Issuu on Google+

CULTURA

MEIO AMBIENTE

Teatro e história atraem público caririense

CPMA registra aumento no índice de crimes 5

7

REGIÃO DO CARIRI l DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012 l ANO XIV

l

NÚMERO 2547 R$ 1,50

Arte: Evando F. Matias

O periódico do Cariri independente

Número de casos aumenta e revolta Nos últimos três anos, a ocorrência de crimes sexuais contra crianças e adolescentes, só aumenta na Região. As autoridades estão preocupadas e confessam dificuldades em denunciar e punir os pedófilos. O perfil comportamental dos criminosos é de complexa identificação. Na grande maioria dos casos, o agressor está na família

E

L

> > >

E

> >

I

Ç

Õ

E

ou muito próximo a ela. Na última semana, um garoto de sete anos, que reside em um bairro periférico do Crato, sofreu violência sexual. O acusado, de 37 anos, seduziu a vítima, levando-a até sua casa, onde praticou o crime. O caso de pedofilia deixou a população revoltada, a ponto de depedrar e incendiar o imóvel em que ele residia.

4

ESPORTE

S

ENTREVISTA

Crise financeira tira José Hilton do Icasa

> > > > >

JUAZEIRO

VozesdoCariri Frei Barbosa, simples e a serviço do povo

Geração da Propaganda Eleitoral será dividida entre canais de Rádio e TV

O torcedor que virou presidente. Um sonho que se transfomou frustração. Assim, é possível definir a trajetória de José Hilton Pereira no Icasa. O pernambucano assumiu a presidência em março deste ano e renunciou no último dia 10, em meio a mais uma crise do Verdão do Cariri. Agora, o ex-presidente volta às arquibancadas como fiel torcedor.

Nove veículos, entre canais de TV e Rádios AM e FM, transmitirão a propaganda eleitoral gratuita de Juazeiro do Norte. Os candidatos a prefeito e a vereadores poderão apresentar suas propostas, de 21 de agosto a 04 de outubro. Duas emissoras de TV e duas de Rádio ficarão responsáveis pela geração das propagandas. Os demais veículos retransmitirão em cadeia.

Falta de estrutura do Geopark é denunciada no MPF

6

8

3

CRATO

Ronaldo Matos defende a ética solidária e ecológica O Jornal do Cariri traz o perfil do candidato do PMDB a prefeito do Crato, o empresário Ronaldo Gomes de Matos.

3

GREVE

Policiais federais paralisam atividades em Juazeiro A reestruturação dos cargos e a valorização salarial são as reivindicações dos funcionários da Polícia Federal, em Juazeiro do Norte, que aderiram à greve nacional, na última terçafeira, 7. Com apenas 30% das atividades em funcionamento, a greve não tem data definida para acabar.

5

O procurador da República, Rafael Ribeiro Rayol, pediu ao Ministério Público Federal a instauração de procedimento administrativo contra o Geopark Araripe. Segundo ele, nas áreas de interesses geológicos não existem infraestrutura apropriada para visitação. Até o fechamento desta edição, a coordenação do Geopark não havia recebido a notificação do MPF, mas adiantou que a implantação da unidade é recente e será finalizada em 2013.

5

Destaques da programação de 14 a 20 de agosto de 2012. Dia 14, terça-feira. CURSO DE APRECIAÇÃO DE ARTE VI Agosto da Arte 14h00 - Workshop Negócios das Artes Visuais - Ana Letícia Fialho São Paulo-SP. Dia 15, quarta-feira. ARTES CÊNICAS 19h30 - Qual é o Final? Dir.: Fernando Lira - Fortaleza-CE.

Dia 16, quinta-feira. ARTES CÊNICAS 19h30 - Qual é o Final? Dir.: Fernando Lira - Fortaleza-CE. Dia 17, sexta-feira. RUMO AOS MUSEUS Local: Exu-PE. 13h00 - Visita ao Museu do Gonzagão. Dia 18, sábado. CINECAFÉ

17h30 - Adaptação. ARTES CÊNICAS 19h30 - A Irmandade Secreta do Boi Santo - Dir.: André de Andrade Juazeiro do Norte-CE. Dia 19, domingo. Fechado. CURSO DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA Local: Teatro Marquise Branca Av. Pe. Cícero, s/n.

Acesse e veja a programação completa:

14h00 - Diálogo das Artes Prof. Márcio Rodrigues. Dia 20, segunda-feira. Fechado. ARTES VISUAIS VI Agosto da Arte Sinais do Fazer > Intervenções Urbanas no Espaço Cotidiano. Curadoria: Aglaíze Damasceno e Isabel Portella.

www.bnb.gov.br/cultura

14h00 - Workshop: Processos Criativos - Martha Niklaus-RJ. Local: Campus URCA - Lira Nordestina. Palestra: Percurso Artístico Martha Niklaus-RJ. Local: Campus URCA - Lira Nordestina.


Opinião 2

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012

Editorial

PEDOFILIA RONDA O CARIRI A violência contra a mulher não é mais o único problema policial crônico do Cariri. Agora, temos a pedofilia como outro ponto de significativa preocupação social. Em ambos os casos, uma tragédia. Em ambos os casos, evidencia-se a existência de um comportamento atrasado, agressivo e pautado pela supremacia da força contra as personagens menos fortes no espaço privado. A cena da depredação da casa do acusado de pedofilia pode ser lida de diversas formas. A censura à violência popular é óbvia. Até porque, em muitos casos, a revolta da população pode ser indevidamente dirigida contra inocentes. Não há culpa formada ainda. E mesmo que seja orientada contra culpados manifestos, temos um sistema judiciário e ele precisa ser observado. Até o pior criminoso tem direito a um julgamento justo e a cumprir sua pena sem ser alvo de violência. É essa a suprema contradição de um sistema democrático: não fazer com os bandidos o que eles fa-

zem com os cidadãos de bem. A leitura mais adequada está na descrença da população com os resultados da atividade policial e da punição do Estado, via Poder Judiciário. As pessoas parecem não acreditar em uma solução justa ou mesmo na aplicação de penas exemplares a quem cometeu um crime tão hediondo. E isso é preocupante, o que torna imperativa uma resposta segura, ágil e absolutamente exemplar das autoridades. Ninguém pode se sentir seguro quando seus próprios filhos encontram-se ameaçados pela ação criminosa, covarde e maníaca de pedófilos. Esse tipo de medo instila a desconfiança social e gera um efeito manada, causando um terror psicológico, difícil de controlar e cujos resultados são visíveis a partir de eventos como a depredação da casa do suposto autor do delito. É mais do que chegada a hora de uma ação exemplar e de campanhas educativas, especialmente voltadas para o público infantil, sobre o problema da

CHARGE

O CORRETOR DE IMÓVEIS

AS SECAS Ainda muito criança, ouvi de minha bisavó relato sobre a maior calamidade climática da história nordestina: a seca de 77 (1877). Falou que com intuito de dar assistência espiritual, o Bispo de Fortaleza teria se deslocado até uma área das mais fustigadas do sertão e dado o seguinte conselho: Sigam em direção norte, basta observar o nascer e o por do sol. Os que conseguirem chegar até o mar estarão salvos, pois na praia não faltarão peixe e água doce. Poucos foram os sobreviventes. Não esquecer a de 1915, retratada por Raquel. Do meu pai ouvi referência ao assentamento do Buriti, em Crato, para onde deslocaram-se levas de nordestinos procurando “escapar”, isto é: sobreviver na seca de 1932. Finalmente tive a oportunidade de verificar os estragos decorrentes da de 1942. Vieram outros anos de estiagem, movimentação de roceiros e saques nas cidades. Presenciei em Crato, cenas de muita

tristeza, como “arrombamento” de portas de armazéns de gêneros alimentícios para a obtenção de rapadura e farinha. Verificou-se um fato inesquecível: Um dos saqueadores conduzia uma saca de farinha na cabeça. De repente surge um outro que correu por trás, furou o saco com uma faca “peixeira”, a colher parte do produto, aparando-o no seu chapéu. O saco esvaziava, enquanto ambos corriam. Não contive o riso. De outra feita, vi um rapazola, que para sanar a fome ao chegar até uma banca de venda de frutas, comeu algumas bananas, para usar-se uma expressão antiga, “com casca e tudo”. Noutra ocasião, os retirantes puseram pedras na via férrea para assaltarem os passageiros, no que levaram somente alimentos. Não se apoderam de nenhum objeto. Havia honestidade naquele tempo. Enviaram a seguinte mensagem pelo ma-

SEXTILHA

quinista: “Diga para seu GUVERNO que nóis qué somente comida”. Hoje está tudo bem diferente. Existe a estiagem, é verdade, mas os açudes têm bastante água. Há cisternas em abundância, as estradas asfaltadas facilitam o atendimento rápido aos flagelados. Contam com plano safra e assistência agronômica e social. O jumento foi substituído pela moto e em cada terreno há uma parabólica. O pedido de socorro é feito por celular. Quanto ao clima quase desértico, eufemisticamente denominado de semi-árido, continuará por vezes inóspito, tal como Cabral o encontrou.

