Issuu on Google+

Informativo da Câmara de Dirigentes Lojistas de Resende - Edição 043 - ANO V - Maio de 2012

35 anos de história

No próximo dia 10 de maio, a CDL Resende comemora 35 anos de história. Por meio de sua luta incessante pelos direitos lojistas, a entidade se firmou como parte positiva no desenvolvimento econômico da cidade. A cada ano uma nova página, décadas de muitas conquistas em benefícios dos associados. Página 06

Muito mais

Bem verde

Sem impostos

A CDL Resende prevê o lançamento de novos produtos com foco na inteligência e na concessão de crédito. A intenção é atingir a marca de 400 associados este ano.

O governo prepara um decreto criando regras e instituindo um percentual obrigatório mínimo de “compras verdes”, produtos ambientalmente corretos nas licitações públicas.

O Dia da Liberdade de Impostos é uma ação realizada pelas CDLs Jovem de todo país em protesto a alta carga tributária brasileira, com objetivo é conscientizar a população.

Página 06

Página 09

Página 04


Diretoria

Palavra do Presidente

Executiva Ailton Petrili da Costa (Mundo Elétrico) Presidente André Luis Amêndola (Dipre Distribuidora) Vice-Presidente Paulo B. Rodrigues (Drogaria Santa Rita) Vice-Presidente de Relações Públicas Lecy Leal Nogueira (Casa Machado) 1º Tesoureiro Alessandro S. Machado (Resende Shopping) 2º Tesoureiro Isaque Farizel (Fórum Saúde Consultoria) Conselheiro Odylo Adaime Franco (Ponto 107) Diretor Social Ivan José V. de Freitas (Empório Higt-tech) Diretor de Serviços e Produtos Alberto Glen Halpern (Móveis Copacabana) Diretor de Patrimônio

35 anos de evolução

H

á 35 anos um grupo de corajosos empresários, de diferentes ramos de atividade, resolveu que não bastaria somente trabalhar de forma individual. Juntos construíram uma entidade para

Romana Diniz Lamin (Sublime) Diretora de Marketing Leandro Siqueira Dias da Silva (Cegil) Diretor Jurídico Emílio Carlos Ferreira Castro (Correta) Diretor de Desenvolvimento Comercial Sérgio Halpern (M1 Mabis) 2° Diretor de Desenvolvimento Comercial José Ricardo de Almeida Câmara (Fly Net) Diretor de Planejamento e Projetos

10 e 24 de maio Reuniões CDL Executiva 19h30

07, 21 e 28 de maio Reuniões CDL Jovem 19h30

CDL Jovem Victor S. Gonçalves (Sauer Farmácia) Presidente Rodrigo Arbach (Play Boy Material Esportivo) Vice-Presidente Angélica Siqueira Martins (Lat. Pedra Selada) Tesoureira Álvaro Sacramento da Silva Jr. (Advanced Oi) Diretor de Capacitação Eduardo Paiva Silva Pimenta (Colégio Resende) Diretor de Mídia, Comunicação e Eventos Glauco de O. T. Boalento (Empório High-tech) Diretor de Tecnologia da Informação Maristela Braganholo Basso (Grupo Losan) Diretora de Planejamento Leonardo dos S. de Aguiar (Viva Óleo) Diretor de Sustentabilidade

04, 11, 18 e 25 de maio Reuniões Conselho Contribuinte 09h

Panorama

desconto na taxa de registros. Essa conquista foi possível através das solicitações e de uma intensa negociação com o sistema de consultas do SPC Brasil. Além disso, criamos a notificação com boleto que trará maiores possibilidades de recuperação de crédito por parte de nossos associados. Essas são algumas novidades de nossa entidade. Gostaria de parabenizar algumas pessoas que colaboraram muito para o sucesso da CDL Resende: Samuel Fichmann, que fez parte do grupo fundador de nossa entidade e muitos anos esteve a frente de nossa diretoria, sua loja é a associada mais antiga. Cito também os senhores Vanderlei Siqueira, nosso primeiro presidente, e o Sr. Heitor Frutuoso o presidente com o maior número de mandatos. O Sr. Maurício Simão que se tornou o presidente mais novo da história da CDL. E por fim, parabenizo a Romana Diniz Lamin por se tornar a primeira mulher presidente da CDL Resende. Deixo ainda minha mensagem de apoio a você associado, nosso maior patrimônio. Deixe a CDL mostrar o bem que pode fazer a sua empresa e a você. Você verá que muito do que procura como empresário e muito do que necessita para o seu próprio desenvolvimento, esta aqui. Parabéns e sucesso a todos nós! Ailton Petrili

