Page 1

Informativo da Câmara de Dirigentes Lojistas de Resende - Edição 048 - ANO V - Outubro de 2012

Polêmica ambiental e econômica

A implantação do Parque Estadual da Pedra Selada (PEPS) - que terá 8 mil hectares, o dobro da área do Parque Nacional da Tijuca - tem sido discutida por autoridades e moradores da região de Visconde de Mauá. A população alega que a economia local poderá ser atingida de forma negativa com esse projeto e cobra esclarecimentos do governo estadual. Página 06

Guarda armada

Sustentabilidade

Vagas disponíveis

Cerca de 100 homens da Guarda Municipal de Resende estão passando por provas da Polícia Federal. O objetivo é habilitá-los a utilizar armas de fogo em suas funções a partir de 2013.

Empresas resendenses recebem o Selo Atitude Sustentável que atesta o grau de comprometimento das mesmas com as questões sustentáveis. Confira a lista das contempladas.

As vagas de emprego estão sendo geradas pelas grandes empresas que vêm sendo implantadas na região. A falta de mão de obra especializada tem sido a grande vilã na contratação.

Página 03

Página 07

Página 05


Diretoria

Palavra do Presidente Caros associados,

Executiva Ailton Petrili da Costa (Mundo Elétrico) Presidente André Luis Amêndola (Dipre Distribuidora) Vice-Presidente Paulo B. Rodrigues (Drogaria Santa Rita) Vice-Presidente de Relações Públicas Lecy Leal Nogueira (Casa Machado) 1º Tesoureiro Alessandro S. Machado (Resende Shopping) 2º Tesoureiro Isaque Farizel (Fórum Saúde Consultoria) Conselheiro Odylo Adaime Franco (Ponto 107) Diretor Social e Eventos Ivan José V. de Freitas (Empório High-Tech) Diretor de Serviços e Produtos Alberto Glen Halpern (Móveis Copacabana) Diretor de Patrimônio

04, 18 e 25 de outubro Reuniões CDL Executiva

Romana Diniz Lamin (Sublime) Diretora de Marketing

19h30

Leandro Siqueira Dias da Silva (Cegil) Diretor Jurídico Emílio Carlos Ferreira Castro (Correta) Diretor de Desenvolvimento Comercial Sérgio Halpern (M1 Mabis) 2° Diretor de Desenvolvimento Comercial

1 e 15 de outubro Reuniões CDL Jovem 19h30

José Ricardo de Almeida Câmara (Fly Net) Diretor de Planejamento e Projetos

Eduardo Paiva Silva Pimenta (Colégio Resende) Diretor de Planejamento

5, 10, 19 e 26 de outubro Reuniões Conselho Contribuinte

CDL Jovem

09h

Há alguns meses, nesse mesmo espaço, falamos sobre sustentabilidade e meio ambiente. Citamos o projeto da CDL Verde em parceria com a Grandiflora, o Selo Atitude Sustentável 2012. Em nosso último café da manhã as empresas agraciadas receberam os certificados e seus relatórios, que demonstraram o estado atual de cada uma e as possibilidades de melhoria nos quesitos avaliados. Esse relatório foi entregue em formato digital, demonstrando toda a preocupação que a CDL Resende dedica a esse tema. O relatório final consolidado será entregue para os órgãos competentes com as demandas e dificuldades do nosso setor. Lembro que uma das nossas preocupações era o resultado efetivo da conferência Rio+20 que foi amplamente criticada. Para a nossa surpresa, durante a conferência, o governo do estado instituiu a criação do Parque Estadual da Pedra Selada. Um projeto de lei que apresenta diversos erros na sua concepção, escopo e justificativas. A implantação dessa lei, na forma que está, trará consequências nefastas

para aproximadamente duas mil famílias, ao comércio e indústria da nossa cidade. Dessa forma, o homem do campo e produtor rural será compelido a abandonar suas atividades, e em fuga se refugiará nos subúrbios urbanos, agravando o crescimento desordenado da cidade. Leis oportunistas em momentos oportunistas podem ocasionar um triste fim para uma região que já foi a maior bacia leiteira do Estado e importante produtora rural desde os ciclos do café. No entanto, o mês de outubro nos traz boas notícias. Além dos pleitos eleitorais, temos o feriado de 12 de outubro, Dia das Crianças, que é o terceiro melhor do comércio. Além disso, nos preparamos para realizar, no dia 17, a primeira Rodada de Negócios da região das Agulhas Negras. Grandes empresas irão conhecer e passar a comprar de fornecedores locais. Aproveite e se inscreva para participar deste evento no site da CDL www.cdlresende.com.br Desejo prosperidade e grandes realizações a todos! André Amendola

Victor S. Gonçalves (Sauer Farmácia) Presidente Rodrigo Arbach (Play Boy Material Esportivo) Vice-Presidente Angélica Siqueira Martins (Lat. Pedra Selada) Diretora Financeira

