Issuu on Google+

MEMÓRIAS

BARBALHA

Museu do Futebol compõe roteiro turístico 11 5

Cinco grupos disputam o “Tesouros da Cultura” 9

O periódico do Cariri independente

REGIÃO DO CARIRI l DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011 l ANO XIV

l

NÚMERO 2509 R$ 1,50

ATENDIMENTO DE URGÊNCIA

Burocracia emperra implantação do Samu Há mais de dois anos a região do Cariri aguarda a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas, até agora, só promessa. O exsecretário de Saúde do Ceará, João Ananias (PCdoB), hoje deputado federal, afirma que o projeto de implantação está aprovado e pronto para ser executado desde que deixou a pasta, em 2010. O atual titular da Secretaria, Arruda Bastos, tem a mesma preocupação e cobra do Ministério da Saúde o envio de 62 ambulâncias para a implantação do serviço na região. 5 Cícero Valério

ALERTA

BRASIL SEM MISÉRIA

Plano abre oportunidades para empreendedores

Mapeamento detectará novas áreas de riscos A Defesa Civil de Juazeiro do Norte está realizando um mapeamento das áreas de risco da cidade, que será enviado à Secretaria de Infraestrutura do Município. É grande o número de casas que continuam sendo construídas irregularmente, o que provoca uma série de transtornos durante a quadra invernosa.

5

O Cariri tem 20 municípios selecionados para participar do Plano Brasil Sem Miséria, com 80 famílias incluídas em cada um. Entre as ações previstas está o acesso à terra no meio rural e o incentivo aos pequenos negócios. As famílias selecionadas serão acompanhadas e preparadas para desenvolver atividades produtivas.

12

BRASIL SEM MISÉRIA

Cariri fecha fronteiras para traficantes do Rio de Janeiro Traficantes cariocas expulsos da favela da Rocinha buscam um novo refúgio para voltar a atuar no mundo do crime. O Cariri está atento à possível entrada de estrangeiros e reforça suas fronteiras. Policiais civis e militares fiscalizam o comportamento de suspeitos e até corretores de imóveis ajudam com informações sobre interessados em morar na região.

n Área de risco em Juazeiro, onde as casas foram construídas em baixo da rede de transmissão elétrica

8

ARTESANATO

Feira em Belo Horizonte reúne artesãos caririenses Uma representação de artesãos de Juazeiro do Norte e de outros municípios do Cariri estará participando, entre os dias 22 e 29 deste mês, da XXIII Feira Nacional de Artesanato, que será realizada em Belo Horizonte (MG). A expectativa é de bons negócios, que podem chegar a R$ 50 mil.

13

CRATO

POLÍTICA

Vasques assume pré-candidatura em Juazeiro com apoio de Lúcio

Juiz julga improcedente ação contra o ex-prefeito A ação judicial movida pela Prefeitura do Crato contra o ex-prefeito Francisco Walter Peixoto, em 2008, foi julgada improcedente, em 1ª instância, pelo juiz José Flávio Bezerra Morais. No processo, Peixoto é acusado de improbidade administrativa ao permitir a subcontratação de uma empresa que não participou do processo licitatório para a recuperação do canal do Rio Granjeiro.

4

O ex-deputado Vasques Landim assumiu a pré-candidatura às eleições de 2012, com aval do presidente estadual do PR, exgovernador Lúcio Alcântara. Ele declara que as alianças ainda serão firmadas e que a relação com o deputado federal Manoel Salviano (PSD) permanece intacta. No entanto, Salviano reafirma o acordo de apoiar Arnon Bezerra (PTB), embora não descarte a possibilidade de encabeçar a chapa.

4

SOLIDARIEDADE

Casa de Abrigo espera doações para manter atividades A entidade, mantida pela Sociedade de Amparo ao Mendigo há quase 60 anos, acolhe idosos e pessoas com necessidades financeiras. O abrigo Nossa Senhora das Dores sobrevive basicamente de doações e conta com a solidariedade de juazeirenses, turistas e dos romeiros que chegam à capital da fé.

ASSEMBLEIA

Orçamento para 2012 cresce 7,3% e Cariri recebe investimentos 6

n Abrigo funciona na antiga casa do padre Cícero

6


Opinião 2

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

Editorial SAMU NO CARIRI: OMISSÃO CONTRA A SAÚDE POPULAR

Como sempre, os serviços de saúde pública continuam no foco das preocupações. Pesquisas recentes demonstram que a qualidade desses serviços não corresponde à ideia do senso-comum: é superior à percepção geral que a cultura popular, os jornais, os filmes e os comentários de boca a boca fazem supor. A grande questão está no estrangulamento dos hospitais e das unidades de atendimento. Qualquer centro de excelência, como é o caso do Instituto Dr. José Frota, em Fortaleza, rapidamente passam a sofrer com esse problema, graças a concentração de usuários em um serviço que é reconhecidamente bom, o que compromete sua capacidade de atender com racionalidade os pacientes. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU do Cariri está em uma situação ainda mais precária: não foi sequer implantado na região, a despeito de ter sido criado no papel desde 2010. A reportagem desta edição do JC revela que esse importantíssimo serviço de apoio à saúde da população – especialmente a mais pobre – só deverá sair do papel em 2012. E olhe lá...

O velho jogo de empurra, as explicações que não explicam, as razões que não justificam e outras tentativas de desviar a atenção para a realidade do problema estão novamente em foco. Ninguém assume a responsabilidade e não há culpados. Existem apenas vítimas: os usuários desassistidos. O mais grave é que a situação está pior em razão de outro fenômeno: o fechamento de unidades hospitalares no Cariri. Em uma série de matérias e editoriais, o JC tem revelado a falência de um modelo que enriqueceu médicos e famílias importantes do Cariri nos anos 1970-1980: os hospitais conveniados. O fim da farra das guias de internação, a informatização dos controle e a redução do desperdício e das taxas absurdas de lucro fizeram com que esse modelo cartorial de uma Saúde semipública entrasse em crise e isso tem levado à sobrecarga de serviços na Saúde Pública. Esse quadro torna premente a instalação definitiva do SAMU. E, com isso, o fim de uma prática clientelista e extremamente cômoda levada a efeito por diversas prefeituras – do Cariri especialmente – de compra de ambulân-

TESOUROS VIVOS

A INFLUÊNCIA DE OUTRAS LÍNGUAS NO PORTUGUÊS DO BRASIL Nos primeiros tempos de colonização, após o descobrimento do Brasil, a língua tupi, que até então, era a mais conhecida entre os portugueses, ganhou visibilidade e conseguiu logo ultrapassar o próprio português. De fácil entendimento na parte fonética, sem conjugação e nem declinação das palavras, a língua tupi foi difundida pelos padres jesuítas no que se refere a sua obra de evangelização. E mais tarde aceita pelos comerciantes e a população local da época. No ano de 1759, aconteceu à expulsão dos jesuítas do território brasileiro, fato esse que culminou com a proibição e posteriormente na extinção da língua geral no Brasil. Mesmo assim, a sua contribuição foi de grande valia para o português, ou seja, com o aparecimento de novas palavras. E porque não dizer nos dias de hoje, visto que, segundo pesquisas oficiais do governo, existem mais de dez

mil palavras de origem tupi no vocabulário brasileiro. Outra contribuição importante na nossa língua, foi à presença dos negros advindos da África. Logo eles adotaram como segunda língua o crioulo português do tipo nagô ou quimbundo, herança trazida da região onde eles viviam. Observa-se ai, que o Brasil sofreu mais uma influência da língua e os costumes africanos, fundindo assim, o crioulo tupi, sendo que mais tarde venho a influenciar bastante a nossa fala. Mesmo que os africanos no campo léxico não tenham contribuído de forma tão rica quanto á língua tupi, é indiscutível a importância das palavras de origem negra tais como: moleque, quitanda, banzo, samba, ogum, orixá, exu, abará, acarajé, cochilar, xingar, etc. Aliado a tudo isso, eles trouxeram ainda suas lendas, as dan-

ças do seu povo, contribuindo de forma decisiva para a miscigenação de várias raças, ou seja, mistura do branco, indígena e o preto. Assim, a língua portuguesa no nosso país, foi conseguindo se formar gradualmente, através da participação e penetração de culturas advindas de outros países. Hoje, nós temos uma população com grande diversidade e o mais importante com cada grupo de diversas regiões convivendo com falares e sotaques diferentes, mais todos com algo primordial que é aproximar ainda mais as nossas diferenças. Valdir Medeiros Sindicalista, educador de trânsito e militante do PSOL/Juazeiro

LUGARES VAZIOS Na despedida dos jovens, criaturas na flor da juventude que deixam este mundo sem mais nem menos, abre-se lacuna de não ter tamanho nos dias por mais ensolarados que possam ser. Rasgam ali clareiras imensas no coração dos pais, irmãos, amigos, machucando o piso da alma feitas árvores frondosas que caem nas matas, arrebentando todo o arvoredo em volta. E como andam acontecendo situações semelhantes nos tempos atuais... Como se perdem moços no pleno amor do viver, talvez a desencontrarem o trilho da alegria e passarem a expor, na perda dessas existências, o martelo das dores que deixam sepulcrais na forma das distâncias intransponíveis. Nisso, a máquina social dos homens contemporâneos impõe preços elevados aos termos da sobrevivência, o que submete famílias a verem os filhos queridos expostos às aventuras das ruas, dos hábitos perversos das drogas, da ausência dos valores dignos por parte dos exemplos indignos até de líderes desta-

cados, na corrida do ouro, da competição e do desperdício. Pais que nunca vivenciaram facilidades para achar seus lugares ao sol também lutam com as dificuldades na educação das novas gerações. A ordem coletiva exige providências extremas nessas quadras frias de bons instintos. Quem conduzirá, pois, as esperanças dos dias melhores a tantos que partiram vítimas da incúria desse mundo estranho e neutro, qual indiferente padrasto no comando de rebanhos enjeitados rumo ao matadouro? Os programas policiais de televisão apenas mostram os resultados dessa jornada de ossos... Pessoas iguais às outras, seres pensantes, dotadas de sentimentos, aspirações de paz e sucesso, desejos acesos de constituir lares, amar filhos, lá desmoronam pela banda escura das sarjetas, dos morros abandonados à própria sorte, sucatas do destino da qua-