Anízio Peixoto Aposentado

O corretor de imóveis é a pessoa que intermedia, durante a transação de compra e venda de um imóvel, a relação comercial entre vendedor e comprador. Cabe-lhe, apresentar aos seus clientes o imóvel que será negociado, informando tudo que seja necessário para efetuar a comprar, e agir sempre em prol da legitimidade e segurança jurídica do negócio, tanto para quem vende como para quem compra. Para seguir nesta carreira legalmente é preciso que o profissional seja habilitado através de curso profissionalizante e registrado nos órgãos de classe como o CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), COFECI (Conselho Federal de Corretores de Imóveis), devendo atuar de acordo com a Lei nº 6.530 de 12 de maio de 1978 que dá regulamentação à profissão de corretor de imóveis, além de disciplinar o funcionamento dos órgãos de fiscalização. O corretor de imóveis pode trabalhar em empresas imobiliárias, construtoras, cartórios de registro de imóveis, leilões (empresas judiciais), consórcios imobiliários, empresas de loteamento e planejamento imobiliário, bancos de crédito imobiliário, avaliações imobiliários ou como profissional autônomo. É importante ter em mente que o corretor trabalha com o sonho de seus clientes e são corresponsáveis pela transação imobiliária, fazendo-se necessário que o profissional tenha a habilitação necessária e cumpra as exigências legais quanto ao registro nos órgãos regulado-

res. Além disso, é necessário trabalhar com diligência e prudência, além de prestar ao cliente todos os esclarecimentos acerca da segurança ou do risco do negócio, sob pena de responder por perdas e danos, consoantes o art. 723, caput e § único, do Código Civil pátrio. É importante buscar informações sobre o profissional, procurando conhecer suas habilitações técnicas e legais, pois a falta de conhecimento sobre o corretor de imóveis pode levar à comercialização de imóveis sem observância das regras comerciais e legais quanto ao direito de propriedade, gerando riscos tanto para o vendedor quanto ao comprador. É importante ressaltar, porém, que quem quer vender ou comprar imóveis, é essencial exigir do profissional a comprovação do seu registro nos órgãos competentes, através da carteira do CRECI, tanto assim segurança ao negócio através da atuação de um profissional qualificado e que se preocupa com a legalidade do processo de venda em todos os seus aspectos. Não tenha receios em entrar em contato com esse profissional para tirar dúvidas independentemente de nascer dessa conversa um negócio.

Karla Sheyla Corretora de imóveis CRECI 10.389

CARTA

NUNCA DIGA QUE NÃO PODE DIGA ASSIM: - EU VOU TENTAR! MUITA GENTE NÃO VENCEU POR TER MEDO DE ERRAR DIPLOMA DE PERFEIÇÃO VOCÊ NÃO VAI ENCONTRAR! Welington Costa

Expediente:

pedofilia. A inércia é uma das causas remotas dessa criminalidade. O perigo ronda as famílias e as vítimas são definitivamente as mais vulneráveis a esse tipo de comportamento doentio. Qualquer tipo de condenação moral é algo supérfluo. Sabemos o que a pedofilia representa e o que ela traz de problemas familiares, psicológicos e sociais. Seus efeitos são permanentes. As vítimas jamais esquecem o fato. Os familiares são atormentados pela culpa, pelo sentimento de que foram negligentes na proteção de seus infantes. Todos sofrem de maneira indizível. Cabe à Sociedade e ao Estado impedir a propagação desse crime tão danoso quanto horrendo. E isso não se faz com retórica ou com ações puramente repressivas. Uma sociedade que ataca suas mulheres e suas crianças sistematicamente não é outra coisa que não uma sociedade doente. O Cariri não pode deixar que essa pecha recaia sobre a região. É preciso fazer alguma coisa.

Está difícil a vida para alguns pequenos agricultores do Cariri. A estiagem deste ano vem castigando famílias inteiras que sofrem com a falta d’água. No Crato tem comunidades muito afetadas com o problema que é recorrente. É hora de achar uma solução para este problema. Estudiosos e políticos, agora é hora de apresentarem a solução.

Vicente Costa, Crato

Envie sua carta para jornaldocariri@jornaldocariri.com.br e dê sua opinião faça sua sugestão, uma crítica. Esse espaço é aberto para você, caro leitor. Diretor-presidente: Donizete Arruda

Diretora de Redação: Jaqueline Freitas

Diretoria Jurídica: Vicente Aquino

Conselho Editorial: Geraldo Menezes Barbosa | Francisco Huberto Esmeraldo Cabral | Napoleão Tavares Neves e Monsenhor Gonçalo Farias Filho

O periódico do Cariri independente Fundado em 5 de setembro de 1997 O Jornal do Cariri é uma publicação da Editora e Gráfica Cearasat Comunicação Ltda CNPJ: 34.957.332/0001-80

Fale conosco

Administração e Redação: Rua Pio X, 448 - Bairro Salesianos - CEP: 63050-020 - Juazeiro do Norte – Ceará - Fone (88) 3511.2457 Sucursal Fortaleza: Rua Coronel Alves Teixeira, 1905, sala 05, Telefone: 085.3462.2607 - Celular: 085.9161.7466 Sucursal Brasília: Edifício Empire Center, Setor Comercial Sul, Sala 307, Brasília-DF Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores

Redação w cidades@jornaldocariri.com.br w policia@jornaldocariri.com.br w politica@jornaldocariri.com.br w redacao@jornaldocariri.com.br Departamento Comercial w comercial@jornaldocariri.com.br | Geral w jornaldocariri@jornaldocariri.com.br


Política 3

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012

DONIZETE ARRUDA

E >

Política

Raimundão faz campanha franciscana

Inacreditável! Mesmo tendo contratado a empresa MCI, de Antonio Lavareda – uma das melhores e mais caras do Brasilpara cuidar de seu marketing na tevê e no rádio, e realizar pesquisas diárias, além de sondagens semanais, cujos custos estariam orçados em R$ 2 milhões, o candidato do PMDB em Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo declarou à Justiça Eleitoral ter gasto apenas R$ 28,5 mil em julho. Já o prefeito Santana gastou pouco mais de R$ 90 mil. O outro candidato Demontier nada declarou de gastos. O Ministério Público Eleitoral bem que poderia convocar Raimundão e pedir explicações sobre esses gastos mínimos com sua campanha. O mesmo deve ser feito em relação a Santana. Nem vereador de Juazeiro gasta por mês essas quantias anunciadas pelos candidatos a prefeito.

Guimarães vence resistências

O líder do PT na Câmara, deputado Jilmar Tatto, confirmou que não há mais motivos para reabrir as discussões com a bancada. Está definido que o seu substituto será o deputado cearense José Guimarães. A posse de Guimarães na liderança do PT acontecerá em fevereiro do ano que vem e representa uma virada na vida do parlamentar petista do Ceará. Depois de desempenhar esse cargo, Guimarães estará fortalecido para concorrer a uma vaga na chapa majoritária em 2014. Deve ser vice do candidato a governador lançado por Cid Gomes.

Lula deve dar ajuda a Santana

Euforia na coordenação da campanha à reeleição do prefeito Manoel Santana. Depois de novos exames médicos, o expresidente Lula foi autorizado a viajar por todo o País para pedir votos. Desse modo, Santana e o deputado José Guimarães já entraram em contato com o próprio Lula que confirmou uma vinda a Fortaleza, ainda no mês de agosto. Durante essa viagem, será montada uma operação para que Lula dê um pulinho no Cariri e peça votos por Santana e também pela reeleição de Zé Leite em Barbalha.