09 de outubro Reunião Concres 16h

Álvaro Sacramento da Silva Jr. (Advanced Oi) Diretor de Capacitação

Órgão oficial da Câmara de Dirigentes Lojistas de Resende

Glauco de O. T. Boalento (Empório High-tech) Diretor de Tecnologia da Informação Maristela Braganholo Basso (Grupo Losan) Diretora Social Leonardo dos S. de Aguiar (Viva Óleo) Diretor de Sustentabilidade Iara Puello Yago (Shimoda Digital Photo) Diretora de Marketing

2

Panorama

Panorama

17 de outubro Rodada de Negócios

Av: Mal Castelo Branco, 355, sl 301 Resende/RJ - Tel: (24) 3383-4000

19h

www.cdlresende.com.br

Produção de programação visual: Follow Assessoria de Comunicação (24) 3322-7268 Jornalista responsável: Ananda Valente MTB: 0033578 (RJ) Tiragem: 5 mil exemplares O jornal não se responsabiliza pelos dados cujas fontes estejam citadas e nem pelos conceitos emitidos em artigos assinados.

www.cdlresende.com.br


Nossa Cidade

GM poderá ter homens armados a partir de 2013

Guardas Municipais já estão em avaliação da PF para recebimento de porte

PMR/ Divulgação

Em provas: Parte da corporação está em treinamento para obtenção de porte de arma

M

anutenção da vida do agente e garantia da segurança do patrimônio municipal. Estes são os principais motivos para que cerca de 100 homens da Guarda Municipal de Resende estejam passando por provas da Polícia Federal na tentativa de estarem habilitados a usar armas de fogo em suas funções. Quem afirmou a intenção de se armar parte do contingente da Guarda Municipal, foi o comandante da corporação, Francisco Jances de Alcantara. Segundo ele, a intenção começou a ser desenhada este ano, quando o prefeito José Rechuan (PP) enviou um ofício à Procuradoria da Polícia Federal solicitando que os testes com os agentes começassem a ser realizados. - O que muita gente não sabe é que em 2009 a Guarda já era armada, mas depois de algumas restrições do Estatuto do Desarmamento, a administração www.cdlresende.com.br

municipal na ocasião achou por bem recolher os revólveres. No entanto, vendo a necessidades de alguns agentes garantirem sua segurança de vida voltou-se a considerar que é preciso que alguns deles estejam armados, explicou. De acordo com o comandante, a Polícia Federal é extremamente exigente para que o porte funcional seja dado aos agentes. Eles precisam passar por exames psicotécnicos, de especificações sobre armamentos e ainda testes de tiro. - Há uma resistência quando se fala em armar os guardas, mas o que defendemos é que eles passem por treinamentos, e, além disso, tem de ser da vontade deles portar o armamento. Não é obrigatório. Do nosso contingente -que são de 130 homens -, apenas 100 se dispuseram a participar dos testes e, deste total, um número menor será considerado apto. Além

disso, não será todo guarda que receberá armamento. Somente aqueles que atuam em situação de risco – explicou. Entre os agentes que poderão portar a arma, se passarem pelo aval da Polícia Federal, serão os que atuam em segurança patrimonial noturna e os que fazem fiscalização ambiental e estão diretamente em possibilidade de confronto. - Nossa intenção não é armar toda a corporação, pelo contrário, cremos que apenas 5% dela deva estar com o posse de arma. O que queremos é começar a implementar uma cultura para que facilite ao agente entender este processo. Prevemos no futuro a adoção da utilização de armas não letais, que é a nossa real intenção – finalizou o comandante. Após a aprovação dos agentes a possibilidade da obtenção do porte funcional (so-

mente no exercício da função) ainda precisa de um convênio entre prefeitura e Polícia Federal. O armamento, que deve ser revólveres de calibre 38, deverá ser entregue todos os dias ao fim do expediente do guarda ao setor da unidade que o agente atua. O fato de o agente ter armamento funcional não o habilita a estar com arma em casa, nestes casos, o guarda deve requerer porte de arma específico assim como qualquer outro cidadão. Atualmente o processo que pede o armamento de parte da corporação de Guardas Municipais de Resende foi encaminhado ao Conselho de Ordem Pública do Município, formado por representantes da sociedade. O Conselho tem por solicitação da prefeitura um prazo para emitir uma opinião oficial sobre a questão. Panorama

3


Antigo e atual Nossa Casa Arquivo CDL Resende

Texto do 1º tesoureiro da CDL Resende enfatiza a importância do comércio para o desenvolvimento da cidade de Resende.