SEXTILHA

dra injusta e cruel... Prisioneiros dos camburões, de olhos assustados com tudo isso, somem no aguardo de punições, atirados aos calabouços infectos... Algo anda fora do trilho no curral da atualidade, onde milhões pagam o tributo à indiferença dos ditadores e orçamentos. Quase de comum, os jovens desassistidos das finanças públicas, miseráveis sobejos do desamor, custeiam com o que lhes resta de sonhos a esperteza de tantos. Tal modo que, enquanto desaparecerem sob as marcas da marginalidade, sob tiro, fome ou vício, peças rejeitadas da humana misericórdia, isto só indicará atraso infame, e restarão lacunas impreenchíveis na história triste da Humanidade. Emerson Monteiro Advogado

Aqueles mestres da Cultura Popular que desenvolvem sua arte coordenando grupos e comunidades com um trabalho social e cultural e apresentações artísticas de Reisado, Lapinhas, Bandas Cabaçais, Bacamarte, Dança do Coco e Guerreiros; tem grande relevância para a identidade cultural cearense, perpetuam os conhecimentos através de gerações, tornando os saberes ancestrais possíveis e acessíveis as novas gerações. A UNESCO propõe que os governos priorizem políticas públicas para o patrimônio imaterial, o qual reconhece como de grande valor para a humanidade. No estado do Ceará existem vários mestres contemplados com um prêmio, chamado Tesouro Vivo, onde através de edital os mestres passam pelo julgo avaliativo e se forem selecionados são registrados em livro de tombo e recebem mensalmente um salário mínimo vitalício como subsidio para ajudar nas despesas com seu trabalho cultural; só na cidade de Juazeiro do Norte são doze: Dona Assunção Gonçalves (pintura e renda), Mestre Bigode (maneiro pau), Mestre José Mauricio (artesanato), Dona Margarida Guerreira (guerreiro), Dona Maria Cândido (artesanato em barro), Mestre Manoel Graciano (artesanato em madeira), Dona Maria do Horto (benditos), Mestre Stênio Diniz (xilogravura), Mestre Raimundo de Brito (mateiro), e os já falecidos; Mestre Miguel (banda cabaçal), Dona Tatai (Lapinha) e Mestre Sebastião (reisado). Mas a realidade é bem mais ampla, são muitos mestres para pouca política pública, queremos registrar nossa insatisfação em relação ao último Edital Tesouros Vivos lançado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, aberto com prazo de inscrição até dia 15 de novembro; o edital só disponibiliza apenas duas vagas para “registro de pessoas naturais” para todo o estado, o que deixa vários mestres da cidade de Juazeiro do Norte, que apresentam-se aptos as exigências do edital, descrentes com a possibilidade de serem contemplados. Certamente que a demanda de todo o estado é grande, só em Juazeiro do Norte temos a Dona Fátima

viúva do Mestre Sebastião e que agora ficou responsável por dois grupos; o Mestre Chico da Banda Cabaçal Santo Antônio; Dona Vicência do Reisado Frei Damião; Dona Tôta da Lapinha Menino Deus; Mestre José Amaro do Reisado São Benedito; Dona Marinez do Coco Frei Damião; Dona Lúcia do Reisado Estrela Guia; Mestre Raimundo Félix do Reisado São Francisco; Mestre João Bosco da Banda Cabaçal São João; Mestre Expedito da Banda Cabaçal Santo Expedito; Mestre Cachoeira Mateu e Mestre Benício da Música. Diante desse descontente fato, cuja política pública é muito tímida para um grande universo de mestres, com toda riqueza cultural do estado do Ceará, lamentamos e convocamos a sociedade e refletir sobre nossos tesouros vivos, Claro que precisamos reivindicar junto ao Governo do Estado do Ceará mais vagas para o edital Tesouros Vivos, e conclamamos as instituições públicas e privadas em todas as instâncias para uma política de valorização de nossa cultura, incluindo esses mestres com seus grupos nos eventos institucionais, acadêmicos, religiosos, educacionais, shows populares, na indústria, no comércio e imprensa, de forma que nossa identidade esteja viva no cotidiano, mostrando-se e cada vez mais sólida. A cultura de fato é um bem indispensável à humanidade, o seu poder transformador é incontestável por todos aqueles que trabalham com cultura, seu feito é impulsionador do desenvolvimento humano e seus resultados a curto, médio e longo prazo é de uma sociedade mais cidadã, crítica e democrática, e com benefícios e externalidades positivas intangíveis, que dificilmente poderá ser incluída nos indicadores sociais, mas que é percebida pelo grau de evolução e civilização que uma sociedade almeja, e que todo governo deveria querer.

André de Andrade Licenciado em História

CARTA

QUEM PERDER A SUA HORA DE AJUDAR E SERVIR NÃO FIZER NADA DE BOM INUTILMENTE EXISTIR MUITO SE ARREPENDERÁ QUANDO DA TERRA PARTIR!

É impressionante o número de acidentes registrados nos últimos dias nas avenidas do triângulo Crajubar, principalmente. Se bem que não acontecem apenas na ‘cidade’, na zona rural não é muito diferente. Muitas pessoas ainda morrem nas estradas vicinais, por imprudência. É hora das fiscalizações também acontecerem nos sítios e distritos. Joana Souza, Ponta da Serra, Crato

Welington Costa

Expediente:

cias como se isso fosse uma política de Saúde Pública. Não é possível esquecer os esquemas de corrupção (nacional) envolvendo a compra de ambulâncias com fraudes e desvio de verbas dos municípios. Mais que as suspeitas de processos licitatórios viciados, tem-se que essas ambulâncias simplesmente despejam doentes de municípios sem rede hospitalar em grandes centros, como Fortaleza e, agora, Juazeiro do Norte. Lavam-se as mãos, empurram-se os doentes para outras unidades federativas e finge -se que se faz política sanitária consciente. O SAMU é, portanto, uma necessidade imediata do Cariri. É humilhante que a região, uma das mais importantes do Estrado, seja em termos demográficos, seja em termos políticos e econômicos, não possua um serviço que é marca de avanço civilizatório e de cuidado com o ser humano e com sua proteção integral pelos órgãos estatais. Não é um luxo ter o SAMU em funcionamento, mas uma necessidade contemporânea de uma política de Saúde Pública responsável, democrática e não discriminatória. Até quando o Cariri ficará sem SAMU?

Envie sua carta para jornaldocariri@jornaldocariri.com.br e dê sua opinião faça sua sugestão, uma crítica. Esse espaço é aberto para você, caro leitor.

Diretor-presidente: Luzenor de Oliveira Editora Responsável: Jaqueline Freitas

Diretor de Conteúdo: Donizete Arruda

Diretoria Jurídica: Vicente Aquino

Conselho Editorial: Geraldo Menezes Barbosa | Francisco Huberto Esmeraldo Cabral | Napoleão Tavares Neves e Monsenhor Gonçalo Farias Filho

O periódico do Cariri independente Fundado em 5 de setembro de 1997 O Jornal do Cariri é uma publicação da Editora e Gráfica Cearasat Comunicação Ltda CNPJ: 34.957.332/0001-80

Fale conosco

Administração e Redação: Rua Pio X, 448 - Bairro Salesianos - CEP: 63050-020 - Juazeiro do Norte – Ceará - Fone (88) 3511.2457 Sucursal Fortaleza: Rua Coronel Alves Teixeira, 1905, sala 05, Telefone: 085.3462.2607 - Celular: 085.9161.7466 Sucursal Brasília: Edifício Empire Center, Setor Comercial Sul, Sala 307, Brasília-DF Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores

Redação w cidades@jornaldocariri.com.br w policia@jornaldocariri.com.br w politica@jornaldocariri.com.br w redacao@jornaldocariri.com.br w sucursalfortaleza@jornaldocariri.com.br Departamento Comercial w comercial@jornaldocariri.com.br | Diretoria w diretoria@jornaldocariri.com.br | Geral w jornaldocariri@jornaldocariri.com.br


publicidade REGIテグ DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

3


Política 4

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

DONIZETE ARRUDA

Política

Raimundão quer assumir PSDB Desejoso de montar um grande palanque, o deputado Raimundo Macedo trabalha aceleradamente para tomar o PSDB do deputado Manoel Salviano que se filiou ao PSD mas mantém o controle dos tucanos em Juazeiro. Raimundão se articula para convencer o ex-senador Tasso Jereissati a apoiar sua candidatura com o argumento de que precisa derrotar o PT. Mas, esse projeto eleitoral não está fácil. O presidente regional do PSDB cearense, exdeputado Marcos Cals, prefere apoiar a candidatura do ex-deputado Vasques Landim, do PR.

Novo nome para vice de Raimundão A estratégia eleitoral de Raimundão é promover um plebiscito nas eleições de 2012. Somente ele seria candidato contra o prefeito Manoel Santana. Para dar certo essa operação, Raimundão tenta demover o deputado Arnon Bezerra de concorrer à prefeitura e negocia com o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, um acordo com o PR, admitindo ceder a vaga de vice em sua chapa para o ex-deputado Vasques Landim.

