Page 1

CHARLIE CHAPLIN por Mariana do Vale - 12J n.15


Charlie Chaplin (Charles Spencer Chaplin) nasceu a 16 de Abril de 1889. Os seus pais eram Charles Spencer Chaplin Sr. e Hannah Chaplin, cantores e actores do music-hall.

A primeira actuação de Chaplin foi aos cinco anos, no music hall - a criança subiu ao palco e cantou “Jack Jones”, uma música popular da época.


Charles Chaplin Sr. morreu quando o filho tinha 12 anos, de cirrose. Depois disso, os irmãos Chaplin foram deixados numa casa de trabalho em Lambeth (sul de Londres), tendo saído após algumas semanas, a fim de frequentar uma escola de pobres em Hanwell. Mais tarde, foram chamados para o music-hall, onde viria a começar a carreira promissora de Charles. A sua mãe acabou por morrer, em 1928.

Ao longo da sua vida, casou-se cinco vezes. No seu primeiro casamento, teve um filho e no segundo, dois filhos. O seu último casamento foi com Oona O’Neill, quando ele tinha 54 anos e ela tinha apenas 17. Deste, derivaram oito filhos.


Chaplin fez várias viagens em tournée entre os EUA e a Inglaterra. Uma dessas actuações foi vista por Mack Senett (Keystone Film Company), que o convidou para ser substituto de Ford Sterling em Making a Living. Foi aí que Charlie Chaplin se estreou no mundo do cinema, em 1914.

Os produtores não gostaram da sua prestação, e, tal não foi o seu espanto, quando viram que o filme estava a ter uma grande aceitação por parte do público.


Making a Living (1914)


CHARLOT (The Tramp, Carlitos, Der Vagabund)

Apareceu, pela primeira vez, no filme Kid Auto Races at Venice (1914). Trata-se de um vagabundo simples, com a postura de um cavalheiro. Fato de calças largas e casaco apertado, chapéu de coco, sapatos grandes demais, bengala de bambu e um bigode, eram as características físicas do personagem. Andar desajeitado, afastando os pés para fora, e predominavam os gestos exagerados, acentuando o ar cómico da personagem. Junto a tudo isto, tinha as suas expressões faciais irónicas e sarcásticas, de modo a dar mais expressividade à sua representação. O papel de Charlot é mostrar situações sociais caricatas, das quais sairá quase sempre triunfante, sobre o mal.


Em 1914, Charlie ofereceu-se para dirigir e editar os seus próprios filmes, passando a ser actor, realizador, dançarino e compositor. Nesse ano, fez um total de 34 curtas-metragens e uma longa-metragem: Tillie's Punctured Romance. As suas curtas-metragens passaram a ter o dobro da duração usada pela Keystone.


O seu elenco estรกtico continha Edna Purviance, Leo White e Bud Jamison.


Podem dizer que eu detesto os filmes falados. De facto, eles vêm destruir a arte mais antiga do mundo. (…) Eles vêm aniquilar a grande beleza do silêncio.


Em 1918, co-fundou com Mary Pickford, Douglas e D. W. Griffith um estĂşdio de cinema (United Artists Corporation), onde fez filmes como The Kid, The Gold Rush e City Light e Modern Times.


Em 1940, decide fazer o seu primeiro filme falado: The Great Dictator (O Grande Ditador). Faltava um ano para os EUA entrarem na guerra, e foi um grande acto de rebeldia e coragem, por parte de Chaplin, pois todo o filme gira à volta de uma ridicularização do regime ditatorial, imposto por Hitler durante a Segunda Guerra Mundial. Foi nomeado para vários Óscares, entre eles o de Melhor Actor (Chaplin), Melhor Roteiro Original (Chaplin) e Melhor Banda Sonora (Meredith Willson).


Os seus filmes rapidamente ficaram conhecidos em todo o mundo. A mudez dos seus filmes, acompanhada somente uma música, facilitava a propagação para qualquer país.

Chaplin teve um papel muito importante, após a Primeira Guerra Mundial. Ele trouxe a comédia, os risos e a abstracção que tanto eram necessários, num cenário de devastação mundial. Fazia uma forte crítica social, abordando aspectos como a justiça, a paz e a democracia.


Nos EUA, durante o período Macartista (período americano anticomunista), Charlie Chaplin foi acusado de ser comunista e anti-americano, pelo que foi exilado em 1952. Ficou, assim, alojado em Inglaterra, onde realizou o seu último filme: A Countess from Hong Kong. Em 1964, publicou a sua autobiografia, intitulada My Autobiography. Os últimos anos da sua vida foram passados em Vevey, na Suíça, onde acabou por morrer, no Natal de 1977.

Charlie Chaplin  

vida,obra,chaplin

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you