Issuu on Google+


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

espaço do leitor A diferente magazine abre espaço para o seu leitor! mande suas críticas, elogios ou sugestões pra gente!

mototáxi “Venho parabenizar toda equipe da Diferente Magazine pelo excelente trabalho que vem desenvolvendo nesta cidade, através deste meio de comunicação popular de massa, e, vale ressaltar, de ótima qualidade. Nós, do sindmototáxi (Sindicato dos mototaxistas, motociclistas, motoboys e motogirls de Lauro de Freitas - Bahia), iremos nos sentir muito agradecidos em fazer parte de uma matéria nesta revista que em tão pouco tempo conquistou os munícipes desta cidade! Seria importante não só para nós, mas para os leitores poderem conhecer mais sobre uma categoria que presta um serviço de tão grande importância para nossa sociedade, que sofre com o engarrafamentos constantes. Hoje, considerando que o mototáxi é um dos principais meios de transporte (e, provavelmente,

cartas e e-mails o mais eficaz), nos sentimos na obrigação de prestar esclarecimentos à sociedade de Lauro, e cobrar do setor público melhores condições para a categoria, uma vez que já se encontra nas mãos da prefeita uma lista com 15 reivindicações”. Alessandro Linhares Presidente do sindmototáxi

Sugestão anotada, Alessandro. Em breve, você poderá conferir aqui nas páginas da Diferente Magazine uma matéria sobre essa classe que tanto ajuda a população laurofreitense. Forte abraço!

diferente Fiquei muito feliz em receber em casa uma revista bonita e com conteúdo de qualidade como a Diferente Magazine. A população de Lauro de Freitas precisava mesmo de um periódico como esse, com matérias abrangentes sobre cultura, comportamento e política. Desejo vida longa a essa revista. Parabéns a toda equipe. Luzia Barbosa dos Santos, 63 anos, professora aposentada e laurofreitense Agora a TV Diferente ficou completa. A revista chegou na hora certa trazendo embates políticos de primeira qualidade. Parabéns! Eliovaldo Pereira Araújo, 45 anos, Advogado

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 3


rolou na blogosfera tô com chico e não abro Chico Franco é pré-candidato a prefeito de Lauro de Freitas pelo PCdoB e na base do Governo Moema Gramacho. Filho da terra, tem credenciais de sobra para oferecer o seu nome na disputa. Vale lembrar que consegue pontuar muitíssimo bem em todas as pesquisas realizadas até agora para aferir o desempenho dos pré- andidatos. Conta ainda com o apoio incondicional da deputada federal Alice Portugal, do presidente do PCdoB na Bahia, o deputado federal Ladislau Leal Daniel Almeida e de todos os Blog do Lau www.ladislauleal.com.br camaradas daqui e de lá.

visite também: blogdelauro.com catiripapu.blogspot.com

novo blog Surge um novo veículo de comunicação no município. O Lauro de Freitas News – LF News – vem com o propósito de um site democrático, ético, imparcial, profissional e verdadeiro. Aqui todos têm espaço. Mostraremos a verdade, a realidade – com apuração, credibilidade e responsabilidade. Hoje somos – a imprensa - o quarto poder, representamos a sociedade e levamos a ela informações. A informação é muito importante para a sociedade, e, se pessoas escolheram atuar de forma profissional na área do jornalismo, elas devem essa obrigação à sociedade, relatando as notícias de forma mais objetiva possível. Liber-

dade de imprensa é ser capaz de superar todos os obstáculos que poderiam sufocar a livre circulação de uma informação verdadeira.

marcelo aragão www.lfnews.com.br

cafecomnoticias.com.br adailtonreis.blogspot.com

quer ver seu blog aqui? mande suas sugestões pra gente!

4 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012


capa

“Minha inquietude está diretamente relacionada à necessidade de realizar” Localizado a 56 km de Salvador, Mata de São João é hoje o mais importante município do Litoral Norte da Bahia. Com suas belezas naturais e com o alto padrão dos serviços prestados que reúne resorts, luxuosas pousadas e restaurantes de todas as nacionalidades, o município se tornou um dos principais destinos turísticos do país. As eleições de outubro de 2012 se aproximam e um grande embate é esperado no município de Mata do São João, entre o candidato indicado pelo prefeito e o desafiante da oposição, Dr. Alan Fialho, um apaixonado pela família, pela medicina, pela política e por Mata de São João. A grande popularidade deste médico já sinaliza que o município será palco de uma das disputas eleitorais mais acirradas da Zona Metropolitana. Conheça um pouco mais do perfil deste “homem do povo”. Diferente Magazine - Dr. Alan, fale um pouco sobre sua experiência como Médico, Vereador e sua paixão pelo município de Mata de São João. Alan Fialho - Como médico, posso afirmar que essa é a maior das experiências, a mais gratificante, aquela que nos faz sentir extremamente úteis ao sentir que realizamos algo que realmente fez a diferença na vida de alguém ou até mes-

mo ajudamos a mantê-la. Isso vale muito mais que dinheiro. Como vereador confesso que tenho alegrias e frustrações. Alegria por entender que no primeiro pleito eleitoral do qual participei fui eleito com voto de opinião pública e não precisei vender a dignidade e independência e isso jamais faria. Frustração por perceber que como vereador dependemos sempre da maioria dos colegas e do poder executivo para

