Page 1

N I T E R Ó I

Ano XXXVIII | www.cdlniteroi.com.br

CDL

comemora seus 60 anos

Festa celebrou as conquistas de toda a trajetória da Câmara dos Dirigentes Lojistas NEGÓCIO

DIA DOS NAMORADOS

Comércio aposta no romantismo da data para alavancar as vendas

ENTREVISTA

PAULO ROBERTO OLIVEIRA

Fala sobre a importância do acompanhamento do fluxo de caixa para as finanças do lojista JUNHO 2018 | EDIÇÃO #578


editorial N I T E R Ó I

De Utilidade Pública: Estadual, Lei n° 5579/65/ Municipal, deliberação n° 2539/65 CONSELHO SUPERIOR Presidente: Joaquim Manuel de Sequeira Pinto Vice-presidente: Ademir Antunes Carvalho MEMBROS DO CONSELHO SUPERIOR Antonio Carlos Costa Pires, Domingos de Carvalho Rodrigues, Elida Gervásio Gouvêa, Fabiano Gonçalves, Ithamar Torres Macen, Orlando Cerveira Francisco, Oswaldo Rodrigues Viera, Roberto Maurício Rocha, Ruan Carlos Teixeira de Oliveira e Salomão Guerchon DIRETORIA ADMINISTRATIVA Presidente: Luiz Vieira Vice-presidente: Manoel Alves Junior Diretores: Claudio Fonte Boa Pereira, Jorge Ivan Campos da silva, Jorge Gentile, Jorge Luiz Amorim Carvalho, Luiz Guilherme Guedes, Marinho Marcelino Neiva Filho, Rogério Rosetti, Sidney Moyses Vianna Freire. Suplentes: Joaquim Ferreira Dias e Luiz Vasconcelos de Lima CONSELHO EDITORIAL Luis Vieira e Joaquim Pinto SERVIÇOS DA CDL Serviço de proteção ao crédito, serviço de relações com usuários, central de informações, central de cadastro, central de processamento de dados, assessoria técnica, consultoria jurídica, serviço de documentação e divulgação e serviço de administração COORDENAÇÃO Alexandre Chaves e Bruno Ferreira. Redação: Camilla Alcântara. Diagramação e design: Carlo Filardi. Jornalista e assessoria: Heloisa Castro. Edição: Bruno Ferreira. Fotos: Agência EPK PRODUÇÃO: Agência EPK - www.agenciaepk.com.br Publicação dirigida da CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE NITERÓI, contendo legislação, índices econômicos e condensado de notícias e informações de interesses do comércio lojista. Distribuição: Câmaras de Dirigentes Lojistas, Associações Comerciais, Federações do Comércio, sindicatos e demais entidades de classe do País, identificadas com as atividades do comércio, bem como empresários e executivos especialmente cadastrados. O LOJISTA utiliza as seguintes fontes para editar o condensado de notícias: O Globo, Jornal do commercio, A Tribuna, O Fluminense e Diários Oficiais. Os índices, estatísticas e projeções são cuidadosamente compilados, de acordo com os últimos dados disponíveis no fechamento da edição. O uso dessas informações para fins comerciais e de investimentos é de exclusiva responsabilidade e risco dos seus usuários. IMPORTANTE: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

CDL 60 Anos O mês de maio foi muito especial para nós da CDL Niterói. Nossa entidade completou 60 anos de existência, sendo a segunda Câmara de Dirigentes Lojistas mais antiga do país. É um orgulho muito grande olhar para a nossa história e poder contar tantas conquistas, obtidas por meio de muita luta em prol dos interesses dos empresários. Uma história que começou com quinze lojistas de nossa cidade, que decidiram compartilhar informações sobre consumidores inadimplentes para melhorar os índices de pagamentos em dia, e que se tornou uma das entidades de maior representação da classe empresarial no município, unindo cerca de 40% dos lojistas de Niterói. Além do Serviço de Proteção ao Crédito – principal bandeira da CDL no país – nós nos especializamos em atender as demandas dos empresários em todos os níveis, desde as mais simples até as mais complexas, que exigem maiores articulações com o poder público. É nossa preocupação fazer com que o comércio se desenvolva de maneira sustentável e forte, trazendo benefícios não apenas para os empresários, mas também para toda a sociedade. É por isso que a CDL Niterói pauta tanto a capacitação de gestores e colaboradores, o aprendizado, a geração de oportunidades de negócios para a cidade, a redução da burocracia e dos impostos para os empresários, a elaboração e aprovação de leis que beneficiem a economia e a inovação como atrativo para os investidores. Niterói tem um grande potencial, no qual a CDL acredita e apoia incondicionalmente. Em 60 anos nós evoluímos e crescemos junto com a nossa cidade. Os desafios são cada vez maiores e nos sentimos prontos para encará-los. Buscamos todos os dias nos munir de união e determinação para garantir que você, empresário, lojista e comerciante niteroiense, possa alcançar cada vez mais sucesso. Unidos somos mais fortes. Rumo aos próximos 60!

ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA: Rua General Andrade Neves, 31, Centro, Niterói, RJ - CEP: 24210-000 / Tel.FAX: (21) 2621.9919 IMPRESSÃO: Gráfica Power Print (21) 3078.4300

Luiz Vieira Presidente

Circulação mensal nacional / tiragem 5000 exemplares

03

revista cdl niterói


índice # 578

Junho 2018 �6

21

café empresarial

Controle e planejamento de finanças no Café Empresarial foi o tema de Junho

indicadores Confira datas de pagamento e índices econômicos

11

13

Projeto da prefeitura sinaliza estabelecimentos preparados para receber e atender a pessoas com deficiência

Conheça as vantagens da contratação de empresas de consultoria de RH para o seu negócio

acessibilidade

recursos humanos

24

energia Geração de energia fotovoltaica se torna alternativa econômica e sustentável

��

entrevista

Paulo Roberto Oliveira fala sobre fluxo de caixa para os empresários de Niterói nas áreas de estratégia e finanças

16

28

No aniversário de 60 anos da CDL, muita comemoração na sede, no Centro da cidade. A Festa celebrou as conquistas de toda a trajetória da Câmara dos Dirigentes Lojistas

Dia dos namorados. Comércio aposta no romantismo da data para alavancar as vendas

cdl comemora seus 60 anos

08

cdl jovem

Dia da Liberdade dos Impostos (DLI)

Colunistas do mês de Junho • Eric Gerhard - Loucura, arte, loucura • Álvaro Cysneiros e Luiz Otavio Neto - O contexto da revolução digital

04

negócios


05

revista cdl niterรณi


café empresarial

Controle e planejamento de finanças no Café Empresarial Paulo Roberto Oliveira fala sobre fluxo de caixa para os empresários de Niterói No dia 8 de maio, aconteceu o Café Empresarial na sede da CDL Niterói. Por conta do feriado que comemora o Dia do Trabalhador, no dia primeiro de maio não houve a edição do evento em Itaipu, como é de praxe. Na semana seguinte, Paulo Roberto Oliveira, administrador de empresas e pós-graduado em Controladoria e Finanças pela UFF, foi convidado pelo Sebrae para ministrar uma palestra sob o tema de fluxo de caixa. Paulo Roberto iniciou sua fala apresentando indicadores de insucesso de negócios, para explicar quais motivos levam à falência e como evitá-los. "Um dos instrumentos de proteção da empresa é o fluxo de caixa", disse. Para ele, é importante para a gestão começar estabelecendo metas e objetivos alcançáveis. junho 2018

Das estratégias necessárias para manter uma linha organizacional satisfatória, Paulo destacou o cálculo correto dos preços de venda, conhecer o valor das despesas fixas da empresa e o ciclo financeiro de suas operações, analisando se há ou não lucro em suas atividades operacionais. "Também é essencial ter um controle financeiro para estabelecer datas de pagamento”, assinalou o palestrante. "As datas devem ser escolhidas de acordo com as melhores datas de desempenho". Quando o assunto é capital de terceiros, ele apontou ser um investimento válido desde que agregue valores ao negócio e seja condizente com a realidade e as necessidades da empresa. Com um bom planejamento de gastos, há a possibilidade de se ampliar as estratégias de aplicação de capitais. 06


entrevista

Paulo Roberto Miranda Oliveira é administrador de empresas e pós graduado em Controladoria e Finanças pela UFF. Possui experiência na área de consultoria. Dá aulas e palestras motivacionais nas áreas de estratégia e finanças. Quais são os erros mais comuns em relação ao fluxo de caixa? A falta de registro, especificando os gastos. As empresas sabem seus gastos totais, mas não têm registros dos gastos pontuais, do quadro de despesas. Apenas com esses dados pode-se traçar planos e tomar decisões, como, por exemplo, comprar mais ou menos de determinado segmento.

O que consiste o fluxo de caixa?

Isso costuma acontecer com mais frequência nas empresas maiores ou menores?

É um ambiente onde há o registro de dados e se oferece a comparação desses dados para análise. Em resumo, é um instrumento que te propicia uma avaliação através da organização de informações.

Os dados são coletados de formas diferentes. As maiores costumam investir mais em controles, mas por conta do volume de instrumentos, podem usar um percentual pequeno de cada um deles. Tanto as micro quanto as empresas maiores procuram dar atenção ao que interessa.

Quando você percebeu que era importante falar sobre o assunto? Lá atrás, quando eu entendi que meus clientes na empresa em que eu geria estavam com dificuldades de oferecer informações melhores, mais detalhadas, para que pudéssemos ajudá-los. Para essas empresas que já eram nossas clientes, eu comecei um laboratório, e isso propiciou uma melhor relação com as outras que eu comecei a prospectar. Eu propunha a melhoria do entendimento dela mesma com algumas ferramentas, destacando o nosso produto âncora, que tratava da questão creditícia.

Você falou em sua palestra sobre as fórmulas para cálculos. Como elas ajudam na organização? Conforme sua necessidade e o momento em que você vive, você precisa selecionar certas informações específicas. Para determinada tomada de decisão, será necessário comparar alguns pontos, e em cada momento você usará uma fórmula da matemática financeira.

