__MAIN_TEXT__

Page 1

Niterói

N I T E R Ó I Ano XXXVIII | www.cdlniteroi.com.br

NOVA LOJA

Uma loja conceito que oferece, além de produtos, cursos e conteúdo digital ACONTECE

ACONTECEU NA CDL NITERÓI

Encontro de CDLS e Fideliza Niterói movimentam a Câmara em agosto CULTURA

PENSE DENTRO DA CAIXA

Projeto interativo apresenta containers com intervenções artísticas, palestras e workshops UNIÃO

CDL NO SEU BAIRRO

Reunião discute a criação de um polo comercial na Rua Marechal Deodoro e adjacências

SETEMBRO 2019 | EDIÇÃO #593


editorial

N I T E R Ó I

De Utilidade Pública: Estadual, Lei n° 5579/65/ Municipal, deliberação n° 2539/65 CONSELHO SUPERIOR Presidente: Joaquim Manuel de Sequeira Pinto Vice-presidente: Ademir Antunes Carvalho MEMBROS DO CONSELHO SUPERIOR Antonio Carlos Costa Pires, Domingos de Carvalho Rodrigues, Elida Gervásio Gouvêa, Fabiano Gonçalves, Ithamar Torres Macen, Orlando Cerveira Francisco, Oswaldo Rodrigues Viera, Roberto Maurício Rocha, Ruan Carlos Teixeira de Oliveira e Salomão Guerchon DIRETORIA ADMINISTRATIVA Presidente: Luiz Vieira Vice-presidente: Manoel Alves Junior Diretores: Claudio Fonte Boa Pereira, Jorge Ivan Campos da silva, Jorge Gentile, Jorge Luiz Amorim Carvalho, Luiz Guilherme Guedes, Marinho Marcelino Neiva Filho, Rogério Rosetti, Sidney Moyses Vianna Freire. Suplentes: Joaquim Ferreira Dias e Luiz Vasconcelos de Lima CONSELHO EDITORIAL Luis Vieira e Joaquim Pinto SERVIÇOS DA CDL Serviço de proteção ao crédito, serviço de relações com usuários, central de informações, central de cadastro, central de processamento de dados, assessoria técnica, consultoria jurídica, serviço de documentação e divulgação e serviço de administração COORDENAÇÃO Alexandre Chaves e Bruno Ferreira. Redação: Gisele Duarte. Diagramação e design: Carlo Filardi. Assessoria: Heloisa Castro. Edição: Bruno Ferreira. Fotos: Agência EPK PRODUÇÃO: FireBall Edições Ltda-ME Publicação dirigida da CÂMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE NITERÓI, contendo legislação, índices econômicos e condensado de notícias e informações de interesses do comércio lojista. Distribuição: Câmaras de Dirigentes Lojistas, Associações Comerciais, Federações do Comércio, sindicatos e demais entidades de classe do País, identificadas com as atividades do comércio, bem como empresários e executivos especialmente cadastrados. O LOJISTA utiliza as seguintes fontes para editar o condensado de notícias: O Globo, Jornal do commercio, A Tribuna, O Fluminense e Diários Oficiais. Os índices, estatísticas e projeções são cuidadosamente compilados, de acordo com os últimos dados disponíveis no fechamento da edição. O uso dessas informações para fins comerciais e de investimentos é de exclusiva responsabilidade e risco dos seus usuários. IMPORTANTE: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

Sempre em movimento O mês de agosto foi de muitas atividades para a CDL Niterói e para os nossos associados. Os já tradicionais cafés empresariais, que acontecem mensalmente na Região Oceânica e na nossa sede, tiveram como tema a segurança – tanto a pessoal quanto a de estabelecimentos – em palestras muito instrutivas e relevantes para todos. Realizamos também mais uma edição do projeto “CDL no Seu Bairro”, que aconteceu na Rua Marechal Deodoro e teve como principal pauta a criação de um polo comercial na região. Além da CDL Niterói, também participaram do encontro a FCDL Rio e o SEBRAE, juntamente com os empresários. Outro ponto muito importante dentro das nossas atividades de agosto foi o lançamento do projeto “Fideliza Niterói”, que aconteceu em nossa sede e é uma grande oportunidade para empresários da nossa cidade. Além da CDL, participam do projeto outros parceiros que, juntos, têm como objetivo potencializar negócios e trazer desenvolvimento. E, se você pensa que a CDL Niterói vai parar por aqui, engana-se: em setembro teremos o lançamento da Escola de Gestão 4.0 – mais um projeto exclusivo da CDL Niterói que visa capacitar gestores e empresários no que há de mais moderno em termos de negócios no mundo. Mais uma vez reafirmamos o nosso compromisso com nossos associados de garantir capacitação e proporcionar crescimento saudável para empresas. Por último, destacamos o lançamento da campanha mais importante do ano para o comércio de Niterói: o Natal Premiado! Já tradicional na cidade, a campanha foi totalmente remodelada e modernizada. Lojistas interessados em participar podem entrar em contato com a CDL Niterói para maiores informações. O trabalho para atrair investimento, desenvolvimento e melhorias para nossa cidade não para. Seguimos em movimento para crescermos juntos. Confira nossas matérias especiais. Boa leitura. Unidos somos mais fortes.

ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA: Rua General Andrade Neves, 31, Centro, Niterói, RJ - CEP: 24210-000 / Tel.FAX: (21) 2621.9919 IMPRESSÃO: Gráfica Power Print (21) 3078.4300

Luiz Vieira Presidente

Circulação mensal nacional / tiragem 5000 exemplares

03

revista cdl niterói


índice # 593

Setembro 2019 25

história Conheça a Tecelagem Amazonas

06

café empresarial

A CDL ofereceu seus tradicionais Cafés Empresariais e o tema do mês foi a segurança preventiva

28

cultura O evento, organizado pela Lumis Comunicação Criativa, expôs oito contêineres com intervenções criativas

16

nova loja

Inaugurada em agosto, se destaca pela decoração e foi bem recebida pelo público da região

08

aconteceu Confira o que aconteceu na Câmara em agosto

10

economia Liberação do FGTS promete movimentar a economia

20 curtas

1)I Encontro de Hospitalidade de Niterói 2)CNDL defende aprovação da MP da Liberdade Econômica, 3) Mais de 12 milhões de consumidores sofreram alguma fraude financeira no último ano, 4)Oito em cada dez brasileiros estão dispostos a adotar mais práticas de consumo colaborativo

Colunista do mês de Setembro • Roberta Rocha - CDL Jovem

04

30 união

O encontro debateu a criação de um polo comercial


A proteção que você precisa sob medida para sua empresa. O Vida Empresarial é o seguro de vida em grupo criado, especialmente para pequenas e médias empresas, que oferece opções variadas de proteção para que você contrate de maneira fácil a melhor solução para o tamanho e o orçamento do seu negócio. Invista na sua competitividade com um plano simples de contratar que é calculado de acordo com o risco do seu ramo de atividade.

Faça uma consultoria personalizada, sem compromisso, com nossos especialistas. Mongeral Aegon Niterói – (21) 2620-9745

Central de Relacionamento: 4003-3355 (capitais e regiões metropolitanas), 0800 881 3355 (todas as localidades), 0800 771 5472 (deficientes de fala ou audição) ou sac@mongeralaegon.com.br Este anúncio contém informações resumidas. Para informações completas sobre o plano, consulte as condições gerais ou o regulamento. Planos garantidos por Mongeral Aegon Seguros e Previdência S.A., CNPJ 33.608.308/0001-73. Processos SUSEP: Global Uniforme: 15414.901604/2018-18; Livre Escolha: 15414.003037/2012-47. O registro desses planos na SUSEP não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização. O segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros 05 revista cdl niterói no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na SUSEP, nome completo, CNPJ ou CPF.


café empresarial

Segurança Preventiva

Integrantes do Batalhão de Polícia de Choque apresentam medidas simples que prometem reduzir o índice de vulnerabilidade Segurança é um assunto recorrente na CDL Niterói, que se preocupa e toma atitudes para diminuir a violência na cidade. Pensando nisso, em agosto, os tradicionais Cafés Empresariais abordaram o tema “Segurança Preventiva”. Os palestrantes, subcomandante Leonardo Novo, capitão Neyfson Borges e capitã Tatiana Lima, do Batalhão de Polícia de Choque, apresentaram medidas que podem ser tomadas para reduzir o índice de vulnerabilidade. Como explicaram, a segurança preventiva consiste em estar a frente nos casos de violência. É um conjunto de posturas e iniciativas adotadas com o objetivo de evitar um crime. O método pode ser exercido por qualquer cidadão e é ensinado pelo Batalhão de Polícia de Choque, como parte do Curso de Operações de Polícia de Choque, COPC. O treinamento, chamado de SEGPREV, tem a proposta de mostrar setembro 2019

para a população que é possível reduzir o gradiente de vulnerabilidade, implementando ou alterando hábitos e posturas simples do dia a dia. O principal objetivo é demonstrar que as escolhas podem contribuir categoricamente para o aumento da condição de risco e da exposição à ação de criminosos. “O alto preparo técnico do homem é fator de importância fundamental para a eficácia de sua ação”, foi com essa frase que o Capitão Neyfson Borges, comandante da Unidade de Controle de Distúrbios, UCD, começou sua palestra. Ele foi o convidado do Café Empresarial realizado na Região Oceânica, no dia 6, e em clima descontraído contou como aplica a segurança preventiva em sua vida. Como parte do Batalhão de Polícia de Choque, ele faz operação em favelas, situações com reféns e tumulto. E conta que o momento mais delicado que já se deparou foi in06


café empresarial

formar aos parentes sobre o falecimento de um policial: “Dar a notícia do óbito para a família é muito difícil. São coisas que ficam guardadas na memória”. Por passar por situações de risco, ele alerta sobre a importância de se estar atento a qualquer imprevisto: “Eu já passei por muitas situações de quase morte. Para sobreviver a esse meio, desenvolvemos estratégias para lidar com imprevistos. Estamos aqui para passar essas táticas que para nós são instintivas, mas que podem não ser para civis”. Entre as dicas, ele reforça a importância de se proteger e procurar abrigo em confrontos e evitar vias perigosas, principalmente à noite. Além de alguns cuidados ao volante: não deixar bolsas dentro do carro, olhar o retrovisor quando parar e analisar pontos de apoio no caminho, como, por exemplo, shoppings, postos de gasolina e patrulhas. Dando continuidade ao tema, no segundo Café, 13, a capitã Tatiana e do subcomandante Leonardo ensinaram outras técnicas, como visão periférica,

antecipação e distância de segurança. Regras que se resumem em estar atento ao que acontece ao seu redor, estar preparado para lidar com possíveis complicações e se manter afastado de pessoas ou situações que podem ser perigosas. Para o subcomandante, as táticas podem ser trabalhosas, mas asseguram a resguardo do cidadão. “A segurança., muitas vezes, é inversamente proporcional ao conforto”, afirmou. Os palestrantes ressaltaram o cuidado ao dirigir, o modelo do carro, película nos vidros, que pode ser um atrativo para assaltantes, vias perigosas, como a linha vermelha e amarela, e horários com maior atividade criminal, na parte da manhã, às 7 horas, e de noite, às 21 horas. O subcomandante também reforçou a importância de reforçar a proteção da casa, com câmeras e ofendículos. Enquanto Tatiana deu dicas para a segurança de mulheres em situações do dia a dia, como carregar muitas compras até o carro e o posicionamento das crianças no carro.