6 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

colocarmos nossas idéias em prática, e muitas vezes isso fica apenas no campo do desejo. Gosto de realizar, executar, por em prática. DM - O Senhor nasceu em Alagoinhas, formou-se em Medicina em Salvador. Como chegou a Mata de São João? AF - O acaso fez essa feliz coincidência. Comprei um laboratório de análises clínicas pelo jornal e ele se encontrava em Mata de São João. Quando vim buscá-lo surgiram outras propostas que terminaram pela

aquisição da nossa unidade de saúde que hoje atende a mais de 3000 pacientes por mês. Sou do tipo que gosta de se doar de corpo e alma aos amigos e todos sabem que podem contar na hora das necessidades e foi assim que nesses anos fiz milhares de amizades e me considero um cidadão Matense. DM - Essa sua vontade de se tornar político em Mata de São João, como aconteceu? AF - Na verdade não foi uma vontade pessoal e sim uma manifestação espontânea das pessoas que na minha longa trajetória como médico, me enviaram para essa missão com diversos objetivos, mas tendo como prioridade a real melhoria da saúde pública do município, que ainda se encontra em situação bastante difícil. DM - Quais seriam as principais propostas e ações dentro do seu mandato de vereador? AF - Foram muitas propostas. Contudo, ressalto as indicações que visavam o atendimento ao idoso às mulheres e crianças, que precisam de cuidados especiais, com recursos humanos preparados e equipamentos próprios. Não podemos admitir que somente no oitavo ano de um governo e com intuitos exclusivamente eleitoreiros, se adquira um aparelho de Raios X de ultrassonografia, mamógrafo etc. Será que só se pensou em dar essa atenção agora? DM - Seria então por isso que buscou uma nova alternativa na política, através da candidatura em 2010 para deputado estadual? Como avaliou o resultado das urnas, o povo de Mata correspondeu às expectativas? AF - A minha inquietude está diretamente relacionada à necessidade de realizar. Tentei o mandato de deputado em 2010, mas não conseguimos alcançálo. Mas serviu para entender que ao contrário do que muitos pensam o êxito num pleito eleitoral não está vinculado di-

Não podemos admitir que somente no oitavo ano de um governo e com intuitos exclusivamente eleitoreiros, se adquira um aparelho de Raios X e de ultrassonografia (...). Será que só se pensou em dar essa atenção agora? retamente ao poder econômico. O povo de Mata de São João votou me fez o mais votado em 60% das urnas no nosso município. Não me afastei do trabalho de médico nem de vereador durante a campanha e hoje posso dizer com tranqüilidade que não tenho medo de enfrentar nenhum milionário ou súdito. O nosso povo não se vende... DM – Quanto a atual administração municipal, como avalia a atual gestão do prefeito e sua equipe? Há algo que lhe desagrade muito? AF - Acho que necessitávamos dessa transição, desse choque de gestão. Com pessoas que realizassem o básico que nos faltava, como a estruturação física de forma geral, adequação de receitas X despesas. Que olhasse pela educação, saúde e segurança como prioridades. No caso da educação tivemos avanços, mas os professores tem que implorar para receber o piso federal, já na saúde estagnamos. Segurança ficou rotulada como compromisso único e exclusivo do Governo Estadual. As drogas invadiram nosso município e em especial o Crack. No social tivemos a continuidade do que deveria ser arrancado pela raiz, mas assistimos até hoje a mesma pessoa utilizando da secretaria para favorecer aos seus enquanto a população não tem acesso sequer ao básico. DM - Podemos interpretar o desejo natural da população de Mata de São João em fazer um pré-lançamento do seu

nome para candidatar-se a prefeito como um sinal de reconhecimento da toda sua luta no município? AF - Graças a Deus não precisei ir às ruas para dizer que poderia ser candidato. A coisa acontece de forma natural. Acho que essa coisas de ação e reação funciona também na política. Quando coloquei várias placas na cidade pedindo votos (campanha de 2010) não o fiz apenas naquele momento, pois quando acabou a campanha também coloquei várias placas para agradecer os votos. Terminei sendo multado por essa atitude em R$ 5000,00 e fiz questão de pagar. Aprendi com minha mãe e meu pai a agradecer... DM: O senhor hoje está filiado ao PDT, que pertence à base política do governador Jaques Wagner e da presidente Dilma. O que pode nos dizer sobre isso? AF - Tenho encontrado nos governos estadual e federal diversas manifestações de apoio. O PDT me convidou e me acolheu e lá estou muito à vontade para acessar o meu presidente Alexandre Brust, assim como o nosso presidente da assembleia, o dep. Marcelo Nilo, com quem tenho constantes diálogos. Admiro a postura do governador, que agora deu outra acertada em colocar o dep. Rui Costa na Casa Civil, assim como do Vice Otto Alencar e os considero verdadeiros democratas. A presidente Dilma mantêm as características principais do que herdou do presidente Lula, que priorizou o social, a melhoria da distribuição de renda e a luta contra a pobreza e a miséria. Acho que as ações no social precisam estar completamente desvinculadas de fatores partidários e a população deveria ter acesso a todas elas. Não é tarefa difícil encontrar denúncias de abusos como distribuição de casas do projeto Minha Casa Minha Vida por vereadores ou précandidatos, por exemplo. Falta fiscalização.

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 7


OPINIÃO

“O projeto da prefeita fracassou, a cidade está destruída” E Figura polêmica da política de Lauro de Freitas, José Alves da Cruz, mais conhecido como Bitinho, que exerce atualmente o segundo mandato como vereador da cidade, faz um apanhado sobre o atual cenário político laurofreitense, que define como caótico e sem planejamento adequado, através deste artigo escrito especialmente para a Diferente Magazine.

8 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012

xistem duas vertentes de análise desta gestão da prefeita, uma administrativa e a outra política: A administração está o caos: é inadmissível que um município que arrecada mais de 25 milhões de reais por mês se encontre num abandono tão grande. Não existe um planejamento, eles iniciam uma obra, no meio voltam atrás e mandam a conta para o contribuinte. É o caso da Avenida Luiz Tarquínio. Isso que ocorreu lá é caso de polícia, um desamor ao erário e desrespeito ao povo desta cidade. Gastaram quase um milhão de reais para modificar o tráfego e depois simplesmente voltaram atrás. Na saúde a situação é triste, faltam médicos, medicamentos e até papel de prontuário. O paciente tem que ir pra farmácia comprar seu medicamento, mas quando olhamos as compras de medicamentos eles constam nas notas fiscais, só que não chegam até a população. Para onde estão indo esses remédios? Será que realmente esses medicamentos estão sendo entregues?