E

screvo, mensalmente, alguns artigos no Jornal Panorama, da CDL Re-

sende. Com o passar do tempo e um pouquinho da experiência pela vivência dos anos, me atualizo e tento fazer com que o jovem entenda um pouco do

Conhecimentos são armazenados nos arquivos de nossa mente passado. Como os tempos mudaram, hoje a informática é uma das ferramentas mais sofisticadas para uma pesquisa mais rápida do que acontece no cotidiano. A velocidade da Internet é muito importante, temos que fazer muitas coisas ao mesmo tempo e com maior rapidez. Outro detalhe: vemos os alunos despreparados para enfrentarem o mercado. As poucas condições para enfrentar o ENEM e ingressarem em uma faculdade são provas dessa realidade. O aprendizado ficou relegado a um segundo plano, devida à formação de muitos novos alunos, aumento da população e poucas oportunidades de um salário mais digno. Que digam os professores, que muito

ensinam e recebem um salário aquém de suas necessidades. Chico Buarque de Holanda, membro de uma família de muita cultura, escreveu letras que até hoje são temas de muitas pesquisas, sobre o que existe de bom na Literatura Brasileira. Citando a música “Construção”: procurem sentir o conteúdo de um passado glorioso e a essência de uma grande obra cultural e artística. A música foi composta no ano de 1971, época do regime militar. Não quero entrar em apologia, mesmo porque, sou brasileiro e considero o Exército uma instituição digna e de muitos méritos. Com muita honra, guardo até hoje a minha “Menção honrosa” que recebi como prêmio pela minha passagem pelo nosso Exército Brasileiro, no ano de

1962. Utilizando duas palavras antigas e, digamos remasterizadas no presente, que estão sempre em evidência no nosso meio social. Chavão e Bordão. São palavras que acompanham nossa vida e servem como metáforas para relembrar coisas que ficam sempre nos nosso cotidiano. Quem não conhece? “E o salário ó!”; “Quem não tem dinheiro, conta histórias”. Voltando ao que interessa. Quem fica vendo a banda passar, fica a beira do caminho e perde grandes oportunidades na vida. A felicidade também consiste em: “Transferir o que se sabe e aprender o que ensina”. Lecy Leal Nogueira

Resende 211 anos A Exposição Agropecuária Comercial e Industrial de Resende, na época desta foto, acontecia onde hoje está construído o edifício da APM. Atualmente, a Exapicor acontece no Parque de Exposições Engenheiro Francisco Fortes Filho. Além de ser mais uma opção de entretenimento para a população, é o momento de comemorar os 211 anos do município de Resende. Crédito foto: Acervo Histórico de Resende Texto: Claudionor Rosa Associado, contribua com esta coluna, enviando fotos e recordações de Resende para o email: comunicacao@cdlresende.com.br

4

Panorama

Primeira Exapicor de Resende, realizada em 1967

www.cdlresende.com.br


Economia & Negócios

Mercado dos preparados Impasse entre oferta, procura e qualificação da mão de obra Reprodução

A

s vagas de emprego no Brasil estão crescendo de forma quantitativa. Ao mesmo tempo em que as notícias são otimistas para quem busca uma vaga de trabalho, alguns setores sofrem com a carência profissional. Para o especialista Diego Lima, gerente do Grupo Seres, que atua no mercado de recrutamento e seleção, a necessidade de encontrar profissionais qualificados é realidade principalmente para o segmento da indústria: - Para posições técnicas ou operacionais, a experiência é um dos principais vilões. Encontramos profissionais que estão há anos no mercado e possuem pouca qualificação. Os profissionais um pouco mais qualificados ainda possuem pouca experiência. Para os perfis de gestão, especialistas e posições administrativas, o segundo idioma é um dos principais problemas. Em fevereiro, o ministro www.cdlresende.com.br

da Fazenda, Guido Mantega, admitiu que a falta de mão de obra qualificada no Brasil é um dos grandes problemas que o país terá que enfrentar se quiser continuar crescendo. Para ele, a tarefa de preparar os trabalhadores para entrar no mercado de trabalho é tão importante quanto a de melhorar as contas do país com o exterior e resolver os problemas causados à indústria brasileira pelo dólar barato. Essa realidade de âmbito nacional se reflete no Sul Fluminense. As vagas de emprego estão sendo geradas pelas grandes empresas que vêm sendo implantadas na região. No entanto, a falta de mão de obra especializada e altamente preparada tem sido a grande vilã no caminho candidato/ vaga. “Em Resende e região podemos observar a vinda de diversas empresas, reforçando ainda mais o indicador de que o mercado encontra-se aqueci-

do. Notamos a falta de pessoal ao perceber o número crescente de oportunidades ainda não supridas”, pontuou Diego. Segundo o especialista, o atual momento tem feito com que as empresas utilizem artifícios quase sempre irrecusáveis para fisgar os candidatos que conseguem atender a todas as especificações necessárias para os cargos disponíveis: - Para que possam assegurar sua competitividade de produtos e processos, os empresários elevam os salários como estratégia de atração de profissionais. Em alguns casos, ainda optam pela qualificação desenvolvida internamente, lembrou. A qualificação profissional dentro das próprias empresas tem sido cada vez mais comum. Algumas ações têm sido conduzidas pelo governo e pelas próprias empresas no sentido de formar mais profissionais, em curto período de tempo. Diego explica que está