08 de maio Reunião Concres 16h

22 até 25 de maio Capacita Comércio “Técnicas Vendas” 19h

23 de maio Reunião Instituto José Pessoa 18h

2

apoiar os lojistas. Essa entidade, nesses 35 anos, procurou se adaptar às necessidades de seus sócios. Hoje A CDL Resende é considerada não por aquele que os escreve, mas pelas cobranças e ações que toma. Além da representatividade que tem perante a imprensa, associados e os órgãos públicos como a entidade de classe mais representativa de nossa região. E não é difícil entender o porquê disso tudo: há muito tempo deixamos de ser uma entidade que aprova ou recusa crédito. As exigências do mercado são muito maiores. Criamos um modelo de capacitação para preparar os funcionários do setor de comércio e serviços: o Capacita Comércio atendeu mais de 800 pessoas no ano de 2011 e já capacitou 300 pessoas, em 2012. Estamos criando um cartão de descontos que vai dar um benefício a toda rede produtiva direta e indireta. O CDL Club foi desenvolvido única e exclusivamente para dar um ganho de valor para aqueles que acreditam na CDL e que se tornaram associados. Procuramos dar vantagens a aqueles que acreditam em nossa entidade. Por isso a Certificação Digital tem descontos para os nossos lojistas, que podem pagar parte do serviço no boleto mensal. A CDL Resende aindapresenteia seus lojistas, em seu aniversário, com um grande

Marechal

Panorama Órgão oficial da Câmara de Dirigentes Lojistas de Resende Av: Mal Castelo Branco, 355, sl 301 Resende/RJ - Tel: (24) 3383-4000 www.cdlresende.com.br

Produção de programação visual: Follow Assessoria de Comunicação (24) 3322-7268 Jornalista responsável: Ananda Valente MTB: 0033578 (RJ) Tiragem: 5 mil exemplares O jornal não se responsabiliza pelos dados cujas fontes estejam citadas e nem pelos conceitos emitidos em artigos assinados.

www.cdlresende.com.br


Economia & Negócios

SPED Fiscal Maior controle sobre as informações fiscais transmitidas para a Receita

A

Escrituração Fiscal Digital (EFD) é um arquivo digital, que se constitui a partir de um conjunto de escriturações de documentos fiscais, assim como o registro de apuração de impostos referentes às operações e prestações praticadas pelo contribuinte. São dados de interesse dos fiscos das unidades federadas e da Secretaria da Receita Federal do Brasil. Este arquivo deve ser assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao Sistema Público de Escrituração Digital (SPED). Na prática, os contribuintes deixam de repassar as informações a cada um dos fiscos em forma de papel. Eles passam a enviar tais arquivos por sistema digital online. As informações irão compor uma base de dados única e compartilhada pelo fisco e órgão autorizados. O Governo Federal, os estados e as instituições poderão acessar diretamente o sistema para obter as informações desejadas. Uma cartilha desenvolvida pela empresa NFe do Brasil mostra que a implantação do Sped gera benefícios tanto para o contribuinte quanto para a Receita. O governo passará a ter maior controle sobre as informações prestadas. O contribuinte entregará suas obrigações acessórias com mais eficiência. Sem contar a redução de custos pela não utilização de papéis. Os principais objetivos do sistema são de promover a integração dos fiscos; racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias para os contribuintes; e tornar mais rápida a identificação de ilí-

www.cdlresende.com.br

Reprodução

citos tributários. “O Sped reduz custos e agiliza o processo, combatendo possíveis erros fiscais que uma empresa possa cometer, seja por descuido ou por falta de conhecimento” destacou Ivan Vianna, diretor de Serviços e Produtos da CDL Resende. O sistema é composto por vários subprojetos: Sped Contábil, Sped Fiscal e Nota Fiscal Eletrônica Nacional, Nota Fiscal Nacional de Serviços, e-Lalur, CT-e, Central de Balanços. “Existem empresas obrigadas ao Sped Fiscal desde 2010, conforme o anexo 1, 2, e 3 da resolução nº. 242 de 23 de outubro de 2009. As empresas cujos CNAES não estejam inclusas nos três anexos, estarão obrigadas em janeiro de 2014 - apenas empresas de lucro presumido e lucro real. As optantes pelo simples e MEI estão

isentas.”, explicou o consultor Fábio Marassi. No novo cenário, totalmente eletrônico, as empresas terão, eventualmente, que revisar a sua infraestrutura física para a adequação às diversas situações que podem ocorrer, como, por exemplo, a aquisição de novos computadores para os pontos de recebimento de notas; a oferta de um local para a instalação de equipamentos para o armazenamento dos dados eletrônicos. O Sped promove a quebra de alguns paradigmas, como, por exemplo, o manuseio das notas fiscais em papel, recebimento de uma nota para cobrir a entrada da mercadoria e a entrega de varias obrigações fiscais. “Por este motivo, as pessoas envolvidas nestes processos serão diretamente

impactadas pelas mudanças do Sped, o que levará as empresas a investir em capacitação para que todos tenham o perfeito entendimento do novo cenário. O Sped exigirá uma mudança cultural nos profissionais, em seus processos de trabalho e em sua visão sobre o negocio das empresas”, concluiu o diretor Ivan Vianna. Diante dos pontos mencionados nas dimensões anteriores, fica claro que o Sped promove impactos diretos em diversos processos de negócios das empresas, como, por exemplo, no faturamento (passa a ser eletrônico), no recebimento das notas fiscais (que pode ser também eletrônico), no atendimento das obrigações fiscais, entre outros. Mas, é uma eficiente ferramenta de segurança à Receita.

