíduos-pirólise (sem combustão). O consórcio de empresas vencedor do chamamento público para execução dos trabalhos fará um investimento superior a R$ 32 milhões para a instalação da usina.

Catadores reclamam

Enquanto as obras não são retomadas, catadores de produtos recicláveis que atuam no lixão reclamam que a interrupção dos trabalhos precarizou as condições de trabalho no local. “Começaram esse serviço, as máquinas colocaram montes de terra e não espalhou. Agora, o lixão está sem espaço e, daqui a alguns dias, o lixo vai bater no portão de saída”, reclama o catador Francisco Vicelmo. De acordo com um funcionário do Município, que pediu para ter sua identidade preservada, o espaço para depositar os resíduos foi encurtado após a interrupção das obras

da usina. “Se essa obra continuar abandonada, com esse monte de terra tomando o espaço do lixo, logo isso aqui vai virar um caos”, relata o servidor. Em resposta, o secretário Everardo Sampaio descarta situação de anormalidade no lixão. “Esse pessoal (catadores) exagera muito. O espaço é enorme, sem contar que a Prefeitura já escavou duas valas para depositar parte do lixo enquanto a usina não entra em funcionamento”, afirma. Sampaio é categórico ao afirmar que, apesar do atraso na continuidade da obra, a usina entrará em operação ainda em 2019. “Até o fim do ano, esse lixão estará extinto. Não vai sobrar resíduo nenhum. O espaço será todo ocupado pela usina”, diz. Ainda de acordo com o secretário, o projeto de implantação do equipamento também prevê uma ação social para formalização pro-

Leia rápido

CRATO

Município vai fiscalizar o Minha Casa Minha Vida Robson Roque Denúncias de supostas irregularidades no “Minha Casa Minha Vida”, em Crato, levaram a Câmara de Vereadores a dar poderes para que a Prefeitura atue na fiscalização do programa federal. As queixas levadas por cratenses ao Poder Legislativo dizem respeito, inclusive, a pessoas que burlam o sistema, são contempladas e depois repassam a casa para outros, seja por aluguel, venda ou outros tipos de negociação. A medida foi sugerida pelos vereadores Thiago Esmeraldo (PP) e Roberto Anastácio (Podemos). O último parlamentar explica que a iniciativa cria mecanismo legal para que a Prefeitura de Crato promova um levantamento nominal dos proprietários. Em parceria com a Caixa Econômica, o Município confrontaria, numa segunda etapa, os nomes dos contemplados com quem realmente mora nas residências de conjuntos habi-

fissional dos cerca de 80 catadores que atuam no lixão. “A empresa vai contratá-los, assinar a carteira e oferecer todo o suporte para que eles desempenhem a função da melhor forma possível dentro das instalações da usina. Ninguém vai perder nada, pelo contrário”, finaliza. A promessa, no entanto, ainda é recebida com descrédito pelos catadores. “Acho que isso é só ilusão, muito difícil acontecer”, relata o catador José Leonardo. O seu colega, Francisco Vicelmo, elogia a proposta da usina, mas não crê na efetivação da proposta de formalização dos profissionais da reciclagem. “Nós ficamos animados no começo, porque não é todo dia que alguém oferece a chance de assinar sua carteira. Mas com esse abandono aqui, com a obra parada, eu não tenho esperança de que isso vai sair do papel”, lamenta.

tacionais do programa. Na sequência, iria-se confrontar se o morador é o mesmo escolhido para efetuar a compra do imóvel. “Se for o caso de haver irregularidade, através da devida ação, voltará aos domínios da Caixa Econômica Federal e, em seguida, passará para quem realmente necessita”, explica o vereador Roberto Anastácio. “Aquele que vende antes do prazo [de pagamento do bem] ou que não ocupou a casa ainda, então é porque não está precisando”, pondera. O parlamentar reconhece que a iniciativa “não é fácil”, mas defende que, se efetivada pelo Município de Crato, se transformará em um sistema preventivo para impedir que novas fraudes aconteçam. “Porque quem vai adquirir a casa pelo programa a partir de agora, já terá um cuidado de não tentar ludibriar, se for o caso, e fazer as coisas de acordo com a necessidade. Porque acho uma covardia uma pessoa ter uma casa e es-