em alta investir em automação de processos e meios de produção. “Flexibiliza os conhecimentos técnicos em benefício de aspectos comportamentais. Tudo isso contribui para o desenvolvimento deste profissional no dia a dia de trabalho”, destacou. Para os candidatos que buscam se adequar ao novo perfil exigido por muitas empresas, o especialista dá a dica: “Proatividade, relacionamento, conhecimento das atividades, trabalho em equipe, comprometimento. Essas características fazem diferença em qualquer cenário e setor, mesmo com profissionais menos qualificados tecnicamente”, listou Diego, que completou: - Este é o momento para investir em qualificação de curto prazo e buscar um segundo idioma. Certamente estas características são fatores que contribuem para uma melhor colocação neste mercado de oportunidades.

Panorama

5


Pedra Selada Nossa Cidade

Parque estadual causa discussão entre autoridades e moradores da região

Márcio Fabian

N

a carona da Rio+20, o primeiro parque estadual na Serra da Mantiqueira está prestes a virar realidade. Durante o evento de sustentabilidade no Rio de Janeiro, o governador Sérgio Cabral assinou um decreto para a criação do Parque Estadual da Pedra Selada (PEPS), que terá 8.036 hectares, o dobro da área do Parque Nacional da Tijuca. O assunto tem sido discutido por autoridades e moradores da região, parte da economia local poderá ser atingida de forma negativa com o projeto. O espaço onde se propõe a criação do parque está inserido na APA (Área de Proteção Ambiental) da Serra da Mantiqueira, unidade de conservação federal, dentro da qual também está situado o Parque Nacional de Itatiaia. Quase toda a área da proposta está no município de Resende, com uma pequena parte, correspondente a apenas cinco por cento do total, pertencente a Itatiaia.

6

Panorama

A implantação do Parque Estadual da Pedra Selada, explicou o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, em entrevista, garantirá o turismo sustentável próximo à divisa com Minas Gerais e junto à nova Estrada-Parque. Dados do Instituto Nacional do Ambiente apontam que a Área de Proteção Ambiental da Mantiqueira, a região do futuro parque é constituída basicamente de mata atlântica e campos de altitude. De acordo com o INEA, a Mata Atlântica na área, protege as nascentes que abastecem as principais bacias hidrográficas da Região Sudeste – as dos rios Paraná e Paraíba do Sul. Os ecossistemas apresentam grandes riquezas biológicas, que abrigam muitas espécies gravemente ameaçadas da fauna e flora nativas. O instituto ainda declarou que apenas 10 famílias serão afetadas e o Parque só atingirá áreas de mata. Um estudo iniciado pela Associa-

ção de Moradores de Visconde de Mauá rebate as declarações do INEA. Valéria Lamin, professora e filha de produtores destacou: - A região (Visconde de Mauá, Campo Alegre, Rio Preto, Jacuba, Bagagem, Vargem Grande, Vila da Fumaça, Serrinha e Capelinha) possui 155 propriedades de pecuária de leite além das propriedades de corte, peixe, apicultura, agricultura, madeira, hotelaria, chácaras e casas. Toda área possui aproximadamente 1500 famílias cadastradas nos postos de saúde. Estão empregados cerca de 450 pessoas somente na produção rural. O resultado deixa claro que não serão apenas 10 famílias afetadas, pontuou. “Até hoje há pessoas que não sabem sobre criação do PEPS, principalmente nas áreas afetadas. Não há aceitação por parte da população rural, pois não fomos consultados. Todos serão atingidos, até os que estão na área de amortecimento. Não

tivemos direito de escolher e opinar. O Decreto não fala sequer em indenização aos moradores que estão dentro do parque. A área da Pedra Selada apresenta um desenvolvimento sustentável com pequenas propriedades”, ressaltou Valéria. A advogada resendense, Renata Lamin, destacou: “Estão esquecendo de observar um dos principais títulos previsto em nossa Lei Maior: a Constituição Federal. Ferindo o princípio constitucional da dignidade da pessoa humana, o direito à moradia conquistado com seus próprios méritos, e de usar a terra para o seu sustento”. Valéria observou que dentro do parque não é permitida moradias nem qualquer atividade sem a permissão dos órgãos ambientais. “Todo trabalho desenvolvido por lá é legal. As atividades humanas estão sujeitas às normas e restrições específicas, com o objetivo de diminuir os impactos sobre o parque”, lembrou. Quanto a data para início das obras de adequação do parque, a professora foi direta: “Não sabemos informar, pois tentamos contato com Carlos Minc e com o governador Sérgio Cabral, através de outras autoridades públicas, mas não obtivemos qualquer resposta. Até mesmo veículos de imprensa os procuraram e também não obtiveram resultado”. A advogada Renata Lamin encerrou essa primeira etapa da discussão enfatizando: “A questão é muito delicada, jamais poderia ter sido feita através de Decreto-Lei, sem votação, sem comprovação necessidade técnica da criação do PEPS, sem perícia local. Tinha que ter sido através de Lei Ordinária, com garantias legais, de forma democrática, respeitando o Princípio do Contraditório e da Ampla defesa aos envolvidos”. www.cdlresende.com.br