Eunício tenta segurar apoio de Dilma

As pressões do presidente nacional do PT, Rui Falcão, contra a presidente Dilma deram mais do que certo. Ela decidiu gravar depoimentos de apoio aos candidatos petistas. Inicialmente, essas gravações beneficiarão aos candidatos que disputam as eleições nas capitais. Mas, Falcão avisou ao prefeito Manoel Santana que está tentando incluir na lista dos depoimentos a serem gravados por Dilma a sua candidatura. Quem tenta evitar esse apoio explícito de Dilma a Santana com reflexos políticos nas eleições juazeirenses é o senador Eunício Oliveira.

Renúncia cheia de mistério

Expedito de Oliveira Leite, o conhecido Maninho, renunciou à sua candidatura a prefeito de Mauriti. Foi substituído pelo também ex-prefeito Marcio Martins que era seu candidato a vice. Marcio tem agora como vice, Adailton Leite. Disputarão as eleições contra o candidato do prefeito petista Isaac Junior, Evanildo Simas. Oficialmente, a justificativa de Maninho para renunciar sua candidatura é que enfrenta problemas de saúde. No mundo real da política de Mauriti, circulam outras histórias bem diferentes que teriam levado Maninho a desistir de querer retornar à Prefeitura. A mais falada é a de que ele teria sido ameaçado de morte se continuasse candidato. Maninho logicamente que nega essa hipótese.

Samuel agita eleições no Cariri

O prefeito do Crato, Samuel Araripe, tem participado ativamente das eleições em várias cidades do Cariri. No Crato, comanda as ações do seu candidato Cicinho. Sustenta que ele surpreenderá os favoritos Ronaldo Matos e Sineval Roque. E nos outros municípios, Samuel tem declarado apoio a candidatos a prefeito de olho no seu projeto político de se eleger deputado estadual em 2014. Também aproveita essas mobilizações políticas para defender o nome de Tasso Jereissati como candidato ao Governo ou mesmo ao Senado.

Disse me disse... • Rádio Araripe do Crato irá promover debate entre os candidatos a prefeito do Município na primeira semana de outubro. • As regras do debate já estão sendo definidas pelas assessorias dos candidatos em comum acordo com a direção de jornalismo da Rádio Araripe. • A TV Verdes Mares Cariri também promoverá debate em Juazeiro do Norte com os candidatos a prefeito no dia 4 de outubro. • Sineval Roque passou mal durante viagem de Fortaleza a Juazeiro. Teve que ser internado às pressas no Hospital Regional do Cariri. Será submetido a um batalhão de exames médicos. • Aliados dizem que Sineval tem trabalhado muito, se alimentado mal e também não tem dormido nada devido a sua campanha no Crato. Estaria aí as causas do mal estar durante o voo. • Candidato Ronaldo Matos inaugurou seu comitê central na antiga Chopana, na Praça da Sé, no Crato. • Deputado Ely Aguiar está ausente das disputas eleitorais no Crajubar. Não tem se envolvido em nenhum município. • Ibope sobre corrida eleitoral em Juazeiro do Norte sai dia 16 e revelará como anda a disputa entre o prefeito Manoel Santana e o deputado Raimundo Macedo. Corre por fora, o candidato Demontier. • Desculpe a ignorância, qual o milagre de Raimundão para conseguir fazer uma campanha eleitoral tão vistosa aos olhos de todos juazeirenses tendo gasto apenas R$ 28,5 mil em julho?

L >

>

E >

>

I

>

Ç

Õ

E

>

>

>

S

>

PROPAGANDA

Horário gratuito em Juazeiro será trasmitido por nove veículos Mirelly Morais

A

propaganda Eleitoral Gratuita no Rádio e na TV inicia no próximo dia 21 de agosto e será encerrada em 4 de outubro. As coligações estão começando as gravações das propagandas dos candidatos a prefeito e vereador, e uma reunião entre os Partidos, a Justiça Eleitoral e os veículos de comunicação definiu, no último dia 10, como será a transmissão em Juazeiro do Norte. Nove veículos, entre emissoras de TV e Rádios AM e FM, transmitirão a propaganda gratuita. Depois de algum impasse ficou acertado que a propaganda da TV será gerada de forma dividida, ficando a TV Verdes Mares Cariri com a responsabilidade de gerar a mídia no primeiro período, entre 21 de agosto a 12 de setembro, e a TV Verde Vale será responsável pela transmissão do segundo período, de 13 de

setembro a 4 de outubro. O horário do Rádio ficará sobre a responsabilidade das emissoras Vale FM, no primeiro período, e a Tempo FM, no segundo período. Os demais veículos retransmitirão em cadeia. Candidatos a prefeito e vices aparecerão segundas, quartas e sextas-feiras, enquanto os pretensos vereadores farão suas aparições as terças, quintas e sábados. A propaganda proporcional de vereador é dividida entre oito coligações e é ela quem abre o horário eleitoral no dia 21. As exibições serão feitas durante 30 minutos, duas vezes ao dia, exceto aos domingos, nos horários de 7 às 7h30

Arthur Luiz

n Justiça Eleitoral e Coligações definiram propaganda durante reunião

e de 12 às 12h30, no rádio, e das 13 às 13h30 e das 20h30 às 21h, na Televisão. As escolhas foram feitas em consenso, mediadas pelo representante da Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão

(Acert), Afro Lourenço.

Inserções As inserções são tempos de 30 segundos distribuídos entre a programação dos veículos e serão veiculadas também aos domingos.

Apresentação dos candidatos nas Coligações Majoritárias 1º- Juntos para Novas Mudanças - Manoel Santana (PT); 2º- O Povo Pode Mais - Raimundo Macedo (PMDB); 3º- Frente Esquerda Socialista - Demontieux Fernandes (PSOL). A ordem foi definida através de sorteio. A partir do segundo dia é feito um ‘rodízio carrossel’, onde o primeiro vira último até o prazo final da veiculação.

Metas socialistas em Plano de Governo da Esquerda O Plano de Governo da Frente de Esquerda Socialista (PSOL/PSTU), que tem como candidato a prefeito de Juazeiro, Demontieux Fernandes, e Valdir Medeiros a vice, segue as linhas de defesa dos Partidos de Esquerda e prioriza questões como: a transparência, prometendo combater o nepotismo e realizar auditoria nas contas públicas. Trata de Solidariedade, garantindo o apoio e incentivo às lutas e mobilizações populares, em defesa das mulheres e das minorias, priorizando ações públicas de amparo aos idosos e menores. E garantindo a acessibilidade, adequando espaços públicos à circulação de portadores de necessidades especiais. No quesito Serviços Públicos e Sustentabilidade, prima pela busca de melhorias na qualidade do ensino público, planeja implantar o

n Demontieux Fernandes (PSOL)

modelo de eleição direta para núcleos gestores das escolas municipais e promete reabrir o antigo Ginásio Municipal, fechado no primeiro ano da administração atual, hoje funcionado como Centro Administrativo do Governo. Planeja também ampliar

o número de creches, reconhecer e incentivar a importância da indústria cultural, desenvolver política própria de reciclagem e incentivar programas de educação ambiental e de educação para o trânsito e transportes. Outro quesito que ganha atenção é a Infraestrutura e Mobilidade Urbana, instituindo o Conselho Municipal de Trânsito e Transportes, implantando de fato a Escola Pública de Trânsito, prevendo a criação da Companhia de Trens Metropolitanos de Juazeiro (Metrojuá) e construindo também o terminal integrado de ônibus, e ainda prevê dotar Juazeiro de ciclovias e implantar a coleta seletiva de lixo. O futuro Plano de Gestão da Esquerda Socialista frisa bem metas de fiscalizações e verificações dos processos administrativos realizados nas gestões anteriores.

Dentre os quais se destacam: Estancar o processo de terceirização administrativa, que segundo, o plano impôs privatizações disfarçadas em mercados públicos, terminais rodoviários e frigoríficos, realizando auditorias nos contratos, para preservação dos interesses municipais e de permissionários. Por fim, traz um tópico que aborda as questões do Trabalho, Sobrevivência e Criatividade, propondo iniciativas voltadas para a economia solidária, incentivando a produção de alimentos na periferia, promovendo a inclusão de portadores de necessidades especiais em projetos incentivados pelo Município. Tem metas de fortalecer a luta das mulheres pelo direito ao trabalho, incentivando a criação, assim como garantindo o suporte jurídico às cooperativas de negócios.