COMBUSTÍVEL POLÍTICO: Eu posso garantir que num momento muito breve será revelado um dos maiores esquemas já ocorridos numa cidade de menos de 60km² de extensão. Até o final de 2012 teremos nada mais nada menos que 40 postos de gasolina em Lauro de Freitas. Se convocarmos esses “novos” donos de empreendimentos será um verdadeiro escândalo, muita gente terá que dar explicações. A liberação destes alvarás passa por cima de vários critérios de segurança e princípios morais. O que temos é uma bomba atômica debaixo dos nossos pés. O Ministério Público precisa ser provocado e agir com veemência. OS DESMANDOS COM O DINHEIRO PÚBLICO: O que acontece nesta gestão é o maior desrespeito com a população: são muitos os desmandos, falta de gerenciamento com um dinheiro que é do povo. Essa administração deveria ter maior responsabilidade e acima de tudo, honestidade. Posso citar dezenas de exemplos onde a falta de compromisso com o povo fica claro. A Concha Acústica é um exemplo, uma obra de minha indicação e a população pode conferir no Portal da Transparência de que o dinheiro, mais de 450 mil reais, foi liberado em dezembro de 2007 pelo


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

Ministério do Turismo e nada está concluído; o mercado municipal foi construído com um orçamento superior a um milhão de reais e está entregue às baratas. Existe ainda uma verba de R$ 438.750,00 para ser liberada e será mais dinheiro jogado fora. Para a construção do terminal de Portão já foram liberados, também pelo Ministério do Turismo, em 20 de abril de 2010 uma quantia de R$ 926.250,00 e nada aconteceu. É um assalto aos cofres públicos.

UMA “DOAÇÃO” QUE CUSTOU MAIS DE 600 MIL REAIS: No Bairro do Caji - Caixa d’água, um pracinha que foi construída é outro abuso ao erário. Disseram à população do bairro que essa obra havia sido doada por um empresário da região e o porquê desta mentira a gente não entende, já que essa praça custou R$ 682.500,00 enviados pelo Ministério do Turismo, verba depositada nos cofres de Lauro

de Freitas em 26 de dezembro de 2008.

A HORA DE DIZER UM BASTA: Em outubro essa população terá a chance de dizer que se cansou de ser maltratada e poderá dar um basta, dizendo não a esse modelo desgastado, desorientado, incoerente e claro, completamente irresponsável quando o assunto é

dinheiro público. A prefeita com a mão pesada tenta empurrar seu candidato, cúmplice deste desmando há sete anos e quer através dele, que isso tudo continue por mais quatro anos. Nós não agüentamos mais tanto sofrimento. Vale conferir a veracidade das denúncias apresentadas no endereço eletrônico www. portaldatransparencia.gov.br

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 9


festa do padroeiro

Mais de 2.000 pessoas participam das homenagens a Santo Amaro de Ipitanga

M

ais uma vez Lauro de Freitas realiza um Cortejo Cultural. Desta vez foi durante as comemorações da Festa do Padroeiro, Santo Amado de Ipitanga. Os laurofreitenses participaram da festa com alegria e de forma pacífica. O cortejo mostrou a cultura da cidade interagindo com a cultura da região metropolitana. Participaram mais de 2.000 pessoas, divididos em 20 grupos tanto da área urbana quanto rural. “Este ano fizemos uma festa ainda maior, pois comemoramos os 404 anos do nosso padroeiro, Santo Amaro de Ipitanga, marcando o início dos festejos do 50º ano de emancipação política do nosso município”, constata Lirio, secretário de Cultura de Lauro de Freitas. Esta é a Lauro de Freitas de todos e todas na defesa e resgate da cultura popular.

10 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012


festa do padroeiro

PCdoB se destacou na lavagem de Lauro A foice e o martelo tomaram conta da cidade.

A

tradicional festa popular de Lauro de Freitas, a lavagem do padroeiro Santo Amaro de Ipitanga, realizada no último dia 14 de janeiro, reuniu grupos culturais, artistas e políticos da cidade e do estado, numa grande e animada caminhada, que como de costume, saiu do final de linha dos ônibus e percorreu as principais ruas do município até as escadas da Igreja da Matriz, construída em 1604. O cortejo com baianas, capoeiristas, samba de roda e trios elétricos fizeram a festa, mas dentre os partidos que participaram do evento, o PCdoB foi o que mais se destacou, levando para a rua centena de militantes e adeptos, dando o

sinal verde para as próximas eleições. No comando estava o pré-candidato a prefeito Chico Franco, ao lado dos deputados Daniel Almeida, Alice Portugal, lideranças comunitárias e do Secretário Estadual da Copa, Ney Campelo. A lavagem foi a largada para se começar pensar numa mudança governamental e o vermelho do PCdoB tomou conta de todo o cortejo, “o nosso partido brilhou na lavagem, fico feliz em ver aqui conosco pessoas importantes a exemplo dos camaradas Daniel Almeida e da nossa querida Alice Portugal, que puderam observar de perto a força do nosso partido em Lauro de Freitas”, explicou José Carlos Guri, representante do Sindicato dos Comerciários

12 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012

do município. Chico Franco, que é filho da terra, como ele mesmo gosta de frisar, recebeu o aceno de muita gente que fazia questão de falar com ele, “agora é a nossa vez”, disse dona Maria de Jesus da porta de sua casa. “Chico é uma pessoa maravilhosa, co-

nheço bem a sua família e o seu carinho por nossa cidade. Não tenho dúvida de que ele será o nosso futuro prefeito”, garantiu dona Maria com largo sorriso. O pré-candidato estava muito feliz com o seu partido e com a força popular com que era recepcionado, “estamos todos unidos em prol do nosso grupo e com a convicção de que precisamos fazer muita mais para a nossa cidade”, destacou Chico. “Hoje é um dia especial. Confesso que estou muito feliz por saber que as pessoas estão acreditando no nosso trabalho. Quero agradecer a visita dos nossos deputados Daniel Almeida e Alice Portugal, além de Vicente Neto, chefe de gabinete do Ministro dos Esportes e do Secretário Estadual da Copa, Ney Campelo, que não medem esforços para nos apoiar aqui em Lauro de Freitas”, agradeceu Chico Franco, que é atualmente é o pré-candidato da base aliada que mais se destaca popularmente à corrida das eleições de 2012.