Nossa Casa

Empresas com atitude sustentável

CDL Resende entrega selo para empresas que investem em sustentabilidade

A

grande premiação do programa “Selo Atitude Sustentável” aconteceu durante o café da manhã da CDL Resende, no dia 12 de setembro. Vinte empresas foram agraciadas com selos de até três estrelas.

Dentre os principais requisitos para ser reconhecida, a empresa deveria apresentar comprometimento com o meio ambiente. E, ações que identifiquem a eficiência dos projetos desenvolvidos desenvolvidas pela empresa para

mitigar seus impactos ambientais. “O número de estrelas é apenas um indicativo de onde a empresa se encontra, hoje, no âmbito da sustentabilidade. O projeto está focado em ajudar nossos lojistas com uma visão de longo

Comindre | Ecoleta | Farmácia Sauer

Caçula Calçados | Colégio Resende Anglo

Resende Shopping

Correta | Dipre | Móveis Copacabana Oi Advanced | Yes Locadora

prazo, através de atitudes sustentáveis simples. O fato da empresa estar participando já a torna vencedora, vemos que as mesmas estão empenhadas em promover um futuro melhor”, destacou Eduardo Pimenta, diretor da entidade.

Bella Foto | Di Castro | Empório High Tech FlyNet Campos Elíseos | FlyNet Manejo Laticínios Pedra Selada | Loja Playboy Makell | Mundo Elétrico

Arcanjo Gabryel colhe frutos CDL Jovem reverte verba arrecadada no Sopa no Pão para instituição

A

8ª edição da Noite Solidária Sopa no Pão foi um sucesso. Pelo menos 250 pessoas estiveram reunidas na Casa da Lua Clube Campestre. No evento organizado pela CDL Jovem desde 2005, os convidados se deliciaram com caldos e sopas servidos dentro de pães italianos especiais. Toda verba arrecadada este ano foi doada para a Associação Arcanjo Gabryel de Penedo. “Temos imensa satisfação em perceber que nosso trabalho está consolidado e é reconhecido. Atuamos há 16 anos em Itatiaia e 80% das pessoas atendidas www.cdlresende.com.br

são de Resende”, destacou Rozana Errico, gestora administrativa da Arcanjo Gabryel que completou: “Essa doação irá contribuir muito para nossas necessidades mais urgentes. Estamos muito contentes”. De acordo com a gestora, dentre as principais carências da Arcanjo Gabryel estão: manutenção do prédio, construção de uma rampa para cadeirantes e mais um banheiro. Além da aquisição de materiais para as oficinas de tecelagem, mosaico e trabalhos manuais. “A verba arrecadada durante a Noite Solidária já está

sendo usada para o pagamento de nosso contador, tínhamos uma dívida para quitar desde maio. A entidade se comprometeu a pagar os meses em débito e estender o auxílio até o final do ano”, lembrou Rozana. “O Sopa no Pão tem objetivo de ajudar projetos que visam diminuir as diferenças sociais da população de Resende. A cada ano, adotamos uma entidade do município, que recebe nossa doação para melhorar sua atuação. Para nós é uma satisfação muito grande contribuir com a Arcanjo Gabriel, estamos muito satisfeitos e contentes”, disse Eduardo

Pimenta, diretor da CDL Jovem. “O Sopa no Pão foi uma grande oportunidade de divulgarmos a Arcanjo Gabryel para muitas pessoas que ainda não conheciam nosso trabalho. Desde o dia do evento já fizemos grandes parcerias. A repercussão gerada pelo evento tem nos ajudado muito”, agradeceu a gestora que convidou: - Convido os lojistas de Resende para doarem produtos que possam ser vendidos em nosso Bazar de Natal. O evento é promovido pela entidade para angariar fundos para os todos projetos desenvolvidos para os atendidos.