Panorama

3


Economia & Negócios

Liberdade de impostos CDLs Jovem de todo país realizam protesto contra alta carga tributária

O

Dia da Liberdade de Impostos (DLI) é uma ação realizada pelas CDLs Jovem de todo país em protesto a alta carga tributária brasileira. O objetivo é conscientizar a população sobre a quantidade de impostos que se paga pelos produtos adquiridos. O evento iniciado na CDL Jovem de Belo Horizonte/MG em 2006, está programado para acontecer em todo país no dia 25 de maio. “A ação simboliza o dia em que deixamos de trabalhar apenas para quitar os tributos com o governo. E cada cidade irá determinar onde e a que horas acontecerá o evento. Foi sugerido que fizéssemos uma passeata como forma de mobilização da população. O projeto ainda está sendo concluído e ideia ainda será confirmada”, adiantou a presidente da CDL Jovem de Barra Mansa, Ana Carolina Ferreira. A Coordenação Nacional de CDLs Jovem propõe diversas ações, no estado do Rio de Janeiro o foco será a conscientização: “Divulgar para a população a quantidade de impostos que são pagos e o que deve ser feito com

Reprodução

o que é arrecadado. Consideramos que dessa forma, mais consciente, o cidadão poderá cobrar a melhor utilização desse dinheiro”, argumentou Ana Carolina. O evento pretende estimular todos os cidadãos brasileiros a participar deste projeto. “Considero muito importante a adesão dos jovens do Sul Fluminense. Desta forma podemos expressar nossa indignação e mostrar para o governo que não estamos acomodados”, pontuou a presidente.

“Acreditamos na conscientização da população para que possamos cobrar melhor a empregabilidade dessa verba que é arrecadada com impostos ou diminuição dessa carga tributária”, finalizou Ana Carolina. “Convido os cidadãos da região a ficarem atentos a programação e participarem junto conosco desse grande protesto”, completou o presidente da CDL Jovem de Resende, Victor Gonçalves. Proporção - De acordo com o Instituto Brasileiro de Pla-

nejamento Tributário, o número de dias trabalhados para pagar tributos aumentou desde os anos. 1970. Em dias médios trabalhados por ano somente para pagar tributos, as pessoas levavam 76 dias (2 meses e 16 dias) na década de 70; já em 80 foram 77 dias (2 meses e 17 dias); 102 (3 meses e 12 dias) na década de 90; atualmente, é necessário trabalhar mais de quatro meses para quitar esses tributos, são, ao todo, 145 dias.

Centenário de Mazzarope

E

ste consagrado artista esteve na cidade de Resende, junto de outros astros e estrelas, em julho de 1973, para participar do 1º Festival de Cinema de Resende. Na foto um fragrante da alegria do povo resendense saudando o humorista em frente ao Cine Vitória na Praça Dr. Oliveira Botelho - Centro.

Crédito foto: Acervo Histórico de Resende Texto: Claudionor Rosa Associado, contribua com esta coluna, enviando fotos e recordações de Resende para o email: comunicacao@cdlresende.com.br

4

Panorama

www.cdlresende.com.br


Economia & Negócios

O

Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal anunciaram redução dos juros para operações de crédito no inicio do mês de abril. A expectativa é que os bancos privados também reduzam as taxas para famílias e financiamento para micro e pequenas empresas. Procurados pelo portal G1, Itaú, Bradesco e HSBC informaram que estão “avaliando” uma redução. O Santander afirmou que está “analisando as medidas sinalizadas pelo governo”. Ainda que o movimento liderado pelos bancos públicos possa levar a um aumento da oferta de crédito no país e redução das taxas de juros, o consumidor deve manter cautela na hora de decidir por contratar um financiamento. A Fundação Procon-SP e Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) recomendam que os consumidores se certifiquem de que as taxas oferecidas pelos bancos são, de fato, vantajosas e que negociem com as agências vantagens melhores ou semelhantes às oferecidas pela concorrência. “É preciso ver na prática se os juros vão mesmo cair, porque algumas das medidas anunciadas dependem do perfil de cliente e da transferência de contas de outros bancos”,

Bons tempos Após BB e Caixa, bancos privados avaliam redução de taxas de juros alerta Miguel Ribeiro de Oliveira, vice-presidente da Anefac. “O mais prudente é esperar um pouco mais antes de fazer um financiamento, pois essas medidas costumam levar algum tempo para ser, de fato, implementadas”, recomenda. Para a Agência, a tendência é de continuidade da trajetória de queda dos juros e que os bancos privados acompanhem o movimento dos públicos. “Não acredito que seja na mesma intensidade, mas os grandes bancos não vão querer perder mercado e vão reduzir os juros”, opina Oliveira, acrescentando que o segmento está pleiteando redução de encargos e do compulsório para reduzir o “spread” bancário (a diferença entre o que o banco “paga” para captar dinheiro e o que ele “recebe” pelos empréstimos). Empréstimo com consciência - A assessora técnica do Procon-SP, Cristina Martinussi, responsável pela pesquisa mensal sobre juros ao consumidor realizada pelo órgão, também aguarda uma redução das taxas cobradas pelos bancos privados. “Esses anúncios (do BB e da Caixa) vão acabar pressionado o mercado para baixo, até mesmo porque a Selic também está baixando”, diz. Ela orienta também que os consumidores busquem

