Issuu on Google+

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

REDENÇÃO - AGOSTO/2011 - ANO I - Nº07 - R$ 0.50 jornaldaliberdade@cearasat.com.br

Redenção terá mais segurança, garante vice-governador do Ceará O vice-governador Domingos Filho (PMDB), ao receber lideranças politicas e empresariais quando estava no exercício do Governo do Estado, assumiu o compromisso de trabalhar junto ao governador Cid Gomes (PSB) para melhorar as condições de segurança na cidade de Redenção, que tem atraído, com a chegada da Unilab, empresários, investidores, estudantes e professores.

Agência bancária do Bradesco desembarca em Redenção Pág 3

Antônio Diogo sonha com emancipação Caderno

especial

Missa da Safra é celebrada na Boa Vista

Realizada todos os anos no Santuário de São José, a celebração tem como objetivo agradecer ao santo pelo período invernoso na região. Pág 7

Café agroflorestal é tema de debate no I Simpósio no Maciço Pág 6


2

Experiência de Deus em Juazeiro

Após resultado da pesquisa realizada pelo Instituto Tiradentes para a escolha do vereador mais atuante no município de Redenção, o vereador Mairton Bezerra (PR) foi até Recife-PE para ir em busca da medalha Imperador D. Pedro II. Ao lado de Mairton estão os vereadores Vasti (PDT) e Cesariano Fernandes (PT).

U

m show de fé e esperança. Essas palavras resumem momentos passados durante a apresentação do Padre Reginaldo Manzotti, mediante as comemorações do Centenário de Juazeiro do Norte, no município caririense. A fé impulsionou cerca de 50 mil fiéis a se dirigirem até a sede do Parque de Eventos Padre Cícero para louvar a Cristo. O semblante de alegria e emoção de muitas pessoas presentes ao show era notório. Mãos levantadas ao peito e lágrimas escorriam da face de católicos, principalmente durante a canção “Cura, Senhor”, que levou centenas de fieis a fazerem reflexões. Além de abordar momentos do show católico, a edição deste mês do JL conta como foi a entrega do quadro que mostra a cobertura da rede Somzzomsat no Estado do Ceará com as 15 emissoras que retransmitem diariamente o programa “Experiência de Deus - Evangelizar é preciso”, de segunda à sexta, às 10 horas, na FM SomzoomSat 98,7. Além da insegurança na região do Maciço de Baturité, questão que preocupa a população, o JL abordará em seu caderno especial de Antônio Diogo o sonho da emancipação, tema este que perpassa pela mente de muitos redencionistas. O sonho caminha para esta realidade. O JL e FM SomzoomSat 98,7 apoia a iniciativa.

Programação da 98,7 conta com Super Brega

Ú LT I M A S

Conhece aquele palavriado que diz “não podemos agradar gregos e troianos”? Nos últimos meses, a FM SomzoomSat 98,7 tem quebrado esta linha de raciocínio através de uma programação bastante diversificada e, assim, conquistando e conservando a credibilidade dos ouvintes da região do Vale do Acarape e Maciço de Baturité. Depois de Alerta Geral 1ª e 2ª edição, Acorda Vale, e programa religioso Experiência de Deus – Evangelizar, a emissora conta agora com o programa Super Brega da FM SomzoomSat 98,7, comandado pelo radialista Zezinho. Todos os domingos, das 10 às 13 horas, você confere os mais famosos sucessos do estilo brega musical.

A foto que você vê ao lado trata-se da pequena Geovanna, filha da Joelma Moreno, neta do João Moreno, da localidade de Manoel Dias. O encontro para comemorar a realização do primeiro sacramento, o santo Batismo, contou com a presença de familiares e amigos que prestigiaram a inserção da Geovanna no fundamento da vida cristã, porta da vida no Espírito e a porta que abre o acesso aos demais sacramentos. Parabéns Geovanna!

Centro de Referência combate à violência contra a mulher

Dona Maria das Dores, mais conhecida como Mocinha, não pensou duas vezes e saiu de casa para ir conferir os festejos do encerramento da festa de São Bento, no distrito que leva o nome do padroeiro. Ela revela que é ouvinte assídua do jornal Alerta Geral 1ª e 2ª edição, e fez questão de posar para uma foto ao lado do jornalista Luzenor de Oliveira e do radialista Zezinho Queiroz.

O Centro de Referência no combate à violência à mulher (CRM) Helena da Silva Matos, o único na região do Maciço de Baturité, foi inaugurado no último dia 19, em Redenção. A instituição tem por objetivo desenvolver programas que visem a melhoria da qualidade de vida das mulheres, principalmente aquelas que são vítimas de violência no município. A defensora pública Monica Barroso (foto), coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher, destacou a importância do Centro em Redenção como também afirmou que todos os municípios cearenses terão um CRM.

No último dia 9, Marquinhos Lima fez o pré-lançamento do seu CD no ginásio Ginásio de Esportes da Secretaria Municipal de Educação de Redenção. “O Senhor está presente neste trabalho e quero poder abençoar muitas famílias através das músicas (...) através desse CD, eu quero mostrar o que o Senhor pode fazer nas nossas vidas”, disse o cantor. O lançamento oficial está previsto para acontecer até o início de setembro.