Panorama

7


Economia & Negócios

Ônus da comunicação Brasil têm preços acima da média em telefonia e banda larga

Reprodução

Restrito: Tecnologia da informação ainda inviabiliza utilização de serviços a menos favorecidos por conta de altos preços

E

m um país que, segundo os últimos dados divulgados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), existe atualmente 258 milhões de celulares, fica difícil entender que nesta nação também estão os serviços mais caros de telefonia móvel e banda larga. Segundo um estudo da UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento), da ONU (Organização das Nações Unidas), divulgado há quase um ano, o Brasil tem a banda larga - fixa e móvel - mais cara do mundo e com custo muito acima do praticado em países em desenvolvimento e até mesmo com economias menos favorecidas. O estudo aponta que países como o Quênia e a Turquia têm custos em torno de três a

8

Panorama

quatro dólares pela velocidade de download da sua conexão (mbps) enquanto no Brasil este custo chegar a alcançar US$ 51. Segundo as maiores operadoras de telefonia e banda larga do Brasil, os custos que oneram o preço dos serviços e, que, por consequente são repassados ao consumidor, estão diretamente ligados ao que as empresas pagam em tributação. Em contrapartida, outros estudos afirmam que mesmo que se desonerassem os tributos, ainda assim o que se cobra no Brasil estaria acima do que seria considerado ideal ou dentro da média mundial. Empresas como a Vivo e a Tim se defendem dizendo que os preços do minuto falado e da banda larga móvel vem caindo sistematicamente de três anos

para cá e atribuem os elevados custos dos serviços às exigências estabelecidas no mercado nacional. Em entrevista à Agência Brasil, Antônio Carlos Valente presidente da Vivo e da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), disse que o setor investe anualmente 21% das receitas, “apesar de pagar R$ 6,8 milhões em tributos a cada hora”. A argumentação foi complementada pelo presidente da Oi, Francisco Valim, segundo o qual a empresa paga “cerca de R$ 90 bilhões em impostos por ano”. Pressão - As operadoras de telefonia móvel poderão ser obrigadas a oferecer um plano de serviços básico padronizado e mais em conta. É que a Anatel pretende impor novas regras

às empresas a fim de dar mais transparência às contas e reduzir custos para os usuários. O plano básico deverá seguir algumas determinações, para que os consumidores tenham mais facilidade na hora de comparar os preços. De acordo com a Anatel, a mudança deve favorecer a competição e contribuir para que os preços caiam. “A telefonia celular no Brasil segue sendo a mais cara do mundo apesar da redução de 17% constada do ano passado para cá. Mas os nossos preços ficam muito além do cobrado mundialmente. E o celular é a ferramenta de inclusão e de acesso”, afirmou ainda Carlos Afonso, do Comitê Gestor da Internet, que colaborou com a pesquisa da ONU, enviando dados de pesquisas como TIC Empresas e TIC Domícilios, realizadas no país. Em se tratando do preço da banda larga fixa, o preço encontrado para o Brasil pela ONU, em se tratando do pacote ilimitado foi de US$ 31,31 (R$ 54,79 com o dólar a R$ 1.75), para uma velocidade de 512 Kbps. O estudo apura ainda um custo do MBps fixo de US$ 61 no Brasil. Existem políticas públicas federais que pretendem baratear estes custos, mas segundo os estudiosos, este é apenas um ponta pé para a inclusão digital de fato aconteça e as novas tecnologias de comunicação sejam, de fato, acessíveis a todos os públicos, ou ao menos a maior parte deles.

www.cdlresende.com.br


Economia & Negócios

Gestão de Crédito para pequenas empresas Serviço oferecido pelo SPC Brasil garante ampla consultoria

Reprodução

M

elhore o desempenho da sua empresa em diversas áreas, como marketing, vendas, crédito e cobrança através da Gestão de Crédito para pequenas empresas. O programa orienta os empresários a usarem o SPC Brasil para todas as fases do ciclo operacional das empresas: divulgação, prospecção, análise de crédito, gestão de carteira, cobrança e recuperação. “As orientações facilitam o dia a dia dos empresários, aceleram os processos de vendas e a sua diferenciação neste mercado tão competitivo. O serviço oferecido pelo SPC através da CDL Resende atende a todos os ramos empresariais, independente se é um varejo, atacado, indústria ou vende serviços”, explicou Rodrigo Rotondo Martins, gerente regional de Negócios do SPC Brasil. Rodrigo contou que muitas empresas utilizam métodos ainda pouco modernos de apoio na gestão de crédito, como por exemplo, o SPC Score e o SPC Collection Score (Score de cobrança). “Podemos dizer que o que torna as empresas diferenwww.cdlresende.com.br

ciadas das demais é o relacionamento que ela tem com seus clientes. Por isso indicamos o uso de nossos dados cadastrais para realização de ações de relacionamento com consumidores. A Gestão de Crédito para pequenas empresas melhorará muito a rentabilidade dos empresários”, ressaltou o gerente. - Imagine os consumidores que compram em uma loja apenas com o cartão de crédito, muita vezes o varejista não tem um cadastro para parabeniza-lo pelo seu aniversário. Tampouco fazer uma ligação para divulgar uma nova coleção e roupas ou um produto novo. Se todos os varejistas no momento da venda com o cartão, fizesse apenas uma consulta cadastral ao SPC chamada de “CONFIRME PF” ou “CONFIRME PJ”, muitas ações seriam possíves. Basta imprimir o relatório que ele terá dados como nome, endereço, telefones, endereços, data de nascimento, idade e até o signo do cliente. Assim seria possível criar planos diretos para que ele volte sempre na loja para comprar – citou Rodrigo. A Gestão de Crédito para