comparar as diversas opções de crédito oferecidas dentro do próprio banco. “O crédito consignado é sempre a melhor opção, pois como é o de menor risco é também o que costuma ter a menor taxa”, diz Cristina. Segundo a economista, o cheque especial deve ser sempre considerado como última opção. “É costume as pessoas usarem o cheque especial como segundo salário, mas se a pessoa já tem hoje uma dívida no cheque especial compensa até pegar um empréstimo pessoal só para quitar”, sugere. Cautela e negociação antes de troca de banco - Segundo a Anefac e o Procon, o cliente deve procurar negociar com o seu banco antes de decidir transferir sua conta-corrente ou conta salário em busca de taxas de juros menores para empréstimos. “O cliente de banco privado precisa ser proativo, falar com o gerente e cobrar uma redução dos juros. Acredito que, na maioria dos casos, o banco vai tentar segurar o bom cliente”, diz o vice-presidente da Anefac. A analista do Procon afirma que, antes de qualquer decisão sobre transferência de banco, é importante que o consumidor verifique se as taxas reduzidas anunciadas se aplicam ao seu perfil. “Pode ser uma boa oportunidade

para pressionar o banco, mas o cliente deve avaliar não só a taxa, mas toda a sua relação com a instituição e as demais tarifas do dia a dia”, completa Cristina. Nesse novo cenário, no qual os juros dos bancos estatais estão mais atrativos em relação aos bancos privados, os devedores não vão conseguir se beneficiar da portabilidade indiscriminadamente. O que acontece é que, para transferir uma dívida de um banco para outro, o devedor precisa, antes de mais nada, ir até o banco com os juros menores, abrir uma conta e passar por uma análise de crédito.

Padaria e Confeitaria - Padaria Vitória Transporte Rodoviário de Carga - Transporte Generoso - Toniato Hotéis e Pousada - Hotel da Cachoeira - Hotel Pequena Suécia - Hotel Presidente - Montese Tower Hotel - Castel Plaza Hotel - Pousada da Mata A cada edição do Panorama, vamos publicar os associados à CDL Resende divididos por segmentos.

www.cdlresende.com.br

Panorama

5


35 Anos

Olho no presente, foco no futuro

“Orgulho do que somos e responsabilidade em sermos melhores do que estamos”. Reprodução

O

futuro para a CDL Resende está altamente relacionado com as decisões tomadas no presente. Baseados nos bons resultados garantidos ao longo dos 35 anos, a sensação da entidade é de que muito sucesso está por vir. Nossa idéia é que nos próximos anos, possamos através das características citadas, personalizar cada vez mais os atendimentos aos nossos associados.

“Pensamos em oferecer uma perspectiva de futuro para os associados através de diversos tipos de atendimento e variados tipos de produtos e benefícios. Quanto mais enxergarmos cada lojista como único, mais teremos êxito neste relacionamento”, apontou Victor Gonçalves, presidente da CDL Jovem. “Pensar no futuro significa não se acomodar nem mesmo com os resultados mais positivos.

Diante do nosso cenário atual, planejaremos nosso futuro e é fundamental. A interação com nossos clientes é a peça chave nesse processo. É através das necessidades dos lojistas que desenvolveremos novos projetos para atender às necessidades”, finalizou Victor Gonçalves. Na CDL Resende, o futuro é identificado, analisado e aprovado por toda diretoria: - A necessidade vem de demandas que temos dos associados e de possibilidades diferenciadas trazidas por parceiros da CDL. Posteriormente, as idéias são levadas aos diretores para aprovação do projeto. Assim que aprovado, cria-se um grupo de trabalho que desenvolverá a ação. O resultado do projeto é apresentado aos diretores para posterior implantação, explicou Victor. Para este ano, a CDL Resende se prepara para automatizar seus processos e seus atendimentos. “Quanto menos nossos

funcionários se preocuparem com processos internos, mais terão tempo para atender nosso público alvo”, pontuou Victor. Para os próximos anos a novidade está no Balcão de Negócios e nas campanhas de consumo. Além do resgate de um projeto já iniciado, mas desta vez com mais ênfase e mais setores de negócios: as câmaras setoriais. “A importância de todos pensarem em prol de um objetivo, alinhados com as visões e missões da entidade, e buscarmos realizar o que planejamos é o que nos faz está aqui. A importância de delegar e dar condições às idéias de todos é o que faz os últimos projetos que criamos serem realizados de forma eficiente e bem sucedida. Queremos mostrar o quanto vale a pena aprendermos com nossas próprias experiências, sejam positivas ou negativas”, declarou o presidente da CDL Jovem.