07

revista cdl niterói


CDL jovem

CDL Jovem promove o Dia da Liberdade de Impostos Evento nacional aconteceu pela primeira vez no Rio de Janeiro

N

o dia 24 de maio, aconteceu no Norte Shopping o Dia da Liberdade de Impostos (DLI). O evento é organizado por CDLs de várias cidades no Brasil e pela primeira vez foi realizado na cidade do Rio de Janeiro. Juliano Gentile, presidente da CDL Jovem Niterói, acompanhou o DLI desde seu planejamento, com a intenção de trazê-lo, no ano que vem, para a cidade de Niterói. A data é um protesto ao valor da carga tributária brasileira. Segundo dados da CDL de Belo Horizonte, ela está entre as mais elevadas do mundo e corresponde, em média, a 41,8% do rendimento bruto de cada cidadão. Em virtude dessa tributação, que ganhou o apelido de "impostossauro", empresas dos mais variados segmentos comer-

junho 2018

cializam produtos e serviços com o desconto equivalente ao valor desses impostos, com intuito de conscientizar o consumidor. Por que 24 de maio? O cálculo é de quantos dias o brasileiro precisa trabalhar para pagar seus impostos, correspondendo a quase 40% do ano. Durante o DLI, o comerciante não sonega os impostos – eles são pagos normalmente. Há apenas um desconto equivalente. Juliano Gentile, presidente da CDL Jovem, sinaliza que o evento do próximo ano já está em pauta. "Vamos trazer o DLI para Niterói, não apenas no shopping, mas mobilizando toda a cidade. Os descontos são muito significativos e chocam o cidadão. Essa é a ideia, mostrar quanto ele pagaria pelo produto sem a carga tributária".

08


CDL jovem

A iniciativa começou no estado do Rio através da CDL Resende/Itatiaia. Seu diretor de projetos e marketing Eduardo Pimenta, salientou que este é o primeiro DLI do estado do Rio de Janeiro que acontece em um shopping. "O evento foi realizado pela Federação, pela Coordenadoria Estadual e pelas CDLs Jovem. Precisamos sim conscientizar e protestar". O Superintendente do Norte Shopping, Eduardo Zucareli, mostrou-se positivamente surpreso com o resultado do DLI no local. "A impressão

que ficou foi excelente, tivemos muito feedback positivo. Isso incentiva que tenhamos mais ações nesse sentido – não apenas pelo caráter de promoção mas também de conscientização do consumidor. Neste momento que o país está vivendo de discussão acerca dos impostos, a ação se encaixa bem, mostrando a amplitude que as tributações possuem em nossas vidas", declarou. Ele também demonstrou desejo de levar a ação a outros shoppings da rede BR Malls, como o Plaza Niterói.

09

revista cdl niterói


junho 2018

10


Selo acessível já está disponível

acessibilidade

Iniciativa tem a adesão de profissionais Em dezembro do ano passado, a prefeitura de Niterói lançou o Selo Acessível, que tem o objetivo de atestar a qualidade do atendimento em estabelecimentos públicos e privados da cidade a pessoas com deficiência. A Secretaria de Acessibilidade, que coordena o projeto, revelou que neste primeiro semestre ainda não houve nenhum registro de selo, mas incentiva os estabelecimentos enquadrados na iniciativa a solicitar o requerimento. Uma Comissão de Avaliação analisa todas as exigências do estabelecimento para assegurar que seja proporcionada igualdade de atendimento a pessoas com e sem deficiência. Segundo a Coordenadora de Acessibilidade, Tânia Rodrigues, o lançamento do selo e a criação da comissão representam uma vitória na luta das pessoas com deficiência.

NA PRÁTICA de acessibilidade", salienta a arquiteta. Seu foco são principalmente os estabelecimentos comerciais, como consultórios e escritórios, mas também já realizou a adaptação de um apartamento residencial.

A arquiteta Carolina Siggelkow começou a estudar sobre acessibilidade em seu mestrado na Universidade Federal Fluminense (UFF), através de um grupo de pesquisa. Acabou escolhendo o tema para sua dissertação. "Foi uma avaliação sobre rampas nos espaços públicos de Niterói. Desde 2010, quando comecei a estudar sobre o tema, me apaixonei", diz Carolina. Um de seus projetos foi a transformação do auditório da CDL em acessível para cadeirantes. "Além disso, já fiz consultoria para uma rede de escolas aqui de Niterói e em todos os meus projetos eu proponho o atendimento às exigências e normas

saiba mais Se interessou pelo selo acessível? Você pode buscar mais informações através do site da prefeitura de Niterói https://bit.ly/2LiAItV