CRATO

Ronaldo Gomes defende a ética e o meio ambiente Nascido no Crato, em 08 de fevereiro de 1966, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos é filho de Neuma Muniz Sampaio Gomes de Mattos e Aldegundes Gomes de Mattos (in memorian). O pai, além de ex-presidente da Câmara Municipal de Vereadores do Crato, chegou a ocupar interinamente o cargo de prefeito. Ronaldo é casado com Gilvania e tem dois filhos: Iane e Hugo. Na infância cresceu nos brejos do Cariri, em meio ao couro e ao bagaço de cana do antigo Engenho Paraíso. A vida escolar foi no Colégio Diocesano de Crato, onde concluiu o ensino médio e fundamental. Cursou Geologia, área que mais tarde influenciaria a carreira no segmento empresarial. Em 1989, formou-se pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Em seguida, retornou ao Crato e fundou, junto aos irmãos, a Cerâmica Gomes de Mattos (CGM) - empresa reconhecida com certificado internacional pela atuação ecologicamente correta. Ronaldo tem visão empreendedora e defende a ética

solidária e ecológica, realizando projetos sociais junto às comunidades carentes no entorno de suas empresas. Foram essas atitudes que despertaram o interesse de empresários, comerciantes, profissionais liberais que o convidaram para ser candidato a prefeito. Com o apoio da família e amigos, ele colocou-se à disposição. “Conquistamos a admiração do senador Eunício Oliveira, que me convidou para fazer parte do PMDB”. A filiação foi oficializada em grande evento em 2011. “A entrada de Ronaldo para a política é um presente de Deus, pois ele está deixando o conforto de sua vida empresarial para se dedicar ao povo da sua terra”, afirmou, em discurso, o senador Eunício Oliveira. Ronaldo Gomes de Matos afirma que aceitou o convite para entrar na política, “com a convicção de contribuir de forma séria, honesta e competente para o desenvolvimento do Crato. Como homem de fé, sonho em ver uma cidade melhor, onde as pessoas possam ter qualidade de vida, dignidade e respeito aos cidadãos”. O vice na chapa de Ro-

n Ronaldo Gomes (PMDB) e o seu candidato a vice, Raimundo Filho (PPS)

naldo é o já atual vice-prefeito do Município, Raimundo Coêlho Bezerra de Farias Filho, que entrou na política influenciado pelo pai Raimundo Bezerra, ex-prefeito do Crato. Ele é formado em gestão em Saúde Pública, pela Universidade Regional do Cariri (URCA), empresário e entrou na carreira política como assessor par-

lamentar da Câmara Municipal de Fortaleza, em 1994. Em 2002 foi articulador político da Secretaria de Governo do Estado do Ceará, exercendo o cargo até 2006, e foi eleito vice - prefeito no último pleito municipal, pelo PPS. Irá disputar o cargo novamente, porém desta vez ao lado de Ronaldo Gomes de Mattos.


Cidades 4

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012

PEDOFILIA

Crimes sexuais contra crianças revoltam a sociedade

S

eja próximo aos colégios, praças, barzinhos, lanchonetes ou pela Internet, a maior arma dos pedófilos consiste na sedução. Eles prometem presentes, dinheiro e até alimento para as vítimas, na maioria das vezes, de pouca idade e sem capacidade de defesa. Na região do Cariri, apesar de autoridades combaterem este tipo de crime, o aumento de casos de abuso sexual contra menores é uma realidade crescente. Índices que são constatados através de denúncias repassadas aos Conselhos Tutelares e Delega-

cias de Polícia apontam para um indicativo significativo desse tipo de crime. A violência sexual contra uma criança de 7 anos, em Crato, causou revolta e indignação aos moradores do bairro Muriti. Ao tomarem conhecimento que o principal suspeito, Paulo Henrique dos Santos, de 37 anos, fugiu após ter seduzido e praticado o crime, os vizinhos foram até a residência do acusado e depredaram o imóvel. De acordo com o capitão da Polícia Militar, Paulo Rabelo, o garoto confessou para a mãe

que havia sido violentado. O delegado regional da Polícia Civil do Crato, Flávio Santos, explica que por se tratar de um crime contra a criança, o acusado também terá que responder por prática de pedofilia. De acordo com as estatísticas, em Crato, esse tipo de crime vem crescendo, significativamente. O coordenador do Conselho Tutelar do Município, José Genivaldo de Carvalho, disse que somente o juiz pode classificar quando a prática sexual contra a criança é caso de pedofilia ou não, mediante os resulta-

dos dos exames de corpo de delito. “No caso do garoto do Muriti, os exames foram feitos e os resultados estão sob segredo de Justiça. Porém, de acordo com o teor da denúncia, trata-se de um estupro”, explicou Genivaldo. Na Delegacia da Mulher, onde são contabilizados casos envolvendo somente vítimas do sexo feminino, nos anos de 2010, 2011 e 2012 foram 37 registros de práticas de crimes sexuais contra a criança e adolescente. Abuso sexual, aliciamento de menores, assédio, exploração sexual, estupro e tentativas de es-

tupros dão entrada naquela especializada quase todos os meses. Até mesmo a satisfação de lascívia (sexo ou ato libidinoso praticado por adultos na presença da criança ou adolescente) teve dois casos registrados em 2011 e um em 2010. As informações foram passadas pela delegada Fernanda Gomes Matos de Sousa, esclarecendo que todos estão relacionados à pedofilia. As autoridades policiais são unânimes ao afirmarem que as causas da pedofilia ainda são desconhecidas. “Quando a criança ou adolescente é vitima da vio-

lência dentro de casa, pode se tornar vítima também de violência na escola e a consequência de tudo isso, pode ser a violência sexual no caminho de casa. E com esse trabalho de prevenção, os abusos podem ser reduzidos”, explica Pedro Rodrigues, diretor administrativo do Juizado da Infância e Juventude de Juazeiro. Ainda de acordo com ele, é nos bairros da periferia onde ocorre o maior número de casos deste tipo de crime. Entretanto, segundo ele, podem acontecer em qualquer local.

Passos para identificar e punir Quando o caso de abuso sexual é registrado em Boletim de Ocorrência (BO), imediatamente o inquérito policial é instaurado, seguido de todos os procedimentos que o caso requer. A vítima é submetida a exame de corpo de delito, os órgãos que trabalham diretamente com a criança são acionados, como Conselho Tutelar, Creas, Cras, Ministério Público e Juizado da Infância e Juventude. “No caso de denúncias anônimas, que são as mais comuns, como se trata de criança e muitas vezes as pessoas não falam para a polícia, em primeiro lugar, a gente aciona o Conselho Tutelar, para que faça o acompanhamento da família e nos forneça um relatório. Se o Conselho Tutelar constatar indícios de veracidade da denúncia, ou qualquer outro tipo de crime em desfavor da criança, instauramos o inquérito policial. Se for o caso, prendemos em flagrante, como já fizemos várias vezes”, afirma o delegado regional de Juazeiro, Levi Leal. Órgão responsável em fiscalizar os direitos previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o Conselho Tutelar atende, diariamente, dezenas de famílias e menores vítimas de discriminação, exploração, negligência, opressão e violência, além de acompanhar o caso devidamente e definir a

n Conselheira Fátima Martins

melhor maneira de resolver o problema. Genivaldo de Carvalho revelou que em 2010, o Conselho Tutelar do Crato registrou 16 casos de abuso sexual, 7 aliciamentos de menores e apenas um caso de assédio sexual. Em 2011, foram 7 casos de abuso sexual, 7 de exploração sexual e 7 tentativas de estupros. O coordenador informou que as vítimas são recebidas no Conselho e encaminhadas para acompanhamento psicológico, nos órgãos municipais especializados. Genivaldo explicou que a maioria dos casos de pedofilia é praticada por pessoas da família da vítima ou muito próxima a ela. E alertou que o pedófilo é uma pessoa comum, sem despertar qualquer suspeita. Para a conselheira tutelar de Juazeiro, Maria Fátima Martins, a criança ou

adolescente que sofre com a pedofilia apresenta um comportamento diferente. “Ela possui maior vulnerabilidade por conta da violação sexual e, muitas vezes, não tem a consciência de que está sendo abusada”. Após a denúncia, a instituição atua no direcionamento da vítima aos demais órgãos e entidades, como ao Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), a Delegacia Regional e a 2° Vara Cível da Infância e Juventude. “O Conselho tutelar atua como uma ferramenta intermediadora entre a criança e a Justiça, principalmente nos casos que a família é considerada omissa”, finaliza a conselheira. Pedro Rodrigues acrescenta que ao receber denúncias sobre possíveis autores de abusos sexuais contra menores, o Juizado encontra dificuldades para realizar abordagens junto aos acusados. As denúncias feitas através do Disque-100 são enviadas à Promotoria da Infância e Juventude, a qual determina que o Juizado realize a devida averiguação para descobrir se realmente são verdadeiras ou não. “As informações imprecisas sobre casos de pedofilia dificultam o nosso trabalho, no sentido de identificar os autores. Às vezes, nós vamos aos locais indicados pelos denunciantes e não os encontramos”, diz.