CDL Resende: Muitos benefícios para os associados

A

CDL é uma entidade que cresce e se fortalece a cada ano. A constante preocupação com o meio ambiente, com a sociedade e com o bem estar de seus associados fez com que a entidade conquistasse toda credibilidade que possui. Atualmente a CDL Resende possui 305 lojistas associados. “A profissionalização de nossa entidade é algo que levamos a sério. Nós diretores devemos sempre olhar com visão realista, atualizada e profissional para os produtos, benefícios e projetos que disponibilizamos aos nossos associados. Este é o nosso desafio: estar alinhado

6

Panorama

com os anseios de nossos clientes”, destacou Ivan Vianna, diretor de Produtos e Serviços. Dentre os principais benefícios propostos pela CDL Resende estão: Responsabilidade Sócio Ambiental, com os eventos Sopa no Pão, Selo Verde e Dia das Crianças; Banco de Currículos; CDL Club, novo programa de descontos para os associados; Representatividade Política, com participação em conselhos municipais e acompanhamento dos interesses empresariais; além do site que mantém associados e público atualizados em tempo real. “O ano de 2012 promete o lançamento de novos produ-

tos com foco na inteligência e na concessão de crédito. Com isso, almejamos atingir a meta de 400 associados até o fim deste ano”, adiantou Ivan, que listou os principais produtos oferecidos pela CDL Resende atualmente: - Sistemas de decisão de crédito para pessoa física e jurídica SPC, SERASA, Protestos; Cursos de Capacitação, Capacita Comércio e Palestras; Anúncios e Comunicação - Panorama Empresarial e site da CDL; Espaço físico - Sala de Capacitação, Sala de Reunião e Salão Nobre; Certificação Digital - e-CPF, e-CNPJ e NFe; e os Eventos – FECONSTRUSUL e Feira Ponta de Estoque.

“Para nós é uma honra poder representar nossos companheiros lojistas. Nosso sentimento é de que temos a grande responsabilidade de buscar sempre as melhores soluções para nossos associados”, pontuou o diretor. Para se tornar associado, basta preencher uma proposta de filiação e anexar a esta proposta uma cópia do contrato social, cartão de CNPJ e inscrição estadual ou municipal, na sede da CDL Resende. Para obter mais informações, basta acessar o chat através do site www.cdlresende.com.br ou agendar uma visita com a consultora comercial da entidade pelo telefone (24) 3383-4000. www.cdlresende.com.br


35 Anos

PARABÉNS CDL RESENDE! A CDL Resende comemora 35 anos no próximo dia 10 de maio. Autoridades e personalidades que fazem parte dessa história aproveitam o momento para homenagear a entidade. A cada ano uma nova página, décadas de muitas conquistas em benefícios dos lojistas. “É uma grande honra ser presidente da CDL Resende no ano de seus trinta e cinco anos e representar esta classe guerreira e perseverante que é o setor de comércio e serviços de nossa cidade. Quando homens de bem e com propósitos democráticos lutam por um ideal, este ideal se torna um ícone de referencia a outras gerações. Tenho orgulho de fazer parte desta equipe que com a união e força de vontade de todos construíram esta entidade de grande tradição e credibilidade.” Ailton Petrili Presidente da CDL Resende

“Minha proposta, desde que assumi o governo, é trabalhar com os segmentos organizados da sociedade, somando esforços em prol da nossa cidade e de nossos cidadãos. A CDL tem sido uma grande parceira da Prefeitura de Resende, atuando em importantes projetos como a organização da EXAPICOR, a Feira de Ponta de Estoque e a Campanha Viva sem Drogas, que foi lançada na CDL. Neste aniversário, eu só tenho a agradecer a esta entidade e a sua direção por acreditar em nossas propostas e trabalhar de mãos dadas conosco.” José Rechuan Prefeito Resende

“A parceria da Secretaria Municipal de Turismo e Comércio com a CDL tem dado excelentes resultados. E é graças a esta parceria que temos conseguido sucesso em eventos como a Exapicor, a Feira de Ponta de Estoque e temos conseguido melhorar a qualidade dos trabalhadores do comércio, através do Capacita Comércio. À direção da CDL, nosso muito obrigado, e nossos parabéns pelo empreendedorismo e pela competência com que administram a entidade.” Reynaldo Raeli Secretário Municipal de Turismo e Comércio de Resende

“Nenhuma sociedade – em tempo algum – se desenvolve bem, sem o comprometimento das partes interessadas. O papel da CDL tem sido fundamental para Resende. Nesses 35 anos de atuação, justamente pelo seu grau de comprometimento com os destinos da cidade. A Câmara de Vereadores reconhece e ratifica a notória relevância da CDL para Resende, parabenizando a entidade pela beleza de sua história e pelo sucesso obtido em prol de nossa comunidade.” Kiko Besouchet Presidente da Câmara de Vereadores de Resende

“35 anos é um tempo razoável para se ter uma idéia bastante clara da importância de uma instituição; o que ela trouxe de benefícios para o setor a que ela se destina na prestação de seus serviços; e sua adequação ao momento que os mercados estão passando. Tudo isso é perfeitamente representado pela CDL Resende.” Ricardo Abbud de Azevedo Sindicato do Comércio Varejista de Resende e Itatiaia

www.cdlresende.com.br

“Toda a representação organizada da sociedade tem um significado importante para a comunidade. A CDL representa muito bem o comércio lojista. A relação entre a entidade e a ACIAR (Associação Comercial, Industrial e Agronegocios de Resende) é muito importante na medida em que a atuação de ambas é muito fraterna.” Luiz Geraldo de Paiva Whately Presidente da ACIAR