EXPEDIENTE

PONTO DE Luzenor VISTA de Oliveira

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

Diretor-Presidente: Luzenor de Oliveira

Diretoria Jurídica: Vicente Aquino

Diretor de Conteúdo e Editor: Donizete Arruda Redação: Roberta Farias Comercial: Zezinho Queiroz e Rosa Ferreira Projeto Gráfico: Jônatas Gadelha

Diagramação: Flávio Marques

Colaboração: Josaphat Marinho FALE CONOSCO: Rosa Ferreira e Zezinho Queiroz Tel.: (85) 3332.1087 / 9100-1037 E-MAIL: jornaldaliberdade@cearasat.com.br


3

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

Redenção sedia XIII Ceará Junino

C

asamento caipira em um cenário improvisado pelos amantes de festivais de quadrilhas. Foi desta forma que os participantes do Liberfest – Festival Junino, que reuniu grupos de dança das regiões do Vale do Acarape e Maciço de Baturité, competiram para garantir a vaga para o VII Campeonato Estadual Festejo Ceará Junino. O evento, realizado nos últimos dias 24 e 25, também teve o objetivo de colaborar com a difusão da cultura popular cearense e nordestina. Sediado em Redenção, através do apoio entre prefeitura e Secretaria de Cultura do Estado, a final do XIII Festejo Ceará Junino aconteceu no Ginásio José Neves de Castro. A vencedora foi o grupo Luar Serrano, natural do município de Palmácia, seguida do Arraial Pé de Serra, de Redenção e, com a medalha de bronze, a Queima Fogueira, de Itapiúna. Além de conquistar o primeiro lugar dos jurados, a Luar Serrano também destacou-se no Melhor Re-

Arraiá Pé de Serra leva a segunda posição no XIII Ceará Junino pertório e Melhor Marcador. Já a Mellhor Rainha ficou com a Pisada do Sertão. O Melhor Noivo foi para a Queima Fogueira e a Melhor Noiva com o grupo Pé de Serra. Várias autoridades locais prestigiaram o evento como a prefeita

Cimar, o secretário de Esporte e Juventude, Nonato, o secretário de Infraestrutura Ronaldo Teixeira e família, o ex-vereador Fernando Simões, ao lado de sua esposa, o jornalista Luzenor de Oliveira e o radialista Zezinho Queiroz.

Arraiá Pé de Serra lança documentário A história documentada em um vídeo de aproximadamente 30 minutos. Nas cenas, um breve resumo daqueles que um dia fizeram e/ou até hoje fazem parte do grupo de quadrilha Arraiá Pé de Serra, natural do município de Redenção. Hoje à frente da Associação Comunitária Cultural Arraiá Pé de Serra, está o presidente Roberto, conhecido popularmente como Roberto Pé de Serra. Jardelson Lima, o autor do curta-metragem, contou com ajuda do Roberto e de amigos para fazer a junção das imagens capturadas para a produção do documentário. O jovem fala que já possuía amigos que integravam o grupo quando, certo dia, teve a oportunidade de conhecer o Roberto Pé de Serra. “Eu já tinha esse pensamento de fazer algo sobre o grupo, mas não tinha falado nada (…) foi quando conversando com o Roberto, ele disse que tinha vontade de fazer e então eu pensei 'por que não fazer um documentário?'”, disse Jardelson.

Missa celebrada pelo padre Nonato Crescimento econômico atrai Bradesco para Redenção é transmitida pela Rádio FM 98.7 “É uma boa forma de passar a palavra de Deus”, disse o pároco da Igreja Nossa Senhora da Imaculada Conceição, com relação à iniciativa da FM SomzoomSat 98,7 em proporcionar a transmissão da Missa Dominical, a partir das 19 horas. O jornalista Luzenor de Oliveira visitou a residência do padre Raimundo

Nonato para fazer a entrega do aparelho eletrônico “link” que proporciona a transmissão da celebração eucarística. “A iniciativa trabalha o lado humanitário e da solidariedade”, disse o pároco. Vale ressaltar que a transmissão possibilita a alguns católicos que, por algum motivo – quer seja de enfermidade ou outro problema – estão impossibilitados de se dirigir até à Igreja para fazer suas orações.

Padre Raimundo Nonato

O crescimento econômico, impulsionado pela chegada da Universidade Internacional da Lusofonia-Afro-Brasileira (Unilab), e pelos investimentos de empresas dos ramos de supermercados, imobiliário e eletrodoméstico, atraiu, para Redenção, uma das maiores instituições financeiras do País. O Bradesco está chegando ao município com a instalação de uma agência na Rua Marachel Deodoro, esquina com Eduardo Abreu, ao lado da Igreja Matriz da Nossa Senhora da Imaculada Comceição. Com a instalação do Bradesco, a população passa a contar com duas agências bancárias: a outra, é do Banco do Brasil. O Município de Redenção, com pouco mais de 26 mil habitantes, respira crescimento, principalmente, na sede, onde o fluxo de veículos, consu-

midores e visitantes tem aumentado. É visível o aquecimento da economia que ganha, tam bém, com a movimentação dos recursos destinados aos programas sociais do Governo Federal e ao pagamento de aposentados e pensionistas. Grandes redes do varejo de eletrodomésticos - como a Macavi, estão chegando a maior cidade do Vale do Acarape.


4

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

JUAZEIRO DO NORTE

Show do padre Reginaldo Manzotti tem presença da Somzoom Redenção

O

grande líder de audiência nas manhãs de segunda à sexta feira na FM SomzoomSat 98,7, Padre Reginaldo Manzotti, encantou o público em apresentação durante a abertura das comemorações do Centenário de Juazeiro do Norte, município caririense. O show aconteceu no Parque de Eventos Padre Cícero, no último dia 17, e contou com a presença de cerca de 50 mil fiéis, entre crianças, jovens e adultos. A santa missa foi celebrada pelo sacerdote que aproveitou o momento para abençoar o povo cearense e classificou a si próprio como um “privilegiado” em ter sido convidado para abrir o evento. No momento em que o prefeito do município, Manoel Santana, fazia a entrega de uma placa comemorativa aos 100 anos de Juazeiro, o público festejou e gritou “Ele merece!”. O padre pediu bênçãos para os jovens, a santificação do casamento e a valorização do ser católico e disse ainda que “é preciso que todos orem como melhor forma de afastar a inve-

ja e neutralizar o mal”. As referências ao Padim Ciço e seus conselhos eram constantes e acolhidas com calorosas salva de palmas do público. Na mesma data do show, o padre foi honrado com o recebimento do título de Cidadão Juazeirense, imposto pela Câmara Municipal em solenidade com apresentações teatrais relacionadas ao Padre Cícero. O jornalista Luzenor de Oliveira visitou o camarim do sacerdote para fazer a entrega de uma camisa do Grupo Cearasat e ainda um quadro com a lista das 15 emissoras que retransmitem o programa Experiência de Deus. “Eu quero agradecer a presença de vocês do grupo da rede Somzoomsat, agradeço a transmissão do programa Experiência de Deus. Dizer que pra mim é motivo de muita alegria poder estar nestas 15 emissoras falando da palavra de Deus, e levando a mensagem do evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo”, disse o sacerdote. Ele ressaltou ainda a importância da sua contribuição para a renova-