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

Na lavagem de Lauro de Freitas, o PSL estava esbanjando animação

A

lavagem é realizada dentro da celebração da festa do padroeiro Santo Amaro de Ipitanga. E como de costume, os principais políticos e partidos colocam seus blocos na rua, num cortejo até as escadarias da antiga Igreja Católica. A caminhada é marcada com extrema animação e a participação da cultura laurfreitense, esbanjando a natural beleza das baianas, artistas, bandas percussivas e muita água de cheiro. Dentre os partidos em destaque, estava o PSL com o bloco do pré-candidato a vereador Bebel Carvalho, que saiu ao lado dos seus amigos, “adoro essa festa extremamente popular e cultural. Estamos num momento muito bom com as pessoas incentivando a nossa candidatura”, descreveu Bebel, que filho da cidade. Já o PT estava morno e opaco, apesar da grande estrutura, inclusive, com trio elétrico e tudo mais. O PP veio para batalha com seus coligados, demonstrando que está pronto para 2012. Mas PCdoB surpreendeu, um partido que apesar de ser da base, está cada dia mais independente e alavancando o nome do seu précandidato a prefeito Chico Franco para a sucessão de Moema.

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 13


festa do padroeiro

A cidade que temos e a cidade que queremos DR. MÁRCIO PAIVA No sábado dia 14 de janeiro, tive a alegria de caminhar pelas ruas da nossa cidade, junto com diversos amigos e amigas que estão com o propósito firme de construir a cidade que queremos. Pude constatar em cada abraço, em cada aperto de mão, o sentimento de esperança que se mantém vivo, apesar de tantos desenganos. Só mesmo a fé e o compromisso social e político para nos colocar à frente e confiantes, pois mesmo perplexos diante da cidade que temos, somos fortes e estamos juntos para construir a cidade que queremos. O mais importante já temos, o POVO. A festa de nosso padroeiro, Santo Amaro de Ipitanga, se configurou num cenário perfeito para num ato de fé e união, selarmos um compromisso de fazer de Lauro de Freitas a Cidade que merecemos!

Nos últimos sete anos a nossa cidade vem perdendo sua identidade. Os atrativos que moviam famílias inteiras da região metropolitana a vir morar em Lauro de Freitas foram se perdendo, e não podemos atribuir isso ao acaso, muito pelo contrário: o povo de Lauro de Freitas sabe muito bem quem são os responsáveis pelo que acontece. Uma cidade se faz com pulso forte, coragem para mudar, presença no meio do povo, vendo o que as pessoas de fato querem. E não dentro de um gabinete, fazendo cogitações. Se olharmos para trás, nos perguntarmos: onde estão os recursos arrecadados pelo município? E olha que estou falando de mais de Um Bilhão e Meio. Sinceramente, não é possível ver onde este dinheiro está. 14 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

Todos os dias nos deparamos com os mesmos problemas, saúde na UTI, educação reprovada pela população nas várias enquetes e pesquisas. E a violência? Esta nem se fala! É verdade que esse problema é de caráter nacional e o país inteiro passa por uma crise na segurança. Podemos, então, nos perguntar o que a nossa cidade tem a dizer sobre isso, como ela está respondendo a esse problema? Basta ver as manchetes dos jornais e constatamos que o silêncio dos que governam a nossa cidade é a resposta que temos. Construir a cidade que queremos é de fato o nosso grande desafio. Não se faz gestão com um microfone na mão 24 horas por dia. Esse modelo está ultrapassado, é preciso descer do palanque, pois os verdadeiros adversários de qualquer projeto político são os problemas sociais, aqueles que atingem de frente a vida das pessoas. Chega

de discussões vazias que só servem para massagear o ego dos falastrões, o povo já está cansado disso. Nosso projeto, que é um projeto comum, porque vem da base, da escuta das pessoas, do dia a dia de quem sofre, e não dos gabinetes, é um projeto de construção de uma cidade que tem um povo lutador, inteligente, que tem brio, que merece respeito. Dia 14, no cortejo em louvor a Santo Amaro de Ipitanga, entendemos que cada um tem um jeito de contribuir com a construção da nossa cidade, o nosso é, e sempre será, cuidar das pessoas. Quando vimos o resultado do nosso trabalho, o empenho de cada um para que a nossa festa pudesse acontecer, ficamos convencidos de que estamos no rumo certo, pois a cidade só será de todos se todos tiverem o direito de participar. O resgate da cidadania plena

começa com uma saúde de qualidade e com uma educação capaz de emancipar o cidadão com a força necessária de que necessita aqueles que sonham em construir uma vida solidificada na base, com um trabalho para que a nossa dignidade não seja comprada, com uma segurança como direito de quem paga caro e precisa de paz, aí sim

podemos dizer que a nossa cidadania será respeitada na sua plenitude. A cidade que queremos é possível e já consigo vislumbrá-la, acreditamos que ela acontecerá. Como diz o ditado, um mais um é sempre mais que dois, que DEUS nos guie para um 2013 onde possamos ter uma cidade com menos desigualdades. Salve nossa terra!

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 15


lauro de freitas - eleições 2012

Chico Franco é o único filho da terra précandidato a prefeito um bate papo descontraído e sem receios de dizer o que pensa, Chico Franco fala sobre a conjuntura política municipal e faz um pequeno balanço de sua vida pública. Diz estar preparado e maduro para disputar as próximas eleições, desta vez, como prefeito de Lauro de Freitas. A impressão que fica é que o précandidato do PCdoB carrega na alma um amor profundo pela sua terra natal. Um diferencial entre os seus ‘concorrentes’. Diferente Magazine – Chico, fale um pouco sobre a sua trajetória política. Chico Franco – Sou um apaixonado pelo que faço e a política é uma vocação. Fui vereador por dois mandatos, em 1996 e 2000. Fui também o vereador mais votado e o único com votos em todas as urnas do município. Em 2001, na gestão do ex-prefeito Marcelo Abreu, assumi a Secretaria de Administração. Já na eleição de 2004, fui vice de Cacá numa candidatura da majoritária. Em 2006 participei das eleições para deputado estadual e fui o segundo mais votado da cidade. Em 2007 a prefeita Moema Gramacho me convidou para participar do seu governo e tive o prazer de ser o primeiro Secretário de Trânsito e Transporte do município. Em 2008 apoiei a prefeita Moema, que buscava a reeleição e no ano seguinte fui convidado para assumir a Secretaria de Trabalho Esporte e Lazer. Em 2010 disputei mais uma vez as eleições para deputado estadual e obtivemos 11 mil votos em Lauro de Freitas, me tornando o campeão de votos da nossa cidade. DM – Se nas pesquisas o seu nome estiver na frente de João Oliveira, candidato natural do PT, qual será a reação do seu partido?