PT teme rompimento com Cid O presidente nacional do PT, Rui Falcão, confessou após visitar o Cariri temer um rompimento eleitoral do partido com o governador Cid Gomes para as eleições do ano que vem. Em Fortaleza, a prefeita Luizianne Lins não se esforça para impedir uma cisão com o PSB. Já em Juazeiro do Norte, o deputado federal José Guimarães e o prefeito Manoel Santana têm se esforçado para não contaminar a aliança com o governador dos confrontos de Cid com Luizianne. Santana crê que terá Cid em seu palanque. Mesma crença do deputado Raimundo Macedo.

Confusão à vista em Missão Velha O Partido dos Trabalhadores(PT) se prepara para lançar a candidatura do dentista Tardinny Pinheiro ao cargo de prefeito. O lançamento de um nome petista na corrida pela prefeitura assustou o prefeito Washington Fechine. Agora, ele aguarda o retorno do governador Cid Gomes da Europa para solicitar uma audiência. No encontro, tentará garantir uma aliança com o PSB assegurando a presença de Cid na sua campanha.

Oposição se organiza em Caririaçu O prefeito Edmilson Leite menosprezou a força de seus adversários na corrida eleitoral de 2012. Assim, a oposição se organizou com o respaldo do deputado federal Genecias Noronha(PMDB) e articulou a candidatura de João Marcos. Edmilson Leite diz não temer nada e sustenta que seu candidato, - ainda não definiu quem terá seu voto –será o vencedor das urnas.

Comunista cria crise e depois some Mais um capítulo na guerra interna dentro do PCdoB juazeirense. A direção estadual comunista saiu em defesa do secretário de Esportes, Aurélio Matias. Enquadrou o vereador Professor Antonio que convocou seu aliado a prestar esclarecimentos na Câmara sobre o programa Segundo Tempo. Aurélio compareceu, mas o vereador professor Antonio estava ausente. Isso não significa que ele se reconciliou com o companheiro de partido. Ao contrário, tem dito que tão logo se reeleja irá mudar de sigla. Esquece que essa mudança esbarra na Lei da Fidelidade Partidária.

Disse me disse... • O PMDB de Juazeiro realizou reunião. No encontro, o vereador Jonas Motos recebeu um ultimato: ou entrega a liderança do Governo Santana na Câmara ou não terá legenda para disputar à reeleição. Desse jeito, Raimundão quer enquadrar todos os vereadores vinculados ao prefeito Santana. • Deputado Arnon Bezerra intensifica nesta semana entendimentos com o Governo Dilma para assegurar a liberação dos recursos das emendas da bancada cearense. • Raimundão ao lado de sua esposa Maricele cumpriu uma extensa jornada pelos santuários de Nossa Senhora Aparecida, Frei Galvão e Pai Eterno para cumprir promessas pela cura dela. • O empresário Mauro Macedo iniciou negociações com o famoso marqueteiro Duda Mendonça para coordenar o marketing de rádio e tevê de seu pai, Raimundão. • Duda Mendonça é considerado um dos melhores publicitários políticos do Brasil. Uma campanha assinada por ele num município como Juazeiro está orçada em no mínimo R$ 5 milhões. • Desculpe a ignorâcia, ao contratar Duda Mendonça, o deputado Raimundo Macedo mostra que não está para brincadeira na guerra contra a reeleição do prefeito Manoel Santana?

CRATO

Ex-prefeito inocentado sobre improbidade administrativa Wilson Rodrigues O ex-prefeito do Crato, Francisco Walter Peixoto, foi inocentado em 1ª instância da acusação de improbidade administrativa, na condução das obras de recuperação do Canal do Rio Granjeiro. O convênio com o Ministério da Integração Nacional, no valor de R$ 4 milhões, foi assinado pelo antecessor Moacir Soares de Siqueira, em 2000. A empresa Tescom Engenharia Ltda venceu o certame e ficou responsável pelas obras. Mas os serviços só foram iniciados em 2001, na gestão de Peixoto. Os problemas no projeto começaram a aparecer quando a Tescam ignorou a licitação e contratou a empresa CG Construções Ltda para dar andamento à recuperação do canal, com a anuência do município. A Procuradoria Geral do Município, à época, autorizou a transferência de todos os direitos e obrigações à empreiteira, contanto que não fosse da totalidade do valor. O novo capítulo do impasse aconteceu em 7 de outubro de 2002, quando o contrato foi novamente alterado, repassando à CRC (Construtora Raimundo Coelho Ltda) a

n O ex-prefeito do Crato, Francisco Walter Peixoto, feliz com a decisão judicial

responsabilidade pela obra. A Câmara Municipal suspeitou de que parte da construção não obedecia às especificações técnicas do projeto original e solicitou uma fiscalização do Tribunal

de Contas da União (TCU). O órgão encaminhou a solicitação à Controladoria Geral da União (CGU) para que enviasse auditores ao local da obra. A CGU constatou irregularidades e determinou

que o então prefeito Francisco Walter Peixoto devolvesse aos cofres públicos o valor de R$ 870 mil. Mas o juiz titular da 4ª Vara da Comarca do Crato, José Flávio Bezerra Morais, julgou improcedente a ação por considerar que o princípio da legalidade não foi ferido. O magistrado afirmou que os questionamentos sobre moralidade administrativa, qualidade dos serviços de execução da obra, plano de execução ou aplicação dos recursos deverão ser objetos de ações especificas. O município foi condenado a pagar os honorários advocatícios no valor de um salário mínimo. O atual procurador-geral do município do Crato, Ernani Brígido, discorda da decisão do juiz. Ele afirma que deve apresentar recurso de apelação para que sejam apreciados os fatos decorridos no processo pelo Tribunal de Justiça do Ceará. Brígido mantém entendimento inicial de que o ex-gestor, Francisco Walter Peixoto, agiu de maneira “ímproba e impessoal ao fazer as subcontratações públicas, fato também comprovado pelo Ministério Público, quando da sua manifestação sobre o processo”.

JUAZEIRO

Vasques entra na disputa sucessória de 2012 Jacqueline Dantas O ex-deputado estadual Vasques Landim lançou, recentemente, a pré-candidatura à prefeitura de Juazeiro pelo Partido Republicano (PR), endossado pelo presidente estadual da sigla, ex-governador Lúcio Alcântara e pelo prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR). Vasques não declarou alianças políticas, mas afirma que tem o apoio de muitas lideranças e que mantém a relação com o deputado federal Manoel Salviano (PSD). O pré-candidato deixou claro que apoiaria Salviano, caso ele resolvesse disputar a prefeitura no próximo ano. Ele argumenta que a cidade precisa de um líder empreendedor, e que o perfil de Salviano enquadra-se nesse quesito. Mas, como ele não se posicionou ao cargo, resolveu assumir o projeto, afirmando que a trajetória política que traçou o credencia. Vasques faz algumas críticas aos gestores e diz que

n Ex-deputado Vasques Landim (PR) quer ser a terceira via em Juazeiro

é necessário romper com o “toma lá, dá cá” e com tantos cargos comissionados, que precarizam as políticas públicas. Por enquanto, o ex-

-deputado prefere não lançar o nome do vice, pois, segundo ele, precisa ter aceitação da população quanto a sua pré-candidatura. Mas, ocorre

um impasse quanto ao Partido Republicano, que faz oposição ao Governo do Estado, visto que a maioria dos partidos tem interesse em manter a base aliada. O presidente do diretório municipal do PR, vereador Tarso Magno, assegura o apoio a Vasques, pois defende a necessidade de uma campanha alternativa. No entanto, avalia outras possibilidades, não descartando a formação de uma chapa que poderá ser encabeçada pelo deputado federal Arnon Bezerra (PTB) ou por ele mesmo, caso haja suporte político. Declara ainda que a experiência deve ser levada em conta, e que não há como fazer uma gestão com amadorismo. Por isso, ressalta o nome de Vasques e de Salviano como aptos ao cargo. Salviano analisa estratégias para a próxima gestão, defendendo um projeto de incentivo a iniciativa privada. Ele mantém o acordo de apoiar Arnon, mas deixa claro que também está disponível ao cargo.

MP deve investigar não execução do Segundo Tempo O atraso no recebimento dos recursos do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, é motivo de reclamação em Juazeiro do Norte. O Ministério Público Federal foi acionado para investigar a irregularidade e vereadores de oposição cobram explicações, mas a Prefeitura Municipal rebate as acusações e remete os problemas à condução do projeto pela gestão anterior. O programa deveria ser executado já em 2010, mas a verba do Governo Federal foi bloqueada e, até agora, nenhuma ação pontual foi feita na cidade. Os vereadores Tarso Magno (PR), professor Antônio Ferreira (PCdoB), Roberto Sampaio

n Secretário de Esportes, Aurélio Matias

(PSB) e Glêdson Bezerra (PTB) alegam que faltou eficiência das assessorias e do secretariado para recorrer à Procuradoria do Município e solucionar o problema em tempo hábil. Segundo eles, os dois anos de atraso teriam causado prejuízos e pedem mais agilidade para liberação da verba. Mas o secretário de Esportes do município, Aurélio Matias, explica que os recursos foram vetados por conta de irregularidades nas contas deixadas pelo ex-prefeito Raimundo Macedo, entre 2004 e 2008. Aurélio recorreu à Justiça para tentar viabilizar o projeto aprovado em 2010, mas esbarrou no débito de quase R$ 16 milhões que impediu

a implantação. Do outro lado, Raimundão não aceita a justificativa da pasta, afirmando que a Justiça não interrompe o andamento dos programas. O ex-prefeito acusa a pasta de lenta em suas resoluções.

Programa

O Segundo Tempo caracteriza-se pelo acesso a diversas atividades e modalidades esportivas (individuais e coletivas) e ações complementares, desenvolvidas em espaços físicos da escola ou comunitários, tendo como enfoque o esporte educacional. O público-alvo são crianças e adolescentes em situação de risco social.


