Page 1

A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL E AS SUAS CONSEQUÊNCIAS NA ARTE


Nos anos 40/50 do século XX a arte ocidental tornou-se cada vez mais individualizada;

Deixou de depender dos centros culturais europeus ( França, Inglaterra, Alemanha ,Itália, Espanha….), para começar a depender dos centros de arte americanos, sobretudo Nova Iorque, onde surgem novas correntes artísticas inovadoras e originais.

A exposição designada por Armary Show em 1913, juntou vanguardas artísticas dos dois continentes. As principais correntes deste período são: a) ARTE INFORMAL; b) O EXPRESSIONISMO ABSTRACTO; c) ABSTRACÇÃO GEOMÉTRICA


Quando surgiu? - Por volta de 1940

Influenciada : - pelo Abstraccionismo Lírico de Kandinsky; - pelas técnicas introduzidas pelo Cubismo, Dadaísmo e Surrealismo como:(colagens,assemblages, frottages, grattages e dripping) - pelas filosofias e ideologias de Sartre, Heidegger ( centradas na questão do existencialismo e no conceito de autenticidade do artista).


O Informalismo ou Arte Informal apresentou várias tendências, consoante as regiões e os artistas que as realizaram.

a) ARTE BRUTA 

Suiça;

Jean Dubuffet e Jean Futrier;

Vários materiais – cartão , vidros, limalha de ferro, areias, madeira , pigmentos e aglutinantes.


Características destas propostas: 

Foram radicalmente alterados os processos de concepção e criação pictóricos;

Reintroduziram na arte o factor artesanal na sua elaboração;

A técnica e o material assumem o papel mais importante na concepção da obra, subordinando a si a cor, o tema e a composição;

O que individualiza a obra é o material escolhido, centrando-se o acto criativo na sua execução;

Opunham-se a qualquer racionalização do processo artístico, defendendo a acção do acaso e da improvisação;  O artista gozava de grande liberdade criativa. 


PINTURA ESPACIALISTA:

Distingue-se pelo interesse em incorporar na tela a terceira dimensão, real ou ilusória.

É marcada por uma grande austeridade cromática;

Linguagem directa e concisa;

Abriu caminho à arte conceptual i minimal dos anos 60.

Representantes: Burri, Lucio Fontana e Yves Klein.

Yves Klein: Antropometrias, telas monocromáticas, cosmogonias.


Movimento pictórico surgido nos EUA, por volta de 1947, resultante da fusão do Surrealismo com o Abstraccionismo , utilizando uma linguagem figurativa e estabelecendo uma relação com a raiz do Informalismo.

Este movimento dominou a arte ocidental durante os anos 50.

Representantes: Jackson Pollock, William de Kooning, Franz Klein, Mark Rothko, Robert Motherwell entre outros.

Este movimento engloba estilos pictóricos muito diferentes, que englobam várias técnicas e formas de expressão, mas que possuem alguns traços comuns, a saber: -a identificação com o abstraccionismo; - a ênfase dada à liberdade, à espontaneidade e à expressão pessoal das emoções;


Recurso a uma grande variedade de técnicas com o objectivo de explorar as componentes físicas da pintura que lhes permitam evocar qualidades expressivas como dinamismo, violência mistério , dinamismo e lirismo.  Por vezes a tinta è aplicada de um modo intuitivo, num processo de “ automatismo psíquico”, estabelecendo uma relação directa entre o inconsciente, o gesto criativo e o material pictórico como veículo do “ conteúdo interior”. São directamente influenciados pelo Surrealismo na tentativa de evidenciar a capacidade das forças do inconsciente na produção artística.  Concretizando esta proposta surgem as obras de Pollock, que utiliza o método do dripping, consistindo em verter tinta ou pingos e manchas sobre a tela, e o over all painting em que a pintura abrange toda a tela sem valorizar determinadas zonas. 

Outros artistas como Franz Klein, Rothko, embora integrados no Expressionismo Abstracto, foram influenciados pelas obras de Malevitch e Mondrian, e pelo expressionismo.


Estes pintores trabalham com grandes superfícies de cores planas e homogéneas, resultando as suas obras num estudo elaborado da cor e da sua possibilidade de combinação e justaposição, separando-a de qualquer noção concreta de espaço.

Durante a segunda guerra mundial, muitos artistas deslocaram-se da Europa para os Estados Unidos e os media americanos ficaram mais atentos às vanguardas, já que artistas como Max Ernst, Miró,Mondrian,Marcel Duchamp entre outros ,viviam em Nova Iorque.