07

revista cdl niterói


acontece

Aconteceu na CDL Niterói união entre CDL Niterói, HubNit, Sebrae e Agência EPK faz a diferença para o desenvolvimento da entidade. Sobre o uso de mídias sociais, disse: “Hoje todo mundo está conectado, é extremamente necessário se manter ativo nas redes”. Outras unidades também compartilharam suas experiências e as táticas que utilizam para movimentar a Câmara e o comércio de suas regiões. A expectativa é que o encontro seja o primeiro de muitos, um trabalho que visa estreitar as relações entre CDLs e engajar os envolvidos.

Encontro de CDLS

A reunião tem o objetivo de dividir experiências e sugerir melhorias para as unidades.

No dia 13 de agosto, aconteceu uma reunião entre CDLs na sede da CDL Niterói. O presidente da CDL Niterói, Luiz Vieira, contou sobre as campanhas de Natal Premiado, Dia dos Avós, Dia das Mães, entre outras, que são desenvolvidas para estimular o consumo, fortalecer o comércio niteroiense e incentivar a demonstração de afeto. Falou também sobre o típico Café Empresarial e inovações como o Minuto com o Presidente, vídeo no qual Luiz Vieira comenta o tema de seu semanal para o jornal O Fluminense, e Escola de Gestão 4.0, uma parceria com o HubNit, que irá oferecer encontros mensais com uma trilha educacional voltada para os empreendedores de Niterói. Luiz Vieira explicou sobre a importância da assessoria de imprensa e das parcerias. Segundo ele, a setembro 2019

08


acontece

Fideliza Niterói Evento na CDL conta com palestrantes internacionais, casos de sucesso, metodologias e ferramentas para aumentar faturamento, reter e fidelizar clientes Como aumentar os resultados dos negócios? Essa foi a pergunta que movimentou a sede da instituição, no dia 30 de setembro. O “Fideliza Niterói” tem o objetivo de apresentar o projeto homônimo, do clube de vantagens do Ecossistema de Niterói, um cartão que oferece aos participantes descontos nos estabelecimentos associados de Niterói e “cashback” em mais de 130 mil empresas parceiras pelo mundo. Uma iniciativa do HUB Niterói, CDL Niterói e CASHBACK World, que promete responder ao questionamento e impulsionar o comércio. A ideia é criar um rede de relacionamento entre os comerciantes da cidade e conectar os consumidores de diferentes empreendimentos. Com o cartão Fideliza Niterói, o indivíduo tem acesso a preços diferenciados e recebe parte do valor de compra de volta. Um projeto inovador, apresentado por pesso-

as que revolucionam em seus setores: Luiz Guedes, empreendedor serial e Gestor, Rafael Sommerfeld, especialista em gestão comportamental, Rodrigo Azevedo, head de criação da Agência EPK, Adriana Farias, da Conexão Talento, Fernando Valery Merchant Services Manager, MyWorld, Humberto Roussado, MyWorld e Tiago Coelho, MyWorld.

SAÚDE PARA SUA EMPRESA A garantia de atendimento em um Plano de Saúde Completo. Para empresas, a partir de 03 beneciários.

a partir de

R$ 85,97*

CONSULTAS, EXAMES E INTERNAÇÕES • Hospital de Excelência • Centros Médicos • Centro de Diagnóstico • Emergência 24h • Maternidade 24h

Vendas (21) 3856-5696

planoamigo

• Centro Cirúrgico • CTI - Centro de Terapia Intensiva •Berçário e UTI Neonatal

empresarial

.com.br

*

09

setembro 2019

revista cdl niterói


economia

Liberação do FGTS promete movimentar a economia com a medida estima-se que R$ 30 bilhões sejam entregues para mais de 100 milhões de trabalhadores O Governo Federal declarou a liberação dos saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Com isso, estima-se que R$ 30 bilhões sejam entregues para mais de 100 milhões de trabalhadores. Intitulada como Saque Imediato, a medida permite que o cidadão retire uma quantia de até R$ 500,00, do emprego atual ou dos anteriores. O brasileiro poderá fazer o saque a partir do dia 13 de setembro. Se tiver conta poupança Caixa, o depósito será feito automaticamente. E para o trabalhador que possui o Cartão Cidadão, o saque poderá ser realizado nos caixas eletrônicos. O Saque Aniversário também é uma novidade e começa a valer em abril de 2020. Ele vai permitir saque anualmente, de acordo com a sua data de aniversário. A caixa disponibilizou um cronograma para as primeiras retiradas. Mas, a partir de junho, os saques poderão ser feitos no mês de aniversário do trabalhador. Quem tiver interesse deve entrar em contato com a Caixa a partir de outubro. Como a mudança não é obrigatória, quem não for a uma agência do banco continuará na regra anterior. Vale

setembro 2019

ressaltar que, quem escolher pelo Saque Aniversário, a partir de 2020, poderá sacar uma parcela do FGTS todo ano, porém perde o direito de embolsar o valor total do fundo se for demitido. A CNDL, Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, declarou apoio à decisão do Governo Federal de liberar os saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A Confederação acredita que a medida irá contribuir para a dinamização da economia, uma expectativa do setor varejista. E vê como positiva a injeção de recursos, que pode aquecer os setores do comércio e serviço, que, juntos, representam mais de 73% do PIB do país e movimentam cerca de R$ 4,1 trilhões por ano Outra expectativa é de que a medida sirva de estímulo ao consumo, e ajude a população a quitar dívidas, dessa forma, a inadimplência seria reduzida e a economia voltaria a crescer. Segundo o Indicador de Uso do Crédito, 17% dos consumidores brasileiros tiveram crédito negado ao tentarem fazer uma compra a prazo. A principal razão seria o registro no cadastro de inadimplentes (27%).