Cidades 5

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

ATENDIMENTO

Samu do Cariri fica para 2012 Fotos: Cícero Valério

Mirelly Morais

“O

Samu é um serviço essencial, salva muita gente. O atendimento é rápido e eficiente”, declarou o deputado federal João Ananias (PCdoB), que esteve em Juazeiro do Norte, no último dia 18, e discutiu a saúde na região do Cariri. Em meio às principais preocupações, o ex-secretário de Saúde do Ceará levanta a questão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) como uma prioridade. A população aguarda pela implantação do benefício há mais de dois anos. João Ananias conta que quando deixou a secretaria de Saúde do Estado, em 2010, já estava tudo aprovado para a implantação. “Fizemos a modificação do projeto antigo, reduzindo as sedes para agilizar e até hoje não foi implantado. Não por má vontade”, frisa o deputado, mas como é um serviço do Governo Federal, por meio de subfinanciamento, depende do Ministério. “As prateleiras estão lotadas e muitas vezes falta dinheiro”, afirma o parlamentar, que defende a criação de um novo imposto para a saúde. O titular da Secretaria de Saúde do Ceará não esteve em Juazeiro, mas falou com a reportagem do Jornal do Cariri e renovou as esperanças dos caririenses sobre a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O secretário afirma que o envio das ambulâncias depende de um remanejamento de ve-

n Corpo de Bombeiros faz os atendimentos de urgência e emergência no Cariri

ículos de outras regiões, onde a expansão do benefício ainda não aconteceu. “O Samu vai ser universalizado para o estado todo. É o pólo três do Samu, mas depende do envio das ambulâncias pelo Ministério da Saúde. Os projetos dos pólos já foram aprovados. Estão estudando o remanejamento de ambulâncias de regiões que ainda não tem um processo de universalização do serviço tão avançado quanto o do Ceará”, disse. Bastos esteve recentemente em Brasília e deve fazer novo contato nesta semana para reforçar o apelo por mais ambulâncias para o Ceará. O Cariri deve ganhar 62 veículos para urgência e emergência. “Eles informaram que no

final desse ano deve acontecer uma grande licitação, que vai permitir que os projetos aprovados sejam desenvolvidos.”

Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros também aguarda com expectativa a chegada de viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para melhorar os atendimentos. O comandante do 5º Grupamento de Bombeiros, major Virgílio Sawaki, atribui a demora nas ocorrências à falta de equipamentos e à demanda excessiva. Sawaki diz que o Grupamento de Socorro de Urgência (GSU) trabalha, atualmente, com apenas uma

viatura. A partir da mudança, a unidade será acionada somente quando for uma operação de salvamento e resgate. A carência no quadro de efetivos é outro problema enfrentado no Corpo de Bombeiros da região. O 5° Grupamento, composto por três quartéis no Cariri, com sedes em Juazeiro e Crato, atua com apenas 61 homens, que se desdobram para atender 36 municípios na prevenção, emergência pré-hospitalar, salvamento e combate a incêndios. O coronel Raimundo Geraldo, de Juazeiro, relata que devido o número reduzido na corporação, há ocorrências em que apenas dois bombeiros vão ao local. Até

o motorista auxilia no atendimento enquanto a ambulância fica sem proteção. E que o tempo destinado à limpeza do veículo causa atraso nos outros chamados.

Fechamento de hospitais na região

Outro problema abordado por Ananias na região foi o fechamento do Hospital Santo Inácio em Juazeiro que tem causado preocupação quanto ao aumento de pacientes para o Hospital Regional do Cariri (HRC). Ele se declara contra o fechamento de qualquer hospital e conta que quando secretário de Saúde do Estado, na época da idea-

lização do HRC, a grande preocupação era justamente não prejudicar nenhum serviço já existente. “Não concordo com o fechamento do Santo Inácio, corremos o risco de sobrecarregar o HRC, que superlotado não vai cumprir o papel para o qual foi concebido”. Segundo João Ananias, o que se espera é que os outros hospitais do município sirvam de retaguarda. “Atendemos a emergência no macro regional, que é o mais complexo, o mais difícil e o mais caro para que a média complexidade seja atendida na rede de retaguarda”. O deputado assegura que o Governador Cid Gomes está tratando de resolver o assunto nas esferas competentes juntamente com o atual secretário Arruda Bastos. “O que não dá é pra um dia fechar um em Juazeiro, outro dia um no Crato, porque o Regional ficará pior que o Instituto José Frota (IJF) em Fortaleza, superlotado e sem dar conta da demanda”, alerta. Sobre a possível sobrecarga no Hospital Regional do Cariri com o fechamento de outras unidades na região, Arruda Bastos afirmou que já teve reuniões com o secretário de Saúde de Juazeiro e com o próprio prefeito Manoel Santana para encontrar uma solução. “Precisamos apoiar a rede própria do município. O Hospital São Lucas vai assumir duas especialidades do Santo Inácio e vamos apoiar o investimento no Estefânia (Hospital Tasso Jereissati), para assumir outras duas especialidades, de média complexidade”, defendeu.

Defesa Civil chama atenção para construções em áreas de riscos Chagas Lima A Defesa Civil de Juazeiro do Norte está elaborando um novo mapeamento das áreas de risco da cidade, tendo em vista o alto índice de casas construídas em locais inadequados. “Já havia sido feito um mapeamento semelhante em 2009, mas percebemos a necessidade de atualizar esses dados, tendo em vista que a prefeitura trabalhou em alguns pontos que hoje já não são mais de risco”, diz o capitão Artur Graça, coordenador da Defesa Civil em Juazeiro do Norte. Três lugares são campeões em ocupação irregular: o Alta Tensão, onde são construídas residências debaixo das linhas de transmissão de

n Localidade de Alta Tensão, onde as residências foram constuídas debaixo da linha de transmissão da rede elétrica

energia elétrica, o leito do Rio Salgadinho e a encosta do Horto. Durante a quadra invernosa, a falta de estrutura tem provocado uma série de transtornos e prejuízos nestas localidades. “Na Alta Tensão, por exemplo, existe uma área de segurança de no mínimo 20 metros, partindo da linha de transmissão, sendo 10 para amargem esquerda e 10 para a direita”, explica Artur Graça. O capitão chama atenção para as construções recentes na colina do Horto, onde, em alguns pontos, existem inclinações de até 45°, consideradas inadequadas para a construção de moradias. “Há casas antigas construídas de forma correta, porém pontos recentes estão sendo alvo de construções

inadequadas”. Diz, antecipando que se reunirá com a população para solucionar o problema e evitar tragédias no período chuvoso. A Defesa Civil adianta que já está sendo providenciado um levantamento dos pontos de alagamentos, que será enviado em forma de relatório para aSecretaria de Infraestrutura do Município. O objetivo é que seja feita uma limpeza prévia de canais, córregos e outros locais, onde costumeiramente ocorrem inundações. “A partir de fevereiro, teremos a quadra chuvosa e até lá queremos fazer esse trabalho, realizando uma limpeza preventiva”. Entre os pontos, ele cita as imediações da Indústria Singer e o córrego das Timbaúbas.

Barbalha quer atrair empresas através de mais incentivo fiscal Mirelly Morais O Município de Barbalha tem mantido contatos com empresários que estão dispostos a colaborar com o progresso da cidade, seja na esfera industrial, comercial, prestação de serviços ou agroindústria, visando oferecer empregos que venham melhorar a renda da população. O foco é criar atividades com a intenção de desenvolver uma perspectiva inovadora como incremento da nova modalidade de crescimento econômico sustentável. Como forma de atrair esses investimentos, o município vem oferecendo a redução de impostos, em con-

n Novo empreendimento poderá ser construído no espaço da antiga Cerâmica Cariri (Cecasa)

trapartida. Ao empresário Augusto Geromel Bezerra de Menezes foi concedido à isenção do Imposto sobre a Transmissão de Bens por Ato “Intervivos” e de Direito Real de Uso (ITBI). Ele deseja adquirir um complexo industrial onde funcionou, durante muito tempo, a Cerâmica do Cariri S/A (Cecasa), com o objetivo de implantar outro empreendimento de grade porte, cujo projeto deverá ainda ser apresentado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O beneficiário pretende, com recursos próprios, adquirir a metade dos terrenos que pertenceram a Cecasa, com o propósito de instalar indústrias ou construção civil.

O Projeto de Lei que concede o incentivo fiscal em favor do empresário foi aprovado na Câmara, por unanimidade, na sessão do dia 14. A isenção de ITBI refere-se à aquisição, por parte do beneficiário, de 50% de nove imóveis no condomínio Maria da Penha Ribeiro e Silva, tendo sido adquiridos da anterior condômina Maria Petronilia Filha. De acordo com os termos dos Projetos, os empresários que desejam investir no município devem comprometer-se a implantar nas áreas adquiridas empreendimentos capazes de reverter o incentivo concedido em geração de emprego e renda para a população.


Política 6

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

INVESTIMENTOS

Assembleia prevê aplicação de R$ 265 milhões no Cariri Foto: Cícero Valério

Jacqueline Dantas

A

Assembléia Legislativa destaca o aumento dos investimentos voltados à macrorregião do Cariri no orçamento anual do Estado para 2012 e no Plano Plurianual (PPA), de 2012 a 2015. O vice-líder do Governo, deputado Sérgio Aguiar (PSB), pretende deslocar os recursos que se concentram em Fortaleza para o interior do Ceará. A expectativa é que o Cariri seja contemplado com mais verbas para infraestrutura. O presidente da Comissão Técnica de Orçamento, Finanças e Tributação, deputado Lula Morais (PCdoB), afirma que o orçamento estadual em 2012 será 7,3% maior do que o deste ano e que o PPA prevê verba de R$ 84,6 bi para todo o Ceará. Deste valor, R$ 265 milhões serão voltados à região Cariri e Centro-Sul.