pequenas empresas inclui orientações na parte de concessão de crédito, quando a empresa pode as soluções tradicionais de consulta ao banco de dados do SPC ou o SPC Score, que apura a chance do consumidor se tornar inadimplente apresentando uma nota que vai de 0 a 100. Dessa forma o empresário consegue, com base no resultado, atribuir limites de crédito diferenciados para aqueles que apresentarem as notas mais altas. “Sem falar das soluções que auxiliam na recuperação de crédito, que pode ser uma ação de melhoria e qualificação da base de dados do nosso associado. Assim como a utilização de cartas de notificação com boleto bancário, comunicados com boleto e o Score de Recuperação de crédito, que apura a probabilidade de um consumidor pagar o que deve antes de outro”, lembrou o gerente, que completou: “No ciclo de crédito é necessário confirmar dados cadastrais do consumidor, identificar endereço para que se exista informações mais apurada do endereço. Ainda é possível achar consumidores e seu número de CPF ou CNPJ pelo nome ou partes dele”. Para ter acesso aos serviços oferecidos pelo SPC Brasil, basta ser associado ao orgão e a CDL Resende. “As Câmaras de Dirigentes Lojistas são as criadoras do Serviço de Proteção ao Crédito, desde a década de 50. O SPC é uma organização que surgiu dos empresários e tem como principal finalidade o desenvolvimento das empresas, do comércio, da economia e dos consumidores, pois transforma a arrecadação em benefícios direto para o país”, finalizou Rodrigo Rotondo.

Educação - AEDB - CNA - Colégio Agulhas Negras - Colégio Anglo Americano - Colégio Dom Bosco - Colégio Resende - Colégio Santa Ângela - Creche Escola Tangará - Cultura International - Cursos e Concursos - Cursos Vest - Escola Arte Manhas - Espaço do Saber - Kinder Creche Escola - Microcamp - R E Idiomas - Salesiano - SENAI - SESI - Speak English School - Wizard Idiomas

A cada edição do Panorama, vamos publicar os associados à CDL Resende divididos por segmentos.

Panorama

9


Economia & Negócios

Ponto eletrônico agora tem novas regras

Reprodução

Controle funcional não tem obrigatoriedade de ser eletrônico

Funcionamento: Ponto eletrônico tem de emitir ticket de comprovação para funcionário

U

ma portaria do Ministério do Trabalho (MT) estabeleceu novas regras para empresas que optaram por utilizar como controle funcional o ponto eletrônico. Seja por meio da identificação biométrica (digitais), ou por meio de cartões, o empregador que utiliza este sistema ou, que venha a utilizar, terá de comprar aparelhos certificados pelo Ministério do Trabalho e que ainda passem a emitir felipeta (ticket) a cada entrada e saída de turno do funcionário. As novas regras já estão em vigor e fiscalizações já acontecem, conforme explicou a professora de Direito do Trabalho, Maria Cristina Alves Delgado de Ávila. - Uma máquina adequada e certificada pelo Ministério do Trabalho custa, em média, R$2,6 mil, valor que não é baixo. Mas o valor da multa para quem não se adequar é ainda mais alto. Algo

10 Panorama

em torno de R$3,8 mil. O ideal é que as empresas não se arrisquem - orientou. Segundo a especialista, tanto para empregador como para funcionário o ponto eletrônico com felipeta trará benefícios que acabarão por deixar vantajosa a relação custo/ benefício. - Se analisarmos que o novo equipamento terá de utilizar o papel de filipeta e que cada funcionário que trabalhe o dia todo utilizará, no mínimo, duas ou quatro vezes o equipamento,

pode aparentar que o custo será alto, mas em termos práticos deve-se considerar que não vai haver a necessidade de mais de um funcionário ficar responsável pelo sistema de ponto. Neste novo sistema o trabalho é infinitamente menor e não demandará custos em mão de obra além do estritamente necessário - analisou. Além da economia em custos com mão de obra, Maria Cristina lembra que a ferramenta diminui o número de acidentes de trabalhos, visto que o tempo de permanência na função é controlado, evitando cansaços por exagero de atividades ou mesmo longos períodos sem intervalo. - O fato de haver ainda a comprovação impressa dos horários diminui os atritos entre patrão e colaborador, que terão a prova fidedigna dos horários de entrada e saída e o tempo de permanência nas funções. Isto, sem dúvida, é fator importante também para a diminuição de processos trabalhistas – pontuou. A felipeta é um comprovante para o funcionário sobre o tempo que permaneceu em função e sobre os horários que manteve rotineiramente em se tratando de entradas e saídas do expediente. O Ministério do Trabalho não exige que as empresas optem pelo ponto eletrônico, mas estabelece que a partir de 10