 

   

Jackson Pollock nasceu a 28 de Janeiro de 1912,na cidade de Cody,no estado de Wyoming. Em 1929,estudou artes em Nova Iorque, tendo como mestre o pintor Thomas Hart Benton. Foi influenciado pela cultura nativa americana com a qual contactou desde cedo e pelos pintores muralistas mexicanos, tendo trabalhado entre 1935 2 1942 com Siqueiros, em Nova Iorque. Em 1943, trava amizade com o pintor expressionista Robert Motherwell e com o surrealista Roberto Matta. Desta período data a influência de Picasso e do Surrealismo, bem como da psicanálise. Devido aos seus problemas trata-se com Carl Jung. É considerado o mais importante pintor norteamericano, símbolo do Expressionismo Abstracto.


  

Em 1943 fez a sua primeira exposição individual . Após 1947 inova utilizando tintas de alumínio e esmalte comercial nos seus quadros. A partir de 1947, desenvolve o método de fixar a tela no chão ou na parede e gotejar a tinta sobre ela a partir de uma lata ( dripping); utiliza objectos e materiais diversos sobre a superfície da tela. Com a técnica do “ dripping” , estabeleceu as bases do Action Painting através do qual mantém uma relação muito física com a tela. Por vezes deixa que a tinta, contida em receptáculos perfurados, caia sobre as telas colocadas no chão. Outras vezes o pintor anda por cima da tela, coloca-lhe as mãos embebidas em tinta, faz movimentos circulares com o pincel ou outros objectos sobre a superfície sobre a qual trabalha. Segundo o artista “ trabalhar no chão dá-lhe uma sensação de aproximação do quadro.” “Sinto-me mais próximo fazendo parte da pintura, pois, desta forma, posso andar em volta dela, trabalhar nos quatro lados e encontrar-me literalmente dentro do quadro.”


Este estilo tinha em comum com o Surrealismo o emprego de processos automáticos, os quais , supunham críticos e artistas, resultavam numa expressão ou revelação directa de estados inconscientes do artista.

Pollock está também associado á criação da pintura all over painting, que rejeita a valorização de determinadas partes da tela, fazendo a sua intervenção em toda a superfície.

Após um período de intensa actividade ,entre 1947 a 1951 produz as black paintings, onde reaparecem estranhas figuras e retorna ao dripping. Morre em 1956 num acidente de viação.


WILLIEM de KOONING

Nasceu na Holanda. Estudou em Amesterdão entre 1916-1920. Em 1926 chega aos EUA. Foi influenciado pelo cubismo, pelo surrealismo, pelo muralismo. Na década de 40 faz parte do grupo dos Expressionistas Abstractos, e produz algumas abstracções a preto e branco, consideradas ainda paradigmas da Action Painting. A partir dos anos 50, Kooning reintroduz a figura feminina numa ampla série de quadros, que vão influenciar a segunda geração de expressionistas abstractos como Rauchenberg.

  


Williem de Kooning


 

De origem judaica, Marc RothKo, emigrou para os EUA em 1913. Em 1940 adoptou este nome, após ter obtido a nacionalidade americana. Fez os seus estudos no Lincoln High School e depois em Yale. Rothko era um intelectual que se interessavas por musica, literatura, filosofia ( de Nietzche) e pela mitologia grega. Foi influenciado pela obra de Matisse. Após ter experimentado o expressionismo abstracto e o surrealismo desenvolveu nos finais dos anos 40, uma nova forma de pintar, que o crítico Clement Greenberg definiu como Colorfield Painting. Ele exprimia-se exclusivamente por meio das cores em tons indecisos, em superfícies movediças e às vezes compostas por partes diversamente coloridas. O espaço-cor é a grande temática do autor que se debruçou sobre o estudo do funcionamento da cor e da sua possibilidades de combinação e justaposição, separando-a de qualquer noção concreta de espaço.


 

  

Existiu de 1948 a 1951 e foi fundado por pintores dinamarqueses, belgas e holandeses. O nome deriva da junção das primeiras letras das capitais dos seus países de origem ( Copenhaga, Bruxelas e Amesterdão ). Ao grupo associaram-se outros artistas europeus. Estes artistas trabalhavam juntos, viajavam juntos e expunham em conjunto. Pretendem criar uma arte vanguardista de reformulação de uma nova ideia de beleza reconstrutiva do mundo por meio da introdução de técnicas não convencionais na pintura. Privilegiam o experimentalismo, a espontaneidade do acto criativo e a originalidade do gesto pictórico. A etnologia e a arte popular constituíam as únicas fontes de inspiração.


A segunda guerra e suas consequências na arte  

pintura, dripping