Planejamento

O percentual de recursos do PPA será apoiado em três eixos temáticos: “Sociedade Justa e Solidária” (52%), “Economia para uma vida melhor” (26,6%) e “Governo Participativo, Ético e

n Deputado Lula Morais (PSB) discute o orçamento da Assembléia Legislativa, no Crato

Competente” (18,9%). No planejamento consta a promoção da educação básica e profissional. Na área da saúde, o intuito é investir em exames especializados e na instalação das Unidades de Pronto Atendimento (UPA). O programa Ronda do Quarteirão também deve ser ampliado para municípios com

até 30 mil habitantes, assim como a rede de cursos e matrículas da Universidade Regional do Cariri (Urca). Na lista de melhorias também está a criação de núcleos esportivos e vilas olímpicas, e a inclusão social de ex-presidiários. Quanto ao eixo econômico, viabilizar as obras

de transporte metro-ferroviário, disponibilizar recursos para o abastecimento de água e implantar pólos industriais e projetos voltados à agricultura. Os recursos também poderão ser aplicados na construção de Centros de Referência da Juventude (CRJ), na dinamização da cobertura do Cintu-

rão Digital do Ceará (CDC) e na continuidade das assembléias itinerantes.

Orçamento Regional

A macrorregião do Cariri tem o segundo maior orçamento do Estado, com cerca de R$ 800 milhões

(PPA), atrás da Região Metropolitana de Fortaleza com R$ 5,6 bilhões. Este valor será repartido principalmente entre educação (18%), encargos especiais (16%), saúde (11,7%) e Previdência Social (9,6%). O Parlamento Estadual reclama da falta de representatividade municipal nos eventos regionais promovidos. O deputado Lula Morais avalia que é necessária a interação entre os parlamentares e o Executivo, para que não haja discursos unilaterais. “A Assembléia precisa ouvir a comunidade e é necessário que tenha um aporte”, frisa. A reitora da Urca, Otonite Cortez, defende a inclusão de emendas que beneficiam o ensino superior, como a reforma estrutural e a ampliação dos campos e laboratórios. E que sejam voltados mais investimentos ao Geopark Araripe. A vereadora Mara Guedes (PT) propôs a implantação de uma delegacia especializada para a mulher, no Crato. O prazo de recebimento das emendas encerra-se no dia 2 de dezembro, e devem ser aprovadas até o dia 20 para compor o orçamento de 2012.

AGRICULTURA

Trabalhadoras rurais discutem melhorias para a categoria Lindsay Franco Cerca de 120 representantes participaram do 14º Encontro Regional de Mulheres Trabalhadoras Rurais no Cariri. Foram discutidos temas como a cultura, saúde e políticas públicas voltadas para as mulheres. O evento foi promovido pelo Coletivo de Mulheres da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado do Ceará (Fetraece), regional do Cariri. O encontro é uma forma de orientar a categoria no que diz respeito aos direitos das mulheres e a valorização da cultura campesina. As discussões em torno de empreendedorismo serviram para mostrar as possibilidades de crescimento que cada uma delas pode ter. “Traçamos um perfil de como o empreendedorismo feminino acontece, explicando que para isso, contamos com o apoio de

instituições financeiras que oferecem possibilidades de parcerias”, relata a Secretária de Trabalhadoras Rurais do Estado, Rosangela Moura. A Fetraece também demonstra preocupação no que diz respeito ao social e a saúde das mulheres. “Quem vive na zona rural enfrenta dificuldades para ter acesso a alguns serviços de utilidade pública. Às vezes, falta até orientação em relação à saúde, por isso abrimos espaço para essas discussões”, enfatiza a coordenadora regional das Trabalhadoras Rurais Fetraece Cariri, Franci Oliveira. De acordo com a secretária de trabalhadoras rurais do Estado, Rosângela Moura, outra preocupação é apoiar a categoria para que ela permaneça na zona rural, mas com condições dignas de vida. “Dentro do grupo das trabalhadoras rurais estamos desenvolvendo

essa ideia de continuar no campo. Isso se as políticas públicas, linhas de créditos e comercialização chegarem até o alcance”. Representantes dos 28 municípios participaram do encontro, que contou com a participação da Secretária Nacional da Confederação dos Trabalhadores Rurais, além de outras autoridades e instituições financeiras. O Coordenador da Fetraece Regional, Francisco Alves, acredita que essa cadeia de conhecimento, busca de direito e desejo de informação será multiplicada para as demais trabalhadoras que não puderam estar presentes. “Os temas foram riquíssimos. Aprendemos como podemos reivindicar nossos direitos e como procurar as instituições financeiras para possíveis parcerias”, conta a presidente da Associação Comunitária de Mocotó, de Vár-

n O 14º Encontro Regional reuniu representantes de 28 municípios caririenses

zea Alegre, Maria Miguel de Oliveira. “Agora, cabe a nós repassarmos os conhecimentos

adquiridos aqui para as trabalhadoras de nossas comunidades rurais”, afirma Francisca

Rodrigues de Oliveira, coordenadora municipal de trabalhadoras rurais de Assaré.

SOLIDARIEDADE

Doações podem melhorar a vida de 50 idosos em abrigo Em Juazeiro do Norte, um casarão antigo que guarda em sua arquitetura a história da cidade centenária serve de abrigo para dezenas de idosos e pessoas com necessidades financeiras, há quase 60 anos. A casa, que teve como ilustre morador o padre Cícero Romão Batista, é hoje o Abrigo Nossa Senhora das Dores, mantido pela entidade Sociedade de Amparo ao Mendigo, inaugurada em dezembro de 1951. Desde a fundação, o local vem oferecendo apoio a homens e mulheres, e se mantém através da solidariedade de doadores. Cerca de 50 internos residem no local. Eles precisam de alimentação, higiene pessoal e cuidados com a saúde, o que demanda um maior suporte financeiro e de

n Abrigo Nossa Senhora das Dores funciona na antiga casa do padre Cícero

funcionários. “Ao longo dessa trajetória, o abrigo tem se

mantido basicamente com a ajuda da figura de Padre Cí-

cero, através do recebimento de doações de devotos e de

pessoas que admiram a história do religioso”, conta o administrador Valter Barbosa. Os idosos chegam ao abrigo de várias formas. Algumas vezes são enviados pela Ação Social do Município, que não tem condições de mantê-los por muito tempo. Em outros casos, religiosos solicitam o acolhimento, diante da situação de abandono em que vivem os velhinhos. Hospitais com pacientes que aparentemente não tem família e que não tem pra onde ir, também buscam a casa de apoio. “Aqui recebemos velhinhos acima dos 60 anos, mas há muitas exceções, pois são muitos os necessitados e não podemos deixar de ajudar”, relata Barbosa. O abrigo também conta com o apoio de voluntários

de diversas áreas, como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, religiosos e pessoas que cuidam da manutenção do local. O interior da casa, que já foi cenário de momentos importantes para Juazeiro do Norte, é o lar de pessoas que encontraram o apoio necessário para sobreviver, através da solidariedade da população. “Aqui, nós aceitamos praticamente tudo. Roupas, alimentos, camas, colchões e eletrodomésticos. Nós estamos de braços abertos pra qualquer tipo de doação. Isso é realmente o que tem mantido a casa”, finaliza o administrador.

Serviço:

Endereço: Rua São José, 120. Centro. Tel.: 3511 1553


Cidades 7

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

ZOONOSE

Campanha pretende vacinar mais de 609 mil cães e gatos Analu Morais

J

uazeiro do Norte é um dos 100 municípios cearenses selecionados para participar da segunda etapa da campanha de vacinação de animais contra a raiva. A iniciativa é da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) e visa diminuir os riscos de transmissão da raiva, vacinando cães e gatos de diversos municípios. De acordo com a assessoria de imprensa da Sesa, a meta é imunizar 609.193 animais durante todo o período, que começou no dia 12 e vai até o mês de dezembro. Somente no “Dia D”, que abriu a campanha, foram vacinados mais de 11.470

animais, cerca de 7.620 cães e 3.850 gatos. Dentre os 22 bairros inseridos no cronograma, destaque para o Antonio Vieira, que imunizou 1.728 animais, e para a Praça dos Ourives, com 1.136. De acordo com o médico veterinário do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Joaquim Helder Teixeira, agora as doses serão aplicadas no CCZ. “Aqueles que não puderam levar seus animais no posto de vacinação no ‘Dia D’, basta trazê-los até o CCZ para receber a dose da anti-rábica”. Joaquim lembra que haverá uma equipe especializada atuando na zona rural de Juazeiro, para vacinar os animais nestas localidades, mas a data ainda não foi definida.

Volta da campanha

Segundo o Centro de Controle de Zoonoses de Juazeiro, a cidade não participa da campanha desde 2010, quando houve reações dos animais ao tipo de vacina que estava sendo aplicada. Após este caso, o Ministério da Saúde mandou recolher as doses do medicamento. Em 2009, Juazeiro imunizou 35.729 animais.