11

revista cdl niterói


junho 2018

12


recursos humanos

Consultoria de RH combate vícios de gestão Gerenciar os recursos humanos de uma empresa torna-se mais fácil através de companhia especializada Tantos são os desafios do mercado que a melhor forma de os superar é possuir uma estrutura forte na sua equipe. Em empreendimentos menores, pode não haver espaço para uma equipe própria de recursos humanos, mas o investimento na área torna-se essencial para que se aproveite da melhor forma a expertise dos funcionários, e pode ser feito através da contratação de uma empresa especializada em RH. Os serviços oferecidos hoje em dia são bastante abrangentes. Uma empresa de RH pode levar a seus clientes tecnologias como mídias sociais, banco de dados e sites de divulgação de vagas. "Eles proporcionam rapidez no recrutamento do profissional desejado", diz Sidney Moyses, diretor da Confiança RH. Sidney comenta as vantagens para o microempreendedor que escolhe contratar uma companhia

que presta esses serviços. "O profissional consultor não está contaminado pelos prováveis vícios de gestão pré-existentes, além de possuir um comportamento ético e preciso". Ele acrescenta que presteza, agilidade e redução de custo são as necessidades mais procuradas e que geram melhores resultados. O diretor observa que por não possuírem uma equipe própria de RH, as empresas menores enfrentam dificuldades principalmente na hora de recrutar e selecionar um candidato para uma vaga de emprego. E ressalta o que é importante nessas horas: "uma visão de profissional qualificado e imparcial, otimização do tempo e sigilo. Transparência, liderança e imparcialidade são o que devemos prezar numa gestão de RH", conclui.

13

revista cdl niterói


Parcele até 70% do seu curso

depois de formado, sem juros. 1

O PEP e suas modalidades (PEP 25, PEP 30 e PEP 50) estão disponíveis para determinados cursos da modalidade de ens 70% do curso após a formatura se aplica a cursos elegíveis e com vagas ao PEP 25. O pagamento pelo aluno terá como semestre letivo cursado, sendo que o aluno pagará mensalmente considerando a mensalidade referência do curso: (i) n (3º e 4º semestres letivos), o valor de 35%; e (iii) após a conclusão do curso, 70% da última mensalidade vigente do c cada mensalidade durante o(s) semestre(s) letivo(s), até quitação integral do saldo devedor, em tantas parcelas qua Medicina Veterinária. Mais informações sobre o PEP, condições do parcelamento, unidades participantes, elegibilidade, d possui um regulamento próprio) no site vestibulares.br/regulamentos. Estas condições podem ser alteradas sem aviso alunos matriculados na instituição. junho 2018 14 1


Vestibular 2018 Exclusivo Sistema de Ensino Aulas em que você pratica situações reais da profissão. Canal Conecta2 Site gratuito com milhares de vagas de emprego.

UNIDADE NITERÓI Av. Visconde do Rio Branco, 123, Niterói Tel.: (21) 3803-0664

anhanguera.com

sino de graduação presencial e se aplicam apenas para alunos calouros em 2018 (1º semestre letivo). O pagamento de o base o valor da mensalidade referência do curso (Preço Bruto) vigente à época de cada vencimento da mensalidade no no 1º ano do curso (1º e 2º semestres letivos), o valor de 25%; (ii) nos demais semestres, a partir do 2º ano do curso curso, corrigido o saldo devedor, anualmente, pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), desde o vencimento de ntas forem necessárias para esta quitação. Esta oferta não está disponível para os cursos de Medicina, Odontologia e disponibilidade e pagamento podem ser consultadas diretamente nas unidades ou nos regulamentos do PEP (cada PEP prévio ou a oferta pode ser suspensa pela IES a qualquer momento. 2 A plataforma Canal Conecta é de uso exclusivo de 15

revista cdl niterói


60 anos CDL

CDL Sexagenária

No aniversário de 60 anos da CDL, muita comemoração na sede, no Centro da cidade OS FUNDADORES

capacitação para gestores, colaboradores e empreendedores da cidade. Quando se trata de conquistas, a CDL luta pelo empresário, logrando resultados como a recente inclusão das micro e pequenas empresas na lei do Refis e a aceitação da Prefeitura de Niterói ao projeto Niterói Mais Segura, proposta que foi implantada na cidade no final do ano passado. É pensando sempre em garantir as melhores condições de desenvolvimento para o comércio que a CDL inova incessantemente. Hoje, contamos com a ouvidoria do comércio, capacitações mensais do SEBRAE, o projeto CDL nos Bairros, cartão multibenefícios, consultoria jurídica e tributária para os

Em 13 de maio de 1958, há 60 anos atrás, surgia a CDL Niterói por iniciativa de quinze comerciantes locais. A Câmara dos Dirigentes Lojistas começou com o objetivo de compartilhar informações sobre clientes inadimplentes, a fim de evitar prejuízos com maus pagadores. À medida que foi crescendo por mais cidades, criou-se a federação dos Dirigentes Lojistas (FCDL) e, posteriormente, a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), reunindo as CDLs de todo o Brasil. O prédio da CDL, que fica na rua Andrade Neves, 31, abriga projetos como o SPC – carro-chefe da instituição – e parcerias com o SEBRAE, que oferece junho 2018

16


60 anos CDL

empresários, além de descontos exclusivos para associados. Duas vezes por mês, realizamos o Café Empresarial da CDL, em Itaipu e na nossa sede, a fim de promover networking entre os comerciantes e proporcionar novas oportunidades de negócio. Entre as pautas de maior engajamento atualmente, está o planejamento e a estruturação da segurança pública de Niterói. A CDL vem cobrando também do poder público atitudes e investimentos que melhorem os índices de criminalidade. A sede da entidade recebe mensalmente a reunião do Conselho Comunitário de Segurança, participando ativamente do debate e da proposição de soluções para melhorar a cidade.