Padre Reginaldo Manzotti abençoa cristãos cearenses em show no Cariri ção da fé cristã. “O que eu mais desejo simples e verdadeira”. Ao ser indagado é poder contribuir para que as comuni- sobre o sucesso do programa, Padre dades, as paróquias e dioceses pos- Reginaldo Manzotti foi breve e objetivo: sam sentir mais no povo uma fé viva, “atribuo a Jesus Cristo”, concluiu.

Grupo CearaSat recebe homenagem no Dia da Imprensa Durante as comemorações do Imprensa em Juazeiro, quando várias da Prefeitura Municipal. Durante a solenidade, o prefeito Centenário de Juazeiro do Norte, região autoridades que compõem a mídia local do Cariri, o diretor da FM SomzoomSat do Cariri compareceram ao Memorial do Manoel Santana (PT) elogiou o papel 98,7 Redenção, Luzenor de Oliveira, foi Padre Cícero para receber homenagem da imprensa e tratou da importância da crítica e afirmou que, com a homenageado em reconheciatuação dos veículos de comunicamento aos serviços prestados ção, a democracia está cada vez para o desenvolvimento dos mais fortalecida. “A imprensa crí100 anos de história do mutica, propositiva e independente é nicípio caririense. O Jornal do fundamental para a democracia’’, Cariri, impresso distribuído na destacou Santana. região sul do Ceará, insere-se O jornalista falou em nome dentre os produtos do Grupo dos homenageados e ressaltou Cearasat de Comunicação, o desafio dos que fazem a profisjuntamente com as rádios afisão e do nível de desenvolvimento liadas da Rede Somzoomsat, que se encontra hoje a região caPortal Ceará Agora e Jornal da ririense. Luzenor contou a história Liberdade. do Grupo CearaSat – da primeira A solenidade foi realizarádio AM em Guaraciaba do Norda no último dia 18, data em que é comemorado o Dia da Luzenor de Oliveira com prefeito de Juazeiro Manoel Santana te, da primeira FM SomzoomSat

no Município de Redenção (2000), da rede de emissoras em parceria com a SomZoomSat e da sua história em Juazeiro do Norte. Emocionado, o sócio do jornalista Donizete Arruda no Grupo CearaSat de Comunicação, falou sobre a sua história quando, nos anos 70, era vendedor de velas nas romarias, na Praça da Igreja do Socorro, no Horto e na Praça da Matriz de Nossa Senhora das Dores e ambulante nas feiras do Pirajá, do Cruzeiro, em Juazeiro do Norte, e na cidade do Crato. Das ruas de Juazeiro para a construção do maior grupo de rádio do Ceará, Luzenor disse que foram muitas lutas, contratempos, incompreensões, mas, acima de tudo, desafios e conquistas.


5

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

Lideranças pedem ao vice-governador melhoria para segurança em Redenção

A

insegurança gera preocupação entre moradores e autoridades políticas dos municípios do Maciço do Baturité. As cidades que compõem o Vale do Acarape (Redenção, Acarape e Barreira) se ressentem de maior contingente de policiais. O número de assaltos, roubos, agressões físicas e homicídios deixa a população ainda mais insegura. Essa preocupação com a insegurança foi levada ao governador em exercício Domingos Filho (PMDB) por lideranças políticas e empresariais do Município de Redenção. O encontro, que contou com a presença da prefeita Cimar, dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Donizete Arruda, do radialista Zezinho Queiroz, e dos vereadores Aécio Bezerra (Presidente da Câmara Municipal de Redenção), Beto do Mercado e José Idalécio, abriu perspectivas para melhoria da segurança nos municípios do Vale do Acarape. Durante a audiência, Domingos Filho recebeu um documento com relatos sobre a necessidade de maior policiamento na região, principalmente, Redenção, que, atualmente, atrai investidores, estudantes e professores da Universidade da Lusofonia-Afro-Brasileira (Unilab). Ao receber o documento, Domingos Filho conversou, por telefone, com o Superintendente da Polícia Civil, delegado Luis Carlos Dantas, para saber se Redenção estava entre as cidades que irão receber novas delegacias de polícia. O município não se encontra nessa

Destacamento policial de Acarape desativado Fachada da Delegacia de Redenção relação, mas, a partir da reunião, Domingos assumiu o compromisso de trabalhar junto ao governador Cid Gomes (PSB) para Redenção também receber uma delegacia de Polícia Civil. ‘’Estou assumindo o compromisso de trabalhar dentro do Governo para serem melhoradas as condições de segurança na região do Vale do Acarape que, sem dúvidas, vive hoje um novo momento com a chegada da Unilab’’, disse Domingos Filho, minutos após ler o texto do documento levado pelas lideranças políticas e empresariais em nome da população de Redenção (Leia na íntegra o documento).

