Issuu on Google+

Câmara Municipal de Guimarães

PROPOSTA Nº 2 REQUALIFICAÇÃO DO TRECHO DO RIO AVE ENTRE A PRAIA SECA (CALDELAS) E AÇUDE (PONTE)

A Câmara desenvolveu investimentos públicos nas margens do rio Ave, tanto na freguesia de Caldelas como na de Ponte – parques públicos – que não podem desempenhar cabalmente o potencial turístico e da lazer devido aos focos de poluição de efluentes líquidos. Este subaproveitamento do potencial turístico do trecho do rio Ave que banha as freguesias acima consideradas, é um desperdício económico-financeiro, antes do mais, mas é também um fechar de olhos ao crime ambiental censurado por todos os que não compreendem como é possível que esgotos, alguns correndo a céu aberto, manchem uma paisagem bucólica e afastem as pessoas. Para o estado deplorável a que se deixou chegar o velho parque público de Caldelas e o novo parque público de ponte, concorrem vários factores que importa identificar, tipificar e mapear, para mais correctamente distribuir responsabilidades e imputar custos da correcção. Com a colaboração e participação da Vimágua, urge tomar uma iniciativa que ponha termo a uma situação imprópria de uma cidade capital europeia da cultura cada vez mais visitada e usufruída por visitantes e turistas, além, obviamente da destruição da qualidade de vida das populações residentes. Propõe-se, para estudos e obras, o valor de 50.000,00€. O vereador pela CDU, Torcato Ribeiro.

Guimarães, 3 de Dezembro de 2013.


Proposta nº 2 (1)