10


䈀愀氀挀漀 搀攀 攀洀瀀爀攀最漀猀

11

revista cdl niterói


setembro 2019

12


artigo

Temos uma luz no fim do túnel? A liberação do FGTS e os possíveis impactos da medida

A

ssim como foi adotada no governo Temer, o ministro da Economia, optou por adotar mesma medida de liberação de recursos do FGTS na intenção de contribuir com a dinamização da economia, sobretudo no setor varejista. Além disso, o governo também anunciou uma nova modalidade de saques a partir de 2020, que poderão ser feitos no aniversário de cada trabalhador. Esse dinheiro extra teve um impacto positivo no crescimento do Produto Interno Bruto no governo anterior, gerando importante impacto no resultado da economia, onde, um quarto do que foi movimentado, concentrou-se somente no comércio varejista. O consumidor canalizou a maioria desse extra na compra de roupas e calçados, artigos de uso pessoal e doméstico e móveis e eletrodomésticos, o que contribui para máquina voltar a andar! A intensão é que o efeito se repita, além de possibilitar ao consumidor inadimplente quitar suas dívidas,

deixando os cadastros de negativação, permitindo assim que ele retome acesso ao crédito, e consequentemente restabelecendo seu poder de compra; sobretudo nas classes C, D e E, que foram fortemente atingidas pelo endividamento causado com o aumento da crise e do desemprego. Vale lembrarmos também que tão importante quanto recuperar o poder de compra e estimular ao consumo é que este último aconteça de maneira consciente, para que não haja novos endividamentos e acabemos voltando à estaca zero.

POR ROBERTA ROCHA CDL Jovem

13

revista cdl niterói


Nosso trabalho ĂŠ deixar vocĂŞ cada vez mais tranquilo.


agenda

Programação CDL 2019 Os workshops do Sebrae são gratuitos.

Café Empresarial Região Oceânica 03 de Setembro - Bate Papo Empresarial (Trabalho em Equipe ) – Como construir um time de resultados! 01 de Outubro - Bate Papo Empresarial – Modernização das Lojas. 5 de Novembro - Como Alavancar suas Vendas?

Café Empresarial Centro de Niterói 10 de Setembro - Bate Papo Empresarial Os impactos da Lei de Proteção de Dados na atividade dos lojistas 08 de Outubro - Antecipe seu Sucesso! Planeje 2020! 12 de Novembro - (técnicas de arrumação) – Vitrinismo.

Workshop 17 de Setembro - Como Grandes Líderes Inspiram a Ação nas Empresas. 15 de Outubro - Instagram para Pequenos Negócios. 19 de Novembro - O que nos faz felizes no nosso ambiente de trabalho.

Cursos 10 e 11 de Setembro - Pratique - preço de venda 08 de Outubro - Pratique - atendimento 28 a 31 de Outubro - Técnicas de vendas 12 e 13 de Novembro - Pratique - comunicação não violenta *Alguns temas podem mudar de acordo com a disponibilidade do palestrante, sem aviso prévio. Verifique sempre junto à administração. Fique ligado!

15

revista cdl niterói


loja nova

Repaginada Casa das Ferramentas é inaugurada na Rua Marechal Deodoro, que é cogitada como novo polo comercial da cidade Nova empreitada dos sócios da Casa das Fechaduras, a Casa das Ferramentas busca suprir as demandas de um outro segmento. Inaugurada em agosto na Rua Marechal Deodoro, 192, se destaca pela decoração e foi bem recebida pelo público da região. O propósito é ser uma loja conceito e oferecer, além de produtos, cursos e conteúdo digital. Uma tentativa de aliar história e inovação. A entrada chama a atenção, os letreiros amarelos guiam ao interior cuidadosamente pensado. Os detalhes: leiteiras antigas foram adaptadas e agora servem como bancos dispostos ao longo da bancada de marcenaria - que, pasmem, tem mais de 50 anos. No fundo da loja, um painel traça a história dos proprietários. Fotos de Nicolau Pereira, o sócio-proprietário, na juventude, Joaquim Pinto quando criança e seu pai Isaac Pinto, o fundador, em seu primeiro emprego, como vendedor de uma quitanda de abóboras. Isaac trabalhava no antigo Mercado Municipal, na Praça XV, Rio de Janeiro. Depois foi para a extinta Casa Borges e lá aprendeu o ofício do comércio de ferragens, fechaduras e ferramentas. Logo abriu a loja “Ribeiro & Ferreira”, junto com José Ribeiro. Em seguida, montou a “Isaac das Fechaduras” com seu tio Amadeu Joaquim e o primo Nicolau. Mais tarde renomeada Casa das Fechaduras, o empreendimento é até hoje comandado por Joaquim e por Nicolau, que sempre foi próximo de Isaac. setembro 2019

Aos 10 anos, Nicolau começou a trabalhar em uma barraquinha de fogos com Isaac. “Ele me incentivava muito ao comércio e me ensinava todas as técnicas”, conta. “Fui me adaptando, tinha o meu dinheirinho. Imagina, uma criança ter dinheiro pra comprar bala”, relembra. Fazia companhia no caminho para a Loja das Fechaduras, e, aos 14 anos, se juntou a ele. “Uma experiência muito boa e estou aqui até hoje, trabalhando com o que, para mim, é tudo”. Uma vocação, como explica: “Cê (sic) imagina, eu ia fazer medicina, seria um mau médico, então prefiro ser um bom comerciante”. No mesmo quarteirão havia duas unidades da Casa das Fechaduras, sempre com boas vendas. Mas, por causa da crise, resolveram transferir os funcionários para outra empresa e incluir um novo ramo: ferramentas. “Um tiro certo”, afirma Nicolau. Joaquim também embarcou na empreitada: “A crise econômica faz com que você acabe inovando e se reinventando, saindo da caixa para sobreviver. Então eu, Nicolau e os nossos filhos (André, Andressa e Lídia) conversamos e vimos uma tendência no mercado: o ‘comércio de conceito’ - como as barber shop e as cervejarias artesanais. Então tivemos a ideia de trazer essa novidade para o empreendimento”. Os dois abraçaram o projeto e se empenharam para montar a loja. “Fiquei até emocionado de ver. Tal16