tar lá tomando espaço de quem não tem, deixando as pessoas passando fome para poder pagar aluguel”, conclui Anastácio. Durante os debates antes da votação da proposta, o vereador Amadeu de Freitas (PT) sugeriu que a iniciativa fosse melhor planejada. Ele argumenta a necessidade de se estudar ferramentas para que o município de Crato atue na fiscalização do programa, mas sem se arriscar a incorrer em ilegalidades. “Mas como eu disse no debate, eu concordo com a ideia de que tem que haver uma fiscalização para que as casas, que devem ter uma finalidade social, não sejam utilizadas por quem não se enquadra e que burlam os critérios para serem contempladas e, depois, comercializar, alugar ou vender. Só acho que, como está sendo proposto, pode ter problemas do ponto de vista da competência do Município e de se chocar com as normas e os critérios da lei federal”, enfatiza Amadeu.

Noções de empreendedorismo serão implantadas na educação pública de Juazeiro do Norte. A iniciativa promove o curso de capacitação de jovens empreendedores para alunos do ensino fundamental e ocorre em parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e o Sebrae. Cinco escolas estarão envolvidas na etapa inicial do projeto, que envolve a capacitação de professores para a elaboração de oficinas temáticas. Uma Feira de Empreendedorismo está programada para novembro.

Nove assaltantes foram denunciados por latrocínio – roubo seguido de morte. Eles fazem parte da quadrilha que tentou assaltar bancos em Milagres. A ação resultou nas mortes de seis reféns. No entendimento do Ministério Público do Ceará, os criminosos foram os responsáveis pelas ações que culminaram na morte dos reféns, dentre eles, duas crianças. A investigação ainda atribui a autoria das mortes a Policiais Militares. A fábrica da Singer encerrou as atividades em Juazeiro do Norte e 80 funcionários perderam os empregos. Em nota, a multinacional que gerencia a empresa afirmou que a decisão partiu de estratégia para a manutenção de negócios no Brasil. A medida ainda se baseou em meses de estudo, conforme a nota. A indústria operava em Juazeiro desde 1997. A conduta do ex-prefeito de Milagres, Hellosmann Sampaio, deverá ser apurada por meio de investigação do Ministério Público Federal. O Tribunal de Contas do Ceará encontrou indícios de irregularidades na prestação de contas do ex-gestor relacionadas ao Fundo Municipal de Saúde. As contas são relativas ao segundo semestre de 2013 e apontam indícios de apropriação indébita, devido à falta de repasses ao INSS na ordem de R$ 33,3 mil.


5

Região do cariri, De 09 a 15 de abril de 2019

Metropolitana

chuvas no mês de março

chegaram a 245 mm - 19,3% maior que a média esperada

RECORDE HISTÓRICO

Maior volume de chuvas em 11 anos causa estragos Divulgação

Robson Roque

A

parte da Enconta do Seminário desabou e famílias tiveram que deixar suas casas

região do Cariri encerrou o último março com o maior volume de chuvas em 11 anos. As precipitações alcançaram a média de 245 milímetros (mm) na região, dado 19,3% maior do que a média esperada para o terceiro mês do ano. O montante é superior ao de março de 2008, quando a região assinalou 332,5 mm em chuvas. Duas cidades do Cariri, Lavras da Mangabeira e Santana do Cariri, estão na segunda e terceira posições entre as dez cidades onde mais choveu em março. Apesar das estatísticas positivas, a situação hídrica no Cariri é preocupante, com reservatórios monitorados abaixo da média.

Segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a perspectiva para abril é de mais chuvas no Cariri. O quarto mês já começou com as maiores chuvas do ano em Abaiara (140 mm) e Crato (130 mm). A precipitação aprofundou os agravos das chuvas recentes nos municípios caririenses. Parte da Encosta do Seminário, construção inaugurada em 2016 e orçada em R$ 33 milhões, desmoronou. O abalo deixou 30 famílias desalojadas sob risco de desabamento das casas em que moram. Em Abaiara, o Pontal da Santa Cruz, ponto de peregrinação e turismo, foi praticamente destruído. Em outros pontos da região, como Santana do Cariri, localidades ficaram

sem abastecimento de água devido a problemas elétricos causados pelas chuvas. De acordo com o meteorologista da Funceme, Raul Fritz, o volume de chuvas é favorecido pelas condições oceânicas e atmosféricas. “A boa configuração de temperaturas da superfície do Atlântico tropical sul, com águas mais quentes próximas à região Nordeste e mais frias acima do Equador, contribuiu para a aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Este foi o principal motivo para precipitações significativas no estado em março”, detalha o pesquisador. Nas demais regiões do Ceará, apenas Sertão Central e Inhamuns ficou com saldo levemente negativo

após chuvas 2,4% abaixo da média climatológica. A macrorregião do litoral Norte encerrou o mês com média de 56,4% e a região metropolitana de Fortaleza com 56,3%. Os dados ainda podem ser revistos e, assim, sofrerem alterações. Dois municípios caririenses aparecem no ranking das dez maiores chuvas registradas no Ceará durante o último março. A maior foi em Itarema, onde choveu 212 mm no dia 23. Na segunda e terceira posições estão as cidades caririenses Lavras da Mangabeira e Santana do Cariri. A precipitação assinalada na primeira foi de 181 mm no último dia do mês. A segunda registrou 160 mm na segunda-feira, 22 de março.

GERAÇÃO DE EMPREGOS

Aplicativos de transporte superam indústria e comércio Apenas o setor de transporte gerou empregos no Brasil, em dez áreas analisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base em dados relativos ao trimestre encerrado em fevereiro (os meses de referência estudados são diferentes do trimestre convencional). Conforme as estatísticas, o setor de transportes, armazenagem e correio proporcionou a criação de 133 mil postos de

trabalho em todo o país. O IBGE aponta que o resultado positivo é, em grande medida, impulsionado pelos aplicativos de transporte de passageiros, como Uber e 99. De acordo com o instituto, a facilidade de aderir a esses serviços motiva a criação de novas ocupações e atrai principalmente aqueles que não conseguem vagas em suas áreas de trabalho, mesmo tendo uma boa qualificação.

Na Região Metropolitana do Cariri, o setor de transporte registrou alta na geração de empregos na ordem de 40%, ao serem comparados o atual trimestre analisado pelo IBGE e o mesmo período do ano passado. O número supera o setor de comércio, que registrou queda na geração de vagas de trabalho em Juazeiro do Norte, por exemplo. Lidera a criação de empregos no setor de

transportes, ao gerar 26% a mais vagas de trabalho. Os dados atuais mostram o crescimento da cidade do Crato no setor, cujas vagas dobraram de um período para outro.

Renda incerta

A nova modalidade de emprego, surgida há pouco tempo na região do Cariri e impulsionada em cidades mais desenvolvidas, como Juazeiro, apresenta incerte-

zas. A maior delas é a renda que não é fixa e acompanhada de jornadas extenuantes. “Vou deixar minha filha no colégio e a esposa no trabalho. Lá pelas oito horas, eu ligo o aplicativo e fico on-line até umas 21 horas. Faço uma média de 12 horas quase todos os dias, para chegar perto de uma meta. E não é sempre que eu bato essa meta. Dou todo o gás para poder ter essa renda”, conta o motorista por apli-

cativo, Breno Mota. Para conseguir manter o objetivo de alcançar R$ 1.200 mensalmente, Breno explica que procura os melhores lugares de Juazeiro do Norte, como Centro e imediações do Cariri Garden Shopping, “principalmente na saída do trabalho ou do cinema”. Ele diz que a melhor maneira ainda é ficar parado em determinados locais esperando pela chamada.

VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Ameaças e lesões corporais lideram estatísticas

Joaquim Júnior

Mais um feminicídio foi registrado na última semas na em Juazeiro do Norte. Assim como o registrado em Crato, em fevereiro, o crime teve autoria de um ex-companheiro que não aceitava o término do relacionamento. Levantamentos repassados pelas Delegacias de Defesa da Mulher (DDM) de Crato e de Juazeiro do Norte apresentam que mais de 2.500 registros de violência foram feitos no ano passado. Somente nos três primeiros meses de 2019, foram 429 s Boletins de Ocorrência re-

gistrados em Juazeiro e 238 em Crato. Em Juazeiro, os números mais expressivos no último ano foram ligados a ameaças, lesões corporais e injúrias, com 854, 381 e 182 casos, respectivamente. Crato, por sua vez, registrou 216 casos de ameaças, 195 de lesão corporal dolosa e 103 de injúria. Já nos primeiros meses de 2019, quando somados os três tipos de crimes com mais ocorrência, Juazeiro do Norte contabilizou 319 ocorrências e Crato 123. Diante dos altos índices que se repetem em todo país, desde o mês de setembro há um novo reforço

na luta das mulheres contra a violência: a Lei 13.718/18, conhecida popularmente como lei da importunação sexual. Através dela, casos de assédio, anteriormente considerados “comuns” e “aceitáveis”, passaram a ser configurados como crimes. De acordo com Mariana Pedrosa, Advogada e Conselheira Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil do Ceará, a Lei foi aprovada após a repercussão na mídia de casos de homens que ejacularam em mulheres em transportes públicos. “Segundo essa lei, o crime de importunação sexual é a realização de um ato

libidinoso contra alguém, sem seu consentimento, para satisfazer uma vontade sexual”, conta a advogada. Situações como beijo sem consentimento, toques inapropriados ou cantadas mais invasivas se enquadram na nova lei. “Agora estamos punindo aquelas condutas que antigamente eram tidas como normais em nossa sociedade machista”, declara a advogada, ao lembrar que o Brasil é o quinto país no ranking mundial de feminicídio. Ao enfatizar que a lei é mais um instrumento para que as mulheres sintam-se protegidas, a delegada da

DDM de Crato, Kamila Brito, menciona que o que antes era só uma contravenção penal agora é crime. Conforme o Código Penal, há pena de reclusão de um a cinco anos, caso o ato não constitua crime mais grave. Ela cita que, no que pertine à Lei Maria da Penha, o empenho feito atualmente pela equipe da DDM é sobrenatural. “Cada dia mais, a gente vê que essas vítimas estão criando coragem para fazer denúncia. Não posso dizer que está tendo acréscimo da violência, mas que há aumento dos números. E eu creio que seja devido à mulher vir mais para a delegacia

denunciar”, comenta. A delegada atribui a efetivação da Lei, que dá direitos às mulheres e é eficaz no combate ao crime, como um dos motivos que contribuem para o encorajamento das mulheres a buscar por ajuda. Quanto à rede de proteção existente, ela lembra que, além da DDM, o Crato conta com equipamentos como o Centro de Referência da Mulher (CRM) e o Conselho da Mulher. “É um elo que a gente tem muito forte. A mulher do Crato pode contar com a Delegacia da Mulher para auxiliar em todos os sentidos”, destaca Kamila.

ALTA NA BOMBA

Litro da gasolina fica mais caro no triângulo Crajubar Luciano Cesário O segundo trimestre do ano começou com registro de alta no preço da gasolina comercializada em Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. Conforme levantamento realizado pelo Jornal do Cariri (JC), a elevação do combustível nas bombas do Crajubar, nos últimos 10 dias, alcançou 3%, impactando em um au-

mento de 13 a 17 centavos no valor do litro vendido nos postos. Conforme apurado, na última semana de março, o preço médio da gasolina praticado na região era de R$ 4,46. Ao longo da primeira semana deste mês, o valor entrou em curva ascendente, chegando a uma média de R$ 4,59. Em Barbalha, um posto localizado na Avenida Leão