Perícia é mais constrangimento Segundo o médico legista Francisco Erivan Alves, todos os dias, o Núcleo de Perícias Médicas e Odontológicas (antigo Instituto Médico Legal - IML) recebe casos de crianças violentadas, seja por desconhecidos ou até mesmo por parentes. “Isso é uma rotina. Se você vier todo dia, todo dia vai ter caso. Aqui pai estupra filha, tio estupra sobrinha”. Na ocorrência de um crime sexual, é realizada uma perícia, onde são observadas, inicialmente, as lesões externas. Em casos de violência, é comum marcas e arranhões no pescoço, como tentativas de beijos. “Logo após, a região mamária é observada, onde, depois desta, segue-se para avaliação na região genital, para que seja constatada se há a presença de Doenças Sexualmente Transmissíveis, de forma macroscópica, visível, sem que seja necessária a utili-

zação de algum instrumento”, afirma o legista. O exame é bastante detalhado, e o mais complicado é o constrangimento pelo qual as crianças passam. Sempre que há perícia infantil no Núcleo, uma funcionária é convidada a acompanhar o andamento. Caso nenhuma mulher esteja presente, a criança é encaminhada junto ao médico ao Hospital São Lucas, para que uma enfermeira do local participe do exame. “Se não tiver alguma funcionária nossa presente, não fazemos. Eu já saí daqui e fui fazer no hospital com a presença de uma enfermeira. Vou até lá e a equipe de enfermagem me dá o suporte.”, informou o médico, que trabalha no Núcleo desde o ano de 2007. Após os procedimentos físicos, é colhido material orgânico, que consiste em secreções oral, vaginal e anal. Esta análise é onde se identifica

resquícios de espermatozóides e de PSA, enzima que faz parte do conteúdo do líquido espermático. Segundo o Dr. Erivan, a presença de espermatozóides nas secreções pode ser identificada até uma semana após a data que aconteceu o fato e o PSA até 45 horas após a ocorrência. “Já em tecido, roupas e papéis, o tempo é indeterminado. Já houve caso em que foi encontrado espermatozóide um ano depois do caso”. Após todos os exames realizados, o material investigado para análise laboratorial é encaminhado para Fortaleza. Um núcleo “matriz”, composto por patologistas e bioquímicos especializados em DNA, oferece o trabalho de toxicologia e dá o suporte necessário. A equipe tem um prazo legal de dez dias para entregar o laudo, sendo possível o pedido de prorrogação, com tempo máximo de 30 dias.

O desejo sexual compulsivo por crianças. Uma visão D e acordo com a psicóloga Ana Ve r ô n i c a Alencar, a Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica a pedofilia como uma doença, uma deformidade no desenvolvimento da personalidade. Um distúrbio de conduta sexual, onde o indivíduo adulto sente desejo compulsivo por crianças. A partir do momento em

que o desejo de se relacionar com crianças deixa de ser apenas um desejo, atravessando a barreira da imaginação, para o contato real com a criança, a pedofilia se torna um crime. Geralmente, a criança que sofre abuso sexual se sente demasiadamente humilhada, envergonhada e, muitas vezes, têm medo de contar para alguém a violência que passou ou vem passando. Assim, para saber se uma criança foi vítima ou ainda vem so-

frendo o abuso é importante observar se houve mudanças repentinas em seu comportamento, como a presença de medo, vontade de se isolar, dificuldade no convívio social e afetivo, entre outros. “É mais provável que a pessoa que abusa sexualmente da criança seja alguém que a criança conheça e confie como os pais, do que um total desconhecido. Desta forma, é importante ensinar à criança a comunicar caso qualquer pessoa a toque

de maneira desagradável ou que considere fora do comum”, esclarece. Ainda segundo a psicóloga, pedofilia pode ser tratada, mas nunca é bom focar na ‘cura’, pois isso pode não acontecer. Normalmente está relacionada com a desestruturação familiar em que o abusador conviveu. Por conta disso, o pedófilo não tem a noção exata dos limites da relação familiar (pai, mãe e filho). Ele ou ela não percebe, claramen-

te, a ‘quebra do pacto’ da lei do incesto, tão praticada pela sociedade em geral. Na psicologia, depois de detectada a patologia, ou o trauma dos envolvidos, tenta-se dialogar bastante, para que haja a minimização dos problemas. De acordo com a assistente social Angelina Aragão, na maioria dos casos de pedofilia, quando é comprovado - através de exames - o abuso sexual, a família é a primeira a pedir o distanciamento do

agressor. “Daí vem à revolta tanto da família, quanto da sociedade em geral, que agem de forma a colocar em risco a vida do ‘culpado’. Então, também por conta disso, é preciso que haja uma rede assistencial fortalecida para que se possa ter uma proteção para o agressor, que é uma pessoa doente e precisa ser tratada”, finaliza Angelina. (Colaboraram Wilson Rodrigues, Chagas Lima, Ingrid Monteiro, Amanda Salustiano e Joaquim Júnior)


Cidades Política 5

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012

DEGRADAÇÃO DE RESERVAS

Ocorrência de crimes ambientais cresce e agrava desequilíbrios Wilson Rodrigues

M

udanças climáticas, erosões, queimadas e a expansão de áreas desérticas são alguns dos fatores que avisam sobre a crise no meio ambiente e que já está passando da hora de agir. As leis que estabelecem multas severas para os agressores e os esforços das autoridades não têm sido suficientes para inibir as ações do homem contra a natureza. É cada vez maior o registro de infrações ambientais nas pequenas e grandes cidades do Cariri. De janeiro a junho deste ano, o segundo pelotão da Companhia de Polícia Militar Ambiental (CPMA), sediado em Juazeiro do Norte, apreendeu 1.389 animais, entre vivos e abatidos, silvestres e domésticos. Foram 341 equipamentos de caça, 361 quilos de pei-

n No Cariri, as queimadas são mais frenquentes durante o segundo semestre do ano

xes, 350 armas de fogo e munições. Além de 42 carros de som e 170 sacas de carvão. O tenente Manoel Pinheiro Dantas, comandante regional da CPMA/ Cariri, avalia a estatística como dramática e preocupante, “não

só pelo volume de apreensões, mas pela negligência da grande maioria da população, em relação à preservação do meio ambiente”. A desobediência às leis ambientais tem trazido consequências que vão desde

a diminuição da vazão das fontes de água à extinção de valores da flora e fauna. Ainda de acordo com o comandante, é cada vez mais frequente a presença de animais silvestres nas residências.

A CPMA foi chamada para sedar 20 saguis que estavam invadindo uma residência em Barbalha, roubando alimentos e incomodando os moradores. Outro exemplo foi uma jibóia que apareceu numa residência do Sítio Estrela, também em Barbalha. “Estas serpentes, algumas chegando a medir 2,5 metros de comprimento, vêm se tornando figurinhas carimbadas em alguns bairros de Crato, Juazeiro do Norte e cidades vizinhas. A media de avistamentos e pedidos de capturas desses animais são de dois por semana”. As áreas de maior incidência são as que ficam próximas as matas preservadas, que estão sendo ocupadas por residências e outros tipos de edificações. O segundo pelotão da CPMA em Juazeiro tem 31 agentes, uma viatura e três motos para atender 71 municípios de toda região

Sul do Estado, além de Inhamuns, indo até Mombaça. O comandante informou que o Governo do Ceará prometeu estruturar melhor a instituição em todo o Estado, transformando a Companhia de Fortaleza em Batalhão, os pelotões de Sobral e Juazeiro do Norte em Companhias e criando novos pelotões nas principais cidades do Cariri. No mesmo projeto, está a aquisição de novas viaturas e a inserção de mais homens quando da realização do próximo concurso para a Polícia Militar. Mas o projeto só vai ser executado após as eleições municipais de outubro próximo, conforme o comandante Pinheiro.