loja nova

vez ele esteja curtindo até mais do que eu”, fala Nicolau sobre o envolvimento do sócio. E compartilha também os planos de expansão do conceito para a Casa das Fechaduras. Para ele, embora incômoda, a crise econômica do país não assusta: “Nós já passamos por baixas piores nesses 55 anos que tenho de empresa, talvez essa seja a mais branda”. E conta o segredo para contornar a situação: “Temos que nos adaptar. Viemos de uma origem humilde, sabemos o que passamos, então isso nós podemos superar”. E, de fato, conseguiram reverter o cenário da empresa. Em pouco tempo desde que foi inaugurada, a Casa das Ferramentas já colhe os frutos: “A empresa, em uma semana, já teve um crescimento muito interessante. As pessoas estão gostando do novo conceito”, comemora. É tanto sucesso que já fazem planos para o futuro: “Nós teremos uma sala para cursos aqui em cima e vamos criar um canal no YouTube da Casa das Ferramentas, para disponibilizar as aulas lá. Queremos entrar no e-commerce também, em breve”, declara. Além da loja, ele afirma que o investimento na equipe é essencial para alcançar esse resultado: “Você tem que apostar muito nos seus colaboradores e no seu negócio. Por isso, acredito, também, que o êxito desse empreendimento se deve a Thiago Barbosa, Rafael Belo, e Henrique Nunes, que fazem parte da nossa equipe. Eles fazem parte da engrenagem, ajudaram muito na obra, na elaboração do projeto, em fazer a coisa andar e funcionar”. Valorizar os funcionários é a primeira dica que ele dá, quando perguntado sobre os novos empreendedores e a busca por um negócio bem sucedido. Thia-

go, responsável pela logística, conta sobre a reforma: “É um projeto que está renascendo, não só para a Casa das Ferramentas, mas para o grupo inteiro. Passar por isso vai ser bom, em um momento em que o mercado está em queda, mostrar que nós temos fôlego e que podemos crescer é bom para o negócio. Para os concorrentes também, servimos como um exemplo de superação”. Por outro lado, Henrique, gerente operacional de vendas, é conhecido como “o inquieto”. Responsável pela arrumação da loja, sugere mudanças e não se acomoda. Essenciais para o período atual, os detalhes da reforma são acompanhados de perto pelo time: o depósito, a centralização do departamento de compras e o próximo passo: a adequação dos processos e suprimentos. Joaquim compartilha que, somente quando todos os pontos estiverem finalizados, eles serão capazes de implementar o e-commerce, já que este depende de uma estrutura bem gerenciada.

17

revista cdl niterói


loja nova

O intuito é que o desenvolvimento do polo ajude a fomentar negócios e estimule a reformulação das lojas. “A dinâmica do comércio depende de uma auto reavaliação e da vontade de crescer juntos. Aí sim, traremos melhorias para a região”, reflete Joaquim, que observa o retorno das lojas de rua e o impacto dos novos empreendimentos na Marechal Deodoro: “Percebemos que a vinda dessas casas que vendem artigos para festas já trouxe um público diferente daquele que costumava frequentar a rua. Essa mudança está trazendo o público de volta para cá. O pessoal, às vezes, não quer ir muito longe ou ter que pagar estacionamento. Então tendem a consumir perto de casa. Acreditamos muito na volta do comércio de rua, que já foi muito forte aqui”. Os sócios descrevem o movimento como ‘nadar contra a maré”. “Diferentemente daquilo que se escuta nos noticiários - que a economia está retrocedendo e que não estão acontecendo novos investimentos - estamos fazendo uma aposta bem planejada e esperamos colher os frutos. Na verdade, já conseguimos ver os resultados positivos da nova loja”, conclui.

A reestruturação se liga à revitalização da rua e à especulação sobre o estabelecimento do pólo comercial da Marechal Deodoro e adjacências, uma iniciativa apoiada pela CDL Niterói. A ideia é criar uma associação e formalizar um estatuto que ajude a restaurar a popularidade do local. “Os comerciantes estão se unindo e cobrando o desenvolvimento do polo. Tivemos uma primeira reunião da CDL no bairro, trouxemos o Sebrae e queremos consolidar o estatuto na próxima. Assim, poderemos lutar por regras de carga e descarga, estacionamento e eventos”, diz.

setembro 2019

18


19

revista cdl niterรณi


curtas

1

2

I Encontro de Hospitalidade de Niterói

O avanço tecnológico transforma a maneira do cidadão se relacionar com produtos e serviços. No turismo não seria diferente, a tecnologia promove uma modificação do comportamento do consumidor. Desde o início da sua relação comercial – quando escolhe o destino turístico, onde se hospedará e qual serviço irá consumir – até sua decisão de indicar ou não os serviços que utilizou. Mais sensível e crítico à maneira como é recebido. Para discutir o equilíbrio entre Tecnologia e Hospitalidade, o Niterói Convention & Visitors Bureau realizou o “I Encontro de Hospitalidade de Niterói”, com apoio da CDL Niterói. O evento, voltado aos profissionais da rede de hospitalidade da cidade, abordou, entre outros assuntos, o perfil de consumo do novo viajante e os dez paradigmas que limitam o avanço do turismo, além de tratar da questão “atendimento e hospitalidade”, indicando caminhos e novas atitudes para os profissionais que atuam no universo do chamado Turismo 4.0.