A FESTA A solenidade em comemoração aos 60 anos da Câmara dos Dirigentes Lojistas aconteceu no dia 23 de maio. A quarta-feira foi animada, com direito a buffet e bolo comemorativo, além da apresentação de um saxofonista e uma homenagem à casa feita em vídeo. Entre os convidados, estavam presentes inúmeras autoridades de Niterói, entre elas, membros da Secretaria Municipal, tais como, Giovana Victer (Planejamento), Pablo Villarin (Fazenda), Miguel Vitoriano (Participação Social), Fabiano Gonçalves (Administração), Dayse Monassa (Conservação e Serviços Públicos) e Luiz Roberto Nogueira Saad (Idoso). Outros convidados que também foram prestigiar o aniversário foram o deputado Waldeck Carneiro; o jornalista José Erthal; o subsecretário de Receita do Rio de Janeiro, Wolner Ferreira; o presidente do Sindilojas, Charbel Tauil; o presidente da FIRJAN Leste Fluminense, Luiz Césio Caetano; e o vice-presidente da ACIERJ, Igor Baldez, que parabenizou a presidência da CDL e seu Conselho

17

revista cdl niterói


60 anos CDL

Diretor "A festa foi sensacional. Este grupo formado pela CDL, Acierj e Sindilojas é uma frente única na luta para defender a classe do comércio. Espero que possamos sempre fazer tudo para o benefício da classe comerciante que é tão importante para o desenvolvimento econômico de Niterói." A festividade contou com dois patrocinadores, também presentes no evento: Marcos Vinícius da CAC Engenharia e Lauro Garcia, da Blessing Laboratórios, prestando apoio à casa e aos associados. Luiz Vieira, presidente da CDL, contou com o apoio da família na solenidade. "Se tornar presidente da CDL foi algo que ele sempre quis. Conseguiu com muita vontade, com muito mérito. A data dos 60 anos é muito emblemática e fico feliz de ter sido

junho 2018

comemorada em sua gestão. Em apenas quatro meses ele já fez bastante e só tem a crescer", disse Eliane Vieira, sua esposa. O ex-presidente da CDL Fabiano Gonçalves também esteve presente. Ele se recordou de sua história não apenas em gestão, mas também enquanto associado. "Eu me sinto muito honrado. Somos sócios contribuintes, pagamos salário e não recebemos salário para exercer a diretoria ou a presidência. Doamos tempo para a entidade", declarou. À frente por quase sete anos como presidente, ele expressou o desejo de não perder jamais seu vínculo com a CDL. "A casa é atuante e possui um belo espírito de doação. Em um mundo capitalista, é importante fazer algo por amor", finalizou.

18


60 anos CDL

São 60 anos lutando e conquistando vitórias para os empresários de Niterói. Essa celebração é um marco em nossa história.

,,

Luiz Vieira Presidente da CDL

Marcelo Mérida, presidente da FCDL, ressaltou em sua fala ao público sobre a importância da CDL para a cidade. "Em seu espaço dentro da sociedade, produziu e continua a produzir lideranças, para que a classe empresária continue ocupando essa atividade que é tão importante para a economia", destacou. Outra figura solene a marcar presença na festa foi Salomão Guerchon, um de nossos fundadores. "Eu me senti muito honrado porque, afinal de contas, são 60 anos. Eu estou com 92. Fiquei lembrando aqueles meus tempos. A gente sente uma alegria muito grande e uma saudade dos meus queridos companheiros.

Um deles, o Alberto, era meu irmão", disse, com um misto de alegria e nostalgia. Vieira também convidou para o palco todos os diretores e conselheiros. “A CDL é um motivo de orgulho, e a gente faz o que gosta. São 60 anos lutando e conquistando vitórias para os empresários de Niterói. Essa celebração é um marco em nossa história”, encerrou.

19

revista cdl niterói


junho 2018

20


informações úteis

Indicadores

Confira datas de pagamento e índices econômicos 06/06 salários 07/06

IPCA- 15

caged - cadastro geral de empregados e desempregados fgts - fundo de garantia por tempo de serviço gfip - guia de recolhimento do fundo de garantia por tempo de serviço e informações à previdência social efd - contribuições

20/06

das - simples nacional dasmei - microempreendedor individual (mei) inss - folha de pagamento irrf - imposto de renda retido na fonte pgdas-d - programa gerador do documento de arrecadação do simples nacional – declaratório dctf - declaração de débitos e créditos tributários federais

25/06

cofins - faturamento pis - faturamento / folha de pagamento

29/06

csll - contribuição social sobre o lucro líquido - mensal csll - social sobre o lucro líquido - trimestral (3ª quota) irpj - imposto de renda de pessoa jurídica - mensal irpj - imposto de renda de pessoa jurídica - trimestral (3ª quota)

Taxa

maio

0,14%

ABRL

0,21%

Fonte: IBGE

14/06

21/06

Período

0,37% IPCA (projeção para maio) data de coleta: 10/05/2018 validade da projeção: 16/05/2018 Fonte: Anbima

1,15% IGP-M

(projeção para maio)

data de coleta: 18/05/2018 validade da projeção: 21/05/2018 Fonte: Anbima

21

revista cdl niterói


junho 2018

22


arte

Loucura, arte, loucura Sobre a loucura de produzir arte, maior aventura talvez seja falar sobre essa loucura