Documento pede mais segurança Excelentíssimo Sr. Governador em exercício do Estado do Ceará Domingos Aguiar Filho Fortaleza, 30 de junho de 2011 O crescimento populacional, a chegada de novos investidores e a presença de estudantes de países asiáticos e africanos atraídos pela Universidade Federal Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) representam mais uma grande conquista para a cidade de Redenção. Conquista para uma cidade que tem uma das mais belas páginas escritas da história política e social do Brasil com a libertação, em 1883, dos escravos. Redenção cultiva o seu passado de glória, recebe com calor os visitantes e investidores e sonha com um futuro bem melhor para a sua gente. Um futuro que está em plena construção a partir da chegada da Unilab. Agora, o sonho desse futuro de prosperidade é acalentado, também, nas parcerias entre Governos Municipal, Estadual e Federal. Uma dessas parcerias está na área de segurança pública. Motivo de preocupação entre moradores, autoridades, lideranças políticas, empresariais, religiosas e comunitárias, a insegurança gera angústia diária. Os casos de violência – assaltos, homicídios e roubos, assustam moradores, comerciantes e visitantes do Vale do Acarape (Redenção, Acarape e Barreira). A realidade sobre a insegurança e os novos horizontes do crescimento econômico e social de Redenção se retratam na manifestação popular por meio dos microfones da Rádio FM SomzoomSat 98.7, e do Jornal da Liberdade, veículos de comunicação com sede na terra da libertação dos escravos. Maior cidade do Vale do Acarape, Redenção, como uma população estimada em 26.000 habitantes – dados do Censo do IBGE/2010, se ressente de maior contingente policial, com mais viaturas e melhores condições de funcionamento da Delegacia de Polícia Civil. A maior preocupação, neste momento, é o temor exposto no semblante dos moradores com o aumento dos casos de violência. Diante do exposto, vimos ao Excelentíssimo Sr. Vice-governador no exercício do cargo de Governador do Estado do Ceará, Domingos Aguiar Filho, solicitar estudos e medidas para melhoria das condições de segurança do Município de Redenção e do Vale do Acarape. Atenciosamente, Francisca Torres Bezerra Prefeita Municipal de Redenção

Aécio Bezerra

José Idalécio Silva de Aquino Vereador

Francisco Roberto Sousa Costa

Líderanças reunidas com o o vice-governador, Domingos Filho

Vereador

Luzenor de Oliveira

Presidente da Câmara Municipal

Jornalista

Paulo Marcello Rabello Franco Vereador

Zezinho Queiroz Radialista

Donizete Arruda Jornalista


6

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

Distrito de São Bento festeja padroeiro

O

s festejos de São Bento, no distrito que leva o mesmo nome do santo, no município de Redenção, chegaram ao fim no último dia 11 com uma grande festa. O evento contou com a celebração eucarística comandada pelo seminarista Rogério Araújo e em seguida, a realização de um Rifão, promovido pela Capela de São Bento. Durante a homilia, o seminarista abordou a importância da continuidade da devoção à São Bento, mesmo após o término dos festejos. “A festa acaba, mas a missão continua”, disse Rogério. Ele reforçou ainda sobre a questão da renovação da fé em Deus, através da “oração e trabalho”. Através da colaboração de moradores da localidade e de demais populares de Redenção, a lista do Rifão pode contar com 28 premiações que vão desde materiais de higiene e eletrodomésticos, como toalha de banho,

Seminarista Rogério hasteando a bandeira de São Bento, momento eucarístico e liquidificador, ferro, cafeteira, assim Zaro. Certo momento da apresentacomo aparelhos eletrônicos, como celu- ção, o vocalista cedeu o microfone lar, DVD e outros. para a voz do pequeno Mateus da SilA animação da noite ficou por va, de apenas sete anos de idade. O conta da banda Alto Som, composta vozeirão do garotou conquistou o púpelo tecladista Wendel e o vocalista blico presente, ao som de sucessos

cantor mirim, Mateus de cantores, como por exemplo, Luan Santana e Paula Fernandes. A mistura de uma boa música, do friozinho da serra e ainda da variedade de comidas típicas no evento tornaram a noite animada e agradável.

Café agroflorestal é debatido em Simpósio no Maciço Por Josaphat Marinho O I Simpósio de Revitalização do Cultivo de Café Agroflorestal do Maciço de Baturité – organizado pela Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza/CE) e pela Embrapa Café (Brasília/DF) – unidades descentralizadas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), levantou uma discussão com pequenos produtores do Maciço sobre alternativas de reforço à produção agroecológica na região. No evento, estiveram reunidos produtores, técnicos, pesquisadores das principais instituições nacionais de pesquisa na área, representantes das prefeituras da

região e de instituições de fomento. Sérgio Parreiras Pereira, pesquisador do Instituto Agronômico (IAC) de Campinas, explica que a cafeicultura no Maciço de Baturité é uma das poucas no Brasil em sistema agroflorestal, tradicional e orgânico, o que favorece a busca pela a Indicação Geográfica. O café do Maciço de Baturité é cultivado sob a sombra de árvores da Mata Atlântica, isso contribui para melhoria da qualidade do grão e evita a ocupação e a exploração desorganizada dos recursos naturais. “O sistema agroflorestal possibilita a manutenção da biodiversidade no Maciço”, salienta Sérgio Parreiras. Outras vantagens

do cultivo agroecológico são a proteção do solo e a promoção do equilíbrio biológico natural da região, que é uma Área de Proteção Ambiental. O coordenador do evento, Francisco Xavier, diz que a ideia é envolver produtores, pesquisadores, estudantes, instituições públicas e privadas na identificação de demandas de P&DI. Atualmente, conforme Xavier, a produção de café no Maciço de Baturité é muito baixa, cerca de 15 mil sacas por ano. A ação foi realizada no hotel Escola Senac, através do patrocínio do Banco do Nordeste e com o apoio do Grupo Três Corações, Sebrae e da Prefeitura Municipal de Guaramiranga.