CF – Precisamos ter cuidado com pesquisas, pois os resultados podem oscilar, mas caso estejamos na frente, vamos deixar fluir a democracia e a alternância de poder. Não tenho dúvida de que o PCdoB, o meu partido, estará encabeçando e reforçando a nossa candidatura. DM - Existe a possibilidade de você ser o vice de João Oliveira? CF – Estou lançando meu nome para ser prefeito e não vice. Evidentemente tem muita água para rolar e até o segundo semestre de 2012 muitas coisas poderão acontecer. O mais importante no momento é discutirmos projetos para a nossa cidade com todos os outros pré-candidatos, inclusive, João Oliveira (PT) e até Márcio Paiva (PP). DM – Por falar em Márcio Paiva, existe a possibilidade de você fazer composição com ele? CF - Na política tudo pode acontecer. Márcio foi o vereador mais votado nas últimas eleições, portanto, é uma pessoa que respeito politicamente e tenho uma relação de amizade muito boa. Entretanto, a política é uma caixinha de surpresas e não sabemos o que poderá acontecer, especialmente falando de futuro. DM – O PCdoB deseja real-

16 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012

mente a sua candidatura ou está apenas especulando? CF - Claro que deseja, tanto que desde o momento em que fui convidado para fazer parte desse grande partido, histórico e combativo, foi exatamente para representá-lo nas eleições de 2012. Nós temos o aval do partido no município, estado e até nacionalmente. E a prova disso foi a nossa caminhada na lavagem de Lauro de Freitas, que contou com a presença dos deputados Daniel Almeida e Alice Portugal. Além de Vicente Neto, que veio representando o Ministro dos Esportes, Aldo Rebelo e do Secretário Estadual da Copa, o camarada Ney Campelo. DM – Qual a sua relação com a prefeita Moema Gramacho? O que ela acha de sua candidatura? CF - Tenho uma relação muito

boa e de total confiabilidade. A prefeita fez a diferença aqui em Lauro de Freitas com a sua gestão. Quanto a minha candidatura, ela acha legítima. Trabalhei toda a minha vida para que esse momento chegasse. E por fazermos parte do governo dela, não tenho dúvida de que teremos uma conversa prévia para discutirmos a situação do PCdoB e a minha précandidatura. DM – Por que você quer ser prefeito? CF – Lauro de Freitas fará 50 anos de emancipada e eu tenho 45 anos de idade, todos vividos aqui. Acompanhei todo o seu progresso. Conheço os quatro cantos de minha terra natal e seus principais problemas e tenho inúmeros projetos para solucioná-los. Sou ipitanguense e laurofreitense de corpo e alma.


DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 17

*Consorcio Nacional Honda - Plano de 72 meses


Lauro de freitas - eleições 2012

Presidente do PSL confirma seu apoio a Bebel Carvalho O Partido Social Liberal (PSL) é presidido na Bahia por Antonio Olívio Vasconcelos, mas conhecido por Toninho, uma figura popular e admirada dentro do cenário político baiano. Um nato articulador e um bravo guerreiro do seu partido, que em Lauro de Freitas compõe a base da prefeita Moema Gramacho através da Secretaria de Meio Ambiente.

Diferente Magazine – Toninho, qual o perfil do PSL? Toninho – O Partido Social Liberal é um partido que comunga com a mesma filosofia do nosso querido governador Jaques Wagner, ou seja: nós não olhamos para o umbigo, olhamos para frente, para o coletivo. Trabalhamos em equipe e em parceria com os outros partidos a fim de fazermos o melhor para a população baiana. DM – O que o senhor acha da prefeita Moema Gramacho? T - Ela é uma mulher de fibra e de coragem, uma grande gestora que vem dando todo o seu apoio ao nosso partido. Foi Moema que nos colocou 18 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012

na base do Governo Estadual. Hoje fazemos a gestão da Superintendência do SAC, através da Dra. Maria Marta e da SUDIC sob administração de Dr. Emerson Leal e do DPT (Departamento de Polícia Técnica). DM – O partido já tem força na Bahia? T - Mas é claro que sim! Hoje temos grandes companheiros militando no PSL. Temos dezenas de vereadores, prefeito e dois deputados estaduais. O partido está em franco crescimento. Em 2012 vamos aumentar a nossa participação nos municípios com mais vereadores e prefeitos. Estamos trabalhando para isso.

DM – Em Lauro de Freitas o partido vai batalhar por mais espaço? T - Nós vamos apoiar a prefeita Moema Gramacho, mas como parceiros e não como subordinados. Nossa prioridade será focada para as próximas eleições, queremos eleger os nossos vereadores na cidade. DM – O que o senhor achou da filiação de Bebel ao PSL? T - A vinda de Bebel foi muito importante, sabemos da história dele e a força que ele tem em Lauro de Freitas. Sem dúvida ele somou e deu mais ânimo ao PSL. Nós vamos lutar para elegê-lo dessa vez, Bebel é um grande nome, além de ser nosso grande parceiro.


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 19


20 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 Promoção por tempo limitado, sujeito a alteração sem previo aviso.