Panorama

7


35 Anos

A

CDL Resende nasceu graças ao empenho do comerciante - hoje aposentado - Heitor Frutuoso Guimarães. No início da década de 70, Heitor foi convidado pelos diretores da CDL Barra Mansa, Walter Ferrão, e da CDL Três Rios, Goergino Salestiano, para participar das reuniões das entidades desses municípios. Entusiasmado com o que viu, decidiu arregaçar as mangas e iniciar o trabalho de mobilização dos lojistas para fundação da CDL Resende. No início, as reuniões da diretoria aconteciam na sede do

Décadas de desenvolvimento Clube CCRR. Algum tempo depois, foi alugada a primeira sede da entidade, na Rua Padre Marques. O serviço de SPC foi incorporado à CDL em 1978. “Nossos funcionários trabalharam muito para organizar o primeiro cadastro. Eles visitavam loja por loja da cidade para copiar em fichas os dados dos clientes inadimplentes”, lembrou Heitor. Em 1978, o serviço de SPC foi incorporado à CDL Resende. Nesse início, uma caixa de sapatos guardava as informações sobre as compras. Muitos criticavam o serviço, já que por um bom

período as informações não continham restrições de crédito. No início dos anos 80, quando as informações passaram a chegar de outras cidades e a base de clientes foi crescendo, o serviço passou a dar o resultado que os comerciantes necessitavam. Na década de 80, a técnica funcionava nos padrões da época, máquina de escrever, arquivo giratório, fichários (com seis andares de fichas), caixotes com divisórias, que faziam as vezes dos arquivos e mesa de PABX, aparelho que permite conexões de chamadas internas pelos colaboradores da

empresa. Uma equipe de cinco colaboradores formavam a equipe nesse período. Em 1995 foi inaugurada a nova sede da CDL Resende, na Avenida Marechal Castelo Branco. Atualmente, a entidade possui espaço específico para reunir os associados e realizar eventos. A entidade tem aproximadamente 1000m² está dividida departamentos – comercial, de treinamento, ouvidoria, de comunicação e planejamento, financeiro, de certificação digital, patrimônio. Além do atendimento ao balcão e a gerência.

Mary Elisabeth de Andrade Arquivo pessoal

O

Céu está mais bonito, pois recebeu a nossa amiga Mary, para fazer parte do seu elenco. Durante sua vida ela conquistou muitos amigos, pois ela era muito prestativa, onde ela frequentava contagiava todos, com seu carisma e simpatia. A Câmara de Dirigentes Lojistas perdeu uma de suas grandes colaboradoras. A Mary além de sempre estar presente aos eventos, também participava de todas as atividades em prol das Entidades Filantrópicas. Ela era filha do Vereador e Comerciante Richard. Advogada, mas não exercia sua profissão. Era muito culta, prestou concurso para o Banco do Brasil e para a Caixa Econômica, tendo passado nos dois. Leila Peres Menezes, sua melhor amiga, num gesto muito nobre, doou um de seus rins, o que a fez viver por muitos e muitos anos. Mary gostava muito de viajar, ouvir músicas da velha guarda. Seus cantores favoritos eram Maria Bethania e Milton Nascimento. Na maioria dos lugares, viajando ou frequentando festas, principalmente na CDL Resende em companhia de Reynaldo Raeli e Gicelda, queridos amigos. No Céu a Mary é uma representante da CDL. Aqui na Terra esperamos que a Leila continue ajudando e participando conosco de nossos Eventos Culturais e Filantrópicos. Em nome da CDL Resende, através de seu presidente e diretores, ficam nossos eternos agradecimentos pela convivência e presença de vocês em nossa história. Lecy Leal Nogueira

8

Panorama

www.cdlresende.com.br


Economia & Negócios

Brasil mais verde Tendência em sustentabilidade é aderida pelo governo federal

O

governo prepara um decreto criando regras e instituindo um percentual obrigatório mínimo de “compras verdes”, produtos ambientalmente corretos nas licitações públicas. O setor também quer estimular a indústria a fabricar produtos sustentáveis, barateando o preço para os demais consumidores. Esse decreto será apresentado na Rio+20, Conferência de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que ocorrerá, em junho, no Rio de Janeiro. “O governo tem um papel importante de indutor deste processo. Hoje a maioria dos produtos sustentáveis são mais caros, simplesmente porque a escala de produção é pequena. Se o governo que é um grande comprador passa a priorizar a compra de produtos sustentáveis, a produção tende a se voltar para esse modelo e consequentemente os preços caem”, destacou Leonardo Aguiar, diretor de Sustentabilidade da CDL Resende Jovem. Na conferência, o governo quer “dar o exemplo” e obter o compromisso público de alguns dos maiores consumidores do planeta -empresas, escolas, hotéis, hospitais, shoppings, setor público e outros- de adotarem cotas mínimas de compra de “produtos verdes” que agridam menos o ambiente. O objetivo é criar escala de produção para esses produtos, que hoje custam mais caro por conta da demanda ainda muito restrita. O diretor relata a importância de investir em produtos ambientalmente corretos e os reflexos dessas atitudes para as empresas: - Investir em sustentabilidade é investir na continuidade do seu próprio negócio. Essa atitude está ligada a capacidade de manter uma economia em produzir e captar, forma sustentável, os recursos naturais. Precisamos www.cdlresende.com.br