7

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

Redenção tem 1 Copa da Serra de Futsal a

O

município de Redenção realiza Primeira Copa Serrana de Futsal. O campeonato, com a participação de 13equipes, é uma realização da Secretaria Municipal de Esportes e conta com o apoio da Rádio FM SomzoomSat 98.7 (Somzoomsat) e Jornal da Liberdade. Os jogos, realizados no Ginásio Poliesportivo José Neves de Castro, na sede de Redenção, e tem a participação exclusiva dos times das serras e distritos. “Mobilizamos os representantes das equipes e decidimos realizar a Copa Serrana de Futsal para fortalecer a prática das atividades esportivas nas serras e nos distritos. A idéia desse evento, que nos foi apresentada pelo Franzé (Francisco José da Silva), já se transforma em realidade uma vez que temos a participação de 13 equipes’’, disse o Secretário de Esportes, Raimundo Pinheiro de Lima (Nonato), ao destacar, ainda, a

parceria com o Grupo CearaSat de Comunicação. A equipe campeã levará a Taça Jornal da Liberdade e FM SomzoomSat 98.7. A reunião para definir regras e sorteio dos jogos mobilizou os representantes do JVASP (Jorge Ailson, do Guassi II), JRCG (Renato Kleyber), do Flamenguinho, do Salgado (Antonio José), Novo Barra Nova (Francisco Maciel), Barra Nova (Antonio Nonato), Manuel Dias e São Bento (Ricardo Sérgio), Faísca (Joaquim Leitão Gadelha), Galáticos, do Olho D’agua (Alderlan de Oliveira), e Camará, do Guassi (Williano Pinheiro). Além disso, irão participar dos torneios os seguintes times: Brenha, Faísca 2, Vila Nova, Guerreiros de Cristo. RESULTADOS Os resultados dos jogos, o dia-a-dia das equipes que participam da Primeira Copa Serrana de Futsal estão na programação da FM 98.7.

Olimpíadas Escolares 2011 Na etapa regional das limpíadas Escolares 2011, sediada em Redenção, participaram cerca de 400 estudantes atletas, entre 12 e 17 anos, de escolas dos municípios que compõem o Maciço, distribuídos nas modalidades de voley, handebol, basquete, futsal, entre outras, nas categorias infantil e juvenil. Segundo o secretário de Esporte e Juventude de Redenção, Nonato, “as Olimpíadas Escolares são divididas em quatro etapas: municipal, regional, final norte ou sul, e final estadual. O campeão da etapa municipal passa para a etapa regional. O campeão da etapa regional passa para a final norte ou sul e os 3 melhores colocados vão para as finais estaduais”. Os campeões da etapa estadual, por sua vez, irão representar o Ceará na edição nacional, nas categorias infantil e juvenil, que serão disputadas em João Pessoa (PB) e Joinville (SC), respectivamente. A abertura da fase regional contou com a presença do Secretário Adjunto de Esporte, Márcio Lopes, do presidente da Confederação Brasileira do

Desporto Escolar, Sérgio Rufino, da prefeita Cimar, do secretário Nonato, além do jornalista Luzenor de Oliveira e do radialista Zezinho Queiroz. A promoção de ações esportivas voltadas também os recém-chegados alunos africanos em Redenção está na pauta do governo do Estado. Lopes esclarece que não foram definidas estratégias tais ações, mas há o interesse em realizar a iniciativa.“De que forma nós vamos fazer nós não definimos ainda, mas a gente tem o interesse de interagir”, conclui.

Secretário Nonato, professor Jacó Teixeira e líderes de equipes participantes

Confira as chaves já formadas: Chave A (Seis equipes) – Barra Nova, Novo Barra Nova, Flamenguinho, Guerreiros de Cristo, JVASP e Faísca 1. Chave B (Sete equipes) – São Bento, JRCG, Os Galáticos, Manoel Dias, Brenha, Faísca 2, e Vila Nova.

Boa Vista tem Missa da Safra celebrada no Santuário de São José Todos os anos a população da localidade de Boa Vista celebram a Missa da Safra, sendo este ano comandada pelo pároco da igreja matriz de Redenção, Padre Raimundo Nonato. Dezenas de fiéis compareceram à celebração no último dia 23, que objetivou agradecer ao período invernoso que trouxe uma boa safra na produção da colheita na região. Antônio de Castro Medeiros, que integra o grupo de católicos da igreja matriz de Redenção, prevê um projeto que visa

a construção de uma imagem de São José com cerca de 10 metros, no Santuário. “Nós queremos melhorar mais o Santuário, fazer piso, bancada, uma imagem de São José de 10 metros de altura e criar um altar mais bonito”, disse. Desde a construção do santuário, em 14 de janeiro de 2006, que é feita a celebração, terreno doado por Joana Amélia Ferreira. “A vontade que eu tenho é mobilizar para que fique na história da igreja para que ela seja a força maior aqui”, explica.


8

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

Informe Publicitário

Prefeitura dá total atenção a acarapenses com recursos próprios SAÚDE

Construção de três novos postos de saúde no município para atender melhor a população

Prefeito Acélio Freitas inaugurou recentemente um novo posto de saúde padrão localizado na sede do município. Contamos com médicos e enfermeiros em todas as equipes, priorizando a atenção básica e buscando soluções para os problemas apresentados.

AÇÃO SOCIAL

Secretaria de Ação Social desenvolvendo projetos para o povo

EDUCAÇÃO

Acélio Freitas constrói creches com recursos próprios e faz aquisição da escola vocacional

Com recursos próprios, prefeito Acélio Freitas transforma um prédio abandonado em uma creche municipal, investindo na melhoria da educação das crianças.

Creche Raio de Luz, localizada no bairro São Benedito, foi construída pelo prefeito Acélio Freitas para maior espaço e melhor desempenho de aprendizagem das nossas crianças.

Programa de erradicação do trabalho infantil atualmente acompanha 150 crianças. As crianças são assistidas com carinho e atenção.

São beneficiadas mais de 100 gestantes com o Projeto Cegonha, onde as participantes recebem aocmpanhamento.

Atualmente 120 idosos da sede e de localidades participam do grupo Flor da Idade através de atividades realizadas em grupos.

PARCERIAS: A localidade de Carro Atolado hoje também conta com um posto de saúde modelo para o melhor atendimento ao povo da localidade com uma equipe de médicos, enfermeiras, dentista e atenção básica. Prefeito Acélio Freitas constrói mais uma creche para receber os alunos do conjunto São Francisco.