3

O texto, sancionado pelo presidente no dia 30 de abril, pretende desburocratizar e promover o ambiente de negócios no país. A nova legislação traz uma série de orientações referentes a atos públicos como licenças, autorizações, inscrições, registros, alvarás e outros documentos exigidos pela administração pública como condição prévia para o exercício de atividade econômica. A ideia é fortalecer a livre iniciativa e de simplificar e estimular a atividade empreendedora no Brasil. Além de modernizar a economia, melhorar o ambiente de negócios e atrair investimentos, condições primordiais para o crescimento econômico e consequente criação de empregos em todo o país. (Fonte: CNDL)

4

Mais de 12 milhões de consumidores sofreram alguma fraude financeira no último ano

(Fonte: CNDL)

(Fonte: CNDL) (21) 98038-1991

LOJAS

@P18ARQUITETURA

RESTAURANTES

CORPORATIVOS

setembro 2019

Oito em cada dez brasileiros estão dispostos a adotar mais práticas de consumo colaborativo

O consumo por meio de trocas e compartilhamento vem ganhando espaço no cotidiano dos brasileiros. Enquanto alguns já adotam essas práticas, muitos se veem como futuros adeptos. Um levantamento realizado pela CNDL e pelo SPC Brasil mostra que, em um ano, aumentou de 68% para 81% o número de brasileiros que estão dispostos a adotar mais práticas de consumo colaborativo no seu dia a dia nos próximos dois anos, percentual que se mantém próximo em todas as faixas etárias e classes sociais. No geral, 74% das pessoas ouvidas já utilizaram ao menos uma vez, ainda que sem frequência definida, alguma modalidade de consumo colaborativo. Para muitos, o consumo compartilhado é um caminho sem volta: 88% dos entrevistados acreditam que essas práticas vêm ganhando espaço na vida das pessoas. E essa mudança de paradigma é impulsionada, principalmente, pelas novas tecnologias. Para 85%, a internet e as redes sociais contribuem para o desenvolvimento de confiança entre os envolvidos nesse tipo de prática.

Sejam consumidores, empresas ou governos, as fraudes financeiras representam um risco para a segurança de diversos setores da economia. E com o avanço tecnológico, as oportunidades e os métodos para fraudar também vêm se tornando cada vez mais sofisticados, causando danos financeiros em um número cada vez maior de pessoas. De acordo com uma pesquisa da CNDL e do SPC Brasil, 46% dos internautas brasileiros foram vítimas de algum tipo de golpe financeiro nos 12 meses anteriores ao estudo, o que equivale a um universo aproximado de 12,1 milhões de pessoas. Não receber item comprado, produto ou serviço diferente das especificações da venda e clonagem de cartão despontam como as fraudes mais comuns. Perda de tempo e burocracia para provar que estão com a razão são principais dificuldade, avaliam vítimas. Prejuízos gerados equivalem a R$ 1,8 bilhão.

PROJETOS E REFORMAS

CNDL defende aprovação da MP da Liberdade Econômica

P18ARQUITETURA@GMAIL.COM

20


OPORTUNIDADE IMPERDÍVEL

PARA ASSOCIADOS DA CDL NITERÓI E SEUS FUNCIONÁRIOS!

DESCONTO ESPECIAL

3 000,00

R$ .

O MELHOR APARTAMENTO EM MARIA PAULA

MELHOR PREÇO

MELHOR LOCALIZAÇÃO

MELHOR PLANTA

A CDL NITERÓI E A CAC ENGENHARIA FIRMARAM UMA PARCERIA PARA LEVAR BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS A TODOS OS ASSOCIADOS CDL E SEUS FUNCIONÁRIOS. OPORTUNIDADE IMPERDÍVEL PARA ADQUIRIR O MELHOR APARTAMENTO DE MARIA PAULA E REGIÃO (15 MINUTOS DA REGIÃO OCEÂNICA E DAS PRAIAS DE PIRATININGA, CAMBOINHAS E ITACOATIARA). DESCONTO ESPECIAL, CUMULATIVO A DEMAIS BENEFÍCIOS, DE MAIS DE R$ 3.000,00.

FALE COM NOSSOS CONSULTORES

2 QUARTOS COM 47,97M2 CONDOMÍNIO COM ÁREA DE LAZER COMPLETA A PARTIR DE R$ 139.900,00 PARCELAS A PARTIR DE R$ 599,00 DESCONTOS DE ATÉ R$ 27.000,00 REGISTRO E ITBI GRÁTIS 21 USE SEU FGTS CACENGENHARIA.COM.BR/RESIDENCIALPORTINARI 21

0800 944 0081 97216-5597

revista cdl niterói


setembro 2019

22


informações úteis

calendário

Confira as datas comemorativas e feriados • • •

Feriado para quem trabalha no comércio Feriados Datas comemorativas

SETEMBRO

NOVEMBRO

07 SÁB - dia da independência do brasil 15 DOM - dia do cliente

02 SÁB - finados 15 SEX - proclamação da república 20 QUA - dia nacional da consciência negra 22 SEX - aniversário de niterói

OUTUBRO 01 TER - dia do vendedor 12 SÁB - dia das crianças 12 SÁB - nossa senhora aparecida 15 TER - dia do professor 30 QUA - dia do comerciário

DEZEMBRO 24 TER - véspera de natal 25 QUA - natal

23

revista cdl niterói


Niterói

ESCOLA DE GESTÃO 4.0 Início das aulas: 25 de setembro Local: CDL Niterói Rua General Andrade Neves, 31, Centro Inscreva-se e participe de trilhas educacionais sobre empreendedorismo, gestão e inovação da CDL. Benefício exclusivo para associados da CDL Niterói. Não é associado? Aproveite, associe-se agora e tenha vantagens exclusivas.

Informações e inscrições pelo telefone: 21 – 2621- 9919 ou pelo site: www.cdlniteroi.com.br ATENÇÃO, VAGAS LIMITADAS! Realização:

setembro 2019

Apoio:

24


história

Tecelagem Amazonas A popularidade de uma das mais tradicionais da cidade

D

inâmico, Wilson Tauil era um dos lojistas mais festejados da cidade pela simplicidade e atenção que dava a todos. Sua Tecelagem Amazonas, uma das mais procuradas por sua variedade em cortinas, tapetes e forrações, tinha também uma das equipes mais competentes na área de decoração. Usava o slogan "a Prefeitura fica em frente à Tecelagem Amazonas".