Serviço

Companhia de Polícia Militar Ambiental, Parque das Timbaúbas, Juazeiro do Norte. Telefone: 88- 3102.1126

Procurador pede melhoria na infraestrutura do Geopark Araripe O Ministério Público Federal (MPF) no Ceará instaurou procedimento administrativo contra o Geopark Araripe. O autor do despacho é o procurador da República, Rafael Ribeiro Rayol, que alega que os nove geossítios estão sem infraestrutura adequada para o recebimento de visitantes e que nesses locais de interesses geológicos, não existe segurança, tanto para o patrimônio cultural exposto, quanto para as próprias pessoas interessadas em visitarem essas áreas. “Qualquer um pode adentrar nos geossítios e subtrair ou danificar o que bem entender, inexistindo sequer guias para atender a população e promover a função essencial de um Geopark, que é o fomento a educação ambiental e o desenvolvimento sustentável na Região”. Até o fechamento des-

ta edição, a coordenação do Geopark Araripe, não havia recebido a notificação do MPF sobre a instauração do procedimento. O coordenador Titos Rield explicou que o Geopark Araripe está ainda em fase de implantação, semelhantemente as demais 88 unidades do mundo inteiro, por se tratar de um projeto jovem, com apenas dez anos de construção. “A expectativa é de que esse projeto tenha sua implantação plenamente concluída em 2013”. Sobre os geossítios, explicou que cada um tem situação diferente pelo fato de estarem situados em áreas de posse particular e outros em locais públicos. “Atualmente, esses locais estão sendo melhorados e o processo é lento porque depende de licitações. Eles estão sendo preparados para

a visitação pública que terá o auxílio da primeira turma de guias turísticos formados em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Conforme o secretário executivo do Geopark Araripe, Nivaldo Soares, a instituição vem cumprindo sua função ambiental, como animador de um processo que envolve diversos segmentos sociais, no sentido de fazer reconhecidos elementos do ecossistema e nos espaços que necessitam de olhares diferentes. Nivaldo entende que a instituição evoluiu e está atingindo os objetivos pelos quais foi criada. “Possui uma sede própria com estrutura capaz de fazer funcionar suas principais atividades, principalmente na área educativa, a exemplo da formação recente de 180 professores dos municípios

n Geopark Araripe é formado por nove geossítios

de Crato, Juazeiro do Norte, Nova Olinda, Santana do Cariri, Barbalha e Missão

Velha. Esses profissionais terão como missão principal socializar o papel do Geopa-

rk quanto a sua importância nesses respectivos municípios”, concluiu.

Policiais reivindicam reajuste salarial e reestruturação da carreira Arthur Luiz

Amanda Salustiano Funcionários da Polícia Federal em Juazeiro do Norte encontram-se de greve, desde a última terça-feira (7). De acordo com a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), a categoria, composta por agentes, peritos, delegados e escrivães, reivindica a reestruturação dos cargos e a valorização salarial, que desde 1996, não são reformulados. Com a paralisação, 70% dos efetivos estão sem trabalhar e, com isso, vários serviços estão comprometidos, entre eles, a emissão e entrega de passaportes de brasileiros e estrangeiros. Além disso, houve uma significativa redução na fiscaliza-

n Apenas 30% do efetivo está trabalhando na sede da Polícia Federal em Juazeiro

ção das fronteiras federias e nos aeroportos nacionais. Em Juazeiro do Norte, apenas os serviços emergenciais e o setor terceirizado, responsável pela emissão de passaportes, estão em funcionamento. “Apenas 30% dos funcionários estão exercendo suas atividades. Essa é uma determinação prevista na legislação, que está sendo cumprida pela classe”, explica o representante do Sindicato da Polícia Federal do Ceará (Sinpof) em Juazeiro do Norte, Levi Viana Texeira. Os servidores que aderiram à greve montaram tendas para acampamento em frente à delegacia federal e distribuíram faixas com as reivindicações da categoria, no

local. “Desde 1996, a lei criou a exigência do nível superior para ingressar na esquadra da Polícia federal, para qualquer cargo. Mas, todo esse tempo não houve regularização dos salários. Queremos o ‘reparo’ dessa distorção salarial”, enfatiza Levi Viana. No País, já somam nove mil servidores da Polícia Federal sem trabalhar, em decorrência da greve. Ainda segundo o agente federal, a paralisação continuará por tempo indeterminado, dependendo das negociações com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão em Brasília. “Se o governo atender as nossas reivindicações, a greve se encerra; se não, continua”, finaliza.

Inscrições abertas para Congresso Internacional de Odontologia Estão abertas as inscrições para o IV Congresso Internacional de Odontologia e o I Congresso Brasileiro de Halitose, que acontecerão no período de 12 a 15 de setembro, em Fortaleza. Os encontros, que serão realizados no novo Centro de Eventos, o Expoceará, abor-

darão temas inovadores como “Técnicas atuais para clareamento de dentes”, “Inclusão da halitose na prática odontológica” e “Sexualidade e Odontologia”, entre outros. Os debates serão ministrados por palestrantes renomados. Além de cursos nacionais e internacionais,

também serão promovidos simpósios, fóruns, módulos, workshops, conferências e temas livres, todos abertos aos congressistas. As inscrições podem ser feitas através do site: http://www. aboce.org.br/cioce2012/ ou pelos telefones: 3087.6242 ou 7811.26 14.


6

VozesdoCariri Frei Raimundo Barbosa, REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012

simples e perto do povo Chagas Lima

Fotos: Arthur Luiz / Arte: Evando F. Matias

Ser frade capuchinho é procurar viver toda a mística que viveu São Francisco. É viver com simplicidade, indo aos locais onde o povo mais precisa.

Jornal do Cariri – Em que ano o senhor chegou a Juazeiro do Norte? Frei Barbosa – Eu cheguei a Juazeiro no mês de fevereiro de 1998, procedente da cidade de Parnaíba, onde trabalhava na paróquia de São Sebastião. Passei 14 anos lá, mas sou filho natural de Fortaleza, onde fui ordenado em 1976. Trabalhei durante um ano no Seminário Seráfico da Escola de Capuchinhos, em Messejana. Posteriormente, fui para Guaramiranga (Serra de Baturité), como pároco. Passei cinco anos e seis meses, quando foi criada a nova Província. Nosso primeiro provincial foi o Frei Nazário, que me transferiu para Parnaíba. Cheguei lá em l983. Passei um ano conhecendo e depois desse período assumi a paróquia. De lá fui transferido para Juazeiro, através do provincial Frei João Alberto, e depois assumi a coordenação do Convento, como superior da comunidade capuchinha. Depois de nove anos na função, estou só como pároco. JC – O que é ser Capuchinho? Frei Barbosa – Ser frade capuchinho é procurar viver toda a mística que viveu São Francisco. É viver com simplicidade, indo aos locais onde o povo mais precisa. Inclusive, nós capuchinhos, quando somos convidados pelo bispo para criarmos uma fraternidade na Diocese, geralmente vamos para a periferia. Por exemplo, esse convento de Juazeiro, quando foi iniciado em 1949, aqui era tudo mato. Depois, a cidade foi crescendo e hoje é uma área central. Mas a nossa mística mesmo é estarmos nos lugares mais simples, trabalharmos com os pobres, que foi justamente a mística de São Francisco. Por exemplo, lá em Assis, onde nasceu a família franciscana, São Francisco foi morar fora dos muros, exatamente onde estavam os excluídos da cidade. Porém, é um grande desafio pra gente porque a nossa vida de frade é viver a pobreza, a castidade e a obediência, buscando seguir essa experiência de São Francisco. Graças a Deus, a gente percebe que o povo tem grande admiração por nós capuchinhos, porque procuramos, na medida do possível, atender, sobretudo nas confissões, tendo em vista a necessidade do povo carente que é o sacramento da confissão. JC – Como é trabalhar em um santuário como esse dos Franciscanos? Frei Barbosa – Para ser sincero, depois que fui ordenado frade, vim por diversas vezes a Ju-