Crato e Barbalha

Em julho deste ano, foi realizada a primeira etapa da campanha em 85 municípios do Ceará, incluindo Crato e Barbalha. Segundo a Assessoria da Sesa, 884.469 cães e gatos receberam a dose da anti-rábica.

n A campanha de vacinaçao contra a raiva vai até o mês de dezembro

SAÚDE

Especialista chama atenção para a importância do pré-natal Lindsay Franco A gravidez é um momento único na vida de muitas mulheres. Período de novas experiências e onde alguns cuidados são necessários para que tudo ocorra bem durante a gestação, tanto para mãe, quanto para o bebê. As mães devem estar atentas aos riscos e seguir o tratamento que deve ser feito com especialistas. Pois, mesmo com toda a modernidade de aparelhos e tratamentos médicos, algumas gestantes ainda chegam a óbito. As causas de complicações são variadas. Por isso, de acordo com especialistas, a primeira coisa que uma gestante deve fazer é o pré natal, para a segurança e o bem estar da paciente e do bebê. Independente da idade. “Geralmente, dividimos este tratamento em pré-natal de baixo risco e alto risco. As pacientes mui-

n Os médicos aconselham que as gestantes passem por acompanhamento especializado durante a gravidez

to jovens, que têm abaixo de 20 anos e as que têm acima de 40 já são orientadas a fazer um acompanhamento de alto risco”, afirma Elitania Arrais, ginecologista e obstetra. Isso acontece porque, no caso das pacientes jovens, o organismo fisiologicamente ainda não está preparado para uma gestação e as pacientes com mais de 40 anos, geralmente já têm outras doenças associadas. “Outro grupo de pacientes de risco são aquelas que já têm algum problema de saúde, como hipertensão, diabetes e doença da tireóide”, acrescenta. Ainda de acordo com a médica, para fazer seu tratamento durante a gestação a paciente deve ter a preocupação de procurar um especialista, principalmente em casos de alto risco. Deusenir Damásio da Silva tem 26 anos e está no sexto mês de gestação. “Eu

sigo a risca as recomendações. Desde cedo faço o pré-natal e sou acompanhada por uma especialista”. As gestantes precisam passar ainda por algumas restrições, para evitar complicações. “Uma das minhas preocupações é em relação à alimentação, por isso, estou fazendo uma dieta, para não aumentar minha taxa de glicose e sal”, acrescenta Deusenir.

Formas de parto Se for uma paciente que tenha sido acompanhada regularmente e não tem doenças crônicas, ela pode vir a ter um parto natural. “Não há contra indicação, mas nós especialistas fazemos uma seleção. O ideal é que abaixo de 16 anos seja realizado o parto cesariano, pois essas pacientes não têm preparo psicológico e o próprio organismo não está bem desenvolvido”, aponta Elitania.

ESPORTE

Icasa ainda teme o rebaixamento e depende de outros resultados Jacqueline Dantas O Icasa encontra-se numa situação delicada quanto à permanência na série B. O empate sem gols no último jogo contra

o Goiás, na 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, levou novamente o time para a zona de rebaixamento. O Alviverde perdeu duas posições e soma apenas 47 pontos. O próximo desafio

será contra a Portuguesa (SP), no estádio Romeirão, neste sábado, dia 26. O Icasa precisa vencer por qualquer placar, além de torcer pela derrota de seus adversários diretos.

MATEMÁTICA DA PERMANÊNCIA Icasa X Portuguesa

Só a vitória interessa ao Icasa

Chegaria aos 50 pontos

São Caetano X Criciúma

Derrota do São Caetano ou empate

Empatando chegaria aos 49 pontos / Perdendo ficaria com 48 pontos

Asa x Vitória

Derrota do Asa ou empate

Empatando chegaria aos 49 pontos / Perdendo ficaria com 48 pontos

Guarani X Goiás

Derrota do Guarani

Garantiria a permanência do Icasa na série B

Paraná X Bragantino

Derrota do Bragantino

O Icasa ultrapassaria o número de pontos

Três vagas do rebaixamento já estão preenchidas pelo Vila Nova (GO), Salgueiro (PE) e Duque de Caxias (RJ). Resta uma vaga e o Icasa briga diretamente com São Caetano (SP) e o ASA de Arapiraca (AL). O time juazeirense pode chegar a 50 pontos na tabela de classificação, podendo se igualar ao ABC (RN). O número de vitórias é o primeiro critério de desempate, como os dois podem somar 12 vitórias, deverá ser avaliado o saldo de gols. O lateral direito, Osmar Coelho, lamentou o fato da vitória não ter acontecido na última rodada, mas permanece confiante para o próximo jogo. ”Vamos nos esforçar para ter um resultado positivo e garantir o Icasa na série B”. Para a decisão deste sábado, o técnico Arnaldo Lira não terá nenhum desfalque e poderá contar com o time que enfrentou

o Goiás ou escalar a volta do atacante Marciano e do zagueiro Everaldo, que estavam submetidos ao departamento médico. Na terra conhecida pela fé, a torcida juazeirense acredita no milagre da permanência na segundona. “A situação está muito complicada, mas confiamos na ajuda que o padre Cícero pode nos dar”, declara o torcedor Marcelo Rocha.

Emprego

Precisa-se de vendedores para trabalhar com representação de venda de sabão nos estados do Piauí e Ceará. Os interessados entrar em contato com Silvio Chaves nos telefones: (99) 3521-4074 / (99)3521- 3722 e mandarem seus currículos para o e-mail: silviochaves64@gmail.com

COMUNICADO CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT S.A., com atuação no ramo de atividade de Construção Pesada, informa a abertura do seu Programa de Contratação de Pessoas Portadoras de Deficiência e Beneficiários Reabilitados da Previdência Social, para eventuais vagas que venham a ocorrer em seu quadro de empregados. Os interessados que se enquadrarem no Programa acima poderão enviar Curriculum Vitae para os endereços abaixo: CNO : Endereço: Av. Luiz jucá Arrais Maia, 595 – centro – Missão Velha- CE A/C Cristiana Avelina SINE : Rua Senador Alencar, 39 – Centro – Barbalha -CE Missão Velha, 29 de Novembro de 2011.


Cidades 8

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

SEGURANÇA

Cariri fecha as portas para traficantes cariocas Márcio Dornelles

S

e os cariocas estão cada vez mais livres do tráfico de drogas, das milícias e do cerceamento de liberdade imposto por criminosos, pelo menos nos morros, são os estados do Nordeste que fecham suas portas para as possíveis visitas indesejadas. No Sul do Ceará, onde há fronteira com Piauí, Paraíba e Pernambuco, a ordem é intensificar as fiscalizações a ônibus, carros de passeio e caminhões, e impedir a entrada de traficantes fugidos do Rio de Janeiro. O baixo número de presos na última operação policial, na favela da Rocinha, denuncia que muitos criminosos conseguiram fugir antes da invasão. O Nordeste é a primeira opção dos comandantes do crime organizado das favelas quando precisam buscar um refúgio e um novo “mercado”. O contato com traficantes locais é facilitado. Em muitos casos, os cariocas eram os próprios fornecedores de drogas, o que viabiliza um contato futuro e a troca de favores. O Cariri está atento ao risco iminente de se tornar morada de homens escorraçados pelas Polícias Civil, Militar, Federal e Forças Armadas e pela instalação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). O comandante-geral da Polícia Militar do Ceará, coronel Werisleik Pontes, afirma que a Operação Divisa Segura está em andamento, com reforço do patrulhamento nas fron-

n A Polícia Rodoviária Federal ajuda as Polícias Militar e Civil na fiscalização nas fronteiras do Ceará

teiras e compartilhamento de informações entre os estados “para uma ação mais efetiva e eficaz por parte do Serviço de Inteligência”. Independente da migração de criminosos, “já existe entendimento nacional de que as divisas dos estados precisam ser melhor patrulhadas, a começar pelo Nordeste”, avisa Werisleik. A Polícia Civil dos municípios do Sul cearense fiscalizam a entrada de veículos

de fora e o comportamento de pessoas estrangeiras, para repelir possíveis ameaças e resguardar a segurança da população. “A gente está fazendo um acompanhamento semanal das pessoas que desembarcam na cidade, para conhecer a procedência. Nós também estamos fiscalizando, junto com a Polícia Militar e Guarda Municipal, o relacionamento de pessoas novas, para saber se não há nenhum movimento

suspeito”, afirmou o delegado regional de Juazeiro do Norte, Gustavo Augusto. Em Brejo Santo, município colado à Pernambuco, os cuidados são ainda maiores. O delegado Tenório Brito garante que lanchonetes e restaurantes às margens da BR-116 são visitados frequentemente, em trabalho conjunto com a PM, e placas de carros passam por uma busca no sistema da polícia. Até os corretores de imó-

veis ajudam no trabalho de fiscalização, repassando informações sobre interessados em morar na cidade. “Às vezes a pessoa aluga uma casa e não se sabe. A gente dá uma passada em restaurantes às margens da rodovia e verifica veículos através do computador de bordo da viatura para saber se tem algum tipo de restrição.” A Polícia Rodoviária Federal também colabora para o controle da entrada de carros.

O delegado regional do Crato, Flávio Santos, confia na troca de informações entre as polícias dos estados vizinhos para ajudar no controle das divisas. “A gente já participou de reuniões e a orientação é para que fiquemos atentos, com troca de informações com policiais das fronteiras. “Se eles vierem (os traficantes), temos que repelir e impedir que o bando se aloje na cidade”, disse. A cerca de 40 quilômetros dali, em Nova Olinda, o cuidado é o mesmo. O delegado Giuliano Vieira Sena, que também responde por Farias Brito, lembra do processo de interiorização da Polícia Civil, com a instalação de novas delegacias para aumentar a segurança do interior. Sena afirma que Nova Olinda é rota do tráfico de drogas na região e que sua localização estratégica no Cariri, com estradas vicinais levando a Campos Sales, Altaneira e Santana do Cariri, facilita a ação de traficantes. As condições favoráveis podem atrair criminosos de outros estados. A preocupação dos delegados do Cariri serve de alerta para municípios da região Centro-Sul, do Sertão Central, da Serra da Ibiapaba e da própria capital cearense. Apesar dos cuidados, a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) garante que ainda não registrou a migração de criminosos do Rio de Janeiro para o Ceará.


Social Cultura 9

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

POR WALESKA MARROCOS

Sociedade em Foco

waleskamarrocos@jornaldocariri.com.br

HILUX

AQUASIS A equipe do Projeto Soldadinho-do-araripe montou stand no Crato Tênis Clube durante a Mostra de Teatro SESC. Com vídeos e desenhos, eles ensinaram as crianças sobre a fauna e a flora da Região do Cariri, bem como a conservação do pássaro e seu habitat. Na foto, o coordenador do projeto Weber Girão e Karina Linhares.