Sampaio está comercializando o litro do combustível a R$ 4,69, maior preço pesquisado no eixo Crajubar. O valor está acima da média do Ceará, que é de R$ 4,56. Entre as cidades do eixo Crajubar, em Crato, a gasolina é vendida em um preço mais em conta, saindo das bombas a R$ 4,42. Na semana passada, porém, o valor era 17 centavos mais barato. Apesar da

elevação verificada, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Crato é o Município do Estado com a gasolina mais barata, sendo vendida a preços que variam de R$ 4,42 a R$ 4,45. O economista Marcos Brito explica que a variação no valor da gasolina é resultado da política de preços que passou a ser adotada pela Petro-

bras em 2016, na qual o valor dos combustíveis sofre influência da cotação do dólar e do preço do petróleo praticado no mercado internacional. Antes disso, conforme afirma Brito, os preços eram definidos a partir das decisões do governo federal. “Apesar de ser um grande produtor de petróleo, o Brasil passou a ser um país aceitador de preços, à medida que o go-

verno se absteve totalmente da tomada de decisões”, salienta Brito. Ainda para o economista, caso o governo Bolsonaro opte pela continuidade da atual política, as chances de redução do preço do combustível são remotas. “Só vai baixar o preço, se o governo diminuir tributos, algo pouco provável de acontecer, tendo em vista os impactos no orçamento público”, enfatiza.


6

Informe Publicitรกrio

Regiรฃo do cariri, De 09 a 15 de abril de 2019


7

Região do cariri, De 09 a 15 de abril de 2019

Metropolitana

projeto traz olhar para o homem e a mulher da contemporaneidade

EU – TU

Espetáculo une teatro e dança Divulgação

Joaquim Júnior

A

pós 16 anos distante do Cariri, o ator Marx Yure retornou às origens e trouxe em sua bagagem uma mala de ideias. Sedento por novas aventuras, embarcou, com o professor e coreógrafo Alysson Amancio, em um projeto desafiador: um espetáculo de Teatro/Dança que traz um olhar para o homem e a mulher na contemporaneidade. “Eu – Tu”, recém-exibido em Juazeiro, deve percorrer teatros locais e transpor as barreiras caririenses, levando consigo inúmeros questionamentos. Como explicou Marx, do lugar de artista, ele questiona: quem sou? Qual o meu objetivo de vida? Qual a sociedade que eu vivo e a que eu quero viver? E, assim, entre memórias reais e fictícias, conhecemos a história da vida do ator/bailarino que está em cena, “mas que poderia ser a vida da avó Bastiana, do açougueiro da esquina, do espectador na primeira cadeira... Estamos

Ator deu vida ao projeto após retornar ao Cariri

todos em processo de aprendizado, respeitem os sonhos e os desejos de cada um, não matem o artista, ele poderia ser eu ou tu”, completa. Da concepção da ideia ao nascimento do novo espetáculo, foi um pouco mais de um ano. O processo, como lembra Marx, aconteceu de forma tranquila, sem cobran-

ças, deixando que as coisas levassem seu próprio caminho. “Unimos a dança e o teatro contando a minha trajetória enquanto artista. Trajetória que pode ser minha ou tua – por esse motivo, o nome do espetáculo. Foi um casamento perfeito com uma sintonia incrível. Os gestos fluíam, a arte respirava em

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos; Gestantes.

A vacina estará disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde.

nós”, contou o ator, lembrando das horas de ensaio e investigação de cada ato. “O corpo pensante que dança, entregue a duas linguagens que fluem como um rio, este é o resultado do Eu - Tu”. O espetáculo comemora os 30 anos de vivências teatrais de Marx. Ainda aos seis anos de idade, na Escolinha Juju, já sentia interesse pelo teatro, que cresceu ainda mais após conhecer nomes como Eugenio Barba e Pina Bausch, um diretor do teatro e uma coreógrafa, respectivamente. Agora, ele conta que seu corpo borbulhava com a ideia de montar algo voltado para a força da expressão no corpo e encontrar Alysson e unir seu desejo e técnicas à dança foi um casamento perfeito. “Todos passamos por descobertas no amor, nossas alegrias, medos, retornos e recomeços, ou seja, o que danço/enceno sou eu, mas também é tu. ‘Eu – Tu’ é a historia de um garoto que desvenda o mundo e, como tantos de nós, se encanta e desencanta com o que vê”, finaliza Marx.

UNICONTROL BRASIL 13.890.414/0010-76 Torna público que requereu à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial-SEMADT a Renovação de Licença de Operação, para Testes e Analises técnicas de derivados de petróleo e álcool, localizadana Avenida Castelo Branco, nº 568, Bairro: São José, Crato-Ceara. Foi determinado o cumprimento das exigências contidas nas Normas e Instruções de Licenciamento da SEMADT.

SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE – SEST AVISO DE RESULTADO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 022/2018 O SEST – Serviço Social do Transporte torna público a adjudicação e homologação da concorrência nº 022/2018 cujo objeto é selecionar e contratar empresa especializada para aquisição de material odontológico em favor das empresas H. P. de Vasconcelos - ME CNPJ 17.326.872/0001-47, no valor total de R$ 51.633,24 (cinquenta e um mil, seiscentos e trinta e três reais e vinte e quatro centavos), e Cralab Saúde Atacado Eireli – ME, CNPJ 09.632.818/0001-00, no valor total de R$ 3.184,74 (três mil, cento e oitenta e quatro reais e setenta e quatro centavos), no dia 26/03/2019. ASS COMISSÃO DE LICITAÇÃO

SERVIÇO SOCIAL DO TRANSPORTE – SEST AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA Nº 005/2019 O SEST – Serviço Social do Transporte comunica aos interessados que realizará concorrência para selecionar e contratar empresa especializada no serviço de confecção de prótese dentária e aparatologia para tratamento ortodôntico e ortopédico funcional dos maxilares, sob demanda, para atender às necessidades da clínica odontológica do SEST – Unidade B nº 91, situado na Av. Padre Cícero, nº 4.400, São José, Crato/CE, cujo recebimento dos envelopes contendo a documentação e a proposta será no dia 25/04/2019, às 09h30min. Para retirada do edital e acesso às demais informações, os interessados deverão dirigir-se a Unidade no endereço supramencionado ou solicitar através do e-mail licitacao. b091@sestsenat.org.br. ASS COMISSÃO DE LICITAÇÃO

Mulheres com até 45 dias pós-partos; Idosos com 60 anos ou mais; Doentes crônicos; (apresentar prescrição médica, indicando a vacina) Trabalhadores de saúde; População indígena; Adolescente e jovens sob medidas socioeducativas; Professores de escolas públicas e particulares. População carcerária e funcionários do sistema judicial;


8

Região do cariri, De 09 a 15 de abril de 2019

Toque de Primeira Azulão da Princesa

O Crato Esporte Clube está realizando várias ações para custear as despesas na Série B Cearense. Uma delas é o primeiro Festival de Prêmios do Azulão, que acontecerá em 04 de maio, no Crato Tênis Clube. A premiação conta com motocicleta, TV e dois prêmios em dinheiro. O time, comandado pelo técnico Márcio Allan, estreou neste domingo (7) contra o Esporte, no Bandeirão. A Segunda Divisão Cearense apresenta um custo significativo para os clubes, tendo em vista o número de jogos fora de casa. O clube, que fechou parcerias com algumas empresas do Cariri, conta com apoio da torcida para manter a folha de pagamento equilibrada. Além do Festival de Prêmios, o time solicita que a torcida compareça aos jogos no Estádio Mirandão. É lá que o Crato enfrentará a equipe do Pacajus, no dia 14 de abril.

Icasa

O Icasa, que está de olho no acesso à Série A Cearense, sabe que precisa fazer uma boa campanha na Segunda Divisão Cearense em 2019. O time, que tem à frente o técnico Douglas Leite, terá mais tempo para se preparar para a grande estreia. O primeiro jogo do clube será em casa. O Verdão do Cariri enfrenta o Campo Grande no dia 14 de abril, no Estádio Romeirão. A equipe apostou em jogadores experientes e participou de alguns amistosos buscando integrar o elenco. Enquanto isso, a diretoria do clube vem fechando parcerias com empresas do Cariri e realizando eventos para divulgar o Icasa. Uma das ações desenvolvidas pelo time é a Primeira Corrida do Icasa, que acontecerá no dia 05 de maio, em celebração aos 56 anos do clube. A prova contará com percursos de três, seis e dez km nas categorias masculino e feminino. As inscrições para a corrida podem ser feitas até o dia 15 de abril.