azeiro, durante as romarias, mas ficava sempre no anonimato. Sempre observava toda a suntuosidade desse santuário, tanto da sua realidade pastoral, como da própria edificação, um dos maiores complexos arquitetônicos do Nordeste, juntando o santuário, o convento, o seminário e o abrigo dos romeiros, que expressa a grandiosidade da fé. Quando fui designado para trabalhar aqui, recebi orientações dos meus superiores para dinamizar mais as romarias no santuário, e graças a Deus, com ajuda da comunidade local, criamos o Conselho Paroquial, desenvolvendo diversas atividades envolvendo o povo. De tal forma que, gradativamente, fomos mudando o rosto das romarias neste santuário, até porque nos juntamos também aos outros vigários, como padre Murilo (Igreja Matriz), padre Luiz (Salesianos), entre outros, procurando fazer uma pastoral conjunta, para ter uma unidade. Graças a Deus, as coisas foram acontecendo até alcançarmos o êxito desejado, em torno das romarias. JC – Como ocorreu a construção do Santuário de São Francisco? Frei Barbosa – A construção desse santuário foi, antes de tudo, uma demonstração de fé e determinação do povo desta cidade, que atendeu o chamamento dos nossos missionários capuchinhos, que com bravura, após se estabelecerem em Juazeiro do Norte, em 1949, escolherem um local ermo, no meio do mato, e iniciaram esse Santuário, que foi construído com um grande mutirão. Muitas pessoas da terceira idade ajudaram na edificação, carregando pedras, tilojos, areia, cimento, madeira, enfim, todo tipo de material. É por isso que eu digo que esse santuário é muito querido pelo povo, porque foi o povo que fez, de maneira solidária, envolvendo pobres e ricos. A construção durou seis anos. Muitas pessoas que visitam esse santuário admiram sua grandiosidade, sobretudo da praça, aí é que se percebe a visão de futuro que os missionários capuchinhos tiveram. Tem uma lição muito bonita na edificação desse santuário. Sempre gosto de dizer que assim como a nossa igreja primitiva foi regada pelo sangue dos apóstolos, esse santuário teve algo parecido, pelo destino de Monsenhor Juviniano Barreto, que no nomento do lançamento da pedra fundamental foi assassinado. O sangue dele regou esse santuário. Eu sempre ressalto esse fato, embora seja triste, mas é de grande significado porque Monsenhor Juviniano Barreto, morreu também por ter sido fiel ao trabalho pastoral.

C

om 63 anos de idade, o frei Raimundo Barbosa Filho está em Juazeiro do Norte desde 1998, no Santuário de São Francisco das Chagas. Antes, como diretor e, hoje, como pároco. Ele prestou serviços religiosos durante 14 anos na cidade de Parnaíba, no Piauí, para onde foi designado, logo após ser ordenado, em 1976, no Seminário Seráfico da Escola de Capuchinhos, em Fortaleza.

JC – E o que o senhor diz sobre chamado passeio das almas? Frei Barbosa – O passeio das almas é outro ponto que faz parte de todo esse complexo do santuário, muito concorrido. Os romeiros fazem questão de visitá-lo, até como forma de pagar promessas e veneração às almas. O interessante é que esse local foi construído com as doações de materiais, com nomes de pessoas falecidas, para serem colocados no teto. Assim foi feito o passeio das almas, que hoje é um ponto referencial para os romeiros, como é a imagem de São Francisco - erguida no centro da praça - onde os visitantes costumam dar três voltas em torno da mesma, quando chegam a Juazeiro e quando vão embora, pedindo as bênçãos do santo. Os romeiros têm uma criatividade, fora do comum, de expressar a sua religiosidade. JC – O que o senhor tem a dizer sobre a gruta localizada em uma das áreas do santuário, onde os romeiros costumam apanhar a suposta água benta? Frei Barbosa – Tudo que Deus fez já é sagrado. Pelo fato de serem criativos, eles têm consciência que essa água da gruta é sagrada, é uma água benta. Tem algo diferente. Até porque tudo tem um sentido, quando as coisas acontecem. Como a gruta derrama aquela água, eles levam para suas casas para quando adoecerem utilizá-la de diversas maneiras, fazendo um chá, lavando um ferimento, etc. É uma demonstração de fé, mesmo que a gente diga pra eles que a água que jorra da gruta é a mesma da torneira e que podem levá-la também até para evitar que enfrentem longas filas, mas eles só querem levar se for água da gruta. É uma coisa que já se tornou uma tradição no jeito simples dos nossos queridos peregrinos. Por outro lado, a gente percebe que está havendo uma profunda mudança, até mesmo na palavra deles, o referencial à beata Maria de Araújo, ao padre Cícero, ao Frei Damião. Tudo está tendo uma realidade diferente. Hoje, a gente não escuta mais expressões como antigamente, que diziam que os romeiros eram fanáticos. A nossa igreja hierárquica deve muito a perseverança e a determinação dos romeiros. Outra coisa, eles cultivam as romarias com muito amor à Igreja. Uma coisa bem do padre Cícero, que apesar de todo o seu sofrimento, sempre foi obediente a sua Igreja. Eu quero agradecer essa oportunidade que o Jornal do Cariri nos oferece para divulgarmos o nosso trabalho como frades capuchinhos.


Social Cultura Política 7

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012

Sociedade em Foco

POR WALESKA MARROCOS

AVÓS DO ANO

waleskamarrocos@jornaldocariri.com.br

FÉRIAS MERECIDAS

Encontrei com os queridos Nasa e Cicinha com a filha Karoliny, que espera primogênito. Eles estão ansiosos pela chegado do bebê, prevista para o dia 30 de setembro. Desejo que Deus abençoe essa linda família. Parabéns, mamãe!

o

Adailton Pires e sua esposa Cícera Lopes estão de malas prontas para curtir as merecidas férias, na capital potiguar. De Natal, a família irá para Fortaleza, rever amigos e parentes. Grávida de cinco meses, do segundo filho Rafael, Cícera prometeu ao seu primogênito, Pedro Artur, muita curtição nas praias nordestinas.

LINDA FAMÍLIA

É BIG, É BIG

A família toda entrou no tema da festa de aniversário da pequena Brunna. O mundo Disney foi escolhido, Minnie e Mickey estavam em todos os lugares. Família reunida e feliz. Parabéns aos papais Vicente Tadeu e Maria Valneide. Que papai do céu abençoe Bruninha e todos os seus.

SHOW DE HUMOR

CASAL SHOW

Gilvanda Machado esteve na terrinha, matando as saudades da mamãe Geane e do irmão João Machado. Residindo em Campo Grande (MS), Gil está ansiosa para retomar aos seus trabalhos e estudos e, assim, chegar às festas de fim de ano, quando ela voltará a nossa terrinha. Saudade de você!

Oswaldo e Val formam um casal feliz e acolhedor. Eles comandam uns dos melhores barzinhos da região. Certeza de uma bebidinha gelada e de um tira gosto caprichado. Eu adoro.

Casa lotada no show de humor “Elas cansam Roberto Carlos”, com Ruanito e o Super Edson, no restaurante Mama Vitória. Eliana e Marcos estão de parabéns pela organização do evento

CULTURA

CULTURA

Solo teatral aborda cultura popular da Região Fotos: Divulgação

Ingrid Monteiro

U

ma história que conduz o público a refletir sobre as formações sociais e elementos do imaginário popular da região do Cariri. As crenças sincréticas formadas a partir da mistura cultural entre a população indígena, africana e colonizadores portugueses. A temática pode ser conferida no espetáculo “A Irmandade Secreta do Boi Santo”, aberto ao público no próximo dia 18 de agosto, no Centro Cultural Banco do Nordeste do Brasil (CCBNB).