DESIGN E ARQUITETURA O arquiteto e urbanista Valdo Figueiredo esteve na II Mostra de Arquitetura e Design do Cariri. Os ambientes criados por ele destacavam-se pelo bom gosto, originalidade e luxo. Valdo é presença constante na Casa Cor da capital cearense e agora traz seu trabalho para a terra natal, onde o mercado é bastante promissor. Talento, simpatia e competência são suas grandes qualidades.

BONS AMIGOS

Os empresários Wilson e Helano conseguiram unir amizade e empreendedorismo. Eles estão sempre em busca de novas oportunidades de crescimento. Parabéns pela amizade e sucesso nos negócios!

A Newland lançou a Hilux 2012, com boas expectativas de vendas para o final de ano. O novo modelo deixa encantados os consumistas de plantão. Boas vendas!

AMOR VERDADEIRO Foi um grande prazer conhecer Manoel Tavares e sua esposa Francisca Matilde. Todos os dias, no fim de tarde, eles estão juntos na calçada de sua residência. Casado há mais de 60 anos e pai de sete filhos, Manoel diz que o amor que sente por sua esposa é o maior presente que Deus lhe deu. O casal é a prova viva do verdadeiro e eterno amor.

OCA DESIGN A empresária Eliana Pinheiro estava radiante ao lado de sua irmã Helena Pinheiro, durante a II Mostra de Arquitetura. Com ambientes pensados e projetados pelos melhores arquitetos da região, a loja já esta decorada para o Natal, com peças de muito luxo e bom gosto. Parabéns!

CULTURA

Grupos disputam título de “Tesouros Vivos da Cultura” Analu Morais

A

Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha inscreveu cinco grupos culturais para concorrerem no edital deste ano do “Tesouros Vivos da Cultura”. As equipes de diversos

sítios disputam nas categorias grupo e vitalícios, cada uma com duas vagas. De acordo com a Secretaria de Cultura do Estado, a inscrições já estão encerradas. Agora, a Comissão de Seleção se prepara para analisar os grupos inscritos e selecionar os contemplados. Do Sítio Cabeceiras, o Grupo de Incelência, formado por 17 mu-

lheres cantoras, concorre nas duas categorias, com a mestra Maria Rodrigues de Lima. Também há o Grupo de Penitentes Irmãos da Cruz, que disputa como grupo com Chico Severo, o segundo decorião. Na mesma divisão estão inscritos o Maculelê, do Sítio Santo Antonio, com o mestre Gilberto, o Pau de Fita da mestra Lindete, do Sítio Farias, e os Peni-

tentes Santas Missões do Mestre Olímpio, do Sítio Lagoa. De acordo com a Coordenadora de Cultura Popular da Secretaria de Cultura e Turismo de Barbalha, Gorete Amorim, os mestres que são escolhidos como vitalícios recebem um auxílio mensal em dinheiro, do Governo do Estado, como forma de reconhecimento de seus saberes. Aos grupos contemplados é enviado cerca de R$ 4,2 mil durante o período de dois anos para manutenção das atividades.

ALFARMA, a primeira farmácia de manipulação genuinamente Cratense. Diretora Técnica

Drª Fabiana Pereira Rodovalho Alencar Gomes Rua Senador Pompeu, Nº 429 - Centro - Crato-CE

O periódico do Cariri independente

Mestres

Premiação

Atualmente, há dois mestres barbalhenses nomeados em edições anteriores do Tesouros Vivos: Severino Antonio Rocha, do Grupo de Penitentes Irmãos da Cruz, e José Pedro, do Reisado de Couro.

Tesouros Vivos da Cultura é um programa que vem para apoiar os artistas ligados à cultura imaterial do Estado. Foi reconhecido pelo Ministério da Cultura com o prêmio Culturas Populares, em 2007.


publicidade 10

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

MAIS SAÚDE E HIGIENE PARA AS FAMÍLIAS DE JUAZEIRO. É A PREFEITURA TRABALHANDO MAIS POR JUAZEIRO DO NORTE. INVESTIMENTOS NA SAÚDE

DE REAIS.

A Prefeitura está colocando em prática todos os seus projetos para a saúde de Juazeiro. Nesses 2 anos, comprou, reformou e equipou o Hospital Maria Amélia, que já é considerado referência no atendimento infantil e emergência pediátrica. Foram entregues também 4 novos Postos de Saúde da Família e mais 8 estão em construção. Unidades de ProntoAtendimento (UPA’s) estão sendo implantadas em alguns bairros oferecendo atendimentos noturnos. Ainda ampliou o Serviço de Acolhimento Médico Especializado (SAME), que conta com mais de 20 especialidades, exames como endoscopia, fertilidade, entre outros. O Programa Saúde da Família leva mais qualidade de vida para a população com 6 novas equipes, beneficiando mais de 17 mil pessoas. E 5 novos centros de saúde foram entregues nos bairros Salesianos, Romeirão, Vila Nova-Pedrinhas, Aeroporto e Campo Alegre.

ENTREGOU TAMBÉM 6 AMBULÂNCIAS NOVINHAS E IRÁ ENTREGAR MAIS 3, TOTALIZANDO 9 NOVAS AMBULÂNCIAS PARA A SAÚDE DA POPULAÇÃO.


Esporte Política 11

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

TOQUE DE PRIMEIRA CÍCERO NICÁSSIO LEÃO DO MERCADO O diretor de esporte do Guarani, Kleber Lavor, foi até o Maranhão e anunciou que poderá trazer de lá um novo treinador. O nome é Vinícius Saldanha, cuja apresentação acontecerá no próximo dia 12 de dezembro. A torcida do Guarani espera uma campanha tão boa como a desse ano. Dali Leão!

MEMÓRIA

Museu retratará a história do futebol juazeirense Arte: Evando F. Matias

SEM EXPLICAÇÃO Tem algumas coisas no futebol que não tem explicação lógica. Quem não lembra de Alcimar, que em 2005 se transformou no grande ídolo do Icasa? Ele marcou gols decisivos que levaram o Verdão a final. Em 2006, Zacarias Silva trouxe Alcimar de volta, e o time não disputou a final. A mesma coisa aconteceu com Júnior Xuxa, que no ano passado foi um dos principais jogadores da boa campanha do verdão na série B. Nessa reta final, Júnior Xuxa não apresentou um bom futebol e foi barrado pelo treinador Arnaldo Lira.

FAMA PREMATURA O atleta de alto rendimento tem que está preparado, em todos os aspectos, para enfrentar o assédio da imprensa e dos fãs, além de precisar ter comprometimento profissional. Neymar, há um ano, andou pisando na bola, ao ponto do treinador René Simões declarar: “vocês estão criando um monstro”. Neymar se redimiu e hoje convive muito bem com a fama prematura.

PARÂMETRO Até que ponto o ano foi positivo para a seleção brasileira? A desclassificação prematura na Copa América fez com que o cargo do treinador Mano Menezes fosse questionado. Amistosos com seleções sem nenhuma tradição não servem de parâmetro. Até a Copa das Confederações, em 2013, o treinador terá muito tempo para fazer experiências, só que o tempo passa e não espera por ninguém.

• Cargas e Encomendas Urgentes para o Sertão Central, Cariri, Baixo Cariri e Chapada do Araripe, DIARIAMENTE. • Filiais: Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu, Mombaça, Acopiara, Iguatu, Várzea-Alegre e Juazeiro do Norte.

Fortaleza-CE 85.3295.7878 Avenida Padre Cícero, 2200 Galpoes 4 e 5 - Triangulo Juazeiro do Norte-CE 88.3512.7164 / 3512.8980

w w w. b i rd e x p re s s . c o m . b r

n SEGURANÇA ELETRÔNICA

n ZELADORIA

n PORTARIA

n TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS

Travessa Slino Duda, 59 - Bairro Santa Teresa - Juazeiro do Norte - CE

Peça já seu orçamento sem compromisso

AUTOMÁTICOS, CERCA ELÉTRICA, PORTEIRO E VIDEO PORTEIRO, INTERFONE, PABX, CFTV. TUDO EM ATÉ 10X NO CARTÃO VISA SEM JUROS CHEQUE E CARNÊ. RUA DELMIRO GOLVEIA, 942 - SALESIANOS FONE/FAX: (88) 3512-1100

Ligue e anuncie: (88)3511 2457

Jacqueline Dantas

O

Museu do Futebol será lançado no próximo dia 25 de novembro, no estádio Romeirão, com uma exposição fotográfica que remonta a história do futebol juazeirense. O evento vai contemplar o centenário da cidade e fará homenagem aos jogadores Geraldinho Saravá, Ronaldo Angelim e Gesiel de Lima – “Naza”, além do radialista Francisco Silva, conhecido por “Foguinho”, como nomes que contribuíram com o esporte local. Os idealizadores planejam a construção da sede como mais um atrativo turístico, que deve mobilizar a economia. O coordenador do projeto, Aurélio Matias, explica que está reunindo os elementos para a construção da sede do museu no Romeirão. O acervo, com imagens, áudios e textos dos ídolos e grandes clássicos, está sendo coletado na Secretária de Esportes. As 100 melhores fotos serão selecionadas para a primeira mostra. Aurélio ressalta a importância do Icasa e do Guarani, e relembra a Liga Desportiva Juazeirense (LDJ), que mobilizou a paixão pelo esporte e a identidade cultural. Ele aponta que o projeto está numa fase embrionária e precisa do apoio da população para ter respaldo nas narrativas que marcaram o futebol. Também revela que os pesquisadores Renato Casimiro e Ronaldo Costa estão desenvolvendo um estudo sistemático em relação à obra. O Secretário de Turismo e Romarias, José Carlos, comenta que a construção do museu deve alavancar o turismo, porque tanto é um atrativo como uma alternativa ao âmbito religioso, tendo em vista que a cidade recebe, todos os

anos, milhares de devotos do padre Cícero Romão Batista. “Precisamos reconhecer quem contribuiu com o nosso futebol, profissionais e amadores, para valorizar a nossa história”, declara. Para ele, esse é o momento oportuno para implantação do museu, devido os incentivos do Ministério do Esporte e do Turismo, na promoção da Copa do Mundo de 2014. “O futebol é a expressão genuína da nossa cultura, através dele, agregamos valores pessoais e econômicos”, explicando que além do entretenimento, o esporte gera emprego e desenvolvimento. Para José Carlos, todos os setores são beneficiados por causa do esporte, pois além de promover a socialização e contribuir com a formação dos jovens, desperta o turismo e traz visibilidade à cidade. Ele cita que a atuação do Icasa na campanha da série B trouxe visitantes de outros Estados para acompanhar os jogos, movimentando o comércio e a rede hoteleira. “Com isso, todos ganhamos”, finaliza.