R

eparem, não se trata de loucura “na” arte ou “da” arte, uma vez que isso talvez colocasse em cheque o que é arte, já que essa loucura pode ser interpretada como uma doença e esta não é nossa intenção. Loucura aqui, contra Guimarães Rosa e a favor de Foucault, é sinal de saúde. Só podemos falar em loucura de produzir arte porque compreendemos que a arte fala e experimenta coisas que o mundo das multidões (Freud) e da maioria de vã opinião (Epicuro) não compreende. Mas isto não falaremos por nossa própria boca, deixemos Freud e Epicuro falarem por eles mesmos. Antes, no entanto, podemos falar sobre uma loucura que seja nossa? Uma loucura “nossa” de produzir arte? Se pudermos então falar de uma loucura que de fato seja nossa, fica claro que temos algo aqui a confiar: uma posse da loucura. Se o verbo “possuir” confere ao seu sujeito qualquer categoria de liberdade, somos antes voluntários da insanidade; artistas depois. Por outro lado, diante da arte, diante de uma outra escolha de vida, parece que a arte nos escolhe. Como, desse modo, podemos escolher algo que nos escolhe? Possuímos alguma coisa, ou estamos amplamente despossuídos de nós mesmos? Preferimos pensar, talvez ingenuamente, que fazemos

uma barganha entre a ideia de uma existência livre, onde podemos escolher pelo menos qual cor iremos colocar numa tela e uma outra ideia de uma existência regida pelas pulsões, para não perdermos os termos psicanalíticos. O fato é que seguimos pintando e continuar pintando é tudo o que há. De qualquer modo, o que Freud nos elucida em seu Mal-Estar na Civilização, nos dá uma boa perspectiva do que de fato merece nossa atenção em vida. Encerro com uma frase do livro: "existem homens que não deixam de ser venerados pelos contemporâneos, embora sua grandeza repouse em qualidades e realizações inteiramente alheias aos objetivos e ideais da multidão. Provavelmente se há de supor que apenas uma minoria reconhece esses grandes homens, enquanto a maioria os ignora".

POR ERIC GERHARD Bacharel em filosofia, artista plástico e administrador do HubNit

23

revista cdl niterói


energia

Por uma energia mais limpa

Engenheiro convidado pelo Sebrae fala dos benefícios da energia gerada através do calor do sol

Em abril, o engenheiro Marco Américo foi convidado pelo Sebrae para palestrar na CDL sobre alternativas limpas de energia. Após o aumento da tarifa concedida pela Aneel, falar sobre alternativas energéticas tornou-se vantajoso também para o bolso do consumidor. O palestrante deu foco à energia fotovoltaica, negócio que ele considera um "ganha-ganha", onde tanto o usuário quanto o meio ambiente saem beneficiados. Ele também pontua que um dos fatores que favorece a economia é o fato da geração acontecer no exato ponto de consumo. "É possível economizar durante o transporte, quando ao percorrer um longo caminho, da usina até o ponto de consumo, a energia se perde". Levando o assunto para as realidades do comércio e da indústria, ele ressalta os benefícios principalmente para quem possui um alto capital

junho 2018

de investimento. "Neste caso, a melhor estratégia, quando se pensa em adotar um sistema fotovoltaico, é implementar medidas de eficiência energética antes de instalar o sistema solar. Fazendo isso, o usuário reduz rapidamente a sua conta de energia, e o sistema fotovoltaico terá um tamanho e um custo menor", explica. Para ele, a ideia é reduzir imediatamente a conta de energia elétrica, além de estabelecer um marketing verde da empresa e valorizar o imóvel. Marco apresenta dados que provam que a energia fotovoltaica já é uma tendência. "As previsões da EPE (Empresa de Pesquisa Energética do Ministério de Minas e Energia) já foram superadas em mais de 100%", revela. Os números indicavam, para 2019, uma potência instalada de 124MW, mas em maio de 2018 esse número já ultrapassou os 300MW.

24


energia

}

A melhor estratégia, quando se pensa em adotar um sistema fotovoltaico, é implementar medidas de eficiência energética antes de instalar o sistema solar. MARCO AMÉRICO

engenheiro convidado pelo Sebrae para palestrar na CDL

REQUISITOS PARA A INSTALAÇÃO módulos solares, preferencialmente com "visada" para o Norte, e sem sombras (como de árvores e prédios). Contudo, como previsto na legislação, é possível instalar os módulos solares em um local e "consumir" a energia em outro (consumo remoto), desde que os dois locais estejam dentro da mesma concessionária de energia e no mesmo CPF/CNPJ. Isso permite que até os pequenos apartamentos possam ter a sua usina solar e favorece parcerias entre empresas próximas, como o rateio de custos fixos, como por exemplo a manutenção do sistema.