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

Secretário de Meio Ambiente comemora avanços em Lauro de Freitas Dr. Vidigal Cafezeiro é médico concursado da Prefeitura de Lauro de Freitas, presidente municipal do PSL e Secretário de Meio Ambiente. Ele fala com orgulho que mora em Lauro de Freitas há 22 anos e que participou da construção do Hospital Municipal Jorge Novis. “Fui um dos médicos que mais atuou nesse hospital”, recorda com felicidade. Vidigal faz questão de dizer que passou 16 anos sem valorização política na cidade e sem espaço para poder desenvolver grandes projetos.

Diferente Magazine – O senhor, apesar de ter vivido próximo dos prefeitos que passaram pela cidade, ainda assim, não foi valorizado como deveria? Vidigal - Sempre gostei de política como ferramenta de mobilização social. Em 16 anos (antigo grupo político) não fui valorizado como gostaria de ter sido, apesar de ter trabalhado em prol de muitos candidatos a vereador e até prefeitos. Mas isso me motivou para que eu pudesse correr atrás da minha organização política através do PSL, que hoje é base da prefeita Moema. DM - Como anda a Secretaria de Meio Ambiente? VC - Estamos desenvolvendo um belo trabalho na nossa pasta e avançando como nunca se avançou com as questões ambientais. Temos uma série de projetos de sustentabilidade que já estão fazendo a diferença dentro de uma cidade relativamente pequena, com cerca de 60 quilômetros quadrados, vários rios, nascente, áreas verdes e uma orla linda. E o nosso principal intuito é despertar para a importância da preservação, para que possamos oferecer mais qualidade de vida para a população. DM - E quais são as ações que estão fazendo a diferença na sua pasta? VC - Ao longo desses três anos de governo como secretário de Meio Ambiente, acredito que o principal desafio foi a criação

da Secretaria em janeiro de 2009. Daí para frente, começamos dar vida e funcionalidade à pasta com a formatação de leis, criação do Conselho Municipal de Meio Ambiente e do Fundo Municipal. Estamos fazendo uma fiscalização efetiva das pessoas que ainda insistem em destruir a natureza. Mas a nossa principal ação será o saneamento da nossa cidade, que passou a sua vida inteira utilizando os

rios como canal de despejos, infelizmente. Mas graças ao esforço da nossa prefeita vamos acabar com isso e a cidade será saneada totalmente. RDM – E o PSL para 2012? VC – A nossa missão é fazer o sucessor da prefeita Moema e garantir a eleição de nossos vereadores. Nossa meta é elegermos um ou mais representantes do PSL.

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 21


Lauro de freitas - eleições 2012

Prestes a completar 20 anos de filiação no PT e no segundo mandato consecutivo de vereador, Lula Maciel reúne suas principais conquistas e lança a segunda edição do boletim impresso do mandato. Além do boletim, o site www. lulamaciel.com. br e a presença constante nas redes sociais, dão nova dinâmica à comunicação, vista por Lula como instrumento indispensável para o acompanhamento de suas ações por parte da sociedade.

Hendrik Aquino DRT 04019/BA

Lula Maciel 2012: rumo aos novos desafios

O vereador Lula Maciel (PT), o diretor-geral da Sudesb, Raimundo Nonato (Bobô) e a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT) exibem plano de trabalho das academias populares instaladas no município.

A

possibilidade de avaliação do cidadão e o conteúdo acumulado ao longo dos quase 8 anos de atividade como parlamentar, tem dado a Lula um notório reconhecimento pelos serviços prestados em Lauro de Freitas e Região Metropolitana. “Precisamos dar mais acesso à informação para que a população possa participar cada vez mais, influenciando nas decisões”, diz o vereador. De origem humilde, Luís Maciel de Oliveira enveredou pelos caminhos da política na década de 80, contribuindo de forma decisiva na construção de movimentos sociais, populares e do Partido dos Trabalhadores em Lauro de Freitas. A primeira eleição em 2004 trouxe na bagagem a experiência de ter disputado as três eleições anteriores, em 1992, 1996 e 2000. Quando mais jovem, participou do movimento estudantil e comunitário e em 1984, participou da campanha pelas diretas já, e a sua relação com o PT aconteceu em 1989. De lá para cá, Maciel fundou diversas associações

22 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012

de moradores, e em 2008, a sua reeleição serviu para reafirmar sua força e determinação para com o destino político e social de Lauro. Assumiu então a liderança do PT e destacou-se por defender questões importantes como as que envolvem o meio ambiente, a criança e o adolescente, entre outras.

Novas perspectivas 2012 inicia com boas novidades. Proposições de autoria do vereador Lula começam a sair do papel, a exemplo da piscina semiolímpica, solicitada em abril de 2009 e reiterada em março de 2010. A piscina pública será construída em Itinga, graças a um convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado, e é mais uma importante ferramenta de inclusão social. Também fruto de seu trabalho, o campo do areal será totalmente reformado e outro no antigo Jóquei Clube será construído, com a instalação de parque municipal com pista de cooper e ciclovia no entorno das lagoas. Dentre as conquistas do segundo semestre de 2011, estão algumas alterações no Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal

(PDDM). Em especial a que trata das áreas remanescentes do antigo Jóquei Clube, onde existem duas lagoas, defendidas pelo vereador, que conseguiu garantir que a área fosse definida como Zona Especial de Interesse Ambiental (ZEIA), assim como a área onde está instalado o Equus Clube do Cavalo, no centro de Vilas do Atlântico. A preocupação de Lula com a questão ambiental também garantiu a supressão do item que propunha incluir parte do território municipal da APA Joanes/ Ipitanga como Zona Predominantemente Residencial (ZPR). Ainda estão em andamento a solicitação para construção de um hospital de referência e que atenda a população da região metropolitana, desafogando as unidades municipais existentes e a instalação do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia, entre outras ações resultantes de proposições de autoria do vereador Lula Maciel. Acesse o site www.lulamaciel.com. br acompanhe e avalie a atuação do vereador. Sua avaliação é imprescindível nesse processo de construção.