n SEGURANÇA ELETRÔNICA n PORTARIA

n ZELADORIA n TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS

Travessa Slino Duda, 59 - Bairro Santa Teresa - Juazeiro do Norte - CE

Peça já seu orçamento sem compromisso

Mountain Bike

Desafio no Parque deve reunir cerca de 150 atletas

Samylla Alves

E

stão abertas as inscrições para o nono Desafio no Parque de MTB, que acontecerá no dia 05 de maio e deve reunir 150 atletas de Mountain Bike (MTB) no Cariri e de estados como Pernambuco e Paraíba. A prova contará com um percurso de três quilômetros e os competidores terão que percorrer 12 voltas, totalizando 36 km. A competição acontecerá no Parque Ecológico das Timbaúbas. O público é convidado a prestigiar o evento, que tem início a partir das oito horas da manhã. Os cem primeiros inscritos que completarem

para elevar a qualidade dos serviços mesmo com a escassez de recursos. Os desafios vão desde os postos de saúde (cada um recebe 15 mil/mês, enquanto as despesas chegam a 50 mil reais/mês), passando pelos prestadores de serviço, cujas tabelas não são reajustadas e por isso se negam a trabalhar, chegando aos hospitais, que precisam de aporte financeiro para dar continuidade ao atendimento de milhares de pacientes oriundos do Cariri e de estados vizinhos. “O SUS não reajusta suas tabelas mas as despesas sofrem reajustes, como salários e equipamentos. As condições dos Municípios se esgotaram. Fazemos mágica”, disse o prefeito barbalhense. Sobre o empenho em promover a saúde da população, Argemiro Sampaio deu ênfase ao programa de abastecimento d’água, recém lançado no Município, através do qual todas as casas do pé de serra passarão a ter água encanada e tratada, colocando um ponto final no uso de carros pipas. “São 5,6 milhões de reais investidos numa obra que impactua direta e positivamente na saúde do nosso povo”, disse. Informou, ainda, que conseguiu R$ 3,8 milhões em emendas parlamentares e destinará tudo para custeio da saúde, além de R$ 2 milhões, que irão para os hospitais de Barbalha. O Município destina 33% da sua arrecadação ao setor. Por lei, são obrigatórios 15%. O palestrante, Jurandir Frutuoso, que transita entre os meios políticos (já exerceu, inclusive, mandato parlamentar) e técnicos, fez uma abordagem

e o Desafio no Parque é também uma forma de divulgar o nosso município”, explica Kiko Gonçalves. O percurso da prova, apesar de não ser tão longo, exige preparo físico dos atletas. “O percurso é de três quilômetros, mas os competidores terão que completar 12 voltas, totalizando 36 quilômetros. É preciso muita força e determinação e, quem estiver bem preparado, briga pelas primeiras colocações. Por não ser um percurso tão longo, é preciso ser ágil para tentar uma posição no pódio. “Além de troféus e medalhas, os três melhores da categoria geral poderão receber uma premiação em dinheiro”,

ressalta Kiko Gonçalves. A menos de um mês do desafio, os ciclistas intensificam os treinamentos para realizar a prova de forma competitiva. “Eu participei de várias competições este ano. Em maio, a equipe Belmonte Bike levará quatro atletas para o Desafio no Parque. Estamos treinando, em média, entre quatro e cinco vezes por semana. Inclusive, estamos realizando alguns percursos mais longos para adquirir resistência e conseguir chegar bem na prova. A expectativa do grupo é boa e vamos trabalhar para subir ao pódio este ano”, relata o servidor público e diretor da equipe Belmonte Bike, André Neves.

INSTITUTO LEÃO SAMPAIO DE ENSINO UNIVERSITÁRIO – LTDA CNPJ: 02.391.959/0003-92

INSTITUTO LEÃO SAMPAIO DE ENSINO UNIVERSITÁRIO – LTDA CNPJ: 02.391.959/0003-92

Torna público que recebeu da Autarquia de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte – AMAJU a Licença de Instalação de nº 17/2019, com validade até 28/01/2021, para implantação de um Hospital Veterinário de Ensino na cidade de Juazeiro do Norte – CE, na Av. Maria Leticia Leite Pereira, S/N, no bairro Lagoa Seca. Foi determinado o cumprimento das exigências contidas nas Normas e Instruções de Licenciamento da AMAJU.