Segundo Marco Américo, para usuários com um consumo de energia muito pequeno, perto do valor mínimo, geralmente os sistemas fotovoltaicos não são viáveis. Para desfrutar de todos os benefícios da atual legislação (Resolução Aneel 482 e 687), o sistema de geração de energia não pode ser superior a 5MW (e 3MW para os casos de geração hidrelétrica). Os consumidores ligados em baixa tensão têm uma vantagem adicional, pois a viabilidade econômica fica mais atraente. Um outro requisito é a disponibilidade de área para a instalação dos

25

revista cdl niterói


curtas

1

Seminário do Fluminense

No dia nove de maio, o presidente da CDL, Luiz Vieira, esteve presente no Seminário de Desenvolvimento Econômico do Leste Fluminense, organizado pelo Grupo Fluminense. Ele foi um dos convidados para o debate sobre Diagnóstico e Estratégias do Comércio, na mesa junto ao diretor do Sindicato dos Lojistas do Comércio (Sindilojas) de Niterói, Renato Sheeny Pinto. A mediação ficou por conta do professor Dr. Rogério Rocco.

3

Segurança Presente

2

Mudanças

Os tradicionais Cafés Empresariais da CDL terão uma pequena mudança em suas temáticas. Antes, os temas eram os mesmos no Café de Itaipu e do Centro da cidade. A partir de junho, eles podem tratar de assuntos distintos – o mesmo vale para as palestras técnicas, que ocorrerão nas terceiras terças. No dia cinco de junho, O Café Empresarial da Região Oceânica será sobre "Como potencializar suas vendas em grandes eventos", seguindo a abordagem da Copa do Mundo. No dia 12, na sede da CDL, o tema é "Como resolver conflitos e melhorar a comunicação na sua empresa". Na terça-feira seguinte, dia 19, haverá palestra técnica na CDL sobre "E-Social". Devido à greve dos caminhoneiros, o curso de Gestão de Estoque foi adiado uma semana e ocorrerá às terças e quintas, do dia 12 ao dia 26 de junho.

Há quatro meses o programa Segurança Presente está em Niterói. Policiais com uniformes alaranjados trabalham no Centro, em Icaraí e Santa Rosa e, em breve, estarão também no Ingá e no Fonseca. A Secretaria Estadual de Segurança propôs que os policiais vestissem fardas. No dia 19 de maio foi exibida uma matéria no RJ1 sobre o assunto, que contou com a fala de Luiz Vieira, presidente da CDL. "Existe sim uma necessidade de se preocupar, mas com políticas públicas sobre a violência, e não com uma questão de uniforme, simplesmente", opinou no jornal.

junho 2018

26


Porto Seguro Vida Individual Manter-se protegido nunca foi tão fácil!

Coberturas básicas

• Morte Natural ou Morte Acidental

Coberturas adicionais

• Morte Acidental em Dobro • Antecipação Especial por Doença • Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente. • Majoração – disponível para médicos e dentistas. • Diária por Incapacidade Temporária (DIT). • Doenças Graves. • Doenças Graves Mais. • Despesas Médico-Hospitalares e Odontológicas. • Assistência Funeral Individual ou Familiar.

Benefícios e Vantagens • Titulo de Capitalização • Clube Porto

Para mais informaçõs, consulte-nos:

Informações reduzidas. Consulte as condições gerais. Seguro garantido por Porto Seguro Cia de Seguros Gerais S.A. CNPJ: 61.198.164/0001-60. Seguro Vida Individual - Processo SUSEP: 15414.902186/2014-52. O registro deste plano na SUSEP não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização. A aceitação do seguro está sujeita à análise do risco. Não fazer distribuição deste material em vias públicas. 27

revista cdl niterói


negócios

Com muito amor

O mês dos namorados é uma data especial para os pombinhos e para o comércio. Lojas de Niterói procuram sempre inovar divertir-se com jogos e ficar combinadinhos com canecas e chaveiros. Segundo Queila, o presente mais conhecido que se tornou figurinha repetida há anos na loja é o jogo "1, 2, 3 e já!", com 2744 brincadeiras a dois. Pelúcias ganham toques de carinho para os que namoram à distância.

Clichês como canecas, pelúcias, cartões e porta-retratos ganham detalhes repaginados que trazem frescor e doçura aos presentes mais comuns. Alguns produtos são pensados para diversão e comemoração a dois, outros, apenas para demonstrar carinho e fazer declarações. Sempre com toques de modernidade, as lojas de Niterói aproveitam a data, que se torna muito lucrativa quando bem planejada. Veja como está o ambiente de alguns comércios da cidade e sinta a emoção – o amor está no ar!

O ENVOLVIMENTO DAS LUZES O mês de junho começa e você pode perceber a atmosfera romântica ao entrar em uma das papelarias Art Nit. A decoração em tons de vermelho toma conta de todo o ambiente, que possui a temática do amor em cada detalhe. Hugo Moraes, proprietário, garante que tudo é muito bem pensado para atrair o consumidor. "Esse é nosso diferencial. A loja toda se transforma em espaço para os namorados. Até nos caixas você encontrará detalhes carinhosos", revela o empresário. Indo dos produtos mais artesanais aos mais hi-techs, a loja sempre inova a cada ano, o que fica fácil com boas inspirações. Hugo conta que percorre o Brasil em feiras e eventos de produtos, buscando ideias do Nordeste ao Sul do país. "Começo a comprar peças com antecedência, já em fevereiro e março". Os mimos vão dos mais tradicionais como pelúcias, copos, cartões, arranjos de flores e decorações com mensa-