Deputado Federal Domingos Neto, prefeito Acélio Freitas e governador Cid Gomes

Localidade de Riachão do Norte também é atendida por um posto de saúde modelo onde a comunidade conta com médicos, enfermeiras, dentistas e atenção básica à disposição sempre que precisarem.

A antiga escola Vocacional foi desapropriada pelo prefeito para proporcionar melhor aprendizado para os alunos da rede municipal, espaço e desempenho dos alunos. Hoje é chamada de Escola Municipal Pe.Antônio Crisóstomo.

Deputado Roberto Cláudio, prefeito Acélio Freitas e vice-governador Domingos Filho


Especial Antônio Diogo

JORNAL da LIBERDADE

O periódico independente do Vale do Acarape

Antônio Diogo, um distrito com características de cidade “E u sou emancipalista por convicção. Redenção é um caso típico que a emancipação é vitoriosa e não derrotada”. Assim se posicionou o vice-governador Domingos Filho (PMDB), ao receber, na condição de governador em exercício, lideranças políticas e empresariais que defendem a transformação de Antônio Diogo em Município. O encontro, no Palácio da Abolição, em Fortaleza, reuniu a prefeita Cimar, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Donizete Arruda, os vereadores Aécio Bezerra, José Idalécio, Beto do Mercado e Paulo Marcelo e o radialista Zezinho Queiroz. Outra voz em defesa da emancipação é da professora e ex-vereadora Ângela Pinheiro. O sonho da emancipação é alimentado pelos moradores que vêem, nessa mudança, melhoria das condições de vida, a exemplo do que aconteceu com distritos que foram transformados em municípios. O Jornal da Liberdade e a Rádio FM 98.7 (Somzoom Redenção) apóiam essa luta.

Igreja promove bingo beneficente A iniciativa promovidade pela Igreja Nossa Senhora de Lurdes teve como objetivo arrecadar fundos para contribuir em reformas e construções na paróquia.

Estação pode virar Centro Cultural Redenção deu entrada com a solicitação junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), desde 2009.


Especial Antônio Diogo

2

Caderno

Emancipação de Antônio Diogo é sonho alimentado pelos moradores

C

erca de 10 mil habitantes do distrito Antônio Diogo, município de Redenção, cria expectativas para que o sonho da emancipação política torne-se realidade. Até agora, apoio de lideranças políticas é o que não falta. Durante um encontro no Palácio da Abolição, em Fortaleza, estiveram presentes ao lado da prefeita Cimar os vereadores Aécio Bezerra, atual presidente da Câmara dos Vereadores, além dos representantes do legislativo municipal Beto do Mercado, Paulo Marcello, e José Idalécio, além dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Donizete Arruda, e do radialista Zezinho Queiroz. O momento foi presidido pelo governador em exerc��cio na data, Domingos Filho, que destacou a importância da emancipação política para o distrito. “Eu sou emancipalista por convicção. Redenção é um caso típico que a emancipação é vitoriosa e não derrotada”. O vice-governador Domingos Filho, durante 10 dias, assumiu o Governo do Estado com a viagem do governador Cid Gomes (PSB) para o exterior. Sempre defensor da criação de novos municípios, Domingos Filho, enquanto presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, foi o mentor de todos os debates relacionados à emancipação de distritos. O plenário do Legislativo Estadual aprovou os projetos com pedidos de autorização do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para serem reali-

Vice-governador Domingos Filho, prefeita Cimar e o jornalista Luzenor de Oliveira zados os plebiscitos para os moradores decidirem Em um passado-recente, dois distritos de sobre a emancipação de suas respectivas locali- Redenção elevaram-se para a categoria de munidades. Os plebiscitos dependem, agora, do TRE. cípio: Barreira e Acarape. “O que Barreira e Acarape diminuíram na importância de Redenção? Em absolutamente nada. E os dois distritos naturalmente cresceram sem diminuir nada em Redenção”, disse o vice-governador. Durante a audiência, o governador em exerSão quase 27 mil habitantes em Redenção, sendo mais de 10 mil socício atentou-se com atenção das exposições mente residentes em Antônio Diogo. Dentre aqueles que estão de acordo feitas pela prefeita Cimar e pelo jornalista Luzecom a elevação do distrito à categoria de município está a ex-vereadora e nor de Oliveira sobre a necessidade em agilizar o professora Ângela Pinheiro. “A emancipação vai trazer uma grande determiprocesso de emancipação do distrito de Antônio nação para o progresso”, disse. Diogo. “Nessa luta, vocês, Cimar, Luzenor, meus Ela conta que, a cada ano, é notório o crescimento da reamigos vereadores, contam com meu apoio integião, principalmente no segmento voltado para o comércio. gral. A emancipação é um sonho. Um sonho de “O comércio aqui está mais desenvolvido (...) antes, minha vida melhor, como pode se ver nos distritos que rua não tinha um comércio, hoje já tem um depósito de foram emancipados’’, acrescentou Domingos Ficonstrução e mercantil”, conta Ângela. lho, com ênfase na importância dos meios midiEm relação ao posicionamento assumido pelo viceáticos para difundir o valor da emancipação para -governador Domingos Filho, a representante do legislatio conhecimento da população. Vale ressaltar ainvo revela que admira a preocupação do político em emanda que, de acordo com o ex-presidente da AL do cipar distritos cearenses e garante que estará sempre a Ceará, o município de Redenção, mesmo com a favor da iniciativa. “Se tiver plebiscito eu vou às ruas e emancipação de Antônio Diogo, não sofrerá pertudo o que eu puder fazer pela emancipação, eu vou fazer”, das na transferência de recursos do Fundo de finaliza. Participação dos Municípios (FPM).