POR CARLOS RUAS

Jornalista, relações públicas e publicitário

parceiros da CDL • Uk Connection Internacional Luxe Ltda • Daniel Silva Contabilidade • Inoa Mundo das aguas Com de Bombas Eireli • Silvio Carvalhal de Souza Junior • Pj Soluções Digitais • ACF Papelaria Eireli • Materiais de Construção Ponto 90 • Denise Madalena da Costa Toledo • RCL II Serviços e Comércio Ltda • JS Pinto Assessoria e Consultoria 25

• Rafael Silveira Fagundes • Ana Paula Cleven • Maysa Kelly Figueiredo de Oliveira • Master Bike Indústria de Bicicletas Ltda • Mateus Silva Freire - Dossiê Total • Jorge Renato Freire - Cebraco • Bioclean Imunizações e Serviços Ltda-Me • Social Rbn - Sociedade de Adm e Participações Ltda • EditPlast Indústria e Comércio Ltda Me • Voxter Telecomunicações Ltda • Desire Cosméticos Ltda revista cdl niterói


informações úteis

Indicadores Confira datas de pagamentos e índices econômicos

data: 23/08/2019

previsão para o crescimento do pib (2019) - 1,5% fonte: FMI

índice de atividade econômica - ibc-br (%) -0,73 (agosto/2019) salário mínimo salário Mínimo - RJ

R$ 1193,36

salário Mínimo - Brasil

R$ 998,00

Volume de vendas do varejo mês (maio)

trimestral

- 0,1%

0,5%

Fonte: IBGE

Mercado moeda

último(R$)

compra (R$)

venda (R$)

variação (%)

dólar comercial

4,0424

4,0423

4,0429

- 0,57%

dólar turismo

4,2041

4,2041

4,2041

- 0,65%

papel

descrição

último

compra

venda

variação (%)

real x dólar balcão

dólar comercial em real, mercado (valor econômico)

4,0399

4,0393

4,0399

- 0,63%

real x dólar turismo

dólar turismo em real, mercado (valor econômico)

4,2010

4,2010

4,2010

- 0,65%

real x euro

real em euro, oficial (bacen)

4,4807

4,4800

4,4808

-0,52%

Fonte: Valor Data (20/08/2019)

IR na fonte faixas de contribuição base de calculo

Aliquota

Parcela a deduzir

em R$

em %

ir - em r$

de 1.903,99 até 2.826,65

7,5%

142,80

de 2.826,66 até 3.751,05

15,0%

354,80

de 3.751,06 até 4.664,68

22,5%

636,13

IR acima de R$ 4.664,68

27,5%

869,36

setembro 2019

26


informações úteis

inflação

aplicações (20/08) índice

em %

índice

período

meta para a taxa selic

5,90%

IPCA - %

agosto/19 0,17

3,22%

poupança antiga

0,5%

IPCA 15 - %

agosto/19

3,27%

poupança nova

0,3715%

IGPM - %

agosto/19 -0,55

6,39%

Fonte: Valor Data

no mês

12 meses

Fonte: Valor Data e Anbima

Contribuição previdenciária (20/08) salário de

alíquotas em %

contribuições em R$

INSS (1)

Até 1.751,81

8%

8%

De 1.751,82 a 2.919,72

9%

9%

De 2.919,72 a 5.645,80

11%

11%

Empregador doméstico (3) 8%

Dados do município

IRPF (2)

IDH

0,837

renda média

2.000,29

índice de alfabetização

97,4%

Taxa de escolarização de 6 a 14 ano s de idade [2010]

-

97%

INSS salário de contribuição

aliquota(%)

alíquota do salário de contribuição até r$ 1.693,72

8,0%

alíquota do salário de contribuição de r$ 1.693,73 a r$ 2.822,90

9,0%

alíquota do salário de contribuição de r$ 2.822,91 até r$ 5.645,80

11,0%

CDI Over (Cetip) - 6,40% Poupança do Dia: 22/08/2019 (Bacen)

0,37%

Desconto de Duplicata pré-fixada, PJ (Bacen)

31,44%

Capital de Giro, sup. 365 dias, flutuante, PF (Bacen)

11,70%

Taxa Referencial - (Bacen)

0,00%

Taxa de Cheque Especial PF (Bacen)

10,48%

Taxa de Crédito Pessoal, PF (Bacen)

5,47%

Taxa de juros para aquisição de veículos, PF (Bacen)

1,62%

27

revista cdl niterói


cultura

Pense dentro da caixa Projeto interativo apresenta containers com intervenções artísticas, palestras e workshops O nome Think inside the box brinca com o clichê “pense fora da caixa”, nesse caso, a caixa é representada por um contêiner e, dentro dele, arquitetos, designers de interiores, artistas plásticos e paisagistas criam uma experiência imersiva para os visitantes. O evento, organizado pela Lumis Comunicação Criativa, aconteceu no mês de agosto e, ao total, expôs oito contêineres que continham intervenções e abordagens diferentes . Sustentabilidade, acessibilidade e equilíbrio social. Esses foram alguns dos temas abordados no ThB! Valéria Lopes, responsável pela iniciativa, se destaca pela irreverência e inovação: “A gente se auto intitu-

setembro 2019

lou um centro de inspirações, diferente de tudo que a cidade já viu’. Em busca de um conceito diferente, que misturasse criatividade e experiência, Valéria pesquisou durante anos e amadureceu o conceito antes de tirar o projeto do papel. “De três anos para cá, eu aprimorei a ideia. Fui até pessoas com que me identifico e a maioria topou na hora. Eu não fiz nada acontecer sozinha, não conseguiria, nunca. Todos que, direta ou indiretamente, toparam participar são responsáveis pelo sucesso do ThB!”, explica. Trabalho em equipe que torna a experiência possível. Sobre os efeitos esperados, afirma: “Cada um leva da-

28


cultura

}

A nossa ideia é que a pessoa se sinta bem aqui independente de como ela seja Valéria Lopes