LEVEZA E DESCONTRAÇÃO Na Imaginarium Niterói, o Dia dos Namorados só perde para o Natal em vendas. E não tem essa de produto mais pedido: segundo a gerente Queila Albani, todos os presentes planejados para a data têm a mesma procura. "É incrível. Nesta época, a gente vende de tudo", declara. Segundo ela, é um mês onde as vendas crescem entre 10% e 15%, e a expectativa é de que seja maior que no ano passado. Grande parte da divulgação é feita no Instagram, através do perfil @imaginariumniteroi. Em 2018, os namorados podem aconchegar-se no clima frio de outono com um aparelho de fondue, guardar momentos em porta-retratos e álbuns de fotografias, junho 2018

28


negócios

É um mês onde as vendas crescem entre 10% e 15% e a expectativa é de que seja maior que no ano passado.

gens até luminárias modernas com temas da moda. Segundo ele, unicórnios, flamingos e lhamas são os bichinhos que estão em alta. "Este ano será o ano do neon, das luzes", sugere Hugo. Ele espera um aumento de vendas de 30% para o mês mais romântico do ano.

AMOR RIMA COM FLOR

,,

12 de junho é uma data amada pelas floriculturas – ainda mais se cair em dia de semana. "Os homens ficam mais românticos", diz Eliane Oliveira, proprietária da Borai Flores. Ela conta que tem vendido bastante pelo Whatsapp e em sua página no Facebook, plataforma onde publica fotos de seus arranjos de flores [fb.com/liliboleroflores]. A expectativa de Eliane é de vender ao menos 30 arranjos na data.

Queila Albani Gerente da Imaginarium Niterói

ROMANCE COM PIMENTA "É a época do ano com mais movimento", diz Lucas Oliveira, funcionário da Paradise Sex Shop. Há grande saída de fantasias, vibradores e, neste ano, a aposta é o gel para massagem. "Esquentam, produzem sensações, têm sabores", revela.

1. Almofada com lettering e coração neon são as apostas da Art Nit 2. Jogo 1, 2, 3 e já é um dos favoritos na Imaginarium

29

revista cdl niterói


e-commerce

Artigo completo no site: www.cdlniteroi.com.br

O contexto da revolução digital Com a popularização de computadores e da internet, os mais diversos mercados sofreram uma mudança nunca vista.

N

egócios locais competem a nível mundial, quer queiram ou não. Um bom exemplo são as antigas locadoras de filme, que do dia para noite começaram a competir com serviços como a Netflix. Ou seja, a fábrica chinesa compete com a loja da cidade. As empresas precisam se reinventar para continuarem vivas. O nível de competição e exigência do mercado não param de subir e você não pode ficar para trás. O primeiro passo para a adaptação à era digital é a criação de um e-commerce, um lugar onde qualquer um com acesso à internet pode comprar seus produtos. Os números de vendas online são bem expressivos. É previsto que em 2018 o faturamento chegue a 1,5 trilhões de dólares. No Brasil, a previsão é que supere 60 bilhões de dólares. O e-commerce é para qualquer um? Para ter sucesso, você deve estar atento a alguns pontos antes de iniciar a empreitada online, mesmo que seus produtos sejam ótimos e tenham grande apelo. Alguns desses pontos são: Que tipo de produto você vende? É um produto amplamente distribuído online ou atende a um nicho específico?

Como se destacar? Entregar um ótimo serviço, bem atender o cliente, avaliar as críticas e se consolidar como um vendedor confiável são algumas maneiras. Você tem controle de estoque e tecnologia? Para evitar experiências ruins na hora da compra, é necessário manter atualizadas suas informações sobre estoque. Você tem estratégia de marketing? Lembre-se, no ambiente online a competição é feroz. Não há como ter sucesso sem uma boa estratégia de marketing e competência. Por fim, mesmo que tudo isso seja novo e represente novas informações, não se assuste. Procure estudar o mercado e, no fim das contas, seu negócio pode alcançar grande notoriedade e aumentar seu lucro.

POR ÁLVARO CYSNEIROS

Presidente da Assespro RJ 7 Consulting (Representante Totvs em Niterói)

OTAVIO NETO 7 Consulting (Representante Totvs em Niterói)

• Fabrício Monteiro Coutinho • Samantha Almeida Uiterwall • Prya Centro de Beleza Eireli Me • Naopati Madeiras Ltda • RBS Imobiliária ltda • Dib Haddad e Filho Ltda • TCTF Serviços Médicos S/S Ltda • G Javarini Assessoria Contábil Ltda Me • I P Rohem Me

MAIO 2018 | NOVOS ASSOCIADOS CDL • Aloha Pescados Ltda • Multipla Administração de Benefícios Ltda • Lumarj Administração de Condomínios Ltda • Central Administração Imóveis Niterói Ltda • Leq Comércio e Serviços Auxiliares Ltda Me • Ótica Prática Comércio Varejista Eireli junho 2018

POR LUIZ

30


31

revista cdl niterรณi


junho 2018

32

Profile for CDL Niteroi

O Lojista Junho 2018  

O Lojista Junho 2018  

Advertisement