funcionários o empregador estabeleça um controle de registro funcional, que pode ser o ponto eletrônico, o mecânico, ou ainda o manual, orientou a especialista em Direito do Trabalho. Empresas do ramos da indústria, comércio e serviços já estão em alguns locais enfrentando a fiscalização, que, além de verificar a forma de controle escolhida pela empresa, conferem os aparelhos e fazem as orientações conforme já consta em portaria (1.510/2009) do MT. Ainda segunda a especialista do Direito do Trabalho, dados do Governo Federal apontam que no Brasil deixam de ser pagos anualmente cerca de R$20,3 bilhões de horas extras, o que e fatidicamente interfere na receptação de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e no que é repassado ao INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). Não se tem dados precisos de quanto se paga ao funcionário que não cumpre corretamente a jornada, mas estima-se que os valores nacionais sejam exorbitantes, por, até então, não ter havido uma fiscalização efetiva em controles de ponto funcional.

www.cdlresende.com.br


Economia & Negócios

Qualidade Total do Comércio CDL e Sebrae firmam parceria em mais um projeto com foco nos lojistas

Reprodução

Gestão sintoniza a atuação da empresa com as necessidades do cliente.

A

CDL Resende e o Sebrae fecharam mais uma parceria. A novidade agora é o programa de treinamento “Qualidade Total do Comércio” (QTC), elaborado pelo Sebrae e disponibilizado para o setor de comércio e serviços de Resende através da CDL. A ferramenta foi criada para inspirar a excelência em todos os aspectos que formam um comércio de sucesso. “O QTC é uma ferramenta de gestão que utiliza princípios da qualidade total, buscando sintonizar a atuação da empresa com as necessidades do cliente, apresentando conceitos que fazem a diferença na administração estratégica do comércio varejista”, destacou Jayme Souza Filho, consultor do Sebrae. Jayme destacou como público alvo do projeto os gestores do comércio varejista, ou seja, os sócios e/ou gerentes do comércio. A metodologia utilizada pelo Qualidade Total www.cdlresende.com.br

do Comércio procura estimular o pensamento crítico/reflexivo dos participantes, oferecendo um ambiente em que possam adquirir confiança em si e nos outros. A mecânica do curso se dá através de atividades em ambiente de aprendizagem coletiva em nove módulos com assuntos específicos. Além do apoio para implementação através de duas consultorias individuais na própria empresa. Na prática, serão nove encontros semanais, das 19 às 22h, na CDL Resende. A previsão é de que o QTC comece no início de outubro. Haverá uma consultoria de duas horas, antes do início do programa, chamada de “Cliente Oculto”. Esse momento tem como objetivo retratar a situação em que a empresa se encontra. Os lojistas ainda terão outras duas horas consultoria ao final do programa. “O Sebrae tem percebido a eficácia da capacitação combinada com consultoria junto ao

cliente, pois desta forma é possível a real aplicação dos conhecimentos e informações adquiridos na capacitação”, destacou o consultor que finalizou: - A CDL é a nossa parceira para a realização deste programa, pois foi quem apresentou a demanda de uma capacitação que pudesse contribuir para uma melhor gestão do comércio varejista. Informações sobre data e horário do evento, valores e formas de pagamento devem ser retiradas na secretaria da CDL Resende ou pelo telefone (24) 3383-4000. Cada pacote dará direito a participação de dois integrantes de cada empresa. Capacita Comércio – Outubro é o mês dos cursos de Marketing para Micro e Pequenas Empresas e Controles de Caixa e Formação de Preço. O primeiro irá tratar de todas as possibilidades que uma MPE tem para divulgar sua marca e atingir em cheio o público. Já a segunda

modalidade, voltada para a vertente administrativa tem como objetivo formatar padrões que facilitem o controle do caixa e estabeleçam valores aos produtos para competir com as diversas opções que o mercado trás. curso de Marketing para M i cro e Pequenas Empresas acontece entre os dias 2 e 5 de outubro e o tema Controles de Caixa e Formação de Preço será ministrado entre os dias 23 e 26 de outubro. As inscrições podem ser feitas através do site o na secretaria da CDL Resende. “Nossa ideia é promover o desenvolvimento do setor de comércio e prestação de serviços do município de Resende/ RJ através da capacitação de profissionais e empresários de Resende. Foram capacitados mais de 400 profissionais desde a primeira edição do projeto, de Julho de 2010”, lembrou o vice-presidente da CDL Resende, André Luis Amendola.

Panorama

11


12

Panorama

www.cdlresende.com.br

Panorama CDL Resende Outubro 2012  

Informativo da Câmara de Dirigentes Lojistas de Resende - Ed. 048 - Ano V

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you