Responsável pelo projeto ThB

qui o que para si fez sentido. Além do visual, acho que o que faz a diferença é o sentimento. Cada ambiente foi pensado de forma única para gerar essa impressão”. A base, afirma, são as caixas, mas eles foram além disso: “Nosso mote principal são os contêineres com intervenções criativas, desenvolvidos por profissionais chancelados da cidade de Niterói, mas também temos workshops, palestras, uma agenda cultural”. Pensando na inclusão, Carolina Siggelkow foi convidada para tornar o ThB! acessível a todos. “A Valéria me contou sobre o projeto e de cara pensei em abordar no meu container a acessibilidade. E levei essa ideia para fora da minha caixa, me disponibilizei para fazer todo o evento acessível, com rampas e banheiro adaptado”, conta. Uma quebra de barreiras, como tem feito durante toda sua carreira. Durante o mestrado em Engenharia Civil, conheceu o grupo OCAS, que a apresentou ao tema. Lá, estudou e se apaixonou pela acessibilidade. “Hoje, dez anos depois, meu pai se tornou cadeirante e eu tirei da gaveta esse projeto. Quero mostrar uma nova forma diferente de analisar a acessibilidade, um olhar mais humano, menos frio. E aqui foi um palco maravilhoso para expor essa perspectiva”, explica.

Embora enfrente dificuldades para trabalhar na área, Carol se mantém firme ao objetivo de unir acessibilidade e beleza. O objetivo é também transmitir a alegria e o acolhimento nos ambientes que desenvolve. “Na entrada do contêiner eu coloquei a imagem do homem vitruviano, o dito padrão, desde Leonardo Da Vinci, tudo que é projetado é pensado para esse homem, com as medidas que satisfazem esse homem. E embaixo eu coloquei a pergunta ‘Até quando iremos usar somente esse padrão?’ E quem é mais baixo, mais alto e quem não se encaixa?”, diz. O conteúdo tem áudio explicativo, banco com prótese e arte do Coletivo Polígono, que representa de maneira alegre e colorida diversas deficiências. O interior do ambiente conta com detalhes em madeira que refletem a sensação de acolhimento. O verde das plantas representa os impactos das ações no futuro. “Tudo que se planta hoje, se colhe amanhã. Vamos plantar um futuro mais acessível!”, clama Carol. Próximo a porta de saída, uma pequena mesa está posicionada em frente a um espelho, nele um questionamento: ‘No futuro que estamos construindo haverá esse lugar?’ Ou seja, será que teremos esse espaço a oferecer às pessoas com deficiências.

29

revista cdl niterói


união

CDL no seu bairro Reunião discute a criação de um polo comercial na Rua Marechal Deodoro e adjacências atraente, colocar mais lâmpadas, podar as árvores, tomar medidas que melhorem a violência”. Uma solução revelada pela teoria das janelas quebradas, apresentada por Fabiano. A tese defendida por James Wilson e George Kelling pregava que a deterioração da paisagem urbana é lida como uma ausência dos poderes públicos. o que faz com que a população se sinta insegura e aumente a incidência de crimes. Utilizada em 1990, em Nova York, a campanha de restauração da cidade resultou em uma diminuição da violência. Márcio Garcia, morador de Icaraí, compartilhou a sua experiência na região: “Em casa me sinto mais seguro, saio e volto andando sem medo. Mas o meu filho, que mora no Centro, vive outra realidade. Não me sinto seguro para ir visitá-lo”. Já Fabiana Rodrigues, comerciante, aplicou a teoria em sua loja: “Coloquei um piso branco, todo mundo disse que não iria funcionar, mas eu segui com a ideia. Hoje eu vejo a boa repercussão do negócio e vendo essa ideia, e muitas lojas seguiram modelos diferentes de inovação”. Na reunião também foi apresentado um documento preliminar desenvolvido por comerciantes antigos da rua, o estatuto para uma associação. “Para ganhar peso na constituição, nós temos que trazer ele a vida. Com isso, teremos legitimidade para cobrar. E o Sebrae, a partir daí, poderá nos ajudar”, disse Fabiano. Juliana Marinonio, coordenadora da Região Leste Fluminense do Sebrae, prometeu levar as propostas para a instituição e declarou apoio ao projeto. “Eu tenho no Fabiano Gonçalves e no Luiz Vieira grandes parceiros”, falou. E o presidente deixou claro que se trata de um plano a longo prazo: “Essa é uma primeira reunião, nós precisamos agora criar uma comissão, uma associação para dar andamento a todas essas ideias”, afirmou.

O CDL no seu bairro é um projeto realizado em diversas localidades de Niterói, a fim de promover um debate entre os empresários da região e desencadear medidas que melhorem o comércio local. O último encontro foi realizado no dia 31 de julho e discutiu a criação de um polo comercial na Rua Marechal Deodoro e adjacências, além de uma associação. O presidente da CDL Niterói, Luiz Vieira, abriu a reunião com um discurso animador, comemorou a realização do CDL no seu bairro e agradeceu aos presentes. Fabiano Gonçalves, Vice Presidente da FCDL Rio de Janeiro, também foi ao encontro e destacou pontos fortes da cidade: “Niterói está crescendo. É o segundo maior polo universitário do país, só perde para Campinas”. Mas também pontuou os tópicos preocupantes: “Marechal Deodoro foi uma artéria criada para dar vazão ao terminal, o que causa um grande fluxo de veículos. O centro é fundamental para nós, mas ele está degradado. Precisamos tornar a região mais

setembro 2019

30


INÍC 1 IO

/11

5 SORTEIOS

30/11 7/12 14/12 21/12 28/12 OS SORTEIOS SERÃO PELA LOTERIA FEDERAL ASSOCIADO

NÃO ASSOCIADO

em até 5x sem juros

em até 5x sem juros

R$500

R$650

COMEÇE A PAGAR EM NOVEMBRO! cartão ou boleto bancário

Participando até 30/10 ganhe +500 cupons digitais

ENXOVAL POR LOJA 500 cupons impressos

Mobile

1000 cupons digitais

Stopper

Cartaz A3

Post para redes sociais

(21) 2621-9919

www.natalpremiadocdlniteroi.com.br 31

revista cdl niterói


setembro 2019

32

Profile for CDL Niteroi

O Lojista - setembro 2019  

O Lojista - setembro 2019  

Advertisement