Torna público que recebeu da Autarquia de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte – AMAJU a Licença de Instalação de nº 21/2019, com validade até 08/02/2021, para implantação de uma Academia Universitária na cidade de Juazeirodo Norte – CE, na Av. Maria Leticia Leite Pereira, S/N, no bairro Lagoa Seca. Foi determinado o cumprimento das exigências contidas nas Normas e Instruções de Licenciamento da AMAJU.

Barbalha discute democratização da saúde a partir de avanços no SUS A democratização do setor foi o tema central da VIII Conferência Municipal de Saúde, promovida, nesta sexta-feira, 5, no Salão Paroquial da Matriz, em Barbalha. Momento único entre autoridades, usuários, trabalhadores e prestadores de serviço para debate e apresentação de políticas que se voltem para o fortalecimento do SUS. Sobre o tema, foi proferida palestra pelo médico e mestre em Saúde Coletiva, Jurandir Frutuoso. Ele defendeu um enfrentamento dos prefeitos ao Governo Federal para que promova as mudanças necessárias e urgentes no sistema, bem como colocar a saúde como agenda estratégica; a regionalização e a mudança de governança do SUS. Para a secretária de Saúde do Município, Pollyanna Callou, que abriu, oficialmente, o evento, a prevenção e a promoção da saúde são indispensáveis para se obter avanços no SUS, que passaria a ter mais recursos para o tratamento das doenças. Ela lembra que por se tratar de um sistema de ampla abrangência, os desafios são maiores. Entretanto, reconhece que há “mentes pensando em inovar, em melhorar o SUS e isto nos dá um novo alento”. Na ocasião, Pollyanna recebeu do Conselho Municipal de Saúde uma Placa de Reconhecimento ao apoio à entidade, “fazendo com que cumpra seu papel e possa trabalhar em defesa de benefícios para a população”, destacou o presidente Anacleto de Andrade. Em sua fala, o prefeito Argemiro Sampaio se reportou às batalhas que são travadas

a prova receberão medalhas de participação. Já os cinco primeiros de cada categoria, receberão troféus. A prova exige agilidade e resistência dos participantes. De acordo com Kiko Gonçalves, organizador do evento, a prova já faz parte do calendário esportivo da cidade e, além de estimular a prática do ciclismo, é uma forma de divulgar o Parque Ecológico das Timbaúbas. “A prova é bem agradável e em contato com a natureza, mostrando aos competidores as nossas belezas naturais. A competição estimula uma vida mais saudável e o respeito ao meio ambiente. Teremos alguns ciclistas de fora

do SUS como um sistema em evolução, que precisa avançar em meio à conjuntura de crise geral instalada no País e que pode ter continuidade neste governo, “onde os direitos estão ameaçados”. Ele sugeriu aos prefeitos que “peitem” o Governo Federal para a promoção das mudanças; e aos milhões de trabalhadores da saúde que saiam da comodidade e lutem, junto com os gestores, pelo fortalecimento do SUS que, apesar dos percalços, atende 60 milhões de pessoas tidas como indigentes quando foi criado, em 1988. Informou, por fim, estar sendo implantada a Secretaria Nacional de Atenção Primária à Saúde, voltada para a reestruturação do SUS. Uma luz no fim do túnel. A Conferência Municipal de Saúde prosseguiu com trabalhos em grupos por eixos temáticos: Saúde como direito; Consolidação dos princípios do SUS; Financiamento adequado e suficiente para o SUS e ainda Composição, Organização e Funcionamento dos Conselhos de Saúde. No final do evento, houve a apresentação e votação das diretrizes e propostas que serão levadas à Conferência Estadual de Saúde, que acontecerá em Fortaleza. DELEGADOS ELEITOS à Conferência Estadual: Cícera Elizandra da Silva (Trabalhador da Saúde), Dalma Régia de Sá Barreto (Prestador de Serviço), Maria Raimunda Damasceno (Conceição) e Cícero Anacleto de Andrade (representantes dos usuários), tendo como suplentes José Valmir do Nascimento e Aline Leite Garcia Fontenele.

Profile for Ceará News

Jornal do Cariri - 09 a 15 de abril de 2019  

Jornal do Cariri - 09 a 15 de abril de 2019  

Advertisement