Professora Ângela Pinheiro apoia emancipação


Especial Antônio Diogo

3

Caderno

Colônia Antônio Diogo guarda memória da epidemia de Hanseníase no Brasil Medo e preconceito envolviam pensamentos da maioria das pessoas que presenciaram o auge da Hanseníase em todo o país, período anterior à década de 70. A Colônia Antônio Diogo, localizada no distrito que tem o mesmo nome, em Redenção, caracteriza-se como um centro de abrigo para os vitimados da doença, que hoje conta com o apoio de parcerias entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal. A construção deu-se em 1928. Nas dependêncis da estrutura física do local podem-se observar locais adaptados e, ao mesmo tempo, diferenciados, como forma de

Deficiência de enfermeiros

Dentre as áreas atuadas por profisisonais da área de saúde na Colônia, há a deficiência de enfermeiros para atender a demanda dos pacientes que ainda residem no local. “Temos fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, médico, enfermeira (...) temos um quadro praticamente completo, mas que deixa a desejar só na Enfermagem (...)”, conta Assis.

Quando surgiu o tratamento

Antes da década de 70, utilizava-se um anti-leprótico que não era antibiótico. Já em 70, teve início a Poliquimioterapia, o paciente não era mais isolado, foi substituído pelo atendimento ambulatorial. As ações de tratamento aconteceram de forma simultânea, onde todas as colônia do Brasil deveriam obedecer às ordens do Ministério da Saúde, através da Política da Desospitalização. Mesmo com o aparecimento da cura, muitos pacientes permanceram na Colônia, já que perderam contatos familiares, com o passar do tempo.

Grupo de Convivência e estudo

Devido às condições de isolamento estabelecidas antes da descoberta da cura da Hanseníase, muitos pacientes adotaram a ausência do contato uns com os outros dentro da Colônia, mesmo após o aparecimento do tratamento. Com isso, criou-se o Grupo de Convivência, onde receberam apoio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Redenção, da Secretaria de Saúde do Estado, além de outras organizações, para executar ações que buscassem a convivência entre eles. Realizavam-se oficinas todas as sextas-feiras, e em umas das reuniões foi mencionado o desejo de voltar a estudar. Com a ajuda da Secretaria de Educação do município, que tem a frente a secretária Ana Paula Braga, foi enviada uma professora no intuito de promover a educação escolar para os pacientes. Até hoje eles são beneficiados com a alfabetização.

prevenção para a não contaminação da doença para as demais pessoas sadias, quando não havia tratamento para a doença. Por exemplo: os profisisonais que deveriam dirigir-se para realizar atendimento entravam pela administração, vestiam uma roupa específica e, só então, tinham acesso aos pacientes. Ao finalizar os atendimentos, os enfermeiros retornavam passando pelo mesmo local, trocavam de roupa e tomavam banho, para que ao retornar, não propiciar o contato com outras pessoas. Um dos portões da entrada, conhecido como “passatempo”, permitia o único contato entre infectados e familiares, através de um vidro. Algumas fotografias registradas e preservadas no museu demonstram troca de olhares de tristeza entre os dois lados. A parte superior do portão funcionava como uma passarela, onde muitos permaneciam “olhando o tempo, ocisioso, sem fazer nada”, conforme disse Antôno Guilherme de Matos, que chegou à Colônia aos sete anos de idade, junto com sua mãe Expedita Maria da Conceição, vítima de hanseníase e que ainda reside no local. Qualquer forma de contato seria possível se transmitir a doença. O dinheiro que circulava pela Colônia era um papel carimbado. “Você chegava com uma nota de 10 cruzeiros, por exemplo, dava à administração, e lá era subsituído por papel e assim, usava na colônia. Ao voltar, passava pela administração, e desfazia a troca”, disse Guilherme, hoje funcionário da instituição. As cartas que eram enviadas pelos pacientes passavam por um processo de esterilização para somente então ser enviado aos destinatários.

O antigo “Leprosário”, como se denominava a Colônia, é constituída de cerca de 60 casas, onde contava com aproximadamente 400 pacientes, distribuídos em uma área disponibilizada de biblioteca, pavilhões masculinos e femininos, cemitério, Korea (área para o comércio alimentício, hoje desativada), praças, campo de futebol, dentre outros. A maioria desses locais está preservado conforme a construção. De acordo com o Diretor Geral da Colônia Antônio Diogo, Francisco de Assis Guedes, “antes da década de 70 não havia a cura (...) então a cura era isolar o paciente, era o isolamento compulsório”, disse. Existia a Polícia específica, que hoje funciona como a Vigilância Sanitária. “Executavam o Serviço de Profilaxia da Lepra, em que baseava-se na retirada de pessoas da comunidade, vítimas da doença, que eram levadas até a Colônia”, conta Assis.

Depoimentos de pacientes José Hipólito da Silva chegou à Colônia em 1970, quando tinha 9 anos de idade. “Eu doente, o doutor querendo me trazer pra cá, e eu sem querer vir. Meu braço cheio de bicho, tinha 340 bichos no meu braço (...) não quero mais voltar para casa, o canto melhor que eu achei, pra mim, foi aqui (...), Meus pais (adotivos) me visitaram umas cinco vezes e pronto (...) sinto falta da família” disse.

José Otaviano de Sousa chegou à Colônia aos 7 anos de idade, no ano de 1939. “Eu tinha um pai, ele morreu aqui, minha mãe morreu em 1944. Só tenho um irmão que não tenho contato”.

Maria Vieira, 80, é natural de Guaramiranga e está na Colônia há 15 anos. “Me dou bem com todo mundo. Tem gente que chega aqui no quarto e só vai sair lá pelas 6 horas da tarde”.