AUTOMÁTICOS, CERCA ELÉTRICA, PORTEIRO E VIDEO PORTEIRO, INTERFONE, PABX, CFTV. TUDO EM ATÉ 10X NO CARTÃO VISA SEM JUROS CHEQUE E CARNÊ. RUA DELMIRO GOLVEIA, 942 - SALESIANOS FONE/FAX: (88) 3512-1100

Destaques da programação de 22 a 27 de novembro de 2011. Dia 22, terça-feira. OFICINA DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA 14h00 - Danças, Jogos e Ritmos Populares Brasileiros - João Pessoa-PB. Dia 23, quarta-feira. MÚSICA 19h30 - Instrumental - Welton Santos - Simplesmente Música Juazeiro do Norte-CE.

Dia 24, quinta-feira. TRADIÇÃO CULTURAL 18h00 - Terreirada Cultural. Local: Ao Lado do Casarão da Cultura, Localizado na Rua da Matriz, 25, Centro - Barbalha-CE. MÚSICA 19h30 - Rock-Cordel - Os Reis da Cocada Preta - João Pessoa-PB.

Dia 25, sexta-feira. LANÇAMENTO DA CORDELTECA 17h30 - Clube do Leitor - A Diversidade de Temas Abordados nos Cordéis Facilitadora: Josenir Lacerda. MÚSICA 19h30 - Parahyba e Cia. Bate Palma Fortaleza-CE. Dia 26, sábado.

Acesse e veja a programação completa:

www.bnb.gov.br/cultura

ATIVIDADES INFANTIS 15h00 - Teatro Infantil - Eu e Tu Contra o Bicho mais Feio do Mundo Juazeiro do Norte-CE. PERCURSOS URBANOS 15h00 - A Facetas do Caju. Mediador: Lívio Diego Duarte Brandão. CINEMA - 100 CANAL 17h26 - Olhares.

CINECAFÉ Mediador: Elvis Pinheiro. 17h30 - Arizona Nunca Mais. Dia 27, domingo. Fechado.


Cidades 12

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

INCENTIVO

Plano quer garantir acesso à terra e subsídio para pequenos negócios Foto: Cícero Valério

Mirelly Morais

vagas de empregos nessa área”, afirma. O gerente do Banco do Nordeste de Juazeiro, Félix Viana, ressalta que “não dá para pensar no desenvolvimento em Juazeiro e na região, sem passar pelo Banco do Nordeste. O foco das ações do banco são os pequenos empreendedores, pessoas de baixa renda dos setores urbanos e rurais”.

O

acesso à terra será uma das melhorias que o Programa Brasil Sem Miséria, lançado em Juazeiro na último dia 18, promete para a região do Cariri. Um levantamento realizado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) constatou que cerca de 95% dos produtores rurais não possuem terra, sendo posseiros, meeiros ou arrendatários. “Vamos buscar meios de garantir esse acesso, tanto de forma individual quanto coletiva. Uma vez com a terra, o produtor terá outras políticas”, explica o coordenador regional do plano na zona rural e gerente da Ematerce, Adonias Sobreira. O Cariri tem 20 municípios selecionados para participar do Brasil Sem Miséria, sendo que em cada um, 80 famílias foram incluídas. Segundo o coordenador, haverá um subsídio para os selecionados iniciarem um micro negócio. E como há prioridade para o sexo feminino, ele exemplifica que “uma moradora rural que tem uma pequena criação de galinhas pode expandir a atividade, transformando

O Programa

n O Programa Brasil Sem Miséria também pretende melhorar as condições de vida de pequenos empreendedores

em um pequeno negócio”. Para isso, serão facilitadas as linhas de crédito via Banco do Nordeste do Brasil (BNB). De acordo com o diretor de Inclusão Produtiva, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Luiz Muller, a principal meta é aumentar a distribuição de renda. Segundo ele, quem está no

Bolsa Família pode ser considerado um empreendedor. “Se essas pessoas fazem bico, a atividade pode ser usada para melhorar sua condição de vida e é nisso que vamos investir”, afirma garantindo que todos podem ter acesso a empréstimos no BNB. O prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana (PT) destaca a importância

de estimular, nas pessoas de baixa renda, a capacidade de desenvolver trabalhos. Santana antecipa que alguns projetos de incentivo ao plano, como a criação de frentes de serviços, serão enviados à Câmara de Vereadores para aprovação. “Juazeiro tem demanda de construção civil acima da média, vamos reativar as frentes para criar

O Plano Brasil Sem Miséria, do Governo Federal, é direcionado aos brasileiros que vivem em lares cuja renda familiar é de até R$ 70,00 por pessoa. Dentro desses moldes, somente em Juazeiro estão inscritos no Cadastro Único dos Programas Federais quase 30 mil pessoas, que já recebem o Bolsa Família e poderão também ter acesso ao Plano. Além de cerca de 10 mil que aguardam inclusão.


Cidades 13

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

EXPOSIÇÃO

Cícero Valério

Artesãos participam de feira em Minas Gerais

Chagas Lima

U

m grupo de oito artesãos representa a região do Cariri na XXII Feira Nacional de Artesanato, em Belo Horizonte, Minas Gerais. A exposição, que começa nesta terça-feira (22) e vai até o dia 27, deve reunir cerca de oito mil artistas de todo o Brasil e do exterior, atraindo grande público. A presidente da Federação das Associações de Artesãos do Cariri, Maria Celeste, ressalta a importância da oportunidade de mostrar o material produzido no Ceará, com apoio do Serviço

Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). “Os artesãos do Cariri nunca deixam de participar. E a nossa expectativa este ano é a melhor possível, porque muitos dos nossos artesãos passam seis meses produzindo somente para essa feira, que sempre apresenta resultados positivos. Por esta razão, estaremos no estande da representação do Ceará, que terá 80 metros quadrados”, afirma a presidente da entidade, que viajou para a capital mineira levando produtos de quase 20 entidades. “No meu caso, vou como representante da fe-

deração e estou levando peças de artistas dessas associações. Algumas não estão enviando porque não têm produtos. Isso significa que suas vendas estão ótimas”, comemora. De acordo com Celeste, existem associações em Juazeiro do Norte e em outros municípios do Cariri que estão envolvidas com grande produção para as festas de fim de ano, trabalhando intensamente para grandes empresas, confeccionando produtos em palha de milho para cestas de natal. “Isso mostra que os artesãos estão vendendo muito aqui mesmo na região e não enviaram suas peças este ano,

exatamente por isso.” A feira de Minas, acrescenta Maria Celeste, é um evento de negócios imediatos que possibilita a venda direta aos lojistas, ao público em geral, além de projetos a médio e longo prazos. O importante não é só vender durante a feira, mas também divulgar cada vez mais os produtos regionais que já são conhecidos do público. O material exibido inclui peças em madeira, trançado em palha de milho, bordados e redes (de Várzea Alegre), couro (de Crato e Campos Sales), e cerâmica. O tema central da feira deste ano será “São Francisco: O Rio e o Santo”.

Artesania Cariri O resgate das práticas artesanais, arte valorizada internacionalmente, ganha destaque no Jornal do Cariri entre os meses de novembro e dezembro deste ano, com a publicação de três cadernos editoriais de oito páginas. O projeto “Artesania Cariri – A Riqueza do Artesanato” será o resultado de viagens de uma equipe de reportagem por municípios do Sul cearense. No Cariri, cada cidade ostenta sua identidade cultural de maneira expressivamente peculiar, onde seus artesãos traduzem em madeira, palha, barro, papel e diversas outras matérias-primas, a força da sua tradição e da sua cultura. O Jornal do Cariri vai garimpar histórias e difundir o valor dessa diversidade.


publicidade 14

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 22 A 28 DE NOVEMBRO DE 2011

DRENAGEM E PAVIMENTAÇÃO, UMA REALIDADE EM JUAZEIRO. É A PREFEITURA TRABALHANDO MAIS POR JUAZEIRO DO NORTE. MACRODRENAGEM E MAIS DE

ASFALTADAS E REASFALTADAS.

Em apenas 2 anos a Prefeitura já asfaltou e reasfaltou mais de 200 ruas de Juazeiro. Por conta das últimas chuvas, a Av. Virgílio Távora ganhou uma das maiores operações Tapa Buraco já realizada. O bairro Frei Damião também teve mais de 40 ruas asfaltadas. Ao todo já foram pavimentadas mais de 168 ruas e avenidas, beneficiando 11 bairros da cidade.

A PREFEITURA LANÇOU UM DOS MAIS AUDACIOSOS PROJETOS, A MACRODRENAGEM, UM INVESTIMENTO DE MAIS DE 30 MILHÕES DE REAIS QUE IRÁ MUDAR A CARA DE DIVERSOS BAIRROS E MELHORAR A VIDA DOS JUAZEIRENSES.


Jornal do Cariri - EdIçã0o 2509