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 23


Lauro de freitas - eleições 2012

Mão Dupla: Compromisso Cumprido Abraão Barros dos Reis Santos, 29 anos, advogado, secretário de transporte e trânsito de lauro de freitas, é membro atuante do PSC (Partido Social Cristão) e da Assembléia de Deus. Coube a ele desfazer, Depois de meses de confusão nos bastidores entre o poder público e os comerciantes de Vilas do Atlântico, a questão da mudança no trânsito da avenida luiz tarquínio, a principal da cidade. O resultado: a prefeitura de LF recuou e retomou a mão dupla no sentido do tráfego

Diferente Magazine - Como o Sr. analisa o retorno da mão dupla na Av. Luiz Tarquínio? Abraão Barros - Compromisso cumprido! A principal motivação foi sem dúvida a sensibilidade da prefeita diante da grande reivindicação dos comerciantes, embora se saiba que a viabilidade técnica da implantação do sentido único de tráfego há um ano atrás foi observada. DM - Então secretário, a emoção fala mais alto que a razão? AB - Claro que não. Diante do clamor popular tivemos que elaborar uma nova versão para que pudéssemos retornar o sentido duplo de tráfego. Buscando mitigar possíveis congestionamentos, maior segurança e garantir a fluidez. DM - Como ficam as regras de carga-descarga e estacionamento na Luiz Tarquínio e adjacências? AB - De acordo com o decreto que normatiza as regras de estacionamento e operações de carga e descarga, está proibido

o estacionamento ao longo da via, carga e descarga de segunda a sexta somente após as 22h até às 6 da manhã. E uma intensa fiscalização, afinal foi um acordo, a Prefeitura cumpriu sua parte e o cidadão terá que cumprir a dele. DM - O que a Prefeitura tem feito no intuito de diminuir o desgaste político causado pela implantação do pedágio de Vida Nova, que transformou a avenida num caos com o tráfego de caminhões e carros de passeio? AB - Reuniões constantes no perfil de audiências públicas com a comunidade local, AGERBA e a concessionária Bahia Norte, na busca de um consenso, no intuito de atenuar os impactos. A empresa está sendo cobrada e está sensível à questão, buscando colaborar com projetos, pavimentações e edificações no local. Porém deixo claro que a Prefeitura é contra o fluxo causado pela fuga do pedágio, mas é de competência do Estado, foi licitado e cabe a nós procurar amenizar os prejuízos e desgastes causados

24 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012

aos nossos munícipes. DM - A SMTT está preparada para cumprir as demandas de acessibilidade de uma grande cidade planejada? AB - Estudos estão sendo feitos para construção de um plano diretor de mobilidade urbana sustentável. Com isso discutiremos temas como acessibilidade, locomoção, respeito ao meio-ambiente, segurança e fluidez. Sei que diante da complexidade de LF é muito pouco, mas cito como exemplo a estrutura viária em frente ao GBarbosa. Pensa-se ainda na integração dos transportes de passageiros com atendimento constante e eficaz. Incentivos ao uso alternativo de locomoção, a exemplo das bicicletas. DM - Em frente às Lojas Americanas, Shopping Estrada do Coco, não há uma tragédia anunciada, em relação a falta de uma passarela? AB - Concordo com o iminente perigo, contudo temos nos empenhado na implantação de uma passarela, porém, mais uma vez, tenho que frisar que a via é

de competência do Governo do Estado, estamos limitados, nos cabe cobrar. DM - Como membro do PSC e político ativo de LF, qual sua opinião sobre as eleições 2012 na cidade? AB - Estamos trabalhando para continuidade do projeto de Governo atual, que em minha opinião, segue a passos largos. Posso afirmar que o PSC costuma aderir a projetos que respeitam o ser humano, prioriza a família e trabalha pelo progresso coletivo, somos da base do governo e, portanto, vislumbramos a possibilidade de ajudarmos um pouco mais. DM - O Sr. está insinuando que o PSC poderá ter uma candidatura a prefeito ou ser candidato a vice? AB – O PSC representa uma grande camada da sociedade, logo, estará à disposição do governo para somar no projeto 2012. O momento da discussão sobre composição de chapas está a caminho, somos da base e no momento oportuno nossas ideias e anseios serão explicitados.


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 25


PERFIL

“O fundamental é assegurar a igualdade de oportunidades” Sempre dedicado à vida em comunidade e um ferrenho defensor dos trabalhadores, Luiz Carlos Suíca é casado, tem quatro filhos, trabalhador em limpeza e um dos fundadores e hoje coordenador do Departamento Jurídico do Sindilimp-BA. Sua vida acompanha a história dos 23 anos de uma organização sindical, que ganha a cada dia mais representatividade e respeito junto aos trabalhadores de limpeza. Na bairro Pernambués, em Salvador, onde nasceu e foi criado, Luiz Carlos Suíca fundou o Grupo Alerta Pernambués (GAP) que investe na formação moral, educacional e profissional da comunidade, em especial das crianças, adolescentes e jovens.

Diferente Magazine - Suíca, como o senhor analisa a atuação do poder público na comunidade em que reside principalmente em relação a saúde, educação e segurança pública? Carlos Suíca - Salvador enfrenta uma profunda crise de autoridade. A atual gestão é um desastre e sua incompetência se traduz de forma mais bru-

26 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012

tal nas comunidades carentes. No Pernambués e região a coisa não é diferente. Mesmo bairros considerados nobres estão sem os serviços básicos que deveriam ser fornecidos pela prefeitura. É isso que cobramos da Câmara Municipal de Salvador, dos 41 vereadores e do prefeito João Henrique. A questão da segurança pública diz respeito

ao Governo Estadual e reivindicamos uma polícia cidadã que não veja nos moradores da periferia bandidos em potencial e sim cidadãos. DM - As eleições estão se aproximando e os pré-candidatos já iniciaram suas visitas às comunidades com inúmeras promessas. O que não pode faltar no planejamento para melhorar efetivamente a vida destas comunidades que você tanto defende e quer bem? CS - Os moradores dos bairros periféricos, a população de Salvador em geral, não pode mais uma vez se deixar iludir. É preciso que se avalie a história, a origem, os serviços prestados por aqueles que pretendem nos governar ou nos representar na Câmara Municipal. Avalio a atual legislatura como uma das piores de todos os tempos. Os vereadores, com raras e honrosas exceções, são inúteis. Só vemos projetos de entregas de medalhas, coquetel festivo e pouca lei em benefício do nosso povo. Acredito que aquilo que não pode faltar é a absoluta transparência dos poderes públicos e aprofundamento da democracia e ação direta da população. O Orçamento Participativo deve ser executado como defendemos na origem do Partido dos Trabalhadores