Especial Antônio Diogo

4 Ex-médico da Colônia completaria 100 anos de vida Familiares e amigos do médico da colônia de Antônio Diogo, Carlos Viana, se reuniram, neste último dia 27 de julho, para celebrar uma missa em ação de graça pelo seu centenário de nascimento irmão do dr. Paulo Viana, dentista renomado em Redenção, Carlos faleceu em 8 de outubro do ano passado e, no último dia 27 completaria 100 anos de vida. A famí- lia marcou a celebração da missa na Igreja Matriz de Antônio Diogo, às 19 horas. Médico conceituado no município de Redenção, Dr. Carlos Viana, durante cerca de 20 anos, prestou atendimento aos vitimados pela hanseníase, na Colônia de Antônio Diogo, antigo leprosário. Filho de Manoel Viana Sobrinho e Bárbara Pereira Viana, natural de Caucaia, tinha oito irmãos, dentre eles o médico Paulo Viana. “Ele era o mais velho e eu o caçula, e por isso, ele teve muita influência na minha vida (...)”, disse Dr. Paulo. Carlos Viana foi chefe do posto de saúde de Redenção, diretor-clínico do Hospital de Hematologia e Sanitário de Antônio Diogo, onde se aposentou. No plano político, atuou como vice-prefeito do município. Morou tanto na sede do município como no Distrito de Antônio Diogo. Passou uma temporada em Salvador-BA, e logo retornou às suas origens vivendo na Lagoa Funda, sua fazenda no distrito de Catuana, em Caucaia. No Antônio Diogo, o médico residia no local que hoje é a Maternidade Dr. Carlos Viana, em homenagem aos serviços de saúde prestados à comunidade.

Caderno

Projeto prevê estruturação museológica da Colônia

“A

gente não acha justo que tanto equívoco que foi cometido ficar esquecido, daí por isso que a gente luta (...) para preservar a memória do que foi feito, tanto no sentido de servir de memória para as gerações que virão, mas também orientar para que práticas como tais não sejam mais adotadas nesse país”. A declaração é da Diretora Técnica da Colônia Antônio Diogo, Dra. Teresa Cristina. O sonho de tornar a Colônia um Museu vem sendo consumado desde 2007. Estão envolvidos na proposta de estruturação museológica da Colônia Antônio Diogo: João Paulo Vieira e Cristina Holanda (historiadores da Secretaria de Cultura do Estado), Zilda Maria Menezes Lima (historiadora da Universidade Estadual do Ceará), Roberto Galvão (historiador do Instituto Olhar Aprendiz), além da diretoria da Colônia, hoje composta por Francisco de Assis Guedes (diretor geral), Tereza Cristina (diretora técnica) e Rosa Maria (diretora administrativa e financeira). O objetivo da iniciativa está focado no desenvolvimento de ações educativas e culturais por meio da preservação e exposição de memória da Colônia Antônio Diogo em ambientes historicamente contextualizados. Além disso, a medida irá proporcionar a criação de um centro de do-

Secretária Lisiê Freire, Assis Guedes e Tereza Cristina cumentação e pesquisa da história da saúde no Estado, e colaborar para desenvolvimento da cultura a nível local e regional. Segundo Tereza, o local é onde “tem sido melhor preservado – pelo menos das 13 colônias que ainda estão abertas – tanto do ponto de vista físico como contextual, documental e quantitativos de peças”. Reunião no Conselho Estadual de Cultura A titular da Secretaria de Cultura de Redenção, Lisiê Freire, reuniu-se no último dia 11 com representantes do Conselho Estadual de Cultura para dar entrada no

pedido de estruturação museológica da Colônia de Antônio Diogo. “Fiquei muito motivada”, disse Lisiê, na esperança de ver o projeto concretizado. Em breve, segundo Lisiê, haverá uma reunião com o secretário de Cultura do Estado, professor Francisco Pinheiro (PT) para tratar o assunto e reforçar a questão a importância da preservação do patrimônio histórico da Colônia. “Existe um projeto de criar Arquivos Públicos em 20 municípios do Ceará. Claro que vamos reivindicar um para Redenção, na verdade a SECULT com assessoria”, ressalta a secretária.

Distrito realiza bingo em prol da Estação Ferroviária poderá se paróquia Nossa Senhora de Lourdes tornar patrimônio histórico Se a intenção é promover algo em Antônio Diogo com vistas para ações de solidariedade, o resultado sempre é positivo. Foi o que aconteceu com a realização do bingo de uma bicicleta, que teve o objetivo arrecadar fundos para reformas e construções na paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, ocorrido no último dia 9. Na Quadra da Liliu, onde realizou-se o evento, o público também conferiu e se divertiu com a apresentação do forró pé de serra de Pereira da Silva e Banda, formada pelos integrantes Zezinho (teclado), Marcelo (guitarra), e Antônio (vocal). De acordo com o projeto

Reformas em andamento da igreja, estão previstas construções de salão paroquial, santuário, banheiros, e outros.

A muralha da estação ferroviária de Antônio Diogo guarda na lembrança o momento de uma época em que o trem era o transporte utilizado por visitantes oriundos da capital e de outras localidades do Estado. Hoje desativada, a estação vive em precárias condições em sua estrutura. Paredes rachadas, grande quantidade de mato e lixo no seu entorno, são algumas das imagens para quem passa pela antiga estação. No intuito de preservar o local e torná-lo um centro cultural, a Secretaria de Cultura de Redenção deu entrada com a solicitação junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional(IPHAN). A secretária de Cultura do município, Lisiê Freire, diz que está agendada uma reunião para discutir como se encontra o processo de transferência de propriedade

do terreno e espaço da estação, atualmente sob a responsabilidade da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), para a administração municipal de Redenção. Para o coordenador do Patrimônio Ferroviário do Iphan no Ceará, Alexandre Veras, é preciso “apenas uma solicitação de cessão para que eles (prefeitura) recuperem o bem”. A previsão é de que seja firmado contrato entre a Superintendência do Patrimônio da União, Iphan e prefeitura , onde a SPU cederá o bem à prefeitura e o Iphan fiscalizará o atendimento ao contrato. No entanto, Alexandre Veras frisa que o município precisa dispor de projetos e recursos financeiros. “Os bens vão ser cedidos quando estiverem não somente projetos, mas também, (recurso) financeiro para a recuperação e uso do bem”, disse.


Jornal da Liberdade