Reprodução

garantir que eles continuem a existir no futuro. Além disso, o consumidor tem exigido cada vez mais produtos ambientalmente responsáveis. Não investir em sustentabilidade pode significar estar fora do mercado em breve. A notícia sobre a “compra verde” publicada no último dia, 08, na Folha de São Paulo, apresentou a intenção do governo em colocar o Brasil como protagonista do “consumo verde” global. A avaliação é de que a proposta beneficie o agronegócio e a indústria nacional que, entre outras vantagens, utiliza energia limpa das hidrelétricas e saiu na frente

em tecnologias renováveis como álcool e biodiesel. No ano passado, só 0,07% das compras governamentais fo-

ram de produtos considerados sustentáveis. Segundo o Ministério do Planejamento, o governo já fez R$ 22,2 milhões em compras de produtos sustentáveis em 1.546 processos licitatórios desde 2010. A primeira fase de implementação focará os produtos de almoxarifado, como itens de papelaria, embalagens e insumos do dia a dia das repartições públicas. Em seguida, deve se estender para a compra de eletroeletrônicos, como ar-condicionado e computadores que gastem menos energia e não tenham materiais tóxicos. A terceira etapa envolverá produtos de limpeza, instituindo a compra de detergentes e produtos biodegradáveis, um dos itens que mais poluem esgoto e mananciais. O termo sustentabilidade engloba a postura e as práticas de uma empresa junto à sociedade e o meio ambiente, além daquilo que lhe é obrigatório: Se uma empresa apenas cumpre aquilo que lhe é exigido pela lei não se pode dizer que possui responsabilidade socioambiental. No entanto, aquela que além do cumprimento das obrigações legais, desenvolve programas junto a clientes, fornecedores, colaboradores e/ ou comunidade, é considerada uma empresa responsável socioambientalmente. Esta meta não deve ser esquecida, finalizou Leonardo Aguiar.

Panorama

9


Dia das Mães Nossa Casa

Comércio se prepara para segunda melhor data do ano

Nossa Casa

N

esta época do ano o comércio se aquece bastante e não seria diferente em Resende. O Dia das Mães já está chegando e promete aquecer ainda mais os lojistas neste período do ano. A expectativa da CDL Resende é que o aumento no número de vendas seja de 20% em 2012. O preço médio dos presentes (tíquete médio), estimado pela CDL Resende, deve ficar em torno de R$ 100. Vestuário, calçados, acessórios e eletrônicos devem liderar as vendas. “O Dia das Mães é a segunda melhor data do ano. Os filhos tem comprado de tudo um pouco em nossa loja, vestidos, calças, casacos, as tendências das estações mais frias. No entanto, acredito que o volume de vendas será maior no período após o pagamento. Muitos devem deixar para as vésperas da comemoração”, declarou Therezinha dos Santos Ragi, dona da Shaday Modas. Essa probabilidade de vendas está relacionada à ascensão da classe C e ao aumento do poder aquisitivo do trabalhador. “Nós temos hoje mais da metade da população na classe C que, somada às classes A e B, nós chegamos a três em cada quatro brasileiros em condições de tomar um financiamento”, observou Augusto Costa, gerente da entidade.

“Como toda data comemorativa é comum todos deixarem a compra para a ultima hora. A antecedência faz com que nossos clientes aproveitem as promoções e tenham tempo para buscar exatamente o que desejam. Uma data desta, tão importante, que reverencia a pessoa que mais amamos, nossa mãe, merece uma atenção especial”, destacou Ivone Arbex Simão, dona do Magazine Tufick. “Grande parte do sucesso do varejo nacional deve-se às mulheres. E os lojistas, conscientes do poder de compra desse público, utilizam-se de diversas ferramentas de incentivo. A CDL Resende fica bastante otimista e confiante de que este ano será

de grande sucesso. Vamos aproveitar ao máximo os desejos de consumo da época para oferecer ao cliente aquilo que ele está buscando”, finalizou Augusto. Compras e o atendimento – Uma pesquisa divulgada no Infomoney apresentou recentemente que os consumidores estão insatisfeitos com o setor de atendimento ao cliente das empresas. Para 89%, a maior frustração é em relação à entrega do produto ou serviço anunciado. O que prova essa frustração é principalmente, o número de queixas registradas contra o setor. A pesquisa Accenture Global Consumer Survey, realizada pela consultoria Accenture, revela que 75% dos consumi-

Reprodução

dores brasileiros reclamam dos atendentes repetirem a mesma informação a diversas pessoas. Já 68% apontam as repetições de contato como motivo de insatisfação e ¾ dos consumidores estão insatisfeitos com a fila de espera. Segundo o levantamento, 59% dos entrevistados afirmaram que não aceitam a baixa qualidade dos produtos e serviços em troca de economia de preço. Já 66% disseram que repercutem as experiências com as empresas, sejam positivas ou negativas, em redes sociais. Nos mercados mais maduros, como Estados Unidos e Europa, esse dado caiu para 37%.