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

(PT), ou seja, o que for decidido pela população em cada local deve ser executado. DM - Como acredita que o poder público e os políticos podem contribuir para evitar que a cada dia mais jovens se viciem em drogas? CS - Em primeiro lugar mostrando alternativas concretas para a juventude. Isso significa maior investimento em educação formal, profissional, atividades esportivas e incentivos ao primeiro emprego. Drogas não são apenas questão de polícia. Elas representam um problema a ser enfrentado pela saúde e educação pública, gratuita e de qualidade. O fundamental, para mim, é assegurar a igualdade de oportunidades. Um jovem que vê um futuro melhor à sua frente dificilmente será adotado pelo tráfico de drogas e suas maléficas conseqüências. DM - Você é favor ou contra a instalação das UPP’s nas comunidades? CS - Sou a favor em razão da situação de emergência que chegamos, porém, repito: Uma comunidade que possui saúde e educação pública, gratuita e de qualidade, serviços básicos de infraestrutura e igualdade de oportunidades não será refém da criminalidade. As UPP’s devem ser um remédio amargo para uma doença grave, porém, não pode ser a única alternativa para salvar o paciente, no caso, a Segurança Pública.

DM - A que você atribui o sucesso revelado numa pesquisa realizada nas comunidades onde a maioria dos cidadãos conhecem e confiam em você? CS - Acredito que se deve ao reconhecimento de um trabalho realizado a vida inteira. Fico feliz com o resultado e tudo isso fazemos sem a realização de festas monumentais, farta distribuição de bebidas alcoólicas etc. Acredito que o voto deve ser sempre consciente e não comprado ou trocado. DM - Caso você seja candidato a vereador, o que considera prioridade na hora em que começar a legislar? CS - Há um grupo interno do PT, a Esquerda Popular Socialista (EPS), e a maioria da diretoria do Sindilimp-BA expressando a vontade da categoria, que reivindicam a minha candidatura. Quero que a campanha eleitoral seja absolutamente igual ao nosso futuro mandato, caso tudo se confirme: aberta, democrática e participativa. Já estamos cansados de eleger quem se apresenta como do povo e depois some e nunca mais quer que alguém lembre sua origem. Um mandato de vereador a ser exercido por nós não fará coquetéis, entregas de medalhas. Vai sim legislar para defender os interesses dos moradores de Salvador e dos trabalhadores, em especial os terceirizados que são os mais explorados. DM – Como vê o crescimento desordenado da frota de veícu-

uma história de luta

los sem obras de viabilidade urbana? CS - Nesta questão aponto mais um grave erro da atual administração da prefeitura de Salvador. Pouco ou nada se investiu em transporte público e coletivo. Nas grandes cidades do mundo é comum deixar o veículo particular em casa e utilizar trens, metrôs, ônibus e demais meios de transporte coletivo. O veículo particular fica para o lazer, viagens particulares, etc. O crescimento da frota, fruto do trabalho de nove anos do PT no Governo Federal que aumentou a renda da população, deve estar acompanhada de uma máquina pública municipal eficiente, um serviço de transito eficaz e investimento no transporte coletivo. DM – Você acredita que com o início da circulação do Metrô em Salvador o serviço de transporte de massas vai melhorar? CS - Acredito que sim, desde que seja verdadeiramente um Metrô e não o Ferrorama atual

O Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública, Comercial, Industrial, Hospitalar, Asseio, Prestação de Serviços em Geral, Conservação, Jardinagem e Controle de Pragas Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública, Asseio, Conservação, Jardinagem e Controle de Pragas Intermunicipal (Sindilimp-BA) foi fundado em 2 de setembro de 1989. Em quase 23 anos de história a categoria construiu uma forte organização sindical e tirou da direção aqueles que defendiam os interesses patronais e do

que liga o nada a lugar nenhum. Sou um praticante de esporte e ando todo dia mais do que a distância da Lapa à Rótula do Abacaxi na esteira da academia ou correndo na pista da Paralela e Imbuí. É uma vergonha isso que temos como Metrô. Com uma intervenção séria o transporte de massas pode e vai melhorar com certeza. DM - A população da periferia está capacitada para aproveitar as oportunidades trazidas pela Copa 2014? CS - Queremos uma Copa que gere empregos e renda. A população da periferia está preparada para aproveitar as oportunidades e para as atividades mais sofisticadas, defendemos um investimento em cursos profissionalizantes para que todos tenham oportunidades iguais. Defendo que a Copa do Mundo 2014 seja da inclusão e não da exclusão, ou seja, que não venha acompanhada de desapropriações e jogue a população pobre para lugares ainda mais distantes.

governo. Hoje é um dos sindicatos mais comprometidos com a luta da classe dos trabalhadores e mais especificamente dos trabalhadores em limpeza. Entre as vitórias mais significativas do Sindicato estão a liberação dos lotes de pagamento do FGTS de 4.741 demitidos pela Prefeitura de Salvador em fevereiro de 2007 e a aquisição total do prédio da sede na Rua Cônego Pereira, 51, Sete Portas, em Salvador e a sua reforma. A Bahia tem atualmente sindicalizados, cerca de 7 mil trabalhadores.

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 27


30 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

cLASSIFICADOS

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 31


cLASSIFICADOS

32 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 33


cLASSIFICADOS

34 | DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012


ANUNCIE NA TV DIFERENTE E NA DIFERENTE MAGAZINE: 71 3024-5224

DIFERENTE MAGAZINE | FEVEREIRO/2012 | 35


Diferente Magazine 03 - Parte 02