O espetáculo, contemplado com o Prêmio de Incentivo à Pesquisa do Festival Internacional de Artes Cênicas em Fortaleza, visa representar a história do município de Juazeiro do Norte, não somente a partir dos fatos religiosos, mas por meio das relações de sincretismo, responsáveis pela formação da população caririense. “O objetivo visa retratar a existência dos índios Kariris e escravos africanos, que habitaram a Região antes da chegada do padre Cícero”, explica o diretor e ator André de Andrade. Pós-graduado em História e Sociologia pela

Universidade Regional do Cariri (Urca), André de Andrade afirma que o trabalho é resultado de uma pesquisa aprofundada sobre a história da fundação de Juazeiro do Norte e sua diversidade social. O espetáculo busca fazer estas referências entre a mistura das crenças sincréticas, populares e religiosas, que caracterizam o Cariri. Durante a encenação, o público se surpreende com a força cênica elaborada pelo ator cearense através da história de um boi mansinho, pertencente ao Padre Cícero, que foi considerado santo pela população juazeirense. “O solo teatro, interpretado

ALFARMA, a primeira farmácia de manipulação genuinamente Cratense. Diretora Técnica

Drª Fabiana Pereira Rodovalho Alencar Gomes

O periódico do Cariri independente

Rua Senador Pompeu, Nº 429 - Centro - Crato-CE Fone/Fax (88) 3253.1080

Ligue e anuncie (88)3511 2457

por André, nos faz pensar sobre os nossos antepassados e, sobretudo, acerca da nossa história e identidade”, declara a estudante Ângela Pereira. Nos últimos dias 4 e 11 de agosto, cerca de 200 pessoas prestigiaram a peça teatral no CCBNB. Para compor a trilha sonora de A Irmandade Secreta do Boi Santo, foram escolhidas canções da Música Popular Brasileira, benditos religiosos e ritmos da cultura africana e indígena. A programação gratuita é aberta ao público a partir de 14 anos de idade e indicada para acadêmicos e educadores da região.


Esporte 8

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 14 A 20 DE AGOSTO DE 2012

TOQUE DE PRIMEIRA CÍCERO NICÁSSIO CONSEQUÊNCIAS Duas goleadas aconteceram no grupo do Icasa, até o momento. O Salgueiro aplicou 6 a 2 no Luverdense, e o Santa Cruz, 4 a 0 no Icasa. Golear e ser goleado é um fato normal no futebol. Até, então, o Verdão não havia tomado mais do que dois gols numa partida, mas como o Campeonato é longo, tropeços como esse irão acontecer. Não pode é se tornar corriqueiro, pois resultados elásticos minam a trajetória da equipe na competição. É bom lembrar que toda goleada tem as suas consequências.

ICASA

José Hilton: um sonho realizado e frustrado

Arthur Luiz

DOIS JOGOS Faltam dois jogos para terminar a primeira volta da série C, os chamados jogos de ida. O Verdão tem pela frente dois times que brigam pela classificação: o Fortaleza, que tem uma trajetória de vitórias sobre o Icasa, e o Paysandu, que não tem boas lembranças do Verdão. No último confronto, o time juazeirense venceu de goleada o Papão, e de quebra subiu para a série B. O torcedor icasiano lembra muito bem desse feito. A história agora é outra, os dois times se enfrentam no Mangueirão. Toni Sousa – Especial para o JC

MONTANTE O momento financeiro do Icasa é péssimo. A diretoria do clube já não sabe mais o que fazer para saudar os compromissos. Os dirigentes colocaram em negociações dois mandos de campo: o do dia 7 de outubro, contra o Santa Cruz, seria em João Pessoa, no estádio Almeidão, e contra o Fortaleza. Para completar o stress financeiro, a Receita Federal bloqueou R$ 40 mil. Do negócio feito entre o verdão e o futebol tailandez, a diretoria tenta, junto à Caixa Econômica, a liberação desse montante. Um time em crise resolve um problema hoje e, amanhã, tem dois para serem resolvidos. E, assim, vai.

CAMPANHA PÍFIA O Ceará precisa, urgentemente, dar uma arrancada na série B. Até o momento, a campanha é pífia, pois o time ocupa o meio da tabela e está a um passo da zona do rebaixamento. Apesar da irregularidade , o treinador Paulo César Gusmão está prestigiado, mas qualquer menino sabe que a diretoria do vovô tem que contratar, no mínimo, quatro jogadores, principalmente para os setores de meio de campo e no ataque.

n SEGURANÇA ELETRÔNICA

n ZELADORIA

n PORTARIA

n TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS

Travessa Slino Duda, 59 - Bairro Santa Teresa - Juazeiro do Norte - CE

Peça já seu orçamento sem compromisso

N

ão é todo dia que um torcedor consegue ser presidente do seu time do coração. Mas, há pouco tempo, o fato aconteceu na Região do Cariri. José Hilton Pereira passou de torcedor a presidente do Icasa. Pernambucano de São Bento do Una, chegou em Juazeiro do Norte em agosto de 1982. Foi neste ano que conheceu o Verdão do Cariri e começou a acompanhar o clube em jogos no estádio Romeirão. Foi através do ex-dirigente Zacarias Silva, com quem tinha uma boa relação, que se tornou membro da diretoria, anos depois. No final de 2011, o Icasa entrou em uma crise política. O time, que estava na série B do Brasileiro, foi rebaixado e houve um grande descontentamento do torcedor. Já no início deste ano, em uma reunião, o nome de José Hilton, conhecido como Neguinho do Som, surgiu como uma solução para o atual momento do clube. No dia 02 de março, ele foi aclamado presidente do Verdão para um mandato tampão, até as eleições do clube, em outubro. Porém, em pouco mais de cinco meses, o sonho de colocar o clube na mão do torcedor virou frustração. Depois de ver o Icasa entrar em mais uma crise financeira e política, José Hilton renunciou, no dia 09 de agosto. José Hilton que nesse período da Série C do Brasileiro ainda não teve repasse do Governo do Estado, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Federação Cearense de Futebol (FCF). Para ele, a falta de jogos televisionados diminuiu o interesse do patrocinador. “Minha maior frustração foi ver meu sonho desmoro-

nado e não ter conseguido deixar o Icasa livre dos empresários”, revela mostrando o seu descontentamento. Quando perguntado se houve arrependimento em assumir a presidência do clube, ele é firme: “Não. Tive prejuízo profissional e financeiro, mas não me arrependo. De uma coisa tenho certeza: chamei a atenção da torcida com a minha administração, aberta e honesta”. Agora, como ex-presidente, José Hilton disse que vai voltar a ter o papel de torcedor. “Vou voltar à arquibancada, participar junto com a torcida, contribuir com os bichos (gratificação) e jamais esquecer meu Verdão. Não me interessa quem vai comandar o Icasa, se é A ou B, o que interessa é que minha paixão pelo Verdão, ninguém vai comprar”, finalizou. Há a expectativa de que um núcleo gestor seja organizado para assumir o Icasa até as eleições. Como a Série C do Brasileiro tem término apenas para novembro, já existe uma corrente dentro do clube tentando adiar as eleições, para depois da competição nacional. Enquanto isso, a tentativa é acalmar a crise e fazer com que o time, dentro de campo, continue obtendo bons resultados.

Clube contrata Júlio Araújo A diretoria do Icasa confirmou a contratação do técnico Júlio Araújo. O treinador chega para substituir Tarcísio Pugliese, que deixou o cargo na última quinta-feira (09). Júlio Araújo teve seu melhor momento em 2011, comandando o Guarani. Na oportunidade, o treinador foi vice-campeão cearense e campeão do interior com o rubro-negro juazeirense.

AUTOMÁTICOS, CERCA ELÉTRICA, PORTEIRO E VIDEO PORTEIRO, INTERFONE, PABX, CFTV. TUDO EM ATÉ 10X NO CARTÃO VISA SEM JUROS CHEQUE E CARNÊ. RUA DELMIRO GOLVEIA, 942 - SALESIANOS FONE/FAX: (88) 3512-1100

• Cargas e Encomendas Urgentes para o Sertão Central, Cariri, Baixo Cariri e Chapada do Araripe, DIARIAMENTE. • Filiais: Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu, Mombaça, Acopiara, Iguatu, Várzea-Alegre e Juazeiro do Norte.

Fortaleza-CE 85.3295.7878 Avenida Padre Cícero, 2200 Galpoes 4 e 5 - Triangulo Juazeiro do Norte-CE

88.3512.7164 / 3512.8980

w w w. b i rd e x p re s s . c o m . b r

A Rádio Mais Popular do Brasil www.somzoom.com.br


Jornal do Cariri - 14 a 20 de agosto de 2012