13 ANOS valorizando seus DENTISTAS com qualidade no atendimento aos SEUS CLIENTES. PROGRAMA

Aguarde novidades.

www.uniodontoresende.com.br

10 Panorama

www.cdlresende.com.br


Economia & Saúde Negócios

O

resultado do projeto “Universitário Sangue Bom” da Associação Educacional Dom Bosco (AEDB), foi um sucesso. Cerca de mil alunos, de 15 cursos, participaram do projeto que substituiu o famoso trote estudantil na instituição. Foram doadas 76 bolsas de sangue, em três semanas de campanha. Além disso, foram arrecadados 684kg de alimentos que serão entregues para instituições de caridade de Resende, indicadas pela Secretaria de Assistência Social do município. “Ficamos muito felizes com a aceitação e o empenho dos calouros. Alguns chegavam a ir de casa em casa, nos bairros próximos a faculdade, arrecadando alimentos para somar pontos para sua turma. Despertar esta atitude era uma das nossas intenções. Além de suprir as necessidades básicas das instituições auxiliadas e promover a união entre os calouros e veteranos de forma

Universitário Sangue Bom AEDB comemora o resultado da campanha solidária que substituiu o trote tradicional amigável”, destacou Diego Costa, coordenador do projeto. Os “Trotes Solidários” são atividades assistencialistas, organizadas geralmente pelos centros acadêmicos universitários. Envolvem a coleta de alimentos não-perecíveis, roupas, brinquedos e livros. Posteriormente, o que foi arrecadado é doado para asilos e orfanatos. Esses planos ainda incluem campanhas de doação de sangue para hospitais e centros de saúde. O trote estudantil é uma tradição brasileira, em alguns aspectos, similar à Praxe em Portugal. É um conjunto de atividades, que podem ser leves (brincadeiras) ou graves (humilhações ou agressões). Nos últimos anos, mortes provocadas por trotes violentos levaram a uma condenação formal deste tipo de ritual. De acordo com Diego, o projeto “Sangue Bom” vai ter continuidade na AEDB. “Já temos

Rodrigo Dias

certeza que daremos continuidade a este projeto no ano que vem, devido ao sucesso deste ano. Estamos otimistas quanto aos próximos resultados. Preciso agradecer o apoio da CDL Resende e da CDL Jovem nessa ideia”, pontou Diego. “Essa experiência valeu muito a pena. Se um desses alunos passar a dedicar um dia do mês para ajudar uma dessas instituições ou se pelo menos um desses 76 doadores se tornar um doador frequente, nossos esforços deram resultado. Sem contar o quanto é bom Essa ajuda míni-

ma faz muita diferença na vida de quem realmente precisa”, avaliou o coordenador do projeto. - Gostaria de agradecer, em nome de toda a coordenação do projeto, a todos que participaram direta e indiretamente desta corrente. Alunos, parceiros, e principalmente os patrocinadores que acreditaram em nossa causa e nos deram todo o apoio necessário para que pudéssemos transformar este sonho em uma realidade. Para mudar o futuro, não podemos condenar o passado, mas sim, ir à luta o presente, finalizou Diego.

Declaração do Simples 2012

A

Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) divulgou, no dia 3 de abril, o lançamento de um pacote de medidas para aumentar a competitividade das empresas, pelo governo federal. O projeto surgiu como suporte nacional em meio à crise financeira internacional - fator que acirra a concorrência pelos mercados interno e externo. As medidas englobam a ampliação do processo de desoneração da folha de pagamentos, iniciado em agosto do ano passado. O aumento da oferta de crédito para o setor produtivo, que, segundo o governo, também ficará mais barato. Além de ações de defesa comercial, com o objetivo de evitar um aumento maior das importações, e o lançamento de um novo regime automotivo - que vai estimular investimentos no Brasil e aumento do conteúdo www.cdlresende.com.br

local (peças nacionais). Por meio de estímulos à indústria, setor que menos cresceu em 2011, o novo pacote também visa estimular a expansão da economia, cujo objetivo do governo federal, é de 4,5% para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, e, consequentemente, gerar empregos. O Banco Central, porém, estima um crescimento de 3,5%

para este ano. Outra linha de atuação do governo para fortalecer a indústria brasileira é o aumento do crédito, que também terá taxas de juros mais baratas para o setor produtivo. Também haverá linhas de financiamento para o comércio exterior. O Programa de Sustentação ao Investimento (PSI), que

compreende linhas de crédito para bens de capital (máquinas para produção), inovação e pré-embarque de exportações, com vigência até o final deste ano, será renovado. Os juros, anteriormente, começavam em 5% ao ano para bens de capital, em 4% ao ano para inovação e em 7% ao ano para pré-embarque de vendas externas.

Panorama

11


12

Panorama

www.cdlresende.com.br


Panorama CDL Resende Maio 2012